Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu Filho,Meu Pecado !

Autor: Fênix3.7
Categoria: Heterossexual
Data: 29/04/2013 20:37:00
Nota 9.60

Esse e meu Primeiro conto aqui nesse otimo site,Casa dos Conto,vou relatar pra vcs um pouco da minha vida nesse conto, leiam e comentem !

Sou a Paula tenho 37 anos,Morena tento manter meu corpo,tenho alguns kilinhos a mais nada exorbitante ou exagerado,sou baixinha 1.68 de altura,meus peitos são medios,tenho o quadril largo,a bunda um pouco grande,minhas coxas são grossas (acho que até demais),sou Casada temos um filho que nos dias atuais está com seus 17 anos quase 18,meu marido trabalha como Motorista de ônibus,sai sempre de casa por volta das 04:30 da manhã antes de sair sempre me acorda pra trancar o portão e a porta depois que sai,depois passou no quarto do Renato que na época estava com 14 anos,chamava ele pra se deitar na minha cama comigo,mantemos essa rotina há anos,gosto de ficar de conchinha com ele a maioria das vezes,dormiamos assim quase sempre,quando dava por volta de 06:00 da manhã o acordava pra se arrumar pra ir pra escola,as vezes quando estavamos na cama sentia ele levantar um pouco minha camisola e passar seu pau na minha bunda,as vezes nas minhas cochas sempre bem sútilmente imaginando que eu estava dormindo,nunca o repreendi,achava que era coisa da pré adolescência uma fase apenas,mas o tempo foi se passando ele não parrou sempre o fazia,estava ficando mais ousado,passava suas mãos nos meus peitos,erguia minha camisola com mais frequência,percebi que não era apenas uma fase de pré adolescente,ele estava realmente sentindo desejos por mim,não me via apenas como sua mãe,eu sabia que era errado,mas comecei a gostar da situação ficava excitada minha buceta molhava minha calcinha,acho que era um pouco de carência afetiva,minha vida sexual não era a mesma de 10 anos atráz,estava transando com meu marido com pouquissima frequência,um dia tomei coragem e querendo parar com aquilo me sentei com ele começamos a conversar ...

Paula : Renato e melhor vc na se deitar com a mãe mais,vc já esta bem crescido vc tem 14 anos já está maior que a mãe meu anjinho !

Renato : Ah mãe eu gosto tanto de dormir com a senhora quando o pai vai trabalhar,eu me acostumei,não quero parar de dormir na sua com a senhora !

Paula : Por enquanto vou deixar,mas fique sabendo que os dias de vc dormir na minha cama estão contados mocinho !

Acabei cedendo,não fui forte e firme pra da um basta e dizer não pro Renato,então ele continuou indo dormir na minha cama quando o pai ia pro trabalho,nos primeiros dias senti ele mais contido,não estava tão ousado como antes,ficava apenas passando as mãos nos meus peitos,não mechia mais na minha camisola,já estava sentindo falta,eu empurrava minha bunda em direção do seu pau,queria senti-lo,ele foi ficando mais ousado que antes,sentia seu pau duro encostando em mim quase todos os dias,as vezes ficava molhadinha tentava não suspirar muito,se passará mais de uma semana,Renato veio pra minha cama,estava um pouco frio,ia me deitar atráz ele retrucou ...

Renato : Mãe deita atráz hoje e me abraça estou com frio ...

Paula : Claro meu anjinho deixa a mãe te esquentar vem aqui !

Me deitei ele segurou minha mão na sua barriga,comecei a cochilar quando estava quase dormindo,senti ele soltando minha mão,depois de alguns segundos sinto seu braço se movendo,não entendi oque era,em seguida segurou minha mão novamente sútilmente foi descendo sobre sua barriga,desceu um pouco mais pra baixo logo comecei a sentir na palma da mão uma coisa um pouco quente com uma leve maciéz porém rigido,passava lentamente sem pressa,senti um frio na barriga e um calor descomunal por todo o corpo não refleti muito sobre oque estava acontecendo na quele exato momento,fingi ter acordado,Renato soltou minha mão e rapidamente seu braço se moveu,deu um pequeno estalo percebi que era o elástico da sua cueca acompanhado de sua bermuda,passei minha mão sobre seu peito,senti seu coração bem acelerado,o susto foi grande,ele foi ousado porém com medo que eu havia percebido algo,dei um beijo no seu rosto estava bem quente,segurei sua mão e voltei a fingir que dormia,ele não fez mais nada ficou receoso e com medo, não consegui mais dormir,logo o acordei pra ele ir pra escola ...

Paula : Renato está na hora de vc acordar filho,vc vai chegar atrasado na escola,anda se levanta !

Renato : Já vou mãe calma !

Paula : Anda anda se levanta logo vamos minha preguicinha ...

Fiquei fazendo cocegas em sua barriga,ele sorria mas não se levantava,o puchei deixando com sua barriga pra cima,passei minha perna por cima dele,continuei as cocegas,fui abaixando minha bunda até seu pau,quando sentei pudi senti-lo duro no meio da minha bunda nao sei o tamanho do seu pau,sei que senti uma excitação imediata,meu coração foi a mil,sai de cima dele rapidamente,fiquei no meu lado da cama respirei fundo falei...

Paula :Renato não vou mandar dinovo sai da cama agora !

Renato : Está bem Mãe já to saindo !

Paula : Vai tomar banho e se arrumar,já levanto e arrumo seu café da manhã !

Quando ele saiu do meu quarto,me levantei tranquei a porta,deitei na cama tirei minha camisola,desci minha mão suavemente colocando dentro da calcinha,quando toquei minha buceta senti ela úmida e fervorosa,por um instante fechei meus olhos e comecei a me masturbar,imaginando oque havia sentido minutos atráz ao sentar em cima do meu filho,cheguei a o orgasmo fiquei mole na cama,depois que me recuperei,me levantei fui direto pro banheiro tomei um banho morno,voltei pro quarto me vesti,fui pra cozinha fazer café e um misto quente pro Renato,logo ele veio já arrumado pra ir pra escola,tomou seu café da manhã,o acompanhei até o portão,dei um beijo e mandei ele se apressar se não ia se atrazar,fechei o portão entrei em casa sentei no sofá da sala,comecei a chorar,não era certo,descente e nem moral ter me masturbado imaginando o pau do meu próprio filho,depois me contive logo meu marido chegou em casa,chegou a noite tentei esquecer aquela loucura mas não conseguia de forma alguma,no outro dia ele ficou na minha cama novamente,e a cena se repetiu,ele ficou excitado,tirou seu pau pra fora e ficou passando na minha mão,meu corpo ficou fervendo com uma excitação extrema,tive que respirar fundo

pra me conter,fui ficando mais calma,sem eu perceber ele acabou dormindo,fiquei pensando,não consegui dormir novamente, logo deu a hora de acorda-lo pra ir pra escola,mas antes olhei por baixo do edredom percebi o volume na sua bermuda,pensei em toca-lo,mas não tive coragem,o acordei em seguida,mandei que se levantasse e fosse se arrumar logo,mantive minha rotina,levantei fiz seu café da manhã ele foi pra escola,quando deu uma 09:30 da manhã entrei na internet procurei o assunto em blogs e sites achei muito pouco assunto relacionado a prática de incesto,nada muito contudente,estava quase desistindo ai apareceu uma página de contos,cliquei em cima fui olhar melhor oque era,havia alguns contos sobre incestos,abri um e fui ler,era de uma Tia com o seu sobrinho,não sei se era real ou apenas uma fantasia da sua cabeça,voltei a página procurei um sobre mãe e filho,acabei achando um,era uma mãe com seu casal de filhos,quase da mesma idade do meu Renato,a menina tinha 16 anos e o menino completa-rá 15,lá estava que era máe solteira,sempre foram proximos nunca,privou os filhos,sempre os deixou muito avontade pra falar sobre qualquer assunto,ela falou que começou a sentir desejos por sua filha quando elas tomavam banho juntas uma ensaboava a outra,e nisso começou os seus desejos depois de transar com ela durante alguns meses,resolvel tentar com o filho,ficavam se insinuando tanto ela quanto a filha pra ele,desde então eles nunca negaram amor incondicional pra ela,que sempre foi recíproco entre ambos os 3,eram felizes assim e por ela continuaria do jeito que estava,transando com seu casal de filhos frequentemente,havia bastante detalhes,fiquei um pouco espantada,fui lendo linha por linha fui me imaginando acabei me excitando,em alguns momentos me via na mesma situação que ela,depois Fiquei pensando por horas oque fazer,se sentava pra conversar com ele,se explicava que aquilo tudo e errado,que não poderia imaginar a mãe e ficar excitado,ou eu imagina-lo e ficar na mesma situação,estava muito confusa com aqueles sentimentos, depois de ficar refletindo por um longo tempo,o Renato chegou em casa me comprimentou com um beijo no rosto e foi direto pro seu quarto,depois de alguns minutos me levanto vou atráz dele pronta pra ter aquela conversa,abro a porta do seu quarto de uma vez,tomo um belo susto antes que eu falasse uma palavra,me deparo com ele de costas pra mim,de frente pra sua cama,com sua calça abaixada até seus joelhos,se masturbando ele ouve a porta se abrindo de imediato se vira pra mim assustado,não acreditei no que estava olhando,ele estava segurando seu pau em seguida o soltou e tentou se vestir rapidamente ao fechar a porta ouço um grito alto ...

Renato : Mãeeeee porque não bateuuuu antes de entrar que drogaaaa !

Paula : Olha o jeito que fala com a sua mãe rapazinho me respeita,vou fingir que não vi nada disso e nem ouvi essa sua malcriação comigo !

Corri pro meu quarto tranquei a porta,estava com a respiração acelerada,coração palpitando,e com um calor insano,nos poucos segundo que consegui ver seu pau foi quando Renato o soltou para se vestir,nossa estava muito duro,brilhava acho que era por ter molhado com sua saliva,a cabeça estava rochiada era um pouco grande,já seu pau tinha uma grossura notável,me pareceu um pouco grande,seu escroto era avantajado já se via a quantidade de pelos se espalhando,fechei meus olhos tentei tirar aquela cena da minha cabeça,não consegui de forma alguma a cena estava viva na minha mente,meu corpo suava todo,quando eu pensava no pau do Renato subia um calor angústiante,não aguentei me deitei na cama abaixei meu short,afastei minha calcinha,quando toquei na minha buceta melei meus dedinhos,comecei a me masturbar estava suando muito meu tesão era fora do normal,não conseguia entender ou acreditar porque meu corpo reagia assim,sabendo que ele e meu filho,carne da minha carne,sangue do meu sangue,não demorou muito cheguei ao orgasmo,fiquei respirando por alguns minutos,estava um silencio,não ouvia o Renato,me levantei,vesti meu short,troquei o lençol encharcado com o meu suor,comecei a pensar comigo mesma,isso está indo longe demais,me senti suja,era uma sensação que nunca havia sentido antes,pensei e gostoso demais,mas e tão errado ao mesmo tempo ele e meu filho o meu anjinho,pensei comigo mesma se meu esposo descobre uma coisa dessas ele me mata,pois ele e rigido e fechado sobre certos assuntos sempre foi assim desde quando nós conhecemos,ele nem sabia que o Renato ia pra nossa cama após sua saida para o trabalho,depois de um tempo sai do meu quarto,fui no banheiro com aquele sentimento de culpa,tomei um longo banho frio,terminei fui no meu quarto me vesti,em seguida fui pra cozinha fazer o nosso almoço,fiquei pensativa por alguns minutos,depois o chamei ...

Paula : Renato sai desse quarto vem aqui um pouco precisamos conversar ...

Ouço um grito vindo do seu quarto ...

Renato : Estou fazendo o dever de casa mãe,quando terminar eu vou ....

Paula : Assim que eu terminar de fazer o almoço vamos conversar,termina logo seu dever !

Teminei fui pra sala,logo,mandei se sentar perguntei se ele ia almoçar primeiro,me respondeu que estava sem fome,respondi que estava tudo bem,então vamos conversar agora ...

Paula : Renato seja sincero com sua mãe esta bem ?

Renato : Sim mãe sempre sou sincero com a senhora e com o pai !

Paula : Está bem,me fala uma coisa quando foi a primeira vez que se sentiu atraido e começou a se excitar pensando na mãe ? ... quero 100% de sinceridade Renato vc entendeu,não fique acanhado ou timido apenas responda oque eu te perguntar!

Renato : Foi um dia que estava na cama da senhora,sem querer levantei o edredom pra me cobrir,estava um pouco descoberto,olhei por baixo e vi sua camisola um pouco levantada mãe,aparecia a metade do bumbum da senhora,ai fui me encostando a senhora nem percebeu,eu fiquei excitado,foi a primeira vez,ai eu não consegui parar mais,depois de algumas vezes comecei a sentir mais vontade,cheguei a tira-lo pra fora pra passar na senhora ...

Paula : Tira oque pra fora e passa em mim Renato ?

Renato : Ah mãe tenho mesmo que entrar em detalhes ?

Paula : Sim eu quero saber,pode ir falando não me enrrola Renato,um dia quando foi a primeira vez isso muito tempo ?

Renato : acho que tem alguns meses mãe,antes eu não sentia muito essas coisas,agora esta mais dificil,sinto quase o tempo todo ...

Paula : Hmmm... Agora me responde a outra pergunta,oque vc tira pra fora e passa em mim ?

Meu Ah mãe to com vergonha de falar isso ...

Paula : Fala logo Renato,para de me enrrolar anda logo !

Renato : Está bem mãe,vou falar,eu tiro meu pênis pra fora da bermuda e passo na senhora,quando a senhora estava dormindo,seu sono as vezes me parecia pesado,eu não conseguia me controlar até tentei algumas vezes,mas ficava duro só de imagina-la,sempre olhava embaixo do edredom pra ver seu bumbum,depois que via ele,me dava essa vontade louca de me

encostar na senhora,mesmo quando estava mole,era so senti-la que ficava duro na hora,me desculpa mãe por favor ?

Paula : Me responde outra coisa,vc já fez aquilo que estava fazendo no quarto mais cedo pensando na mãe Renato sinceridade não se esqueça,vc já fez sim ou não ?

Renato : Já mãe sempre que a senhora me acorda,meu pênis esta duro,faço sempre na hora do banho !

Ele ficou cabisbaixo,logo começou com um choro profundo acompanhado de soluços agudos ....

Paula : Renato para de chorar,estamos apenas conversando,não estou te repreendendo de nada,so quero tentar entender essa situação,olha pra mim,vou te falar uma coisa,as vezes eu não estava dormindo sabia ?

Aos soluços ela fala ...

Renato : Isso e sério mãe,porque nunca falou nada se a senhora já sabia ?

Paula : Eu senti uma vez vc passando suas mãos nos meu peitos,e tentando ergue minha camisola,não falei nada,deixei pra ver até onde vc iria,e fui me acostumando e não te repreendia,um pouco disso e minha culpa tambem,eu sempre soube que era errado e não fiz nada pra conte-lo Renato,sou sua mãe a culpa e minha eu tinha que ter tomado alguma altitude na hora,no exato momento que descobri oque estava acontecendo e muito errado eu sei,não consegui fazer ou falar nada naquele momento,eu estava gostando,por alguns dias que vc ficou mais contido,senti até falta,fui deixando e deixando eu falhei como mãe,não fui forte o bastante meu filho !

Renato : Não e culpa da senhora mãe,eu que comecei a fazer isso,eu sou o culpado !

Paula : Mas eu tinha o poder de empidi-lo e não o fiz,eu sou a maior culpada dessa situação toda,assumo toda culpa meu filho,eu acho que estamos em uma situação muito complicada aqui Renato,depois do que eu vi vc fazendo no seu quarto,tentei muito me conter e não imaginar aquela cena.mas não consigo tira-la da mente,esta sendo muito dificil pra mim falar isso,mas e a pura verdade,já que estamos sendo sinceros,vou falar a verdade pra vc,antes de ve-lo hoje semi-nú no seu quarto,lembra ontem quando fiz cocegas em vc e acabei me sentando sobre seu corpo ?

Renato : Me lembro mãe oque tem demais ?

Paula : Não se faça de bobo,vc estava excitado e eu me sentei nele,no seu vc sabe oque né,percebi que estava duro ao tocar minha bunda nele,por isso rapidamente sai de cima de vc,e o mandei levantar de pressa pra vc se arrumar pra ir pra escola !

Renato : Achei que a senhora não tinha percebido nada,foi muito rapido,foi sem querer mãe ...

Logo ele voltou a chorar estava aos prantos,estava partindo meu coração,me corroia em culpa ve-lo assim,fiquei pensativa e calada,resolvi tomar uma atitude,me levantei enxuguei suas lágrimas comecei a beijar seu rosto,logo estava beijando sua boca,fui me entregando pra ele,senti suas mãos prcorrendo meu corpo,fiquei toda trêmula,parei de beija-lo segurei sua mão falei e falei pra ele ...

Paula : Vem aqui com a mãe,fomos em direção ao meu quarto,entramos me sentei na cama o posicionei de frente pra mim,sem ele falar qualquer palavra,abaixei sua bermuda,depois sua cueca,segurei seu pau que não estava duro por completo,tinha uma quantidade enorme de pêlos,passei a mãos neles,olhei pra cima vi sua carinha seus olhos vermelhos de tanto chorar,segurei sua perna com a mão esquerda e com a direita levei seu pau na direção da minha boca,comecei a chupa-lo logo foi ficando duro,o chupei um pouco mais até deixa-lo completamente duro,a cabeça como falei antes era grande,já o seu pau não era tão grande como tinha imaginado,mas era grosso devia ter uns 17 centimetros um pouco menor que o pau do pai,quando ele segurava minha cabeça e forçava conseguia senti-lo na garganta,ouvi seus gemidos aumentaram,logo cuspi na mão e passei no seu escroto avantajado e peludo,minha buceta estava latejando de tesão,babava muito no seu pau,escorria pingando no chão,depois me levantei tirei sua camisa,deixei ele nú,abri os botões do meu short jeans,segurei nas laterais tirei junto com minha calcinha,em seguida minha blusa,fiquei completamente nua,sentei na cama novamente voltei a chupa-lo,passava a lingua na cabeça ele gemia muito,apertava seu escroto,engolia aquele pau gostoso,ele falava apenas ...

Renato : Mãe vai devagar um pouco a senhora ta chupando muito forte ...

Paula : Assim esta bom agora ?

Renato : Está sim urghh aiii aiiii continua mãe !

Depois me levantei,fui engatinhando até a cabeceira da cama me segurei,olhei pra tráz com a cara de safada,passei a lingua nos labios e falei ...

Paula : Vem Renato vem chupa a buceta da mãe,vc já fez isso antes chupou uma buceta ?

Renato :Nunca mãe já vi alguns videos apenas nada além disso !

Paula : Imaginei meu anjinho,vem chupa minha buceta,sente ela na sua boquinha ...

Ele veio segurou minha bunda forte com suas mãos grandes,foi enfiando a cara e metendo a lingua na minha buceta,me arrepiei toda e fui gemendo,ele meio perdido chupava e tentava morder os lábios da minha buceta,falei pra ele ...

Paula : Não morder doi meu anjinho,só chupa ta ?

Renato : Desculpa mãe vou apenas chupar !

Estava quase gozando na sua boca,ai falei ....

Paula : Vem coloca seu pau na minha buceta,coloca devagar tá,depois vai enfiando,quando entrar todo fica parado deixa a mãe rebolar nele !

Ele se ajoelhou atráz de mim,começou a meter deu umas metidinhas,ai mandei para,e deixar eu rebolar,que ele ia adorar,fiquei rebolando e foçando a bunda pra tráz,sentia todo dentro de mim,parei de rebola,mandei ele pucha meus cabelos e mete forte seu pau gostoso ...

Paula : Mete agora Renato,mete forte,pucha meus cabelos e soca seu pau na buceta da mãe soca soca ... Aiiii Aiiii que delicia,soca mais to quase gozando no seu pau !

Renato : Assim a senhora gosta,estou metendo o mais forte que consigo,minhas pernas estão tremendo nossa a senhora esta toda suada que delicia mãe !

Logo gozei no seu pau,estava pingando suor,pedi pra mudar de posição queria gozar novamente ...

Paula : Vem senta aqui deixa A mãe sentar no seu pau meu anjinho gostoso !

Ele se sentou se encostando na cabeceira da cama.segurei seu pau,cospi na cabeça,passei na buceta e fui sentando nele,quando entrou todo,beijei sua boca comecei a cavalgar,coloquei suas mãos na minha bunda,mandei que apertasse forte,antes que eu conseguisse gozar pela segunda vez,ouço alguns gemidos ...

Renato : Ahhh Ahhh mãe mãe to gozando to gozando !

Ele mordeu meus lábios ficou muito ofegante senti seu corpo trêmulo,depois ele foi soltando minha bunda,ficamos nos beijando os dois quase sem fôlego,parei de beija-lo,fui me levantando lentamente,quando abro minhas pernas,começa a escorrer porra e suor nas minhas cochas,passei a mão melando toda,depois coloquei 2 dedinhos dentro da minha buceta me masturbei olhando pra ele,rapidamente consegui gozar,quando terminei coloquei meus dedinhos na boca e fui chupando fazendo cara de safada,nós deitamos um de frente pro outro,apenas nos olhando,coloquei meus dedinhos novamente na buceta,depois coloquei na boca do Renato,ele foi chupando,lambeu meus dedinhos,depois dei um beijo na sua boca e falei ....

Paula Vai tomar banho meu anjinho,a mãe ta mole,depois eu vou ta,antes me responda uma coisa,vc gostou de comer a mãe ?

Renato :Gostei muito mãe,a senhora foi a primeira,nunca tinha feito isso antes !

Paula : Uau,que honra,agora vai pro banho,depois que eu conseguir me levantar vou tomar banho também,tenho que trocar o lençol e as fronhas dos travesseiros,suamos demais ....

Ele foi,fiquei deitada por uns 20 minutos me recuperando,me levantei peguei a tolha,fui tomei meu banho,voltei pro quarto,arrumei tudo,me vesti fui pra sala sentei no sofá liguei a tv,em seguida o Renato apareceu,se deitou no meu colo,ficamos assistindo tv,as vezes dava uns beijos na sua boca,pareciamos um casal de namorados,não fiquei mais pensando,no que era certou ou errado,decidi aceitar a situação,e aproveita-la da melhor maneira possivel ...

O conto e meio longo,porém tentei detalhar com riqueza de detalhes todo o ocorrido pra vcs,espero que gostem,beijos há todos que ler meu conto ....

Comentários

21/11/2017 18:27:59
Delícia! !!! Tenhomuito tesão da minha filha me falta coragem!!!!! [email protected]
14/09/2017 16:29:50
Oi muito bom meu email [email protected] tel
27/09/2015 17:42:35
-lindo amei sei exatamente oque é isso eu também faço com meu filhote
20/03/2014 19:00:56
Muito bom vc fez certo, queri q vc fosse minha mae nota dez
10/01/2014 12:34:54
Excelente, feliz o filho que tem uma mãe assim.
10/01/2014 12:34:09
Excelente, feliz o filho que tem uma mãe assim.
04/01/2014 22:19:21
nooossa que conto bacana! graças a vc moça acabei de descobrir um fetiche rsrsr gostaria de trocar correio com vc se possível. bjss
18/06/2013 18:42:59
parabens pelo conto. leia meu conto Helena e Maria da Graça, se gostar comente. abraços
05/06/2013 06:50:46
Isso é um relato real ou só um conto mesmo?.. Me pareceu apenas uma fantasia. Mesmo assim me excitou muito.
09/05/2013 18:56:51
Mto bom. Acesse: http://x-tudotudotudo.blogspot.com.br/
09/05/2013 18:56:26
Mto bom. Acesse: http://x-tudotudotudo.blogspot.com.br/
05/05/2013 21:41:32
OLA! GOSTEI MTO DO SEU CONTO!! TIVE UMA EXPERIENCIA ASSIM COM MINHA FILHA!! VOU POSTAR UM CONTO DA SITUAÇÃO QUE VIVI E VIVO COM ELA!! SUCESSO, INFORME EM QUE SITUAÇÃO VCS ESTÃO CONJUGALMENTE... MÃE E FILHO. ABRAÇO..
02/05/2013 04:15:53
muito bom
02/05/2013 02:40:17
Para um primeiro conto, ficou bom, mas cuidado se for continuá-lo, a ortografia tem que melhorar, valeu.
01/05/2013 11:55:39
Delicia de conto, estou de pau duro, vem me ajudar vem...
30/04/2013 18:07:07
A melhor coisa do seu conto ou relato como voce queira foi a aceitação do fato que agora não tem mais pudor com seu filho meus parabéns por nos oferecer um pouco de sua intimidade felicidades
30/04/2013 17:00:15
nosa otimo mas comtinua conta mais.. Bj
30/04/2013 16:04:59
gatomg,bjo pra vc tambem !
30/04/2013 16:04:21
Keimador Assim que tiver um tempinho posto a continuação ... bjo
30/04/2013 16:03:41
Jordane muito obgd,parece que vc gostou muito ... bjo
30/04/2013 16:02:50
Obgd por ler meu conto Vick,se eu me interessar entro em contato com vc pode deixar .. bjo
30/04/2013 14:49:06
oi, tenho 16 anos e sou de guarulhos-SP, se vc é uma mulher de 25 anos ou mais e está sozinha e carente de sexo me manda um email e algumas fotos suas, depois q nós nos conhecer-mos mais podemos ter uma boa transa e eu posso te fazer sentir a mulher mais desejada do mundo, meu email é [email protected], obs: adoro todos os tipos de sexo e gosto de qualquer tipo de mulher, principalmente mais velhas n importa q idade vc tem, se vc se excitou com meu anuncio me envia um email pra gente se conhecer
30/04/2013 10:55:44
Espetacular, muito bom.
30/04/2013 07:12:32
Que delicia de conto, queria ter uma mãe assim. Beijos gata
29/04/2013 21:17:17
No aguardo da continuação

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


passa manteiga no corpo e na busetapornô irado mulher no supermercado se masturbando enquanto os outros passamvídeo sexomoleque aquicontos eroticos injeçaoso cu fudidos de diaristascontos veridico mulher pagando a divida do marido com homem pauzudao dotadoClaudia souta nua mostrando a bucetacasado tem tesão em mamar cine porno spvideo porno a navinha criando corage a enfiar o pau do cavalo em sua bucetafudendo a auiliar da dentista no banheiro pornodoidoesposa bunda ggg conto com negaoconto erotico peguei no flagra meu pai comendo meu maridohttp://conto me pagou pra me fudercontos de maridos q gostam d ser corno e levam pirocudos pra comerem sua mulher em ksaadolecente chorando no picao cuzinho virgem incestofilha minha femea contoa egua me excitou e eu esporrei nela/contocontos eroticos de mulheres de manausstrapon sangue e bostaquero ver foto bucetao beicudas e hrandeestupro chupando grelo grande até ferirlouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraocasa dos contos zoofilia com viralatassobrinha me provocando só de pijaminha porno brasilcontos de sexo com minha tia vaiiii tiaaaconto eroticos palmada três machos rasgando o c* da n***** pedindo mais v**** dupla 300 e relaxada aberta chupando sem parar na boca v****conto erotico pegador popular da escola heterocasada qui aforao pauzudoconto erotico esposa liberadavirgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgensfui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadorporno sacana mao na bucetta no cu nojento ao vivosexo gay contos valentãovideo de incesto nisseiconto sexo anal piracaiasou casada e fui bolinada gosteiporno A garota acaba de colocar o vibrador e chega a irmã caçula na hora errada e faz ela ter seu momento de prazer contido e calado kkkkkVelhos que mamam seios de sua neta contos eróticosprima de pijaminha curtinho vai dormi com o primo mais novo e fuderamxvedeo conto erotico a forca no onibusmulheres passa margarina uma na outra peladasporno contosminha mulher eo estranho carroúltimos contos eróticos gayxvidio nocinhas geme gostozo dando o cuconto erotico boquete bokete mamadatia de leg balacado as pernas abertas xv.contos chupei o grelinho da enteadinha a forçacontos de viadinho dr calsinhacontos erot os y icmulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosocontos de corno que deram o cuezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delavidio porno das dimenores fasendo sexo da buceta apertadinhacontos de sexo raspei minha bucetamulhe.michando.eigual.homem.que.tem.um.grelao.que.prece.uma.rola.que.ela.bati.punheta.igual.homem.e.goza.espurrando.porra.fota.contos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriatadinha chorou pra na da o cu xvidiox cabaconegao fodefo cu forcavídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijaContos tetas bicudas e sem sutiãporno levou finha poamigomae obriha filha virje perde o cabasdo com o padrastovídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulherabaixar porno gratis amor no cu nao amor vai doer eu vou botar so a metadegey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geyfilme casal insurportavel pornodoidoconto gay meu colega aceitou da o cumicroempresa vídeo de pornô das coroas empregadasxvıdeos porno magrınhas gostozacontos de fada.dava a bucetinha quando tinha entre 6 e 7anis de idadeconto titiocomeu meu cu no natalcontos eroticos primeira vez inesquecivelmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosnovinha gritano e gosanofotos decasadinhas boqueteiras do corninhocache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho sou casada mais quem mim fode gostoso e patinhosexo entre.lutadores perdeu auta da ocuzinho pro vencedor ver pornogarotinho loirinho de treze anos se descobrindo que e gay e tranza com seu irmãozinho