Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O Certinho e o Desleixado (Capítulo 7)

Autor: jsell
Categoria: Homossexual
Data: 16/03/2014 20:01:48
Nota 10.00
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Após os acontecimentos ocorridos em sala de aula, Duda e eu fomos encaminhados para a direção do colégio logo no primeiro dia de aula. O diretor disse que aquela escola era uma escola de muito prestígio e não iria aturar aquilo novamente e que só não nos expulsava porque era muito amigo do nosso pai, digo, do meu pai.

- Tu vai me pagar, Enzo! Anota bem isso! - Disse o Duda, com uma expressão que eu nunca tinha visto na vida.

Pela primeira vez eu não tive pena, mas senti ódio. A voz dele me causava refluxos; como eu fui besta tanto tempo pra uma pessoa que só sabia me humilhar?

Sai cedo da escola, pedi pra um motorista do meu pai vir me buscar, já que não tava nem um pouco afim de, mesmo por poucos minutos, dividir o mesmo ambiente com o Eduardo. Ao chegar em casa (por volta de 12:50), meu pai estava a mesa almoçando sozinho. Dei um beijo nele, me sentei a mesa e a empregada veio me servir.

- Então, filho, como foi o primeiro dia de aula? Gostou da escola?

FUUUUUUUUUU, e agora? Não sabia se contava tudo que tinha acontecido ou se deixava pra lá. Preferi ficar calado e, quando o Duda chegasse, combinasse de irmos pro túmulo com aquele assunto. Terminei de almoçar, recebo uma ligação, era o Alexandre.

- Ei, tô só em casa, da uma passada aqui em casa?

- Quem me garante que tu não vai querer tentar alguma coisa comigo? HAHAH - falei, dando uma risadinha forçada.

- Não sei, não prometo nada.. mas vem, por favor.

Não tinha nada a perder mesmo, resolvi que ia. Tomei um banho, aparei os pelos, deixei a barba rala e escovei os dentes. Confesso que tava um gato, bermuda quadriculada com tons de vermelho e cinza, uma camisa que deixava meus músculos a mostra e um vans. Fui andando até o prédio dele que ficava há uns 3 minutos da minha casa. Como o porteiro já me conhecia, fui autorizado a entrar no prédio, subi no elevador e fui pro 11° andar, o andar que ele morava, apartamento de número 4. Bati na porta, ouço um grito.

- PODE ENTRAR, A PORTA TA ABERTA

Abri a porta e não acreditei no que estava vendo. O Ale tava na cozinha só de cueca box fazendo um risoto. No forno havia um frango com batatas assando, na mesa haviam dois pratos, duas velas e dois copos com um vinho branco italiano. Como não ficar bobo naquela hora? Percebi naquela hora que ele realmente me amava, que ele era a pessoa certa pra mim. Fiquei alguns minutos tentando esboçar alguma reação, mas tudo que consegui foi andar até ele e prendê-lo contra a pia, fazendo com que nossos lábios se encontrassem como dois ímãs. Naquele momento, eu havia conseguido esquecer de tudo, da minha briga, dos meus sentimentos de raiva e amor pelo meu meio irmão. Enquanto nos beijavamos, ele foi tirando a minha camisa e passava a mão pelos gomos do meu abdômen, eu apertava a bunda dele o maximo que eu conseguia e nos intervalos entre os beijos, conseguia sentir sua respiração ofegante no meu pescoço e seus gemidos de prazer.. fomos nos beijando até a porta da sala, ele, sem parar de me beijar e de me tocar, conseguiu trancar a porta da sala e me jogou no carpete da sala.. Eu já tava tirando a minha bermuda quando ele me interrompe.

- En, eu só quero se você quiser..

- Eu quero, Ale!

Ele nem me deixou esboçar reação a aquilo tudo e já foi logo tirando a minha bermuda e meu sapato, me deixando só de meia e de cueca box. Ele mordiscava o meu pau e apertava o meu mamilo, me deixando louco de tesão

- HMMM Ale, vai logo com isso, eu tô ficando louco

Ele obedeceu o meu pedido e abocanhou o meu pau até a garganta, fiquei impressionado com aquilo.. em seguida, colocou minhas bolas na boca e me punhetava, lambia a glande do meu pau e batia ele na cara.. uma verdadeira putinha! Quando percebi que ia gozar, pedi pra penetrá-lo, mas ele disse que ainda não tava pronto.. apesar de chateado, entendi, já que não é tão fácil assim ser penetrado, e comecei a admirá-lo, já que ele não foi tão fraco quanto eu e não se rendeu à uma paixãozinha... Ali, ainda jogados no chão, continuamos nos beijando até que gozei na cara dele, aquilo foi incrível. Quando nos demos conta, a comida toda havia queimado e começamos a rir de toda a situação que tinha acontecido.

O Ale foi lá na cozinha e eu continuei deitado, pensando em tudo que tinha acontecido. A bunda dele tava vermelha e tinha marcas da minha mão, me senti orgulhoso daquilo ahahahaha. Ele se deitou de novo do meu lado, me deu um beijo e eu deitei pelo peito dele.. naquele momento eu percebi que eu realmente estava me apaixonando pelo Alexandre.

Tomamos banho juntos, jogamos video-game e quando olhei no meu celular, haviam mais de 15 ligações perdidas: 7 do meu pai e 8 do Duda. Liguei pro meu pai, que atendeu com uma voz chorosa:

- Onde diabos tu se meteu o dia todo? São 9 horas da noite.

- Desculpa, pai, to aqui na casa do Alexandre, algum problema?

- Sim, todos! Vem pro Hospital porque o Duda sofreu um acidente de carro e pode ficar sem os movimentos da perna!

Soltei o celular no chão e me joguei nos braços do Ale, tentando encontrar alguma maneira de explicar o que havia acontecido, mas minhas lágrimas não deixavam. Tudo que consegui dizer foi:

- Duda, acidente, hospital!

O Ale entendeu, vestiu uma calça e uma camisa velha, pegou as chaves do carro do pai dele e, segurando a minha mão, me levou até o carro.

- Vem, vou te levar até lá.

Ele foi o trajeto todo me olhando e segurando a minha mão. Descemos do carro, entramos no elevador e fomos para a sala de espera, no 4° andar. Ele segurava a minha mão o tempo todo e me dava alguns beijos na testa.. O homem que eu amo estava ali do meu lado, e o outro homem que eu amo está praticamente na via crúcis.. será que todo aquele sofrimento iria se reverter algum dia?

Comentários

18/03/2014 03:40:53
TENSOOO posta mais u.u
17/03/2014 18:15:07
Quero um Alexandre pra Min kkkkkkkkkkkkk owwwwwnt muito fouuuu *———*
17/03/2014 11:40:51
O safado, agora vc vai ser todo do duda né....
16/03/2014 21:40:40
Só espero que o Duda não faça uma carinha de cachorro ou diga que te ama e você fique derretido por ele de novo. Isso seria burrada.
16/03/2014 21:23:33
Minha nossa, vontinua logo
16/03/2014 21:15:15
conta mais hj
16/03/2014 21:15:06
adoro seus contos !!!
16/03/2014 20:44:06
Oh triste
16/03/2014 20:32:19
conta mais.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos de damon salvatoremundobicha montado picaocontos eróticos muleconacontos meu tio pauzaoContos eróticos de sogro e noradoce nanda parte cinco contos eroticoscontos eróticos os melhores eu e minha esposa recebemos uma visita de um casal de idadevideo porno fundeno cuzinho a fosaseduzida por um estranho contos pornogarota q foi fudida no fundo d casa por um cachorro pastor alemaobaixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandoxvideos criansiceporno sombra brasileiro pauzudo so com vovo 60anosconto erotico minha filha se acidendo eu tive da banha nelagostosas. culpado roludasTodas fotos.de.cabacinhos.das.novinhas.gostosa .i.kuzinhos.gostosocontos gay caminhoneiromaldiçao da clareira da cadelacontos de sexo depilando a sograchupando buseta labefo pasda mso bocsmarisa chupando meu pauxv minha tia tem abusetas graandecontos eroticos de santinhasnovinha de biquine fazedo sexo de ladinho colado bem devagarinho no cuzinhofilinha novinha chega. colegio corre senta colo pai pra senti pau pai vibra na sua bundinha contosxvidio homem velhoe mulher bem velha tranzandosexo com tapas na cara.puxau de cabelosviado tocando punheta para o homem fazendo fio terra e gozando tudo na mãoamigas segurando a amiga pa ser estrupada na despedida de solteirapornô brasileiro fui convidado para ir para casa da amiga minha na fazenda ela tava de babydollporno irma tremendo no pau ate o fundoporno com históriassao pauloFui encoxada e iniciada por um roludo como e bom ter um comedor sólido e um marido viadoxvideo comendo a escrava fujona no troncowww.contoseroticos fui viola por um mega caralhudoContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picaXVídeos as novinhas de calça folgado na fila do mercadoConto porno ui ui ui metecontos eroticos chantagiei minha tia e comi elaSUPERDOTADO ARROMBANDO FALSA MAGRA NEGRA DO BUNDAO DORMIDO DE SHORTINHOdepositando esperma na buceta a forçamunhe engulido a gala sem tira u pau da pocaVideos de sexo brasileiro nem naceu cabelo na bucetinha virgem e ja ta metendo com pauzaoinistiu e comeu a gata ba moto ela gemia muito e posto na netcoletanias maior pau do mundo pornoconto crente com fogo na bucetavizinho a aline contos eroticoscontos fiquei com tesao flagano meu filho dano o cucontos de corno que deram o cuAutor do padre. Não é. Homem contos. Eróticosmenina cai em cima do negro jumento.gemer disvairadafilho da pica informo fudendo a buceta da mãe gostosaamigos do meu noivo me arombaram na sua despedida de solteiro contos eroticosestava batendo punheta e os dois viu passei a rola neles porno gayContos coloquei um shortinho d menina e acabei estupradoconto erotico novinho safado 05,03,2017contos de sexo depilando a sograrenatadominadoraeu uma coroa gostosa dei po borracheiro contos eroticosfui encoxada pelo meu genro e n resisti meu marido liberatia de leg balacado as pernas abertas xv.pornô pornô socando o pau na b***** da dona Zefa cachorro tocando pau na b***** da donacontos gay limpar a casacontos de casadas pedindo ao marido pra realizar suas fantasiasVer garotos com 16 cm de picavideos porno e sensuais de mãe de Santos que dizem que as pomba giras gostosas mais gostosascalça legui caladinha na casada xvideobebi demais minha esposa deu pra . outro contos eroticosabusada cruelmente por um negro roludo pornosexo tio seu pau e muito grande nao vai caber na minha bucetinha naoempurando o gatilho no prikito deladei o cu e a buceta pro meu primo e me arrependitransa sexual sogente negras eu gosto porno gratiscontos de incetos e orgias entre irmaos nudismo piscina em casa