Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu Inimigo Não Era Hétero - pt. 9

Autor: alext91
Categoria: Homossexual
Data: 15/08/2014 18:28:52
Nota 10.00
Ler comentários (14) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Naquele momento foi como se toda a raiva que eu sentisse dele fosse tapada com uma simples palavra. Eu fiquei sem reação, tudo que eu falei foi sim. 'Sim'. A palavra que marcaria o começo de uma coisa nova.

Ele levantou do chão e veio pra cima de mim, tirando minha camisa enquanto me beijava ferozmente. Num piscar de olhos, estávamos nós dois deitados na cama se beijando como dois famintos pela boca um do outro.

- Eu vou fazer isso ser especial. Pra nós dois - ele disse.

Eu só fiz que sim com a cabeça e continuei a beijá-lo. A boca dele era como minha droga, meu oxigênio naquele momento. Eu estava sedento a ela. Logo ele começou a beijar meu pescoço, virou-se até minha orelha e deu uma leve mordida que me deixou completamente arrepiado. Desceu até a minha nuca e passou sua barba aparada, fazendo com que meu corpo inteiro estremecesse. Ele novamente desceu seu rosto até meu peito e começou a mordê-los e a lambê-los com uma maestria que até agora eu não havia conhecido.

Em seguida, a ordem foi invertida. Agora eu estava por cima dele. Por cima daquele homem de quase 1,85 de altura, musculoso e peludo. Eu comecei a beijar sua orelha, seu pescoço, seu mamilo e fui descendo conforme um trajeto de pelos lisos e finos me indicavam onde a felicidade se encontrava. Ora, que felicidade, hein?! Ele já estava só de cueca, então comecei a morder e lamber seu pau por cima da sua cueca box branca. O líquido pré-gozo encharcava sua cueca.

- Ahh, chupa logo isso ai, amor - ele praticamente gemeu.

Obedeci e então tirei seu membro grosso e duro de dentro da cueca, e como era bonito. Coloquei a cabeça na boca e a suguei por algum tempo, antes que eu finalmente colocasse todo seu membro em minha boca. Claro que eu não era experiente naquilo, mas tentei colocar o máximo que dava. Eu ficava sempre chupando suas bolas e a entrada de seu ânus, claro, sempre masturbando-o.

- Amor, para... vou gozar - ele levantou minha cabeça e me virou.

- Me come - ordenei.

Ele soltou um sorrisinho sacana e por algum momento eu me excitei com aquilo. Ele virou-se até o criado mudo, onde pegou um KY que eu tinha guardado há um tempinho. Ele melou o dedo e começou a pincelar o meu cu com seu dedo melado. Em seguida, pegou o KY, passou na cabeça do seu membro e o introduziu com tudo dentro de mim. Uma dor tomou conta de mim, mas ele passou a mão em minha testa e começou a beijar meu pescoço e a dar leves mordidas na minha orelha.

- Calma amor, não contrai... relaxa - ele comandava a situação e eu apenas obedecia. Depois de alguns minutos ele começou a bombear devagar, com movimentos leves.

- Tá doendo?

- Não muito... vai logo!

Ele começou a me estocar com força, força que eu nunca havia visto antes. Eu sentia seu membro entrando dentro de mim e saindo num intervalo muito curto de tempo. Sentir seu suor pingando nas minhas costas, sua barriga malhada e suas mãos grandes e másculas na minha cintura foi demais.

Ele me virou e me colocou de frango assado, onde novamente passou mais KY em seu membro e em meu cu. Novamente enfiou seu membro com tudo dentro de mim, que já estava mais acostumado com a dor. Acho que essa foi a melhor hora, porque eu podia ver ele delirando de tesão, e ele podia saber se eu estava gostando ou não.

- Amor, vou gozar... - ele gemeu.

- Goza no meu cu

Sem reclamar, após algumas estocadas sinto meu cu ser invadido por vários jatos de uma porra espeça. Ver ele durante o orgasmo foi o melhor, suas veias aparecendo, seu rosto vermelho e seu rosto suado me fez gozar imediatamente também. Nós dois caímos na cama.

- Foi perfeito - eu disse.

- Eu te amo - ele disse, me olhando.

- Eu também te amo - eu respondi, me ajeitando em seu peito.

Acabamos amanhecendo ali, nós dois grudados e melados de esperma.

- Caralho, olha o que tu fez comigo - falei pra ele, vendo meu corpo cheio de hematomas.

- Foi mal, amor - disse ele, rindo.

- Relaxa. Aliás, eu amo quando tu me chama de amor.

- Sério?

- Sério. É legal - eu ri.

- Tá bom, amor. Vamo comer?

- Vamos.

Nós dois tomamos banhos juntos, claro, com muita pegação, e em seguida fomos até o lanche da esquina tomarmos café da manhã.

Os dias seguintes correram tudo muito bem. Ele dormia todos os dias comigo, nós nos falávamos cada dia mais na faculdade, gerando menos desconfiança do nosso namoro. Fora da faculdade, nós éramos como dois casais de namorados normais. Eu tinha ciúme, ele tinha ciúme. Sabe quando tudo fica perfeito?

Lembro de um dia numa aula de genética animal, o professor estava falando e ninguém estava prestando atenção e, por alguma razão, a religião entrou em assunto.

- Anjos não tem sexo! - disse o professor.

- Claro que tem. A Natália é um anjo e ela é uma mulher - disse eu, fazendo com que todo mundo risse.

O Maurício só olhou pra mim, pegou o celular e começou a jogar um dos jogos dele que eu odiava.

- Que jogo é esse? - perguntei.

- (Nome do jogo que eu esqueci).

- Ah, deixa eu jogar?

- Não, baixa no teu celular.

- Que foi caralho? - perguntei.

- Tu com as tuas graças ai... - ele fez biquinho e fechou o jogo.

- Quando chegar em casa a gente conversa - eu disse, rindo.

Depois disso eu fui até o banheiro e quando eu voltei, a Amanda estava sentada no meu lugar jogando no celular dele. Eu só olhei pra ele, que me ignorou e começou a ensinar ela a jogar. Fui até meu lugar e cheguei perto da Amanda e soltei o copo de água que eu tava segurando em cima dela. Claro que disse que tinha sido sem querer e ela disse que tava tudo bem, além do Maurício ter ficado morto de vergonha, mas ninguém chegava perto dele. HAAHHA.

Quando chegamos em casa, claro que brigamos feio, mas tudo acabou em sexo. Nesse dia, ele não pode dormir comigo, mas disse que no dia seguinte de manhã passava pra irmos tomar café da manhã. Eu concordei, já que também tava cheio de problemas do Joquei pra resolver, já que iriam abrir uma nova filial desse Joquei em outra cidade.

No dia seguinte, ele chegou em casa batendo tudo e eu fiquei assustado.

- A gente tem que conversar.

Gente, desculpa de novo pelo tempo que eu fiquei sem postar. É que com tanto trabalho que eu tive pra fazer, acabei indo parar no hospital com muita dor na mão e no braço e acabei de descobrir que eu estou com LER. Enfim, meu médico disse pra eu parar de usar o teclado do computador por um tempo, mas como sou rebelde, estou aqui com vocês escrevendo mais esse capítulo.

Enfim, gente, continuem comentando, dando notas e opiniões, é fundamental pra mim!

Comentários

09/09/2014 21:35:06
Mto bom
25/08/2014 23:15:12
Espero que você esteja bem cara, você é um ótimo escritor, espero que nada de mal tenha lhe acontecido !!
19/08/2014 23:55:10
Melhoras!
19/08/2014 17:52:21
Continue .....!
17/08/2014 03:56:40
Nossa o que será que aconteceu?
16/08/2014 12:56:27
poxa, espero que esteja bem, amando o conto
16/08/2014 05:49:03
Legal
15/08/2014 23:17:30
ao conto ta ficou errado ali, e o celular me sacaneando kkk
15/08/2014 23:15:17
LER acho q e lesao por esforço repetitivo em um local especifico do corpo. nao tenho certeza mas acho q e isso. Bom em relacao ao esta impecavel, nao lembro se ja tinha comentado mas tinha q dizer q tamo junto na rebeldia kkkkk
15/08/2014 21:33:42
Aí seu rebelde kkk's !! Aí vai lá e seu médico lê seus contos kkk's !!! Obrigado por se rebeldiar por nos kkk's !!! O que é LER ?! Seja o que for melhoras ! Espero fique bem logo !
15/08/2014 21:14:11
vixi será que descobriram... Ótimo conto,melhoras pra você meu querido 10
15/08/2014 20:31:16
vish, o que será que vem nessas conversa? ancioso!! desobedecendo o médico ein? kkk abcs!!
15/08/2014 19:59:05
Nessa conversa nao pode sair coisa ruim, apesar de que eu toh imaginando do que se trata. Abração!!1
15/08/2014 19:44:39
Nossa! Melhoras. E você é mal, rapaz! Parou no ápice. Haha

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitériomulher cagando com prisao de ventre pornoloirinhas da minha região, estou doidinho para acabar com seu sufrimento sexualcoroa grisalho com uma chapeleta muito grande comendo um garoto novinhofilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandocontos de gozadas nas bundas grande de coroascasa do contos eróticos publicadoscoletanias maior pau do mundo pornovideos de bucetas intaladas na rola grossaComtoseroticos cegredomarido corno procura homem para esposa puta em porto alegrevídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijavideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delasmeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticocomo fazer um sexo anal sem dor e sem sujar e a posição idealContos novinha bolin d pel titia enquanto o tio dormemorena com os pentelhos enroladinhos trepando gostosomarido tranza com espoza no acampamento chega mais e tranza com ela contosxexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha delaminha cunhada me procurou para treparquero ver video da a mulher memesia a buceta o cuConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinaporn bumbum peito enpinadinhos de mae filhahomem nu da cu padres e semináristasmarido goza batendo uma vendo mulher agarrada por outro machoporno comendo em dois e explodindo cu ea buceta da novinha atéh ela cagarvideos gay pissing dominação humilhaçãoxevideo mulher dormido e rola entrandomobile zoofilia com cachora femiacomendo o cuzinho dela ela chorando ele filmando escondido ela ferver na firma esconde dele comendo o cuzinho a bucetinha dela ela chorandopodolatria contos professora gustavocaseiro homem sai e o jardineiro come cu da mulherX vídeos Keane vs roludofilme pornô de guerra fria maior chupando grelo da outrapunheteiras vadias sujas socandoúltimos contos eróticos gayjovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videoscrossdress betinha 4video cooelho mamano no homemm zoofiliachantageei e comi minha avo contoporno brasileira pequei miha irma toma banho e tirei a virgindade delaas mulheres mais tratante do pornô de fio dentalzdorovsreda.rucontos de sexo crossdressingx vdeos novinhas mostrando busetinhase masturbando com o cu enpenadocontos de sexo depilando a sogramarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caraManda vídeo pornô das atrizes mais belas do pornô transando com cachorro engatado arrastando ele era luz clique desesperada chorandodois gatos com jaqueta na cintura transando porno gayContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picaabraçando por trás incesto relatoContoerotico Professoragozadapornô grátis só contos eróticos sogra cozinhacontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmgey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geygozou dentro da buceta e a mulhervnao queria no xvideosconto erotico casada crente no tremlesbica fode a outra com dildo entroduzido na buceta e sentada na cadeirascorto eroticosminha esposa gosta de trasa com vaqueromulher transando na subida do Ilha Porchat São VicenteContos encesto mae cu sangranocontos crossdresssexo tio seu pau e muito grande nao vai caber na minha bucetinha naocorno veno esposa dano cu e falano que nao guenta pornodoidostrapon sangue e bostafudendo com sobrinha apos um sono profundoempresario comedor de casadas cssa dos contos eroticosPadre não é homem conto eróticosXVídeos gay com truculênciaConto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontossexo oral 2016 nos mamilos bicudos das mulatascontos eu meti meu picao nela sem pena incestoporno negra sitorinha rabu enpinadomulher levanta o vedtido e leva rola na bundasexo taboo com toda a família contos ineditos mães e filhos online contos de incesto corno chamou negao pra fuder mais nao gostou de ver a mulher adorando