Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

MEU SOBRINHO TARADO ME FODEU GOSTOSO!

Autor: g7p
Categoria: Heterossexual
Data: 24/04/2014 07:43:17
Última revisão: 04/06/2014 17:10:01
Nota 9.95
Ler comentários (19) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola taradinhos e taradinhas do CDC, essa é mais uma historinha bem sacana e tesuda para gozarmos juntos sem moderação.

Meu nome é Sandra, tenho 30 anos e após descobrir o verdadeiro prazer sexual é que resolvi relatar como tudo isso aconteceu.

Sou a caçula de três irmãs e quase acabei ficando pra “titia” porque minhas irmãs se casaram novinhas, foram embora pra capital e tive que ficar pra ajudar a cuidar dos meus pais em uma pequena cidade do interior do Estado do Paraná.

Minhas irmãs são 10/11 anos mais velhas que eu e como os antigos sempre dizem, sou a raspa do tacho.

Minha mãe sempre comenta que nasci porque a pílula anticoncepcional era de maizena e falhou. RSS.

Depois que me tornei mocinha passei a ser uma garota bem assanhadinha e quando algum rapaz me paquerava bem faceira eu dava lado pra chegarem. Só que apesar de todo “fogo” que sentia não deixava nada mais que apenas alguns abraços e beijinhos rápidos.

Apesar de minha ignorância sexual meu corpo mostrava que deseja “algo mais” porque meus sonhos eram agitados e cheios de fantasias sexuais e quando acordava minha bucetinha virgem estava totalmente molhada e muitas vezes minha mão safada estava enfiada por baixo da calcinha bolinando deliciosamente meu grelinho teso e inchado.

Morar em uma cidade pequena não dava pra ser uma garota muito ousada porque rapidamente cairia na boca do povo e para ficar “mal falada” era facinho.

Aos 21 anos ainda era completamente virgem e também nunca tinha tido um namorado de verdade e quando já estava me conformando com minha solidão eis que surgiu em minha vida Roberto, um sitiante de uma cidade vizinha, que se engraçou comigo em uma festa junina da paróquia e logo me pediu em namoro.

Roberto tinha 30 anos, solteiro e apesar de não ser nenhum galã tinha um belo porte físico e acabei aceitando seu pedido de namoro.

Pra quem achava que iria ficar pra titia depois de apenas três meses de namoro Roberto me pediu em casamento e logicamente que aceitei.

Minhas irmãs já com sobrinhos adolescentes vieram no meu casamento e aconteceu um bela festa com churrasco e muita dança.

Vestida de noiva ao me olhar no espelho me senti uma bela mulher. Eu era uma falsa magra de 1.65 m, cinturinha fina e uma bunda bem arrebitada, seios pequenos em formato de peras e cabelos longos loiros. Minha boca tinha lábios grossos e era o que mais chamava a atenção em meu rosto principalmente quando passava batom de tons fortes que faziam ficarem ainda maiores e voluptuosos.

Meu futuro marido sempre comentava que tinha se engraçado comigo por causa dos meus lábios carnudos e tive certeza disso na nossa lua de mel porque a primeira coisa que ele fez quando chegamos ao motel onde iríamos passar a noite de núpcias foi me pedir pra chupar seu pau. Lógico que completamente tarada e louca pra perder o cabaço rapidinho fiz o que meu marido safado pediu só que o tesão dele era tanto que bastaram meia dúzia de mamadas no seu pau pra que enchesse minha boca sedenta de porra quentinha.

Só fui perder o cabacinho da buceta no outro dia porque meu marido depois de gozar na minha boca virou pro lado e apagou de vez.

Durante a festa ele tinha bebido bastante e não aguentou o tranco. RSS.

Quando ele acordou no outro dia, depois de um belo banho eu estava nuazinha deitada na cama esperando meu macho pra me fazer sua fêmea e quase nem senti dor quando o pau do meu marido deslizou pra dentro da minha bucetinha tesuda me desvirginando. Foi incrível descobrir que tive o orgasmo mais rápido do planeta. O calor de um pau dentro da minha bucetinha me deixou totalmente alucinada e me portei como uma puta experiente. Acho que a safadeza estava no DNA e meu marido até comentou que se não fosse pela quantidade de sangue que saíra do meu cabacinho quase nem dava pra acreditar que eu era totalmente virgem. Apesar da minha inexperiência ja tinha lido muitos livros e revistas sobre sexo e logicamente que depois de casada quis experimentar tudo que tinha direito. Adorei gozar pelo cu sendo comida de 4 no sofá da sala. Alias, gostava mais de transar no sofá do que na cama e muitas vezes quase fui surpreendida pelas visitas enquanto transava com meu marido na sala de casa.

Da mesma forma que o sexo começou com muita intensidade, rapidamente foi desacelerando e meu marido deixou de me procurar pra transar e quando decidi cobrar isso dele veio com a desculpa de muito cansado, que o sitio o deixava extenuado e dizia que iria ao medico pra ver o que tava acontecendo. Só que isso só era da boca pra fora porque pra ir com os amigos pescar, fazer churrascos e encher a “pança” de cerveja ai não tinha preguiça. Depois de alguns anos de casada sexo só acontecia no maximo duas vezes por mês e era sempre rapidinho.

Com certeza meu marido devia ter algum problema porque nunca tomei anticoncepcional e não fiquei grávida em 8 anos de casada.

Meu marido era praticamente um turista em nossa casa porque quando muito dormia em nossa cama duas ou três vezes por semana e nos outros dias ficavam no seu sitio mesmo. No começo isso me incomodava, mas depois me acostumei e até preferia fosse assim mesmo. Roberto muitas vezes chegava cheirando a bebida, não tomava banho e deitava na cama roncando como um porco.

O tempo passava devagar em nossa cidadezinha e o tédio tomava conta de tudo sem que nada pudesse ser feito pra mudar isso e acabei tendo que me conformar com a minha vidinha insípida e completamente sem graça.

Só minhas siriricas deliciosas diárias é que me davam momentos incríveis de prazer.

Nas férias as minhas irmãs junto com os maridos e filhos quase sempre vinham visitar nossos pais e ter minha casa cheia de gente era motivo de muita alegria. Minhas irmãs eram mulheres muito parideiras porque cada uma tinha 3 filhos.

Dos meus 6 sobrinhos dois eram homens e eles quando chegavam no sitio grudavam em mim toda hora me chamando pedindo alguma coisa. Lógico que sempre satisfazia os desejos dos garotos fazendo doces e bolos caseiros que eles adoravam.

Na divisa do sitio tinha um pequeno rio com uma linda cachoeira que era o divertimento do verão. Como tinha vários pés de frutas ao lado do lugar durante os dias de sol todos ficavam por la e até levavam uma churrasqueira pra assar carne.

Foi então que no penúltimo ano minhas irmãs resolveram ir para a praia nas férias de fim de ano e fiquei sem a visita deles e apesar da trabalheira que dava ter a casa cheia de gente até senti falta deles.

No ano seguinte uma das minhas irmãs resolveu viajar para o Nordeste junto com a família e a outra irmã pelo motivo de ter aberto um comercio não poderia viajar, mas ela me ligou dizendo que Bruno um dos meus queridos sobrinhos queria passar uma semana de férias no sitio e queria saber se podia mandar o rapaz.

Claro que fiquei feliz de ter a visita do meu querido sobrinho que vivia me bajulando dizendo que adorava ter uma tia boazinha como eu.

Quando fui buscar meu sobrinho Bruno na rodoviária quase nem o reconheci de tão diferente quanto da ultima vez que o tinha visto.

Ele havia mudado bastante em apenas 2 anos. Havia completado 17 anos e praticamente se tornara um homem.

Ele me abraçou forte beijando meu rosto dizendo que estava morrendo de saudades de sua tia maravilhosa.

O safado sabia como me agradar me enchendo de elogios e até chegarmos em casa fomos conversando animadamente.

-Bruno meu querido...fala pra tia o que você andou fazendo pra ficar com esse tamanho todo...você tinha a minha altura há 2 anos agora ta enorme desse jeito...tomou fermento é?

-bem...puxei meu pai na altura né...ele tem 1.80 m...e acho que vou até passar ele daqui uns meses...to com 1.77 m...agora quanto aos músculos to fazendo academia...to gostando deixar o corpo malhado...todos elogiam meu corpo.

-é...realmente meu sobrinho querido ta um gatão...garanto que as garotas devem cair matando em cima de você né?

-bem...realmente as garotas estão gostando...e eu também!

-hummm...pelo jeito cresceu de tamanho e também de safadeza né rapaz...cuidado hein...se não se cuidar vai me transformar em tia-avó!

-pode ficar tranqüila tia...sei me cuidar...não quero problemas desse tipo não!

-é...você é muito novo ainda...pra isso...melhor se prevenir mesmo! Mas...olhando pra você...deu até vontade de frequentar uma academia ...apesar de que nem sei se tem uma nessa cidade!

-claro que deve ter tia...toda cidade tem...principalmente as mulheres hj em dia querem ficar mais bonitas...mas...acho que a tia ainda não precisa se preocupar com isso...acho que você deve ser a tia mais linda da cidade...esta gatissima!

-hummm...depois disso você pode pedir o que quiser que faço pra vc...bolos...doces e mais alguma coisa...ultimamente não tenho ouvido muitos elogios!

Caímos em gargalhadas e assim que chegamos em casa Bruno disse que queria tomar um banho pra tirar o suor da viagem.

Depois de acomodá-lo em um dos quartos disse que podia entrar no chuveiro que iria pegar toalha pra ele.

Voltei quase em seguida e fui até a porta do banheiro pra pendurar a toalha e quando percebi que ela estava entreaberta, curiosa como toda mulher dei uma olhada no box e vi meu querido sobrinho Bruno no chuveiro de costas pra mim.

Seu corpo perfeito com coxas musculosas não tinha como não chamar a atenção e fiquei ali admirando aquele belo exemplar de rapaz.

Se eu já estava admirando meu sobrinho de costas quando ele se virou de frente tive uma surpresa incrível.

Bruno tinha uma pica enorme e grossa como só tinha visto em filmes ou revistas pornôs. Com certeza era quase o dobro do tamanho do meu marido e como ele estava com a cabeça toda cheia de espuma seus olhos estavam fechados e não notou minha presença. Fiquei boquiaberta admirando aquele pauzão maravilhoso. Bruno de vez em quando deslizava as mãos pelo corpo tirando a espuma e dava umas alisadas naquele pauzão que ao contato de suas mãos começou a ficar duro e em segundos ficou totalmente em riste. Quando se é jovem basta relar que já ficou duro como aço. Não consegui tirar os olhos daquela pica majestosa e em segundos imaginei qual seria a sensação de ter um daquele tamanho dentro da minha bucetinha apertadinha e quando me dei conta desses devaneios senti que comecei a ficar toda molhadinha e então recobrando um pouco da razão dei uma engolida na saliva e falei alto:

-Bruno...vou deixar a toalha dependurada na porta ta bom meu querido?

-obrigado tia...acho que vou demorar um pouco no banho...a água ta uma delicia...passei calor no ônibus...tava louco por um banho!

-fique a vontade querido...vou preparar um café bem gostoso pra meu sobrinho preferido!

Ate tentei sair dali sem olhar novamente no box do banheiro mas não consegui e mesmo com medo de meu sobrinho perceber que estava sendo observado dei uma olhada rápida e descobri porque o safadinho disse que ia demorar no banho. Bruno estava se masturbando forte e seu pauzão estava duro como aço. Sua mão deslizava naquele mastro com vontade e quando me dei conta minha mão tinha se enfiado por baixo do meu vestido e meu grelo teso era bolinado com força. Quando meu sobrinho deu um gemido alto e começou a ejacular gozei junto com ele. Os esguichos de porra de sua pica enorme parecia um vulcão em erupção.

Minha bucetinha também escorria gozo pelas pernas e eu tremia igual vara verde de tanto tesão que aquela situação havia me colocado.

Sai meio cambaleante do quarto e fui pra cozinha preparar a mesa do café da manhã que iria servir ao meu sobrinho e rapidamente fiz isso e então resolvi passar uma água no meu corpo que estava todo suado e principalmente a buceta completamente encharcada e escorrida.

A água fria escorrendo pelo meu corpo provocava arrepios deliciosos quando tocava minha bucetinha e ao deslizar os dedos entre os lábios da minha rachinha apertadinha senti meu grelo pulsar forte e logo em seguida sai do banho e comecei me enxugar.

Nem sei de onde surgiu a idéia, mas quando joguei a toalha úmida em cima da cama e ia pegar um vestido pra colocar e voltar pra cozinha decidi fazer uma loucura e me enrolando na toalha sai do quarto já pensando em uma desculpa por estar daquele jeito e quando entrei na cozinha meu sobrinho estava acabando de sentar na cadeira com uma camiseta colada ao corpo mostrando seus músculos e com um short de malha de academia e assim que me viu deu um sorriso e então falei:

-também tava com calor e como você disse que ia demorar no banho resolvi passar uma água no corpo...fiquei preocupada de ter deixado o fogão aceso e resolvi conferir...só me enrolei na toalha...mas já que você já ta aqui pode começar a tomar seu café meu querido! Fiz um monte de coisas que você gosta...pode comer que é tudo pra você!

-é...eu tava olhando as guloseimas tia...tem tanta coisa gostosa! Desse jeito quando voltar pra minha casa vou ter que malhar o dobro porque com certeza durante os dias que ficar aqui...acho que vou engordar! Mas...se a tia quiser colocar roupa eu espero pra tomarmos café juntos!

Lógico que percebi que ele adorou me ver só com a toalha enrolada no corpo e bem safadinha então falei:

-acho que vou ficar assim mesmo...só tem nos dois em casa mesmo...depois eu me visto...vamos tomar café então...acho que você deve ta com muita fome depois da viagem!

Quando me sentei à mesa de frente para meu sobrinho é que fui me dar conta que a coisa poderia ficar muito mais excitante.

A mesa era de vidro e apesar de muitos pratinhos, copos, xícaras e talheres certamente dava pra ver através dela e em segundos a safadeza tomou conta da minha mente e logo que sentei na cadeira abri um pouco as pernas e a toalha deslizou pros lados e boa parte das minhas coxas ficou a mostra.

Meu sobrinho não havia apenas crescido em tamanho porque assim que percebeu isso já deu uma ajeitada na cadeira pra ter uma visão melhor e isso acendeu de vez meu tesão. Não demorei quase nada pra abrir um pouco mais as pernas, eu queria me mostrar, era mais forte que qualquer pudor que pudesse existir em minha mente. E quando meus olhos notaram que o volume na frente daquele short justo começou a crescer a safadeza tomou conta de vez e senti minha bucetinha pulsar loucamente e então só pra fazer a coisa ficar mais gostosa me levantei da mesa e fui pegar alguma coisa na geladeira e então aproveitei pra dar uma folgada na ponta da toalha que a prendia acima dos seios e pra disfarçar peguei um pote de geleia e coloquei na mesa.

Meu arsenal de artimanhas aflorava em minha mente e toda safada deixei cair uma colher ao lado da mesa e quando me abaixei pra pegar deixei a tolha abrir bastante e minha bucetinha peludinha toda molhadinha apareceu por inteira para os olhos ávidos de meu sobrinho provocando nele o que eu mais desejava que era fazer seu pauzão enorme ficar bem duro dentro do short e o desenho se mostrar em todo seu esplendor. Meu grelinho tesudo já estava quase implorando pra ser tocado, mas o desejo de continuar naquela sacanagem deliciosa era incontrolável e voltei a me sentar na cadeira logicamente que sem qualquer cuidado em esconder nada. Eu fingia que não percebia que estava mostrando meu corpo praticamente nu e meu sobrinho entre um gole e outro de suco e uma mordida em alguma guloseima não tirava os olhos ávidos da minha bucetinha peludinha completamente encharcada que se mostrava em toda sua plenitude.

O volume no seu short era maravilhoso e instigante e a vontade de vê-lo pular pra fora era enorme e pra fechar aquele sacanagem deliciosa com chave de ouro veio logo em seguida. O celular do meu sobrinho tocou e como estava em cima da prateleira atrás de mim plugado na tomada carregando ele fez menção de se levantar e falei que pegava pra ele atender e me levantei. Toda safada deixei a ponta da toalha pronta pra se soltar e quando entreguei o aparelho pra ele a toalha deslizou pelo meu corpo e caiu no chão. Ele só falou um alô meio engasgado no celular e seus olhos arregalados subiam e desciam pelo meu corpo totalmente nu.

Fingindo algum recato tampei minha bucetinha com uma mão e com a outra peguei a toalha e sorrindo disse:

-nossa...que mico deixar a toalha cair...diante do meu sobrinho querido...ainda bem que estamos sozinhos em casa!

Meu sobrinho sem tirar os olhos dos meus seios e principalmente da minha bucetinha peludinha atendeu o celular rapidamente dando uma desculpa que estava ocupado e sorrindo disse:

-tia...pode pagar quantos micos quiser desse jeito...você tem um corpo maravilhoso...adorei!

Com um sorriso bem safado me enrolei lentamente na toalha e disse:

-que sobrinho mais safadinho hein...espero que não comente nada do que aconteceu...bico fechado hein!

Meu sobrinho não conseguiu se controlar e dando uma ajeitada no pauzão estufado no short com um sorriso malandro nos lábios disse:

-opa...claro que não vou falar pra ninguém que vi minha tia linda nuazinha...juro que não! Vou confessar uma coisa: da ultima vez que vim aqui passei em frente à janela do teu quarto, a cortina estava aberta e sem querer dei uma olhada pra dentro e a tia estava se trocando e fiquei assistindo escondido! Mas...hoje olhando bem de pertinho...foi muito melhor!

Aquele segredo que meu sobrinho acabara de contar-me fez descobrir que o safado já sentia tesão por mim a bastante tempo e isso acabou com qualquer resquício de pudor que pudesse existir e a puta adormecida que residia dentro de meu corpo desabrochou e disse:

-hummm...que sobrinho mais taradinho que eu tenho...então você gosta de ficar olhando mulheres nuas é? E pelo jeito não tem como você disfarçar né...ainda mais com uma cobra enorme como essa que tem ai dentro do short! Fala tudo pra mim...que eu quero saber!

Ele com um sorriso bem safado no rosto tornou pegar no pau por cima do short e disse:

-tia...na boa...ja vi algumas mulheres nuas...mas vc é demais...desde os 13/14 anos quando a gente ia à cachoeira e vc de biquíni eu ficava louquinho te olhando! Pronto...confessei tudo...não fique brava comigo!

Eu estava totalmente encharcada e meu grelinho pulsava forte e eu sabia que ia dar minha buceta peludinha pro meu sobrinho pauzudo e então toda tesuda peguei-o pela mão e disse:

-vem comigo querido...vamos pra sala...só vou ficar brava se você não me comer direitinho como eu gosto e to precisando...eu quero esse pauzão dentro da minha buceta...eu também te vi no banho batendo punheta...seu safado...to louca pra sentir ele dentro de mim!

A toalha sumiu do meu corpo em segundos e quando cheguei ao sofá meu sobrinho arrancou o short e aquele mastro enorme e grosso se mostrou em toda pujança e toda tesuda fiquei de 4 na e olhando pra trás disse:

-vem meu sobrinho tarado...tua tia vai ser sua puta...me fode todinha...me come sem dó!

Bruno apesar de jovem era decidido e rapidamente deu uma pincelada na minha rachinha melecada e encaixando na entradinha socou firme na minha bucetinha quase virgem de tanto que não era usada. Dei um grito quando aquele monstro abriu caminho entre as paredes da minha buceta tesuda. Me senti desvirginada de verdade. Bruno não teve dó mesmo e começou a meter como um louco. Aquele monstro entrava e saia com força da minha buceta que se dilatava todinha pra receber aquele macho e toda tesuda sussurrava:

-ahhh...isso...meu sobrinho...mete tudo...ahh...que pauzão gostoso...fode sua tia...seu tarado...me fodeeeeeeeee todinha!

O safado me segurava pelas ancas e socava com força todo tarado dizendo:

-ahhh tia...que buceta gostosa...deliciaa...rebola tia...que tesão...que gostosa...ahhh...rebola na minha pica sua safada...vou te comer o dia inteiroooooo...ahhh...isso rebola e goza na minha pica...ahhh!

Aquele pau grosso enorme dentro da minha bucetinha tesuda provocava espasmos e contrações incontroláveis e meus orgasmos eram intensos e copiosos, parecia que eu mijava de tanto que saia de dentro de mim.

Meu sobrinho metia sem parar e como tinha gozado no banho não parecia que ia gozar rápido e me entreguei ao prazer e pedia pra ser arrombada sem dó. Quando dei por mim o safado do meu sobrinho se aproveitando da minha entrega tirou o pau da minha bucetinha arrombada e encaixou no meu cuzinho todo melecado e sem frescura deu uma cravada bem forte. Gritei como uma louca de dor...meu cu estava sendo estuprado por aquele monstro cabeçudo e quando tentei sair fora eu estava totalmente subjugada e em segundos meu sobrinho tava totalmente colado com seu púbis na minha bunda e seu pauzão de cavalo atolado no meu cu. Ele então me segurando firme todo safado sussurrou:

-tia...deixa de onda sua safada...tenho certeza que vc já deu o cu antes...rebola no meu pau sua safada gostosa...da esse cuzinho gostoso pra mim...ahhh que cuzinho apertado...vou te comer bem gostoso...ahhh...adoro comer cuzinho...ahhh...deliciaaaaa!

Depois de alguns minutos que pareciam séculos de tanto que doía aquele pau de cavalo dentro do meu cu devagar a dor foi passando e não demorou pra que eu rebolasse como uma puta sendo enrabada pelo meu sobrinho tarado que socava com vontade dizendo:

-isso...assim...que tia mais safada...que eu tenho...gosta de dar o cu...ahhh...rebola que vou te foder ate vc não agüentar mais...eu adoro foder...que delicia...ahhh...goza no meu pau tia...goza gostoso na minha picaaa...ahhh!!!

Meu corpo tinha um orgasmo atrás do outro e me entreguei aos desejos daquele jovem pauzudo e tarado que se mostrava insaciável porque durante mais de hora fui comida em todas as posições e depois de ficar com o cuzinho arrombado e a bucetinha inchada meu sobrinho tirou o pau pra fora e todo tesudo disse:

-tia...quero gozar na sua boca gostosa...adoro gozar na boca...chupa minha pica...faz uma gulosa bem gostosa!

Nem precisou pedir duas vezes e em segundos aquela pica enorme e cabeçuda ia fundo na minha garganta e então meu sobrinho deu um berro e começou a ejacular. O safado tinha porra sobrando porque inundou minha boca quase me fazendo engasgar. Engoli toda a porra do meu sobrinho taradinho não deixando escapar nenhuma gotinha. Porra de rapaz jovem era uma delicia.

Tomamos banho juntos e o safadinho me confessou que já fazia mais de 6 meses que transava com sua professora de cursinho e também com a diarista que fazia limpeza 2 vezes por semana em sua casa. O taradinho já estava bem escolado em comer mulheres experientes.

Durante a semana que meu sobrinho ficou de férias em minha casa o safado me comia a toda hora, bastava olhar pra mim que já ficava de pauzão duro e minha bucetinha tesuda respondia aos seus desejos ficando toda molhadinha e já me aconchegava querendo macho.

Meu marido pra me deixar mais feliz quase nem apareceu em casa e pude aproveitar meu sobrinho a todo o momento.

Logicamente que meu sobrinho voltou a “visitar” a tia com muito mais assiduidade. Sempre que surgia um feriado prolongado ele vinha ver e sentir sua tia tarada que sabia ser uma puta bem safada do jeito que ele gostava, completíssima e sem frescuras.

Que delicia ser a puta de um sobrinho tarado e pauzudo como Bruno.

Se os taradinhos e taradinhas gostaram aqui estão os links de todos contos que já escrevi...leiam mais!!!!

http://sharoland-nn.ru/texto/Perdi o cabaço no dia do casamento e não foi com o noivo

http://sharoland-nn.ru/texto/Meu marido liberou e dei gostoso pro melhor amigo dele!

http://sharoland-nn.ru/texto/O namorado da minha mãe tirou meu cabacinho!

http://sharoland-nn.ru/texto/ Fui estuprada e gozei como nunca!

http://sharoland-nn.ru/texto/ O macho da minha mãe comeu minha bucetinha virgem.

http://sharoland-nn.ru/texto/Fui estuprada por um caralho enorme e gozei gostoso!

http://sharoland-nn.ru/texto/ O pai tarado da minha amiga arrombou minha buceta!

http://sharoland-nn.ru/texto/ Meu sobrinho tarado me fodeu gostoso.

critiquem ou elogiem, é de graça! RSS.

skype: nubia.ninfa

e-mail: [email protected]

Comentários

14/08/2016 15:11:07
Muito bom o conto por isso vou mandar um deis. Sou casado e morro de vontade de dar a bunda, apesar de não sentir atração por homem. Só sinto atração por picas. Gostaria muito de ser uma fêmea completa para outro macho e matar esse desejo escondido que tenho. Troca-troca tambem e bem vindo. Alguém interessado me mande mensagem... E-mail: [email protected]
09/02/2015 00:45:53
me masturbei agorinha me imaginando nessa situação!!!!! Q delicia!!!!
06/10/2014 17:48:21
SAFADEZA NOTA MIL.
05/07/2014 09:28:27
conto muito bom gozei lendo,parabens!
01/06/2014 15:15:03
era bOm si ñ tivessi fim
25/05/2014 20:36:31
muito bom seu conto, bati duas punhetas enquanto lia gozei muito imaginando ser eu que estava metendo em seu cuzinho.deliçia
12/05/2014 20:03:41
Excelente conto.... Nota 10 com louvor..
12/05/2014 09:37:25
Conto perfeito, muito exitante.
11/05/2014 16:22:12
Muito bom!
26/04/2014 00:56:52
Parabéns!! Belo conto. Fiquei com tremendo tesão e vontade de ter uma tia assim.
25/04/2014 23:23:31
o bm de ler esses contos de vc N.N, é q eu gozo gostoso. n pude evitar de meter 3 ddos na xota. [email protected]
24/04/2014 17:18:30
me mande uma foto do seu corpo dlç o e mail e [email protected]
24/04/2014 17:14:37
incrivel 10
24/04/2014 16:50:48
o conto é de quem ama o erotismo. estimula o tesão em qualquer um. dez!
24/04/2014 16:14:52
Maravilhoso.Muito bem escrito e excitante.
24/04/2014 14:09:55
ÓTIMO CONTO. NOTA 10
24/04/2014 13:59:34
Adorei esse conto safado. Tua sedução me deixou com tesao.
24/04/2014 10:05:40
Muito bom eu quero experimenta essa tia também
24/04/2014 09:13:44
Quer ser minha tia? Conto maravilhoso, parabéns gozei gostoso pensando em vc titia rsrs. Bjs do Cafajeste e espero uma visita sua em meus contos. Whatsapp

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


taradona nivinha loca pra dar oacuzin mas o pausudo nao esta dando conta de te comer num enta o cacetebotando o joelhinho em cima da mesa xvideosrelatos de chuva douradawww.contos eroticos cunhado caçula pauzudo come cu da cunhada gostosacontos eroticos de mulheres falando de pau pequeno e finoFilme potnou com muljetessexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota choragta em porno doido com um estranhoexistem homem com penis mais de 40cmquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortovideos porno amador fiz minha prima dos labios carnudos mim mamarMenina querendii dar a buceta xvideosporno gay com vendedor de pote e portamulher fazendo sexo e o cara comendo a bucetinha e o cuzinho dela empurrando a picona ela gemendo respirando fundo e ele empurra toda na bucetinha e filmando escondido ela vercontos minha esposa agazalhou um pal enorme no rabocomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticosVaqueiro fazendo sexo com a plaquinhaf***** pelos peões da obra contos eróticos gaysconto erotico enquadradinho 2015Comi o rabo sujo de bosta do Lukinha contos eróticos gaysconto erotico/gay asistindo percy jacksonhistoria de genro homem hetero transando com sogro homem heterocontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarnegao pausudo enfoorca a novinha enquanto fode elamijador mijo 2017 tesãocalça legui caladinha na casada xvideomulher bebada foi tamar banho e acordou ebgatada pelo cucoroa ponha cao para chupalaistoria da netinha qui o banhava lavando su cuirma ver a outra de calcinha e quer chupar elanovinha gostosa chupando até gozar na sexta-feira mas ainda continua na mãovidios porno d braziliras no concuso quem cosegi beber mais pora porno doidobritadeira sem limite xvidecontos gay Mandou eu esperar vestido de putinhagenro e sogra contov meninas 14aos 17 anus perdeno avirgindadevideos pornos de genros depilando sogra e n resiste fode elamulhe trazando com dois hemporno familha sacana opai bravo e afilhar virgemwilma dos flintstones trepandosexo explicito sogro de olho nanora de fio dentalfudi ela e o namorado delacontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriaReta do Pedreiro Hétero PeladoCONTOSPORNO.insetos.nenémwww.contoseroticos fui viola por um mega caralhudomama no caralho quando conduzo video pornoXapeleta grosa nucu da loira xvideocontos de sexo depilando a sogranamorada faz surpresa fc pelada mostra buceta bem gostosaxvidio porno zelado comi fazedeiranovinha com pouco pentelho contosconto na enchente comi a mulher do chefeflagrei mamae com irmaoContos sogra safada e fogoza seduz e se apaixona por seu genro e trasa eleajudinha da fucionaria do mercado xvideospeso d porrta gatinhamorena sendo arombada por rola de40centimetros entra todinhaconto erotico traicaochantagemcasa dos contos de nick malconpadrasto enganou novinha rachando no meio das pernas dele por empurrou a p***** todinha e gozou dentroginecologista gemendo baixinho pra ninguém escutar porno doidovídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o raboler conto erotico de deficientea gordinha morena kuduro dando para o negãoA garota acaba de colocar o vibrador e chega a irmã caçula na hora errada e faz ela ter seu momento de prazer contido e calado xvideossites porno contos eroticos de incesto mae ver o pau duro do filho fica com tesao com a buceta toda meladaxvideo chapeuzinho Vermelha no bosquecontus estupro de novinhasPorno contos mamaes iniciam suas bonequinhas no incesto todos juntinhos com papais dando leitinhos na camapodolatria contos professora gustavovideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroadoce nanda parte cinco contos eroticosvídeos pornô brasileiros com mais novinha proibido sussurrando no escurinho comoxvideo negao no branquinho esfolobaiano chupando clitori e falando besteiraspassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratis