Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Milico Rabão A Bronca do Jorjão

Categoria: Homossexual
Data: 01/09/2014 17:27:47
Nota 9.62
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá Galera,

Jhoen Jhol – Olá meu amigo, desculpa ter esquecido de responder as perguntas que me fez dois contos atrás sobre eu ter estado em algum Campo de Guerra. A primeira vez que c estive em um, foi logo ao fim da Guerra do Kosovo. A guerra termina em 1999. Incursionei Junto aos Peacemakers, o exercito de Paz das Nações Unidas. Os Boinas Azuis foram encarregados de manter a paz na região.Estive nas cidades de Prístina, Urosevac e Gjilan. Junto com tropas brasileiras engajadas ao Exercito Azul estive em Moçambique, Angola e Haiti. Sempre comento aqui dos horrores de uma guerra e da visão estarrecedora de Campos de Guerra mesm0o após o fim dela, como também no caso de Grande desastres Naturais como no Haiti. O mais importante e o que move qualquer soldado a muitas vezes voluntariamente participar destas incursões é a fé de que lá estaremos para manter a paz, para trazer de volta a humanidade perdida em meio ao ódio e ao desespero. Guerreiros não são aqueles que amam a guerra e a morte, são os que lutam sabendo que às vezes a paz e a liberdade nos cobra alto seu preço. Sabendo que o sangue de irmãos, seus sonhos e vidas fizeram fértil e forte o solo onde será plantada a semente da paz. E na paz conquistada homens livres farão grandes feitos fazendo a humanidade seguir adiante no caminho do progresso e da evolução.

Kadu – O site que me refiro é contoerotico.com, sem o BR. Para ter acesso a minhas fotos vc deve solicitar ter perfil e solicitar-me amizade. De qualquer descrevo-me. Tenho 1,98 mts (sem salto como diz o Figa) Branco, bronzeado, 103 kg, cabelos castanhos, olhos castanhos claros, 21 cm de rola grossa e babona, corpinho saradim recheado de gostosura e cabeça cheia de pensamentos devassos. Ta bom pra tu meu kaduzinho? E não pensa que sou metidinho, sou facim que nem kenga cega, torta e feia, numa madrugada na BR em feriadão.

Kalvin4 – Te pedi amizade no site, assim vc tem acesso as minhas fotos.

Garota Metaleira – Garota esperta, primeiro me põe lá em cima, elogiando as fotos depois se põe como Cheerleader do fã clube de meu irmão. Essa presepada entre vc e o Jorjão tá começando a me dar um ciúme do carai. Kkkkkk Eu me achando o gostosão da galera e vem aquele fudião com cara de quem presta e me rouba o posto. Dia desses te mando a foto que ele prometeu, agora contigo tendo perfil no site fica mais fácil.

Vc me fez lembrar do dia do meu casamento. Eu estava supernervoso. Jorjão, Marcão e o Figa me ajudando a me arrumar no hotel perto do Aterro da Gloria. Me casei numa cerimônia militar na Igreja da Gloria. Mamam teve a cara de pau de subornar uma noiva e trocar a posição de espera para a Igreja.

A todo momento eu falava. –Vcs tem certezas que ela vai pra igreja? – E se ela desistir? Cagaço geral mesmo! A mamam me levou ao altar. Assim que ela chegou perto antes da porta da Igreja abrir, eu perguntei de novo

- Mamam, será que a Pica Pau vem mesmo?

-Ela seria louca se deixasse um homem desses. Vc está lindo meu filho. Qualquer mulher do mundo daria tudo para estar aqui.

-Eu não quero qualquer mulher Mamam, quero a birrenta encrenqueira de cabelo de fogo e nariz empinado, que põe o dedo na minha cara sem medo e me faz pequenininho.

Já no altar, poucos minutos depois a musica toca e a porta se abre e vejo a mulher de minha vida sorrindo pra mim, pronta pra ser minha pra sempre. Ouço o papai.

-Não chora, seja homem.

Depois da troca de aliança descemos o altar, atravessando a igreja e passando pelo túnel de espadas feitas por meus companheiros militares, assim como eu vestidos em uniforme de gala. Os dois primeiros eram meus irmãos e logo depois deles o Figa.

Entramos no carro, menos de dez metros depois que o carro partiu peço que pare. Volto correndo para abraçar o Marcão, Jorjão e o Figa. Jorjão diz.

-Vai Kinho, essa vai ser sua maior missão. Seja feliz, faça aquela mulher feliz, construa sua família. A gente não vai sair de perto de vc. E se manda daqui antes que ela desista.

Uma foda que o Figa armou.

Marcão tinha pedido que o Figa levasse um amigo dele desde a ESPECEX pra farra. Dizia que o cara era ativo, mas, ele achaca que com jeito caia na vara.

Vou pegar ele em casa e ele me sai com uma nojeira que faz desde pequeno. Ele compra chocolate granulado em copo. Lambe o dedo mete no copo e como o granulado que vem grudado. Até hoje o macho faz essa palhaçada. Fica horas metendo o dedo naquela porra daquele copo como se comesse o melhor chocolate do mundo. Falo pra ele.

-Tu sabe que isso não é chocolate de verdade né?

-E daí? É marronzinho como chocolate, tem gosto de chocolate. Pára de complicar as coisas e me deixe em paz com meu dedinho. Por que comer desse jeito faz ele durar dias e dias. Kkkkkkk E antes de usar este, quando era moleque, eu gostava mesmo era das bolinhas prateadas, mas hoje é difícil de achar. Papai também não gostava delas, algumas vezes meti umas n nariz. Tinha que ir pro hospital pra tirar. Mó

-Eca! Troca por MM´s.

-Nada disso, esse aqui é brasileirinho. E outra dá muito trabalho separar as cores do MM´s, você não acha que eu comeria as cores tudo misturadas né?

-Vc vai parar essa melequeira antes de pegarmos o cara?

-Claro rapá! Essas coisas não se faz no meio de gente não. Kkkk E outra meu chapa. Nojento é sua mania de fazer sacolé de ki-suco de uva e morango.

-Seu sacana vc adora meu geladinho de ki-suco. Nem vem.

-Gosto não véi. Gosto só da cor que a língua fica.

Acreditem, essa conversa era de dois homens aos 38 anosChegamos ao hotel do amigo do Marcão.

Esperamos no carro. Vejo um militar vindo em nossa direção. Reconhece o a silhueta.

-Puta que pariu! É o Jorjão!

Figa.

-E porque toda essa armação?

Eu

-Porque? Só pode ser bronca e das grandes, isso tá com cara de flagrante. Caiu direitinho.

Ele chega na janela do carro.

-Tinha certeza que estariam juntinhos. Duas putas. Passa pra trás Figueira.

Ele senta no assento do carona. Bate na minha coxa.

- Tai vc né seu safado? Não tinha me prometido que não iria fazer putaria com sua mulher na cidade? Sei que ela está em casa, vc está fazendo o que aqui?

-É que.....

-Vamos pra uisqueria. Vamos ter uma conversinha.

-

Figa, doido pra tirar o dele da reta.

-Então já que vcs vão ter uma conversa de família, eu vou pra casa. Pode me deixar aqui que eu pego um taxi.

-Fica quieto ai Capitão, vc vai junto sim.

-Sim senhor. Só quero lembrar que temos a mesma patente.

-Não estou aqui só como capitão. Estou como irmão mais velho de vcs. Já que a Mamam diz que vc é o caçula mais novo. Acho bom ficar bem quietinho ai atrás e só falar quando for perguntado.

Eu tentando deixar mais leve a situação.

-E a Lidia e os meninos mano véi, estão bem?

-Estão ótimos, O problema aqui é vcs dois e esse fogo na rola e no rabo que não medem a merda que estão fazendo pondo em perigo a relação de vcs com suas famílias.

Chegamos à uisqueria. Jorjão um malte 30 anos. Quando fomos pedir ele diz.

-Agora nada! Depois que vcs me ouvirem vcs bebem.

Pediu uma sala de fumar ao atendente, confirmando a reserva de uma sala privada. Fomos a ela, ele escolhe um puro cubano. Desabotoa o paletó. Tira o quepe e põe na mesa ao lado. Senta numa das poltronas de frente a nós. Acende o charuto. Dá um longo trago, solta a fumaça, dá aquela ajeitada no meio das pernas de um modo tão másculo que eu e o Figa nos arrepiamos todo. E começa o sermão. Me chamando dizendo meu nome sem diminutivos.

-Luiz vc me prometeu que teria mais cuidado em proteger sua família dos seus aprontes. Disse que só faria em viagens ou quando a G. estivesse fora a trabalho. Não sou de fazer armações. Gosto de lidar de forma direta com as coisas. Usei este meio porque vc me obrigou já que desistiu de agir com hombridade perante a mim. Parece que não posso contar com sua palavra. Sempre acreditei que quando me dissesse algo eu poderia dar como certo, já que quem me dava a palavra era um homem e não um moleque.

-Jorj...

-Cala a boca que eu não terminei.

-Vim pra te ouvir, pra saber se mudou alguma coisa no jeito que fazemos as coisas. Vim pra saber o que vc espera caindo na farra desse jeito. Acha que sua mulher é uma idiota sem noção. Quero saber até quando e até que ponto vc pretende esticar a corda. O mesmo pergunto a vc Figa. Até quando vão agir como adolescentes insaciáveis que não devem satisfação a ninguém?

Ficamos calados de cabeça baixa. Nenhum dos dois ousava falar antes de ouvir a ordem de poder faze-lo. Ele levanta e vai ou outro lado da sala completar a dose. Jorjão toma seu malte sem gelo. Figa virapra mim.E mesmo naquele clima serio. Ele diz.

-Rapaz não sei se o cara vai me por no colo e dar uns tapas na bunda. Mas que o bicho tá mais tesudo que nunca isso tá. Ó pra isso véi! Tô de pau duro!

Eu não podia nem dar uma bronca nele, estava igual. Estava arrasado com que ele me disse sobre não poder confiar em mim. Mas também excitado vendo ser meu irmão mais velho quer veio de Brasília pra concertar o que seu irmão caçula fazia de errado segundo sua visão das coisas.

Voltou a sala e sentou de novo.

-Tô esperando o que os dois têm a dizer. Se é que têm.

-Mano eu não estou sendo irresponsável como vc disse. Sim realmente te prometi não fazer farra cpom a Foguinho na cidade. Acontece que hoje era noite de pôquer. Foi desmarcada e sai pra atender um pedido do Marcão. Acompanhei o Figa para receber o amigo quer ele nos pediu quer recebesse. Não nego que se rolasse sexo eu estava disposto, mas não foi o que motivou.

-Tu tá me achando mesmo com cara de idiota né muleke?

-Não Jorjão. Porra véi! Sabe que sou afogueado mesmo, mas sai de casa para o jogo, no meio do caminho foi desmarcado e liguei pro Figa.,Já ligou pra o puta comparsa atrás de foda.

Desisti

-Bom, foi isso mesmo Jorjão, me perdoa cara, mas pela amor de Deus não desacredita de mim. Vc esta certo, te prometi. Tenho cumprido a promessa, apesar de vc duvidar. Jorjão a confiança sua e do Marcão é a coisa mais importante de minha vida, por favor não tira isso de mim.

Figa

-Jorjão. A´pesar de estar constrangido, estou feliz pra caralho em ser tratado por vc como mais um irmão. Vc está certo cara, as vezes descuido dos cuidados que minha família merece. Não vai voltar a se repetir.

Eu estava realmente sentido pelas palavras duras do Jorjão. Nossa união é um dos bens mais preciosos que possuo, só em pensar em perder isso era como o fim do mundo. Deixei duas lagrimas escaparem dos meus olhos rolarem por minha face. Ele se levantou e enxugou as lagrimas em meu rosto. Voltou a poltrona.

-Luke, Figa. Tomem tento vcs dois. Estão contando com a sorte. Soldados não contam com a sorte. Agem certo para um bom termo das coisas. Estão se deixando correr riscos à toa. Vcs não pensam no que seria de vcs, perdendo esposa e filhos? E isso por uma transa com alguém que vcs nem lembram o nome assim que vestem as calças.

Pedimos perdão, juramos seguir seus conselhos.

-Posso mesmo confiar em vcs?

Confirmamos. Ele nos estendeu a mão. E pediu nossas bebidas pelo interfone. O atendente chegou nos trouxe a garrafa do malte que ele tomava, um balde de gelo; Na saída avisou que teria água mineral e água de coco no frigobar. Perguntou se desejávamos algo para comer. Respondemos negativamente. Jorjão nos serviu o malte, brindamos e de novo ele se senta. Agora já com um sorriso no rosto perguntando amenidades. Eu e o Figa agora relaxados e aliviados tentávamos faze-lo sorrir e de novo voltar a ser o Jorjão bom de papo. Apesar de tudo nossos olhos não se desviavam do meio de suas pernas admirados de sua masculinidade que naquela noite parecia triplicada com ele agindo como nosso pai e superior.

Já tomando a terceira dose agora todos relaxados contando anedotas e passagens divertidas de nossas vidas em cidades diferentes, notei que o Jorjão a todo momento dava uma boa pegada no volume, nos deixando mais loucos de tesão ainda. Até que num momento ele fala.

-São dois safados cachorros mesmo! Tão doidos por isso aqui não é? Disse ele pegando no volume no meio das pernas abertas.

Não esperou resposta. Disse.

-Vem aqui Figa, abre minha calça.

Eu ia junto. Ele diz

-Vc fica ai, apenas tira a camisa e os sapatos.

Obedeci, enquanto Figa se abaixou na frente dele e desabotoou as calças.

-Agora tira meus sapatos e meias.

Ele fez. Jorjão o puxou pela nuca e deu-lhe um beijo longo. Empurrou sua cabeça em direção a sua virilha e esfregou seu rosto ali.

-Não era um macho que vc queria? Sente o cheiro de um e mama minha pica seu puto.

Eu na poltrona de frente encarava seus olhos nos meus. Tirei o a calça e saquei a rola pela lateral da cueca. Meu pau duro em minhas mãos que o massageavam ora assistindo meu brô se acabar na rola de meu irmão mais velho ora mirando seus olhos firmes nos meus como se ele se vangloriasse em nos usar a seu prazer. De repente fala pra mim, lembrando nosso jogo de irmãos em nos masturbar um de frente ao outro contando ao outro o que se passava em nossa cabeça nos dando tesão.

-Fala pra mim maninho o que esta te dando tesão.

-Ver meu amigo mais intimo e chegado se fartando de sua rola. Ver vc de pernas abertas se oferecendo ao desfrute dele. Sentir sua autoridade sobre nós dois. Tô ansioso pra que me mande trocar de lugar com ele.

-Isso agora não. Antes vou fuder ele na sua frente. Vou chupar o cu desse safado como se fosse a melhor dsa sobremesas, depois vou por ele de quatro te olhando a cara e sendo montado com violência por mim.

Ele se levanta, puxa Figa pelos cabelos, e o põe de joelhos na poltrona com o peito virado pro encosto, se ajoelha e abrindo o rabo do Figa em dois mete a cara e com a língua se enfiando em seu cu faz meu Brô gemer de prazer.

Alguns minutos depois o Figa implora.

-Porra Jorjão mete logo essa pica porra!

Jorjão tinha a camisa totalmente desabotoada exibindo seu peito forte de pelos lisos e negros, a calça arriada até os joelhos assim como a cueca. Pegou o Figa pela cintura e o pôs de quatro no chão. Tirou do bolso da calça uma camisinha. Encapou a pica e com ela colada a entrada do cu dele, juntou seus olhos aos meus e iniciou a penetração. Figa gritou, pois ele não foi nada cuidadoso. De resposta o Brô ouviu.

-Cala a boca porra. Não queria pica seu sacana?

Figa se adiantou um pouco como se fosse pegar minha rola. Jorjão o segurou com as duas mãos em seus ombros e cravou o resto de pica que ainda não estava dentro dele. Logo iniciou a fuder forte. Empurrou com a mão a cabeça dele até o chão e montado nele fudeu até que ele anunciasse que gozaria.

-Goza safado, varado na minha rola.

Mal se tocou o Figa esporra uma grande quantidade de porra no tapete persa no chão. Jorjão sai de dentro dele e o Figa desaba no chão exausto pela selvageria que o Jorjão impôs na foda.

Ele tira a camisinha e de frente a mim empurra sua rola na minha boca, Segura minha cabeça e a põe inteira na minha garganta. Me fode a boca sem pena, me fazendo babar o meu peito. Até quando se dá por satisfeito e me fortça a ficar na posição que antes pusera o Figa. De joelhos na poltrona com o peito junto ao encosto. Sem nem on carinho da chupada que o Fioga ganhou, ele apenas cospe na mão e me pergunta se ainda pode me comer sem camisinha. Confirmo e o sacana atocha o caralho em mim. N ao fiz a besteira de gritar a dor que sentir. Mesmo assim ouço seu sarcasmo quando ele se deitando em minhas costas sussurra em meu ouvido.

-Isso meu putinho, come pica caladinho.

O Bicho mete tão forte que uso os braços para me segurar na poltrona, rezando pra que ela não virasse já que a cada enterrada os pés da frente chegavam a sair do chão.

Da mesma for,ma que fez no Figa soca ininterrupto até seu próprio orgasmo. Só ai para e me faz engolir sua rola fudendo minha boca enquanto bebo sua porra e gozo me masturbando.

Desabo na cadeira resfolegando. Jorjão faz o mesmo na poltrona em frente. Figa foi o primeiro a voltar a realidade.

-Caralho véi, isso foi o castigo? Acho que preciso demais, sou muito teimoso. Kkkk

Jorjão fala pra mim.

-Só vc Kinho pra achar um safado descarado desses.

Rimos bastante. Nos recuperamos, nos vestimos e limpamos o tapete sujo de porra com gelo e água.

Levamos o Jorjão até ao porta do Hotel. Ele diz.

-Vou dormir aio não. Vão lá pagar minha conta. Afinal vim aqui por causa de vcs dois. Vou dormir na sua casa Luke, to cheio de saudades das pestinhas e da Foguinho.

E lembra a nós dois enquanto íamos a recepção do Hotel.

-è para os dois pagarem, dividam tragam o recibo pra provar.

Figa para mim

-Besteira! Pago de boa, nem que fosse a presidencial do Copacabana, depois de uma fodão daqueles.

-Pô Figa vc me deixa mal cara. Sabendo que gostei tanto quanto vc seu sacana relento.

Comentários

08/09/2014 19:28:36
Amei esse lado do Jorjão, sempre na família tem um irmão que é mais correto. Realmente confiança é igual borracha cada erro vai ficando menor, pelo menos você soube em repensar seus atos para não perder a confiança dele. Ahhh, esse momento reconciliação nem preciso falar nada. Olha Cabra, não fique com mais ciúmes, mas tenho mais atração no Jorge do que o Marcão. É sem explicação hahaha. Queria ver o vídeo da sua cara de medo da Foguinho lhe abandonar no altar kkkk. Mandei pedido de amizade no outro site para olhar se es tudo isso mesmo. Abraço!
02/09/2014 19:45:57
Oi Milico lindo. Como você diz que primeiro eu te adulo pra depois te trocar???? Que absurdo essa afirmação. Apenas nosso relacionamento seria fadado ao insucesso e eu vou te explicar o porque. Você e eu somos os caçulinhas, paparicados, acostumados que todos nos atendam. Já pensou dois desses juntos? Seria insuportável. Nós dois precisamos de alguém com autoridade pra nos comandar. O Marcão não me desperta nenhuma autoridade. O Figa se tentasse me dar uma ordem, eu iria começar a rir na cara dele. O Berga é autoritário mas é rude demais pro meu gosto, prefiro pessoas educadas. Finalmente vem o JORJÃO, educadíssimo, culto, gostoso e que comanda direitinho (você e o Figa que o digam rsrs), por isso minha preferência por ele. Além do mais, você é um homem sério e eu sou uma mulher séria, é seriedade demais kkkk. Agora deixa falar uma coisa, você encarnou o Luke Skywalker bonitinho durante a bronca, hein. Deixar as lágrimas rolarem enquanto te chamam a atenção é um dos truques mais antigos que existe kkk.....e o Jorjão caiu nessa, o que é pior. Agora vou ficar mais um pouco ansiosa pelo próximo conto. Beijo meu lindo
02/09/2014 09:18:44
Muito bom!!!! Obrigadão pelo convite no outro site. Apesar de sermos amigos ainda não consigo ver as fotos. Aguardando sempre mais. Nossa, você é enorme!!! Puta que pariu, fiquei varado de tesão!!!!
02/09/2014 06:01:58
Palhaço como sempre... :D
01/09/2014 23:08:05
onde vejo seuas fotos?
01/09/2014 19:02:30
Pelo jeito, caí no esquecimento do senhor Major 😭... mas isso não tira meu encanto por ler as aventuras com os manos, principalmente com o Jorjão que deu uma sumida né. Agora,fui vencido pela curiosidade e vou ter que abrir uma conta no tal contoseroticos.com kkkkk doido pra ver como é o Major.
01/09/2014 18:33:08
Como sempre, consegue me tirar risadas de acontecimentos, mas tambem me excitar por demais! Esperando o proximo e saber das diabruras que essa trupe ainda tem pra contar...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vídeo da Sarinha do homem lambendo pequena mulher a mulher lambendo o pau do homemsarrando a bundinha da minha filinhaComendo a garotinha contos eriticocontos eroticos , isso geme putinhacurrada pelos negões no carnavalaluno fodendo professor de educacao fisica gay animadoconto porno saiu sangueevangelicas na zoofilia com cachorroso sexo incesto mãe e filho contos ineditosconto erotico gay perseguiçaocontos de mae.putona tarada pela rola do filhona hora do sexo o que pode ser feito com o halls pretoConto gay viagem Onibus leitover homem chamadobucetaSexoloucoanimalporno levei um amigo pra minha casa ele ficava elaDeixou varios gozar dentro frutapornoX video comendo ninazinha menor 18anythingvideos porno caseiro a garotinha dormi e o padrasto gozou no seu cuzinho nxvideo pagecontos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhafilme de zoofilia sofia nozo eterradopanteras porno estemdeu a roupa e deu o cu pro pesocontos eróticos surpenatural incestofotos cazeira bucetas escapando pelo vestidocomo meu tio roludo e comedor comeu minha esposa novinha 1° contosSuper menininhas em contos eroticos 2017 da cidade de campinas gratiselementarians eroticohttp://migre.me/w4IgEvidio do porno doido de lesbisca chupando a bucetavda outra ate ficar sem folegocontos eroticos A Dama e o Bruto vergonhapai comendo.as filhasPenis flacido castrar contosvi minha namorada branquinha virgem sendo fodida por um velho pauzudo/contos eróticospornô em famíliaxxvpaguei mas gozei gostoso na filha evangelica da empregada minha contosvideo porno com muito beijo na boca de tirar o folego muita chupada na buceta fazendo gozar na lingua de tanto prazer puchao de cabelo sexo com pegada forte e brutaputas peladas meladas de margarina no cuconto patricinha escravarelatosacanaXVídeos a comadre de vestido bem curtinho com a boca fica do lado de fora no ônibusgatinha. trepanfo. pau. 50. citimetrumolestando filhinha young pornofudendo so o cu delazinhaporno mae Chaegando em casaquando beijo meu marido umagino que e uma bucetaContos eróticos Trasei com amigas da minha namoradaconto erótico meu pai abuso de mim quando eu tinha cincoanostitio comendo osobrio nosofa vidio gayvídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoporno sem casaminhasporno sogru peganu tu nora a forsacontoprimeirafodatre surpresa vendada xvideosconto sexo "Minha Filha II"empregadas dona de casa de calcinha cuidando de tudo mas provocando o patrao com o seu rabu gigante xnxvidiocontos eroticos cu arrombadoContoeroticonovinhosafadochupar buceta com estalos esposinha evangelicamulheres agachadas com buctao reganhadoContos swing minha comadre e eu desfilando de calcinha para nossos maridosporno virge mentiu ter ido pra escola pra mae acabou comendo sua irmaconto erótico Inaracasa dos contos eróticos dei para meu filhovidios pornnou que mae e filha tranza com o meismmulheres brincando com penis so na portinhameu padrasto me encochava contos eróticos de gayscontos eroticos gay x negao 40cmconto pornpai comendo filha e a sobrinhavi minha namorada branquinha virgem sendo fodida por um velho pauzudo/contos eróticosConto erotico comi a dentista no consultorioxxxpastora que manda marido chupa rola e da cu pornocontos eróticos com pezinhos da tiaconto eroticos esposa era certinhanovinha virgem tora a roupasmostrando s calcinhasexo surpresa rapaz ch3ga pra conserta a pia e rola chupada na xota ha