Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

mãe e filha - a fazenda - final

Autor: dra.michele
Categoria: Heterossexual
Data: 25/10/2013 09:47:24
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

MÃE E FILHA – A FAZENDA – FINAL

DE: DRA. MICHELE

POR: DOCAMSIL

No momento que nossa relação estava no auge -= finalizando que a filha entrou, ficamos, na posição de defesa, quando eu disse para ela, venha junte-se a nós. Ela que já estava com tesão e a fim de uma gozada, nem perguntou, tirou logo sua roupa e deitou na cama conosco. Assim eu ela e sua mãe, iniciamos uma verdadeira orgia a três. Comecei a chupar a boceta da Rejane, enquanto a mãe dela, cuidava de minha rola. Nossa a coroa tinha uma fome de se admirar. Não sou desses super dotado, tenho 18 e ela conseguia engolir todo em sua boca, e eu sentia que a ponta da rola chegava até sua garganta. Ela mamava, me fazendo ir as alturas. Enquanto isso eu chupava a boceta da filha, que não tinha como não gemer e pedir mais força. O grelinho dela dançava em minha língua, expelindo aquele caldinho saboroso. A mãe, logo tira a rola da boca, e senta em cima, fazendo com que ocupe toda sua boceta, e inicia um vai e vem, no momento que a filho começa a gozar na minha boca. Nossa ela geme grita, faz com que o corpo fique rijo e aperta minha cabeça com as coxas. Aproveito e enfio um dedo em seu cuzinho, dando-lhe uma pequena descarga “elétrica” naquela explosão de gozo. Ela deita do lado ficando imóvel, curtindo o prazer que teve, eu puxo a mãe para me beijar, enquanto saboreava a boceta com minha rola enfiada todinha nela. Da Patricia aumentando o ritmo do vai e vem, começa a gemer e forçar a rola mais e mais para dentro de sua boceta, entra em processo de gozo. Apertava tanto meu pai com os lábio internos da boceta, que desejando muito também gozo, expelindo jatos de porra dentro dela. Fi um gozo alucinante, e eu aproveitava e apertava seu corpo junto ao meu, sentindo os seios e os biquinho duros me espetarem. Beijei sua boca e completei meu prazer. Ficamos uns momentos abraçados, ela deitada em cima de mim. Puxei a Rejane para mais perto e dando-lhe um beijão na boca disse a ela, quero comer sua boceta e seu cuzinho. El riu respondendo é tudo seu. Depois de uns minutos para recuperar o folego, levantamos e fomos para chuveiro, que debaixo de uma bela ducha, recomeçamos mais um embate gostoso.

Estavamos no quarto nos enxugando quando chega a Debora, para avisar que a mãe havia preparado um café com biscoitos. Ela não desviava o olhar da minha rola, que permanecia meia bomba e eu também nada fazia para disfarçar, pelo contrario ficava mais ofensivo, A Rejane, falou ok pode ir que já vamos. Vestimos roupas simples, demos mais uns beijos, e fomos para a casa do caseiro tomar nosso café.

Após uns minutos de conversa e saborear as delicias caipiras de Da. Rubia, chamei a Debora dizendo quero ver o restante, pois preciso tomar uma decisão. A Rejane vira para mãe e diz, me ajude pois tenho que separar uns documentos para levar e outros para deixar aqui pois são da fazenda. Camnhei com a Debora em sentido aos currais, galinheiro e criação de porcos, passando pela piscina e churrasqueira – realmente tudo de bom gosto. Verificado os currais fomos para o galpão onde estava o depósito. A Debora toda serelepe, saltitante mostrava as coxas grossas, e mostrava o contorno da bunda linda – nossa mulher negra tem um beleza bem especial. Ela vira e diz, eu o Sr. Disse que iria comprar, mas parece que não quis falar pra elas. Respondi, já decidi sim acontece que as coisas não podem ser fáceis de mais. Ela retruca acho que o senhor queria ficar com elas primeiro n´? rido – eu falei não isso foi coisa natural. Entramos no deposito, tudo mais ou menos arrumado, um monte de sacos com sementes, e até capim tipo feno destinado ao gado. Ela subiu e sentou numa pilha, ficando seu rosto no mesmo nível que o meu. Ela disse que viu o tio ficando com a mãe. (eles são irmãos)Não resisti e dei um beijo nela, beijo gostoso. Ela se mostrava e foi dizendo você tem o “seu” grandão e bonito. Eu perguntei se ela já tivera algum se já pegou, se chupou. Disse que não, so de um tio que veio visitar a mãe (irmão da mãe), mas o dele era menos e mais feio que o meu. Perguntei se ela queria ver e pegar disse que sim, mas impus uma condição teria que dar uns beijos nele. ela disse eu dou. Ela mesma abaixou meu short e tirou ele para fora, que a essa altura estava duro no ponto máximo. Eu desejoso daquela potranca. Ela alisava ele, dizendo muito bonito e cheiroso. Começou a dar beijos eu disse passe a língua nele, ela sem pestanejar começou a lamber e logo enfiou ele na boca. Para quem nunca tivera nenhuma experiência em sexo, se revelou uma excelente boqueteira. Engoliu ele inteirinho, mamando e chupando muito gostoso. Chupando e mamando do jeito que estava, meu tesão foi aumentando, e disse pra ela – vou gozar – posso gozar na sua boca ela sem dizer nada fez sinal que sim e aumentou o ritmo, me dando um prazer que a muito não tinha. Nossa uma grande explosão de gozo, enchendo sua boca com meu caldo, ela mamando e chupando, engoliu tudo, chagando a passar a língua pelos lábios. Só dizia adorei vou querer mais. Puxei ela e comecei a beija-la, notando que estava bem tesuda, louca para gozar também. Sentei ela na pilha de sacos, tirei sua roupa, e comecei a chupar aquela bocetinha roxa, delicia, o grelinho saliente de tamanho médio, foi alvo de minha língua, mamei ele com vontade. Enfiava a língua dentro da bocetinha dela, sentindo seus gemidos ew sua respiração forte. Apertava minha cabeça e pedia chupa mais forte. Logo senti ela gozar também, tremia e gemia muito, me apertando cada vez mais. Seu corpo se esticou todo e explodiu gostoso. Larguei sua bocetinha e fui mamar seis peitinhos duros com os biquinhos bem salientes. Parecia que esta mamada nos seios aumentava mais ainda seu prazer. Foi ficando quieta em meus braços Ficamos alguns minutos para recuperar o folego, nos vestimos e retornamos para a casa. Realmente eu havia decidido a fazer uma proposta e adquirir a fazenda. Como eu já sabia da situação do Dr. Paulo, com a esposa, acreditava que seria fácil nossa negociação, e de fato foi. Comentários: [email protected]

Naquela noite antes de ir embora, eu e a Rejane demos uma bela trepada, onde comi o cuzinho dele, e além de gozar em sua boceta, gozei em sua boca, fazendo ela engolir tudo. No dia seguinte retornamos, deixamos a mãe na casa dela, com minha promessa de leva-la para passar uns dias com a gente na fazenda. Retornamos e fechamos o negócio, mantendo Da. Rubia e a Debora na fazenda. Afinal eu não sou bobo de dispensar duas mulheres negras super gostosas. No meu retorno como proprietário, a Debora sentiu pela primeira uma rola em sua bocetinha e na sua bundinha também. A mãe, claro também passou a receber prazer comigo e me dando prazer também. Mas isso é para outra ocasião

Comentários

31/03/2015 22:00:46
Nossa que transa excitane, mãe e filha. E nem a criada escapou.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos de amamentaçãoensinei meu filho de dez anos a bater punhetahomens balancando as bolas pornoXVídeos de debulha serconalvinha fudendo com homem mas velhornovinha bebada faz se. xoi anal n quartcrossdress historia betinha 25comendo a mileninha gostosinhamulheres prendeno o bico do seio com prendedor xvideomenage masculino contosbucetas de gravidas bem inxadas escorrendo gozoporno filha da pro pai e a mae naofala nadaintiaada chupando pau do ppadrasto desmaido de sonozoogay 2016http://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelocachorro fod madamegozadelegada indo pega sua prisioneira pornodoidoMinha esposa disse pra minha sogra mae agora fica de quatro pro meu marido fuder seu cu virgem voce vai adorar conto eroticocontos eroticos minha esposa fodendo com meu sobrinho menor de idademarido fazendo covardia com a buceta da esposaconto erotico viado novinho arrombado por dois coroas dominadorescontos eroticos gays nerd e o bad boytomando piricada no riocontos domestica me viu to cando pueta em familiacontos erótico transei com minha sogrameninas que gota de gozada na boca pornocorno que nao da mais no couro humilhado pela esposa vadia contos eroticoscontos erotico eu moleque vi minha tia amamentando seu bebequero ler histórias e conto de homem casado que deu o c* pela primeira vez o c****** vídeo para travesti do pau gigante chorou rebentou em conta se dói ou nãoconto erotico gay o policial e o garoto marrento #14Comedor de mulher de corno campo grande msxvideos loira cabelereira tesuda de mini saia cortando meu cabelo pau durox vde porno rebolando de calca no pinto duro orocontos buc branca cacete 40cm foto corno cuiada provoca cuiado d xortiu de dormivedeo de dois homem mostro fazendo sexo com mulher que judia bate fodedono swing marido nao permite que metam na esposachupando o cassetao do viado gay dos peitaohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherso eu minha enteada metendofoda incesta mae dormindo bem profundo tipo estupro putaria brasileira cenas fortes de estrupo mae sexoContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadoconto gay minha tia me transformou em sua empregadinhapornodoido meu pai me consola depois deu chorarmuler m as calcinhas lancesda xoxotas"menos apertado" gay contoporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosavideo mulher peito duro lavano carro pornoporno doido ze buscape transadeitei de conchinha com minha mae peitudacunhada e cunhado beberan e acabaran fasexo sexoTransando com o pai ate esguichar de prazer em putaria brasileira videos curtos de incestonovinha gritano e gosanocontos desvirginando a mulher do cornoconto dei o cu pro meu tio emganto ele dormia gay 2017conto erótico com irmão cavalotia marta safada deixa exfrega meu nesse raboporno sobrinho vai dormi mais tia e fica de pau duro embaixo do lencoucontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriacontos eróticos publicadosfotosde travesti peitudo ecusaovelha descabaça a buceta na pica do cavaloporno loiras xiri gigante anal picas trinta centímetrosaproveitando que o seu irmao nao ta em casa e dando assistencia pra cunhada video pornoporno-casados-fas-porno-pelo-buraco-da-paredecontos eroticos sentei no colo do pirralhoconto. andando de moto taxi. comi o cu de uma menina rabudapornô doido de cetona de mini saia sem calcinha sentando na rolacontos de sexo raspei minha bucetavidio porno novas com.cavalo dominando apenetraçao gozoquero ver novınha que sao empregada fudendoTitio gozando nas minhas tetinhas contos eróticosContos.encesto.mae.silmentavídeo de sexo com matuto. na piscina de suca