Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Um presente para o compadre

Um conto erótico de Pdober
Categoria: Heterossexual
Data: 13/11/2014 13:32:33
Nota 9.75

Era uma quinta feira e o relógio marcava 10 horas. Trabalhava como representante comercial e estava no carro quando do outro lado da linha, Poliana, minha comadre me dá um bom dia. Me disse que precisava conversar comigo sobre a festa surpresa que ela queria fazer para seu marido que faria aniversário em 15 dias. Pediu que eu fosse em sua casa por volta das 14 horas, pois assim as duas crianças não estariam em casa e assim não correria o risco de darem inocentemente com a língua nos dentes.

Cheguei no horário marcado, interfonei e ela pediu que eu subisse. Chegando lá, tudo normal, cumprimentos habituais e um convite para um cafezinho. Batemos um papo e ela me disse que gostaria de programar a festa do meu compadre e me deu uma ideia do que queria fazer. Ela usava um shorts justo e uma camiseta branca igualmente apertada. Como ela é siliconada, aquele volume todo ficou chamando a minha atenção, prova é que de tanto olhar fui pego no flagra. Em um destes meus desvios de olhares ela percebeu e perguntou o que eu estava olhando e se havia alguma coisa de errado. Pedi desculpas e disse que não tinha como evitar. Ela sorriu e saiu da sala. Foi até a cozinha e voltou com duas latinhas de cerveja e disse que deveríamos mudar o “ pedido “ pois estava quente para o café. Sentou-se desta vez mais próxima, no mesmo sofá, cruzou as pernas de uma maneira sensual. Depois de 4 ou 5 latinhas ela me perguntou se eu a achava bonita e eu eu falei na lata: bonita e gostosa!!! Seu rosto ficou enrubecido e mesmo assim abriu um sorriso. Então ela me disse: te quero! Me dá um beijo? Nossa, fiquei doido, sempre tive tara por ela mas sempre a imaginei inatingível e até então ela nunca havia me dado nenhum tipo de abertura . Pulei de onde eu estava e comecei a beijá-la como um tarado. Apalpei cada centímetro do seu corpo, arranquei a camiseta e o soutien e em segundos seus seios maravilhosos estavam na minha boca. Chupava, lambia, mordia… a única palavra que saí da minha boca era “ gostosa “. Ficamos de pé e nos despimos ali mesmo na sala. Sentei ela no braço do sofá, me ajoelhei e comecei a chupar sua bucetinha completamente depilada. Ela segurava meus cabelos com força e pressionando contra como se quisesse dizer que dali não sairia mais. Gemia forte me assustando de certa forma com medo dos vizinhos no prédio. Então ela anunciou o gozo, senti na língua todo seu liquido e ela trêmula respirava ofegante. Fiquei ali lambendo sua xoxota até que ela mostrou seu lado depravada. Me disse : seu puto, quero que você enfie seu pau na minha boca, quero apanhar na cara com ele, quero que você esfregue, quero chupar suas bolas e você não poderá tirá-lo da minha boca antes de eu receber a última gota do teu leite. Falando assim, quem não obedeceria? Fiz o que ela mandou! A fome era tanto que ela por vezes chegava a assoprar meu saco, cumpriu o prometido com maestria e me fez gozar em menos de cinco minutos. Chupou até o fim . Meu pau estava limpinho, era tudo dela. Neste ponto já estávamos deitados no chão no meio da sala. Fomos para o chuveiro, tomamos um banho e fomos direto para o quarto do casal. A cama do meu compadre agora seria usada para traí-lo, mas a vontade em possuir a sua fêmea era mais forte e não tive pudor.

Ela deitou abriu suas pernas e eu na posição tradicional papai e mamãe enfiei meu caralho. Abandonamos o sexo anterior e passamos a fazer amor. Nos beijávamos muito, trocávamos carícias e ela pedia ao pé do ouvido que queria mais vezes, várias vezes em vários dias. Queria que fôssemos amantes e eu de pronto aceitei.

Mudamos vária vezes de posição, deitados de ladinho, ela por cima, sentados na beira da cama, de quatro… naquele dia não rolou um anal, mas ficou prometido para a próxima. Hoje faz exatamente um ano que estamos nos encontrando. Seja em motéis, hotéis, na minha casa ou na dela. O fogo não passou. Não existe nenhum tipo de cobrança e nos preocupamos apenas em dar prazer um ao outro. Agora estamos na fase de querer colocar mais um casal na história, para deixar tudo isso mais picante, mais sacana. As pesquisas começaram. Falamos inclusive em plantar uma sementinha na minha esposa e no meu compadre, mas estamos com medo da reação. Vamos ver, quem sabe?

No meu próximo conto, o segundo ato desta história, que aconteceu em um motel ! Beijo Poli.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/11/2014 09:55:40
Ótimo muito bom
13/11/2014 14:25:48
Bom conto.
13/11/2014 14:19:30
q conto excitante
13/11/2014 13:49:52
muito bom!




Online porn video at mobile phone


Contos erotico pastora ungindo cuhistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherpornô doido chupando os mamilos da Dalvinhaporno levei um amigo pra minha casa ele ficava elapatrao do pao gigante fode estagiario mundobichamano nao me tente incesto contosAbusada de calça legueemtiada.rabuda loulinha dolecente espiada pega foca sexoconto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cuchupando buseta labefo pasda mso bocsconto erótico homem castradofamilia favela pinto de borrachacontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei elesòmente no cuzinho da esposazoofilia com animais iniciaçaocontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesComtos Eroticos filho de menor fodendo mae gostosonaconto erotico fiz chantagem e comi o cu da minha maeliberalina puta vídeo proibidoesposa se acanha com punheta corno sexocontos gay afeminadosenrabando cunhada e sobrinha contobuceta de pombagiracorto eroticosminha esposa gosta de trasa com vaquerocontos eroticos provocando meu cunhadomamaezinha como vc é taradavídeo pornô de mulheres que não aguentaram levante 4 cenasMaceio alagoas meninos mostrando o pênis duroincesto tia e sobrinho ela tenta resisti mad acaba sedendo a buxetinha porno videosmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoscontos de scatcontos eroticos minha esposa fodendo com meu sobrinho menor de idadevideos porno amador fiz minha prima dos labios carnudos mim mamaradolecens safadas trazandonovinhobonitinho de quatro pede rola grossano cucontos eroticos com viuvas ricas e sedutorasvelho roludo come filha familia tdgosando dentro da buceta d egua d raçadeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendodesejo o pai sair e comeu a madrastaminha irma chorou quando tirei seu cabacinhoContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do filho e dos amigos dele e depois fode com todos eles juntos em uma orgia na sala de casa.contos eroticos corno deixa o proprio filho foder a mulheras siriricas mais escandalozasputohomem damdo o cu e rebolandoVai vai no cu conto incestomassageando o picao gigantescomulher convulsiona de tesao no pinto monstroVelho brasileiro metendo mão na buceta da neta piranhasexo anal hAaaaapeões de obras para Dudu f****** v******* contos eróticos gaysmarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caraContos eróticos entre marido e mulher que se reconciliarammulheres casadas sarando melando a bucetas20contos eroticos transei com meu filho gostosoIrmanzinha linda dando o cu apertado apunsocontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciaabaixar a musica so vei comigo vc n vai si arrebedermeninas novinhas de mini saia e fio dentallindasNinfeta ansiosa para exprimentar negão de pissa grande e grosso e fica toda arrombadamulheres nojona de tanto tesaoGosto gozen calcinhaconto erotico de incesto estorei as praga do cuzinho da minha maecontos eróticos reais nnnporno casada nao agreto oprimo domaridocontos gay babydool maeminha prima contohomem fudendo oltro homem enprensando na parede fudendo pornoMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticosobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideospornô amador conto erótico de mãe divorciadacontos gay baby doll rosaa empregada sai do banheiro nua para encabular ou encabular o dono da casaporno casada nao agreto oprimo domaridoporno cunhadainesquecivelfiume porno brasileroentregei uma pizza e mepagou com boquetevideo de mulhe rebolhadovai novinhas so grelao shortinho enterrado na bucetaMeti minha pica no xiri da minha sogra de 49 anosvideos como fazer um pau mole fica duro mundobichaporno mulheres com alta preção no cu jogs bosta longeContos sobre beijos e podolatriapauzudo passando a vara no meninocontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarcontos lesbicos e penitencia no conventoAs novinha que adora chupar i tamar a porrazoofilia cachorro engatado com mulher g************* de dias corridoscontos eroticos gay enrustidoo pedreiro me comeu a forca!!contos eroticosmeu padrasto me iniciou na zoofiliasexo sentei no colo do meu pai sem calcinhamiguel tesudotva bucetamuler jupendo a minha puta. gtavidioporno/fodanaconstrucaocrossdresser saindo montadasou mulher vou confesa que que dormia com meu primo e dei pra ele quando senti que ele tava de pau duro e eu logo mi exciteifilhaabre as pernas qie vou te fider gostoso