Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Um final de semana com um casal de amigos no interior de Goiás

Categoria: Heterossexual
Data: 07/09/2014 03:35:35
Última revisão: 18/01/2017 14:47:49
Nota 9.73
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Para quem ainda não leu meus primeiros contos vou me apresentar novamente...

Sou morena clara, cabelos loiros e longos, olhos pretos, boca com lábios grossos e dizem que tenho um sorriso lindo,baixinha, 1.54 m, 62 kl e tenho seios grandes porém durinhos e com tudo no lugar, tenho bumbum grande, com uma tattoo bem acima dele, coxas grossas, pernas bem torneadas.Sou separada e sem filhos, moro sozinha,enfermeira, Adoro ler, assistir filmes,amo animais, estudar, meus hobbies são pedalar e andar de patins e meu maior vicio é sexo,sou completamente viciada em sexo. Adoro minha aventuras e sempre pinta alguma coisa diferente.Vou contar uma dessas histórias pra vcs...É a história de como transei com o marido gostoso

da minha amiga. Fui sua putinha 3 dias em uma viagem depois que ele me pegou dormindo.

Era um fim de semana e fui convidada por uma amiga para passar o fim de semana em caldas novas ...paraíso das águas quentes no interior de Goiás. Nos conhecemos na faculdade e logo ficamos bastante amigas...eu já frequentava sua casa fazia muito tempo, e não conhecia o seu marido, apesar de várias vezes falar com ele por telefone e já ter certa intimidade para fazer brincadeiras e piadinhas nessas conversas.Algumas vezes falei com ele na web cam enquanto Fabi falava com ele pelo skype, mas pessoalmente nunca o tinha encontrado. Ele viajava a trabalho e ela ficava a maior parte do tempo sozinha com um casal de filhos, uma menina de 13 anos e um menino de 4 . Fabiana tem seus 35 anos, morena com seus 1.65m, o rosto bonito, olhos verdes, um pouco acima do peso. Como a amizade foi crescendo ela passou a se abrir comigo e sempre dividimos nossos segredos, até os mais íntimos. Ela tinha seus casinhos também na internet e algumas escapadas nas longas viagens do marido.

Bom nesse fim de semana ela me convidou e disse que Ricardo iria chegar e assim iríamos viajar todos juntos.

No horário combinado eles chegaram,ela tocou o interfone e eu desci vestida com um shortinho jeans desfiado curto o suficiente para deixar a mostra minhas pernas bem torneadas e bronzeadas, uma blusa de renda branca, larga,transparente caída deixando o ombro a mostra, deixando aparecer minha lingerie também de renda. Meus cabelos loiros lisos soltos e um óculos escuro tipo aviador. Ao chegar no carro uma caminhonete Hilux prata me surpreendi com Ricardo... ele desceu sorridente para me ajudar com a mala e pude notar o que eu nunca havia percebido nas fotos e pelo skype. Ele era alto, corpo malhado mesmo, usando uma bermuda e uma camiseta que marcava bem seus músculos, cabelos começando a ficar grisalho, usava um óculos escuro grande e com um sorriso lindo. Quando Fabi me apresentou ele pegou em minha mão e me puxou para dar um beijinho no rosto, senti seu perfume e a barba começando a crescer. Ele notou que eu estava meio sem graça e que me surpreendi com ele, também percebi a olhada longa que ele deu para minha blusa que valorizava bem meus seios grandes. Trocamos algumas palavras e brincadeiras enquanto ele acomodou minha bagagem, ele me acompanhou até a porta da caminhonete e me ajudou a subir, percebi sua olhada nas minhas pernas quando me sentei e ele fechou a porta sorrindo. Durante a viagem tudo ocorreu normalmente...conversamos sobre tudo, enquanto os filhos deles se ocupavam de um Tablet e cel com fones de ouvido,nossa conversa animada, cheia de piadinhas e brincadeiras até que chegamos no apartamento que iríamos ficar.

Chegamos na sexta a noite, o apartamento no quinto andar, tinha 3 quartos, sala, cozinha e uma varanda com uma vista linda da cidade e das piscinas lá embaixo. Fiquei em um quarto, os meninos no outro e o casal na suíte no fim do corredor, Até ai estava tudo normal e Rick, como era chamado por Fabi, se comportava como o marido da minha amiga. Fabi sempre preocupada com os filhos, atenção total para as crianças,principalmente com o Junior de 4 anos. Depois de me acomodar, fui ajudar fabi na cozinha e Rick também estava lá acomodando algumas coisas na geladeira, me ofereceu uma cerveja e agradeci, Fabi pediu que eu ajudasse o Rick a terminar de guardar, e ela iria dar um banho no filho... ele então me deu uma olhada e sorriu. Ela saiu para o quarto com o filho e deixou a menina assistindo tv na sala que era separada da cozinha apenas por um balcão. Começamos a guardar as coisas e como a cozinha era pequena, alguns esbarrões começaram a acontecer, coisa normal se não fosse o tesão que Rick me causou logo que o vi, mas eu me contive, pois ele era o marido da minha amiga. Mas fui colocar umas caixas de leite na geladeira e logo Rick veio também com mais umas coisas, assim com a porta da geladeira aberta, ele veio por traz com a desculpa de colocar algo também...senti ele bem encostado em meu corpo e se encaixando para colocar nem sei o que na geladeira. Um longo e delicioso arrepio percorreu meu corpo, senti o cheiro gostoso daquele homem encostado em mim e o tesão que ele me provocava, mas senti também que ele havia feito de propósito...percebi que ele também estava querendo outras coisas, ele praticamente me encoxou ali na geladeira, senti ele todo encaixado em meu corpo, dava para sentir cada pedaço de seu corpo encaixado no meu e principalmente senti seu pau no meu bumbum por cima do shortinho, senti ele pulsar encostado em mim. Ele não disse nada, mas segurou em meu braço e me deu uma leve puxada enquanto colocava alguma coisa na geladeira com a outra mão.Foi tudo muito rápido, mas deu para sentir a eletricidade passando pelo nosso corpo junto e o olhar malicioso que ele deu, como se estivesse mesmo me testando. Eu sabia que ele e Fabi não viviam muito bem...brigas e chifres de ambas as partes e que quase se separaram algum tempo atrás, mas ela engravidou do caçula e resolveram esperar ele crescer. Mas ela sempre me disse que o marido era muito gostoso e falava muito do tamanho do pau do marido, dizia que era muito grande e grosso e isso sempre me atraiu, um cacete grosso, não precisa ser muito grande, mas tem de ser grosso.O fim de semana prometia...

Bom nosso momento na geladeira foi rápido, até porque a filha dele estava bem ali do lado e podia perceber alguma coisa. Terminamos e fui para o quarto tomar um banho e trocar de roupa pois combinamos de descer para jantar e depois ir para as piscinas tomar alguma coisa, não parei de pensar no que houve na cozinha, será que eu estava fantasiando ou ele tinha mesmo me encoxado na geladeira de propósito? Pensando nisso, tomei meu banho e coloquei um biquíni branco com uns detalhes rosa, fio dental e apenas um vestidinho branco muito curto, tipo saída de banho com um chinelinho, arrumei uma bolsa de praia e soltei o meu cabelo, usei um creme em todo o corpo, perfume e fiz uma maquiagem leve e a prova de água. Saindo do quarto olhei na sala e Rick já estava ali esperando, brincava com os filhos. Entrei no quarto e Fabi terminava de se arrumar Também. Conversamos um pouquinho e logo chegamos na sala juntas.

Rick nos olhou e disse : vamos minhas garotas lindas...hoje estou muito bem com minhas duas mulheres gostosas, vão me dar trabalho!

Todos rimos e fizemos piadinhas sobre isso, ele me perguntou sobre namorado e respondi que eu tinha me separado e que estava apenas ficando com uma pessoa.

Descemos e jantamos no restaurante do hotel, depois fomos para as piscinas...Fabi colocou as crianças em uma piscina rasa e fomos para uma piscina com hidromassagem próxima para adultos, caldas novas é assim, piscinas quentes com hidromassagens, e a noite fica tudo lotado, já que o frio ajuda a deixar tudo mais gostoso nesse horário.Escolhemos uma pequena que era para umas 6 pessoas e que ficava em um local de onde podia ver as crianças. Entramos os 3 e tinha algumas pessoas em outras piscinas próximas, Notei o olhar de Rick novamente quando eu e Fabi tiramos a roupa e ficamos de biquíni para entrar, o dele e de mais alguns homens em volta...duas mulheres que chamam sempre a atençaõ. Rick foi ao bar e trouxe bebidas...cozumel para os três.

Ficamos ali tomando e conversando por um bom tempo e enquanto eu sentei em um lado, os dois se acomodaram na minha frente, ela na frente de Rick, encostada em seu corpo, enquanto ele a segurava pela cintura com uma mão. Dava bem para perceber que os dois se esfregavam o tempo todo, ela com a bunda sobre o pau dele e vários beijinhos e risadas. Eu me fazendo de cega...mas isso só me dando o maior tesão. Depois de algum tempo Fabi disse que iria colocar as crianças para dormir e que depois descia de novo, me ofereci para ajudar mas ela disse que não,que iria colocar o Junior na cama que a filha queria ficar no computador, então ela desceria de novo, pois Bia olharia o irmão e se ele chorasse ela ligava para a gente subir. Então ela e os filhos se despediram e subiram, me deixando com Rick na piscina... assim que ela entrou no prédio ele veio e se sentou do meu lado...senti seu braço encostado no meu, assim ele puxou assunto e começou a me fazer perguntas sobre o fim do meu casamento, começamos a falar e logo ele falou dele e de Fabi, dos problemas que eu já sabia...ficamos ali, sentados na piscina com hidro, o que fazia a gente relaxar e nos deixava totalmente cobertos de espuma e o movimento da água, encostados um no outro e sem muita gente por perto, pois muita gente já tinha subido para se deitar ou estavam no salão de seresta do hotel. Isso e as bebidas a mais nos deixaram bem mais soltos e começamos a falar sobre coisas mais picantes... ele começou a falar que sentia falta de sexo e da Fabi depois dos filhos e assim o assunto foi esquentando... Rick começou a se encostar mais em mim e em uma determinada hora senti que ele passava as pontas dos dedos na lateral da minha perna. Depois de um tempo ali Fabi retornou e entrou na piscina novamente, se encostando de novo na mesma posição que estava antes na frente de Rick. O assunto rolou até de madrugada e lá pela uma da manhã resolvemos subir para dormir um pouco.

Eu entrei e fui tomar banho... sai de toalha do banheiro e percebi Rick na sala, ele me olhou com aquele olhar safado, mas não disse nada. Fui para o quarto e me troquei para dormir. De propósito coloquei um conjuntinho de Baby Dool curtinho de seda rosa, apenas de alcinha, com o short bem curto e colado, estacando meu bumbum sem calcinha e nem soutien...eu estava adorando provocar Rick, e a situação dele ser marido de Fabi me fazia ter mil fantasias, nem sei se efeito do álcool ou se porque sou mesmo safadinha assim, o que sei é que estava adorando o clima que estava rolando. Sai do quarto e fui na cozinha de propósito beber água, só para que ele me visse... Fabi também estava lá e vestia uma camisolinha preta de renda curta, ela me olhou e riu me chamando de gostosa como a gente sempre brincava... Rick da sala respondeu brincando também que estava ferrado pq suas mulheres eram lésbicas... rimos e eu e Fabi alegres como a gente estava devido a cerveja, cozumel e caipirinha que misturamos fomos para o meio da sala e nos abraçamos dando um selinho com a mão no bumbum uma da outra...olhamos para Rick e rimos dizendo: morra de inveja! Rick olhava as duas com aquelas roupas de dormir com a maior cara de safado, falava que iria mostrar, que ia dar um jeito nas duas, que ia dar uma surra de vara e coisas assim, rimos muito, mas o clima estava para lá de sexy, com os filhos dormindo os dois ficavam mais soltos e mais próximos e pareciam mais felizes. Depois de um tempo nessa brincadeira eu despedi e fui dormir, deixando os dois na sala. Entrei para meu quarto e encostei a porta sem trancar, me deitei e fiquei ouvindo barulho dos dois ainda na sala...ouvi beijinhos e frases soltas e percebi o clima esquentando entre os dois... eu ouvia gemidos, e imaginei o que estava acontecendo ali mesmo na sala, fiquei frustrada pois ele me provocou desde que me viu e agora estava na sala ali do lado comendo a esposa e pelos sussurros e gemidos deviam estar bem empolgados que nem se lembraram de mim e dos filhos dormindo ali perto. Escutar e imaginar eles ali fazendo sexo, me deixou molhada rapidinho, afastei meu shortinho e me masturbei ouvindo os dois e imaginando ele me comendo...gozei rapidinho assim. Depois de uns minutos o barulho parou e eles foram para o quarto. Assim eu dormi rapido, relaxada pelo álcool, pela piscina de água quente e por ter gozado gostoso pensando no Rick me fudendo.

Era umas três e meia da manhã senti uma mão na minha perna e um corpo colando em mim...no escuro senti apenas o perfume e percebi que era o Rick...fiquei paralisada imaginando que era um sonho aquilo. Senti sua mão percorrendo minha perna e entrando por baixo no meu shortinho enquanto sua respiração era ofegante no meu pescoço...fiquei quietinha fingindo dormir ainda. Eu estava deitada meio de lado, sentia seu corpo todo colado em mim, ele estava só de cuequinha e seu pau já estava duro e enorme, pude perceber o que Fabi sempre me falava, que era grande e grosso. Senti ele tirar a mão da minha perna e subir puxando a alcinha da minha blusa, expondo o meus seios...abaixou a cabeça e colocou sua boca bem suave no biquinho do meu peito, se ajeitou devagar na cama, devagar, fazendo tudo para não me acordar. Ficou me chupando devagar e desceu a mão no meu shortinho, afastando o fundo dele devagar e mechendo na minha bucetinha...eu tentando fingir que ainda dormia, mas quando ele abriu com os dedos minha bucetinha e começou a dedilhar nela, me encharquei toda e senti um tremor percorrer meu corpo. Ele também percebeu...pois ficou parado um instante esperando para ver minha reação, continuei quieta, pois eu estava doida para continuar...ele me deixou doida de tesão desde o primeiro momento que eu nem queria saber mais se ele era o marido da Fabi, tava me lixando, queria mesmo era aproveitar a situação. Ele voltou a mexer na minha bucetinha, dessa vez enfiou o dedo e ficou me dedando gostoso, me fazendo encharcar seu dedo, meu tesão só aumentava e ele ainda chupando meu peito devagarzinho...como era de solteiro a cama, nossa posição era meio sem jeito, então fingi que respirei fundo e meio que me virei na cama, ele nem tirou sua mão, acho que já tinha percebido que eu estava acordada...me virei de barriga para cima e abri minha perna permitindo que ele ficasse mais a vontade.Ele não perdeu tempo, se levantou e veio para cima de mim, deitando por cima do meu corpo bem de leve, tirou seu pau para fora e ajeitou ele bem em cima da minha bucetinha, forçou mais o shortinho para o lado e começou a se esfregar nela, eu sentia seu pau passando no meu clitóris, sentia aquele cacete grosso se esfregando em mim enquanto sua mão apertava meu peito ele beijando meu pescoço levemente e minha boca com selinhos molhados, ele sabia que eu estava acordada, mas entrou no joguinho,senti seu corpo musculoso sobre mim e seu hálito ainda cheirava a bebida, sua respiração forte e o tesão gostosos entre a gente... eu tentava controlar a respiração...o tesão era de mais, minha buceta molhada queria aquele pau, queria que ele metesse gostoso em mim e não podia fazer nenhum barulho pois minha amiga estava bem do lado ali. Eu senti ele ajeitar o pau na entrada da minha bucetinha e posicionar para me comer de vez, senti ele passar o pau no meu melzinho para lubrificar, senti ele começar a forçar a entrada do seu cacete na minha buceta e ir enfiando devagar, me assustei pois me lembrei que ele estava sem camisinha, abri os olhos e vi ele bem colado com a cabeça no meu ombro, respirando forte, tentando não gemer de tesão ao enfiar seu pau em mim, eu gemi com aquele cacete grosso me rasgando e entrando em minha buceta, ele levantou a cabeça e me olhou,me disse baixinho para ficar quieta que estava muito gostoso...eu sem reação olhando pra ele gemi sem querer de novo quando senti seu pau todo entalado na minha buceta, sentia arder de tão grosso que era, ele rapidamente tapou minha boca com a mão e ficou impossível eu falar ou gemer, ele tapou firme e começou a bombar seu pau em um vai e vem gostoso. Eu estava adorando aquele cacete me comendo e a situação de ser invadida, de ser violada e fodida pelo marido gostoso da minha amiga...mas o tesão era maior de saber do perigo de ser pegos... ele me fodia gostoso, em um ritmo forte, mas sem fazer barulho. Eu me agarrei nele e comecei a apertar e passar a mão pelo seu corpo, ele me beijando gostoso agora, enfiando a língua na minha boca e me mordiscando o pescoço, enquanto me chamava de gostosa, safada e sussurrava putarias deliciosas no meu ouvido, me perguntando se era isso que eu estava querendo...se queria dar par ao marido da amiga, putinha, gostosa, toma toma pra aprender vai! Eu já estava doida de tesão e foi rapidinho gozei no seu pau grosso...ele me beijou para eu não fazer barulho, me segurou pelos braços, enquanto eu estremecia de prazer...gozei muito com aquela foda deliciosa na madrugada. Ele me comeu gostoso...fodeu forte sem parar e quando estava quase gozando tirou seu pau, veio até minha boca e colocou na minha boca me fazendo chupar gostoso aquele cacete grosso que quase rasgava minha boca e nem me deixava respirar direito...enfiou seu pau na minha boca e bombou me fazendo engasgar várias vezes, quase me sufocando e foi assim até gozar... não tirou o pau, me fez engolir sua porra toda, depois que tirou me fez lamber cada gotinha de porra, limpando ele todo, assim não ficava nem vestígio do que houve. Ele me deu um beijo e disse obrigada sua gostosa,depois quero mais. Se levantou e foi para a cozinha tomar água, depois voltou para seu quarto como se nada tivesse acontecido.Eu fiquei ali pensando como seria olhar para minha amiga de manhã e como eu iria olhar pra ele, na situação que eu tinha deixado acontecer...era quase 5 da manhã e logo iria amanhecer e ainda tinha o sábado e o domingo ali, a gente só iria embora na segunda de manhã. Estava exausta, com a bucetinha ardendo de dar para aquele pau grosso, e adormeci assim. Acordei com as vozes era quase umas 10 da manhã, Fabi abriu a porta do meu quarto e entrou... eu sem jeito e sem saber com agir mal disse bom dia. Ela me perguntou como tinha sido minha noite...estremeci pensando se ela sabia, se ela estava me testando, sei lá tudo passou na minha cabeça... respondi apenas que foi boa e ela me disse que dormiu como um anjo depois que trepou na sala, que estava bêbada e que assim que deitou capotou, e que Rick que deu a mamadeira das 3 horas para o Júnior porque ela nem acordou. Ou seja ele deu mamadeira para filho e logo depois foi me comer. Eu relaxei mais, percebi que ela não sabia mesmo.Conversamos e decidimos o que iríamos fazer naquele dia, ela disse que iria acordar o marido com um café da manhã na cama, que ele ainda estava dormindo e que ela queria uma horinha com ele no quarto, me pediu se eu podia cuidar dos meninos enquanto isso. Eu disse que sim, mesmo com uma ponta de inveja dela, que iria ter aquele cacete de novo logo de manhã, mas imaginei também se ele teria força para mais uma depois da nossa madrugada... eu ri por dentro nessa hora.

Me levantei ainda de baby dool e fui para a cozinha arrumar o café e olhar os meninos na sala, assistindo tv. Dei uma olhada e percebi que eles estavam bem concentrados na tv em um desenho que passava, Fabi já havia arrumado o café da manhã deles e acho que avisou Bia que ira ver o papai, ela já entendia bem a mãe, pois era uma adolescente.

Eu dei bom dia, brinquei um pouquinho com os dois e disse que ia tomar um banho e me trocar para a gente descer na piscina. Pedi que ficassem na sala quietinho enquanto isso e que Bia olhasse o irmão pra não ir no quarto dos pais enquanto isso. Fui para meu quarto e pude ouvir a conversa que rolava no quarto do casal...

Escutei Fabi pedindo : amor me fode como se fosse ela!

Senti meu corpo paralisar e me concentrei para ouvir o que eles falavam...

Escutei o barulho dos beijos, os sussurros e ela dizendo...ela é gostosa não é amor, você está doidinho para fuder ela diz...mas você é só meu, me come vem, me fode seu safado, cachorro, mete essa pica em mim e pensa nela!

Isso seu cachorrão, vem seu puto fode sua bucetona...

Rick gemia alto, e chamava ela de safada, gostosa, e percebi que ele estava a todo vapor de novo. Ouvi ele dizer ele chamar ela pelo meu nome e dizer vira seu rabo que quero foder ele sua cadela...dá ele pra mim, quero essa bundinha sua vadia, vem dar pro marido da sua amiga vem!

Eu me acendi toda de novo, ouvindo a trepada deles, me usando em suas fantasias. Fabi era muito mais safada que eu imaginava, ela me levou ali para atiçar o marido. Ela sabia que ele ia ficar taradinho e que ela que iria lucrar com isso. Entre o barulho dos corpos batendo um no outro e as putarias que diziam, eu escutava ele fodendo ela e falando como me comeria e ela pedia mais e mais. Fiquei doida de tesão de novo ouvindo os dois, fui para o banho e me masturbei no chuveirinho pensando na trepada da madrugada...gozei duas vezes no chuveiro.

Após o banho e de me trocar sai com os meninos para a piscina deixando os dois ainda no quarto... confesso que com ciúmes dele estar trepando com ela depois de trepar comigo.

Lá pelo meio dia Fabi e Rick desceram abraçadinhos e com a maior cara de safados, ele me cumprimentou como se nada tivesse acontecido. Fiquei decepcionada com o olhar frio e o jeito distante que ele se dirigiu a mim.

Fabi chamou as crianças para sair da piscina e eu também para sair para almoçar. Quando sai da piscina de biquíni,ele me olhou de relance, mas percebi o olhar safado novamente.Mais tarde eu e Fabi fomos nos bronzear e ele ficou com as crianças no apartamento até mais tarde quando desceu novamente para a piscina com eles. Durante todo o dia não ficamos mais sozinhos e embora as brincadeiras e piadinhas de cunho sexual entre os três, nos mantivemos bem comportados e na verdade me esforcei para não pensar na nossa madrugada e a frieza e cara de pau dele que fingia que nada tinha rolado me deixaram decepcionada.

Já de noite no sábado as crianças queriam ir no parque da cidade e eu estava bem cansada,então eles foram com os meninos e eu fiquei, disse que dormiria um pouquinho enquanto eles iam lá. Combinamos de mais tarde descer para a seresta e para ficar nas piscinas um pouco só os adultos, depois que os meninos dormissem.

Dormi mesmo umas duas horas...acho que o sol,água quente, a trepada com Rick na noite passada e a bebida, tudo me deixou exausta no fim do dia.

Acordei era quase 22 horas, fui me arrumar para ir na seresta...coloquei um vestido curto, estampado e bem cinturado, com um decote bem grande nas costas, coloquei um biquíni preto por baixo e uma sandália de salto. Prendi o cabelo com um rabo de cavalo alto e fiz uma maquiagem para disfarçar as olheiras. Coloquei um brinco grande e fui passar perfume e o creme no corpo...estava com as pernas para cima quando eles chegaram e ouvi Fabi indo colocar Júnior na cama e pedindo Rick para ver se eu já tinha acordado. Ele abriu a porta do quarto sem bater e me viu passando o creme, seus olhos foram direto para minhas pernas e aquele clima de tesão novamente apareceu quando ele me olhou nos olhos...sussurrou um gostosa com a cara mais safada que tinha, sorriu e saiu do quarto.

Descemos os três como o combinado ...fomos dançar na seresta. Entrei no salão na frente dos dois e logo percebi os olhares em minha direção...e percebi o olhar de Rick que pareceu não gostar muito.

Seresta aqui é muito forró, muita modão sertanejo e o cara que estava tocando bem animado. Rick dançava comigo e com Fabi, revezando para não nos deixar sentadas. Começamos a beber novamente e isso relaxou todos de novo rapidinho. As brincadeiras começaram a ficar mais safadinhas entre os 3 e cada vez que ele ia dançar comigo a mão estava mais solta...Fabi estava bem mais solta e ria e estimulava ele com a sacanagem. Acho que todos ali percebiam o clima entre os 3. A meia noite encerrou a seresta e fomos para a beira da piscina... eu já estava meio tonta e percebi que Fabi estava bem mais, Rick continuava fazendo ela beber, e percebi que de propósito. Entramos na piscina de novo, a mesma que tem hidromassagem e os dois não pareciam animados como na noite anterior, mesmo assim ficamos um tempo ali. Depois de um tempo eu disse que ia subir e eles também resolveram que iriam dormir, Fabi estava bem tontinha, Rick teve de ajudar ela a sair e andar até o prédio, ela já estava bem sonolenta.

Subimos e eles foram logo para o quarto, eu fui tomar um banho e colocar a roupa de dormir... peguei uma camisolinha de seda curta e nem coloquei calcinha.... pensando no caso ele viesse de madrugada de novo.

Não ouvi barulho pela casa mais, sai do quarto e fui tomar água na cozinha, estava na geladeira de novo quando senti ele me abraçando e me virando para me beijar, me assustei, mas confesso que esperei aquilo o dia todo. Rick estava só de cuequinha branca e me beijou longamente enquanto me apertava e passava a mão em meu corpo. Eu tensa e com medo que Fabi ou um dos meninos se levantasse e nos pegasse ali.Ele me puxou, fechou a geladeira e me encostou na pia, me disse para relaxar pois ela tinha dormido bêbada e que teve de dar um remédio para ela pois estava com dor de cabeça,e o remédio dava mais sono ainda e os meninos estavam no quarto deles os dois. Disse que fechou a porta do quarto e caso ela se levantasse dava para ouvir e ai percebi que estava tudo escuro, apenas a luz que vinha da janela clareava a cozinha. Ele começou a me beijar novamente e disse que pensou em mim o dia todo e que queria poder ter aproveitado o fim de semana só comigo, que estava com muito tesão em mim. Senti seu enorme pau já duro e pronto para me comer de novo, sentia cada veia daquele cacete quase rasgando a cueca de tesão... Foi me apertando e passando a mão na minha perna, abaixou minha alcinha liberando meus peitos, logo ele estava me chupando o biquinho e mordiscando me enlouquecendo de tesão. Eu adorando a situação de medo e tesão. Ele subiu a mão e percebeu que eu estava sem calcinha, aquilo deixou ele mais louco ainda, se ajoelhou na minha frente e abriu minhas pernas, abriu minha buceta expondo meu clitóris e passou a chupar com vontade, passando sua língua nela toda e chupando meu clitóris, enquanto meteu o dedo na minha buceta melada, escorrendo aquele melzinho de tesão e eu delirando de prazer com o marido da minha amiga. Ele me fez gozar na sua língua, meteu dois dedos e dedou minha buceta com força até, melar de escorrer.Depois ele se levantou, me beijou de novo e eu resolvi retribuir...desci beijando seu pescoço, seu peito, mordisquei seus mamilos, beijei a barriga,passando minha língua em seu umbigo até chegar no pau duro e grosso... lambi suas bolas e fui lambendo seu pau até colocar ele na boca, fiquei chupando enquanto com a mão eu massageava levemente as bolas e perto do seu cuzinho, ele segurava meu cabelo e olhava nos meus olhos me dando tapinhas na cara e me xingando de puta, safada, cadela gostosa... tirei o pau da boca e chupei meu dedo com a maior cara de puta, voltei a chupar seu pau enquanto procurei seu cuzinho...fui massageando e forçando a entrada do dedo bem devagar, ele tentando contrair, não querendo muito, mas com seu pau na boca, segurei seu bumbum com as duas mãos e fiz com que ele bombasse na minha boca, assim ele relaxou e consegui introduzir meu dedo... é incrivel como todo homem reage, ele começou a bombar mais rápido na minha boca e senti que ia explodir em um gozo gostoso, mas Rick queria mais... me puxou e me levantou em seu colo fazendo entrelaçar minhas pernas em sua cintura e assim me carregou até meu quarto, sem parar de me beijar, fechou a porta e trancou dessa vez, disse que naquela noite ele ia me comer como ele queria... Ele puxou o Edredon e forrou no chão...me deixou completamente nua e tirou sua cueca de vez, exibindo aquele cacete enorme e muito grosso que quase me rasgou na outra noite. Ele se ajoelhou, abriu, e levantou minhas pernas, colocando em seus ombros, colocando seu cacete na entrada da minha buceta...depois foi me penetrando devagar, com jeito, pq o cacete grosso dele estava esfolando todo para entrar. enquanto ele me dizia que eu era apertadinha e que isso deixava ele muito louco... que Fabi não era assim. Começou a me fuder tão gostoso depois que entrou tudo, naquela posição eu sentia seu pau me rasgando e indo até o fundo da minha buceta. Eu gemia baixinho e pedia mais...me fode, não para ...mete esse pau gostoso vem seu safado!Enfia ele tudo gostoso, mas bem baixinho para não acordar ninguém, olhando em seus olhos.Que pau gostoso, que homem delicioso e que fim de semana perfeito...era um tesão ser comida pelo marido da Fabi. Fechei os olhos e senti os espasmos percorrerem meu corpo, vários seguidos e minha buceta se encharcar de novo... tive orgasmos múltiplos naquele pau. Coisa que só acontece quando estou com muito tesão. Ele conseguiu e parecia não acreditar em quantas vezes gozei em seu pau. Ele se segurando para não gozar... quando parei e fiquei mais calminha, ele me pediu para virar e ficar de quatro... senti ele me penetrar por trás sem dó, com força e fuder minha bucetinha muito forte, empurrando aquele cacete até as bolas baterem em minha bunda...ele apertava forte minha cintura e batia em meu bumbum se esforçando para não gemer e não falar alto. Ele colocou o dedo no meu cuzinho, cuspiu nele e começou a enfiar o dedo,alargando a entrada do meu cu, percebi a intenção dele e pensei na grossura do seu pau, achei que seria impossível conseguir dar o cuzinho para ele, fiquei com um pouco de medo e ainda tinha de não fazer barulho. Senti ele aumentar o ritmo e pedi para que ele gozasse fora, então ele disse que onde ele ia gozar não tinha problema...ele retirou o pau da minha buceta melada e esfregou ele na portinha do meu cuzinho, ainda estava com o dedo atolado nele. ficou se esfregando, mantendo o pau duro, cuspiu de novo e enfiou mais um dedo, foi fazendo movimentos e me apertando, me puxando, e abrindo bem a entrada do meu cuzinho, puxou um travesseiro da cama e me colocou deitada sobre ele, me pediu para morder o edredon e não fazer barulho... ajeitou o pau grosso na entradinha do meu cu, senti ele cuspir de novo no pau e começar a forçar a entrada... mordi o edredon . Ele foi forçando a entrada e com a outra mão enfiou massageando meu clitóris, isso logo me encheu de tesão e me ajudou a relaxar, senti a cabeça daquele cacete me rasgar quando entrou, segurei um grito. Depois que começou a entrar ele cuspia e empurrava devagar, foi me penetrando e me masturbando ao mesmo tempo, um misto de dor e tesão maluco. Eu sinceramente chorei de dor, nunca tinha dado o cuzinho para um pau gigante daquele, a lágriam escorreu e meus gemidos abafados no edredon... mas já estava dentro, ele ficou parado um tempo para eu me acostumar com aquela vara no cu, beijou minhas costas, pegou meu cabelo e começou a bombar devagar...

Isso putinha gostosa...sente meu pau no seu cu...eu queria esse rabo desde que te vi, sente meu cacete sua safada!

Gosta de ser puta né, agora vai ver o que é um pau sua vadia!

E assim foi fudendo meu cu, rasgando, me comendo deliciosamente... cada estocada ele me batia, me chingava e me apertava mais... eu já nem sentia a dor, só o tesão e aquele cacete enorme no meu cú. Ele começou a aumentar o ritmo e foder com muita força, gemia e logo senti ele gozando no meu cu arrombado por aquela vara enorme, encheu meu cuzinho de porra quente...ficou deitado sobre mim por um tempo sem tirar o cacete e depois foi tirando devagar, enquanto eu gemia, sentindo arder e escorrer porra no meu bumbum e nas pernas. Ele me beijou, disse que ia se lavar, trocamos alguns carinhos ainda, mas ele tinha de voltar par o quarto. Eu me levantei, fui para cama sentindo o cú ardendo e feliz da vida com aquela trepada gostosa... adormeci e só acordei no outro dia.

Já era quase meio dia quando acordei... abri a porta e vi que não tinha ninguém no apartamento, olhei pela sacada do apartamento que ficava de frente para as piscinas e procurei pelos meus amigos, assim vi a família toda em uma piscina lá embaixo Fabi sentada no colo de Rick, dentro da água. Eu sorri e pensei no que ela diria se soubesse...

Tomei um banho para tirar a porra que ainda estava grudada em mim, me troquei coloquei um biquíni e um shortinho com uma regatinha por cima,já pensando no almoço. Desci e fui até eles nas piscinas, nem entrei, apenas disse um bom dia, puxei uma cadeira e me sentei próxima de onde eles estavam... Rick estava com aquela cara de que nada tinha acontecido novamente, me tratando friamente, apenas como uma amiga. Fabi foi me contar que dormiu bêbada e que acordou com ressaca, me disse que não viu nada a noite e que ainda bem que Rick tinha cuidado dos meninos. Bom almoçamos e a tarde como era nosso ultimo dia fomos dar uma volta na cidade e fazer compras.Quase sempre Rick esbarrava em mim, se esfregava quando passava perto, fazia piadinhas bem sacanas o tempo todo, porém mantendo o clima de romance com Fabi e me tratando mais frio, como se nada tivesse acontecido. Voltamos para o hotel já a tarde, banho, trocas de roupa e fomos jantar fora. Lá pelas 22 horas retornamos e a rotina de Fabi colocar os meninos para dormir se repetiu, enquanto Rick ficou na sala vendo tv e eu fui para a cozinha ajeitar algumas coisas ali. Da sala ele me observava e sorria, mas a filha mais velha ainda estava lá com ele, enquanto ele tomava uma cerveja. Assim que Fabi colocou o filho para dormir, veio e mandou a outra para o quarto dormir. Conversamos um tempo e tomamos uma cerveja e Fabi nem quiz beber por causa da outra noite que passou da conta. Fiquei pensando que naquela noite eu não teria ele pra mim...resolvi ir dar uma volta nas piscinas já que o tempo estava quente e eu sem sono. Eles disseram para eu descer que depois iriam, percebi que ela queria ficar só com ele, então peguei minha bolsa e desci...bem chateada mas desci.

Procurei um canto de onde eles não me vissem da janela, queria ficar longe do olhar deles por um tempo.

Tirei a roupa e fiquei de biquíni... me sentei na beira da piscina e logo pedi uma bebida no bar. Fiquei ali com um fone de ouvido e tomando meu cozumel sem querer imaginar a trepada do casal lá em cima.

De repente senti alguém se aproximar e vi um homem negro, apenas de sunga se aproximar e me perguntar se podia me fazer companhia ali...eu acenei e ele se sentou do meu lado. Tirei os fones e ele começou a puxar assunto, meu nome, de onde era, o que fazia e se estava sozinha... o de sempre. Ele se chamava Guilherme, carioca e solteiro...um negro bonito, corpo bem cuidado, sorriso perfeito, dentes brancos... e bem safado. Já foi se sentando colado em mim, me abraçou e puxou para me dar 3 beijinhos quando se apresentou... quase beijou minha boca no terceiro.Me elogiou o tempo todo, falou do meu corpo e que era doido em loirinhas... depois de um tempinho já me perguntou se não rolava nada... eu ria e estava me divertindo com isso, estava mesmo ficando com tesão e queria que Rick visse aquilo...o que ele estava perdendo enquanto transava com Fabi. Entrei na piscina e ele logo atrás, o movimento da hidro deixava tudo tampado e não dava para ver o que acontecia lá dentro. Encostei em um canto olhando para fora da piscina, fiquei de costas para ele, eu queria uma visão que me permitisse ver se caso Fabi e Rick viessem me procurar. Guilherme ficou do meu lado do mesmo jeito que eu... encostado na borda da piscina tomando nossas bebidas, seguimos as brincadeiras picantes e as cantadas dele continuaram, ele foi chegando perto roçando seu braço em mim e quando percebeu que não reagi... ele começou a passar a mão no meu bumbum e apertar, mas nesse momento vi Rick vindo em nossa direção e avisei o Guilherme que se afastou e retirou a mão de mim. Rick se aproximou com uma cara de poucos amigos, olhou eu sozinha na piscina com um homem estranho e vi que ele ficou bravo, mas achei bem feito, afinal tinha 2 horas que eu estava ali esperando ele transar com a mulher. Ele me disse que iria dormir e que Fabi Também pois ele tinha de se levantar cedo e iria dirigir, então queria descansar. Eu disse que ele podia subir, que já eu subia também. Ele disse boa noite e saiu com cara de poucos amigos, mas foi. Guilherme ficou Lá e logo recomeçou com o assédio, mas o clima tinha esfriado e eu estava mesmo era querendo uma despedida com Rick.Então eu me despedi com a desculpa de sono e da viagem cedo e subi, entrei devagar para não acordar ninguém e fui no escuro ainda para o banheiro...tirei a roupa molhada e o biquíni e me preparava para o banho quando vi Rick entrar no banheiro...Ele não disse nada olhou meu corpo nu e me puxou e me deu um beijo se colocando n minha frente. Começamos uma sessão de amassos ali dentro... enfiei a mão tirei seu pau pra fora e chupei com gosto afinal era isso que eu queria...mas ele nem esperou, me virou de costas e me colocou na parede, me segurando os cabelos e abriu minha perna com força, apenas encaixou seu pau e enfiou tudo de uma vez, sem dó na minha bucetinha... segurei o gemido e ele começou a me comer forte, sem dizer nada e me apertando na parede fria do banheiro, me fodia com raiva e me mordia o pescoço, as costas e metendo sem parar, ele estava possuído de raiva e tesão... gozei muito rápido em seu pau. Gozei feliz de ter o Rick de novo antes de ir embora, assim que gozei ele começou a mexer no meu cuzinho com o dedo...meu cuzinho ainda ardia e passei o dia sentindo dificuldade de sentar por causa da noite anterior, mas ele abriu minha bundinha, retirou o pau da buceta, deu uma cuspida e esparramou no pau, molhando ele bem, posicionou na entrada do meu cu e foi me arrombando de novo, eu gemia, me contorcia e ele largou meu cabelo e tapou minha boca. Foi me rasgando o cu de novo e dizia no meu ouvido, sua puta, isso que vc merece, sua vadia. Ia dar pra outro neh, toma safada, cadela, metendo aquela pirosca enorme no meu cuzinho...

ele não parava de me foder forte, e de me apertar... quando gozou ele me disse ...pronto vai lá agora e dá esse cu e essa buceta arrombada vai. Tirou o pau do meu cuzinho, me olhou nos olhos e saiu do banheiro. Eu fiquei lá, dolorida, mas feliz da vida de ter gozado gostoso e do ciúmes dele, eu sabia que ele ia me procurar outras vezes... agora sim a gente podia ir embora. Eu não ia perder aquele pau delicioso assim e apesar dele ser da minha amiga, eu sabia que ela tinha outros.

Esse foi meu fim de semana com os amigos ... uma delicia!

Várias outras histórias aconteceram depois, mas isso é para outros contos.

Espero que tenham gostado apesar de longo,

porém detesto contos em partes, ficar procurando a sequência.

comentem. Beijinhos.

;)

Comentários

07/03/2016 15:45:02
07/03/2016 15:43:54
Gostei muito do seu conto, sou de Goiânia e gostaria de te conhecer
04/12/2015 17:34:05
caraca que tezao gozei duas vezes....tu è delicia loira.
23/07/2015 09:08:44
Adorei
02/07/2015 13:53:52
Que conto sensacional, merece nota 100 conterrânea! Uma delicia vc! Leia os meus também, vc vai gostar. [email protected]
04/04/2015 10:42:13
Nao conseguir te add no skype, vou aqui deixar o meu:jersom9
04/04/2015 10:39:05
Puta que pário,que delicia de conto loira,impossível nao er e não se mastrubar,muito gostoso seu conto,meus parabéns mesmo!!! Meu email pra contato:[email protected]
19/02/2015 16:58:51
iai gostosa quero meter na sua buceta branquinha ate ela ficar vermelha me add ai [email protected]
09/09/2014 22:45:17
Adorei os comentários e não uso o whatssap para contato, mas podem me add no Skype [email protected]
09/09/2014 22:30:10
Gostei bastante, conto recheado de detalhes, caso utilize o watsap esse é o meu para contato, quem sabe nos encontramos para realizar alguma fantasia gostosa, beijos e ate o próximo conto.
09/09/2014 22:25:30
Rico em detalhes, acredito que melhor contado assim do que em série, meu watsap
07/09/2014 07:36:50
gostaria que minha mulher tivece uma amigas assim muito bom.
07/09/2014 07:16:31
adorei seu conto gata serei muito grato se vc me add meu email e [email protected] ou watsap

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos erot os y icO Certinho e o Desleixado (Capítulo 3) casa dos contosvideocurtomagrinha e roludoContos erotico gozando dentro tendo aids"tesão e perigo em alto mar"porno mirou na buceta e acentou o cunegras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitorismillasissysexo com monstroscontos sobre chantagiei minha tia e q comifinha cendo bulinada por pai enquanto dorme no sono profundo xtubcontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhabuceta virgem relatos descabacando as irmas gemeasliloca faz ananl pa ter akele raboafrouxou fundo um cusexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.shot apertado rola grossa se destacaquero ver um filme pornô a mãe transando com filho e a mãe forçando para transar com ele pedindo para o fiscal na b***** dela que ela tá lindacontos eróticos sinhozinho comendo negrascontos de sexo depilando a sograContos etoticos filha rabudameu sogro e um cavalo pornocontos e vidios homem casado na casa de massagem ė enrrabadoporno as novinhas cem peito de 8 a 10 perdedo a virgindade pro paiminha cunhada me procurou para treparContos estrupada no ginasio da escolaMeu Padrasto parte-01 Autor Alex - Casa Dos Contosmarido e mulher tomando banho na praia mulher veio um negão bem dotado e sai Escondidinho para dar uma com negãosou puta do meu tiobaixa vídeo porno molhes ñ quenta rolar ir choraRelatos Zoofilia qual melos cadela para sexoamarando a filha pra chupa buceta e mete a liga no buraco da buceta primeira vez que ela sente uma lingavideos de sexo louco e com pegada chupão, arranhãoloirinhas da minha região, estou doidinho para acabar com seu sufrimento sexualve.avaca da minhas vizinhas tarada lindo bucetaoComo se escreve “ manda video porno ” em inglesnovinha dando a xota papuda pro primo dormindocontos de sexo depilando a sograamigo do meu maridinho tinha uma rolonavideos latifa comendo merdaConto erótico chupa bucetacontos eroticos chantagiei minha tia e comi elasexotc.comcontos menina chuponablogs velho seboso pauzudocontos eroticos dei para um vizinho de iptingaxvideo.com esfregando o pau na buceta lizinha e com um gemidinho sexo massagem na buceta com carinhoistorias mulheres estrupadas no cu virgem pau grande elas quase morreucolc mao buceta obesa pornomulher com grelo grande encara um big pau vejacadelas bucerudas fudendo no ciomulher infiel adora dar a buceta para outro comerxvidiopornô doido meu padastroestórias eróticas de sequestroLolytaputynha videos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricarevesando no cu da gravida pornomeu neto de 16 virgem contos eroticocasa dos contos eroticos/julianapapai me tirou o cabaçoxoxota as gordinhas mais tocadas e mais gostosas gordinhas bem feitas discursos e transando e gemendoirmã linda gostosa dando sua bucetinha virgem para o sermão do atadocontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesPasando com a cobra na cona Zooporncontos eroticos virei vadia novinhacontos eroticos patricinha é humilhada e estuprada por grupo de amigosContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadocontos de corno minha namorada virou puta de um traficanteContos eroticos fui estuprado por travesti do pau grande e cabesudo Minha irma adolecente taradinha em conto eroticominha esposa queria rola grande eu arumei ela quiz fugi eu segurei e mandei soca todoponodoido cenas muito fortemagrinha na dupla penetração vaginal com dois ficam pretosbaixando GTA tomando banho no banheiro tocando siririca eu não aguentei e ajudei ela comendo ela