Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O certinho e o desleixado (cap. 6)

Autor: jsell
Categoria: Homossexual
Data: 15/03/2014 21:50:09
Última revisão: 15/03/2014 22:02:08
Nota 10.00
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Aí, galera, quero agradecer a todos que comentaram nos últimos dias e já agradecer também aos que comentarão essa semana, sintam-se abraçados! E continuem comentando, pois me dão mais incentivo a continuar! Ah, esse capítulo vai ser um pouco curtinho, mas a continuação vem amanhã!

Naquele momento fiquei branco, transparente, azul, roxo.. todas as cores possíveis. Pensei que ia levar um tapa na cara pela reação que a Larissa tinha no rosto, mas algo me surpreendeu

- SEU FILHO DE UMA.. Enzo???? Nossa, é você? Me desculpa, olha, não precisa se preocupar, tá? Acidentes assim acontecem, hoje mesmo vou comprar outro material! - Disse Larissa.

O QUE???? Como assim, gente? Eu derramei café em >>>TODO<<< o material da menina e ela disse que eu não precisava me preocupar? Bom, me preocupar eu tinha me preocupado e, apesar de não ter entendido bem o motivo da gentileza dela, não ia me expor mais ao ridículo no meio de várias pessoas no primeiro dia de aula.

Subi no elevador junto á 3 meninos em direção ao corredor do 2 ano do Ensino Médio, era um corredor imenso, com várias salas e uma porta no fundo, que dava até as escadas de emergência. Todos os alunos estavam conversando no corredor estreito da escola, comentando sobre as férias e tudo que eu queria era achar meu nome nas listas de chamada. Finalmente achei, minha sala era a última do corredor.. todas as cadeiras da frente estavam ocupadas. Enquanto procuro um bom lugar, avisto o Alexandre, apontando pra cadeira ao lado dele, na 3ª fileira.

- Senta aqui do meu lado, mano!

- Claro.

Coloquei minha mochila, tirei os fones e coloquei meu celular no modo Avião. O Alexandre veio na minha frente e me deu um selinho, gente, oi???

- TU PIROU? - Gritei, fazendo com que várias pessoas me observassem.

- Relaxa, Enzo. Ninguém viu, todos estão prestando atenção no duda. - E fez um gesto apontando pra frente da sala, me fazendo perceber o quanto ele era lindo..

- Enzo? Enzo? Enzo?

- Hã? Que? - Respondi. Eu tava viajando, pensando na noite passada, em tudo que aconteceu..

- Então, o que será de nós? - Perguntou o Alexandre, com aquela carinha de cachorro pidão dele.

- Sinceramente eu não sei, mas eu sei o que não será de nós, e nós NÃO seremos namorados - fiz questão de soletrar cada letra do "não" pra ele.

- Coé, En. Sei que tu gosta e eu também gosto, por que não tentar? Aliás, eu te amo de verdade, e é assim que meu coração fica quando tô perto de ti - e colocou a minha mão sobre o seu coração, que batia rápido, como o meu quando via o Duda.

Antes que eu pudesse responder alguma coisa, a professora de biologia A entrou na sala e fez todo aquele discurso de primeira aula letiva, fez todos se apresentarem (as turmas se misturavam todos os anos) pra nos conhecermos melhor. Chegou a minha vez.

- Bom, meu nome é Enzo Arcanjo, eu morava em outra cidade e vim morar com meu pai aqui após o falecimento da minha mãe, e espero poder fazer medicina, assim como meu pai e meu irmão.

De repente, todas as atenções que estavam voltadas no Duda, se viraram pra mim, fazendo com que todos perguntassem de que forma minha mãe havia morrido e tal. Me incomodou bastante, mas me mantive calmo e tentei responder todas as perguntas sem me emocionar. Posso não ter mencionado, mas minha mãe era muito importante pra mim.

No decorrer das perguntas (até a professora tava interessada na forma em que minha mãe morreu), ouço uma voz conhecida vindo do fundo da sala "a mãe dele morreu de desgosto, porque ele é uma biba.. até meu pai tem vergonha dele!". Aquilo foi como uma facada bem em cima do meu peito. Enquanto eu tentava me recuperar daquilo, o Ale praticamente voou em cima do Duda. Todos separaram os dois da briga e "abriram alas", que me deixaram de frente pro Eduardo.

- Minha mãe não morreu de desgosto, morreu com uma infecção, você bem sabe! Mas ela não teve desgosto de mim, muito pelo contrário, ela morreu orgulhosa de mim! Agora acho que você tá confundindo a minha mãe com a sua, que teve que dar pro meu pai pra sair da miséria.. ah, e não se esqueça que esse seu sobrenome no qual você e esses seus amigos tanto honram é emprestado pra você, até porque o Dr. Otávio Arcanjo não é o seu pai, e sim meu, hein, Eduardo Silva? (Nada contra os Silvas, gente, não me levem a mal). Não se esqueça que seu pai é um açougueiro, e não um doutor como você bem diz. - Disse eu, com lágrimas nos olhos.. lágrimas não de tristeza, e sim de ódio. Naquele momento, percebi e decidi que Eduardo "Arcajo" estava realmente morto pra mim.

Comentários

17/03/2014 11:35:07
Se ficou nervosa, foi....hahahahhah
16/03/2014 23:45:49
Amaaaaaaandoooooo
16/03/2014 10:20:14
Amandoooooo,seriio,muito bom o seu conto,to apaixonado por essa Historia,,,continue logo,,,Bjsss
16/03/2014 09:21:18
Nossa o Eduardo teve o que merece onde ja se viu ele falar isso na frente de todo mundo eu to amando o Alexander ele ta sendo um fofo de uma chance a ele! continue logo
16/03/2014 04:24:46
Oieee nossa acompanho seu conto desde o começo e apareci agora *--* é emocionante ele é duro gostar de quem não gosta da gente e não gostar de quem gosta... 10 ^^
15/03/2014 23:53:17
Nossa o eduardo tame saindo um babaca de mao cheia espero q ele mude. E gostei mto da sua atitude, chega de mostra fraqueja na.frente de qm pisa em vc.
15/03/2014 23:52:27
eu odiei n pelo que vc escreveu mas sim pq foi perqueno. Kkkkk tou gostando muito desse seu conto. Abrir uma conta aki n casa so pra comenta esses conto que eu adoro ler e um deles é o seu tou esperando pela continuaçao anciosadamente. Nota e 100%....
15/03/2014 23:01:41
Muito bom!
15/03/2014 22:09:48
Isso sim atitude!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


novinha mostrando a buceta gozada com 10 picadinhos rabada bucetatransandp no presidio com a maicomo descabaça minha sobrinhaconto erotico bacanal bucetasou encanador sexosedou esperou dormir pra come o cu dela porno doidorelato erotico cheirei a calcinha gozadacoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festacontos eróticos comi o cu do filho da mendigacontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhavideos gratis porno para ver agora mulheres levando encoxada no onibus ficou louca de tesao e levou o cara pra cadaquero baixa contor d bixinha azulcontos eróticos representadosGol contos eróticos Prima com primo gordinha gostosacontos eroticos vovôxxvido apontei sevageadvogada abrindo sua buceta no motelcontos eu e meu irmao fudemos a mamãebatando o joelhinho na mesa xvideosnó do cachorro incha zoofilia dicasContos Eróticos. Dona Veraconto porno me depilaram todinhasou puta e pratico zoofilia"gozou na testa do meu corno"esposa prostituta bunda flaçida e mole cuzao contosda o cu causa doensa videos sangue sexo annalescandalosa fogosa e gulosa tomando tapa na bunda pornô doidocontos eroticoscu virgemcontos eroticos namorado de mamãe tem piça ggVelho brasileiro metendo mão na buceta da neta piranharola de moreno plutãomaei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensimaconto sou crente casada carente provocando os pedreiroporno.incesto.filha se asusta.com o.tamanha do pau do.negraocomi a mae com a pereteca raspadinhabucetuda xoxota acucaradacontos eróticos com esposa pedindo pra apanhar e mijar nelaviduda.mulhe.Relatos de zoofilia cao estrupacontos eroticos picantes camioneiros estuprando putas na estradawww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra fodermulheres de corno manso sem o biquininhoquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradocontos eróticos com minha mãe carente 2017 1.8porno vai casa com porra de.outromulher pega manteiga e passa na bunda e no cu inteirinhoxvidio nocinhas geme gostozo dando o cufotos voyeur mulheres de bruços de calcinha boxerdoce nanda parte cinco contos eroticosContos eroticos gay funk traficantecontos meu sogrogarotimha aprendendo bate punheta no papainovınha transando com ırmaocontos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delaXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhaporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhomulheres da bunda grande dando cu de bruço pro kid bengalamulher não transa com pauzãoooomeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticocontos eróticos de sequestrocomedor enrabando professora virgemvelhocasadacornopais prende filha no quarto com irmão ele mete e gosa dentro da bucetabrincando escanchada contos pornotexto de mulher quatro mulheres e quatro mulheres se for do mundo assim podendo em uma chupando o pau da ou julgamos o xiri da outrafoi ajudar a irma estudar e pediu o cu como pagamentocontos eeroticos gay meu amigo se declarou pra minporno mae tepa com namorada filha com a filha pezetepornodoido tecnico esfola novinhaxvideo.com esfregando o pau na buceta lizinha e com um gemidinho sexo massagem na buceta com carinhocontos bunduda do corno no pagode no sitioporno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porrabonecas enchendo o cu da mariconacachorro mete na buceta e sai puxando a dona vídeocontos de viadinho dr calsinhaComo se escreve “ manda video porno ” em inglesconto erotico flagrei meu irmao comendo mamaegaroto sapeca .pornob***** com mais de um palmo de largura no XVídeosmillasissytia gemendo peituda vizinhaEdufera cintosgarota muinto novinha com cona muinto apertadinhaCuidando das amiguinhas da minha irma contoscaiu na net contos reais de genro flagra a sogra nua engravida elacarroceiro socando com forsa na novinha