Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Incesto depois do acidente II

Um conto erótico de amlaec
Categoria: Heterossexual
Data: 30/12/2013 16:21:40
Nota 9.71

Muitas pessoas falaram que esse conto não tem nada a ver com o Eu e Mamãe. Mas não é para ter, é para provocar emoções orgasmos e sensações, te deixar exitado ou exitada.

Vamos ao conto ?

Depois de uns dias de fisioterapia, já havia recuperado totalmente meu braço. Que alívio me ver livre daquele maldito gesso. Espero nunca mais ter que utilizar um. Porém, por causa dele passei a ter outro sentido em minha vida.

Pensei que após retirar o gesso e a tala, tudo voltaria à normalidade. Mas, não foi o que aconteceu. Inicialmente, os banhos até diminuíram um pouco. Eram dois por dia, em média. Passou a ser dois ou três por semana. Apenas para não perder o costume.

No entanto, as visitinhas da minha mãe todas as manhãs, essas continuaram. Bem melhores que antes, pois eu já tinha os meus braços livres para fazer carinhos nela também. Inicialmente, me contive apenas em segurar a cabeça dela enquanto ela me chupava deliciosamente. Os carinhos foram aumentando aos poucos e não demorou muito para eu passar a bolinar a boceta lisinha dela. O fetiche maior dela era transar com meu pai antes dele sair, para depois vir esfregar na minha perna, enquanto me chupava e punhetava, a boceta toda melecada e escorrendo. Nem me incomodava com isso, pois logo em seguida, ela me levava pro chuveiro e me dava aquele banho, demorado, cheio de carinho e tesão.

Só não chupava a boceta dela até então, por dois motivos: primeiro que não via necessidade, pois ela se saciava realizando a fantasia dela, tomando o leitinho todas às manhãs. Segundo, porque não estava preparado psicologicamente para tomar porra por tabela, do meu pai, no caso. Deixaria isso para dias vindouros, quando soubesse que seria somente minha.

Umas coisas apenas me deixavam encucado: será que o meu pai não desconfiava de nada? Será que ele realmente não se incomodava quando nós íamos pro chuveiro e lá ficávamos um tempão? Afinal, eu já era um adulto e isso não é tão normal assim. Outra, porque ele não se importou pelo fato de a mãe continuar a me dar banho, mesmo depois de estar livre do gesso? Cedo ou tarde eu iria descobrir. Existia algo que não encaixava nessa história.

Os dias passaram e meu relacionamento com mamãe avançava cada vez mais. Passei a dormir sem roupas, pois era certeza que pela manhã ela viria ficar comigo. Por sua vez, ela também não usava mais roupas para dormir. Até meu pai, já estava se acostumando a ficar pelado em casa. Várias vezes, ao chegar do colégio à noite, eu encontrava ela, senão os dois, nus na sala, assistindo TV.

Quanto aos banhos com ela, voltaram a acontecer com freqüência. Todos os dias, para ser mais exato. Mas, já não ficávamos mais na punhetinha, somente. Ela fazia boquete e quando eu gozava, tinha que ser na boca. Passou a engolir sempre, tudo.

Um dia, numa conversa franca durante o almoço, eu questionei sobre o nosso caso. Perguntei por que depois de tanto tempo, ela ainda não tinha transado comigo, ou sequer, ter sugerido algo. Deixou bem claro que deveria partir de mim essa atitude. Ela simplesmente estava aguardando as minhas ações. Foi então que perguntei sobre papai, se ele desconfiava de algo.

- Acho que sim. – respondeu.

- E como fica? – perguntei

- Como está, oras. Não muda nada.

- Mas, ele não se importa?

- Caso se importasse, já teria falado alguma coisa.

- E não tem problema nenhum com ele?

- Não. Acho até que ele está gostando. Não vê como mudou nos últimos dias?

- Mas, se ele falar alguma coisa? O que vamos dizer?

- Nada. O que estamos fazendo juntos já diz tudo.

Ela me tranqüilizou dizendo que, provavelmente, ele já sentira o gosto da minha porra na boca dela, pois logo depois dos nossos banhos, ela ia pro quarto e beijava-o muito. Que se fosse para acontecer alguma coisa, já teria acontecido. Foi então que decidi encarar de vez a situação, haja vista que até o momento, tudo estava sob controle.

Logo após terminarmos o almoço, fui pro quarto, liguei o PC e fui navegar um pouco na internet. Claro que pesquisei sobre incesto, mãe e filho, essas coisas. Encontrei inúmeros relatos dessa prática mundo afora e pensei: Sou apenas mais um maluco desses.

Escutei ela me chamar. Estava na hora de irmos pro centro. Ao chegar à sala vi minha mãe muito bem vestida, com um vestido curto, verde escuro, sapato alto, cabelos bem feitos, uma beleza de mulher.

- Estou bem assim, meu querido? Ainda dou pro gasto? – perguntou ela, dando uma voltinha.

- Linda, linda mesmo. – respondi.

Pedi pra ela levantar o vestido e mostrar o que estava usando por baixo. Prontamente ela atendeu meu pedido, levantando o vestido até na altura do umbigo. Usava uma calcinha branca, muito pequena, que mal cobria a xana depiladinha. Fiz sinal com a mão para ela virar de costas pra mim. O fio da calcinha escondia-se entre as nádegas dela. Tomado por um tesão incontrolável, me aproximei dela e carinhosamente passei a mão naquela bunda maravilhosa. Ela correspondeu ao meu carinho, empinando a bunda e dobrando o corpo um pouquinho para frente. Segurei-a gentilmente pela cintura e dei-lhe um beijo na bunda.

- Vai, filho. Não me torture mais. Faça o que tem que fazer. Faça logo. – insistiu.

Largou a bolsa no chão e debruçou-se no braço do sofá, oferecendo-me seu corpo. Não hesitei um segundo sequer. Tratei de tirar minha calça, cueca e tênis, tudo ao mesmo tempo. Encostei-me nela e, puxando a calcinha para o lado, coloquei meu pau na entrada da xana. Um suspiro e uma abridinha de pernas foram o suficiente para eu escorregar para dentro daquela gruta quente e úmida. Ouvi outro suspiro, mais forte, mais longo.

- Pronto filho! Estás comendo a mamãe. Agora mexe bastante, vai! – foi só o que ela disse.

Num vai-e-vem alucinado, meti gostoso. Senti cada contração que ela dava, ouvi cada gemido que ela soltava. Era minha primeira trepada na vida. Peguei logo a mulher mais gostosa do mundo. Meio desajeitado, continuei naquele entra-e-sai, colocando meu pau o mais fundo que eu podia. Ela gemia muito, suspirava, mexia e rebolava aquela bunda lisinha, branquinha. Ao sentir o gozo chegando, avisei a ela. Pela primeira vez, eu iria gozar dentro de uma boceta. Estendendo a mão para trás, me puxou contra o seu corpo, obrigando-me a enfiar bem fundo e deixar lá dentro meu leite quente e abundante. Caí sobre ela, abraçando-a por trás, ficando ali até que meu pau, agora flácido, saísse daquela xana encharcada.

Recompôs-se, virou-se para mim e me deu um beijo apaixonado.

- Agora sim, você é um homem de verdade! – exclamou.

Ainda com as pernas bambas enquanto me vestia a vi se dirigir ao quarto para fazer a higiene. Apesar de ser rapidinho, tinha inundado a boceta dela. Mas, por ser a primeira vez, eu até que me saí bem.

Em poucos minutos, ela volta à sala, apanha a bolsa que estava no chão e sem tocar no assunto, estendeu-me a mão, me chamando para irmos ao centro. Nem um comentário, nada. Durante todo o trajeto, falamos de várias coisas, mas a trepada que demos antes de sair de casa ficou como que se não tivesse acontecido. Somente quando chegamos, ao sairmos do carro, ela me olhos nos olhos e disse:

- Você foi bem gostoso. Vou querer novamente, viu.

Deu-me um beijo no rosto e entrou na academia, da qual ela é dona. Eu, com um sorriso bobo no rosto, peguei o caminho para o shopping, feliz da vida por ter conseguido encarar a situação e ainda ter realizado a fantasia da minha mãe.

Certamente, esse seria o início de dias bem promissores. As manhãs seriam diferentes. Já não bastava mais as punhetas matutinas ou os boquetes maravilhosos. Ela, a partir de agora, era minha por completo. Seu corpo me pertencia e eu não iria decepcioná-la.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/03/2015 09:40:51
Delícia
08/01/2014 21:28:04
Hummm Que delicia de conto. Eu e meu marido Beto ficamos morrendo de tesão. Nós também publicamos nosso conto aqui. É verídico e se chama: "A Procura de um Amante". Montamos um blog só pra falar de sexo. Tem muitas fotos e também relatamos nossas aventuras. O end. é: rubiaebeto.comunidades.net Visitem-nos...Beijos molhadinhos
02/01/2014 14:40:13
Muito bom nota 10
01/01/2014 19:36:05
fico a espera do proximo, mt bom
30/12/2013 19:52:39
muito boom... nota 10.
30/12/2013 17:11:45
Mande o próximo capítulo o mais rápido possível. Abraços e parabéns pelo conto.




Online porn video at mobile phone


Excitantes Contos Eroticos Contados Por Noivas pelos Seus Paes Padrinho Padre E TiosXvideos gay enfiando abobrinha cabeçuda no cumenina mãeporno da parra doi caraprima de pijaminha curtinho vai dormi com o primo mais novo e fuderamhomem fodenfo uma bezeraporno comendo cu de homêm de bùnda grandecontos erotico papai minha amiguinha q vc arregaça ela tambémboa foda mastubando com coisasdiferentecorno eu confessoconto eroticos esposa era certinhaPeludao gostoso conto gaywattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto bonitovideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delaslevantou o vestido da coroa evagelica e passou a rola.comvideo de sexo esposa convida o amigos para fasa uma tripla penetracao ao mesmo tempo na buceta da putataradaanal normalistavelho roludo come filha familia tdContos eroticos dona de casa, coroa, casada evangélica pega novinho cacetudo2 comedor do pintao sacaneia casada do rabaocao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaovideo pornotirando peos en el bañoXvideo comeu o cu da sogra bu Cetonporno filho Engravidar mae dormidoimagm de sex filha qosano na cara do paiconto erotico de urso motoqueiro aregaçando o novinho saradinhovibrando paz e do negão no sexo anal f*** sobreconto erotico dei para um estranho na casa de swingcontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarcomo e bom ter um comedor sólido e um marido viadocorno prefere se masturbarninfeta blinando vovôMeti minha pica no xiri da minha sogra de 49 anoslesbicas contando cono ébom chupar e ser chpadaconto erotico gay conto gay real romance historia -youtube -site:youtube.comContos irronicos fodendo a minha namoradose masturbando com sexechop ate gosarso mininhas top bem novas com vibrado bucetas fotospadrasto enteada falei de sexo brasileiroporno inventei um assalto para o comer minha mulherurologista conto gaysurfistas de rola duraConto incesto garota de 09 aninhos popozudaFoto de pika pulhetando Gozei na buceta da crente velha contosconto erótico menina timida mas cai de boca no pau tão novinha e peitudarelato picante de esposa cavalona e marido pintudobaixinha chupadora de espermafotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leitesou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticotrabalhadora chote curto pornofamilia favela pinto de borrachaporno.doido so.mulhers ricas gostozonas dando na.borrachariacontos de podolatria com sandalia de salto finoCoroas louco por sexo tique roludoenchendo abucetinha dalinda moreninha de espermatozoides video porno grativídeo porno de mulher com negrão sedo estrupadas no cu e gozando muitocontos eroticos com padrasto estupro gosteigey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geyminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexobaixinha chupadora de espermaconto incesto sempre que vejp minha irmã fico de pau duro e ela cheia de tezaocontos eroticos feminino ajudei o porteiro negro a fuder eu e minha irma juntocontos eróticos publicadosconto de arrombaram o meu cu me dando dinheirovideos dr sexo com pau de40cm analchupando a buseta defenteconto porno me depilaram todinhamulher crente dando o cu pra dois pedreiro pauzudoContos erotico minha filhinha mim shopou no banhosadomasoquismo porquinha choquecontos eroticos estuprada pelo meu cunhadomulher amarrada e sendo torturada pica do dotadonegaodei o meu curzinho com lubrificantes ao meu cunhado contos gayvídeo porno mulher magra estuprada ofoca pó tarrado no sitioporno virge mentiu ter ido pra escola pra mae acabou comendo sua irmaflagga de mulheres deficiente fisica se mastubandoporno contosminha mulher eo estranho carroPornô homem músculosó fodendovideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delaspornodoidomadrasta me oçhandoComendo a garotinha contos eriticogata nua aberta na cama bom das macia arrepiada cuzinhos duro meladovídeos vídeos pornográfico pai mostrando a filha para chupar até o talo se engasgando filha virando os olhoso tio tarado estrupando a sobrinha clitado de dorfotos ato da novela a gata pauzudo picudoshomemfudendooltromulher do bucetao paresendo uma jegonaenchendo abucetinha dalinda moreninha de espermatozoides video porno grativídeos pornô eróticos com pau grande e grosso lindos com a pontinha bem geladinha e bem fofinhocomendo traveco na casa abandonadacontos eroticos dei para um vizinho de iptingarevista em qadrinho mae mulata de calsinha de rendinha atolada no rabo pede pro filho come sua busetacontos gay afeminados