Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Amor entre Irmãos- 26

Um conto erótico de Thiago
Categoria: Homossexual
Data: 22/04/2014 20:25:18
Nota 9.67

Boa Noite gente, como bastante gente pediu pra eu postar outro, aqui está...

Esperança: Não, Davi não teve nada com o Stark.

Ru/Ruanito: Davi fez isso, porque ele se importa com o Lucas.

@Santos_Lucas1: Os dois acabaram? Luh O amor quebra barreiras fofo, te adoro muito :)

M(a)rcelo: Gostei do seu ponto de vista, Stark mudou de uma hora pra outra, lá pra frente eu direi o que ele realmente tem u,u. E não, ele não teve nada com Davi.

¤«Trick»¤: "Davi beijou stark pra separar vocês dois pra não sofrer como ele sofreu,esse grande amor que o Davi viveu acho que era como stark e lucas. Fernanda está chantageando Stark pois descobriu que ele e lucas estão juntos u.u acho que é isso continue ta muito bom." Trick tu ta quase certo, se tira algumas coisas dai, tu descobrira o porque do Davi ter agido dessa maneira.

Rafael Guimarães.: Obrigado pela sinceridade. Tipo, cada ato de um personagem tem um porque, e eu explicarei mais a frente, porque Davi beijou Stark, porque Stark está com Fernanda e porque Lucas beijou Bruno (isso ta na cara, ele quis devolver na mesma moeda, agiu feito uma criança). E a escrita, eu vou melhorar fofo.

Geo Mateus: Geo logo tudo se esclarecerá.

Dinha_6: Fofa o Davi beijou Stark pra que Lucas não sofra (só posso dizer isso) mais lá na frente eu esclarecerei mais. Lucas beijou Bruno ele quis devolver na mesma moeda, agiu feito uma criança. Entende agora? Se tiver mais duvidas me pergunte ta!

Ribeiro1996: Te chocou aquele poste?

Gente obrigado por ter me alertado que está confuso. Agradeço e aqui está mais uma parte de :

O

Amor

Quebra

Barreiras- 4

Os encontros verdadeiros prescindem de palavras. Eles realizam, em cada pessoa, a parte que sublimou, ficou pura, melhor ou louca; a que responde a carência muito antigas e a certezas anteriores aos fatos.

A Fernanda me pagaria, quem ela pensa que é? Só porque é loira e bonita, isso quer dizer nada, a beleza é apenas uma ilusão, o que realmente Stark deveria ver mesmo, como ela é por dentro, suja e podre. Pensando nisso deu uma raiva em mim, eu deveria acerta as contas com Davi, e com ela.

-Vida, porque você é tão difícil. –Disse em voz alta, frustrado de tudo que está acontecendo, o que realmente significa “mais que amigos e irmãos” isso pra mim, faz sentindo algum, minha interpretação é péssima.

Na sala, estava passando nada atrativo, e não sei por que eu estava ali na frente dela, olhando para aquela tela enorme, eu suspirei pesado.

-Filho tudo bem? –Era a voz do meu pai. Não sei o que houve comigo, mais rapidamente, eu saltei do sofá e fui até ele abraça-lo. Por um momento ele hesitou, sendo que acabou cedendo o abraço, e me abraçou com força, como se aquele fosse o ultimo dia de nossas vidas. –Pequeno o que está acontecendo. –Sua voz grossa é linda, tão juvenil.

-Pai... eu... eu... –Tentava esclarecer, seria o melhor, sentir lágrimas inundar em meus olhos, e novamente sentir dor percorrer pelo meu corpo, atingir minha alma, e preencher meu coração.

-Querido, papai ta aqui, dependendo do que seja, eu te amo. –Aquele momento, eu iria recorda pelo resto da minha vida, ele nunca foi assim... atencioso, carinhoso e compreensivo. Aliás, vocês devem pensar que ele é um monstro, o caso não é esse, apenas que ele nunca agiu assim comigo.

Quando as lágrimas pararam de descer, eu, me desaproximei dele e fiquei encarando os meus olhos, eu puxei os dele. –Pai, eu sinto dor. –Nisso seus olhos se arregalaram rapidamente, e sua face ficou pálida, de uma hora pra outra.

-Quer ir ao medico. –Sentir o corpo dele se contrair.

Neguei com a cabeça. –A dor que eu sinto, é como se o mundo, tivesse desabando em mim. –Expliquei pra ele, essa parte também é verdade, eu não iria contar tudo, então eu resumi só o que eu disse.

-Como assim meu filho, o mundo está desabando em você, me diga. –Merda, eu pensei que ele não iria se preocupar tanto assim. Agora, olhando dentro dos olhos dele, eu puder ver o quanto ele estava preocupado comigo.

-É complicado pai, muito. –Tentei sorrir, falhei. Acabou saindo uma careta.

-Namoradas, eu já passei por isso. Arranje outra meu filho, um jovem como você tem que seguir a vida em frente, se não deu certo com fulana, tente com sicrana. –Olhei pra ele de soslaio, e franzi o cenho.

-Pai, obrigado. –Sussurrei, admitindo que, dentro dele há um grande homem.

-Lucas.

-Hu? -Falei.

-Sente aqui, -sentei no sofá e ele ficou sentando na poltrona que não fica tão distante do sofá. – sei que eu não tenho sido um ótimo pai, é que eu, quero o melhor pros meus filhotes(o que lindo *-*) vocês são meus meninos. –Suspirou e passou sua mão, lentamente no cabelo. Como se tivesse o penteando. –Filho escuto o que eu irei te dizer: Os problemas não estão no mundo para serem resolvidos pelo homem. Os problemas é que resolvem o homem. Se você não conseguir resolver os seus, deixe que ele, resolve. –Se saiu tão sábio que minha vontade era de chorar novamente. Eu tenho que parar com isso, chorar não vai me ajudar, eu devo agir.

-Pai, obrigado. Valeu pela força, espero que com isso eu aprenda algo. –Disse firme, e me levantei.

-Disso o que? O que está acontecendo aqui? –Stark perguntou, olhei pra ele sério.

-Ah! –Meu pai disse, jogando as mãos pro alto. –Lucas está muito triste, alguma namorada dele deu na bunda nele. Ai, eu dei uns conselhos. –Nisso, Stark olhou pra mim. Seu olhar descrevia tudo. Tristeza, amargura, medo, e arrependimento.

-Pai, fico feliz que ajudou ele. –Nisso, ele me encarou, eu desviei meus olhos pro papai, que estava em pé, nos encarando.

-Pai, se me der licença, vou pro meu quarto. –Disse gentilmente, e dei um passo pra ir pro quarto.

-Filho, vai comer não? –Me perguntou.

Olhei pro rosto de Stark e com toda raiva, eu disse: -Não!!! –Esbravejei. –Perdi o apetite!! –Fui grosso, assim, eu subo cada degrau da escada, pensando e refletindo como aquele dia foi exausto, com varias tristezas, atitudes erradas e emoções.

Quando chego meu quarto, eu me deito, e fico fitando o quarto. Sentir-me calmo, olhando as estrelas que estão no teto, o céu azulado. Azul, faz me lembrar dos olhos de Stark, quando ele ficou um, azul piscina, eu me derreti. Agora não, ele merecia sofrer, pelo jeito que está agindo, deixando que Fernanda o manipule.

-Devo ir à igreja, pois a coisa ta brava pro meu lado! –Nisso, eu apaguei.

Acordo cedo, e me sento na cama e fico ali por um bom tempo. Pensando e pensando. Aquele seria o dia, eu iria perguntar ao Davi, porque ele fez isso, e eu, agi como um tremendo idiota, pois eu sabia que, devolvendo na mesma moeda só traria consequências nada agradáveis. Levantei e fui tomar um banho, conforme a água descia, eu ia se despertando cada vez mais. Eu deveria, achar uma solução pra acabar com o jogo da Fernanda.

Na cozinha, eu preparo o café e tomo, logo papai senta na mesa.

-Nossa, que milagre, o que houve? –Disse eu admirado, com a presença de papai numa hora dessas, era dificilmente ele comer comigo a manha. Ele estava virando um pai atencioso e deixando o trabalho um pouco de lado.

Ele pôs café em seu copo e pegou o pão com geleia. – Preciso ficar mais tempo contigo. –Assim que ele disse, deu uma golada de café e voltou a me fitar. –Está uma delicia, quem preparou? Você quem não foi, pois o seu sai horrível. –Zombou da minha cara.

-Olha só coroa, está muito feliz pro meu gosto heim. –Cair na brincadeira, nisso, ficamos como duas crianças, fazendo isso, coisa que ele não fez quando eu era criança. Stark se sentou e ficou encarando a mim e papai.

-Moleque, na sua idade se tu dirigisse uma palavra assim pro pai apanhava. –Papai disse, me fazendo rir mais ainda. Era incrível, a dor tinha passado e parecia que eu, tinha esquecido-se de meus problemas.

-Ru Ru. Quem vai me bater? –O desafiei, Stark me olhou chocado com que eu disse, não dei a mínima pra ele. Meu pai se levantou da cadeira e veio até a mim.

-Bom, eu não irei bater, mais farei algo pior. –Assim começou a sessão de cócegas, e eu detesto isso, eu cai no chão e sentia tanta dor na minha espinha e na barriga.

-Para, pai hahaha... para... por favor.... –Estava ficando sem fôlego e eu implorava pra ele não fazer mais isso.

-Viu quem manda aqui. –Disse satisfeito.

Apoie-me na cadeira, e levantei. –Não brinco mais contigo. –Peguei minha mochila e fui abraça-lo. –Pai to indo, valeu pela força. –E sai dali.

No meio do caminho, Stark veio dando passos apressados. Ele me chamou, nem dei atenção, sentir sua mão quente segurando em meu braço.

-Me solta! –Eu tirei minha mão da dele. E o encarei.

-Preciso conversar contigo. –Seus olhos percorriam pelo meu corpo, me analisando, e um pensamento malicioso passou pela minha mente, mais afastei logo.

-Eu não quero ouvir sua voz Stark. –Falei sério. –Pelo que você fez foi errado. –Acrescentei com raiva: -Tu merece é se ferrar nas mãos da Fernanda!!!

Parado, ele estava. Seus olhos sustentaram os meus, e novamente parecia que o tempo deu uma pausa, ele passou a mão na sobrancelha e riu. –E você é o santo da historia, Lucas me poupe né. –Sua voz era baixa e calma. –E eu, em momento algum correspondi o beijo de Davi, eu tinha ido ao banheiro e...

-Não quero saber nada, eu irei até ele. –Disse convicto.

Seus olhos brilharam e sua boca tremia. –Lucas, eu... eu... ainda... te... amo... –Sua voz estava tremula, eu percebi que ele estava tentando se manter, pra não demonstrar fraqueza.

-Se me amasse, não ficaria com a Fernanda. –Falei alterado e continuei andando, ele ficou me vendo indo a escola. Quando eu chego lá, não vejo nem Davi e nem Sula, inferno. Tinha decidido passar na casa de Davi, mais não, eu irei deixar isso ser resolvido com o tempo, algo me dizia, que aquele momento não era o exato.

A cena de Davi e Stark se repetia em minha mente, direto, por qual motivo ele beijaria Stark. Pensei, pensei e pensei.

O resultado? Nada!

Eu sou tão burro e fraco, que nem consigo chegar as minhas próprias conclusões, alguém está pondo que eu sou o assassino dos gays, Bruno virou meu amigo, Stark e eu nos separamos, meu melhor amigo beija o meu irmão-ex-namorado. Isso é confuso pra qualquer um. Minha vida é assim, sem pé, sem letra.

A aula estava horrível aquele dia, também, eu estava sem animação alguma. Não quis dar ouvidos para Stark, suas desculpas pra mim já bastava. Na hora do intervalo, avisto ele e Fernanda juntos, quando ela me ver, ele estava olhando pra frente e ela pra trás, nisso, ela segura o queixo dele com delicadeza, e o puxa para um beijo, ao qual ele correspondeu. Nisso, enquanto ela beijava ele, seus olhos fitavam-me, eu sabia que ela fazia aquilo de propósito.

-Vadia cobra. Tu me paga. –Sair dali bufando, nisso ela soltou ele, eu fui no banheiro mijar, e a cena novamente passou pela minha mente, inferno!!

À tarde, eu fui pra empresa ajudar papai. E tudo estava ocorrendo bem, e eu, vir Bruno.

-Lucas, vem cá. –Bruno me chamou, e eu fui, entramos numa sala. –E como anda sua relação com seu irmão? –Me perguntou.

-Acabou tudo, amor entre irmãos, não dar certo. –O corpo dele se arrepiou e eu percebi. –O que houve?

-Não gosto desse “amor entre irmãos”. Já ouvir falar muito sobre isso. –Meus olhos arregalaram.

- O que significa? –Perguntei duvidoso.

-Não sei Luh, o problema é que, devemos descobri o que realmente se passa nessa cidade. –Sua voz era enigmática.

-Certo, tu já ouviu falar em “mais que amigos e irmãos”?

Negou com a cabeça. –Sendo que vir algo parecido em algum lugar, não sei aonde! –Ele pausou, tentando pensar e ver onde ele viu isso. –Desculpa, mais eu tenho certeza que já ouvir em algum lugar mesmo. –Ele ficou tenso.

-Fica tranquilo. –O acalmei. Sair dali.

Quando eu estava indo pra casa, eu vir a Fernanda. Fui até ela, nervoso.

-Oi vadia. –Eu disse, ela levou um susto, estava sozinha na rua.

-Olha como tu fala comigo. –Gritou.

Eu segurei o pulso dela. –Não to gostando nada da sua atitude com Stark. –Falei com raiva, apertando mais minha mãe em seu pulso.

-Para, ta doendo seu bruto. –Ela gemeu. – E eu não fiz nada, aceite, ele me ama. E não a você, ele quis te usar, era tudo um jogo dele, tu acha que um homem daquele iria ter olhos pra você, ainda mais um viado que é o irmão dele.

-Sua piranha. –Minha mão automaticamente deu aplause na cara dela. O estalo foi alto, seu cabelo ficou bagunçado e quando ela virou o rosto pra mim, seus olhos estavam diferentes, violeta. Meu corpo se eriçou todo, como alguém poderia ficar com os olhos violeta? Impossível.

-Patético, tu sempre foi isso Luquinhas. –Disse ela, com a voz gutural que me deu medo. –Isso não fica assim, dessa vez vai ser diferente, eu irei ganhar e você, vai morrer.

-Isso é uma ameaça? Se for, estou morrendo de medo!

Saltei o pulso dela. –Entenda como você quiser, você apenas não quer aceitar que, ele tem olhos só pra mim, e não pra você. O que eu tenho pra dar a ele, tu não tem!!! –Sua risada era diabólica, a garota é maluca, só pode!

-Maníaca!! Bem que você sabe o que eu tenho pra dar a ele, é o amor. Algo que você jamais dará, tu apenas gosta da estética dele. Sua podre.

-Tem certeza disso? Ele me ama e eu o amo, simples. Assim forma um lindo casal. Com um final feliz. –O gente que ela falava era diferente, pronunciava as palavras lentamente e me encarava ao mesmo tempo.

-Eu vou conquistar ele novamente. –Eu disse. –O amor quebra barreiras. –Sim, esse era o meu mantra daqui pra frente.

-Louco você, isso deve ajuda-lo: “ Vocês tem que aprender a conviver um com o outro. Mais através de um erro grande, tudo irá acabar”. –Seu sorriso era vitorioso, e o meu caído. Aquela frase, como ela sabia. Eu fiquei piscando pra ela, sem acreditar no que ela acabou de dizer.

Meus olhos estavam arregalados, chegava até arder. –Como você sabe disso? –Minha voz estava trêmula e meu corpo parecia ter tomado um choque.

-Querido. Mistérios e mais mistérios. Nessa guerra, quem vence sou eu. Não deixarei isso acontecer, o amor de vocês dois, foi despedaçado. –Assim ela virou as costas pra mim.

-Vadia, isso não fica assim. –Fui andando atrás dela. Ela se virou.

-Acabou Lucas, aceite, tu perdeu. Vá conversar com ele, o amor entre irmãos não existe a tempo, podemos acrescentar, há séculos.

Olhei perplexo pra ela, o que ela queria dizer com isso? Há séculos? Essa garota não estava fazendo sentindo algum. Eu dei outro tapa, parecia que ela sabia que eu iria fazer isso com ela. –Bater em mulher é feio, Lucas fracassado.

Tirei minha mão dela, a energia que ela passava era negativa. E eu vir, em seus olhos, algo de ruim.

-Isso não fica assim, eu irei ir conversar com ele, tenho certeza que ele não me usou, que ele só fez isso porque era uma apostar e pra botar o viadinho no lugar.

Sair dali correndo, pra ir pra casa. Tinha que tirar essa historia a limpo, o que ela quis dizer com isso tudo realmente, eu fiquei confuso, eu deviria ainda conversa com Davi. Algo dentro de mim, dizia que parte do que ela disse, era verdade e outra não, mais qual parte? Quando adentro em casa, e vou procurar por Stark, aquilo não ficaria assim. Eu vir ele na cozinha.

-Preciso falar contigo, e tu irá me explicar tudinho. –Ele estava de costas pra mim, quando ele virou, eu levei um susto ao ver como seu rosto estavaCritiquem, comentem, tirem suas duvidas, deem notas, e perguntem...

O mistério da vida desse casal está preste a ser revelado. Podem ficar calmo, que eu irei esclarecer tudo que Fernanda disse pra Lucas, esse ta confuso sim, porque a vaca da Fernanda é toda misteriosa.

Fiz essa parte agora e nem teve como eu revisar, se tiver erros me desculpem, beijos meus anjos e até o próximo.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/04/2014 10:58:56
kkkkk é muito mistério mas, continuo amando e na expectativa.
23/04/2014 04:18:10
Legal
23/04/2014 00:37:39
Hum,cada vez melhor e mais misterioso continue.
22/04/2014 23:05:04
Quero ver você desenrolar essa história! Está tão confusa que se não for bem escrita, será decepcionante. Cuidado, autor! E estou muito curioso. E não faça uma história com cinquenta capítulos, ficará monótona. Dez com prazer até agora.
22/04/2014 20:45:51
É um amor mítico *-* adoro essas coisas kkkkkk isso tem a ver, sla, com histórias antigas!!!!
22/04/2014 20:40:56
ainda confuso




Online porn video at mobile phone


esposa fica brava amate gosa dentro xvidioSo mete movimha na pica duraporno ele para pra descansar da caminhada e pega morena agua e fode com elecomtos exitantesfacebok de rio das pedras jpa rjloirinhas da minha região, estou doidinho para acabar com seu sufrimento sexualcontos heroticos cuzinho da japinhavideo porno denovinha enfrento pau grandecontos eróticos cuzinho da mendigaVendedora gostosa do shoppingmulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosogarotinha na siririca no bicammorena de 58kg dando a bucetaconto erótico Dulce safadatrazei com minha vizinha d camizola na cozinha dela ponominha esposa e seus negoes comedores contoscontos com fotos de donas de casa normais sendo fudidas por varios homens e muleques pintudosDormindo e pai comendoxx.comconto erotico com o senhor ditaoconto erotico traicaochantagemcontos eróticos gosei no pal do sogro taradohomen toma banho de coeca pica fica dura mundobichahotmail muletodaContos erotico cdzinha cinemaconto de casada putavideos caseiros comendo esposa logo cedo videos para baixar escorrendo porrafoi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferrover vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger vai terque da pontocontos eroticos A Dama e o Bruto casa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaanythingchupeicontosso videos de xoxotas murchasincesto pai bota filha pequena no colo e ficar bolinando elaconto crente com fogo na bucetavideo de porou dirano vigidade da namorada vedtidoirma ve a outra de caucinha e ker chupar elameu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoEu e minha prima no motel eu disse que eu nao ia meter meu pau na sua buceta virgem mais eu meti meu pau na sua buceta virgem eu disse pra ela agora sua buceta nao e mais virgem conto eroticoconto eroticos variss garotinhas muito novinhacontos eroticos gaysogropeguei a minha sogra com u shortinho enterrado na bunda i comi u seu cu video pornoporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaoxvideo contos sexual espiando atras da portamulheres com shortinho curto rebolando no pau de fogueira de caçadorenfiou o nariz no cu da pưta com a buceta gozadamulheres chorando muito pedindocpra parar de botar no cucontos por causa do meu picao fude todas amigas da minha mãemolekes.pelados.com.a.rola.melada.de.espermacontos mae filho lambe cona esporradaNinfeta ansiosa para exprimentar negão de pissa grande e grosso e fica toda arrombadaconto erótico de mendingocontos eroticos estuprada pelo meu cunhadochantagiei e comi o viadinho magrinho contosporno paudentri da bucetaXvideo com a mulhe grita esperneia pra nao emtra na picaconto erotico curradaarrombadimhas ponoContos eróticos a gordinha e personal trainersou evangelica casada mas adoro da o cu pro meu visinho que vivi me comendoquero ver um filme pornô a mãe transando com filho e a mãe forçando para transar com ele pedindo para o fiscal na b***** dela que ela tá lindavídeo da mulher da bundona sentando na pica do menino lobocontos eroticos minha esposa no forroao entrar no quarto me deparo ela gozando muito sexo porno brasil spenfiou o nariz no cu da pưta com a buceta gozadacontos de mulher que da a buceta para mendingo chupar comer mamarfotos enfermeira gostosa pega rola pascientequitandeiro tarado pornoQuero comer seu cuzinho tenho local ferraz de vasconcelo liga no zapconto erotico com o senhor ditaofui encoxada pelo meu genro e n resisti meu marido liberaPauzundo entrando ate talo na buceta contosporno caseiro no vestiario da loja de.roupas da loja uma estranha olha muito pra o.meu.pauvideo cooelho mamano no homemm zoofiliaksalswing2011Menina pedendo cabaçoxxvideomulher transando na subida do Ilha Porchat São Vicenteirma durmindo e irmao enfia pinto na boca delaxviido cabelo novilnhaContos eroticos com fotos de podolatria chupando pes da prima dormindosadolecens safadas trazandona hora do sexo o que pode ser feito com o halls pretocontos de incesto cumadre