Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

As Crônicas Bizarras – O Primo Mundinho

Um conto erótico de zezãomutema
Categoria: Heterossexual
Data: 01/06/2013 00:09:39
Última revisão: 04/01/2014 19:05:38
Nota 10.00

Nas crônicas passadas contei que minha gostosa mãe masturbava-se direto em seus recém comprados consolos. Aquilo estava uma loucura, na minha casa. Ela gozava com vigor e nos encantava com o som de seus gemidos pela casa toda. Como sereia, tão linda que tinha orgasmos como que em cantos, gozadas, longas e múltiplas que emitiam sons e lamúrias de tanta suavidade que nos atraía como os tripulantes de navio. Era idêntico ao conto de Homero, eu e Mundinho ficávamos aficionados e atraídos rondando seu quarto, nos atraindo como os navios a colidirem com os rochedos e afundarem. Encantados em seu prazer solitário.

Só que esta solidão estava muito prestes a terminar, tanto dela como nosso martírio ouvindo-a a gozar. Todos nos afundaríamos no prazer e no orgasmo de possuirmos, mãe, Tia, sobrinho e filho. Mergulharíamos nossos paus em suas deliciosas bucetas, fazendo-as cantarolar e gemer agudas e bravamente naquele lar incestuoso.

Sei que parece poético, mas é como via minha deliciosa mãe e como a desejava como amante, por sua transformação radical, beleza e encanto. Era demais o quanto estava gostosa e quanto nos perturbava. Ela mesma agora tinha noção disto tudo, se descobrira depois de tantos anos ao prazer carnal e aos deleites do sexo.

Como contei antes, tanto eu como o tal do primo Mundinho cercávamos o quarto dela para ver a cora gostosa transando consigo. Mas, naquele dia aconteceu o inevitável, Mundinho estava quase na porta do quarto de Dona Dolores. E mamãe já desconfiava e sabia disto...há tempo.

Lá no quarto ela brincava concentrada com seus brinquedinhos novos, quando teve um lampejo de consciência. Algo a havia desperto a realidade e invadiu a mente de Mamãe, ela sentiu um aroma característico envolver seu quarto, era o cheiro acre e forte, o odor característico de seu primo. Ao sentir o aroma que vinha encanado do corredor para seu quarto a digníssima Senhora, com um picão ainda socado na sua buceta, desviou o olhar para a porta de seu quarto e viu um vulto a se movimentar. Havia alguém a espionando, e só havia Mundinho no corredor da residência.

Mundinho sentiu que a sua prima sabia de sua presença, guardou seu pau nas calças e falou para sua prima que estava ouvindo gemidos e queria saber se ela estava se sentindo bem. Mamãe tirou sua pica do meio das pernas e a colocou melada em sua cabeceira e mandou seu primo entrar. Pronto estava feito, sabia que agora a situação criada por mim havia pegado os dois, corri para a sacada adjacente para ver o que estava prestes a suceder e presenciei a cena mais infame e bela de toda minha vida. E foi assim que aconteceu.

Ainda de pau totalmente duro Mundinho entrou no quarto de minha Mãe, e notou aquelas inúmeras caixas de vibradores e o consolo melado em cima de sua cabeceira e levou um susto. Mamãe com os seus maravilhosos tetões de fora e toda suada sorriu para seu primo que avançava lentamente em sua direção. Mundinho viu a TV ligada com o filme pornô rodando, sua patroa pelada entendeu tudo, pois via seu pau saltado de sua bermuda. Então Mundinho disse:

Vejo que teu pranto e gemidos não são de dor alguma prima Dolores!

Minha mãe nem quis arranjar desculpa alguma para o que estava acontecendo, pois não tinha como e o que explicar. De fato ela já estava com louca tesão desde que descobriu que seu primo oferecia belas punhetas a lhe olhar enquanto malhava. Quem sabe ela até se masturbava naquele instante imaginando tal situação. E Dolores que não estava mais nada boba reparou de imediato no enorme volume que fazia dentro da bermuda de seu primo. Mundinho da mesma forma viu o olhar comprometedor de sua prima e não se fez de desentendido e viu que aquela era a oportunidade de atacar a coroa.

Então, num gesto brusco Mundinho agiu e disse:

- Posso assistir este filme com você minha querida prima e quem sabe por não troca este caralho de borracha por este aqui de verdade quente e duro? Falou Mundinho alisando seu membro. Naquele mesmo instante, Mundinho baixou sua bermuda e pôs para fora uma grossa pica vermelha e inchada balançando na altura do rosto de sua prima. Ela viu seu pau de uns 22 cm quase esfregando na cara de Dona Dolores. Vislumbrei pela primeira vez o olhar matreiro e esguio, aquele olhar meio que de lado e sem-vergonha com um sorriso malicioso que tinha no rosto agora minha Mãe.

Dona Dolores fazendo-se de mal entendida, mas feliz e surpresa pela atitude de seu primo perguntou ainda tentando disfarçar seu total interesse por aquela rola:

- O que significa isto,Primo Mundinho, como se atreve!!! E ele respondeu no ato e na hora:

- Isto é o que você realmente quer e precisa sua boazuda, há semanas vem tentando todo mundo. Você quer é chupar uma pica gorda e dura e é o que você vai fazer agora!!!

Minha mãe pasma pelo tom de voz e atitude de macho de seu primo ficou absolutamente sem reação, alias a única reação que teve era ficar olhando fixo para aquele belo picão na sua frente, ao vivo e pulsante. Lembrou-se por um segundo da cena do livro em que os primos têm relações sexuais na presença da mãe de um deles. Além do mais algo dominou minha mãe por completo. O cheiro de Mundinho e daquele caralho invadiu seu quarto e Dona Dolores estava como em transe, hipnotizada.

Hipnotizada pelo cheiro forte de um pau de verdade que há muito não sentia ou via, entendem?

Minha bela mãe, com olhar vidrado obedeceu a ordem de Mundinho e então, em um ato automático olhou para seu primo e para o lindo picão que balançava na altura de seu rosto levantou o braço e agarrou o picão de seu primo que estava de pé a beira de sua cama e disse com um ar de deboche e olhos virados:

- Pois é Mundinho, portanto não é que vou ter que experimentar para saber?

E ao dizer isto aconteceu imediatamente minha tesuda Mãe abriu os lábios e enfiou a pica de seu primo boca adentro. Eu da sacada assistia tudo, era uma cena extraordinária. Mundinho de pé e minha mãe sentada na beira da cama mamando naquela bela pica fedorenta. Vi minha mãe lambe-lo todo, para quem dizia que não tinha experiência parecia uma legitima Puta de bordel. Dona Dolores lavou a glande com sua língua, indo daquele cabeção vermelho até seu grande saco onde pode sentir o forte cheiro de sexo em escroto.

O caralho de Mundinho estava todo molhado e minha digníssima mãe babava e cuspia limpando todo o duro cacetão de seu primo. Era formidável a visão que tinha. Mundinho extasiado observava sua prima mais velha que literalmente lavava seu pau com a boca, tirando cada pedaço de sebo amarelado que ela lambia, bochechava, fazendo com que aquela gosma esbranquiçada de saliva e gordura escorre-se de sua boca em grandes quantidades. Impressionante ver sem pudor ou receio Dona Dolores com smegma do primo e se deliciando descontrolada naquela pica.

Então minha Mãe feito uma vagabunda começou num vai-e-vem frenético com sua boca, mamando cada vez mais forte aquela grossa pica. Mamãe de tanto ver revistas e filmes aprendera e chupava e punhetava o caralho que fazia um belo serviço em sua boca tarada.

A baba escorria e pingava em suas fartas tetas, fios de saliva e sucos daquele pau se estendiam por seu queixo, esparramavam-se naqueles mananciais que eram seus enormes seios e pingavam no chão, na beira da cama onde havia uma poça de baba. Era lindo e obsceno ver minha mãe a sugar aquele pauzão que mal cabia dentro de sua boca, mal ela sabia que teria o prazer de se deliciar em rolas muito mais avolumadas e que o pau de seu primo seria só um coquetel perto de outros que ela chuparia.

Dona Dolores aos poucos foi bocado por bocado sugando o picão de seu primo que agarrava sua cabeça próxima de seu corpo suado e fedido. Da sacada eu não me continha mais, imaginei com inveja estar ali naquela situação e ter minha própria mãe também chupando meu pau. Estava numa punheta louca, vendo ao vivo aquela foda. Não aguentando de tesão a gostosa apertava sua tetas fazendo com que se inchassem ainda mais seus mamilos, enquanto sua boca descontroladamente mamava aquela pica fedida.

O aroma do quarto era de sexo puro e tesão.

Até que não aguentando mais, Mundinho puxou a cabeça da vagabunda de sua prima para traz colocando seu pau dilatado na cara de minha mãe e vi uma cena sórdida...naquele instante Mundinho começou a bater seu pau em seu rosto e esporrar jatos de esperma em grande quantidade...Mamãe abismada já levava direto um grande jato que encheu sua boca, em seguida Mundinho lançou vários jatos longos.

Vi minha mãe com a cara coberta de esperma e completamente lambuzada pela grande quantidade de porra lançada por seu primo. Sua cara depravada estava coberta por aquele esperma branco e grosso que minha ela se deliciava em extrema alegria. O creme pegajoso e o caldo de saliva de sua boca escorriam caindo enchendo a cavidade entre seus maravilhosos tetões.

Mamãe jamais havia feito aquilo, nem com seu marido com mais de 25 anos de casada, era a primeira vez que chupava um pau, ainda mais daquele porte e deixava a porra encher sua cara. Eu como filho estava louco, pois via minha própria mãe a banhar-se de porra, e a situação era mais constrangedora, pois tudo aquilo havia sido feito pelo pau de seu primo. Assim foi o batismo devasso daquela velha boazuda que em breve tornar-se-ia uma Puta e muitos mais banhos de porra de seu primo e outros iriam tomar.

Com a cara fascinada e toda melada Mamãe olhava para seu primo, levantou-se e com a cara toda suja lascou um beijo na boca de Mundinho fazendo com que ele prova-se de sua própria porra. Aquilo seria o inicio do dia, Dona Dolores não estava só pensando em mamar o pau de seu primo, sozinhos em casa e tendo um dia pela frente os dois sem-vergonhas sabiam muito bem que tudo iria recomeçar. Ouvi minha tesuda Mamãe falar:

Nunca tomei um banho destes, agora eu quero é mais!!!!

Mundinho, não se entregou, enfiou a mão no meio das pernas de sua prima alisando sua buceta saltada e o clitóris inchado e duro. Esfregava o bocetão e minha mãe toda esporrada e entregue implorava para que seu primo a possuísse. Era tesão demais e ele manteve em seguida seu pau duro e ereto.

Posicionando na entrada da buceta de sua prima passou a pincelar a porta da vasta vagina, Dolores rodava os olhos nas órbitas e sumiu quando seu primo enfiou cm por cm sua ferramenta adentro daquela buceta, molhada, quente e suplicante por um belo pau.

Eu já estava na segunda punheta só olhando os dois, com um misto de raiva e tesão. Estava louco para estar ali, mas sabia que minha vez chegaria e queria usufruir do aconchego de seu corpo sozinho, desejava possuí-la com vigor e entrar de volta por onde há tantos anos havia saído. Este complexo Édipo em voltar para útero materno estava enraizado. Queria voltar a relação de criança, só que agora como adulto me fartando naqueles imensos seios maternos que agora desejava chupar.

Em meus devaneios gozei novamente, enquanto o casal de primos fodia na cama, o filme pornô na TV era coadjuvante perto do casal. Mamãe de costas e pernas pro ar e depois entrelaçando seu amante, tipo frango assado e Mundinho subindo e descendo feito um bate estaca enfiando toda sua rola buceta adentro. Não demorou muito para gozarem aos prantos. Não sei se ela chorava ou gemia de prazer e ele não se aguentando enchia sua buceta de esperma sem parar de bombar. Via o caldo escorrer pela bunda dela e sua buceta repleta em esperma.

Exaustos caíram um ao lado do outro. Eu com as pernas bambas ali da sacada lateral onde tudo vira. Fui para o jardim de casa, aliviar a cabeça e o pau que teimava a ter uma nova ereção, só em pensar no que tinha presenciado. Queria agora também além de minha mãe, minha Tia Avó Rosália, outra farta gostosa, e tinha de empatar o jogo fudendo a mãe de Mundinho.

Eles saíram do quarto, mamãe fora banhar-se e seu primo também e saíram depois para sala de TV como se nada houvesse acontecido.

Meu pai que era um metido a conquistador, nem imaginava que naquele momento havia levado um bruto de um corno na cabeça e o quanto ainda levaria, inclusive meus. Minha Madre estava vingada. E assim foi o que seria um dia de foda, em breve Mundinho mataria seu desejo de enfiar seu pau tosco na buceta melada de sua própria Mãe...Assim como eu em Dona Dolores...várias e várias vezes... Para uma Puta gostosa e dois tarados dentro de casa isto era só o inicio de um novo dia...de um eterno dia...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/01/2014 16:57:10
Finalmente o tão esperado aconteceu, com Dona Dolores chegando onde estava predestinada, até um bom «naco de carne pulsante». Como imaginei, os consolos eram somente um aperitivo. Seu jeito de escrever, me lembra muito o jeito da nossa grande escritora Leila, ou o jeito dela lembra o seu...ambos escrevem deliciosos relatos «familiares» e muito bem narrados. parabéns, continue, pois as os contos por capitulos, quando bem escritos, não cansam, ficamos sempre esperando a continuação.
31/12/2013 16:40:49
É ;)
10/12/2013 18:16:08
delícia de conto, descrições interessantíssimas! bem excitante, mesmo, rsrsrs
28/10/2013 21:08:03
Caro Mutema: Você diz que temos uma especialista em contos incestuosos aqui na Casa e é verdade. Minha grande amiga Leila, fantástica. Mas isso não o coloca em segundo plano. Considere-se ótimo também porque você o é. Quanto ao seu relacionamento com sua esposa, parabéns, há gente que chegou aos 40 e "dependurou as chuteiras", vocês, aos 50 estão inovando, buscando novidades e novos prazeres. A vida é isso: prazer! Um dia, ao partirmos, será muito triste se não tivermos vivido com prazer e não importa como, com quem (desde que seja sadio, seguro e saudável, claro). Para isso escrevemos, uns para os outros. Seus contos também nos dão prazer e nos fazem pensar que a moralidade castradora é uma bobagem inventada pelo ser humano para restringir, dominar, escravizar... quando descobrimos que não há certo nem errado, nos libertamos de paradigmas limitadores (quase todos são) e você, com seus textos,auxilia os leitores a abrirem a mente e respeitar outros pontos de vista e outros sentimentos. Parabéns, um abraço extensivo à Carla.
27/10/2013 20:59:55
Ops! Postei um comentário mas desapareceu, não o vejo publicado, mas resumo para você: disse que trata-se de uma história bem escrita que toma rumos de novela, daquelas que desejamos nunca termine e ficamos ansiosos pelo próximo capítulo. Não encerre por aqui. Falta muito, há muito o que nos contar. Abraços do amigo.
27/10/2013 20:56:54
Agora, vamos esperar os próximos capítulos. Sei de antemão que serão bons, por ter começado como começaram. É uma história que vai se desenrolando como novela, que desejamos nunca termine mas ficamo ansiosos pelo próximo capítulo. Abraços, amigo.
24/07/2013 07:18:20
Como não prestigiar uma mamãe gostosa e tão safada, um primo dotado e um voyeur de plantão? Quero ver onde isso vai acabar!
15/06/2013 16:34:58
Agradeço os comentários, em breve continuo a crônica.
09/06/2013 20:57:24
Ótimo conto... Meu nome é Rubia e meu marido se chama Beto, ficamos com muito tesão depois de ler seu conto. Temos um publicado também, o nome é " A Procura de um amante" é uma estoria real. Temos um blog onde publicamos muitas fotos e assuntos relacionados a sexo. O endereço é: rubiaebeto.comunidades.netTchau e beijinhos molhados... Rubia
02/06/2013 10:02:17
Essa Dolores! Deve estar um tesão cantando em casa desse jeito! E agora com uma pica, mais, ainda. Espero ler vc, querido, comendo ela logo, logo. Beijo.
01/06/2013 17:06:03
Porreta! Porreta! Porreta! Ja li uns quatro hoje, mas esse conto é ótimo!! Essa sua MÃE é uma jumenta no cio! Vai necessitar de muita saliência grossa de mula pra se acalma. Eta gostosona valente! Pica nela, moleque!
01/06/2013 16:03:33
só uma palavra: ótimo !!!!!
01/06/2013 06:43:50
Aiii! Mas esta saindo melhor que a encomenda! Escreves bem, querido, claro e bem detalhado. Melhor ainda é essa tara na mamãe! Li e fiquei molhadinha imaginando os priminhos safados em pleno coito e vc, coitadinho, só olhando? Continue, estou louca para saber quando vais também usufruir dos favores da xaninha da mamae ou da tal Rosália. Vou mandar um conto ainda hoje ou amanhã. A minha mamaezinha tb. aprontou. Espero sua visita. Beijos bem babados!




Online porn video at mobile phone


asistir videos porno brasileirocontos eróticos com tia e sobrinhovideos de homem pecando na puçeta de a coroaO que comete fodendo uma mexidinhairmão fode irmã e estoca mt na sua buceta q estava molhadinhaconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amantecontos eróticos com minha mãe carente 2017 1.8contos eroticos traindo na enchentemenina fudedo de xortiu de dormicontos de incesto irmao assistindo tv com a irma novinha e comendo ela abracado por trasfilme porno gay papis negao abusa de jovem mundo bichaconto erotico a irmandade da anacondaxvideo muilher surpresa nxvideo sexo u buracugarotas gozando e sursurrandocontos de sexo depilando a sografotosde travesti peitudo ecusaocontos eróticos pular pulacontos erotico minha sobrinha veio em casafesta buctao loucurassoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornôporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela querercasa dos contos eróticos patrão e empregadoconto casada chantageada pelo senhoriofotos de bucetas beiçudas pono doidovideo d masoquismo sensacao gostosa fortrd caricias q causam dor e leva ao orgasmo video completohttp://zdorovsreda.ru/texto/201103701video de mulher tirando a o sutian ea calsinha ficando subinuacontos de sexo depilando a sograMeu vampiro romance gay capitulo 21Como era as bucetas no tempo da minha avóme comeram com meu irmao pauzudocalça legue mostrando abuçetaconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadeComendo a garotinha contos eriticooq e o liquido branco melecado q saio do xibiochule contonovinfa da buceta grande carnudasporno irma tremendo no pau ate o fundopornô mãe usina puheta mãoladrão comendo o delegado pornô se for do Adélia busca pornôchupando o cassetao do viado gay dos peitaopornô dois negão chega na porta de uma mulher com cheque de r 1000lavano a becetaxvideos gay cu rasgadaievangelica ainda nao tinha dado o cuContas de incesto mãe tarada descabacando filho a força com fotoconto eróticos voyeur vizinha dos fundosas mulheres cm a buceta grande panel de fuscaporno familha sacana opai bravo e afilhar virgemxvideos primo cheira po mas prima e nao resistipegei minha tia no banho buseta carnudaanythingXVídeos de sexo brasileiro pai vaisi cavi filhacontos eróticos minha mãe parte 4contos eroticos arrombaram minhavídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirfilme porno gay papis negao abusa de jovem mundo bichaComo perder o bv comendo o vomito e cagando no ventiladorcontos de scatXsvideos mulher torturando escravo nucoletsnia gozando nos pemtelhos xvideoesposa da cu sangra e estremece porno caseiroContos de comedores de Mendiga novinhas de 10 a 12 aninhosnovinha apois uza droga trazanodando jatos de porra na Bunda da colegiala gordinha morena kuduro dando para o negãovideo porno com mulhe traido o marido e foi amesada que nao da cuxvideos cunhadinha nao resistiu amassagemporno as novinhas cem peito de 8 a 10 perdedo a virgindade pro paiconto novinha vigen perdeu o cabaco da buceta e do cu no mesmo dia pro pitudocombinamos chupando os peitos da mulher fazendo sexo ela gritar onlinecontos erotico coroa comeu ru e minha mulhermulher cagando enquanto dava a bucetaeu e meu marido adoramos fazer sexo grupal contosurologista conto gayDormindo e pai comendoxx.comnovimhas sem pentelho.ma.bucetimha damdo pra un mendimgo o rabimhoeu minha prima e.seu poni dirou meu cabaço contosfilho dopou sua mae e fudeu ela dormindo cantos eroticocontos anal c cavalos e tourosmae punhetando filho quietinho no sofadoidoporno vrlho fudendo filha gozando dentropiriquita britadeira evangelicairma e chantageadas por irmo e ele chupar aforsa seu paufilhinha puta fazendo gang gang com os vizinhos taradovideo da minha jeba arrombando o padrecocuiada provoca cuiado d xortiu de dormiver video e filme de veterinaria chupano abuceta da e gua na fasendafotos de bucetas lusinhas brancas rosadasnovos xvideos metendo com forçaaaaaaeu gosto eu gostaria de ver uma coroa perdendo a virgindadecasal praticante de zoofiliana hora do sexo o que pode ser feito com o halls pretoloirinha tentou correr do negao pra ele num te comer mais num deumulher convulsiona de tesao no pinto monstrotia marta safada deixa exfrega meu nesse raboconto erotico a pequenininhawww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra foderempurrando opau bem devagar na bucetinha virgen