Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Dando o cú para um desconhecido no restaurante

Autor: Mada72
Categoria: Heterossexual
Data: 21/09/2013 15:20:30
Nota -

Como vocês já sabem nos meus últimos relatos (por favor, leiam) fiquei com o meu chefe durante um bom tempo desde que ele separou da esposa dele e infelizmente ele acabou saindo da empresa no qual ficamos por muito anos e mudou de Estado, e claro fiquei sem sexo, já estava há pelo menos mais de 2 meses sem sexo e estava literalmente subindo pelas paredes, não aguentava mais ficar na siririca e vibradores, queria um pinto de verdade entrando na minha bucetinha.

Estava no escritório completamente maluca de excitação, estava literalmente ardendo, neste dia cheguei a me masturbar umas três vezes, a calcinha estava me excitando como estava usando um fiozinho dental às vezes ela entrava na bucetinha somente por este fato já quase gozava me contorcia na cadeira dobrava as pernas apertava as pernas para fazer com que a calcinha entrasse ainda mais por entre os meus lábios vaginais, enfim, foi um dia complicado, não consegui identificar alguém que pudesse me satisfazer, estava pensando em ligar para um amante profissional, mas isto seria muita loucura, mas foi exatamente isto onde tudo começou, a minha revolução interna.

No final do expediente todos já haviam saído da empresa e eu estava sozinha, estava apenas com os diretores que sempre saem tarde, e resolvi ficar, entrei na sala da UOL, imagens eróticas, (claro tranquei a porta), levantei minha saia coloquei a calcinha para o lado e fiquei me masturbando olhando as fotos, e claro, teclando com os meninos que encontrava pela frente, até que apareceu um cara legal, com um papo bem gostoso e bem esperto, gozei só de ler as besteiras dele, disse a ele que estava com meus dedos enterrados em minha bucetinha, ele pirou, e disse que gostaria de mostrar seu pinto para mim na tela, então resolvi aceitar a webcam, e me apareceu um cacete enorme na tela, bem grosso, vi nitidamente a cabeça do pinto dele toda melada, na hora gozei, so de ver, e deixei ele ver meus seios e abaixei a câmera para a minha bucetinha, e abri para ele para ele ver o quanto ela estava melada, estava saindo o caldinho de dentro dela, foquei bem a câmera nela para ele ter uma ideia, ficamos no bate-papo por mais de duas horas e neste meio tempo eu o vi gozar umas 3 vezes, ele colocava a CAM bem na hora do gozo e via seus jatos de esperma saindo, que delicia, eu não resistia e gozava junto com ele, finalmente trocamos telefone, ele me ligou no celular, e ficamos no sexo por telefone, eu gemendo de um lado e ele do outro, gozamos mais algumas vezes.

Arrumei as minhas coisas e desci do prédio para o estacionamento ainda tremendo, havia gozado muito, mas queria sentir um pinto dentro de mim não sei como explicar, ainda estava com sensação de vazio e queria ser completada, estava angustiada, e até certo ponto ainda mais estressada, queria ser fodida de verdade, sentir o suor escorrer, sentir mãos firmes nos meus quadris, queria ter a sensação de ser penetrada, a minha vagina dava sinais de querer pinto urgente, estava de fato desesperada, não sabia o que fazer, peguei o carro e dar uma volta antes de voltar para casa para acalmar, passei em frente de vários bares, estava decidida a ser fodida mesmo e dar para o primeiro que aparecesse na minha frente.

O que teoricamente deveria me acalmar uma vez que gozei como uma doida, na sala de bate-papo, me deixou mais angustiada, e louca para dar, rumei sentido zona sul, Moema, sempre havia alguns bares badalados, então rumei e no carro ouvindo uma musiquinha gostosa, tentando relaxar, mas não conseguia de fato, nada conseguia me tirar da cabeça a vontade de dar a minha buceta, de sentir um pinto duro entrando dentro dela.

Parei em um lugar conhecido bem badalado, coloquei no estacionamento, entrei no lugar já com um clima bem gostoso musica ao vivo, MPB, muita gente legal, então me sentei em uma mesa, e como estava sozinha, ficava olhando no relógio, no celular, olhando para a portaria para fingir estar aguardando alguém. Dei um pulo no banheiro para retocar a maquiagem, voltei me sentei e repeti o processo de ficar olhando, notei alguns rapazes me observando, dei uma olhada, com cara de triste (isto sempre funciona homem não suporta ver uma mulher triste), dito e feito, me senta ao meu lado um rapaz novinho bonitinho, bem fortinho tb kkkk gordinho, e tenta conversar, me disse que havia notado que estava aguardando por alguém e que supostamente levei um “cano”, disse que até aquele momento a pessoa não havia chegado, conversamos, mas não era o meu tipo, mesmo cheia de tesão não rolaria, esperei mais um pouco, fui ao banheiro novamente, passei um batom vermelho, arrumei mais o cabelo na verdade soltei, e voltei a mesa, mais uma bebida, e claro o fingimento de esperar alguém, fazendo cara de sexy, e triste ao mesmo tempo, mais uma vez me aparece outro cara, este sim, mais velho, grisalho, bem serio, e estava preocupado, e me disse que havia me notado desde quando entrei e que até o momento o suposto cara não apareceu, ele bem ousado e disse para esquecer a pessoa que eu estava esperando, isto sim me tocou, ousado, sexy, magro alto, bem humorado e principalmente ousado, já passava da meia noite, e eu ainda querendo um pinto entrando na minhas entranhas, estava maluca, e ele me ascendeu fiquei excitada com ele, uma voz gostosa meio rouca, e não deixei de notar a sua aliança o que me deixou um pouco mais nervosa, conversamos, eu já estava um pouco alta, com duas saquerinhas de kyuwi, ele muito ousado, pegou a minha mão eu fingi que não percebi a sua aliança, claro ele estava na “caça” e eu queria ser a “presa” dele, pedi para ele ficar do meu lado no sofá, e disse a ele no ouvido dele que estava sem calcinha naquele momento pedi para ele passar a mão na minha cintura para sentir que não havia volume da calcinha, no mesmo momento, passei a mão suavemente em seu pinto e senti o volume, trocamos uns olhares safados, ele sorrindo com uma cara de tesão violenta e era o que faltava, disse a ele discretamente onde poderíamos ir, ele me disse que em seu apartamento a umas quadras dali, ele era do interior de SP, e estava a trabalho e tinha este apartamento funcional, eu topei na hora, acho que ele estava temeroso de alguma coisa, notei em seus olhos então disse que seria interessante avaliar ir para um motel que seria mais discreto para ambos, ele topou na hora, antes ficamos conversando ele me disse abertamente que era casado, era proprietário de uma empresa que comercializava frutas frestas, disse um pouco de mim, ele passando a mão por debaixo da minha saia, abri um pouco as pernas e ele colocou dois dedos dentro da minha bucetinha e ficou massageando ela e eu acariciando seu pinto, que estava quase pulando para fora, podia sentir ele latejando por cima da calça, então decidimos sair, rumo ao motel, ele deixou o carro dele fora do motel em um estacionamento em frente e entramos com o meu carro, estacionei na vaga, ele saiu para baixar a porta da entrada do estacionamento da garagem do quarto, e gentilmente abriu a porta consegui notar que se tratava de um homem muito educado o que me deixou mais tranquila, quanto sai, fechei a porte e em seguida um beijo estonteante de fome de sexo, nossa, me pegou de surpresa, um beijo molhado com língua, saliva, ele me agarrando, e já passeando a mão na minha bucetinha, me virei para ele, roçando a bundinha no pinto dele, ele já acariciando meus seios e me beijando que delicia, era disto que estava necessitando, pinto, pinto e mais pinto.

Ali mesmo eu me abaixei leventei o vestido e deixei minha bundinha à mostra para ele, ele já com um dedo enviado na minha bucetinha toda melada, disse a ele que estava me torturando, e pedi para subirmos, eu fui na frente levantei mais o vestido e subi as escadas ora dando uma paradinha segurando a bundinha e abrindo para ele poder ver melhor minha bucetinha e meu cuzinho, nossa, uma verdadeira puta, ele enfiando o dedo na minha buceta, e já dedilhando meu cuzinho bem safado mesmo como eu gosto.

No quarto disse a ele que eu tomaria uma duxa rápida, e ele me disse que iria em seguida, no banheiro, tranquei a porta claro, e tomei um banho gostoso, e já fiz uma super higiene em todos os orifícios, afinal, queria pinto e se possível em todos os lugares possíveis, estava com muita fome e desejo, voltei ele já estrava pelado, e nossa para a minha surpresa era um belo pinto, já todo melado, e disse a ele para ele acalmar e tomar uma duxa queria ele bem fresquinho com cheiro de banho, disse que aguardaria ele na cama.

Peguei na bolsa uma outra calcinha bem ousada e enterrei na minha bundinha, fiquei de quatro na cama esperando por ele, não demorou 10 minutos lá estava ele, não sei de onde veio uma língua, senti suas mãos afastando a calcinha para o lado e sua língua entrando em minha buceta, ora no meu cuzinho ora na buceta eu fechei os olhos e simplesmente aproveitei o momento, eu já toda melada, sentia uma sucçãozinha na minha buceta, ele gostava da fruta, e muito pude notar, não demora e gozo gostoso na língua dele, continuei de quatro, ele queria tirar algumas fotos, e disse que sim mas apenas da minha bundinha, novamente senti sua língua, mas queria um pinto me invadindo, disse a ele que queria ser penetrada, ele me disse que se poderia ser sem camisinha ele não estava acostumado a usar, eu disse que não claro, ele colocou e em seguida eu ainda de quatro (minha posição preferida), já senti um pinto deslisando por entre as minhas entranhas minha buceta já estava preenchida quase não acreditei, estava feliz mas queria gozar com aquele pinto dentro de mim, passei a rebolar, gemer alto, ele bombando rápido dentro de mim bem gostoso, podia ouvir o barulho de nossos corpos se chocando, ele indo bem rápido, gostoso, abrindo a minha bundinha e já safado colocando um dedinho no meu cuzinho, não me fiz de rogada e aceitei, gemi ainda mais alto, disse a ele para não parar e queria ser fodida no cu depois mas que ele primeiro me fizesse gozar na bucetinha primeiro para me sentir satisfeita, nossa, ele bobando como um cavalo em uma égua, parecia um furacão metendo como eu gostava na verdade, senti um calafrio me partindo ao meio um raio na verdade fiquei em êxtase, me veio um gozo farto, pedi a ele para enterrar e não retirar ele de dentro de mim, enquanto eu gozava, até amoleci fiquei mole, relaxei finalmente, fiquei pressionando e relaxando a minha buceta, com ele enterrado e não demora sinto um quentinho dentro do meu útero, era ele gozando pena que não pude sentir seu esperma de verdade, mas tudo bem, relaxamos, ficamos deitados, ele fumou um cigarro la fora e voltou e me abraçou, ficamos ali, agarrados, ele disse que não transava com a esposa dele há muito tempo, sempre brigavam, (coisa de homem casado para se justificar claro), eu fingi que acreditei, disse a ele que queria dar a bundinha para ele, novamente o pinto dele da sinais de vida, e em seguida caio de boca, fiquei bem arrebitada com a bundinha para o outro lado onde ele podia me ver no espelho da parede do quarto, arrebitei bem a bundinha deixando abertinha para ele ver meu cuzinho tb, acariciava seus testículos, enquanto sugava aquele pau enorme, uma delicia, era docinho como eu gostava, massageava delicadamente seus testículos enquanto, sugava com vontade aquele pinto, subia e descia com a boca, massageei seu anus, intercalando com os testículos arrancando dele gemidos altos, ele abria as pernas deixando amostra suas lindas coxas grossas, e peludas, uma delicia de homem, bem gostoso, sabia fazer uma mulher feliz, coloquei minha boca inteira em seu pinto quase não dava pois era bem grande, bem gostoso, fiquei assim uns 15 minutos até que senti seus jatos de porra fresca quente e grossa na minha boca, aparei tudo com a língua, deixei a porra na minha boca, fiquei saboreando aquele licor delicioso fazia tempo que não sentia o gosto de porra, olhava para ele ao mesmo tempo com cara de safada bem puta mesmo, abri a boca e mostrei para ele todo o seu esperma que havia saído de seu pinto grosso, uma delicia, engoli tudo na frente dele, ficamos nos beijando encaixei a minha coxas por entre as pernas dele, e nos abraçamos, ligamos a TV, e havia um filme de sacanagem um cara enrabando uma pobre garota, o cara tinha uns 30 cm de pinto, demos rizadas, e disse a ele que queria ser comida assim com as pernas abertas dobradas, flexionadas na altura do peito do cara, queria repedir, demos um tempo, ele fumou mais um cigarro, e voltou, já com o pinto novamente duro, não pensei duas vezes, fiquei com as pernas abertas e dobradas deixando minha bundinha aberta e minha bucetinha novamente piscando para ele, disse a ele que queria o pinto dele ali apontando para o meu cuzinho, já com o meu dedo dentro dele, ele veio na minha direção ja colocando o pinto dele na entradinha do meu cu, eu gemi como doida, em seguida sinto ele forçando e não demora entra a cabeça, estava desacostumada no anal senti dor, mas mesmo assim pedi a ele para continuar devagar até acostumar, não demora sinto ele deslisando dentro do meu cu, que delicia, abri a minha buceta para ele ver, e neste momento dei um grito de dor, sentindo o pinto dele crescer ainda mais e ficar latejando, senti uma pontada como que se estivesse rasgando meu anus, mas segurei firme chorei de dor, mas ele ali com ele todo enterrado em meu anus, ele se aproxima de mim, me beija delicadamente, e fica ali quietinha esperando meu cu se acostumar com o seu pinto, sentia as veias dele pulsando no meu cu, e eu pressionava e soltava, ficamos alguns minutos nos beijando com o seu pinto enterrado dentro de mim, que delicia, athe que ele inicia um movimento de vai e vem gostoso, sem parar, tímido, mas intenso, sentia as estocadas dele no meu estomago quase, era grande e grosso, ele segurava ele todo enterrado dentro de mim massageando minha buceta al mesmo tempo estava muito gostoso, mas pedi a ele para trocar de posição queria de quatro, então fiquei bem arrebitada com a minha bundinha bem aberta para ele, e pude sentir, novamente aquele bolo de carne me invadir, ele metia gostoso, sem dó do meu cuzinho, como fez com a minha buceta parecia um cavalo fodendo sua égua, meu cuzinho já acostumado engolia de uma vez tudo, uma delicia, ficamos assim alguns minutos até que novamente me veio um arrepio no corpo inteiro, e novamente um gozo que não parava, com aquele pinto enterrado em meu cu, e dois dedos em minha buceta, tremia inteira, ele podia sentir meu corpo tremendo, queria que ele gozasse rápido, então massageei seus Testículos suavemente, enquanto ele me fodia, já pude sentir um quentinho entrando em meu cuzinho, parecia de verdade então notei que ele estava sem camisinha pulei na hora, fiquei muito brava com ele, mas desencucei o cara muito especial, sei que é errado, mas não poderia encucar naquele momento, ele sentado na cama, me virei para ele de costas abri minha bundinha na altura de seu rosto na cama e mostrei para ele meu cú que acabara de ser fodido e senti o esperma dele saindo todo escorrendo por entre a buceta e minhas coxas, ele enfia o dedo em meu cú e retira um pouco de porra, e passa em minha bundinha como se fosse um creme, fui ao banheiro, para fazer mais uma higiene com muita agua nos meus orifícios, e tomei uma duxa, estava me sentindo satisfeita, mas ainda queria mais pinto, queria tirar o atraso, estava doida aquele dia, já batia no ponteiro 4 da manhã e eu ainda naquele fogo, voltei, ele deitado na cama, punhetando aquele pau, nossa que pique eu disse a ele, ele foi ao banheiro também para tomar um banho, fiquei aguardando já melada esperando por aquele pinto novamente entrar na minha bucetinha, ele volta se deita ao meu lado, nos beijamos muito fiquei de lado ele tb, e sentindo aquele pinto entrando na minha bucetinha novamente de ladinho, dobro as pernas e sinto ele inteiro preenchendo todo o espaço da minha buceta, ao mesmo tempo massageando meus seios, e me beijando, uma delicia, abri as pernas mesmo dobradas e abri mais a bundinha para sentir cada cm daquele pinto fundo em meu útero, muito gostoso, também ouvindo aquela voz grossa no meu ouvido dizendo que sou gostosa, isto me arrepiava, as estocadas dele eram fortes, senti ele latejando dentro de mim, ele abrindo com as mãos a minha bundinha, de ladinho, ele metia forte cadenciado, nossas línguas grudadas, ele sugando minha língua, e eu a dele, uma delicia, ficamos ali um bom tempo, ele gemendo alto, muito alto, naão queria que ele parasse, gritei alto, gemia, gozei novamente e em seguida senti o Quentinho, todo seu leite grosso invadindo de verdade as minhas entranhas, era tudo que necessitava ser fodida de verdade, ele com o pau ainda duro enterrado, nos beijando já todos suados novamente, muito gostoso, ele retira o seu pau ainda duro da minha buceta e coloca na entradinha do meu cuzinho, nossa não acreditei, que pique, cheio de tesão ele, senti aquele pinto grosso no meu cu, ele bombando com a minha bucetinha minando esperma ele passava a mão na buceta e massageava a minha bundinha como se fosse um creme, ficou ali bombando, eu já não aguentando mais, quase pedindo para ele tirar, e novamente sinto ele gozar dentro do meu cu, tanto a minha buceta e meu cu cheios de porra, como eu queria, passei a mão em minha bucetinha apanhei com a mão o leitinho que havia saído e coloquei na minha boca senti o gosto da minha buceta e do leitinho ao mesmo tempo, ficamos ali parados, curtindo. Eu estava realizada, cansada, mas realizada e meu querido desconhecido com cara de satisfeito também. Demos um tempo na cama abraçados e depois saí direto para a hidro, deitei na agua quentinha, e enfiei dois dedinhos no meu cuzinho para sentir se estava tudo bem, e já deu um tesãosinho gostoso novamente, eu queria pegar aquela noite para gozar tudo que poderia, e aproveitar aquele gostoso lindo, olhei e o vejo na porta, mas seu pinto não estava duro, então na agua mesmo levantei as pernas, e fiquei esguia apoiada na borda da hydro, apertando meus seios deixando a mostra minha bucetinha ainda meladinha de porra, fui para a lateral da borda, me ajoelhei ele veio na minha direção e passo a colocar o pinto dele na boca e sugar, massagear seus testículos, passei a pontinha da minha língua em sua glande, acariciando seus testículos ao mesmo tempo, e encaixei ele inteiro na boca e fui sentindo ele crescer, e fui aumentando o ritmo até ele ficar bem duro, passei a punheta-lo gostoso, quando ficou bem duro, me sentei na borda com a minha bundinha bem para fora com as pernas na agua me abaixei e sentada deixando a minha bunda toda a mostra sentadinha e toda abertinha, pedi a ele novamente que me penetrasse por detrás, abri a bundinha segurando ela com as mãos, deixando meu cuzinho todo aberto para ele entrar, na hora já senti a cabeça forçando a entrada, abri mais fiz como se fosse evacuar deixando aberto e em seguida já sinto ele inteiro abrigado em meu anus, uma delicia, pedi a ele para deixar ele bem enterrado e deixar um pouco para sentir ele pulsando dentro de mim, e pedi a ele que massageasse meus seios quer dizer apertasse bem meus seios, depois pedi a ele para puxar meus cabelos com força e me penetrar e bombar forte no meu cu, nossa que sensação maravilhosa sentir aquele pau enterrado entrando e saindo gostoso, gozei na hora ele demorou mais um pouco, pedi a ele que não gozasse no meu cu desta vez queria beber toda aquele porra, quanto senti que iria gozar me esquivei rapidamente, e coloquei aquele pau prestes a gozar na minha boca, coloquei meu dedo em seu anus pressionando levemente massageando seus testículos e na hora já veio aquele leite todo em jatos espessos invadindo minha boca, suguei tudo, mas não engoli, queria fazer uma surpresa a ele, me levantei nos abraçamos e beijei a sua boca com a minha cheia de esperma, ficamos com as nossas línguas trocando esperma dele, em nossas bocas athe secar nossas bocas, desta vez realmente cansamos muito e adormecemos, já com o sol nascendo. Viramos amantes ele me comia sempre que estava em S.Paulo.

Comentários

17/07/2014 15:00:26
que conto gostosoooooprocuro 5 super dotados para realizar a minha fantazia de ser estrupada e violentada mijada fotografada e filmada, adoro ser judiada por homens dotados,,,, eu morena 1.69 alt 65 kl 29 anos seios medios bumbum grande e muito fogosa,,,,, sou da regiao de campinas, e-mail [email protected] whatsapp ou so no cel ROSE TRAVESTI

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vidio di hme k toroco disexonovınha transando com ırmaocontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredeContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoenfiano anter o cotovelo no travestisContos eróticos de incesto com fotos de mulheres peluda e comadresaprendiz do sexo porno falando palavroesx videos curraincestoconto erotico gay vaquejada capos erótico sou casada e transei com negão africano mega dotadocontos heroticos com fugitivosporno caseiro rasgando o cuzinho da safadinha e ela chorando de dor é uma dor insuportávelconto erotico castiguei o viadoeu fui encoxada pelo meu sobrinho tarqdoela gozou mas eu nao parei de chupar a buceta delasexoalvessexoevangelicaconto sexo "Minha Filha II"contos eroticos sou safada mostrei meu cu para amiga como estava largofilhas ve paes trazando e entra na putariaanal maduras criadas viuvastecido brilhoso pornvadia dando o cu fechadíssimohomens gostam de esfregar nos pelinhos da vaginacomi a minha tia pela primeira vezde bruços sinto a cabeca entrando com forca no meu cuzinhoconto erotico punheta raptovídeo de homem se masturbando e g****** no copo e mulher bebendo no café da manhã100 foto chupando seioconto. andando de moto taxi. comi o cu de uma menina rabudadoce nanda parte cinco contos eroticosconto de comendo cudominando um casalDhcs xvideosnovinha deixou o tii passar a mao na bucetinha em troca de dinheiroquero ver filme pornô de mulher com a buceta da Bruna dirigindo porrasanba porno que espetaculo de vizinha queredo pau vou fude mais elacontos eróticos mamãe deixa novinha com padrastoMamilos deliciosos recebendo cocegas e axilascontos eroticos sou casada e chupei o pau do negao pelo buraco da paredesites historias e contos eroticos de incesto mae amante do filho marido ausentedeflorador de gatinhas taradasXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primazoolofila so fudendo o cu da vadia 696gretchen mua chopano 2007Xvideos.comcontoscornohomens maduros de barba peladosver vidios porno da xvidio mulher veste marido com langeri e deixa ele para o amante fuderasxxxxxcomcontos eróticos revista privatehttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelocontos de incesto estava com medo da chuva e dormir com a mamãeassistente de palco do programa vai para o teste do sofa pornobaixa vídeo porno molhes ñ quenta rolar ir choracanil de cadela zoofilia pornotirei a camisinha e enchi a buceta da mulher.do meu amigovídeo da Sarinha do homem lambendo pequena mulher a mulher lambendo o pau do homemcontos eróticos meu maridoviado corno na zoofiliaconto erotico "padre não é homem"Contos estrupada no ginasio da escolavídeo de mulher com o Playboy mostrando a bunda no conto o homem sendo o piru da xana delaa vida de um mauricinho apaixonadoadorei picao do papai na minha bucetinhanivinha com o pacote em chadinhopapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadacuiadia fudedo de xortiu curtosou viciada em boquete nao posso vet um pau qur ru chupogarotas punhetando incesto onlinecoxas descoloridas fazendo sexorelatos de traveco que colocou silicone enorme no peito e deu pro roludo mamarvi um negao tonhao rasgamdo a xota da minha esposamenina muito novinha vai assistir filme porno com seu irmão caralhudo e acaba deixando ele tirar sangue de sua inocente bucetinhaIrmanzinha linda dando o cu apertado apunsome comeram com meu irmao pauzudoContos gay novinho que foi rasgado por varios homensContos eróticos d homem com éguaEu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãoporno grátis cm gringa dando ate se amoleserContos levei um tora preta gozou dentro meu marido adorouRuıva fudendoporno irma tremendo no pau ate o fundoconto erotico luciene crenteentregei uma pizza e mepagou com boqueterelato corno na casade swuingxvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filiacontos eroticos sou casada e chupei o pau do negao pelo buraco da paredecomo e a sensaçao de fazersexso pela primeira veztecido brilhoso porninstalei grampo no celular da edposa e descobri a vadia que ela e contos eroticosConto erotico fui enrabada por 5machos a forçapornoxvideos levo a gostosa anda de moto e comeu ela no matoporno meninas cortido asferias brasildia chuvoso no carro do amigo do meu marido acabei dando ate o meu cuzinhomule butado dei dedo no cuvídeos amador de homem tirando a calcinha da mulher no ônibus e ela fingindo que tá dormindovidioporno/fodanaconstrucaonovilhas darno o cu sexovídeos pornô eróticos com pau grande e grosso lindos com a pontinha bem geladinha e bem fofinhocadelas casadoscontoszoofilia