Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Prazer aos meus pés

Autor: Lindaa
Categoria: Heterossexual
Data: 03/07/2013 21:15:39
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou uma mulher independente, sempre fui desde muito nova. Obedecer sem questionar nunca foi uma opção. Mas nunca me considerei autoritária ou dominadora apenas senhora das minhas vontades e opiniões.

Há algum tempo saí para comprar sapatos. Adoro fazer isso sozinha, uma distração quase uma terapia. Escolhi um vestido que me deixa especialmente bonita, pouco acima dos joelhos, com um decote levemente sensual, mas elegante. Scarpin cor da pele. Não consigo separar-me dos saltos altos.

Estava circulando pelos corredores do shopping olhando vitrines, entrando em algumas lojas para experimentar aqueles que agradavam aos meus olhos. Em dado momento percebi um homem parado a certa distância olhando fixamente para meus pés.

Achei estranho, mas não dei importância. Na primeira loja não aprovei e nem provei nada, sai e fui para outra loja, estava absorta, fazendo um desfile pessoal, olhando nos espelhos o efeito de um lindo peep toe cinza de saltos muito altos, quando novamente percebi o mesmo homem olhando fixamente para os meus pés. Ou fora acometida por uma súbita mania de perseguição ou aquele homem estava me seguindo.

Fiquei intrigada, e movida por uma curiosidade exacerbada, resolvi fazer um teste. Agradeci à vendedora, coloquei o scarpin e me dirigi à outra loja. Parei em frente a uma vitrine, e displicentemente olhei por sobre meus ombros. Lá estava ele, novamente em meu encalço, mas tentando sem sucesso disfarçar.

Passei a observá-lo. Era bonito, delgado, charmoso, cabelos escuros, covinhas no rosto, em resumo: encantador.

Resolvi provocar, apenas para testar os limites do homem. Entrei em uma terceira loja, escolhi algumas sandálias e scarpins, altos, lindos e sensuais, experimentei o primeiro, olhei ao redor e lá estava ele parado na porta da loja me observando.

Fui em direção à ele e disse com firmeza: “vem me ajudar”. Ele demorou uns minutos para responder, certamente surpreso pela minha iniciativa. Respondeu que sim. “O que achou?” Apontei para os meus pés. Ele olhou visivelmente inebriado e respondeu: “Lindos”. Ri, e disse: “Lindos ou lindas?”. Ele ficou me olhando com olhar confuso e eu disse “Lindas, as sandálias? Ou lindos os meus pés?”

Antes que ele respondesse, eu disse novamente: “Me acompanhe”. Virei-me e me dirigi à um dos bancos, ele me acompanhou, sentei-me estendi um dos pés em direção a ele e disse “Tira para mim”. Ele ficou me olhando meio embasbacado, e confesso a situação me agradou muito. Ajoelhou-se, tirou minhas sandálias e durante uns segundos ele ficou segurando meu calcanhar.

Repeti o movimento com o outro pé, e fiquei observando a reação dele. Estava visivelmente excitado e com a respiração alterada. Deslizou uma das mãos pela sola macia do meu pé e ficou olhando como que hipnotizado. Soltou um suspiro profundo e disse “Deliciosas”.

Ordenei: “Calce o scarpin azul nos meus pés”, ele obedeceu me levantei dei alguns passos, rodopiei. Ele me olhava fixamente, meus pés, minhas pernas. Resolvi testar até onde ele iria. “Compre pra mim”... Ele ficou me olhando, por um momento pareceu indeciso e eu disse.. “Não tenho tempo para indecisos”, calcei meus sapatos me levantei e quando ia sair ele me pediu “Por favor, espera”. Chamou a vendedora, pediu para embrulhar os sapatos para presente, correu para o caixa e ficou me olhando de longe enquanto eu lentamente saia da loja.

Ele saiu apressadamente para me alcançar. Aquele jogo estava me agradando. Ele se aproximou e disse “São seus minha princesa”, respondi, “Não sou uma princesa, sou uma rainha, e você quem é?” ... “Se permitir serei seu servo minha rainha”.

Eu tinha duas opções, continuar e levar àquilo às ultimas conseqüências ou deixa-lo ali a ver navios. O problema é não gosto de deixar nada inacabado. Se comecei algo vou terminar, e naquele momento me senti segura para fazer o que tivesse vontade.

Disse a ele: “Vem, me acompanha”. Ele como que hipnotizado apenas me seguiu, me olhando com aqueles lindos olhos escuros que demonstravam ao mesmo tempo desejo e veneração.

Entrei numa loja de lingeries, olhei a vitrine com lindas peças, escolhi um espartilho preto com detalhes em renda e cetim, uma calcinha minúscula de renda, meias 7/8 e cinta liga para combinar, além de duas echarpes vermelhas, olhei para ele e antes que eu dissesse algo ele correu ao caixa para pagar minhas compras.

Fui em direção ao estacionamento, entrei no meu carro, ele ficou ali parado me olhando, esperando com carinha de cachorrinho sem saber se entrava ou se eu o deixaria ali. Mandei que entrasse no carro, dirigi até uma rodovia próxima e entrei em um motel, pedi uma suíte com hidromassagem.

No quarto ele tentou me beijar, mas o afastei. Mandei que tirasse a própria roupa e se sentasse em uma cadeira que coloquei próxima a cama. Tirei as echarpes da sacola, usei uma delas para amarrar as mãos dele atrás da cadeira e a outra para vendá-lo. Ele obedecia sem questionar minhas ordens e confesso que aquilo me excitava cada vez mais.

Tirei minhas roupas e vesti a lingerie e o scarpin que ele havia comprado. Minha calcinha usada estava molhada e exalava um odor forte de excitação. Aproximei a calcinha usada do rosto dele, ele começou a cheirá-la desesperadamente, mandei: “Lambe”. Ele nu, amarrado e vendado, completamente excitado, obedeceu prontamente.

Coloquei a calcinha na boca dele e enquanto ele se deliciava com o sabor cda minha calcinha, sentei na cama em frente a ele e passei a brincar como se o estivesse pisando com os scarpins, aproveitava e deslizava as pernas pelo corpo dele. Coloquei o salto do sapato na boca dele e fiz que chupasse, alguns minutos depois tirei os sapatos e passei a deslizar os pés pelo rosto, peito e barriga dele. Vez ou outra deslizava os pés pelo pau dele que estava completamente duro, ele gemia enlouquecido.

Tirei a venda dos olhos, aproximei meus lábios dos dele mas sem deixar que me beijasse, fiz o mesmo com meus seios. Me levantei e comecei a movimentar meu corpo como se dançasse, me aproximava do corpo dele mas apenas roçava sem de fato encostar. Ele por sua vez gemia e me pedia: “por favor, me deixa tocar você minha rainha” ... “deixa eu sentir seu corpo”.

“Não, você vai fazer o que eu quiser, quando eu quiser, entendeu”... “aaii minha dona por favor”

Aquela situação estava me excitando demais sentia minha buceta melando e latejando. Tirei novamente a calcinha, deitei na cama de forma que minhas costas ficassem na cama, minha bunda no colo dele e apoiei os pés em seus ombros, comecei a me masturbar, ele via tudo de perto, gemia, implorava para ser solto e não tirava os olhos da minha buceta e do movimento dos meus dedos. Enfiei dois dedos dentro dela, bem fundo e ofereci para que ele chupasse, ele chupou ensandecido e agradeceu por beber meu mel.

Continuei me masturbando no colo dele cada vez mais rápido e mais forte até que o gozo veio forte. Fiquei por uns breves minutos naquela posição, levantei e desamarrei os braços dele, me deitei na cama abri as pernas e mandei, vem aqui e me lambe. Ele se jogou na cama alucinado segurou minhas coxas, e começou a lamber, chupar e beijar minha buceta de um jeito que eu nunca tinha sentido. Entre gemidos mandei que se masturbasse também.

A boca e a língua dele fazia movimentos indescritíveis na minha buceta e gozei novamente, gemendo alto. Percebi que o gozo dele viria rápido e mandei que gozasse nos meus seios. Quase que imediatamente senti vários jatos quentes. Ele se deitou próximo aos meus pés e passou a beija-los...

CONTINUA...

Comentários

26/12/2013 01:02:37
otimo conto,estou curioso para ver seus pesinhos ao vivo add skype? lucas.tdb
12/08/2013 15:03:52
adoraria ter uma sorte assim, [email protected]
04/07/2013 20:19:42
Adoramos seu conto, nos deu muito tesão. Meu nome é Rúbia e meu marido se chama Beto, temos um conto publicado aqui, o nome é "A procura de um amante" é verídico. No nosso blog falamos sobre nossas aventuras, temos muitas fotos e assuntos relacionados a sexo. o endereço é: rubiaebeto.comunidades.net Beijinhos...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos seduzi professor na aula vaga e ele me chupousmulheres que sem peseber motraram a buceta nos onibuscontos eroticos alvinho e o padremano nao me tente incesto contoschupou a buceta da india ate ela gozarporno ladrão forçando dona de casa a fazer anal forçadovideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibacontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeumenininhao na siririca no banho escondidaporno loira quadriu grade americana pornotio chupando buceta contopraticantes de scat videocontos nao resisti vi a buçeta da minha mae bebadafudendo a matasrtacontos lesbicos e penitencia no conventovídeos pornô eróticos com pau grande e grosso lindos com a pontinha bem geladinha e bem fofinhoporno doido botou amames pra chorarvídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijafilme pornô gratis bucetinha bem limpinha sem cabelo ganhando enfiadinha de leve do pau grossoelementarians casa dos contos eroticoscavalo feia mulher gritando estocada do cafetão pornôcoroa novinha transando da put e da das tigresa da preguiça do pornô filme do Rio São PauloXVídeosporno Malícia pareinovinha mostrando a buceta gozada com 10 picadinhos rabada bucetaconto erótico de novinha q transou em acampamento evangélicovinha perdendo a virgindadecontos eróticos​, praia de nudismobucetao na boca contohistórias eroticas os flintstones sr pedreirasogra faminta por sexoxvidio no binha petdeno ocabadoincesto sendo encoxada e rebolando gostoso contos pornofilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandoquero ver video da a mulher memesia a buceta o cuporno meu marido adora me ver chupando porra de mendingiscão mete ate o talo na bucetinha de uma virgem q fica grudado na buceta dela e ela tenta tiraridosa masturbano de saia escconto erótico com irmão cavalogretchen mua chopano 2007COROA japonesa FOI PARADA NA RUA E ACEITOU FUDERmulhepega outrana ponbameu padrasto me iniciou na zoofilianovinha que derao boceta e firmarãonegao fodefo cu forcairmão com insônia come irma pornovideo eróticospapai me ensinando tudogritei quando ele botou na minha bucetacontos eróticos primeiras experiências com siriricaconhado se aproveitando da conhada porreiniciando um viadinho contoContos porno bucetinha da bisnetinhamarido fazendo covardia com a buceta da esposachantageou a coroa para se dar bempai tarado ia enfiar so a cabecinha mais enpurrou na bucetinha da filha virgennovınha transando com ırmaocumeu a buseta da novinha qe nuca tinga metidoxvideos mulher com manchinha no rosto chupandopersonal treiner encinando mulher fazer abdominal chupando pornover video de porno brasileiro pedrero peludao suado comendo a patroua safadavideo a ti a vacilou eu comi o cuzihno do mulequehttp://migre.me/w4IgEcontos eroticos picantes camioneiros estuprando putas na estradavelinhos tentando meter com netinhas novinhas e n aguenta xvidiosvideos gratis porno para ver agora mulheres levando encoxada no onibus ficou louca de tesao e levou o cara pra cadagosto de praticar zoofiliaContos eróticos esposa e Sogragosando vom o cachorromulher casada d vicosa mg d calca apertada na bucetaassistente de palco do programa vai para o teste do sofa pornoconto erotico gay minha tia me transformou em meninacontos eróticos com pezinhos da tia