Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Meu Inimigo Não Era Hétero - pt. 9

Um conto erótico de alext91
Categoria: Homossexual
Data: 15/08/2014 18:28:52
Nota 10.00

Naquele momento foi como se toda a raiva que eu sentisse dele fosse tapada com uma simples palavra. Eu fiquei sem reação, tudo que eu falei foi sim. 'Sim'. A palavra que marcaria o começo de uma coisa nova.

Ele levantou do chão e veio pra cima de mim, tirando minha camisa enquanto me beijava ferozmente. Num piscar de olhos, estávamos nós dois deitados na cama se beijando como dois famintos pela boca um do outro.

- Eu vou fazer isso ser especial. Pra nós dois - ele disse.

Eu só fiz que sim com a cabeça e continuei a beijá-lo. A boca dele era como minha droga, meu oxigênio naquele momento. Eu estava sedento a ela. Logo ele começou a beijar meu pescoço, virou-se até minha orelha e deu uma leve mordida que me deixou completamente arrepiado. Desceu até a minha nuca e passou sua barba aparada, fazendo com que meu corpo inteiro estremecesse. Ele novamente desceu seu rosto até meu peito e começou a mordê-los e a lambê-los com uma maestria que até agora eu não havia conhecido.

Em seguida, a ordem foi invertida. Agora eu estava por cima dele. Por cima daquele homem de quase 1,85 de altura, musculoso e peludo. Eu comecei a beijar sua orelha, seu pescoço, seu mamilo e fui descendo conforme um trajeto de pelos lisos e finos me indicavam onde a felicidade se encontrava. Ora, que felicidade, hein?! Ele já estava só de cueca, então comecei a morder e lamber seu pau por cima da sua cueca box branca. O líquido pré-gozo encharcava sua cueca.

- Ahh, chupa logo isso ai, amor - ele praticamente gemeu.

Obedeci e então tirei seu membro grosso e duro de dentro da cueca, e como era bonito. Coloquei a cabeça na boca e a suguei por algum tempo, antes que eu finalmente colocasse todo seu membro em minha boca. Claro que eu não era experiente naquilo, mas tentei colocar o máximo que dava. Eu ficava sempre chupando suas bolas e a entrada de seu ânus, claro, sempre masturbando-o.

- Amor, para... vou gozar - ele levantou minha cabeça e me virou.

- Me come - ordenei.

Ele soltou um sorrisinho sacana e por algum momento eu me excitei com aquilo. Ele virou-se até o criado mudo, onde pegou um KY que eu tinha guardado há um tempinho. Ele melou o dedo e começou a pincelar o meu cu com seu dedo melado. Em seguida, pegou o KY, passou na cabeça do seu membro e o introduziu com tudo dentro de mim. Uma dor tomou conta de mim, mas ele passou a mão em minha testa e começou a beijar meu pescoço e a dar leves mordidas na minha orelha.

- Calma amor, não contrai... relaxa - ele comandava a situação e eu apenas obedecia. Depois de alguns minutos ele começou a bombear devagar, com movimentos leves.

- Tá doendo?

- Não muito... vai logo!

Ele começou a me estocar com força, força que eu nunca havia visto antes. Eu sentia seu membro entrando dentro de mim e saindo num intervalo muito curto de tempo. Sentir seu suor pingando nas minhas costas, sua barriga malhada e suas mãos grandes e másculas na minha cintura foi demais.

Ele me virou e me colocou de frango assado, onde novamente passou mais KY em seu membro e em meu cu. Novamente enfiou seu membro com tudo dentro de mim, que já estava mais acostumado com a dor. Acho que essa foi a melhor hora, porque eu podia ver ele delirando de tesão, e ele podia saber se eu estava gostando ou não.

- Amor, vou gozar... - ele gemeu.

- Goza no meu cu

Sem reclamar, após algumas estocadas sinto meu cu ser invadido por vários jatos de uma porra espeça. Ver ele durante o orgasmo foi o melhor, suas veias aparecendo, seu rosto vermelho e seu rosto suado me fez gozar imediatamente também. Nós dois caímos na cama.

- Foi perfeito - eu disse.

- Eu te amo - ele disse, me olhando.

- Eu também te amo - eu respondi, me ajeitando em seu peito.

Acabamos amanhecendo ali, nós dois grudados e melados de esperma.

- Caralho, olha o que tu fez comigo - falei pra ele, vendo meu corpo cheio de hematomas.

- Foi mal, amor - disse ele, rindo.

- Relaxa. Aliás, eu amo quando tu me chama de amor.

- Sério?

- Sério. É legal - eu ri.

- Tá bom, amor. Vamo comer?

- Vamos.

Nós dois tomamos banhos juntos, claro, com muita pegação, e em seguida fomos até o lanche da esquina tomarmos café da manhã.

Os dias seguintes correram tudo muito bem. Ele dormia todos os dias comigo, nós nos falávamos cada dia mais na faculdade, gerando menos desconfiança do nosso namoro. Fora da faculdade, nós éramos como dois casais de namorados normais. Eu tinha ciúme, ele tinha ciúme. Sabe quando tudo fica perfeito?

Lembro de um dia numa aula de genética animal, o professor estava falando e ninguém estava prestando atenção e, por alguma razão, a religião entrou em assunto.

- Anjos não tem sexo! - disse o professor.

- Claro que tem. A Natália é um anjo e ela é uma mulher - disse eu, fazendo com que todo mundo risse.

O Maurício só olhou pra mim, pegou o celular e começou a jogar um dos jogos dele que eu odiava.

- Que jogo é esse? - perguntei.

- (Nome do jogo que eu esqueci).

- Ah, deixa eu jogar?

- Não, baixa no teu celular.

- Que foi caralho? - perguntei.

- Tu com as tuas graças ai... - ele fez biquinho e fechou o jogo.

- Quando chegar em casa a gente conversa - eu disse, rindo.

Depois disso eu fui até o banheiro e quando eu voltei, a Amanda estava sentada no meu lugar jogando no celular dele. Eu só olhei pra ele, que me ignorou e começou a ensinar ela a jogar. Fui até meu lugar e cheguei perto da Amanda e soltei o copo de água que eu tava segurando em cima dela. Claro que disse que tinha sido sem querer e ela disse que tava tudo bem, além do Maurício ter ficado morto de vergonha, mas ninguém chegava perto dele. HAAHHA.

Quando chegamos em casa, claro que brigamos feio, mas tudo acabou em sexo. Nesse dia, ele não pode dormir comigo, mas disse que no dia seguinte de manhã passava pra irmos tomar café da manhã. Eu concordei, já que também tava cheio de problemas do Joquei pra resolver, já que iriam abrir uma nova filial desse Joquei em outra cidade.

No dia seguinte, ele chegou em casa batendo tudo e eu fiquei assustado.

- A gente tem que conversar.

Gente, desculpa de novo pelo tempo que eu fiquei sem postar. É que com tanto trabalho que eu tive pra fazer, acabei indo parar no hospital com muita dor na mão e no braço e acabei de descobrir que eu estou com LER. Enfim, meu médico disse pra eu parar de usar o teclado do computador por um tempo, mas como sou rebelde, estou aqui com vocês escrevendo mais esse capítulo.

Enfim, gente, continuem comentando, dando notas e opiniões, é fundamental pra mim!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
09/09/2014 21:35:06
Mto bom
25/08/2014 23:15:12
Espero que você esteja bem cara, você é um ótimo escritor, espero que nada de mal tenha lhe acontecido !!
19/08/2014 23:55:10
Melhoras!
19/08/2014 17:52:21
Continue .....!
17/08/2014 03:56:40
Nossa o que será que aconteceu?
16/08/2014 12:56:27
poxa, espero que esteja bem, amando o conto
16/08/2014 05:49:03
Legal
15/08/2014 23:17:30
ao conto ta ficou errado ali, e o celular me sacaneando kkk
15/08/2014 23:15:17
LER acho q e lesao por esforço repetitivo em um local especifico do corpo. nao tenho certeza mas acho q e isso. Bom em relacao ao esta impecavel, nao lembro se ja tinha comentado mas tinha q dizer q tamo junto na rebeldia kkkkk
15/08/2014 21:33:42
Aí seu rebelde kkk's !! Aí vai lá e seu médico lê seus contos kkk's !!! Obrigado por se rebeldiar por nos kkk's !!! O que é LER ?! Seja o que for melhoras ! Espero fique bem logo !
15/08/2014 21:14:11
vixi será que descobriram... Ótimo conto,melhoras pra você meu querido 10
15/08/2014 20:31:16
vish, o que será que vem nessas conversa? ancioso!! desobedecendo o médico ein? kkk abcs!!
15/08/2014 19:59:05
Nessa conversa nao pode sair coisa ruim, apesar de que eu toh imaginando do que se trata. Abração!!1
15/08/2014 19:44:39
Nossa! Melhoras. E você é mal, rapaz! Parou no ápice. Haha




Online porn video at mobile phone


contos eroticos minha esposa fodendo com meu sobrinho menor de idademithlee pron vidosogra en siste para o geiro comele em vidio pronoliberalina vadia casadacornolandia barbara costa bucetaqual a melhor posição peão fazer sexo anual sem dorCONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHASminha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro delarenatadominadoratarados fazendo gang gang coletivo com esposa puta italiana do cornomigre.me/w4IgEContos me foderam muito por perder a apostaler contos eroticos de incesto mae carente ver o filho transando com a namorada fica com tesao fica adimirada com o pau do filhocoletania de pinto torto pra baixo gozandoperdi a virgindade com pau enormecoletanea dechupada no pau ate goza aboca cheia de porrapornodoido comendo aminha madrasta emcanto eladormircontos de lesbianismo entre sinhazinha e sua escravaContos eroticos entre padre e noviçafilha a reda causilha e pai empura rolaenrabando cunhada e sobrinha contobritadeira sem limite xvideporno levantado a saiao pauzao preto fortevideos onde maridos batem no grelo pelado com chineladas fortescontos veridico de incesto marido pego no flagra a esposa ensinando o sobrinho mega dotado a fudecontos crente casada quis experimentar no cu e se arrependeuempreggadas tesudas escitando patrao no youtubeabraçando por trás incesto relatoconto mamae dormia de calcinha atolada no cufui abusado quando era adolecente, nao saou gay, mas me ecxito com porno gaycontos gay afeminadosxvideos as vigindades das mendigashistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezcontos-esfregando na bundinha da netinhaporno pai e filhinha no maio saroBuceta criando pentelho fudendo brasileira adultadou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaoquero ver todos os filme que As Mulheres Ricas pegando a xoxota na cara dos homens com a imagem bem grande e g****** na boca descendo embaixo na boca delePenis flacido castrar contosConto herotico incerto completo mae i filhoconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestixvıdeo novınha gozando muıtosedou esperou dormir pra come o cu dela porno doidomulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornoencoxadamulhercrenteempurando o gatilho no prikito delaprensada no colchão porncomi a minha tia pela primeira vez:carolzinha santos baixinha ruiva gostoza fodenonovinhas de bayby doll e com a mao na bucetaconto erótico gay o riquinho e o favelado 30xvideos meu tio dei ou manusearcomo meu tio roludo e comedor comeu minha esposa novinha 1° contosto cagando nessa pica gozandocomtos de maes que bate punheta no filho com seu pesinho calcado em sandalia de saltosexos de negues arregaçando xoxotascontos filha no barco c amiguinhatiara do cu ta doendo pornonovinhas grupalweb cam xvideoscontos eu e meu sogro estuprano minha maeporno no cinema cine operaxvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanaminha cunhada me procurou para trepardoce nanda contos eroticosnovinha dando a xota papuda pro primo dormindoto cagando nessa pica gozandosex araminhaarretada e gostosa minha mae conto incestocontos lesbicos e penitencia no conventocontos de sexo depilada na praiafamilia suruba tufosconto eróticos de minha namorada deixa sua calcinha xeia de sebo na pia do banheirowww.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.brbucetamelecaapaixonado por um hetero cap 16forsei minha madrasta a fuder panterasuma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaporno doido reais emviado por amadores com novinhas descuidadasnovinhas delicia purasexo