Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Prima dos Sonhos

Um conto erótico de Anjo
Categoria: Heterossexual
Data: 12/06/2013 16:51:46
Nota 9.75

Caros colegas leitores, sou um assíduo leitor do site, porém sempre relutei em efetuar meu cadastro e relatar minhas deliciosas experiências. Finalmente tomei coragem e resolvi dividir umas das minhas mais incríveis histórias.

Sou de São Paulo, aproximadamente 30 anos, 1,83m, 75kg, olhos verdes e cabelos castanho claro.

Essa história se passou há aproximadamente 08 anos, em minha residência.

Era primeiro dia de carnaval, estava com minha família em casa, realizando os preparativos para viajar com amigos, porém a viagem somente se realizaria na manhã do dia seguinte.

Estava com as malas prontas, com a insônia típica causada pela ansiedade destes momentos, quando fui convidado por minha prima, que habitualmente se hospedava em minha casa, para assistir os desfiles das escolas de samba de São Paulo, que iniciava naquele momento.

Essa prima sempre teve uma relação muito íntima comigo, tinha na época 30 anos e um corpo incrível, morena de olhos verdes, aproximadamente 1,65 e seios deliciosos.

Por haver uma relação de intimidade, sem qualquer liberdade sexual nesse sentido, deitamos no mesmo sofá, bebendo algumas cervejas e comentando o que se passava no desfile.

Em razão da falta de espaço no sofá, deitamos em posição inversa, com os pés próximos a cabeça um do outro, sem qualquer maldade aparente. Como a cerveja era consumida rapidamente, acho que ambas as mentes começaram a funcionar e deram asas a desejos reprimidos.

Tomei a iniciativa de massagear seus pés, com a desculpa de que eles estavam muito próximos a mim e seria mais confortável a posição com eles sobre o meu tórax.

Após alguns segundos de uma massagem que nada mais representava do que carícias mal intencionadas, minha prima manifestou que deveria retribuir a massagem, uma vez que estava sendo muito carinhoso e bonzinho com ela e fazíamos movimentos semelhantes simultaneamente.

Resolvi ousar mais ainda, acariciando sua panturrilha e subindo minhas mãos pelo seu corpo vagarosamente.

Confesso que nesse momento agi de forma inconsequente, por ser uma prima muito próxima, ter outras pessoas em quartos próximos e poder botar tudo a perder em segundos, porém o tesão que dominava meu corpo e minha mente, turbinado pelo efeito do álcool em meu sangue, conduziu minhas ações.

Meu corpo tremia, ardia de prazer, mas nada me faria recuar neste momento. Nossos olhos se mantinham fixos na televisão. Vez ou outra pronunciávamos algum comentário desconexo sobre o que se passava nos desfiles.

Como minha prima não esboçava qualquer reação e sentia suas mãos acompanhando minha evolução, resolvi ousar mais ainda, afastando suas pernas e subindo minha mão entre elas, acariciando neste momento a região lateral próxima ao joelho, sentindo que neste momento sua respiração se tornava mais intensa.

Com o passar de mais alguns segundos, que no momento me deram a sensação de horas, senti minha mão cada vez mais próxima de sua calcinha, sua pele numa temperatura elevadíssima, já denunciando o desejo que era recíproco e incontrolável.

Por ela estar vestida com um shortdoll bem folgado, não tive dificuldade em percorrer o caminho que faltava até sua calcinha por baixo do tecido da roupa, neste momento procurando seus olhos para encarar e encontrando um semblante sedutor, olhos fechados, lábios mordidos no canto da boca, me convidando para tomar a atitude derradeira, que mudaria nossa relação para sempre.

No instante que afastei sua calcinha para o lado e senti todo calor e umidade do seu sexo, ela soltou um suspiro intenso, com os olhos mais apertados ainda, talvez por vergonha de encarar seu primo ou simplesmente por estar enlouquecida de tanto prazer, como eu sentia neste momento.

Ultrapassados todos os limites morais e físicos no momento, comecei a toca-la com suavidade, sentindo que ela se entregava mais ainda a cada toque meu, sentindo eu penetrá-la com meus dedos ágeis e nervosos, minha mão ainda tremula diante da situação.

Neste instante, ela abriu os olhos e me encarou, sussurrando que eu era louco. Só tive a reação de dizer no mesmo tom, para que ninguém nos ouvisse, que era louco por ela.

Ouvindo isso, ela procurou o meu pau com suas mãos, começando a acariciá-lo, apertá-lo, começando a reagir de acordo com a situação excitante em que nos encontrávamos.

Seguimos nessa loucura, um masturbando o outro, proporcionando um prazer indescritível para cada um de nós, até que olhei dentro dos seus olhos novamente e disse: “Vou te comer agora!”.

Sem pensarmos nas consequências, no risco que corríamos, seguimos direto para um banheiro de casa, ao mesmo tempo em que trancávamos a porta, demos o nosso primeiro beijo, quente, intenso e que somente nos encorajou a seguir com a aventura que estávamos vivendo.

Nos livramos de nossas roupas, sem desgrudarmos nossos lábios em nenhum momento, logo apresentando um ao outro nossos corpos nus, com todos os sinais do tesão que sentíamos. Meu pau duríssimo, apontando para o teto e ela com os seios rígidos, lindos, que sempre foram inspiração para minhas sessões de masturbação na adolescência.

Peguei ela em meus braços, pressionei contra a parede e a penetrei num único movimento, firme, facilitado pela enorme lubrificação e pelo tesão que tomou conta daquele ambiente apertado.

Ia penetrando cada vez com mais intensidade, vigor. Afinal, não tínhamos tempo para desfrutar de algo diferente.

O sexo era maravilhoso, intenso, segundos após ela estava sentada na pia, com as pernas abertas me recebendo todo entre elas. Estocadas cada vez mais fortes e gemidos intensos, abafados por meus beijos.

Em um novo movimento, ela ficou debruçada sobre a mesma pia, com aquela bunda maravilhosa empinada, me pedindo para eu pegá-la por trás.

Era uma sessão intensa de sexo, rápido, passando por posições deliciosas e nossos corpos denunciando o orgasmo que viria.

Jamais esquecerei deste momento, naquela posição posição, toda empinada, rebolando com meu pau todo dentro dela, senti espasmos em seu corpo, ela gozava deliciosamente enquanto não parava de contrair meu pau com sua buceta.

Neste instante, ela se virou para mim, com a cara de safada que me hipnotizou e me pediu para gozar em sua boca.

Foi só o tempo dela se ajoelhar em minha frente, repetindo a mesma cara que me enlouquecera segundos atrás, que logo gozei em sua boca. Sentia ela sugando tudo, com a língua por baixo do meu pau, acolhendo todo o leite que jorrava e engolindo tudo, sem deixar nada escapar e denunciar o que havia ocorrido naquele minúsculo banheiro.

Com o delicioso orgasmo que tivemos, caiu a ficha da loucura que cometemos, nos olhamos com a timidez do momento e demos um beijo, combinando de voltar para o sofá e fingir que nada teria acontecido.

Após retornarmos e com diversas promessas de mantermos a relação como antes, sem repetir a dose, obviamente isso se repetiu muitas vezes, quase sempre em situações igualmente arriscadas, porém vivemos uma fase muito bacana e de muito prazer, que futuramente poderei revelar a vocês.

Hoje tudo isso faz parte de nosso passado, porém tenho certeza que assim como me lembrei de cada detalhe para narrar isto a vocês, para ela as lembranças nunca sairão da sua cabeça.

Espero que tenham gostado da minha estreia neste site e adoraria me corresponder com mulheres que gostem de dividir experiências ou quem sabe viver alguma nova aventura.

Obrigado a todos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/08/2018 15:05:26
Obrigado pela visita
26/07/2018 23:07:28
Delicioso! voltarei pra ler os outros contos!
31/03/2018 02:39:49
Muito bom!
31/01/2018 21:48:07
Obrigado pelo prestígio!
31/01/2018 21:25:47
DENTRE MAIS DE CENTO E TRINTA MIL CONTOS, ESTE É O NONAGÉSIMO-QUARTO (94) MAIS COMENTADO DO SITE, COM 104 VOTOS. Muito bem escrito, merece a nota máxima!
28/01/2018 09:52:15
Estela, que delicia! Adorei saber que gostou... bjs e obrigado pela visita
28/01/2018 09:02:32
Adorei o seu modo de escrever, com detalhes, envolvente e sedutor. Beijos.
30/06/2017 12:45:06
Acho que é um assunto a se pensar com BASTANTE carinho, meu anjo
30/06/2017 10:11:06
Comecei a leitura de seus contos na ordem inversa, então só agora chego à sua estréia. Que delícia! Desejei com todas as forças estar debruçada naquela pia como a sua prima, num momento arriscado que aumenta consideravelmente meu tesão. Me dei conta que não dei nota para seus contos, perdão. Fui lendo com uma intensidade de prazer que me fez esquecer disso. Vou ler a continuação deste ansiosa e ao mesmo tempo triste porque acabaram todos. Escreve mais pra mim. Por favor.
24/04/2017 00:07:41
Ê que conto bom! Tava procurando historias com primos e encontro isso! Parabens
22/03/2017 14:23:05
delicia de conto Anjo que prima de sorte hem? beijo rsrsrs
15/03/2017 11:44:09
Muito excitante,primos e primas sempre tem boas e arriscadas histórias kkkkkkkkk
13/03/2017 18:37:40
Quero ser sua prima tb rdrsrsrs
01/03/2017 20:38:33
Ah Anjo que conto delicioso, um prazer ler cada linha! Parabéns!
01/03/2017 14:09:40
Adorei Anjo! Também ja fiquei com meu primo. Bjos
01/03/2017 14:08:21
Adorei Anjo! Quase todo mundo tem uma história com primo. Bjos
15/09/2016 19:41:52
amei <3 muito bom seu conto... tive uma experiência igual a sua,o proibido é sempre o mais prazeroso
31/08/2016 12:39:27
Mt bom adoraria um prazer assim
27/07/2016 06:50:06
Eu adoraria umas safadezas no banheiro contigo.
19/07/2016 00:46:06
Adorei. Acompanhem o meu também.




Online porn video at mobile phone


fui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadorfiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosmenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradasas lesbicas maus fogozar do mesmo mundo fazendo sexy com cachorro ate ficar encantadocontos romatincos gay pit boyfodendo o putynho gaya gordinha morena kuduro dando para o negãopornô em Carmo da Cachoeira na ruamostrei a buceta meu genro comeu conto eroticocontos eroticos/comeu novinha peludinhaPadrastro fódendo o çude Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaovarias mulheres nuas no meio da grama mexendo na buçetaporno tirando roupa itrando na picacontos de sexo depilada na praiahomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhoouvir contos eroticos narrados de gueis tranzando loucosconsiquiu engoli uma pica enormexvidios outros purai favoritostitio safadão mim encoxou dormindo contos gaycontos meu cunhado tinha um pau gigante e eu quis experimentarvideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiao negao fode o cu do moreno porque ele tava cantando na piscinaXsvideos mulher torturando escravo nucontos eróticos de entregador de agua como dona de casaconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandevídeo de mulher pelada mostrando a b***** tomando banho arreganhando e ficando de quatro fazendo altas posições massanovinhas delicia purasexomaridinho chupou minha bucetameu sogro meu donobuceta da novinha tufadinha bucetao deitado de ladotrabalhadora chote curto pornogostosas minisaia enos debaixodelasconto sexo anal piracaiacomo fazer alguem te pedir dxclpa a distanciaContos eróticos teens pai vendo q a rola do filho estava bem grandinha conto gayvideo porno com Malumandecalçinhas dentro dos reguinhos da buceta e do cucontos eroticos caguei no paubebes crescidinhos porno gay amadorconto minha tia tesuda peladaXvideo com a mulhe grita esperneia pra nao emtra na picacontos eroticos menino esfolo minha esposaincesto pai bota filha no colo e ficar bolinando elafui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadorpraticante de zoofiliaprocuro. velho sadio amigo pauzidos gostoso so meutraficante pausudo estourou o cuzinho da minha namorada na favela contosConto erotico scat adoro ver a mulher peidandocontos eroticos fui seduzido pela vizinhacasadindo novo dando o cu e esposa vendo xvideobunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxfunk pancada novinha loirinha fudendo muito e meninas também cheirando muitoconto erotico sendo chupada enquanto ler livro pornowww.contos deixei titio chupar minha bucetinha na minha infânciaconto com onze anos eu trepei com meu tio foi muito gostoso mais doeupediu para fazer anal ,e cacou no paunao aguentoumulheres chorando muito pedindocpra parar de botar no cumenina novinha dormindo sem calcinha toda arreganhada com seu pinguelo lá de foracontos eroticos mulher dopada e fudidamanual de corno manso gatobomporno com egua pordrinhameu padrasto me iniciou na zoofiliasexo forsado com shortinho jeansConto erótico interacial largando o esposo para viver com amante negromostrando abuçeta pedindo para alguém comerconto gay adoro ser esculachado por um machodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaocoroa q sabi dexa dozelo de pau duroconto erotico gay vaquejada capDespertando O Amor em um Brutamontesparte 2: casa dos Contosquero ver vídeo de sexo com mulher transando com outras mulheres usando aquelas picas de borracha de elástico sem garfo e comXVídeos minha esposa queria dar para o negão mais da metade da metade podendoezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delapornor doido batendo poleta na varanda sexosogra faminta por sexoimcesto com papai ele meteu sua pica grande tudo na minha bucetinha novinhatinha pocos pelosEu e minha prima no motel eu disse que eu nao ia meter meu pau na sua buceta virgem mais eu meti meu pau na sua buceta virgem eu disse pra ela agora sua buceta nao e mais virgem conto eroticogay raptou o vizinho para lhe chupar o pauesposa descaderada pelo negãovídeo sexos pimenta na boceta com patroa sádicacontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarconto eroticosdei no primeiro encontroex cunhado cacetudochupo e emguliu apora toda xvideosporno muler de roupa transparente mostando a calcinhaxvfiz minha esposa chupar seu pai enquanto fodiamoscontos sexo anal concunhado concunhadavideos porno caseiro a garotinha dormi e o padrasto gozou no seu cuzinho nxvideo pageXxvideo so a cabeci.ha nela dormindoCavalo pauzudo coloca tudo na jumentinhapornor doido batendo poleta na varanda sexo