Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu "primo" hétero #11 (Rompimentos, separações e recomeços...)

Categoria: Homossexual
Data: 28/08/2014 22:08:57
Última revisão: 15/10/2014 14:43:22
Nota 9.86
Assuntos: Homossexual, Gay, Amor, Romance
Ler comentários (14) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

“A vida não é um conto de fadas... Pra termos finais felizes precisamos de um príncipe! Mas eu não o conheço, e eu estou longe de ser um.”

Com o tempo o nosso relacionamento foi se desgastando, eu e ele não tínhamos mais o mesmo contato que antes, quando estávamos juntos era só pra transar, não tínhamos mais a mesma cumplicidade e afinidade de antes, quase nem sabíamos como foi o dia do outro, então eu decidi terminar, mesmo sobre muitas lagrimas, gritos, promessas e pedidos de desculpas.

Eu até mostraria toda a cena de como terminamos, mas eu não quero chorar kk’s Sempre que me lembro eu choro, então, é melhor só ficar no passado, mesmo ainda o amando eu precisava deixar tudo isso no passado, eu me amo em primeiro lugar e sentir meu coração doer de saudades deles é a pior sensação do mundo.

Diferente do que eu pensei nós não voltamos a ser como antes, não viramos inimigos, mas também não nos tornamos amiguinhos, nos falávamos e conversávamos, mas sem a mesma cumplicidade de antes, meus pais ficaram chateados quando souberam, mas deixaram a decisão em nossas mãos.

Eu sentia muita falta dele, mas mesmo assim eu nãopensava em voltarmos, eu não tinha em mente ter outro relacionamento, afinal, eu nem tinha tempo pra isso kk’s.

-Esta cansado? – Disse Kelly, minha amiga, ela trabalhava comigo na loja.

-Muito... E o expediente mal começou! Menina, pelo menos hoje o movimento tá fraco! – Gente, eu tenho que bater palmas pra quem trabalha em shopping e ainda é simpático, porque cansa muito, muito mesmo, além do mais tem uns clientes que querem dar uma de agressivos, mas eu dou uma de favelado e a marra deles acaba, é chefe exigindo mais vendas, só falta deixar a gente pelado na loja pra chamar mais cliente kk’s Mas a única parte boa em trabalhar no shopping são os seguranças, porque é cada um menino, ahh um mais gostoso que o outro.

-Pois é, e além do mais... Menino, que homem é aquele? Foda-se! – Disse ela olhando um cara que passou com um menininho no colo. – Eu é que queria um papai desses, vou escrever na blusa “Me adote!”.

-Kkk’s Tu é uma piranha de cabaret! Mas ele é um gos-to-so mesmo! – Disse eu indo até o balcão e dobrando umas roupas que os clientes provaram e não dobraram, a maioria faz isso, tem até uns educadíssimos que dobram as roupas depois de usar! Esses eu quase beijo na boca de tão agradecido kk’s

-Olha quem esta vindo aê... – Disse ela vindo pra perto de mim, eu olhei pra porta e vi o vendedor da “Centauro” que tinha em frente a minha loja, não tinha falado antes, mas eu sou vendedor na “Maha Man” é uma loja de roupas masculinas e com o desconto de funcionário toda a semana eu entulho meu guarda roupas kk’s Meu pai reclama, mas é com o meu dinheiro né?

-Eu vi, o que tem? – Disse eu voltando a me concentrar na roupa.

-Não se faça de inocente piranha kk’s Todos os dias ele vem aqui, olha as roupas e não leva nada! E sempre é você que ele pede pra mostrar as roupas, fica fazendo gracinha e você bem que gosta!

-Kkk’s Que bobagem! Ele é um fofo, mas ele não esta interessado em mim!

-Menino, você só não é mais cego porque eu estou aqui pra abrir teus lindos olhinhos e... Vai lá logo porque ele esta toda hora olhando pra cá! – Disse ela dando uma tapa na minha bunda, tirando as roupas da minha mão e começando a dobrar.

Eu fui caminhando até ele, juro por Deus que antes da Kelly me dizer aquilo eu nem sentia nada em relação a ele, só ficava puto por ele olhar todas as roupas e não levar porra nenhuma, mas agora eu estava super nervoso indo na direção dele que quando me viu abriu um sorriso super simpático, cheguei perto dele e pude sentir seu perfume.

-Eaê, gostou de alguma coisa? – Disse eu sorrindo.

-Gostei, mas não da pra comprar o que eu gostei... – Disse ele me olhando de cima a baixo, mas como eu sou um lerdo, nem me liguei no que ele disse.

-Não tem problema, nós parcelamos em todos os cartões sem juros! – Disse eu.

-É... Davi não é?

-É, mas eu não sei seu nome! Kk’s

-É Victor, eu trabalho aqui na Centauro. – Disse ele sorrindo, Victor até que não é de se jogar fora, moreno, corpo normal, cabelo cortado bem baixinho, piercing no nariz, um pouco mais alto, um garoto normal, sem atrativos especiais, mas ele tem um sorriso lindo, eu sou tarado por sorrisos kkk’s.

-Pois é, eu sei!

-Você esta cheiroso, que perfume é esse?

-Ahh Obrigado... – Disse eu sentindo meu rosto corar. – Chama Alpha.

-Gostei, será que vende aqui no Shopping? - Disse ele se aproximando de mim e suspirando.

-Não sei, eu ganhei do meu ex. – Se ele quer jogar, amor, vamos jogar!

-Sinto muito.

-Não sinta, nós continuamos amigos!

-É legal continuar amigo de um ex, mas o atual pode ficar com ciúmes né?

-Só se o atual não tiver auto confiança! Porque pegar ex namorado é igual comer quentinha requentada, é a mesma coisa, mas já não é tão gostoso quanto antes!

-Kkk’s Gostei dessa! Olha, já esta quase na hora do meu intervalo, e sei lá, você quer ir tomar uma casquinha comigo, lá na Praça de alimentação mesmo, só se você quiser!

-Agora? – Disse eu.

-Só se você quiser! –Disse ele.

-Querer eu quero, mas eu não sei se posso, agora é o almoço da Kelly, vou pedir pra ela trocar, espera aqui! – Disse eu andando até ela.

-Hmm, o papinho esta bom né? – Disse ela atrás do balcão.

-Bom até demais, amiga, eu sei que agora é o seu intervalo, mas ele esta me chamando pra tomar um sorvete, você troca comigo hoje? Por favor gatinha!

-Claro amor, eu sempre preferi o seu horário por ser quando o “self service” coloca comida fresca na bancada e...

-Isso é muito interessante amiga, mas agora eu vou lá! Valeu gostosa... – Disse eu dando um selinho nela.

-Hmm, só com um selinho eu já senti seus lábios são gostosinhos, bem quentinhos... kk’s

-Ahh nojenta kk’s Beijo lésbico não! – Disse eu rindo e indo em direção ao Victor que estava cheirando uma camisa que estava na arara de roupas.

-Adoro o cheiro das roupas novas dessa loja! – Disse ele colocando a roupa no cabide.

-Eu também, nós jogamos aromatizante nelas antes de colocar no cabide, por isso ela tem esse cheirinho! Eu até jogo em algumas roupas minhas quando pedem pra eu fazer esse serviço!

-Kkk’s Garoto esperto, as da minha loja com aromatizante de fabrica...

-Legal!

-Sua amiga aceitou trocar? – Disse ele com um olhar fofo de cachorro que caiu da mudança.

-Aceitou, ela disse que prefere o meu horário! Kkk’s Safada...

Nós saímos da loja e fomos em direção ao McDonald’s.

-Eu sempre te via na loja, sendo simpático e sorrindo pra todo mundo! Você esta sempre de bom humor mesmo? – Disse ele com as mãos no bolso e caminhando junto comigo.

-Não kk’s Mas eu quero ganhar minha comissão né? Então eu preciso pregar um sorriso na minha cara! Quando eles não levam nada da vontade de colocar uma arma na cabeça deles e dizer “Ou leva a roupa ou perde a vida!” kkk’s

-Kkkkkk’s Você é engraçado! Além de tudo tem bom humor, por onde você andou garoto? – Disse ele visivelmente envergonhado.

-Vagabundeando pro ai, mas decidi arrumar um emprego então... Aqui estou! Posso te fazer uma pergunta?

-Claro.

-Você é gay ou só Bi curioso? Kk’s – Disse eu o encarando.

-Kkk’s Bi curiso? Essa eu nunca tinha ouvido! Mas eu sou gay, já tive algumas namoradas, mas não sinto nada por mulheres só gosto de homens!

-Tudo bem, desculpe ter perguntado, mas é que eu não gosto de joguinhos! Eu gosto de homens que tenham atitude e saibam o que são, de confuso já basta eu! – Disse eu olhando as criancinhas no playground do shopping, aquele espaço onde os pais deixam as crianças pra poderem fazer as compras em paz.

-Você é tão maduro sabia? Sei lá, você é diferente de todos os que eu já conheci! Você é de verdade.

Nós pegamos nosso sorvete e fomos nos sentar em uma das mesas, tipo, ele é todo atrapalhado, desajeitado, nós já íamos embora sem pagar se o balconista não tivesse falado kk’s Ele quase derrubou a casquinha em cima de si mesmo, ele é todo atrapalhado e eu acho isso muito fofo, nosso assunto rolava de uma forma quase natural, nós arrumávamos assunto do nada, ele me faz rir o tempo todo e eu não me canso de falar com ele, começamos falando sobre como o Burguer King é melhor que o McDonalds, depois estávamos falando sobre eu ser ciumento com a minha coberta e os meus travesseiros, não gosto que ninguém pegue meus travesseiros e minha coberta, eu morro de ciúme deles, são só meus, tem meu cheirinho...

-Pois é menino, quando eu acordei de madrugada, estava um calor desgraçado! Eu estava só de cueca e senti umas coisinhas na minha perna, mas nem liguei pensando que era meu cachorro, mas ai eu senti também na minha barriga, quando eu abri os olhos pude ver pela luz que vinha da janela que meu quarto e até minha cama estava cheia daqueles cupins com asa!

-Cupins com asa?

-É, aqueles que ficam voando em torno da luz! Depois eles perdem as asas lógico, mas teve um até que me picou, e nossa, doeu pra caralho! Eu nem sabia que cupim picava, eles invadem minha casa e ainda querem me picar, você entende uns insetos folgados assim?

-Kkk’s Pior que não, mas eu não sabia que cupim picava!

-Mas pica menino... Eu fiz uma pesquisa kkk’s Coisa de quem não tem o que fazer! Existem vários tipos de cupim, desde esses com asas que voam em torno da luz, até os cupins soldados como os dois que me picaram, muito doído, diga-se de passagem!

-Nossa, que garoto intelectual! Pra mim cupim era tudo a mesma coisa, que eles comem madeira que nem o pica-pau! – Disse ele me fazendo rir.

-Quem disse que o pica-pau come madeira?

-O desenho uai!

-O pica-pau ele fura a madeira com o bico pra poder comer os insetos que vivem lá dentro! Eles não come a madeira, ele come os vermes que vivem dentro dela, nas arvores!

-Você é inteligente e engraçado, como você consegue?

-Sei lá, papai fez muito bem sabe? Kk’s – Disse eu sorrindo pra ele. – Mas voltando ao assunto, eu me levantei num pulo e comecei a gritar “Paaaiii”, ele entrou quase arrombando a porta, e se assustou com o tanto de insetos que tinham lá dentro, parecia até uma praga do Egito sabe? Ele me pegou pelo braço e me levou pra dormir no quarto com ele e a minha mãe, dormi que nem um bebê no meio deles dois! Kk’s Ahh, e lá no quarto deles não tinha cupim!

-Nossa, era só no teu quarto? Você deve ter dormido de janela aberta... E como a noite estava quente e eles sempre aparecem em noites quentes, devem ter entrado no seu quarto, devem ter pensado “Ainda bem que ele esta dormindo, assim a gente pode aproveitar e bolinar esse corpinho lindo dele!” kkk’s – Disse ele sorrindo.

-Ahhh não, eu nunca durmo com a janela aberta! Eu tenho medo de lobisomem... – Disse eu naturalmente, ele me encarou por alguns segundos e depois caiu na gargalhada, ele estava chorando de rir e eu estava já ficando puto por ele estar rindo de mim. – Para de rir seu idiota!

-Desculpa kk’s Mas o jeito como você disse isso “Eu tenho medo de lobisomem...” kk’s Tão inocente sabe? Como se você realmente acreditasse! – Disse ele rindo e imitando o meu jeito de falar.

-Mas eu acredito, minha avó por parte de mão, que Deus a tenha sempre disse que lá no interior onde ela morava tinha lobisomem! – Disse eu com toda a certeza do mundo.

-Você é demais kk’s – Disse ele me olhando como uma criança que viu o brinquedo que queria na vitrine, de um jeito tão fofo.

-Podemos ser menos formais? – Disse eu doido pra saber da vida dele.

-Claro...

-O que faz quando não esta trabalhando? – Disse eu dando uma lambida no meu sorvete.

-Eu ouço musicas, vejo TV e desenho!

-Que fofo, você desenha!

-Se você quiser eu faço um desenho seu... – Disse ele sorrindo e mostrando suas covinhas.

-Eu ia adorar! E o que faz quando não esta desenhando, sei lá, quando esta de folga!

-Ahh eu viajo pro interior e cuido da minha fazenda, na verdade é do meu avô, mas eu passo tanto tempo cuidando dela que eu falo como se fosse minha kk’s

-Você tem uma fazenda... – Disse eu como uma criança impressionada! Achei muito fofo ele ter uma fazendo com vaquinhas, ovelhas, galinhas e porquinhos, imagina que fofo, eu adoro cavalos, tomara que tenha também!

-Pois é, uma criação de porcos! – Disse ele todo orgulhoso, quando ele disse isso eu ri alto, cai na gargalhada, às pessoas das outras mesas até ficaram olhando. – Ué, porque não? – Disse ele.

-Tem razão, porque não? Porcos filhotes são super fofos.

-É verdade, é uma criação moderna, com bons porcos gordos...

-Você mata os porquinhos? – Disse eu sentindo um nó na garganta.

-Não, na fazenda nós só criamos, as pessoas ou as empresas compram, levam embora! – É claro que eles devem matar uns porquinhos lá, mas acho que ele não queria me assustar.

-Ahh sim...

Infelizmente meu horário de intervalo acabou e tivemos que voltar ao trabalho, quando chegamos ao corredor onde fica as nossas lojas os colegas de trabalho dele estavam na porta da loja, nos viram juntos e gritaram bem alto “Aêê Victoor!!”, minha vergonha foi tanta que eu tive vontade de um buraco se abrir debaixo dos meus pés e me engolir, ele sorria de orelha a orelha e eu sentindo meu rosto queimar, todos que estavam no corredor prestaram atenção nessa cena, ele foi pra loja dele e os amigos dele atrás, claro que ele ia contar tudo o que rolou, como eu contei pra Kelly e o pessoal da loja kk’s

Ele sempre almoçava junto comigo, ficamos assim durante umas duas semanas, ele me faz tão bem, sei lá, não que eu queira algo a mais do que amizade com ele, ainda não tô pronto pra outro relacionamento, mas o jeito como ele me trata, me sinto muito a vontade perto dele.

Eu contei pra minha mãe sobre o Victor, ai ela contou pro meu pai que logo veio conversar comigo, dizendo que queria conhecer o garoto.

-Menos, pai o garoto é só meu amigo! – Disse eu escolhendo uma roupa pra me encontrar com o Victor, nós íamos ao cinema, ele estava sentado na minha cama me fazendo um milhão de perguntas.

-Mas pelo o que sua mãe me contou ele quer muito mais do que só sua amizade! – Disse ele.

-Mas eu não, ele me fez esquecer o Juliano, me faz rir e me trata como se eu fosse um príncipe, tirou aquela angustia pós termino de relacionamento de mim.

-Hmm... Filho, o papai te ama, por isso que eu tenho medo de um marmanjo que eu nem sei quem é vir, conquistar teu coraçãozinho e te levar embora! Eu e sua mãe só temos você de filho.

-Eu sei, mas eu já disse mil vezes, ninguém vai roubar meu coração porque ele é de vocês, pai não importa quantos homens passem pela minha vida, você sempre será o numero um!

-Eu sei, eu confio em você, não confio nesses meninos, filho eu tenho medo deles se aproveitarem de você! Tenho medo deles te machucarem, só em pensar em alguém fazendo algum mal contra o meu bebê eu já sinto meu coração apertar! Desculpa, eu sei que sou um pouquinho super protetor, mas é porque eu te amo! – Disse ele fazendo sinal pra eu sentar em seu colo.

-Eu também te amo pai! – Disse eu o abraçando e dando um selinho nele.

-Quando colocaram aquele bebezinho no meu colo, tão pequenininho, você cabia numa caixa de sapatos, quando eu te peguei no colo e você abriu seus olhos e me olhou eu chorei, chorei de felicidade e prometi pra mim mesmo que minha vida seria em função do meu filho, que eu ia protegê-lo com todas as minhas forças e nunca ninguém ia machuca-lo, bebê você sempre vai poder se apoiar em mim, porque eu não estar aqui pra sempre, por isso quero estar sempre ao seu lado!

-Pai... – Eu já chorava que nem um bobo, todo mundo já percebeu que eu tenho mais afinidade com o meu pai, ele sempre esta do meu lado, minha mãe é a minha rainha, mas eu sempre tive mais afinidade com ele, porque minha mãe sempre trabalhou muito e meu pai sempre passava mais tempo comigo, mas eu amo os dois na mesma proporção, infinitamente.

-Mesmo com todas as noites mal dormidas, o tanto de vezes que tive que sair correndo contigo pro hospital, o tanto de vezes que você golfou em cima de mim, mesmo com o tanto de chupetas que você dava pro cachorro, eu faria tudo isso de novo só pra ver meu bebê sorrir, mas você foi um bebê muito birrento, adorava fazer uma chantagem emocional!

-Pai, não interessa! – Disse eu apertando suas bochechas e sentindo sua barba pinicar meus dedos. – Eu não pedi pra nascer! Kk’s

Eu terminei de me arrumar e me perfumei inteiro, meu pai me deu um sermão e disse que se o garoto tentasse me tocar era pra eu dar um chute no pinto dele, ai pensei: “Ahh se ele me tocar eu vou fazer é outra coisa com o pinto dele kk’s” já tô doido mesmo pra ele dar uma ousadias.

-Não volte tarde ok? – Disse minha mãe enchendo meu rosto de beijos. – A mamãe te ama, se esse garoto tentar fazer algo que você não queira você da um chute no saco dele! – Disse ela, eles tem uma cisma com essas coisas, tudo pra eles é resolvido com um chute no pinto. – Clayton, vamos comprar um desses sprays de pimenta portátil e dá pro Davi, pra ele se defender!

-Gente, eu sei me cuidar muito bem! – Disse eu abraçando ela forte.

-Vai com Deus meu filho! E se você for fazer “alguma coisa” com ele, use camisinha tá? – Disse minha mãe, eu fiquei tão envergonhado que nem falei nada, me despedi e sai.

Quando eu estava saindo pelo portão eu dou de cara com o Juliano que me olhou de cima a baixo, percebendo que eu estava todo arrumado ele fechou a cara e me encarou, o olhar dele era tipo “Se eu pudesse te matava!”.

-Vai aonde todo emperiquitado? Encontrar aquele mauricinho metido de novo? - Nós estávamos nos dando tão bem depois do termino que contei pra ele do Victor, nossa, ele mudou totalmente, voltou a ser grosso, praticamente ficou pior do que antes.

-Eu? Claro que não, primeiro eu vou no beco fumar maconha! E depois vou ali na esquina me prostituir um pouquinho, porque a comissão da loja não dá nem pro pó que eu cheiro kkk’s E quem sabe eu cheire só um pouquinho e endoli o que sobre pra vender! “ó o pó de dez! ó o pó de vinte!” – Disse eu fazendo o maior teatro na rua. – Me poupe né garoto?! – Disse eu virando as costas e seguindo pro ponto, mas ele me segurou pelo braço, me virou de frente pra ele e ficou me encarando, ele foi tão bruto que meu braço até doeu.

-Você é uma piranha mesmo! Mal terminou comigo e já esta dando pra outro! Eu ainda te amo Davi, entende isso porra, você é um retardado de merda mesmo, não percebe que você é o único que eu amei de verdade e amo! Amo tudo em você, tanto que eu sou capaz de meter a porrada em você e naquele mauricinho se eu ver você juntos! – Disse ele olhando profundamente em meus olhos.

-Meu amô!! O corpo é meu e a rua é nossa! Se você quiser a gente resolve tudo aqui e agora!! – Disse eu tirando meus óculos e colocando na bolsa, eu juro por Deus que eu ia acertar um soco no meio da cara dele.

-Menos... Eu consigo acabar com essa tua marra num instante! Tenho certeza que se eu te pegar de jeito aqui mesmo no meio da rua e beijar essa boca, você fica todo molinho nos meus braços. – Disse ele rindo todo cheio de presunção, saiu do meu lado e foi pra minha frente me impedindo de passar.

-Garoto, se você fizer isso eu vou dar um chute tão forte nessa porcariazinha que você chama de “saco” que até seus netos vão nascer com os testículos pra dentro! – Disse eu o empurrando e indo até o ponto, ele apenas me olhava com olhar de indiferença.

Peguei o ônibus e encontrei com o Victor na porta do shopping, ele estava lá sentado mexendo no celular.

-Você esta lindo, é estranho te ver sem o uniforme preto da loja! Não que você fique feio com o uniforme, não foi isso que eu quis dizer! Só que você fica uma delicia de qualquer jeito, não, eu não queria faltar com respeito, quis dizer que você fica lindo de qualquer jeito! – Disse ele todo atrapalhado, eu percebi que o deixo um pouco nervoso e acho super fofo isso.

-Esta tudo bem kk’s Eu entendi o que você quis dizer, obrigado! Você também esta lindo! – Disse eu, ele sorriu e eu me derreti, eu ele conversamos sobre um monte de coisas na fila no cinema, ele me contou que seu primeiro bichinho de estimação foi um porquinho da fazenda do avô dele, que ele ficou depressivo quando o porquinho morreu de velhice, ele disse que tinha dez anos.

-Poxa, eu sinto muito! Eu já tive muitos bichinhos, mas o “Divo” foi o que eu mais me apeguei, até porque os bichinhos que eu tive antes foi quando eu era só um garotinho, o ultimo que eu tive foi um gato que fugiu e um peixinho que morreu, ai eu achei o Divo na rua e ele me seguiu até em casa, eu chorei tanto pra minha mãe deixar eu ficar com ele, mas ela bateu o pé e disse que não, ai eu apelei pro meu pai, que convenceu ela!

-Kk’s Você fala bastante dos seus pais, sua relação com eles é boa? – Disse ele.

-Muito... E com os seus? – Disse eu o encarando.

-Mais ou menos, com a minha mãe é ótima, mas com o meu pai é complicada! Ele não mora com a gente, mas mesmo assim não aceitou muito bem ter um filho “Viado”, como ele mesmo disse!

-Eu sinto muito! – Disse eu.

-Não sinta, meu padrasto é como um pai pra mim e me aceita muito bem!

-Viu? Pai é aquele que dá carinho e nos trata como filho de verdade, porque um pai nunca rejeitaria ou ofenderia um filho pela condição sexual!

-Você é tão jovem e tão maduro, sei lá, tão seguro de si! Isso é legal... Queria ser tão seguro como você! – Disse ele me olhando.

Compramos a pipoca e fomos ver o filme, sentamos lá no fundão e felizmente o cinema estava vazio.

No meio do filme eu encostei minha cabeça em seu ombro e pude sentir seu delicioso perfume, ficamos assim por um tempinho, ele virou seu rosto na minha direção e me encarou, ficamos assim um olhando nos olhos do outro por alguns segundos, até que nossos rostos começaram a se atrair como imãs, eu já podia sentir o calor do seu rosto próximo ao meu, ele olhava em meus olhos depois olhava meus lábios, quando falta menos de um palmo de distancia entre nós ele diz.

-Eu quero fazer isso desde que te vi pela primeira vez no shopping... – Disse ele.

-Você é tão bobo, já podia ter feito isso antes! – Disse eu sorrindo.

-Tinha medo de você não deixar! – Disse ele.

-Não vamos nos preocupar com o passado, o agora é que importa, e agora a única coisa que eu quero é te beijar. – Atirado eu? Claro que não! – Mas vamos com calma garoto, você sabe que eu acabei de sair de um relacionamento.

-Vamos esquecer os ex, os problemas, e vamos nos concentrar no agora, em nós dois... – Disse ele me dando um selinho, seus lábios são tão quentes e macios, ficamos dando selinhos até que ele segurou em minha nuca e nossos lábios se tocaram com mais intensidade, primeiro apenas beijávamos e chupávamos nossos lábios, mas logo senti sua língua passar sobre meus lábios, eu abri minha boca e logo nossas línguas estavam enroscadas, o beijo dele é tão intenso, tão gostoso e quente que meu corpo inteiro se arrepiou, dei uma leve mordidinha em seus lábios e senti que ele deu uma risadinha, fomos terminando o beijo com selinhos, abrimos os olhos e ficamos nos encarando, ele com um lindo sorrisinho bobo no rosto, voltamos a assistir o filme, eu com a cabeça encostada em seu ombro e ele rindo das cenas bobas daquele filme de comédia, sei lá, ele é todo bobo, atrapalhado, desajeitado, envergonhado, engraçado, fofo, meio lerdo as vezes e eu adoro isso! Adoro o jeito dele, isso me fascina, ele me faz muito bem, me sinto uma criança perto dele, acho que esse garoto me fisgou! E isso é a ultima coisa que poderia acontecer, mas eu não me importo com nada, só em gastar meu tempo com ele... Mas mesmo sentindo tudo isso, meu coração ainda pertencia ao Juliano, rezo pra que o meu amor por ele suma com o tempo, eu amo muito o Juliano e isso eu nunca poderia negar, mas eu preciso seguir a minha vida, e quero seguir com o Victor.

“Na primeira vez

Que eu vi seus olhos

Garoto, você olhou direto através de mim...

Bancou o legal

Mas eu sabia que você sabia!

O cupido me flechou...

Você me faz viajar, tropeçar, voar, me atrapalhar

Desajeitado porque eu estou me apaixonando

Você me faz escorregar, cair, naufragar, me atrapalhar

Desajeitado porque eu estou me apaixonando

Me apaixonando tanto por você...

Não posso respirar

Quando você me toca, vejo

Borboletas no meu estomago...

Agora, acho que estou caindo na sua.

Minhas amigas não sabem o que há comigo!

Você sabe, esta não é a primeira vez que isto aconteceu comigo

Essa coisa chamada “amor”

Eu gosto de relacionamentos sérios

Um garoto como eu não fica solteiro por muito tempo

Porque toda vez que um namorado e eu terminamos

Meu mundo desmorona e eu fico sozinho

O inseto do amor chega, me pica e eu estou de volta

Me apaixonando tanto por você

Me apaixonando tanto por você...” – Clumsy (Fergie)

Continua...

Respondendo aos comentários:

Vi(c)tor: Meu anjo, Obrigado pelos seus elogios, você como sempre super fofo e carinhoso comigo... Olha, eu não tenho plano de avançar com o tempo e escrever sobre eles na idade adulta, mas eu nunca posso dizer com certeza, não pretendo colocar drogas, traição ou mortes! Isso ficou no “Como fui me apaixonar por um criminoso?”, eu adoro quando me chamam de “amor”, quem não gosta é o Davi, fico feliz em saber que você fica excitado lendo meus contos kkkk’s Beijos meu amor! ♥

M(a)rcelo: Eu sempre tento deixar os personagens mais reais, pra pessoas se identificarem! Por isso eu tento fazê-los amadurecer com o tempo! Obrigado meu bem, beijooos :*

Ru/Ruanito: Um boneco quer fazer? Você poderia me ouvir e a porta abrir... ♫♪

Ivana SB: São tantas coisas fofas que você e os leitores me dizem que eu até me sinto alguém importante kkk’s Obrigado por todo o seu carinho meu amor, você é uma fofa que sempre acompanha meu conto e isso me deixa imensamente feliz! Um beijão :*

Petricky: Obrigado querido, eu sempre tento evoluir e tornar os personagens mais reais e maduros com o tempo! Seu nome é Patrick? Nossa, temos o mesmo nome! :3

DAVID, Nefhero, geomateus, K.B, kaduNascimento, Lost boy, Chele, hyan, esperança e todos os leitores “invisíveis” aqueles só leem e não comentam: Obrigado pelos comentários e por lerem meu contos, amores, seus comentários me dão força e inspiração pra escrever! Beijos e Abraços... :*

Deixe sua nota, um comentário e muito obrigado por ter lido o meu conto! XOXO ♥

Comentários

03/09/2014 21:40:16
Eu torço pro Davi e pro Juliano(que eu amo) ficarem juntos
02/09/2014 22:42:54
Aí coitado do juliano ;(
L.P
31/08/2014 13:40:18
Caramba,a cada capítulo a história fica mais emocionante rsrs. O Davi e o juliano ainda vão voltar,mas enquanto isso não acontece,acho que o Davi irá deixar o Juliano com ciúmes através do Victor,que diga se de passagem,tem se mostrado um fofo até agora. Parabéns pela escrita e o modo de nos narrar os fatos.
29/08/2014 16:55:48
adorei
29/08/2014 14:25:58
Vou te chamar de amor ta bom?! Então amor kkk gostei bastante do Victor, não sou do time do Ju e nem do time do Victor sou do time que quer o Davi feliz, não me chame de oferecido e nem nada mas o nome dele foi meio que uma "homenagem" a um certo Victor (se é que você me entende kk)? Não acho que tenha que mudar o nome do conto porque no final TALVEZ eles fiquem juntos. Fico feliz que tenha decidido colocar drogas morte e etc. Gostaria de ser próximo do meu pai como o Davi é do Clayton, meu pai ele não me aceitou mas mantemos contado como se nada tivesse acontecido. Espero que ainda tenha muitos capítulos essa série que tanto amo. Patrick amor da minha vida esse conto vai demorar a acabar? Esse conto foi só mais uma prova de como você merece os leitores que tem, de como é um ótimo escritor. Seu pai e seu namorado tem uma imensa sorte de ter você, e eu também tenho afinal você é meu marido kkk. Amor ainda quero uma foto sua kkk!! Você é de onde Patrick ?! Ótimo conto, não demore muito (aliás fico super feliz que você não tenha demorado) e beijos beijos !!! Até a próxima amor !!
29/08/2014 13:41:57
Ah sera q o juliano n vai ter mas uma xancizinha eu gosto dele vai,tudo bem q victor eh fofo,mas o ju e davi se amam bjs
29/08/2014 07:33:39
Legal, mas foi o fim do amor entre o Davi e o Juliano, não teve volta ?
29/08/2014 06:54:28
Uai se ele ficar com o Vitor vai ter que mudar o título do conto
29/08/2014 05:52:30
Muiiiiiittttttoooooo bom, da uma chance pro victor, ele ate pode te fazer feliz
29/08/2014 04:09:06
28/08/2014 23:48:04
Parabens seu conto esta maravilhoso e vpce sensacional e leia meu conto um pouco sobre mim e o titulo
28/08/2014 23:40:56
Aí sério não gostei deles separados mas sei qe em breve eles estarao de volta rsrs, nossa e trabalhar em shopping e babado tem dia qe eu qro dar uma voadora de dois pés na cara do cliente mas não posso ne então só dou uma de maluca ou faço a egípcia kkk, vc tbm é um fofo te acompanho desdo seu segundo conto e pode ter certeza qe não te largo mas sou fiel a vc meu fofo. Bjs
28/08/2014 22:48:41
Xoxo nada é maravilhoso
28/08/2014 22:37:52
gENTE! Não gostei 😠😠😠. Tudo bem que eu elogiei a maturidade deles e tal mas a trama gira em torno deles ne!? Com outro a parada meio que perde o sentido kkkk acho que você já pode mudar o titulo então... tipo uma fase 2, sla.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


mulheres chorando muito pedindocpra parar de botar no cucontos erticos novinhos roludos comendo coroasamigas chantageadas depois de furta pornoantonio negro comedor abriu a porta dotado conto corno mansomeu filho pintudo contotravesti branquinha e e s branquinha e rosada tranzando na xçcamamulher derramando enfiando um copo de cachaça na bucetaContos na pescaria com tios e amigos me fazen d bixinha delesnovinha bududinha querendo um pintaocuiada provoca cuiado d xortiu de dormia japonesinha que não aguenta e se mijamulher encapetada sexorevesando no cu da gravida pornoxxvideos parada gay 2017 sao paulobaixar video bicha fala ai bicha disgracadanossa to preocupado comeu a mulher do meu amigo e ela ingravidou vidio pornoContos de cornocomendo o cuzinho dela ela chorando ele filmando escondido ela ferver na firma esconde dele comendo o cuzinho a bucetinha dela ela chorandoconto erótico flagrei minha mãe chifrando meu pai e ela me humilhou muitoa bucetinha depilada da minha mãe contosvídeo de pornô senta na minha pica rebola Dodôcontos erotico meu sogro mi arobou cm seu pau d elefantexvidio mulher com dedo na buceta chamando jairocontos tia dando o cu pro sobrinhoesposa novinha timida gostosa e o sogro roludo contos eroticosxvideos cu estalo rompendo as pregras fazendo barulhoporno zoo mulher presa no canino fodida toda noite xvideosfoda insana com cunhadacomo esconder do meu marido que a minha buceta ta cheia de gala de outro?casa dos contos meu marido me fez da o cu a dois picudos chorei de dorvídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadosexo entre.lutadores perdeu auta da ocuzinho pro vencedor ver pornoXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhacacetudo comendo a buceta cabeluda da comdre porno doidovidio porno crente curioza pra parA pega pica eacaba sendo estrupada ela cota tudocao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaopinto muito mais muito grosso mulher nao aguenta epede aregodando jatos de porra na Bunda da colegialcontos eróticos da tia com seu sobrinho jovemfoi ajudar a irma estudar e pediu o cu como pagamentovideos de cornos que aguarda ansioso sua esposa voltar pra casa escorrendo porra de outro toda melada na bucetaContos eroticos irmã gêmeaGTA comendo na rua mostrando a bundinha calcinha vestidos aindanovinha contraída com a cabeça da pica lá dentrover contos eroticos lesbicas de a ginecologista sexo relatospinto na bucetado novinho enfiando so a pontinha depois com força depois uma bela chupada na cabeca do pintomithlee pron vidoflagrei esposa socando vibrador no cu do vizinho novinho contosrelatos minha esposa chegou toda chupadaem casamalandro se asusta com o tamanho da buceta da novinha bebadacontos gay. meu vizinho de 12a me comeu.morena com os pentelhos enroladinhos trepando gostosotem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendocunhadacontoeroticoela gozou mas eu nao parei de chupar a buceta delafotos padrasto come cu da emteada pau gigantecontos eróticos publicados por testemunhas de Jeovácontos eroticos insestos família unida papai mamãe e meu irmaosobrinha abre a perna para o tiochuparanal violentto e profundo com gozo dentsexo brutatio tarado comendo sobrinha a forçatirei a virgindade dela contos eroticos de lesbicasver mulher gritando de tesão saindo gosminha do grilo da sua buceta grandevídeo pornô máximo eletrizante que arrombagordas lpucas de tesaonovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaocao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaoporno conhecendo minha primaFelipe e Guilherme- Amor em londresum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marraxvideos mulher com manchinha no rosto chupandoporno doido ze buscape transaentregei uma pizza e mepagou com boquetesexo com maria mulambo fodacontos erotico chantagiei e depilei minha sograas mulheres mais tratante do pornô de fio dentalvideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudos