Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Será que a pica do vôvô ainda [email protected] - Parte1

Categoria: Heterossexual
Data: 19/09/2014 04:42:13
Nota 10.00

Fernando estava na sala vendo televisão quando Joana, sua netinha, corre atender á porta, é Luzia uma de suas amigas da faculdade.

_Vôzinho eu e a Lu Vamos ouvir música no quarto!!!

_Tudo bem querida!!!.

Quando as duas jovenzinhas lhe deram as costas, não pôde evitar de olhar, Luzia era uma preciosa jovem, seu traseiro era espetacular, usava calça colada ao corpo Joana sua neta, também era maravilhosa, menos idade que sua amiga.

Fernando era viuvo fazia 5 anos, morava na casa de seu filho, eram em quatro na casa, seu filho, sua nora e Joana.

Seguiu assistindo Tele, que era a única coisa que fazia ultimamente.

No quarto, Joana e Lu se jogaram na cama e começaram a fofocar de rapazes, Manoel era um gato, João um tremendo cabaço.

_Na outra noite ...contava Lu... estava com João em seu carro, estavamos aos beijos, quando coloquei seu pau para fora e casquei-lhe uma punheta com a boca...você não vai acreditar amiga...além de ser minúcula, esporrou em 30 segundos...!!!

_Hahahahahaha!!! gargalhou Joana.

_E depois o que aconteceu...conta...conta logo!!! exigiu Joana toda excitada.

_Nem te falo...eu também fiquei excitada, então lhe pedi que devolvesse o favor...o merda nem sabia tocar minha xana...era desajeitado, foi logo enfiando o dedo...dai sabe o que fiz?

_Não...o que você fez?

_Fingi que gozava para o desgraçado me deixar em paz!!!

_No dia seguinte se sentindo o gostosão me chamou para sair novamente!!!

_E você foi???

_Claro que não, mandei ele passear!!!

As duas meninas riram á gargalhadas.. das duas a mais "galinha" era Lu, Joana era mais tranquila, mas que as vezes fazia suas traquinagens...escutaram musica durante um tempo em silencio até que Lu de supetão fez uma pergunta estúpida...

_Amiga...será que a pica de seu vô ainda fica dura?

_Quêêêê????

_Se a pica dele ainda levanta???

_Que merda Lu... sei lá???

_Que idade ele tem???

_Acho que 68 ou 69!!!

_As vezes fico a me perguntar se nessa idade os homens ainda tem tesão!!!

_Lu...as vezes você me deixa perplexa...que coisa mais sem noção...e porquê isso agora...deixa ele quieto!!!!!!

_E eu é que sei...me ocorreu de repente...ele é viúvo, será que sai com alguém?

_Acho que não!!!

_Pois eu gostaria de saber!!!

_Mas que coisa...saber o quê Lu???

_Se o pau dele ainda fica duro...por quê você não pergunta pra ele!!!

_Você tá louca...como vou perguntar a meu vô se o pau dele fica duro?

_É verdade...deixa quieto então...eu vou perguntar!!!

_Você não se atreva!!! disse nervosa... temendo o pior.

_Vou sim!!!

Lu se levantou e saiu correndo até a sala, Joana a seguiu desesperada, agarrou em seu braço e caindo no chão e se levantando entraram na sala, Fernando se sobressaltou...

_Deixem de brincadeiras, não são mais criança, desse jeito me matam de susto...!!!

_Perdão vô..é que a Lu é uma idiota!!!

_Seu Fernando...posso lhe fazer uma pergunta???

_LU!!!gritou Joana.

_Não seja estúpida!!!

Lu se soltou de Joana e se aproximou do homem...

_Que pergunta é essa???

_É que Joana tem uma curiosidade!!! disse olhando picaramente para sua amiga.

_Te mato Lu...eu te matoooooo!!!

_Que pergunta, filha??? disse o avô á sua neta...

_Nada vô...é besteira dessa louca!!!

_Joana quer saber se o seu pau ainda fica duro???

Fernando ficou petrificado, tinha uma expressão de assombro, vergonha e humilhação, Joana não sabia o que fazer e Lu insistia...

_Ainda se levanta ou não???

_Lu você é uma imbecil...cala a sua boca já!!!

Fernando não sabia o que dizer, aquela endiabrada o olhava com um sorriso sarcástico no rosto.

_Sua pica não fica dura nem olhando uma jovem como eu...veja meus peitinhos, os meninos dizem que são preciosos...você gosta de meus seios????

Joana olhava a cena paralisada de vergonha...como podia comportar-se assim sua melhor amiga e dentro de sua casa...viu seu vô triste, humilhado.

Nem Joana nem Fernando esperavam o próximo movimento de Lu, com rapidez se aproximou onde ele estava sentado e começou a alisar o pau do velho com a mão sobre sua calça..

_Hummmmm......tá mole...seu passarinho tá morto!!!disse rindo...

Joana enfim regiu, furiosa pegou o braço de sua amiga e arrastou até a porta e a colocou para fora da casa.

_Vá a merda Lu...depois conversamos!!!aos berros disse a sua amiga batendo a porta com força.

"""Em que fria essa Filha da P... me meteu"""- pensava enquanto voltava para sala para se desculpar com seu avô, mas ele já havia se recolhido até seu quarto....ela se aproximou da porta e bateu...

_Aquela louca já se foi vôzinho...posso entrar???

_Não...me deixa em paz, Joana...vocês já riram muito da minha cara por hoje...basta!!!

_Porém não foi culpa minha!!!

Não recebeu resposta nenhuma...

Joana voltou a seu quarto envergonhada, quase se põe a chorar, amava muito seu vô e o que Lu fez foi horrivel.

Fernando ficou em seu quarto até a hora do jantar e á mesa nada falou...depois retornou para dormir.

_O que aconteceu com seu avô??? perguntou seu pai.

_Não sei!!!respondeu desviando o olhar.

Mais tarde todos se recolheram, a casa ficou ás escuras e em silêncio.

Joana não conseguia dormir pensando em seu avô, tinha que falar com ele, desculpar-se, pedir perdão pelo comportamento de sua amiga, no escuro se levantou da cama e descalça saiu do quarto...devagar chegou ao quarto de seu avô, sem avisar abriu lentamente a porta fechando por trás dela.

_Shhhh...vô...tá dormindo!!!perguntou se aproximando da cama.

Fernando, surpreendido, acendeu a luz do pequeno abajur vendo sua netinha se aproximando de sua cama.

_Tenho que falar com o senhor, avô...estou me sentindo mal por essa tarde...por favor me perdoe...não foi minha intenção...foi a Lu!!!

_Eu sei querida...não se preocupe..já passou!!!

Joana chegou junto a cama e se sentou, Fernando estava coberto pelo lençol e quando observou mais sua neta ficou tenso.

Como estava muito calor, estava de calcinha, curtissima, a parte de cima era uma camiseta justa mostrando sua barriga e seu delicado umbigo, seus seios e os mamilos claramente visiveis embaixo do tecido, entretanto Fernando direcionava mais seus olhos na parte de baixo de sua neta.

Joana dormia sempre assim quando estava muito calor, não percebeu quando saiu de seu quarto pois estava muito preocupada com seu avô, senão teria vestido um camisão.

Ela continuava a se desculpar, mas Fernando quase não a ouvia pois sua atenção era para sua preciosa neta.

_Falarei com Lu e exigirei que peça desculpas, ou nunca mais entrará nessa casa!!!

Fernando continuava a não escuta-la....seu coração começou a acelerar, percebeu algo, a presença de sua neta naqueles trajes minúsculos e muito sex, estava fazendo com que uma parte de seu corpo que cria adormecida para sempre, começava a levantar a cabeça...

Estava ficando dura, concentrou-se em evitar que sua neta percebesse que seu pau estava crescendo...

Então Joana, se colocou em uma posição mais cômoda abrindo um pouco as pernas, Fernando não queria olhar, mas foi impossivel...

"""Meu Deus...que coisa linda""" pensou ele.

O fino tecido da calcinha marcava a raxinha de Joana...aquilo foi demasiado para ele...seu pau começou a se encher de sangue e a ereção foi inevitável, olhou assustado como o lençol começou a levantar-se.

Joana continuava falando, alheia a tudo, porém de repente se calou, tinha os olhos cravados na "tenda de campanha" que seu avô tinha na altura da cintura, sua boca se abriu ficando em forma de "O", seus olhar foi do lençol até os olhos de seu avô e novamente voltando até aquele monumento.

_Parece que agora eu posso responder a pergunta...parece que sim...ele se levanta!!!

_A-vô-zi-nho...Nossa...o que é isso???

Os dois por um instante ficaram apreciando aquele monte Everest...Fernando percebeu então que os mamilos de Joana se marcavam mais..."estaria ela excitada também???""" esse pensamento fez com que endurecesse ao máximo seu pau...

_Desculpe querida...é que você está tão linda!!!

_O senhor ficou assim por mim???

_Temo que sim!!!

O coração de Joana também acelerou...aquilo que se escondia sob o lençol a atraia, lentamente levou sua mão até próximo a ele...o lençol começou a descobrir o corpo de seu avô...primeiro seu torax, peludo e grisalho, depois sua barriga...

_Joaninha querida...acho que você não deve fazer isso!!!

Joana não se deteve...tinha que ver...apareceu os pentelhos brancos e ante ela o caralho de seu avô...

_Ufffff!!! vôzinho...que coisa enorme!!!

Entre as pernas de Fernando, dura como uma rocha, estava seu pau...era uma pica grande, grossa e cheia de veias...uma pica que em sua juventude havia dado muitas alegrias....havia muito tempo que não ficava daquele jeito...

Joana sentia seus mamilos duros e sua buceta se molhar com rapidez.

_Posso tocar???

_Isso não é correto meu amôr!!!

_Só um pouquinho...para ver como ela está dura!!!

Fernando percebeu como uma das mãos de sua netinha se aproximou de seu caralho e com os dedos o agarrou...aquela mãozinha delicada tentava abarcar a grossura.

_Nossa vô...não consigo juntar os dedos!!!exclamou Joana assustada e excitada.

_Doi???

_Não...não meu anjo!!!

A menina não soltou sua prêsa...sentia palpitar em sua mão, dura, quente...sua calcinha começou a empapar...juntou as pernas entre si estimulando seu clitoris...começou a mover a mão naquele enorme caralho duro.

_Hummmm...Joaninha...isto não está certo...mas está uma delicia!!!

_Tá gostoso avô???

_Simmmm...não me lembro de quando me fizeram isso!!!

_Está se referindo a uma punheta???

_Agggg!!! simmm querida...uma punheta!!!

_Quem que a fez...minha avó???

_Não...ela estava muito doente!!!

_Quem foi??? me diz...por favor!!!

_Foi a menina que tinhamos em casa para nos ajudar...ela foi a última!!!

_Não senhor...a última sou eu!!!

_Sim...Hummmm...a última é você!!!

_O senhor tem o maior pau que já vi...ele é lindo!!!

A punheta foi lenta...profunda...a mão subia até a ponta e agarrava a cabeçona grossa e logo baixava pelo tronco para voltar a subir, Fernando olhava como sua dôce neta o masturbava...prazeres que achava que jamais sentiria se apoderaram de seu corpo...da ponta escorria gotas de um liquido transparente que lubrificou a mão de Joana fazendo deslizar com facilidade.

_-Aggggg Joana...que gostoso...não pare...vou gozar...vou gozar!!!

_Sim...sim...goza vô!!!

A pica ficou mais dura...começou a ter espasmos...então Fernando começou a esporrar...seu leite saia abundante, porém sem força, deslizava pela mão de Joana que não deixava de subir e baixar...ela tinha certas experiências em punheta e com cada espasmo, apertava e subia a mão fazendo que a porra saisse com mais facilidade.

Fernando gozou de seu primeiro orgasmo em anos, olhando com seus olhos satisfeitos como sua angelical netinha o fazia estremecer com sua delicada mão...temeu ter um enfarte...ao menos morreria feliz...

Sua pica parou de gozar...Joana tinha seus dedos melados de leite...o púbis de seu avô estava encharcado...enquanto o caralho começava a perder força e amolecer.

_Quanta porra heim avô???

_Sim...muitos anos armazenando!!!

_Gostou????

_Claro...obrigado querida!!!

_De nada vô...era o minimo que podia fazer por ser culpada dela ficar dura!!!

A menina soltou a pica e olhou sua mão goteando porra, Fernando lhe passou um guardanapo de papel, se limpou, depois seu avô enquanto olhava aquela pica enorme descansando sobre a coxa do homem.

_Que belo pau o senhor tem vô..a vó deve ter passado bem!!!

_Bem...nem tanto...tua avó era muito apertada e no começo sofreu demais...porém no final creio que sim e ela gozou bastante...

_Avôzinho!!!

_Diz querida!!!

_Estou muito excitada...olhe!!!

Joana abriu as pernas, mostrando a mancha úmida que molhou sua calcinha.

_Hummmmm...minha coisinha linda tá com a bucetinha molhada!!!

_Quer que te masturbe também?

_Sim...sim...por favor!!!

Seu avô a fez deitar-se a seu lado, colocou a mão em sua barriga, acariciando...ela se arrepiou, lentamente chegou a sua raxinha, primeiro começou a acariciar por fora, depois por dentro, de cima abaixo acariciando o pubis com escassos pentelhos, Joana não deixava de gemer, fechando os olhos gozando daquelas maravilhosas caricias.

Enfim seus dedos chegaram na buceta, a abriram e passearam pelos lábios, porém evitando tocar seu inflamado clitoris...isso fazia com que Joana se desesperasse, gemia, chorava, remexia o quadril buscando aumentar as caricias.

_-Agggg avôzinho....que gostoso!!!

_Tá gostando meu amor???

_Hummmm...me encanta!!!

Um dedo entrou na caliente raxa...deslizou suave dentro de sua buceta...saiu e subiu até seu clitoris o qual foi apertado entre dois dedos, isso provocou que Joana gemesse mais forte, a erguer sua costa da cama e finalmente explodir num intenso e longo orgasmo...ele não deixou de masturba-la, em circulos, ao redor do clitoris e quando ela parou de gozar, parou de apertar, tirando seus dedos da zona sensivel.

Porém sua neta não estava satisfeita, pegou sua mão e apertou contra sua buceta melada,

_Mais avôzinho...mais...mais!!!

Fernando surpreendido e encantado voltou a masturbar sua netinha, seus dedos estavam molhados, elas se contorsia na cama, com os olhos fechados e uma expressão de prazer no rosto...ele a olhava acariciando sem parar, até que a menina começou a se agitar novamente e um novo e intenso orgasmo...teve que levar a mão na boca para não gritar...quando o orgasmo passou e seu corpo se recuperou, viu seu avô com os olhos brilhantes.

_Hummmmm! não pare...me dá mais prazer...por favor!!!

Fernando intensificou as caricias...Joana parecia insaciável...pedia mais e mais...meteu dois dedos em sua vagina que estava derramando de tanta lubrificação, com o dedo polegar ele alisava seu clitoris...metia e sacava os dedos, fodendo sem parar, ela chorava, gozando desesperada como nunca até aquele momento.

O terceiro orgasmo foi definitivo...todo seu corpo se convulsionou durante largos segundos, com os musculos retesados, os punhos cerrados, respiração agitada, parecia como se houvesse tocado um cabo de alta tensão.

Joana se estirou sobre a cama, molhada em suor, sem forças...não pediu mais...estava satisfeita.

Seu avô tirou a mão lentamente, abandonando aquela bela xaninha, olhou, estava molhada com os abundantes fluidos de sua neta, levou até o nariz e cheirou...um aroma que fazia anos que não sentia...Joana continuava lá, com os olhos fechados, largada sobre a cama.

Joana abriu os olhos...sorriu...

_Vô o senhor quase me matou de tanto gozar...Uffff...nunca havia gozado tanto com uns dedos!!!

_Não tem namorado???

_Bem...sério não...somente alguns fikantes...porém nenhum me tocou como o senhor!!!

_Deveria voltar a sua cama...é tarde!!!

Joana se levantou da cama e antes de sair deu um beijo em seu rosto...Fernando a olhou sair de seu quarto...seu redondo traseiro, com amplas nádegas que se mexiam sensualmente...apagou a luz e fechou os olhos...

Jamais pensou que naquela altura de sua vida passaria por isso...que uma linda jovem o excitasse...não só isso, lhe bater uma punheta até fazer ele sentir um maravilhoso orgasmo e que depois faria o mesmo a ela, e o mais assombroso, tudo havia sido com sua adorável netinha...Joaninha...

***Termina assim a 1ª.parte do conto" Será que a pica do vôvô ainda levanta???" Na 2ª. Parte, Joaninha ainda terá muitas aventuras com seu avô, e na 3ª e última Parte a grande vingança de Fernando, aquela jovem(Luzia) que riu em sua cara será arregaçada ao meio por seu gigantesco caralho...***

***Aguardem...em breve..."""

Comentários

28/03/2015 20:40:32
Muito bom e excitante conto. A netinha é muito safadinha e cheia de tesão.
08/10/2014 17:18:58
Adorei quase mim derretia de tanto imaginar joaninha enfiada na pica do vozinho se tiver algo mais mim envia por email
22/09/2014 02:44:35
QUERO REALIZAR MINHA FANTAZIA DE SER ESTRUPADA POR 6 CARAS SUPER DOTADOS SEXO SELVAGEM METENDO SEM DO MI FAZENDO GEMER, TODOS GOZAR NA MINHA CARA E MIJAR NA MINHA BOCA FOTOGRAFANDO TUDO QUEM QUIZER PARTICIPAR, EU MORENA 28 ANOS 65 KL 1.69 ALT PEITAO .. WHATS OU E-MAIL E SKYPE,,, [email protected],,, ROSE TRAVESTI
21/09/2014 22:16:18
muito bom, eu ja comi uma filha, e postei tambem
21/09/2014 09:50:50
Muito bom, ótimo conto. Nota 10.
20/09/2014 11:44:36
Show
19/09/2014 18:48:55
BOM COMEÇO, PROMETE!
19/09/2014 14:42:36
Q delicia esse conto add meu zap
19/09/2014 05:29:58
Essa tal de Luzia se diz tua amiga mas não passa de uma pirralha(melhor dizendo piranha) se fosse o Fernando eu arrombava o cu dela com essa pica monstruosa...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


xvidio patroa provoca so toalha rola nelaentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticosporno meti na minha irma com forca e fiz ela pular e gemerconto erotico luciene crenteContos encontrei minha filha no puteirocontos erticos novinhos roludos comendo coroasIrmanzinha linda dando o cu apertado apunsoporno ele e louco pra fuder a tia " depois de tantas punheitas ela deixa foderquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticomulhe.michando.eigual.homem.que.tem.um.grelao.que.prece.uma.rola.que.ela.bati.punheta.igual.homem.e.goza.espurrando.porra.fota.zoofilando puta gostosa fudendo com cavalo ater sair sangue com porra da bucetagostosas chupando barman na festaconto erotico casada crente no tremfui encoxada neste carnaval 2017 contoporno loira quadriu grade americana pornosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaocontos eroticos com viuvas ricas e sedutorasconto erótico gaay sonbra de gaelarrumei um macho bem r***** pra f**** o c****** do meu marido contos gayvideos porno mulher tentando escapa. do pau do outro na frente do marido mas nao comsegue e corno dechafilme pornô de guerra fria maior chupando grelo da outragarotocabelos grandes blusa pretaelacareca contos eroticos de mullheres carecaspornodoido.pai.aretando.filra.darmindovi meu genro transando contogostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai treparcontoseroticos-estuprada por 2 cachorros roludoporno sem casaminhasabaixar a musica so vei comigo vc n vai si arrebederporno gay pai malhado e i filhox videos casada safada dando para padrinhode casamentofudendo a irma no sofá depois de chantagealaa vida de um mauricinho apaixonadoquando voltei entrei no quarto da minha irmazinha e vi ela se mastubando dei uma bronca nela contos de incestogueixa mijonaque kikada cunhadinha pornomulher secura na pica do negao quando encosta no cupor favor senhor eu nunca fiz sexo anal pornopai tarado ia enfiar so a cabecinha mais enpurrou na bucetinha da filha virgenate quanto centimetros poso colocar no meu cuchupar e engolir esperma comentarioscontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitériodoce nanda parte IV contos eroticoscasada fodechamando o nome do comedor porno portuguêsporno loira quadriu grade americana pornoxsvideo de porno casero itiada fudeno com padrasto armadomule butado dei dedo no cuMEU PRIMO COMEDOR ME OBRIGOU A MOSTRAR MINHA ESPOSA RABUDAxvideos desleal branquinha dando pro negaoContos eroticos seios mordedo fortecontos eróticos filhinha novinha gostosa delirando no colo do papaizoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavalocontos de filha crentecontos corno manso ineditocontos eroticos enxendo a crentinha de porraela "abriu a porta" pelado meu pau banheiro "minha tia"Contos incesto dei pro meu pai eu era novinha convencimulher encapetada sexonegao fudendo engenheiro na obravideos porno pai e filha novinha viperinarelato quenquinha velha Casal aclimação quer homem para sexo a 3 menage on linequero ver filme pornô com mulher morena de 20 anos dando o cu de bruço fechaentiadinha ficou babedol transeiConto erótico chupa bucetacontos eroticos praia nudismo irma maecontos eroticos de enteadas loiras com padrastos negrosNovos contos de incesto gang bang forcadohigor safado xvidionao acreditei mas o pirralho meteu a pica na minha bucetarelato lambuzei o corno e a puta