Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Encoxando a mãe de uma aluna

Um conto erótico de Prof Victor
Categoria: Heterossexual
Data: 28/05/2014 11:42:14
Nota 10.00

Pra quem leu meus contos, esse conto não tem nada a ver com o Dominando a Mãe da Aluna, rsrsrs. Esse conto aconteceu comigo quando eu já estava em São Paulo. Também é um conto curto, devido à brevidade dos acontecimentos. Também gostaria de ressaltar que no momento em que escrevo esse conto o debate sobre o assunto está acalorado, espero não ofender ninguém posto que a minha parceira não se ofendeu.

Certa noite em São Paulo, eu peguei uma lotação para dar uma aula a noite e, para variar, lotada. Horário de pico é sempre assim. Um ponto após o meu entrou um bela morena, nada de espetacular, mas com seios fartos, cintura fina, bumbum avantajado, cabelo comprido, calça legging, barriga de fora, estilo piriguete, só que aparentava estar entre os 30 e 40 anos. A piriguete se espremeu do meu lado e assim fomos por alguns pontos.

Já na metade do caminho, a piriguete foi forçada a se espremer mais em mim, após uma reclamação com a tiazona que a havia empurrado, ela percebeu a nova situação, ela acabou ficando na minha frente. Como ela era mais baixa o encaixe foi perfeito. Ela me deu um sorriso amarelo que eu retribui. Tentei afastar um pouco meu quadril para não “molestar” a moça, mas o “balanço do busão” não cooperou com minha inocência, inevitavelmente meu membro encostava naquela bunda gostosa, as minhas tentativas de afastar se tornavam frustradas, pois com o movimento da lotação, eu acabava fazendo um gostoso vai e vem, meu pau ficou duro, parecia que ia furar minha calça.

A moça cheirosa na minha frente com aqueles cabelos longos me deixavam excitado, como sempre quis encoxar, mas tinha medo de ofender alguém, até então tinha apenas lido algumas coisas na internet sobre o assunto, comecei a reparar que a ela me dava sinais, descritos em uma comunidade sobre o assunto. Ela enrolou o cabelo e colocou pra frente mostrando a nuca me fazendo sentir um cheiro doce de perfume, encostou a mão na minha e não afastou e não tentou desviar nenhuma vez das minhas “investidas involuntárias”. Decidi então manter meu quadril firme, com meu membro rijo encostado no rabo da gostosa. A resposta foi positiva, o balanço agora não nos afastava, mas mantinha o vai e vem agora mais gostoso, senti que ela arrebitava a bunda na minha direção, a safada estava gostando. Aos poucos além de rebitar ela rebolava, passava as bandas da bunda no meu pau, e eu cravando no meio. Por pouco eu não gozava.

O roça roça foi rolando e a lotação esvaziando aos poucos, depois de um tempo ficaria difícil manter a brincadeira sem que alguém reparasse, quando chegou em um ponto que um monte de pessoas desceram tomei uma medida inesperada, eu mesmo fiquei surpreendido com a minha ação! Abracei a mulher pela cintura, e puxei ela mais perto do meu corpo! Assustados, aos poucos fomos nos acalmando e continuamos a brincadeira agora parecendo um casal. Juntei o corpo dela no meu aproveitei para amassar bem aqueles seios delicioso, aproximei dela e falei em seu ouvido “safada, gostosa!”, ela suspirou, gemeu como alguém que estava no limite da excitação, percebi que ela ofegava, o calor era extremamente intenso naquela ocasião, uma delicia. Sentir a barriga descoberta da gostosa me dava mais tesão, se tem algo que amo é umbigo de mulher, quase não conseguia segurar meu gozo, aos poucos fui me soltando mais, dizendo coisas mais pesadas como “cadela, safada!”, “quero foder sua buceta!”, “arrombar seu cuzinho”, ela não respondia apenas ofegava.

Infelizmente meu ponto se aproximava, até pensei em seguir ela até o ponto dela, mas imaginei que seria demais e poderia assustá-la.

- Tenho que descer vadia, passa seu telefone! - Ela gelou, ficou com uma cara de quem não sabia o que fazer achei estranho a reação, mas não insisti, dei um beijo na nuca dela e soltei, já indo em direção a porta de saída, quando terminei de descer o último degrau, percebi que ela estava atrás de mim! Fiquei extremamente surpreso!

- Ué! Veio atrás de mim!?

- Não é que eu moro por aqui mesmo... – Me respondeu com timidez...

- Que ótimo eu trabalho por aqui! – diante da minha resposta ela mordeu os lábios e pegou o celular na bolsa.

- Passa seu número pra mim? – imediatamente ditei o número pra ela, ela anotou e deu um toque no meu celular - pronto!

Depois que ela me deu um toque segurei ela pela cintura e dei-lhe um belo beijo, o beijo foi longo e com muita pegação, aproveitei e deixei minha mão boba liberada, apertava a bunda dela com gosto! Logo meu pau ficou duro de novo, levei a mão dela até ele, ele me olhou assustada, e pegou no meu mastro ali mesmo, no ponto de ônibus.

- Eu saio às onze do trabalho, quer fazer alguma coisa depois?

- Não posso meu bem, sou casada! Vou pra casa agora, se sair meu marido desconfia. Aliás, se eu demorar também, deixa que eu te dou um toque, ou você me dá quando você passar por aqui.

Demos mais um beijo bem quente e nos separamos. Tive dificuldades em dar aulas naquele dia, fiquei imaginando tudo que havia se passado, além disso precisava esconder o tesão, e as mulheres do EJA, não me davam muita paz. Apenas passei atividades na lousa e me sentei, antes que alguém percebesse meu pau duro. A história teria uma continuidade se não fosse o dia seguinte...

Eu dava aulas naquela escola nos períodos da tarde e noite, porém era dia de reunião de país. Esses dias são muito tranquilos, as aulas começam mais tarde, poucos pais comparecem facilitando nosso trabalho. Fiquei responsável por minha sala de coordenação. Aos poucos os pais foram chegando, porém eu gelei quando vi que minha companheira da aventura da noite passada entrou na sala, acompanhada da filha ainda. A filha era uma daquelas piriguetes que não ligam para nada, uma péssima aluna que provavelmente reprovaria no final do ano, bem menos gostosa que a mãe! A mãe veio mais comportada, exibia um decote firme e delicioso, mas não usava legging nem deixava mostrar o umbigo. Mesmo assim foi o suficiente pro meu pau subir. O desconforto de ambos era notável, passei as informações gerais para os pais e comecei o atendimento individual. Ela veio logo, parecia apressada e nervosa, cumprimentei ambas cordialmente, visivelmente mais calmo que ela, ela gaguejava ao tentar falar comigo, descasquei a aluna pra ela e ela saiu como um foguete da sala, nunca mais a vi.

A aluna não mudou nada, continuou desinteressada e realmente repetiu. A mãe nunca retornou minhas ligações infelizmente... no ano seguinte ela tirou a filha da escola... uma pena, mas enfim...

Espero que seja do agrado de vocês, além disso o tema “está” polêmico, mesmo assim achei que valia a pena publicar...

Meu e-mail: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/11/2017 18:50:14
Adorei o conto!
23/12/2016 07:51:10
Ótimo relato! Fiquei muito excitada! Apreciei a evolução sutil que você deu ao conto!
23/03/2016 22:23:55
Mto bom! Confesso que tenho vontade de encoxar uma gostosa, mas tenho receio de ser taxado de tarado ou coisa do tipo.
06/11/2015 23:09:53
17/03/2015 09:54:28
Zap zap nove meia quatro catorze meia quatro zero oito chama lá
28/05/2014 20:49:46
Gostei!
28/05/2014 14:29:33
Pelo descrito no conto não houve o indesejado assédio sexual e sim uma sacanagem de comum acordo, assim eu entendo que é tesão de ambas as partes.




Online porn video at mobile phone


eu. quero. ve. video. porno. com. menina. de. quize. ano. pegarno. carona. de. caminhaoconto erotico macho dominador convida amigos pra foder viadinho submissoconfesso chantagiei minha irmãzinha pra ela me masturbacontos minha esposa agazalhou um pal enorme no rabofilme porno fazemdeira dando pro piao dotadopapai e maninho me fuderao com seus pauzaos contospirocona na titiahttp//mulheres de camisola sem calcinha da.bucetinha peludinhasó os conjuntos regassado metendo gozando na bunda mais bonitaestava batendo punheta e os dois viu passei a rola neles porno gayNegao esculachando com moleque gostosoConto erotico meu cabaco arronvado pelo velho do pauzaosadina pelada motado a busetaentrequei minha vigidade pri maridi da minha tia contokid bengala com meno abuçeta de brazileriabaixar vídeos de irmao comendo a buceta linda e gostosa da irma depois que os paissaemsó os conjuntos regassado metendo gozando na bunda mais bonitaporno doido so chupança de buceta. com muita fomeas lesbicas maus fogozar do mesmo mundo fazendo sexy com cachorro ate ficar encantadohistorias de madrasta safadas com enteadovideo porno irmã bricano com seu imão e apiroca escurrega etrasexo na madrugada prudentinacontos eróticos de meninos novinhos sendo dopados e estrupadosporno gay de irmaos e primos quadruplominha mulher fodemdo com e olhando para mim com cara de safada gemendo gritando e chamando dizendo ta bom corno corninho ta vendo tua mulher semdo comida fudidaprofessora para niguei botar defeito tao gostoza pelada linda buceta greludaquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticoa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabobaixar vídeos de irmao comendo a buceta linda e gostosa da irma depois que os paissaemcontos eroticos ganhei um boquete no pokerbucetaazedinhamoça bonita lisinha dando em São Paulo sozinha correndo numulher passa margarina ela pelada e no cu bem gostosoistoria da netinha qui o banhava lavando su cuhigor safado xvidioconto erotico crente casada carente fica deslumbrada com tamanho rola de outroconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotaporno mae e filha transformadas em puta contochegando da balada bêbada e fazemos insetoComo se escreve “ manda video porno ” em ingleslidabucetapassando a mao no decote e chupando os peitosconto puta cacete rola xota trepada chupar cachorrasexo gay contos valentãoContos eroticos maniaco por seiosfudendo a matasrtavir minha sogra toda sex e acabei pequerando e fiz sexo com sogradois gatoto tarado xvidiovideos de sexo Dono de imóvel comendo o cu da inquilinafiume porno garoto senti tezao pela crentinhaengolindo porta no ônibus na viagemprimo entra no quarto da prima incente nova e tira ha calcinha dela dormindo pornoamigos d filho fpde mcu da minha.maeporno português putas gemendo e falando coisas escitantes.Contos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemirmão com insônia come irma pornoContos eroticos seios machucados tio sobrinhafamilia liberal conto eroticocontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmvideo porno a navinha criando corage a enfiar o pau do cavalo em sua bucetahistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherprimos se pegando e com mãoboba pornodoido.comfilha enventa de dormir na cama do pai ele nao aguenta gosa dentro da buceta delahomem fodenfo uma bezeraporno inventei um assalto para o comer minha mulhermostrar despedida de solteira dentro do clube da p****** todo mundo pelado mais tarde vídeo pornô completonu onibos lotado os homens se revezaram para me fuder e passar a maomulher com marido nabalada sarano outro pornoXVídeos a comadre de vestido bem curtinho com a boca fica do lado de fora no ônibuscoroas descuidando da calcinha e da bufeta gostosaconto erotico de irmao do meu colegar saradao mim comeu brutalmente gayquando beijo meu marido umagino que e uma bucetaContos eroticos.de filha ajudando paiconto erotico entiada se pasando por dificil mas pegando fogoencoxada bem arroxadaVideos de sexo brasileiro nem naceu cabelo na bucetinha virgem e ja ta metendo com pauzaocontos eroticos de mulheres de manauscontos corno beija pés humilhadovideos esposa convida a comadre pra fazer suruba com maridoconto eroticos transformando a santinha em depravadamarcelo strause aguilarConto erotico gay mão bobase masturbando com o cu enpenadoirma esta lendo livro começei a lisar ela ate comer o rabo dela pornopedreiros caminhoneiros e peões de obras c********* comendo v******* contos eróticos gaysGisele bundchen mostrando sua buceta inchadaporno gay de irmaos e primos quadruplohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherFelipe e Guilherme- Amor em Londred