Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Mamãe trouxe um Macho pra tirar meu cabacinho!

Categoria: Grupal
Data: 02/06/2014 09:00:29
Última revisão: 21/09/2014 21:12:55
Nota 9.77
Ler comentários (24) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Aos 17 anos um acontecimento trágico aconteceu na minha pequena família provocando mudanças incríveis em nossas vidas.

Meu pai era um homem de temperamento violento e ao se envolver em uma discussão de transito acabou sendo assassinado.

Apesar de sentirmos a perda de um ente querido rapidamente a vida teve que voltar ao normal e se antes desse acontecimento eu e mamãe éramos bem amigas, depois disso isso se acentuou muito mais.

Minha mãe apesar de sempre ter sido apenas uma dona de casa durante os 19 anos de casamento era uma mulher inteligente e não demorou a tomar a rédea dos negócios que meu pai deixara.

Meu pai era proprietário de uma imobiliária conceituada na cidade e durante sua vida conseguiu adquirir vários imóveis que eram alugados e isso nos proporcionou uma excelente renda mensal podendo ter uma vida bem tranqüila quanto ao assunto dinheiro.

Solange era o nome de mamãe e aos 37 anos era uma mulher muito bonita, só que quando estava casada com meu pai por ele ser um homem muito ciumento não a deixava usar roupas justas ou que chamassem a atenção dos homens e por esse motivo sempre se mostrou uma mulher extremamente recatada.

Isso também aconteceu comigo porque meu pai também não deixava usar mini-saiais e shorts curtos de jeito nenhum e vivia comentando que filha dele não podia ficar parecendo “biscate”. Minhas amigas de colégio viviam zombando de mim dizendo que eu parecia uma garota “crente”, porque além dos meus cabelos serem bem compridos, as saias também quase chegavam aos tornozelos.

Na verdade eu e mamãe sempre tivemos nossa sexualidade e nossa beleza bastante reprimida pela postura machista do meu falecido pai.

Como em um passe de mágica depois de apenas dois meses de luto mamãe durante o jantar disse que no outro dia iríamos juntas ao shopping fazer compras e que iria aposentar de vez nossas roupas sem graça e que tudo iria mudar dali pra frente e essa mudança foi rápida e total.

Mamãe quando ia trabalhar na imobiliária se vestia bem discretamente com saias e casaquinhos sérios, mas quando saíamos para os shoppings ou pra alguma festa a mudança era completamente radical. Seus vestidinhos de malha eram curtíssimos e completamente grudados no corpo e seus saltos altos evidenciavam ainda mais sua bunda arrebitada. Os cabelos que antes eram louros escuros passou a ser loira platinada chamando a atenção de todos.

Quando minhas colegas do colégio começaram a me ver de mini-saias e tops com a barriguinha de fora pararam de me zoar e passaram a me elogiar dizendo que até que enfim havia me transformado em uma garota “normal”.

Logo que comecei a usar mini-saias me senti quase nua com minhas pernas de fora, mas depois que os garotos começaram a mexer comigo me chamando de gostosa, tesão, delicia e outros adjetivos fiquei me achando. Hehe!

Sexualmente eu era praticamente analfabeta em quase tudo, sabia apenas o que fora ensinado nas aulas de educação sexual do colégio. De sacanagem mesmo a única coisa que havia descoberto a pouquíssimo tempo era que esfregar o sabonete na minha bucetinha peluda durante os banhos era uma coisa deliciosa que fazia meu corpo tremer que nem vara verde e quando o calor subia pela minha coluna até o cérebro até dava pra sentir meu coração pulsar no meu grelinho teso e inchado. Meus instintos faziam meus dedos ágeis bolinarem forte meu grelinho me proporcionando um prazer intenso sem saber direito ainda o que eram todas aquelas sensações maravilhosas.

Mamãe e eu tínhamos corpos parecidos tanto no formato quanto na altura e não demorou pra que uma usasse as roupas da outra.

Ao olhar mamãe de mini-saia curtinha aos 37 anos ela me parecia mais periguete que muitas garotas jovens. Dava pra notar que ela adorava mostrar seu corpo sensual e quando íamos comprar roupas novas no shopping e eu experimentava algum vestidinho ou saia ela sempre me incentivava a comprar sempre a mais curtinha e sexy e sorrindo dizia:

-Vera minha filha, vc já tem quase 18 anos, jovem e linda, tem mais é que mostrar esse corpo maravilhoso que a mamãe ajudou a fazer e se mostrar toda gostosa mesmo, deixar as amigas morrendo de inveja. Agora que não temos mais seu pai pra podar a gente vamos aproveitar todo o tempo perdido! RSS!

Depois de uns dias ao entrar no quarto de mamãe e encontrá-la se enxugando após o banho logo reparei que sua bucetinha não tinha nenhum pelinho e então sorri dizendo:

-mamãe...também quero minha bucetinha igual a sua...lisinha...achei linda...super fofa! Hehe!

-Ta bom...vou marcar horário no salão pra vc...sua invejosa! RSS!

-Nossa...olhando pra sua bucetinha assim sem nenhum pelinho...adorei...a minha é tão cabeluda...nunca gostei dela assim...quando faço xixi...senão enxugar ou lavar fica cheirinho. Pode marcar mesmo...quero depilar o mais rápido possível!

-hummm...to vendo que minha linda filhinha...ta querendo cuidar da bucetinha...deixar lisinha...cheirosa...bonita...pelo jeito deve ter algum machinho rondando por ai né sua safadinha? Conta pra mamãe!

-kkkkk...claro que não...ainda não...juro...se tivesse te falava...logico que antes quando usava aquelas roupas feiosas que o pai obrigava a usar...dificilmente algum garoto olhava pra mim...agora tem um monte que fica mexendo comigo...mas eu ainda nem beijei nenhum...mas ando com muita vontade...acho que não vai demorar pra isso acontecer! Hehe!

-é...pelo jeito agora ta tendo um bando de machinhos querendo pegar minha linda filhinha...e depois que vc depilar a bucetinha pode ter certeza que o tesão vai aumentar! Só queria te falar uma coisa querida...se for fazer alguma safadeza mais ousada...me avisa pra te dar anticoncepcional...não quero virar avó agora de jeito nenhum...tá bom?

-mamãe...apesar de completamente virgem de tudo eu não sou tonta...fique tranqüila! No colégio as aulas de educação sexual e prevenção de doenças são bem explicitas...só não aprende quem não quer...ou for muito burra! Hehe!

Caímos em risadas e olhando pra minha mãe linda e completamente nua diante de mim, logo me veio à cabeça se depois que papai tinha falecido ela já tinha transado com outro homem e até fiquei tentada a lhe perguntar, mas ai o telefone tocou e como teve que atender resolvi deixar minha curiosidade para outra oportunidade.

No outro dia me levou ao salão de beleza e a depiladora deixou minha bucetinha virgem completamente lisinha e como tínhamos sido convidadas pra uma festa aproveitei pra dar um trato nos meus cabelos e deixá-los ainda mais bonitos e iguais da mamãe.

Mãe e filha loiríssimas e lindas.

A festa era em uma chácara de eventos muito bonita perto da cidade e estava repleta de convidados e logo depois que chegamos um rapaz bonitinho me chamou pra dançar e depois de alguns minutos saímos da pista e fomos conversar em um lugar mais “calmo” e escuro. Logo ele me agarrou e me deu um beijo de tirar o fôlego. Fiquei sem reação no momento, porém logo correspondi enroscando minha língua na dele. O safadinho quando sentiu que correspondi ao beijo me puxou de encontro ao seu corpo e suas mãos espertas deslizaram pelo meu corpo que se incendiou em poucos segundos. Senti algo bem duro cutucando minha bucetinha por cima do meu vestidinho de malha fino e me deixei levar por aquelas sensações deliciosas. Minha bucetinha virgem depiladinha encharcou por completo molhando minha calcinha fio dental enterrada no meio das minhas coxas.

Foi então que uma garota chegou falando alto e dando uns tapas no rapaz. Era a namoradinha dele brava com o chifre que estava levando.

Ele puxou ela pelo braço e levou-a embora e fiquei ali sozinha sem graça.

Meu primeiro beijo tinha sido interrompido bem na hora que a coisa ia pegar fogo de vez e então resolvi voltar pra pista de dança da festa e logo tive uma surpresa incrível quando resolvi cortar caminho entre as arvores e me deparei com minha linda mãe beijando um homem.

Apesar da pouca luz a reconheci por causa do vestido dourado que brilhava muito e logo notei que a safada não estava só beijando o homem. Ela estava com uma das pernas apoiada em um galho caído e ele no meio delas dava pra notar perfeitamente que ele fazia movimentos que estava metendo na buceta da mamãe que já gemia sem pudor. Rapidinho me escondi e os gemidos se tornaram mais fortes e logo escutei mamãe sussurrar toda safada:

-não goza dentro de mim...senão fica ruim pra mim voltar pra festa...tira e goza na minha boca...me da sua porra...seu safado gostoso!

Em segundos minha linda mãe estava de joelhos diante daquele homem e apesar de não dar pra ver direito escutei o gemido mais alto dele gozando e enchendo a boca da mamãe de porra.

Minha bucetinha que já estava encharcada dos amassos do rapaz virou uma lagoa e deu pra sentir que escorria pelas minhas coxas.

O homem depois de gozar, se ajeitou e foi embora deixando minha mãe pra trás e em seguida toda sacana resolvi pregar uma peça na minha querida mãe e saindo detrás dos galhos disse:

-que mãe mais safada que eu tenho...dando a bucetinha no meio do mato é...sua tarada? Hehe!

Minha mãe levou um tremendo susto, mas quando viu que era eu deu um sorriso e disse:

-Vera sua tonta...onde já se viu ficar seguindo sua mãe pra ver ela transar...não sabia que vc gostava disso...sua maluca...que susto levei!

Eu abracei-a sorrindo e disse que tinha sido sem querer e que também tinha ido pra o escurinho dar uns amassos em um rapaz e que a namorada tinha acabado com a minha festinha particular e como duas amigas voltamos pra junto das pessoas.

Mamãe foi ficar com suas amigas e voltei a dançar e me divertir só que depois de quase uma hora vi mamãe conversando com um moreno bem forte. Os dois conversavam bem animados e quando notei que eles estavam saindo sorrateiramente da festa meu sexto sentido me disse que mamãe ia aprontar safadeza de novo e resolvi seguir o “casal”.

Devagarzinho pra não ser notada logo encontrei mamãe e o moreno fortão no meio do mato e em segundos a coisa tava pegando legal e era uma transa mais quente. Mamãe estava apoiada em um tronco com o vestido levantado com a bunda empinada e engatada atrás dela o moreno socava com força seu pau na bucetinha dela que gemia toda tesuda sussurrando:

-isso...mete...mete seu safado...mete com força esse caralho gostoso...ahhh....que pau grosso delicioso...me come...me fode...toda...ahhhh!

Todo tarado o moreno sussurrava:

-rebola sua cadela...rebola esse rabo que vou te foder gostoso...ahhh...que buceta apertada...rebola na minha pica sua vadia...ahhh...da gostoso pro teu macho...goza na minha pica sua cadela loira....ahhhh!

Meus dedos em segundos estavam enfiados por baixo da calcinha bolinando meu grelo teso e super inchado e quando os gemidos de prazer se tornaram mais intensos gozei copiosamente como nunca tinha acontecido. Quase desfaleci de tanto tesão assistindo minha mãe sendo comida por aquele moreno e deu pra ver que o safado tinha um pau bem grande que fazia minha mãe gemer que nem louca!

Minha mãe gozou um monte de vezes e eu bem escondidinha assistindo a tudo também e até perdi as contas de quantos orgasmos tive.

A safada fez a mesma coisa que havia feito com o outro homem pedindo pra ele gozar na boca dela e dessa vez deu pra ver com mais nitidez que minha mãe sabia como mamar em uma pica de macho. A tarada engoliu tudinho sem deixar escapar nadinha. Hehe!

Foi uma surpresa incrível descobrir que minha linda e querida mãe era uma puta fácil e uma devoradora de machos.

Eles voltaram pra festa e eu também, porém quando minha mãe ficou sozinha não perdi a oportunidade de pegar no pé dela sobre suas safadezas naquela noite e quando voltamos pra nossa casa à conversa foi muito mais reveladora do que podia imaginar.

Mamãe me contou que durante vários anos tinha sido fiel ao meu pai, mas depois que ele por ciúmes passou a espancá-la resolveu que a cada surra que levava descontava em chifres dando pra todo macho que aparecia pela frente e tinha sido tantos que tinha perdido a conta. Depois que ficou viúva então resolveu assumir de vez a puta que sempre foi e gostava de ser.

Minha querida mãe me confessou ser uma ninfomaníaca incorrigível e adorava dar a buceta para vários machos praticamente todos os dias. Se o homem tivesse atitude de macho a levava pra cama, pro sofá ou pro “mato” facinho.

Quase nem dava pra acreditar no que minha mãe me contou sobre sua vida oculta. Sempre achei que ela era quase uma santa. Hehe!

As férias de fim de ano estavam chegando e também meu aniversário de 18 aninhos.

Eu brincava dizendo que depois que atingisse a maioridade poderia frequentar e conhecer todos os motéis da cidade.

Depois daquele rapaz da festa fiquei com mais dois safadinhos.

Com um deles fui ao cinema, beijei muito, deixei-o bolinar minha bucetinha e peguei no pau dele só que ele gozou rápido demais.

Com o outro também foi rápido só que bem mais excitante. Estava na casa de uma amiga assistindo um filme com muitas cenas eróticas e o irmão dela chegou da rua e acabou ficando junto com a gente. Assim que o filme terminou minha amiga disse que ia tomar banho e me deixou ali com seu irmão e não demorou quase nada pra começarmos a nos beijar e quando ele tirou o pau pra fora e com uma carinha de safado pediu pra eu chupar me lembrei da mamãe fazendo isso e em segundos comecei a mamar nele. O pau não era grande, mas estava todo babado na cabeça e quando senti o gosto e o cheiro minha bucetinha virgem melecou por inteira e mamei como um bebe esfomeado. Acho que fiz com tanta volúpia que o rapaz não conseguiu se controlar e depois de apenas algumas mamadas gozou um monte enchendo minha boquinha gulosa de porra.

Adorei ter feito aquilo e gozei sem nem me tocar só sentindo aquele leitinho quente descendo pela na minha garganta.

Depois de mamãe abriu o jogo confessando que era uma ninfomaníaca deixou seus pudores de lado e quando ia sair pra suas putarias toda safada dizia:

-Vera minha filha...não me espere pro jantar...hj to tão tarada que vou sair à caça de uns machos bem gostosos pra me fazer gozar gostoso!

Foi então que mamãe surgiu com uma novidade inesperada e que iria provocar muitas mudanças.

Já era mais de meia noite quando cheguei em casa e comecei a assistir um filme na TV do meu quarto.

Foi então que escutei uns barulhos estranhos que vinham da sala resolvi ver o que estava acontecendo.

Como no verão sempre dormia completamente nua nem me preocupei em vestir algo e sai pelo corredor dos quartos e quando entrei na sala dei de cara com minha mãe só de calcinha sentada de frente no colo de um moreno forte sem camisa e se beijavam com vontade.

Quando depois de alguns segundos ao perceber minha presença ela continuando abraçada no pescoço do homem sorriu dizendo:

-Vera minha filha...eu liguei pra te avisar que estava vindo com um amigo pra casa...mas acho que vc deixou teu celular desligado!

So então me toquei que estava nuazinha diante daquele homem estranho e a única reação que tive foi tampar minha bucetinha com uma das mãos e com a outra ocultar os biquinhos dos seios e então meio sem graça disse:

-é...tinha acabado a bateria do meu celular...eu tava na casa da minha amiga Soninha...boa noite pra vcs...então...desculpe atrapalhar!

Virei de costas e sai rebolando minha bunda empinada de volta pro meu quarto depois de pagar um mico como aquele. Hehe!

Minha mãe já tinha trazido outros dois machos pra casa pra dormir com ela, mas nem cheguei a ver o rosto de nenhum deles.

O tal sujeito tinha um olhar safado e deu pra sentir que ele não tirou os olhos da minha bucetinha virgem quando surgi nuazinha na sala.

Voltei a assistir o filme e quase em seguida mamãe entrou só de calcinha no meu quarto, sentou do meu lado na cama e disse:

-espero que não tenha ficada chateada com o que aconteceu querida...eu tentei te avisar que estava trazendo um homem pra casa! Vc sabe que sua mamãe é muito impulsiva principalmente quando ta cheia de tesão!

Dei um sorriso e peguei na mão dela e toda carinhosa disse:

-claro que não mamãe...vc é uma mãe incrível e maravilhosa...vc pode tudo...eu escutei barulhos na sala...mas...nem me toquei em vestir algo e apareci peladinha...e acabei mostrando tudinho pra um desconhecido! Hehe!

-não se preocupe com isso filhota linda...garanto que o safado do Max deve ter adorado ver uma moça linda como vc nuazinha! Já que esta tudo bem então...deixa sua mãe se divertir...to louca de vontade de sentir o pauzão enorme que o safado tem entre as pernas...nossa...vou adorar ter a minha buceta arrombada essa noite! RSS!

-é...tão grande assim mamãe? Então é por isso que vc ta com essa cara de tarada?

-Vera minha filha...vou te falar a verdade...é enorme...grossão e cabeçudo...nossa...acho que esse vai acalmar meu tesão!

-que mãe tarada a minha...depois não adianta reclamar se ficar com a buceta larga...sua doida...Hehe!

-que nada tolinha...buceta quanto mais pau entra nela fica mais inchada e apertadinha...a minha parece de virgem!

Cai em risos com a conversa sacana da minha mãe e na hora me veio uma loucura na cabeça e disse:

-mamãe...ja que vc ta mais tarada hj...podia deixar a porta do seu quarto aberta...pra eu assistir...igual naquela festa que vc deu pra dois!

Mamãe se levantou da cama, tirou a calcinha, jogou na minha cara, sorriu bem safada e saiu rebolando sua bunda empinada sem dizer nada. Com certeza minha mãe era uma mulher surpreendente e completamente fora dos padrões e pelo jeito ficava cada vez mais ousada.

Voltei a assistir o filme na TV, mas não demorou quase nada pra que eu começasse a escutar gemidos e gritinhos de prazer da minha mãe tarada e muito curiosa levantei da cama e sai pelo corredor já procurando ver se a porta do quarto dela estava aberta e fiquei toda decepcionada ao constatar que estava fechada.

Só que logo em seguida percebi que os gemidos não vinham de dentro do quarto e sim da sala e de pé em pé cheguei até la e me deparei com uma cena incrível. Minha mãe estava de 4 em uma poltrona e o tal de Max estava de pé atrás dela e a segurava pelos cabelos e metia com força seu cacete da bucetinha da mamãe que tomada pelo tesão gemia e urrava de prazer sussurrando:

-ahhh...que pau delicioso...me arregaça tarado gostoso...mete tudo...quero gozar nesse pauzão enorme....ahhh...deliciaaaaaaa...fode minha buceta seu cachorro...ahhh...me fode gostoso...mete tudoooo...quero gozar muito...ahhh...que macho gostoso!

A TV da sala tava ligada em um canal erótico e como o abajur da mesinha ao lado do sofá estava acessa dava pra ver quase tudo em detalhes e percebi que ia assistir uma trepada deliciosa ali bem diante dos meus olhos e o tal de Max todo tarado segurando minha mãe pelos cabelos com uma das mãos com a outra aplicou dois tapas fortes na bunda de mamãe dizendo todo macho:

-rebola sua cadela...da essa buceta pro teu macho...vou deixar essa buceta inchada...vou te arrombar sua puta vadia...ahhh...que puta safada...ahh...mexe esse rabo vagabunda...teu macho ta te fodendo...gostosa...ahhh!

Minha mãe parecia em transe sentindo aquele macho engatado atrás dela socando sem dó até o talo e de vez em quando aplicando uns tapas na bunda dela. Ela gemia e jogava o corpo pra trás querendo ser comida com força e sussurrava:

-mete...com força...soca tudo...ahhh...gosto assim...macho de verdade...arregaça minha buceta seu cachorro...ahhh...vou gozar...vou...ahhh!

Minha bucetinha virgem estava até escorrendo assistindo aquela trepada selvagem escondida atrás de uma coluna. Eu tinha saído do quarto nuazinha e meus dedos bolinavam forte meu grelo e precisei morder os lábios pra não gritar quando gozei junto com minha mãe.

Quando Max tirou o pau da buceta da mamãe e se sentou na poltrona quase não dava pra acreditar que aquele monstro estava todinho dentro dela, era grosso como um braço e tinha uma cabeçona que parecia um cogumelo e ele então disse:

-vem vagabunda...quero vc espetada na minha pica...senta de frente sua puta tarada...quero te comer assim agora...vem cavalgar na picona do teu macho...sua cadela viciada...vem logo...quero essa buceta engolindo minha pica!

Mamãe era uma puta bem mandada e em segundos colocou um pé de cada lado do corpão daquele macho dominante encaixou a cabeçona da pica na entradinha da buceta e soltou o corpo bem devagar e foi engolindo cada centímetro daquele pauzão descomunal.

Ela gritou de prazer e toda tesuda sussurrava:

-ahhh...que pau fantástico...vou me acabar nessa pica...que delicia...ahhh...quero dar a noite inteira pra vc...meu macho gostoso...come a sua puta...hj quero ser sua fêmea escrava...abusa...me fode toda...ahhhh!

Mamãe passou a cavalgar como uma louca espetada naquela pica majestosa e a cada 2/3 minutos ela gritava dizendo que estava gozando!

Meus gozos também se multiplicavam nos meus dedos e meu grelinho tinha dobrado de tamanho e parecia que estava pegando fogo de tão quente. Minha bucetinha virgem expelia tanto gozo que pingava no chão.

Depois de mamãe cavalgar durante vários minutos naquele pauzão ele fez ela se levantar e disse todo tesudo:

-chega sua vagabunda...quero vc ajoelhada chupando minha pica...teu macho quer gozar na sua boca de puta...chupa...cadela!

Ela toda submissa se ajoelhou entre as coxas daquele macho moreno e ele batia com o pauzão no rosto dela sussurrando:

-põe a língua pra fora cadela...lambe o pau do teu cachorrão tarado...ahhh...adoro puta ajoelhada chupando minha pica...ahhh...isso...agora engole tudo vadia...chupa teu macho que vou te dar minha porra...ahhh...isso...assim...chupa teu macho vadiaaaa!

Mamãe tinha uma garganta profunda porque ele segurava sua nuca e até a fazia engasgar algumas vezes e depois de alguns minutos ele todo tarado tirou o pau da boca e começou a esguichar porra no rosto dela e disse todo macho:

-lambe cadela...engole a porra do teu macho vagabunda....lambe tudo senão vou ter dar uns tapas nesse rosto de puta...ahhh!

Mamãe puxava com os dedos aquela porra que escorria pelo seu rosto e enfiava em sua boca gemendo e demostrando que fazia tudo aquilo com muito prazer. O safado gemia e se deliciava com aquela submissão total da minha linda mamãe tarada.

Minhas pernas tremiam e quase nem conseguia parar em pé e quando notei que eles se levantaram do sofá rapidinho voltei pro meu quarto me deitei na minha cama e dava pra sentir perfeitamente meu coração querendo sair pela boca de tantas emoções e prazeres.

Depois de alguns minutos me acalmei, mas nem levantei da cama pra tomar um banho e adormeci em seguida e só acordei no outro dia de manhã deitada de bruços. Foi incrível que ao despertar a primeira coisa que me veio em minha mente foram as cenas de sexo quente da noite anterior e meus dedinhos ágeis já se enfiaram entre as minhas pernas bolinando meu grelinho teso e gozei em poucos segundos.

Na verdade eu queria e desejava loucamente que o macho pauzudo da minha mãe também fosse o meu primeiro macho.

Que tesão louco estava tomando conta do meu corpo e logo em seguida me levantei, tomei um banho delicioso e após colocar uma mini-saia curtinha de babadinhos e uma camisetinha, sai do quarto e fui pra cozinha preparar o café. Nem coloquei calcinha.

Mamãe e seu macho pauzudo ainda não tinham acordado e então preparei o café bem tranqüila e assim que terminei mamãe surgiu na cozinha toda sorridente e me abraçando toda feliz me beijou no rosto dizendo:

-bom dia minha filha...deixei o Max tomando banho e vim pra cozinha fazer o café e já encontro tudo prontinho...que maravilha...amanheci com uma fome de leoa...gastei muitas energias essa noite!

Mamãe só estava com uma camiseta por cima de seu corpo e assim que se sentou na cadeira já notei que também não tinha colocado calcinha e então resolvi fazer uma brincadeira sacana dizendo:

-to vendo que nem colocou calcinha hj...a buceta ficou muito inchada ou já ta pronta pra dar de novo pro moreno pauzudo?

Mamãe deu um sorriso safado, deu uma mordida na torrada com geleia e depois de tomar um copo de suco respondeu:

-minha filha...vou te confessar uma coisa...fazia muito tempo que eu não gozava tanto na minha vida...que macho gostoso que arrumei...e só pra vc saber...o Max me acordou com aquele cacetão atolado na minha bucetinha e me comeu muito gostoso logo cedo...e como ele ta de férias...não vou deixá-lo ir embora...vou querer bem mais!

-mamãe...fiquei de cara ontem assistindo vc dando pra ele...deu até medo ver o tamanho da pica dele...achei que sua bucetinha ia ficar arrombada pra sempre...nossa...é muito grandão! Hehe!

Mamãe deu uma gargalhada bem safada, levantou a camiseta, abriu as pernas e mostrou sua bucetinha branquinha inchada e disse:

-sua tolinha...ta vendo...minha bucetinha quando fica um pouco inchada...acho que fica mais bonita...buceta de mulher tarada aguenta pauzão de macho de verdade...adorei dar pra aquele safado...me comeu do jeito que eu gosto! Mas...me fala sua safadinha...pelo jeito acho que vc gostou bem mais de ter assistido sua mamãe transar com o Max do que daquele dia da festa né?

-claro que sim...foi muito mais quente...adorei muito...e deu pra assistir tudo em detalhes...foi uma delicia! Mamãe...vc é muito louca e tarada!

Mamãe estava mesmo com fome porque em poucos minutos devorou uma boa parte das guloseimas que havia colocado na mesa e nossos risos de safadezas foram interrompidos quando Max chegou na cozinha e achei engraçado ele estar vestido com um roupão de seda azul da mamãe e depois de dizer bom dia pra já pegou uma xícara de café e começou a tomar.

Max era um homem muito forte cheio de músculos além de mais alto e o roupão ficou bem curto deixando suas coxas grossas aparecendo e quando ele se sentou na cadeira ao lado da mamãe comecei a imaginar que talvez ele estivesse sem cueca.

Logo em seguida minha mãe veio com mais uma surpresa dizendo:

-Vera minha filha...o Max foi transferido pra nossa cidade e esta morando em um hotel e então resolvi convidá-lo pra ficar em nossa casa enquanto procura um AP pra morar em definitivo...espero que vc aprove o que eu fiz!

-mamãe...vc sabe que eu aprovo tudo que vc faz incondicionalmente...se vc quer...ta tudo bem!

Sentei-me à mesa e tomamos café juntos conversando banalidades.

O olhar daquele homem era penetrante e ao mesmo tempo intimidador e logo em seguida me levantei e fui lavar os talheres deixando o casal sentado tomando goles de café. Na pia e de costas pra eles comecei a lavar a louça e então o telefone tocou e mamãe foi atender.

Senti o olhar do Max atrás de mim nas minhas coxas todas de fora e no meu bumbum que dava aquelas reboladinhas características quando se esfrega alguma coisa na pia e só pra conferir isso me virei rapidamente pra pegar xícara que mamãe estava tomando café e vi que o macho da minha mãe era realmente muito safado porque estava com as mãos trançadas atrás do pescoço admirando meu corpinho. Ele nem se preocupou em disfarçar e quando cheguei ao lado da mesa pra tirar o restante dos talheres e xícaras pra lavar não teve como não reparar que o seu roupão estava semi-aberto e aquele pauzão enorme estava quase todo de fora e completamente duro. Por alguns intermináveis segundos fiquei ali estática olhando pra ele e então dei sorrisinho voltando pra pia e em seguida mamãe veio até a porta da cozinha com o telefone na mão e disse:

-Max...agora que já saciei a minha fome...vou tomar meu banho e depois iremos no seu hotel buscar suas coisas e também passar na imobiliária...preciso assinar uns papéis...ta bom querido?

Ele virou o pescoço, olhou pra mamãe e disse:

-claro querida...pode tomar seu banho tranqüila...vou ficar aqui com sua filha...ajudá-la a enxugar os talheres.

Dava pra sentir minha bucetinha toda molhadinha só pensando aquele pauzão enorme quase duro e imaginando que ele tinha ficado duro daquele jeito olhando pra minha bundinha arrebitada rebolando na pia.

Meu sexto sentido de putinha desabrochando me dizia que ia acontecer muitas coisas “deliciosas” dali pra frente.

Assim que mamãe saiu comecei a passar um pano úmido na mesa bem ao lado do macho da mamãe pra dar outra conferida no pauzão do safado e vi que estava completamente duro. Minha bucetinha até piscou quando olhei em detalhes aquele pauzão bem pertinho de mim e toda safada dei uma inclinada “caprichando” na limpeza da mesa e em segundos senti uma mão forte subindo pelos minhas coxas e logo tinha dois dedos brincando com meu grelo. Minha bucetinha estava completamente encharcada e toda putinha sussurrei:

-Max...como vc é tarado...comeu mamãe a noite inteira...e agora fica bolinando minha bucetinha virgem...vou ser obrigada a gritar pra mamãe vir me socorrer!

Mas então mostrou que não gostava de frescuras e todo tarado pegou meu braço me puxando com força e quando me dei conta estava sentada no colo daquele macho e aquele pauzão enorme e cabeçudo deslizava entre minhas coxas.

Ele me segurou pelos quadris e todo macho disse:

-sinta o caralho do macho que vai te comer sua putinha...vc é uma cadelinha tarada igual tua mãe...vou adorar tirar esse cabaço...fala sua putinha safada...quer que eu também seja seu macho?

Minha saia estava enrolada na cintura e a blusinha Max arrancou em segundos e quando senti o calor avassalador daquele pauzão cabeçudo na portinha toda encharcada da minha bucetinha virgem muito tesuda sussurrei safada:

-ahhh...que delicia...quero...quero...quero sentir o que mãe sentiu...com esse pauzão dentro da buceta...me come...agora...seu tarado!

Max se levantou da cadeira da cozinha comigo dependurada em seu pescoço e me levou até a sala se sentou no sofá e segurando aquele pauzão na entrada da minha bucetinha virgem sussurrou todo macho:

-dá esse cabacinho pra mim sua cadela...vou arrombar essa buceta de puta...do jeito que vc ta sonhando desde ontem a noite quando me viu fodendo a cadela tarada da sua mãe...agora...vem putinha...solta esse corpo...pra sentir o caralho do teu macho te fazer uma puta de verdade...da essa buceta pro teu macho...sua vadiazinha tesuda...ahhh...ahhh...safada!

Max segurou firme meus quadris e foi me puxando contra seu corpo. Ele era um macho determinado e em segundos aquela cabeçona babada abrindo caminho entre os lábios da minha bucetinha virgem tesuda e em milésimos de segundos fui descabaçada.

Meu cabaço foi arrombado sem dó e quando gritei sendo arrombada Max não deixou levantar nenhum centímetro e só parou de me puxar de encontro ao seu corpo quando minha bucetinha colou em seu púbis.

Me sentia rasgada ao meio e gritei como uma louca e então recebi a primeira lição de um macho dominador porque ele me segurou pelos cabelos e puxando meu rosto pra trás me deu 2 tapas na cara e todo macho sussurrou:

-cala a boca vagabunda...para de gritar que era isso que vc tava querendo...meu caralho ta inteirinho dentro da tua buceta...agora deixa de frescura e mostra que vc é uma puta safada igual tua mãe...quero vc rebolando no meu caralho...ahhh...chega de frescura cadela...mexe esse corpinho que vou te foder gostoso...ahhhh!

A dor era intensa e eu choramingava depois que levei os tapas, porém como num passe de mágica após algum tempo o calor da minha buceta arrombada chegou ao meu cérebro e percebi que tinha me transformado em mulher de verdade e o tesão tomou conta do meu corpo e em poucos segundos fiz tudo que aquele macho pauzudo desejava e comecei a cavalgar igual tinha visto mamãe fazer. Eu segurava no seu pescoço gemendo alto e me entreguei ao prazer. Não consegui segurar um grito alto quando gozei pela primeira vez com aquele caralho enorme completamente enterrado na minha bucetinha.

Os orgasmos se sucediam sem controle e meu corpo pertencia por inteiro a aquele macho tarado que abusava como queria de mim.

Quando abri os olhos dei de cara com minha mãe nuazinha sentada ao lado assistindo a tudo com um sorriso de cumplicidade.

Ter minha mãe puta ali do lado fez aumentar meu tesão e gritei como uma louca gozando copiosamente mais uma vez.

Minha respiração era ofegante e até me faltava ar de tantas emoções que estava vivendo e quando Max me tirou de cima dele é que percebi que tinha saído bastante sangue do meu cabaço estourado. Fiquei recostada no sofá ao lado de mamãe que toda carinhosa passou a mão no meu rosto e disse pra eu ir tomar um banho pra me recuperar de vez.

Quando me levantei minha mãe foi colocada de 4 no sofá por aquele macho pauzudo e já começou a foder a buceta dela dizendo:

-ahhh que delicia de putas...tirei o cabaço da filha putinha e agora vou foder a buceta da mãe putona...agora é a sua vez cadela...ahh!

Mamãe era uma puta que gemia alto sem pudor e Max encheu sua bunda de tapas a fazendo rebolar bem gostoso e a safada sussurrava:

-mete tudo...seu FDP tarado...ahhh...soca com força...que eu adoro macho pauzudo na minha buceta tesuda...mete...mete FDP tarado!

Minha buceta arrombada e ensanguentada já começava a dar sinais que queria macho novamente e rapidamente fui para o banheiro e quando entrei debaixo do chuveiro e a água gelada escorreu pelo meu corpo e tocou na minha bucetinha senti um choquinho delicioso e quando passei o sabonete é que fui notar que os lábios estavam completamente inchados e meu grelinho teso despontava entre eles.

Não demorei muito no banho e rapidinho voltei encontrando mamãe ajoelhada entre as coxas do macho tarado lambendo e chupando aquele caralho enorme e cabeçudo e assim que ela me viu deu um sorrisinho safado e sussurrou:

-vem filhinha...falta terminar o que vc começou...vem que o nosso macho pauzudo adora gozar na boca das putinhas...vem chupar junto comigo...tomar leite de macho...na fonte...estava te esperando...hummm!

Nem pisquei e me ajoelhei ao lado da mamãe que logo me deu aquele mastro pra lamber e chupar...uma de cado lado se deliciando...o safado taradão batia com ele em nossas bochechas e toda taradinha eu tentava engolir o Maximo que podia daquele caralho imenso!

Em poucos minutos Max deu um urro e começou a ejacular como um cavalo reprodutor.

Eu e mamãe dividíamos aquela porra fervente que parecia um vulcão em erupção engolindo deliciosamente.

Nossos rostos estavam melecados de porra que não conseguimos engolir e mamãe toda tarada sussurrou nos meus ouvidos:

-tudo que ta acontecendo eu preparei pra ti...minha filhinha putinha e taradinha...foi meu presente de aniversário dos teus 18 anos...um macho de verdade pra sua bucetinha tesuda aprender de vez o que é bom...e eu vi que vc adorou...agora deixa que a mamãe vai terminar e te deixar limpinha...tirar a porra do nosso macho do teu rostinho lindo...relaxa que eu sei que vc vai gostar muito...putinha!

Mamãe me fez deitar no tapete e começou a lamber a porra do meu rosto bem devagar e também fiz a mesma coisa com seu rosto tão melecado quanto o meu. Quando nossos lábios se tocaram em segundos a língua esperta de mamãe se enfiou dentro da minha boca e nossas línguas se enroscaram e um beijo cheio de volúpia se consumou e quando me dei conta ela já bolinava meu grelo teso e inchado. Um gozo copioso e completamente diferente chegou forte e meu corpo tremulou por inteiro e quase em seguida a boca da mamãe desceu pela minha barriga e minhas coxas foram afastadas e sua boca quente colou na minha bucetinha recém desvirginada e meu grelinho foi sugado com um volúpia incontida e não demorou quase nada pra eu gritar e gozar na boca dela.

Minha mãe me fez gozar com uma intensidade que não achei que pudesse existir.

Se tudo era muito louco em seguida ficou ainda mais porque depois disso ela veio por cima de mim e toda tesuda colocou sua bucetinha na minha boca e sussurrou completamente tesuda:

-faz bem gostoso...quero gozar na boquinha da minha filhinha putinha...chupa bem gostoso...faz sua mãe gozar...me lambe todinha!

Fiz o que meu instinto de putinha tarada mandava e em pouco tempo foi a vez de mamãe dar um grito e gozar copiosamente.

Dava pra sentir o liquido sendo expelido pela sua bucetinha tesuda escorrendo pela minha língua e chegando a minha garganta sedenta.

Max sentado no sofá se deliciava com as duas putinhas se pegando e gozando no tapete.

Depois de um banho demorado e revigorante fomos pro quarto da mamãe e a sacanagem voltou ainda mais intensa.

Eu queria muito mais e minha mãe também era uma ninfomaníaca insaciável e como tínhamos um belo exemplar de macho pauzudo pra saciar a fome de duas putinhas sempre prontas para o prazer a coisa continuou quente durante muito tempo.

Essa historinha sacana e deliciosa me foi contada pela minha amiga Vera e resolvi dividir com vocês para que gozem gostoso comigo!

Skype: vanessinha-pstvamos tentar dinovo?

Comentários

10/03/2018 02:18:19
Delicia de Conto!!! Adorei os detalhes, muito bem escritos e claro que a nota é 10! entre em contato!!! [email protected] para trocarmos Whatsapp !!!
27/12/2016 17:10:37
Muito bom...
10/07/2016 21:33:26
SEX SACIONAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! MIL!
25/04/2016 23:08:57
Delícia de conto.
09/07/2015 22:55:35
Mais um conto sensacional e muito excitante!
19/02/2015 23:37:42
Delicia de conto, excitante, delícia de conto,parabéns! Beijos e parabéns, muito excitante, nota dez. leia meus contos
05/12/2014 12:03:27
Gozei lendo esse relato. Nota !!!!!
14/10/2014 21:33:47
estou encantado, gozei tres vezes lendo esse delicioso conto
14/10/2014 10:09:51
Gozei gostoso lendo, delicia mesmp qieria eu ter um max pra me foder agora
01/09/2014 23:29:36
Que delicia de conto me deu uma vontade louca de chupar uma buceta e enfiar meu pau de 19 centimetros todinho dentro dela sem dó nem piedade, delicioso este conto Vanessinha.
09/07/2014 17:59:46
Ruivinha add meu whats
09/07/2014 17:52:13
Parabéns foi perfect muito bom :)
25/06/2014 18:04:19
ótimo conto.. muito bom. quiser conversar .. Whatsapp
25/06/2014 09:56:12
otimo vee se nos vonta mais da Vera ...
22/06/2014 12:26:09
Delicia. Parabéns pelo conto!
21/06/2014 19:06:44
MUITO BOM !
20/06/2014 18:49:49
Ao digo uma coisa: punheta agora
12/06/2014 00:16:16
delícia de conto,parabéns!!!
07/06/2014 21:46:40
Por que "vc"? É tão fácil escrever "você" ( o word até acentua automaticamente). Visite meu blog: quiquinha12.blogspot.com.br
05/06/2014 18:51:06
perfeito isso. nota 10...e aqui eu pesso um favor queridos.alguem sabe onde encontro o autor de "menina perversa"? valeu.
02/06/2014 21:57:41
..
02/06/2014 15:14:44
Nossa,,meu sonho é comer mae e filinha assim, q tezao, gozei lendo seu conto, add meu whats
02/06/2014 14:54:17
nossa perfeita... amei o conto..
02/06/2014 11:44:34
Demais, ótimo relato só podia ser 10!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijamulheres prendeno o bico do seio com prendedor xvideocontos eróticos a aposta da esposakero.buctacontos eroticos de mulheres de manausoi sou casada bati o carro do meu marido pra ele nao sabe levei na oficina mais nao tinha dinheiro contos eroticospastora bucetuda de fil dentalrickcafajeste30.blogcasa dos contos dei meu cu e meu xoxotao inchado por rola sou putona taradaperdeno as prega saino bosta caseiropornô mãe usina puheta mãopeladas passando margarina uma na outromulherer pediu mais piroca mais nao rinha mais e endiou a mao ate o corovelo pornoamigos do meu noivo me arombaram na sua despedida de solteiro contos eroticosvideo fazendo dp pra sartisfaze o maridocontos eróticos vovó transando com cavalosendo lascada por maquina do caralhiscontos eróticos fiz sexo por acaso com minha tiasexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciacontos sex fui enrrabado na adolescencia e gameicontoseróticospublicadosemvídeo de putaria as baixinha índia gostosa pronto para tocar de ouvidonegao da rola gigante com menina burguesinhacasada aquenta a pica do negao que parece um jumento e corno asistegozando dentro elas brigampornodoido pesso para dormir por que tenho medo de trovõesvideo fazendo dp pra sartisfaze o maridovideo de sexo narido xifrado com a comlhada escolamoça bonita lisinha dando em São Paulo sozinha correndo nubaixando GTA tomando banho no banheiro tocando siririca eu não aguentei e ajudei ela comendo elaConto erotico gay traficante funkContofeminino de dara xana pra caesputa adora trepar squirthomens maduros de barba peladoscontos eroticos tesao no filhofazendo empregada gozarmachos da periferia marentos na punhetasogra en siste para o geiro comele em vidio pronovídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadocomedor de mulher alheia nu apanhamae beba fas fiho chupa putariabrasileirasexocazeiro onibofizemos sexo bi com um estranho contoXvideosarretadacontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriamulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocaacordei galada de tanto gemer sonhei com uma ponba que me fez gemer video porno baixararromba meu c* que é para quando o c**** chegar em casa meu c* tá toda arrumadinha XVídeoscontos eróticos mamãe deixa novinha com padrastoeu. quero. ve. video. porno. com. menina. de. quize. ano. pegarno. carona. de. caminhaoxoxotas em perigo cabaçomamae nao suporta rola do amante na bucetavídeos amador de homem tirando a calcinha da mulher no ônibus e ela fingindo que tá dormindoperdeno as prega saino bosta caseirocaete na porca pornoquiz da a bucetinha com 10 aninhos pra mim com 51 anos meti com vontade contosgta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaloirinha perguntava se fodia gostoso xvideosestava batendo punheta e os dois viu passei a rola neles porno gaypinto na bucetado novinho enfiando so a pontinha depois com força depois uma bela chupada na cabeca do pintoconto de casada putacontos eroticos pastor comedor de mulher casadasexybemmaisContos eróticos mulher do pastor dominou e humilhou minha esposa100 foto de mulher em fiado a mao na bucetawww.seduçao e satisfaçao porno incesto italianoflagante de sexo com patricinha de carangolafilhadorme.e.pai.enfrega.pica.na.buceta.delacontos meu cunhado tinha um pau gigante e eu quis experimentarvidios travetis nao aguetaojhuly dormindo de calcinha xvideosVer foto de homem enfiando a mao dentro drento da vagina da mulherzoofilia com animais iniciaçaoO vizinho safado do 205pilates sacana com minha esposa contoconto de novinha tomando nas coxasMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!dona cely eo caseiro tom contos eróticoscontoseróticospublicadosempunindo escrava sadomasoquismovanessinha casada e putinha/quadrinhosviu a fofinha dormindo pelada e arrombou ela pornocomendo cu da sogra da minha sobrinha contosquero ver vídeo de novinha mostrando a b***** patinho que rola patinho de rola b*****doce nanda parte cinco contos eroticosvideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiaconvecendo o enteado novinho le da o culevei minha mulher ao medico pausudo e ele comeu ela na minha frentebaxinha cochuda casada vingando xvideos