Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Fodida pela irmã e meu cunhado...ela em minha buceta... ele em meu cu

Após varias semanas retiraram o gesso e com minha mãe continuavam os dias de carinho, cada dia sendo um melhor que o anterior, nos aproximando mais e mais, uma noite ela me diz, que vai ter que viajar para se encontrar com meu pai para resolver uns problemas de família, e que minha irmã maior Clara iria vir tomar conta de mim com seu marido, por uns dias.

Fiquei chateada, mais não dava para fazer nada.

_Mãe tudo bem, mais vou ficar te esperando, volta logo loguinho......!!!

Nessa tarde minha irmã Clara chegou com Roberto seu marido, trouxeram presentes pra mim, agradeci, eles sempre foram muitos gentis comigo, adoro receber presentes, e quem não.

Fazia um tempão que não a via, estava com saudades dela.

A Clara, é alta, uns 1.78 de altura, pernas compridas, loira bem branca, corpo esguio, sempre muito bem vestida, 26 anos, um ano de casada com Roberto, ele moreno, corpo forte, sempre com um sorriso nos lábios, fazem um casal lindo.

Ela me beijou e deu um abraço super gostoso, se aproximou do meu ouvido e sussurro...

_Depois a gente se fala a sos, temos que conversar muito mocinha!!! e deu um lindo sorriso para mim.

Fiquei no me quarto, pensando nos acontecimentos......jantei.ouvindo musica, assim chegou a noite, pelas tantas apareceu a Clara com Roberto, ela de camisola negra, meio transparente, deixando marcar seu lindo corpo, Roberto de sunga preta com uma camiseta apertada, corpo modelado, notei um vulto entre suas pernas, me chamou a atenção.

_Ola menina, temos uma proposta para você já que esta sozinha!!

_O que? o que?

_Quer vir a dormir conosco?

_Legal tô de saco cheio de ficar aqui, espera que vou colocar meu pijaminha!!

_Esquece menina vem assim mesmo, não seja fresca!!!

Dai o Roberto me levantou como se fosse uma pluma e fomos para o quarto deles, eu só de calcinha e uma camiseta.

Roberto me colocou delicadamente na cama e me cobriu com o lençol,

_Vou tomar um banho!!

_Ok amôr!!! disse Clara.

A Clara se deitou a meu lado e falou...

_Vamos conversar?

_Como você quiser, do que?

_Boba, do que você anda fazendo com a mamãe!!!!!

_Do que???

_Não te faças de burra, que eu sei o que as duas estão fazendo, ou você acha e ela não fez comigo também quando tinha tua idade???

_ É mesmo??? Ta bom eu admito!!!

_ E está gostando??

_Sim, ela é muito carinhosa e diz que aprendo rápido!!! ela riu a gargalhadas_Isso veremos se é verdade!!! e riu mais ainda.....

_Quieto que o Roberto está vindo!!

_Olá meus amores, posso entrar na cama???

Ele estava com o cabelo molhado, de short justo, marcando suas intimidades, Clara se levantou, deu um beijo demorado nele, o empurrou para a cama, ele caiu quase em cima de mim, e me deu uma bitoquinha, senti seu cheiro de macho, gostei....

A Clara voltou para a cama, fiquei no meio deles, meio atrapalhada não sabia o que fazer, minha imaginação começou a voar, senti um calor interno...

Virei para o lado da Clara, ela de costas para mim, tentando dormir, coisa que não aconteceria.

Passei a mão em sua cintura sentindo o fino tecido da camisola de Clara, ela pegou minha mão.

E a apertou delicadamente contra sua cintura, instintivamente a comecei a acariciar, senti um pequeno estremecer no corpo dela.

Fiquei um tempinho acariciando a barriga dela, ate que em um instante, ela pegou na minha mão e levou ate um de seus seios, senti seu mamilo que começou a ficar duro eu sem saber o que fazer, atordoada, mais minha sexualidade se manifestou, comecei a acariciar-lo por cima da camisola, sentindo como ficava mais duro, estava ficando excitada com esta situação, eu tocando os seios da minha irmã e o marido dela a nosso lado.....

Percebi o Roberto se acomodando na cama, ficou grudado em mim e eu estática, senti sua respiração na nuca, me deu um certo arrepio, me aproximei mais da Clara, ele se aproximou mais de mim, fiquei prensada entre os dois, minha irmã sussurrou ""continua tô gostando""eu meio confusa obedeci.

Senti o membro do Roberto encostado nas minhas nádegas, que sensação gostosa, ele sem falar nada beijou minha nuca, nunca um homem tinha feito isso, foi descendo ate meus ombros, e os mordeu, de repente fiquei totalmente arrepiada, me encolhi, e minhas nádegas encostaram totalmente no membro do Roberto que já a esta altura estava totalmente duro, minha irmã se virou para meu lado, pensei que ia levar bronca, mais não foi, ela segurou meu rosto e deu um beijo na minha boca, ao qual eu correspondi, nossas línguas se enroscaram, senti meu corpo arder, Roberto mordendo meus ombros minha irmã me beijando apaixonadamente......

Senti a mão do Roberto levantando minha camiseta e abaixando minha calcinha, me acomodei para facilita-lo, estava desejando os dois.

Clara puxou minha camiseta por cima, coisa que eu não dificultei, imediatamente ela se acomodou e começou a chupar meus peitinhos....

O Roberto descia com sua língua pelas minhas costas ate chegar no reguinho da bunda, a qual começou a morder suavemente, minha xana já estava totalmente molhada, a Clara ia trocando de peito a cada instante mordendo, chupando, eu entrando em delírio, imagens da mamãe fazendo isso vinham a minha mente, me excitando mais ainda.

Roberto chegou ate o meio das minhas nádegas e a abriu, começou a passar sua língua no meio delas, adorei, senti meu buraquinho se fechar e abrir ao toque da língua quente, sua saliva escorrendo, me excitando ainda mais, me acomodei melhor para facilitar, minha irmã continuava a me chupar e lamber os peitinhos, meus bicos tavão duros quase doendo, ela começou a descer devagarzinho ate chegar na minha barriga, senti o Roberto se acomodar na cama, de repente senti seu pau entre minhas nádegas, fiquei congelada, no mesmo instante, minha irmã percebeu, me disse carinhosamente""" fica relaxada você vai gostar""" me abraçou, senti o membro entrando pelo meu buraquinho, ardia, doida mais era gostoso, tentei relaxar, o pau ia entrando devagar, forçando a entrada, senti a glande entrar totalmente em mim, meu buraco se fechando em torno dele, minha irmã me abraçando e me beijando, me abracei mais a ela e em um impulso repentino empurrei meu corpo contra Roberto, senti o pau dele entrando totalmente em mim, me rasgando, senti uma mistura de dôr e de prazer imenso, por uns instantes Roberto ficou quieto imóvel, meu rabo ia se acostumando, a dôr quase passando.

A Clara continuava a beijar e lamber minha barriga, falei para ela""" quero te fazer o mesmo, deixa""", ela respondeu """ainda não, esta noite é tua...."""

Ela desceu ainda mais ate minha virilha, abri as pernas queria ela me chupando, Roberto começou a se movimentar dentro de mim, devagar, sentia seu pau atolado arrebentando minhas pregas, e gostando, o acompanhei nesses movimentos rítmicos, ele falou ""muito bem garota"", a Clara riu, falou """ela aprende rápido""", eu também ri.

O pau do Roberto ia entrando e saindo cada vez mas rápido, eu forçando a entrada dele em mim, era delicioso, sentir algo dentro de meu corpo, por uns instantes esqueci da Clara, Roberto cada vez mas rápido me penetrando, eu adorando, ele gemendo, eu gemendo, de repente senti um gemido diferente profundo, quase animal, meu rabinho se encheu de pôrra quente, gozando dentro de mim, que sensação, ele não parava de entrar e sair... eu me movimentando ao mesmo ritmo, era intenso, queria mais, gritei com ele """me fode... fode, quero mais...."""

Não sei quanto tempo se passou, foi uma eternidade, senti o pau dele se amolecer dentro de mim, era lindo e prazeroso, ele virou meu rosto, beijou meus olhos. Carinhosamente me disse """obrigado menina, você e ótima""", nunca esquecerei este momento, adorei, senti ele tirando seu pau de dentro de mim, e se levantou da cama e foi até o banheiro.

Quase instantaneamente a Clara me virou de bruços, botou uma almofada embaixo de mim, deixando minha bunda empinada, """tenho que te limpar""", falou, abriu minha bundinha branca, passou a língua em mim, limpando o esperma que saia de meu corpo, depois engolindo tudo, senti sua língua em meu cu arrombado, me deixou doida, a situação me deixava doida, me levantei mais ainda, falei """me chupa, por favor, te quero""", ela enfiou a língua dentro de mim, que delicia, ela me virou e começou a lamber minha xaninha virgem, que nem tenho que falar que estava totalmente encharcada, ela fazia os mesmos movimentos que nossa Mãe, achou que não demorei nem um segundo em gozar, mais ainda queria mais, """continua""" falei """não para por favor""".

Ela se acomodou melhor entre minhas pernas, ficando de joelhos e de costas para o banheiro de bunda empinada, me chupava, me lambia e mordia ao mesmo tempo, eu me contorcia a cada toque, tendo espasmos consecutivos, percebi o Roberto voltar e ficar olhando por uns segundos, se aproximou da Clara e começou a penetrar por tras em sua xana.

Ela gemeu sentindo o pau dele eu gemia sentindo a língua dela, era o prazer total, três corpos se amando, parecíamos uma orquestra afinada, nossos corpos se moviam ao mesmo ritmo, o ritmo do prazer, do tesão, gozamos juntos entre gemidos e gritos, jamais esquecerei o rosto de prazer da Clara.

Os dois após esse gozo formidável caíram em cima de mim, rimos juntos, nos ajeitamos um do lado do outro, eu no meio, ainda meio atordoada pelo gozo e pela situação, alias super agradável.

A Clara me abraçou por trás, eu me abracei ao Roberto, um encaixado no outro, acho que dormi um pouco, mais ainda excitada, nesse momento descobri ou percebi o que seria o resto da minha vida, envolvida em uma serie de prazeres exóticos.

Logo mais acordei, o ambiente cheirava a sexo, que perfume gostoso, ainda meio adormecida passei minha mão pelo corpo do meu cunhado, meu primeiro homem, seu corpo era bom, contornos definidos, sem ser musculoso, cheguei no seu pau, tava mole, o acariciei, senti sua textura, seus pentelhos ao redor das bolas, sua glande era grossa, pensei como ele conseguiu entrar em mim, ate sorri comigo mesma.....

Deu vontade de toca-lo mais, assim o fiz, o acaricie, sentindo ele todo em minha mão, era o pau que tinha rasgado minha bunda, deu um estalo, comecei a fazer de conta que minha mão era meu buraco, fiz uma concha, subindo e descendo, senti como aos poucos ia ficando duro, seu tamanho crescia, quase escapando da minha mão, eu cada vez mais rápido subia e descia, ele de repente falou...

_PARA!!!

Eu meio assustada respondi...

_Não ta gostando?

_Não e isso meu anjo, não quer que sua irmã participe também?

_Não, agora não, quero fazer isto sozinha, é a primeira vez que toco num homem!!!

Sem esperar a resposta dele, recomecei meu vai vem, ele se entregou a meu toque.

O tocava com gosto, sentindo seu tesão, seu pau cada vez ficava maior, o que me incentivava mais ainda, cada vez mais rápido meu vai vem, ate que de repente seu pau soltou seu esperma quente na minha mão, ele falou """não para continua amorzinho""" continuei ate sentir que seu pau amolecia, sem saber o que fazer perguntei...

_ O que faço agora?

_O que você tiver vontade, sou todo teu!!!

Por instantes acho que fiquei envergonhada, na verdade não sei por que, coisas de meninas imagino....

Deu vontade de experimentar o sabor do esperma dele, soltei o pau dele e comecei a lamber minha mão encharcada de porra, o sabor era estranho, perfumado a cândida, mas gostoso, ia me deleitando com esse novo sabor, até ouvir a voz da minha irmã

_Menina você é muito gulosa, para de brincar que amanhã tem escola e você não vai faltar, vai dormir!!!

Totalmente a contra gosto, limpei a mão no lençol, me acomodei falei boa noite, e tentei dormir.

_Ate amanhã meus amores!!! falei aos dois.

Tava completamente esgotada, perdida nas sensações maravilhosas que me deram e que acho que eu também dei, acordei no dia seguinte na minha cama, com cheiro de sexo em mim, mistura do esperma do Roberto e dos fluidos da Clara e os meus, achei delicioso, tava com fome, peguei um short e uma camiseta e fui correndo para a cozinha a comer algo, devorei tudo o que estava na geladeira, vi no relógio já era 14.00 horas do dia seguinte, que loucura... pensei.

Saciada a minha fome, fui tomar um banho, coisa que fiz depois de dar uma espiada no quarto deles, a porta estava entreaberta, vi os dois ainda dormindo na penumbra, nus, a perna do Roberto tava em cima da Clara, a mão dela segurando o pau mole dele, achei lindo, pensei eles terão continuado, caramba, ri comigo mesma, deu um pouco de ciúmes, fui tomar um banho.

Enquanto me banhava, pensava nas coisas que me estavam acontecendo, só cheguei a uma conclusão, tava adorando.

Após estar limpinha e perfumada, coloquei meu roupão e fui dar uma nova espiada no quarto, eles tinham mudado de posição, dai vi algo que chamou minha atenção, a Clara estava com um pinto saindo da sua xana, fiquei super curiosa em saber o que era aquilo...

Entrei tentando não fazer barulho e me ajoelhei para ver melhor essa coisa estranha, era uma cinta amarrada com um vibrador fluorescente, humm coisa interessante pensei, será que ela o usa no Roberto? Quantas coisas que ainda tenho que aprender. Só de imaginar já fiquei meio perturbada e curiosa também.

Deu vontade de provar e usa- lo, o toquei suavemente era meio áspero, coberto de um tipo de escamas, achei raro e nem imaginei para que serviam, mas gostoso de tocar, um tamanho menor que o pinto do Roberto, senti meu corpo reagir, meus mamilos ficaram duros de repente, imaginei ele dentro de mim ou tal vez eu o usando na Clara ou no Roberto, na mamãe também, tava ficando excitada com meus pensamentos.

Ouvi a voz da Clara me dizendo...

_Gostou do brinquedinho?

_Sim falei, achei interessante!!!

Ela ficou de barriga para cima, a coisa parecia ser de verdade, a não ser pela côr chamativa.

_Você usa isso como?

_Como sempre curiosa heim maninha!!!.

_Tem várias formas de uso querida!!!

_Não enrola e me conta!!!

_Menina apressada heimm... dá para usar no rabo dos homens, das mulheres, na xana também e só ter imaginação!!!

_Entendi... todos os homens gostam que ponham isso no rabo deles!!!

_Não querida... só alguns!!!

_O Roberto gosta?

_Sim as vezes!!!

_Será que ele me deixa fazer isso com ele??

_É fácil, quando ele acordar a gente pergunta!!!

_Você quer provar!!!

_ Lógico que quero!!! respondi rapidamente.

Clara pegou um vidro no criado mudo e com a mão passou um tipo de creme no vibrador, parecia que o estava masturbando, dai ela falou """sobe em mim""". coisa que fiz rapidamente; abri meu roupão, minhas pernas, e subi nela, ela me falou """adoro teus peitinhos""" fiquei lisonjeada """são todos teus irmãzinha faz com eles o que quiser""" enquanto falava, os aproximei da boca dela que imediatamente passou sua língua em um de meus bicos que já estava duro, deu um arrepio sentir sua língua nele, dei um suspiro, me acomodei melhor, coloquei minha vagina na ponta do brinquedinho, ansiosa para senti-lo em mim, devagar fui descendo, sentindo ele entrar aos poucos, rasgando as carnes de minha bucetinha, enchendo todo meu canal vaginal, a dôr foi intensa, meu himem foi dilacerado, mas estava bom, senti ele até o fundo, minha xana contra a xana da Clara, ela me falou..."""fica quieta um pouco""" obedeci sem saber o por que, fui sentindo minha xana arder, era gostoso, """quero me mexer""" falei para ela, ela me diz """tudo bem, só que devagar, acho que você terá uma surpresinha""" fui subindo devagar, algo aconteceu, fiquei super surpresa mesmo, aquelas escamas.

Enquanto eu subia se iam abrindo como uma flor dentro de minha xana, que delicia, melhor que um pinto de verdade, deu choques dentro de mim, fiquei ate com temor de me abaixar novamente, mais meu instinto de fêmea pôde mais que meu temor, o coloquei novamente tudo dentro de mim, enquanto isso percebi, que o Roberto tinha acordado e a Clara o estava masturbando, deu mais tesão ainda, juntei minha mão a dela e com a outra comecei a tocar os peitos da minha irmã, ela levantou seu quadril com força, enterrando o troço totalmente em mim, dei ate um pequeno salto, mistura de medo e de prazer, as escamas se abrindo e se fechando dentro de mim, me fazendo ver estrelas, o pau de Roberto entre nossas mãos, a Clara cada vez com mais força me penetrando como um macho enlouquecido, eu também forçando a entrada da coisa dentro de mim, em delírio total, senti o esperma do Roberto escorrer entre meus dedos, a Clara pegou minha mão cheia de porra e a levou á boca, passando sua língua, saboreando o néctar de seu marido, era tudo muito surreal, imoral, e delicioso....meu orgasmo estava chegando com muita força, o sentia vir como um terremoto dentro de mim, desesperada para por para fora, minha xana se comprimia no vibrador querendo suga-lo todo para dentro de meu corpo, sem poder mais me controlar gozei fortemente, tendo espasmos incontroláveis por todo meu corpo e alma, querendo mais ainda, gritava como uma louca, cai saciada em cima do corpo da Clara, como sempre quando gozava com força quase desmaiava.

Não sei quanto tempo perdi a consciência, só voltei a mim, quando percebi o Roberto tentando me enrabar, o interrompi.

_Quero fazer isso em você!!! Clara deu uma gargalhada,

_Sem problema, vou adorar você me comer!!!

_Vou ser teu machinho e você minha menina!!!respondi...rimos os três juntos...

A Clara me falou """sai de mim que vou por a cinta em você""" me levantei devagar, senti novamente as escamas se abrindo no meu interior dando uma sensação gostosa.

Apartei-me e fiquei na expectativa, ela tirou a cinta, fiquei em pé, ela ajustou o treco em mim, achei engraçado essa coisa, me sentia um machinho.

Dai a Clara começou a chupar essa coisa, como se fosse um pinto de verdade, limpando o sangue do meu cabacinho, achei interessante a dedicação dela, falei """quero você Roberto"""... virei e vi ele passando um creme no rabo, """vem amor""" falou a Clara, ela se abriu de pernas, mostrando toda a plenitude da sua xana, eu ali meio... perdida, me afastei um pouco, o Roberto de pau duro, entrou entre as pernas de sua mulher, ela reagiu gemendo a investida, eu sentindo a voz da minha mãe, ""menina segue teus instintos"", assim o fiz, me ajoelhei atrás da bunda da minha "" menininha"" abri sua bunda peluda e passei minha língua no meio delas, dei umas estocadas com a ponta da língua no rego, Roberto deu um longo suspiro de prazer, segurei com minhas mãos as nádegas bem abertas dele, me levantei um pouco, e enfiei o troço na entrada dele, ele me falou """vai com calma querida""".

Devagar fui enfiando a coisa dentro dele, ele penetrando a xana da minha irmã, Clara gemia, entrava com facilidade dentro dele, pensei na hora, será que também se deixa comer por outros homens?? Depois vou perguntar.....

Entrou ate o fim, ele gemeu de prazer, comecei a entrar e sair do rabo dele no ritmo que ele penetrava a Clara. Era muito esquisito isso, na verdade comer ele não dava prazer físico dava prazer interior, muito louco...Ele foi aumentando o ritmo de penetração na Clara eu a dele, a Clara gemia desesperadamente o Roberto também, era como se eu estive comendo os dois, como se o pau do Roberto fosse a prolongação do treco, que tinha eu, isso me excitava, não a ponto de gozar também mas era prazeroso, era sensação de poder, Roberto cada vez com mais força a penetrava eu tentando seguir o ritmo desesperadamente, a Clara não sei como me pegou pelas nádegas e forçava minha entrada no rabo do marido, era luxurioso, enlouquecedor, delicioso, até que os dois gozaram entre gritos e gemidos como animais possuídos...os dois ficaram quietos de repente, em estado de êxtase, curtindo seu grande orgasmo.

Eu gostei da experiência de comer um homem, só que não gozei mesmo estando muito excitada.

Tirei o troço do rabo do Roberto, queria gozar, só que os dois ainda estavam quase mortos, primeiro pensei em me por a coisa, ai desisti, poderia ter algo que não queria na minha xana, tive a idéia de me esfregar na coxa do Roberto, assim o fiz, abri minhas pernas, acerquei minha bocetinha molhada na perna dele, e me comecei a esfregar nela, os pêlos da perna dele eram gostosos, ao principio me esfregava devagar, ate sentir vir meu orgasmo tão esperado, dai fui acelerando meus movimentos, me esfregando com mais força nela desesperada para gozar, dai veio com força, fazendo-me tremer, sem a mesma intensidade dos que tive antes, mas satisfeita.

Uma vez todos mais calmos, nos fomos acomodando uma ao lado do outro, esgotados de tanto sexo e amor filial, super satisfeitos, que delicia....

Comentários

02/12/2014 18:04:39
adorei o conto, muito bem escrito,você escreve muito bem, sem erros de português, meu deu um tesão danado, já havia lindo antes, mas quis ler de novo. Beijos da Geralda. Quando tiver um tempinho leia meu ultimo conto (A DESPEDIDA DE SOLTEIRA DA MINHA ESPOSA). beijos novamente da Geralda.
16/09/2014 09:33:17
conto gostoso bjus
14/09/2014 16:20:37
Muito bom!
09/09/2014 13:32:11
10
09/09/2014 09:44:51
hum que conto maranhoso e gostoso gata meu watsp e

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


sexo tórrido de desejo e paixão com padrastoainnn amor sexopadrasto promete que vai colocar devagar quando a enteada abre as pernas ele enterra a picafode em terreiro de umbanda xvideo tarado estorando boi no mato xvidio.comnotando pica no cu arrombado gay de japonescontos eroticos fizeram minha noiva e minha mae de putasobrou muita pica pra fora da xavasca da crioulaContos eroticos incestos a forca netinhassmenininhas fazendobrincadeiras de mostrar a xoxotinhas pras outrasmeu sogro e um cavalo pornodotado roludo malvado comm novinha com bucetinha muito apertadaconto minha hisoria dupla penetacao com janete e betonão coube tanta porra dentro da buceta da gostosacunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resisteporno com muito estrupo com muito pau no cu a força com muito sexo bruto.video d masoquismo sensacao gostosa fortrd caricias q causam dor e leva ao orgasmo video completomostrar despedida de solteira dentro do clube da p****** todo mundo pelado mais tarde vídeo pornô completocontos de sexo depilando a sogramulherez de anjinho capetinha e de calcinha vermelhamarido segura as mao da esposa para o amante enfiar o braço na nuceta dela enquanto ela grita de dorela tamava banho quando foi surpreendia pelo roludo que tirou sua virgindadebadboys roludo comendo mulher a forcaPai chupando e amassando os seios e vagina da filha e passando a mao na vagina dela ver video calcinha molhadaconto porno perdi a virgindade com meu pai estrupador dotado passando pomadapai cheira a cueca do filho com gozosou encanador sexoContos eróticos tarados na madrugadaLiliane trepando com seu cunhadoxvidios outros puraicadela com a vargina enchada e zoofilia comequero ler histórias e conto de homem casado que deu o c* pela primeira vez o c****** vídeo para travesti do pau gigante chorou rebentou em conta se dói ou nãofudendo com sobrinha apos um sono profundocontos de travesti depiladoraxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitofunk pancada novinha loirinha fudendo muito e meninas também cheirando muitoContos eroticos sou uma puta enguloquero ver filme pornô de mulher com a buceta da Bruna dirigindo porraporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contoRasguei a buceta da mendiga com a mao contoslucie fodedeoporno de coroucom novinhasbucetas inchcadas na calcinhasQuerido lavei a conabucetinha novinha estralandoxvideosContos de cornocontos zoo dalmata.meu machocumeu a buseta da novinha qe nuca tinga metidoninfeta cismou comigoZoofilia caes encangados em mulheresaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosxvideo montadord moveisContos de negros bem dotados rasgando cu de garotinhos brancos viadomulheres agachadas com buctao reganhadocontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maisContos irronicos fodendo a minha namoradomae tarada chupa boceta de filha gravida incesto contos eroticosconto erotico pau pequenovideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maistem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularporno mae e filha transformadas em puta contoContos eroticos casais e pintudos fantasiasXxvideo so a cabeci.ha nela dormindoexecutiva casada puta de negao contosesposa levantando o vestido para o pedreiro comer lá em casa reforma vídeo pornô doidocalçinhas dentro dos reguinhos da buceta e do cuquero ver os de gravações de atrizes pornô que param de transar com dorContos eroticos incestos a forca netinhasscorno e engulidor de rola contosadomasoquismo p*** relinchando analpastora bucetuda de fil dentalconto erotico fodi minh sobrinh novinh 11nogostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasnovinha tem no muito o garmo na siririca xega a gritar contus estupro de novinhasespozinha fica bricando com amigo do marido e leva no buceta pica peta gigante e gene de dorgostosas não aguento melo pau de merdaconto novinha vigen perdeu o cabaco da buceta e do cu no mesmo dia pro pitudoanal maduras criadas viuvasfui arrombadovidio porno das dimenores fasendo sexo da buceta apertadinhaencoxando as meninas na baladacdzinha virei empregadinha de um senhorqual a melhor posição peão fazer sexo anual sem doro coroa nos comeu contosexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.Abrir filme de sexo caixa de molho tirando a virgindade das moças de 18 anos gostosacasa dos contos eroticos o padrasto so quis as pregassurfistas de rola duraQuero assistir filme pornô mulher sendo arrombada pela uma muda de limãoconto erotico proibido pra mim hector e sophieconto gay "macho entendeu"o playboy e o menino da favela casa dos contosgarotinha na siririca no bicam