Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu cunhado além de me comer tirou o cabaço da minha filha!

Categoria: Grupal
Data: 18/11/2014 07:21:19
Última revisão: 11/08/2017 20:17:25
Nota 9.36
Ler comentários (32) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Moro em uma cidade do interior do Paraná me chamo Janete e tenho 33 anos.

Marina é o nome de minha irmã 13 anos mais nova e que fez 20 anos.

Casei-me praticamente adolescente com apenas 15 anos e logo tive minha filha Jéssica que já é uma mulher feita e completou 17 anos.

Minha filha com 17 anos e minha irmã com 20 mais parecem irmãs do que sobrinha e tia.

Quando me casei com meu marido Nelson nem sabia direito o que era sexo.

Por ser de família pobre quando aquele homem dono de um mercado no bairro se engraçou comigo minha mãe que era uma mulher esperta rapidamente me orientou que deveria me casar com ele.

Apesar da pouca idade já era bem desenvolvida e além de um rosto bonito tinha coxas grossas e um bumbum grande que chamava a atenção dos homens.

Nelson tinha na época 25 anos e já havia sido noivo de outra mulher e depois fiquei sabendo que ela havia lhe colocado um par de chifres e quando me conheceu novinha e completamente virgem se encantou e em menos de 5 meses já estávamos casados.

Na noite de núpcias foi totalmente tranquila e não aconteceu nada do que tinham me falado tipo que ia doer muito e que sairia muito sangue.

Foi tudo bem diferente, saiu pouco sangue e não doeu quase nada quando o pinto do meu marido tirou meu cabacinho. Na verdade logo em seguida quis dar a xaninha de novo e durante todos os dias da lua de mel a toda hora queria meu marido metendo seu pinto em mim.

Logicamente que engravidei na lua de mel e percebi que depois de certo tempo meu marido não me procurava da maneira que eu desejava, mas fui me conformando achando que era assim mesmo.

Meu marido era um bom sujeito e muito trabalhador e passei a levar uma vida muito boa principalmente porque não me faltava dinheiro pra comprar praticamente tudo que desejava.

Só o sexo é que não voltou mais como era no começo mesmo depois do nascimento de minha filha.

Claro que devagar fui deixando de ser aquela garota boba e percebi que tinha me casado com um homem que não tinha aquele pique todo pra mulher. Alias não demorei pra perceber que meu marido gostava mais de futebol e de conversar com os amigos do que de xoxota. Acho que por eu ser virgem e completamente ingênua ele quis se casar comigo talvez achando que não teria problemas de chifres.

Durante um tempo fiquei um pouco tranquila afinal tinha que cuidar de casa e também de minha filha.

Com 18 anos o tesão começou a pegar de uma forma incontrolável e apesar de fazer meu marido comer minha xaninha o sexo era tão rápido que em vez de me acalmar me deixava mais ligada e só me masturbando bastante é que dava uma quietada.

Mas foi então que em uma festinha de despedida de solteira de uma amiga é que descobri uma coisa que ia ajudar a dar uma aliviada no meu tesão. No meio da festa apareceu um vibrador que parecia um pinto de verdade, alias bem maior que o do meu marido e quando fiquei sabendo onde comprar um daquele rapidinho fui até o Sex Shop e comprei não apenas um...mas vários!

Minha coleção de artigos eróticos logo ficou enorme. Comprei plugs anais, bolinhas de metal pra enfiar na xoxota, vibradores de todos os tamanhos e tipos e também muitos filmes pornôs.

Quando meu marido descobriu meus brinquedos sexuais até tentou achar ruim mas logo dei uma dura nele dizendo que se não me deixasse usa-los talvez tivesse que procurar outro macho.

Depois disso ele ficou bem quietinho e de vez em quando até me “ajudava” nas brincadeiras sexuais.

O tempo passava rápido e de vez em quando saia para dar uns passeios nas galerias de lojas sempre era assediada pelos homens. Sempre fui uma mulher vaidosa e que me cuidava muito. Cheguei aos 32 anos com um corpo perfeito e uma bunda enorme com calcinhas enfiadinhas que deixava os homens loucos. Apesar de todo meu tesão recolhido e por muitas e muitas vezes sonhar que tinha outro macho no meio das minhas coxas com um pintão enorme arrombando minha xaninha tesuda me mantive fiel ao meu marido com a ajuda dos meus brinquedinhos sexuais que me faziam gozar deliciosamente. Porem não era fácil conseguir isso, pois as tentações viviam rondando minha mente e meu corpo.

Minha irmã mais nova já mostrava ser uma tremenda putinha principalmente por estudar fora e só vir pra nossa cidade a cada 15 dias. Desde os 16 anos já não era mais virgem. Ainda bem que a época era diferente da minha porque quando começou a transar já tomava .

Marina era uma garota linda com um corpão todo cheio de curvas e uma carinha de safada que não conseguia esconder de jeito nenhum. A vadia sempre dizia que tinha tesão demais e que não podia ver um homem bonito. E quando algum desses machos tinha uma “mala” enorme entre as pernas ela ficava louca querendo experimentar.

Jéssica minha filha na adolescência já mostrava também que não seria uma garota fácil de controlar.

Seu corpo perfeito de ninfeta não conseguia deixar de exalar uma sensualidade natural sem contar que adorava se exibir com mini-saias curtinhas mostrando suas coxas torneadas, blusinhas justinhas sem soutien que mostravam os biquinhos dos seios sempre duros e um olhar matreiro e ligado em tudo que rolava ao seu redor. Não demorou pra que eu desse um flagra em Jessica brincando com um dos meus vibradores em sua cama. Havia esquecido minha bolsa com documentos em casa e quando voltei escutei uns gemidos que vinham de seu quarto e logo percebi que estava rolando safadeza e quando abri a porta do quarto a safada tinha um vibrador enorme esfregando no seu grelo. Ela tomou um susto danado e ficou toda constrangida dizendo que estava só brincando e que era virgem ainda.

Tranquilizei a safadinha tarada dizendo que entendia o que estava acontecendo. Só fiz questão de frisar que ela poderia confiar em mim e que não devia me esconder nada. Logicamente me liguei que minha filha tinha puxado a mim em matéria de tesão e abri o jogo dizendo que quando ela resolvesse transar me avisasse pra que pudesse se prevenir.

Jessica me abraçou toda feliz e pra deixar a coisa mais tranquila quando sai do quarto brinquei dizendo que se quisesse podia continuar o que estava fazendo.

Ela então sorriu e disse que se conseguisse se refazer do susto com certeza iria fazer isso.

Depois desse dia tive certeza absoluta que minha filha seria mais uma putinha tarada na família.

Na minha mente tudo que se relacionava a sexo era uma coisa muito prazerosa e até não entendia toda a repressão e o preconceito que existia a respeito do assunto.

Ainda bem que meu marido que só pensava no mercado e no futebol com os amigos porque ele nem imaginava que tinha uma filha muito safada e uma cunhada pra la de vadia.

Uma noite eu, minha irmã e minha filha voltávamos de um show de cantor sertanejo famoso que aconteceu na cidade vizinha e o ônibus estava completamente lotado. Minha irmã Marina acabou conseguindo um lugar pra sentar quase no fundo e então eu e Jéssica ficamos de pé ao lado do banco dela. O rapaz que estava sentado do lado de minha irmã era bonitão e ela toda assanhada já foi dando lado pra ele e assim que o ônibus saiu pra estrada e as luzes foram apagadas ela já começou a beijá-lo. Marina estava de vestidinho curto e minha filha como sempre de minissaia e blusinha colada. Ao mesmo tempo senti que atrás de mim tinha alguém me encochando e deu pra perceber que o safado estava com o pau bem duro e com certeza era de bom tamanho. Até pensei em virar e reclamar, mas como eu estava de short e também gostei de sentir o calor daquele macho se esfregando no meu bumbum empinado resolvi o deixar continuar com aquela safadeza gostosa. Eu e minha filha ao lado do banco onde minha irmã se sentara dávamos cobertura pra ela que sem nenhum pudor agachou entre as pernas do rapaz e dava pra notar que estava chupando o pau dele. A luz de alguns carros que cruzavam com o ônibus mostravam por segundos a safadeza do casal ali do nosso lado.

Aquela loucura completamente sem juízo ali nos fundos do ônibus me fez ficar ainda mais tarada e o safado do homem que me encoxava sentindo que eu estava gostando logo levou a mão pela frente e bolinou meus seios. Minha xaninha ensopou de vez e toda safada levei a mão pra trás e apertei o pintão do homem que passou a bolinar meus seios com uma mão e minha bucetinha com a outra. Ele todo tarado tentava enfiar a mão pelo cós do short e toda tarada facilitei abrindo o botão de cima e em segundos tinha dois dedos deslizando em minha xaninha completamente ensopada. Bastaram algumas esfregadas no meu grelinho teso que gozei copiosamente. Senti que ele também tremeu todo atrás de mim gozando junto comigo.

Em seguida ele saiu de trás de mim e foi pra frente do ônibus e só então fui perceber que minha filhinha também estava sendo bolinada por um rapaz que tinha se encaixado atrás dela e nem me surpreendi ao notar que a safadinha estava sendo super cooperativa até se inclinando pra sentir a pegada dele por trás. A mão do safado estava entre as coxas dela e por estar de minissaia era muito fácil. Fiquei em duvida se minha filha estava sendo apenas bolinada ou o rapaz estava metendo o pinto nela.

Nem sei como consegui coragem pra fazer o que fiz, mas enfiei a mão entre a bunda da minha filha e o corpo do rapaz e peguei no pinto do rapaz que deslizava por cima da calcinha. A safada não abaixou a calcinha como havia imaginado. O rapaz achou que era a mão da minha filha pegando no seu pinto e ao sentiu o calor gozou melecando tudo com sua porra quente.

Quando olhei pra baixo minha irmã estava se levantando do meio das coxas do seu companheiro de banco e com certeza tinha engolido toda a porra do rapaz.

Quase em seguida o ônibus parou pra descer um pouco de gente e tudo ficou calmo.

O rapaz que estava sentado junto com minha irmã também desceu e me sentei junto dela.

Ficamos bem quietinhas e só quando descemos do ônibus é que passamos a conversar sobre o acontecido e o mais incrível é que foi de uma maneira quase natural e na base da brincadeira.

-Marina minha irmã...eu sei que vc é muito putinha...mas não achava que vc tivesse coragem de chupar o pinto de um cara dentro do ônibus cheio de gente...e...tenho quase certeza que o cara gozou e vc engoliu tudo...sua tarada maluca!

Minha irmã caiu na gargalhada e disse:

-é...to vendo que vc ficou prestando atenção né...mesmo no escuro vc viu tudo né sua safada?

-claro que vi...quando os carros cruzavam com o ônibus...a luz entrava pela janela e dava pra ver... garanto que mais gente viu...além de eu e Jéssica...sua putinha tarada!

-Mana...eu adoro essas loucuras assim...no meio de gente...ainda mais que o carinha era bem safado e caralhudo...quando ele tirou pra fora e pediu pra mamar nele...cai de boca...chupei até ele encher minha boquinha gulosa de porra...uma delicia! Rss. Mas...ja que estamos falando de safadeza...não fui só eu não tá! Vc também deixou o cara atrás de vc te bolinar todinha...e até minha sobrinha mais nova também deixou o garotão se esfregar a vontade...na verdade...somos 3 putinhas!

Tanto eu quanto minha filha caímos em risos e disse:

-bem...é melhor deixar quieto...nem vi direito quem era...agora...Jessica...minha filha...vc precisa tomar mais cuidado...vc ainda nem toma pílula... daqui a pouquinho...se deixar os rapazes gozar no meio das suas coxas...mesmo virgem pode acabar engravidando. Acho que vou proibir de vc andar com sua tia Marina...ela é muito puta...do jeito que vcs vivem andando juntas pra cima e pra baixo...se bobear as duas vão acabar indo pra um motel com dois caras e ficar no mesmo quarto!

Minha filha então me abraçou e disse sorrindo:

-mamãe...pode ficar tranquila...sou uma garota bem esperta...eu adoro deixar os carinhas tarados por mim...mas sei me cuidar...nunca tirei a calcinha quando fico com algum rapaz...não sei por quanto tempo vou continuar virgem...sinto tesão demais...adoro beijar...namorar...mas quando resolver dar meu cabacinho vou tomar anticoncepcional...com certeza!

Minha irmã então entrou na conversa e toda safada disse:

-na verdade...quem devia tomar cuidado com o que andou fazendo dentro de ônibus lotado é vc minha irmã que é casada...meu cunhado é muito ciumento! Se ele souber que vc deixou outro macho te encoxar...o bicho vai pegar! Hehe!

Na verdade tudo acabou em risos de muita cumplicidade.

Sempre fomos muito unidas e depois que minha mãe morreu isso ficou ainda mais evidente.

O que também era evidente era o tesão quase incontrolável que meu corpo demonstrava querendo sentir um macho de verdade me pegando de verdade do jeito que uma fêmea tarada como eu desejava.

Toda vez que tinha chance de exercitar meu lado putinha eu fazia isso e depois de duas semanas após a safadeza do ônibus meu marido pediu que eu fosse até a prefeitura de uma cidade 200 km da nossa pra tirar umas certidões sobre uns terrenos que ele estava negociando.

Eu gostava de ir naquela cidade porque era bem maior e tinha 2 shoppings com muitas lojas de roupas, sapatos e tudo mais que mulheres adoram.

Até queria chamar minha filha pra ir junto comigo, mas por ser uma semana de provas no colégio não tinha como e tive que ir sozinha.

Rapidamente resolvi a questão dos documentos na parte da manhã e teria praticamente o dia inteiro para as minhas compras porque meu ônibus de volta seria só no começo da noite.

Como fiquei sabendo que haviam inaugurado um novo shopping resolvi ir conhecê-lo.

Como verão estava chegando comprei biquínis novos pra mim, pra Jéssica e Marina.

Logicamente que todos eram fio dental pra ficarmos com marquinhas bem pequenas.

A vendedora da loja era muito simpática e assim que terminou de me atender perguntei a ela se naquele shopping havia também uma loja de artigos eróticos e ela sorrindo disse que no segundo piso tinha uma excelente com uma variedade grande.

Peguei minha sacola com os biquínis que havia comprado subi as escadas rolantes e fui até a loja no fim do corredor e assim que entrei uma garota muito bonita veio me atender e então disse que iria dar uma olhada nas vitrines. Ela então sorriu e foi pra atender outro cliente.

Comecei a andar pela loja e realmente vi que tinha muitas novidades e como os preços ficavam nas etiquetas não precisava ficar perguntando e quando entrei numa salinha vi exposto varias lingeries extremamente sensuais que adorei e também havia uma variedade enorme de artigos sadomasoquistas. Fiquei toda curiosa olhando tudo em detalhes e foi então que escutei uma voz marcante atrás de mim perguntando se estava gostando e se podia me ajudar. Quando olhei pra trás vi uma loira bem alta com um vestido de couro preto justíssimo que realçava seu corpo perfeito e nos pés um salto extremamente alto que a deixava ainda mais imponente e depois de olhá-la com admiração sorri e disse:

-ola...estava tão entretida olhando tudo que nem percebi vc atrás de mim...nossa...essa é o melhor Sex-Shop que entrei até hj...tem tanta coisa legal...que a gente fica até sem saber o que escolher!

-Muito prazer querida...meu nome é Marcela...eu sou a proprietária...não tenha pressa...escolha com calma...tem pra todos os gostos...mas me fala...o que vc já tem em sua casa?

-obrigada...meu nome é Janete...moro em outra cidade não muito longe daqui...bem...o que mais tenho são vibradores...tenho vários...mas também tenho um monte de brinquedos...adoro experimentar tudo!

Marcela era bem envolvente e logo contei tudo sobre minha vida, minha filha, minha irmã e logicamente que contei sobre meu marido e sobre a carência de sexo. Ela me disse que tinha a mesma idade minha e estava divorciada, mas que era bem liberal e me elogiou dizendo que por ter uma filha sem ter feito nenhuma plástica tinha um corpo maravilhoso e brincou dizendo que se eu fizesse mais sexo e tivesse mais orgasmos com certeza estaria com a pele melhor. Sorri dizendo que gostaria se isso acontecesse.

Foi então que Marcela me chamou pra conhecer seu escritório nos fundos da loja e me ofereceu uma bebida gelada. Logico que aceitei e ela me deu uma garrafinha de Smirnoff Ice e me sentei em uma poltrona de couro e ela na outra poltrona. Como seu vestido era extremamente curto sua calcinha vermelha apareceu mostrando uma xoxota bem volumosa. Na hora me veio à cabeça que aquela “mulher” talvez pudesse ser um travesti por causa da voz grave, mas deixei rolar.

Eu também estava de vestidinho de malha curto e me senti bem à vontade naquele lugar.

A conversa então tomou um rumo um pouco diferente quando ela disse:

-Janete...eu recebi umas calcinhas bem diferentes hj de manhã...nem coloquei ainda na vitrine...quer ver?

-claro que sim...adoro novidades!

Ela então pegou e mostrou uma calcinha de couro fino que tinha um pênis não muito grande acoplado na parte de baixo. Você colocava a calcinha e ficava com pênis enfiado na xoxota. Marcela sorrindo disse que era uma delicia andar com aquilo enterrado na buceta...dependendo do tesão gozava andando...e o melhor é que também vibrava...no coz tinha um pequeno botão de ligar.

Logico que fiquei toda interessada e toda curiosa perguntei se ela já tinha experimentado e então toda safada ela se levantou e disse:

-estou usando uma agora...uma delicia...já até gozei...enquanto a gente conversava...quer ver em mim?

Nem pestanejei e disse que sim e então ela abriu o zíper daquele vestido e mostrou seu corpo perfeito com seios enormes siliconados e a calcinha vermelha. Ela ficou em pé bem perto de mim e tirou a calcinha e bem devagar foi tirando o pênis de silicone perfeito de dentro de sua xoxota bem cheia totalmente depilada e com um grelo enorme. Com certeza Marcela não era um travesti. O pênis estava totalmente molhado de seu gozo e até deu pra sentir o cheiro adocicado de sua xoxota e ela disse:

-quer...experimentar também...acho que vc vai adorar...coloca e anda comigo na loja...Janete...quero saber sua opinião! Experimenta...vai!

Toda excitada com o que estava acontecendo dei um sorriso safado concordando e Marcela disse:

-quer...usar o mesmo...que eu to usando...ou vai querer outro? Acho que vc devia experimentar esse...o tamanho é perfeito...vai entrar fácil na tua bucetinha! Tira o vestido...fica nuazinha Janete!

Aquela mulher com aquela sua conversa toda safada estava me levando a fazer aquelas loucuras e em segundos fiquei nua e Marcela novamente me elogiou dizendo que eu era extremamente sensual sem roupa. Que qualquer homem adoraria me ver completamente nua. Ela até deslizou as mãos pela minha barriga e tocou em meus seios levemente. Na verdade minha xaninha estava completamente úmida com o que estava acontecendo ali e então Marcela se abaixou diante de mim com a calcinha com o pênis invertido e sorrindo disse:

-fica tranquila que eu coloco pra vc...relaxa...eu já estou acostumada...agora...abre as pernas um pouquinho...Janete...vou enfiar ele bem devagar...ta bom querida!

Que delicia ouvir aquela voz grave daquela mulher falando comigo e então a calcinha foi colocada e o pênis de silicone todo enfiado na minha xaninha. Marcela foi por trás de mim e ajustou as presilhas do lado pra prender bem a calcinha e então levou a mão na frente e apertou o botão pra ligar o vibrador e quando começou a tremer dentro de mim toda tesuda depois de alguns segundos sussurrei:

-nossa...que delicia Marcela...humm...adorei...nossa...do jeito que tenho tesão se sair na rua com isso enfiado na minha xaninha é perigoso eu gozar e desmaiar...humm...Marcela...adorei...vou querer levar duas dessas...muito gostoso...nossa...já to toda molhada...se não desligar...acho que vou gozar...aqui!

Foi então que senti que tudo ia ficar mais gostoso ainda quando Marcela atrás de mim me abraçou e colou seu corpo no meu bumbum e toda safada levantou meus cabelos e beijou minha nuca me arrepiando pó inteira e sussurrou:

-deixa acontecer...pode gozar...eu vou te segurar pra vc não desmaiar...libera a putinha safada que existe dentro de vc...vou ajudar vc a gozar mais gostoso...adoro brincar com putas lindas e safadas como vc...se solta sua vadia...vou te fazer gozar muito!

Marcela me beijava a nuca e o pescoço e suas mãos deslizavam pelo meu corpo e logo seus dedos apertavam forte os bicos dos meus seios me provocando arrepios de prazer com um pouquinho de dor. Não consegui me controlar e gemendo alto comecei a gozar copiosamente.

Marcela me virou de frente e quando me dei conta sua língua estava enroscada na minha e nos beijamos com uma volúpia incontida. Aquela mulher fazia meu tesão subir a mil com suas mãos que percorriam meu corpo e me dominavam por completo. Aquele vibrador na minha xaninha era uma loucura e tive vários gozos intensos em seqüência.

Percebi que ia passar por novas experiências com aquela mulher dominadora quando ela foi puxando pelos cabelos e se sentou com as pernas bem abertas uma em cada braço da poltrona e sussurrou:

-vem...sua putinha...vem me dar prazer...lambe...e chupa minha buceta...quero gozar na sua boca!

Toda tesuda e receosa sussurrei:

-eu...eu...nunca fiz isso...Marcela...eu...será...que...

Ela então me pegou firme pela nuca me puxando entre suas coxas toda tarada disse:

-cala a boca sua puta...quero sua boca na minha buceta...tenho certeza que vc vai saber fazer...me faz gozar gostoso sua vadia...me chupa inteira...sua vagabunda...senão vou encher essa carinha de puta de tapas!

Em segundos minha boca estava colada naquela buceta toda ensopada. Lambi e suguei aquele grelo enorme e não demorou quase nada pra aquela vadia gozar copiosamente rebolando na minha boca. A safada parecia mijar de tanto gozo que saia daquela bucetona tesuda. Me dei conta que estava adorando chupar a buceta de outra mulher e com o vibrador atolado na minha xaninha gozei junto gemendo deliciosamente.

Marcela então se levantou e toda safada disse:

-fica de 4 sua puta na poltrona sua vagabunda...vou te fazer vc gozar mais gostoso...vc vai lembrar pra sempre de ter vindo aqui...vamos...vadia tarada!

Rapidamente fiz o que aquela mulher mandava e então ela tirou minha calcinha com o vibrador e pelo espelho enorme que havia na parede vi que ela vestiu em seu corpo uma cinta com um pênis bem grosso negro e então começou a esfregar aquele cacetão de silicone na entrada da minha xaninha até que sem frescura começou a me penetrar. Ele era muito grosso e até ardeu quando entrou e então Marcela toda tesuda deu um tapa forte no meu bumbum e disse:

-rebola sua puta...rebola gostoso que vou foder essa bucetinha apertada sua puta...vou te comer como se fosse um macho...sua vagabunda...vc vai levar pau...sua vadia...ahhh...rebola safada...assim...isso!

Minha xaninha estava totalmente preenchida com aquele cacete enorme de silicone e Marcela metia sem dó e rapidinho o gozo chegou e gemendo loucamente gozei me convulsionando por inteira.

So então senti que meu bumbum estava ardendo bastante de tantos tapas que levei daquela tarada.

Nunca tinha gozado tanto em minha vida até meus 32 anos e tinha sido uma mulher que havia me proporcionado esse prazer louco.

Marcela me deu mais uma garrafinha de Smirnoff Ice e tomei quase de um gole só pra tentar recuperar o fôlego. Ela então comentou que adorava transar com mulheres que quando me viu entrando em sua loja sentiu sua bucetinha ficar mais quente e resolveu tentar ver qual era a minha e com sua experiência logo notou que eu era muito tarada e que seria muito fácil fazer sexo comigo.

Dei uma gargalhada dizendo que nem eu sabia que era tão fácil assim..

Comprei meus brinquedos e agradeci por tudo e ela disse que quando quisesse voltar seria bem vinda.

Cheguei em casa a noite satisfeita e feliz como uma criança que ganhou um presente maravilhoso.

Até meu marido no outro dia de manhã acordou com o pintinho duro cutucando minha bunda arrebitada e pra deixar o safado contente encaixei-o na portinha do meu cuzinho e jogando o corpo pra trás me penetrou de uma só vez. De vez em quando deixava ele me enrabar. Pelo tamanho do pinto dele nem doía e após dar umas reboladas ele logo gozava enchendo meu cuzinho de porra.

Ainda bem que ele não quis comer minha xaninha porque do jeito que a tal de Marcela tinha metido aquele cacetão de silicone grosso dentro dela tava toda arrombada.

Foi então que uma novidade surgiu inesperadamente que agitou de vez nossas vidas.

Minha irmã me disse que se apaixonara por um homem de 28 anos e que ele a chamara pra ir morar com ele. Quando perguntei se iam se casar sorrindo ela disse que ambos achavam melhor morar junto um tempo e se desse certo mesmo se casariam no fim do ano seguinte.

Achei que tudo estava sendo rápido demais mas, como minha irmã sempre fora muito impulsiva não me surpreendeu ela fazer isso e então brinquei dizendo que agora ela ia deixar de ser uma putinha solteira e logo quis saber quem era o tal do macho que a fizera se apaixonar assim.

Na verdade minha irmã sempre fora extremamente putinha e vivia trocando de namorados mais do que trocava de calcinha, alias nem isso ela usava muito, vivia saindo de casa sem elas.

Marcos era o nome do sujeito e ela me passou a ficha completa do “futuro marido”.

Ele era vendedor de um atacado de produtos alimentícios, tinha casa própria, carro bom e então fiquei sabendo que era amigo do meu marido já há algum tempo e até jogavam bola juntos nos fins de semana. E quem havia apresentado ele a ela tinha sido Nelson meu marido.

Naquele dia mesmo a tarde ela me levou junto com minha filha até a casa onde iria morar com o tal de Marcos pra que nós o conhecêssemos.

Ele morava em um bairro vizinho ao nosso e quando chegamos vi que a casa apesar de pequena era muito bonita e o melhor é que tinha uma piscina muito boa que com certeza poderia ser muito bem aproveitada naquele verão e até brinquei que já tinha comprado biquínis novos.

Quando vi aquele moreno jambo, alto, forte com um corpão todo definido vi que minha irmã tinha escolhido um belo espécime de macho e quando lhe dei os parabéns por isso ela sorrindo toda safada disse que o melhor dele estava no meio das pernas. Ela me contou que ele tinha um caralho muito grande, grosso e cabeçudo e que era o maior que ela tinha sentido na sua bucetinha e também no seu cuzinho até aquele dia.

Marcos era um sujeito muito agradável e extremamente cativante e logo estávamos conversando como se o conhecêssemos de longa data e como estava muito calor ele então disse que ia buscar sorvete pra nos tomarmos. Ate disse que não precisava se dar ao trabalho e ele então brincou dizendo que era um prazer agradar a futura esposa, a cunhada e também sua nova sobrinha.

O safado era metido a galanteador.

Assim que ele saiu à conversa logicamente foi sobre o meu “novo cunhado”.

-Marina...que homão que vc arrumou hein...vc vai ter trabalho...com as putinhas que gostam de dar pra homem casado...e pelo jeito ele é bem safadão também né?

-bem...mana...se ele não fosse safado eu não ia gostar nem um pouco...gosto de homem assim...eu até disse pra ele pra gente continuar namorando mais um pouco...mas ele que quis que eu viesse morar junto...na verdade também...eu sou muito mais gostosa que 99% das putas que andam por ai...sua irmãzinha aqui sabe dar gostoso pra macho tarado...e ainda mais quando ele tem um caralho igual o dele...nossa...eu me acabo com aquilo tudo dentro na minha buceta...affff!

-ainda bem...que vc é tranquila...se fosse ciumenta...ia ficar louca...do jeito que as mulheres hj em dia andam assanhadas...adoram querer tomar o marido das outras...até o meu que não é grande coisa as vadias dão em cima...é que o coitado além de não ser bonito...tem um pintinho pequeno...mas como tem dinheiro já viu...se bobear também pegam.

Minha filha então sorrindo disse:

-bem...também quero dar meu palpite nessa conversa! Acho que a tia Marina realmente escolheu um homem muito legal pra ser meu tio...além de ser um tremendo gatão! Gostei muito dele! E tem outra coisa que gostei foi na piscina que tem aqui...nossa vai ser uma delicia passar a tarde aqui nadando e tomando sol...la no clube tem sempre um monte de chatos que ficam reparando nos biquínis da gente...não pode nem usar fio-dental todo atoladinho!

-humm...pelo jeito Marina...vc arrumou um marido que agradou toda a família...e pelo jeito sua casa vai ficar cheia de gente...a sobrinha...a irmã...e pelo jeito até meu marido vai querer vir aqui...porque foi ele que te apresentou o Marcos!

Marina então deu uma gargalhada bem safada e disse:

-num sei não...to achando que vou ter que tomar cuidado é com as mulheres da minha família. As safadas tão elogiando demais meu futuro marido! Uma sobrinha ainda virgem...mas sei que vai ser muito putinha! Uma irmã...que deixa os machos pegarem ela no ônibus...nem sei o que anda fazendo quando viaja pra fora da cidade...do jeito que é tarada...não consigo acreditar que deu essa buceta só pro meu cunhado...vou ter que tomar cuidado!

Caímos em risos e logo Marcos chegou com o porte do sorvete e nos serviu.

Quando brinquei dizendo que ele se casando com minha irmã iria ter que aturar mais duas mulheres no verão querendo abusar daquela piscina ele disse:

-que nada...vou adorar ter mais gente aqui em casa...faz tempos que moro sozinho...também não fico trazendo muita gente estranha aqui não...mas...vcs podem vir à hora que quiserem...aqui da até pra nadar pelado...os muros são bem altos!

Minha irmã então sorrindo disse:

-to até vendo...acho que arrumei um futuro marido...bem safado! Já ta querendo ver a cunhada e a sobrinha nadando peladinhas...ja percebi que vou ter que tomar cuidado!

Ele deu uma gargalhada e disse:

-bem...eu disse que podiam nadar peladas...quando estivessem aqui sozinhas...eu não paro em casa de dia...tenho que visitar clientes...mas...se por acaso...vcs quiserem nadar peladinhas...comigo por perto...não vou reclamar...logico que se fosse homem eu saia correndo!

O papo estava bem descontraído e logo devoramos o pote de sorvete. Em seguida tomamos água e chamei minha filha e minha irmã pra irmos embora. Marina então sorrindo disse:

-Eu já vou ficar por aqui...na minha futura casa...to precisando namorar meu homem!

Quando nos despedimos Marcos nos abraçou forte e disse sorrindo:

-Se minha cunhada e minha sobrinha quiserem vir nadar na piscina amanhã...podem vir...prometo que compro mais sorvetes!

Quando sai dali meu sexto sentido me avisou que aquele homem iria provocar um rebuliço na família.

No outro dia logo após o almoço minha filha toda sorridente perguntou se não iríamos nadar na piscina da casa do tio Marcos e então sorri dizendo:

-epa...garota...sei não...nem bem acabou de conhecer o tal de tio Marcos e já com esse assanhamento todo é? Pelo jeito ta querendo mostrar o corpinho só de biquini pra ele é? Pensa que não vi ontem vc medindo ele de cima em baixo! Veja se não fica dando bandeira assim...tua tia pode não gostar hein!

-nossa mãe...como vc é maldosa! Rss. Eu já conheço o tio Marcos a mais de 2 mês...vc esqueceu que to sempre junto com a tia...já fiquei segurando vela pra eles varias vezes...já fui com eles nos barzinhos...tomar lanches...no cinema...ele é super legal e a tia também...ela sempre me chama pra sair!

-sei...eu sei que vcs são unha e carne...cuidado hein sua safadinha...notei que seus olhares para o Marcos não são tão inocentes assim...e outra coisa...além de bonitão...pelo jeito ele é bem safado também...e vc também não é santinha...eu sei disso!

Minha filha caiu na gargalhada e toda dengosa disse:

-mãe...chega de falação...vamos pra casa do tio Marcos...quero me bronzear com o biquíni novo que vc trouxe...vamos nos divertir...tenho certeza que vai ser legal!

Na verdade eu também queria ir e depois de meia hora estávamos na casa do meu novo cunhado e assim que tocamos a campainha do portão quem nos recebeu foi minha irmã que toda alegre nos recebeu dizendo:

-que bom que vcs vieram...vai ser muito bom nos bronzearmos juntas...o Marcos foi visitar 2 clientes e disse que assim que terminar vai trazer sorvetes pra nos. Vamos colocar os biquínis e cair na piscina!

No quarto tirei os biquínis novos da sacola e cada uma escolheu o que queria e então olhando demoradamente pra minha irmã e pra minha filha e também para meu corpo vi que éramos 3 mulheres muito bonitas e com uma sensualidade incrível.

Os biquínis ficaram maravilhosos e extremamente pequenos e tive certeza que meu cunhado ia se esbaldar em ver 3 gatas praticamente nuas.

Caímos na água e começamos a brincar com uma bola e logo notei que nossos seios ficavam escapando pra fora da parte de cima do biquíni que mal cobria os biquinhos.

Depois de algum tempo meu cunhado chegou todo sorridente trazendo sorvete.

Minha irmã então disse que era para o meu cunhado colocar uma sunga e ficar na piscina com a gente.

Ele deu um sorriso bem safado e disse:

-opa...pensei que vc iam aceitar minha sugestão de ontem...nadar peladas...não sei por que mas...acho que eu ia gostar mais...sem contar que vcs iam se bronzear por inteiras.

Ele entrou na casa para vestir a sunga e dei a ideia de servir uma taça de sorvete pra cada uma e minha irmã pediu que fizesse isso e então sai da piscina e fui até a cozinha.

Meu corpo estava todo molhado e quando comecei a procurar as taças no armário da cozinha meu cunhado apareceu por ali com uma sunga branca bem justa que deixava seu corpo másculo ainda mais sexy e quando olhei entre suas coxas tinha volume que era escandalosamente grande. E o mais incrível é que o desenho do pau enorme se mostrava perfeitamente e ele sorrindo disse:

-vou te ajudar minha cunhada...vou pegar as tacinhas do sorvete pra vc...pera ai!

Ele passou pertinho de mim e senti meu corpo se arrepiar e então ele disse:

-Janete...eu tava olhando vc por trás...tanto vc quanto sua filha e sua irmã...são praticamente idênticas de corpo...por trás...bunda grande e empinada...se vcs usassem cabelos iguais...ia ser difícil não agarrar alguma de vcs enganado...ia ser problema!

Dei um sorrisinho safado e enquanto colocava o sorvete nas taças disse:

-é...com certeza isso seria uma boa desculpa...né seu safado...depois que agarrou...ta agarrado né?

O safado deu uma alisada acintosa naquele volume enorme e chegando atrás de mim na pia sussurrou no meu ouvido:

-tem certeza que não precisa de ajuda? Iria adorar ajudar minha cunhada...ainda mais assim de biquíni!

O safado do meu cunhado sem pedir licença pegou no meu quadril e me puxou firme de encontro ao seu corpo e me encoxou sem pudor e tornou a dizer:

-posso ir pra piscina...Janete...ou quer que eu fique te ajudando?

Nem respondi nada e senti minha xaninha esquentar e quase morder o biquíni e então sussurrei:

-vai logo...seu safado tarado...onde já se viu...ficar me agarrando assim...eu posso gritar hein!

Ele nem se importou e me apertando forte deslizou a mão pela minha barriga e quando me dei conta seus dedos se enfiaram pelo cós do biquíni e em instantes tocaram meu grelinho. O safado bolinou rapidamente minha xaninha e do jeito que havia começado parou e saiu da cozinha indo pra piscina.

Ainda bem que o biquíni estava molhado da água da piscina porque minha xoxota ficou completamente ensopada com aquela loucura. Se ele tivesse continuado mais alguns segundos eu teria gozado em seus dedos ágeis e safados.

Rapidamente me recobrei e levei as tacinhas de sorvetes na piscina.

Todas tomaram rapidamente e logo voltaram a brincar com a bola na piscina e não demorou nada pra que percebesse que meu cunhado era extremamente safado. Toda vez que tinha uma chance ele enfiava a mão entre minhas pernas e deslizava os dedos na minha xaninha. Ele fazia isso com minha irmã e comecei a achar que também com minha filha porque a safada nem conseguia disfarçar o tesão.

Naquela piscina rolava uma sacanagem quase sem disfarce e já que tudo parecia normal me deixei levar e nem fiquei tão surpresa quando senti o pauzão enorme do meu cunhado entre minhas coxas. O safado tinha tirado o pau pra fora da sunga. Meu tesão estava a mil e sem pudor peguei naquele monstro dentro d"água com vontade. Minha filha estava sendo bolinada como qualquer puta e adorava. Minha irmã com certeza sabia o que estava acontecendo porque ela sempre foi muito puta, mas não parecia se importar àquela safadeza intensa até que meu marido ligou no celular pedindo que fosse até o mercado porque precisava da minha assinatura em um documento.

Aquilo cortou o clima e então disse que logo iria até la e saímos da piscina.

Marcos era um tarado e adorava demonstrar isso porque seu pauzão estava tão duro que chegava quase a escapar pelo cós da sunga e enquanto eu e minha filha nos enxugávamos pra ir embora escutei gemidos que vinham da sala. Eu e minha filha nos entreolhamos e fomos dar uma conferida e minha irmã estava de 4 no sofá e com meu cunhado atrás dela socando aquele monstro enorme na bucetinha dela. Marina urrava de prazer com aquele macho fodendo ela com força e sussurrava:

-fode...fode...a sua putinha...mete esse caralho na minha buceta...assim...mete tudo tarado...ahhh... soca...fode...me fode...vou gozar...ahhh...vou gozar...ahhh...que delicia...que caralho gostoso!

Ficamos ali por alguns segundos e tive que arrastar a safada da minha filha pra irmos embora e saímos sem nos despedir. Assim que colocamos os pés na rua disse:

-Jessica...não vou deixar vc vir sozinha aqui na casa do safado do Marcos...ele vai te comer na primeira oportunidade...e tenho certeza que vc vai deixar! Tua tia Marina arrumou um louco muito tarado!

-mãe...eu sei que ele é muito tarado...mas nunca tentou me comer...juro...eu já vi alguns amassos dele com a tia...mas foi a primeira vez que vi ele metendo de verdade na tia...nossa...eu já sabia que ele tinha pintão...mas agora que vi de verdade...nossa como é grande...nem sei como a tia agüenta aquilo tudo...acho que na minha bucetinha virgem não entra nem a cabeça!

Eu comecei a rir do que minha filha havia dito e falei:

-Jessica...pode ter certeza que entra sim...vc sabe disso...deixa de querer me enrolar...sua safada...ele te bolinou do jeito que quis dentro da piscina...vc tava morrendo de tesão...e nem conseguia disfarçar...ele tava com o pauzão pra fora da sunga e acho que enfiou ele no meio das suas coxas!

Jéssica deu um sorrisinho todo safado e disse:

-nossa mãe...vc não deixa escapar nada hein! Rss. Ah mãe...eu deixei mesmo ele pegar em mim...eu até peguei no pintão dele...a tia não tá nem ai...aproveitei mesmo...mas...eu sei que ele também pegou em vc...e vc também não conseguiu disfarçar...vc é safada também!

-nossa...já pensou se alguém fica sabendo dessas loucuras...bico fechado hein garota...nada de comentar esse tipo de coisa com alguma amiga! Seu pai não pode nem sonhar com uma coisa dessas!

-mãe...fica tranquila...apesar de ainda virgem...sua filhinha é esperta...vc sabe disso!

-eu sei que é...cada vez mais tenho certeza disso! Além de esperta...bem putinha!

Tava na cara que a safadeza não ia ficar apenas nas “brincadeiras” na piscina.

Aquele “cunhado” era o “demônio” que tinha aparecido pra atentar as putinhas da família.

Na verdade eu estava louca de vontade de rever aquele “demônio” pintudo o mais rápido possível e quando no sábado de manhã minha irmã ligou dizendo que era pra eu e minha filha irmos pra casa dela pra ficarmos na piscina e que seu maridão ia assar carne na churrasqueira...aceitei na hora.

Como meu marido no sábado nem vinha almoçar em casa por causa do movimento intenso do mercado teríamos o dia inteiro para nos bronzearmos e com certeza iria rolar alguma sacanagem.

Assim que chegamos minha irmã já estava na piscina e minha filha tirou o vestidinho e pulou na água.

Meu cunhado estava com um short largo e uma camiseta ajeitava as coisas ao lado da churrasqueira.

Tirei meu vestido e fiquei de biquíni e toda prestativa fui perguntar ao “demônio” se estava precisando de ajuda e ele deu um sorriso bem safado e disse:

-claro que sim...ainda mais quando a ajudante gostosa está com um biquíni bem pequeno!

A piscina era um pouco distante da churrasqueira e também pelo barulho do aparelho de som tocando musicas dava pra conversar sem que as duas na piscina não escutassem nada e então a conversa se tornou altamente safada:

-que cunhado mais tarado que veio parar nessa família...pelo jeito vc deve ser um daqueles safados que não ta nem ai...deu moleza soca o pintão né taradão?

-Janete minha cunhada...to adorando essa família...só tem puta...e eu adoro puta...até tua filha que diz que é virgem...logo vai ser + uma vadiazinha...que vai dar a buceta toda hora!

-seu safado...minha irmã é uma louca de ter vindo morar com vc...vc deve aprontar muito seu tarado!

-Janete...se vc for uma putinha boazinha e bem submissa como eu gosto...daqui a pouco vou brincar com vc na cozinha...agora cala essa boca e vai pra cozinha pegar uma cerveja bem gelada pra mim...e oferece também pras garotas...vai logo sua putinha!

Fiquei por segundos sem reação depois de ter ouvido o que aquele safado havia dito, mas em seguida fiz o que ele mandou. Trouxe uma cerveja pra ele e também pra minha irmã e minha filha toda assanhadinha disse que queria também e até tentei convence-la a tomar refrigerante mas tanto minha irmã quanto o cunhado disseram que devia deixar a garota tomar uma latinha, afinal estavam em casa!

Logo em seguida meu cunhado então todo safado disse:

-Cunhada...faz um favor pra mim...vem me ajudar na cozinha a temperar a carne!

Meu biquíni estava todo úmido em baixo sem ter entrado na piscina e fui até a cozinha e quando entrei meu cunhado estava completamente nu sentado numa cadeira com aquele pauzão dependurado entre as coxas e todo safado disse:

-vem sua puta vadia...fica de joelhos...gosto de puta ajoelhada pra chupar meu pau...vem sua safada...eu sei que vc ta louca vontade...pra sentir meu caralho...vem logo sua puta...se demorar + um pouquinho...vou levantar e não vou deixar vc chupar minha rola...chega de frescura...vem!

Em segundos eu fazia o que aquele macho pintudo tinha mandado e quando senti o cheiro e o gosto daquele caralho enorme abocanhei-o e como nos filmes passei a chupar com vontade.

Quase não cabia na minha boca aquele monstro porem me esforcei pra que isso acontecesse e meu cunhado todo tarado sussurrou:

-isso sua puta...gosto assim...vou foder tua boca vagabunda...engole o caralho do teu macho...ahhh...chupa sua vagabunda...hummm...continua...

vou gozar na tua boca...quero que engula tudo...se deixar escapar uma gota...vou te encher de tapas...vadia...ahhh...vou gozar!

O primeiro jato foi forte e parecia que ia queimar minha garganta.

Sem me tocar gozei junto...senti minha xoxota explodir e meu corpo tremer...o “demônio” gozava como um cavalo e minha boca era inundada de porra quente...consegui engolir tudo como ele tinha mandado.

Ele então me pegou pelos cabelos me deu um beijo na boca de tirar o fôlego e sussurrou:

-vc mostrou que vai ser uma puta do jeito de gosto...quando eu achar que ta na hora...vou te foder...e vc vai gozar muito...eu vou seu o macho que vc ta precisando sua puta...agora...vai...pra piscina!

O safado meu um tapa forte na bunda e como um robô sai dali com a xoxota completamente ensopada.

Até parecia que a porra que tinha entrado na minha boca tinha saído por baixo.

Pulei na piscina pra me recobrar daquela loucura que havia feito.

Nem dava pra acreditar que meu cunhado tinha me usado como uma puta de rua e o pior é que adorei ser tratada daquela maneira.

Ficamos nos três na piscina brincando com a bola e meu cunhado todo safado sempre trazia mais algumas latinhas de cerveja pra gente enquanto assava a carne.

Depois de algum tempo saímos da piscina e fomos ao lado da churrasqueira e nos sentamos ao redor da mesa e começamos a saborear pedaços de carne com mandioca com farofa e até parecia que ninguém tinha muita fome porque não demorou muito pra voltamos para a piscina.

Todas já estavam bem alegres pelo álcool e quando meu cunhado deu a ideia de nadarmos nuas minha irmã foi a primeira a fazer isso e em seguida minha filha jogou o biquíni ao lado da piscina e logicamente eu não ia fazer diferente e também fiquei nua.

Nem me surpreendi quando o “demônio” tirou o short e a camiseta e pulou na piscina e a brincadeira com bola recomeçou. Na verdade o que passou a acontecer ali dentro daquela piscina foi uma safadeza explicita. Meu cunhado com seu pau completamente duro agarrava a gente e deslizava aquele caralho enorme entre nossas coxas nos levando a loucuras. Minha filha já estava toda entregue e de vez em quando até agarrava no pescoço dele e se esfregava sem pudor. Logo vi que a sacanagem seria bem explicita porque meu cunhado se sentou na beira da piscina com os pés dentro d"água com seu pau completamente duro e minha irmã toda tarada se enfiou entre as pernas dele e começou a chupar o pauzão dele igual eu tinha feito na cozinha.

Minha irmã era uma boqueteira de primeira. A vadia tinha uma garganta profunda e engolia uma boa parte daquele caralho enorme.

Minha filha toda excitada veio ao meu lado e se abraçando a mim sussurrou baixinho:

-mãe...to adorando o que tá acontecendo aqui...nossa...ta uma delicia...ver a tia mamando no pintão do tio Marcos...nossa...como é grande...será que ela vai dar pra ele pra gente assistir igual aquele dia no sofá...eu ia adorar...ver de novo...bem de pertinho...assim!

-sua safadinha...garanto que vc ta louca de vontade de trocar de lugar com sua tia...tenho certeza que os dois devem ter combinado fazer essas safadezas com a gente aqui...acho melhor irmos embora...não vai demorar pra aquele tarado...te pegar e socar aquele pintão na sua xaninha virgem!

-de jeito nenhum mãe...vamos ficar mais...quero ver tudo...até parece que vc não tá querendo também...a tia falou pra mim que hj ia ter muitas safadezinhas aqui...que eu ia adorar!

Minha irmã parou de chupar o pauzão do “demônio” saiu da piscina e toda tarada pegou-o pela mão e foi em direção a casa. Toda tarada ela olhou pra nos dentro da piscina dando um sorriso safado fez sinal para segui-los. Minha filha em segundos estava fora da piscina e me puxando disse:

-vamos...mãe...a tia vai transar...quero ver tudo...to louca pra aprender! Vamos logo!

Eu e Jéssica saímos da piscina e assim que entramos na sala minha irmã estava sentada de frente no colo do “demônio” com aquele monstro todo enterrado na sua xoxota e começava a cavalgar toda tarada gemendo alto e ele todo macho dizendo:

-isso...vagabunda...isso...cavalga no teu macho...sua vadia...assim...engole meu caralho com essa buceta tesuda...isso...assim...cavalga sua puta vadia...assimmm...ahhh...que vagabunda gostosa!

De costas pra mim e pra minha filha Marina tomada de tesão cavalgava como uma louca naquele pauzão que deixava sua xoxota toda arreganhada e a tarada gemia alto sussurrando:

-ahhh...que caralho gostoso...ahh...mete tudo...fode sua putinha...mete...tudo..arregaça a buceta da tua puta...seu tarado pervertido...isso...vou gozar...vou gozar nesse cacetão...ahhh...bate...na minha cara...quero gozar gostoso...ahhh...que delicia...ahhh...bate...ahhh!

Eu e minha filha estávamos nuas a menos de 4 metros de distancia do sofá onde eles transavam de uma maneira selvagem. De minha xoxota escorria tanto liquido pelas minhas coxas que até parecia que mijava e quando olhei para o lado minha filhinha toda tesuda bolinava seu grelinho toda tremula e escutei-a balbuciar baixinho:

-ahhh...mamãe...vou gozar...vou...que delicia...assistir...to...to...gozando...ahhhhhh!

O mesmo acontecia comigo...os tapas na cara da minha irmã me deixavam mais excitada ainda e gozei copiosamente bolinando meu grelo junto com minha filha e então minha irmã se levantou daquele cacete e veio até mim e me pegando pela mão me levou até meu cunhado e disse:

-dá pra ele sua puta...vc chupou...agora pode dar... vadia...mostra que vc é tão puta quanto sua irmã!

A safada sabia de tudo e em segundos meu cunhado me colocou de 4 no sofá e todo tarado deu umas pinceladas com seu cacetão duro como aço na minha xaninha ensopada e sem frescura começou a me penetrar. Vi estrelas quando senti aquilo alargando minha xoxota apertada mas em instantes o tesão tomou conta do meu corpo e o “demônio” sentindo isso meu deu uns tapas fortes na banda e disse:

-gosta de pau grande né vagabunda...pede...pro teu macho te comer...sua puta...implora pelo meu cacete sua vadia...vou te arrombar toda...mas vai ter que implorar...pede vagabunda!

Não pensei em mais nada e toda tesuda virei o rosto pra trás e toda tesuda disse:

-fode...seu filho da puta tarado...mete tudo esse pintão...na minha xaninha apertada...arregaça seu safado...quero gozar nesse pauzão...ahhh ...isso...mete tudo...assim...isso...ahhh...que delicia...ahhh!

O safado me comeu como uma puta devia ser comida e apanhei sem dó na bunda.

Em seguida ele fez o que tinha feito com minha irmã e me fez sentar de frente em seu colo e espetada naquele pintão enorme cavalguei como uma louca e também apanhei na cara e gozei mais gostoso ainda. Quase desfaleci de tanto prazer e quando me acalmei olhei na poltrona ao lado e minha filha estava de 4 com minha irmã lambendo xaninha virgem por trás fazendo-a rebolar sem parar.

Minha filha já estava sendo doutrinada porque minha irmã aplicava tapas fortes bumbum dela que gemendo sussurrava:

-não para tia...lambe mais...ahhh..que delicia...chupa mais minha bucetinha...que delicia sua boca! Ahh!

Meu cunhado me deixou no sofá e e se levantando foi pra junto das duas e de pé ao lado enfiou o pau na boca da minha irmã e depois de umas pinceladas na xaninha virgem da Jéssica que gemeu alto e ele todo tarado disse:

-quer dar pra mim vagabunda...quer que eu tire seu cabaço sua vadiazinha?

Eu estava prostrada no sofá e na hora decidi que nem ia me meter no que iria acontecer.

Minha filha estava tomada de tesão e demorou pra responder e então o “demônio” deu dois tapas bem fortes na bunda dela e todo macho disse:

-fala logo sua putinha...quer deixar de ser cabaço sua vadiazinha? Pede pra eu ser teu macho...quer ser puta? A hora é agora...sua vadia...pede meu caralho nessa buceta sua putinha safada!

Minha filha deu um gemido alto e sussurrou:

-quero...quero...seu caralho...tira meu cabacinho...quero ser puta...eu quero dar...mete...tudo...me fode!

O “demônio” deu até um sorriso sádico e sem dó fincou aquela cacete cabeçudo na xaninha virgem da minha filhinha e em segundos seu cabaço não mais existia.

Jéssica foi comida como eu e minha irmã havia sido...como uma puta de verdade e a safada demonstrou que tinha nascido vadia pois em nenhum instante reclamou de nada e se portou como uma vadia que sabia como fazer pra agradar um macho.

Por suas coxas escorria sangue de sua virgindade e aquela cena selvagem nos deixou ainda mais excitadas e foi incrível o que aconteceu em seguida. Marcos comeu eu e minha irmã novamente.

Minha buceta ficou toda inchada e minha filhinha parecia uma ninfomaníaca pois voltou a dar pra aquele macho pauzudo engolindo por inteiro com sua xoxota não mais virgem o caralhão daquele tarado.

Passamos a tarde inteira sendo comidas por aquele macho tarado.

Aquela orgia só parou quando minha irmã virou de 4 e pediu que o “demônio” comesse sua bundinha e então ele socou aquele caralhão no cuzinho dela e gozou enchendo-o de porra.

A vadia da minha irmã tinha conseguido um macho perfeito pra satisfazer 3 putinhas taradas.

Meu cunhado tarado passou a ser o macho das 3 putinhas e conseguia dar conta disso sem problemas.

O cabaço do cuzinho da minha filha foi embora rapidinho também.

Eu achava que não ia aguentar aquele monstro na minha bundinha mas quando me dei conta já tava com ele completamente enterrado e rebolando como um vadia devia fazer.

Isso já faz 2 anos e continua tudo maravilhoso...repleto de prazeres incríveis!

A vadia da minha irmã tinha conseguido um macho perfeito pra satisfazer 3 putinhas taradas.

Se curtiram esse conto tem mais dois que me deixaram taradinha demais quando foram escritos.

acessem meu perfil: http://sharoland-nn.ru/perfil/186087 e leiam:

Descobri que meu sogro tinha uma rola enorme... dei gostoso pra ele!

Minha mãe me entregou de bandeja para meu padrasto tirar meu cabacinho!

e-mail: [email protected]

Comentários

26/08/2017 10:49:06
Delicioso conto. [email protected]
21/10/2016 21:23:43
Adorei seu conto me deixou com tesao me add email vieirat[email protected]
04/10/2016 18:57:28
que gostoso esse conto vc quer me matar ne ?
02/10/2016 20:00:37
Excelente, um conto longo, mas com muito tesão.
26/11/2015 11:45:21
Parabéns. Excelente conto
09/07/2015 22:10:10
Esse conto é tão sensacional que depois de lê-lo várias vezes o tesão que eu sinto é o mesmo da primeira vez. É delicioso, rico, excitante, envolvente, cheio de detalhes... É sensacional! Nota,, 1000! Parabéns!
07/02/2015 05:53:36
mto bom,adorei!
07/02/2015 05:52:41
mto bom,adorei!
01/01/2015 15:54:56
Muito bom o seu conto, parabéns
01/01/2015 15:54:21
Seu conto é muito bom, parabéns.
17/12/2014 00:41:14
muito bom se conto.... de uma olhadinha no meu... bjaozaooo
16/12/2014 15:23:24
Odiei
16/12/2014 15:22:57
Odiei
16/12/2014 11:03:01
Muito bom conto. Não deixe de postar. Leia o meu, você vai gostar.
08/12/2014 16:25:52
Nossa foi um conto longo, mais fiquei excitado o tempo todo. Fiquei louco de vontade de meter forte numa buceta.
06/12/2014 15:02:05
Gostoso hem!
05/12/2014 11:04:35
Nossa,que conto maravilhoso,enquanto lia a u conto fui ao banheiro de minha casa me masturba.sou viciada em sexo.parabens exelente conto
29/11/2014 16:39:37
rsrs muito bom longo muito interessante
27/11/2014 22:42:06
Não sei se é verídico, mas gozei muito, porra quente e grossa imaginando ser o tal de Marcos, porque também sou caralhudo. Parabéns! Se quiser, leia o meu primeiro conto e dê sua opinião. Beijos.
27/11/2014 16:04:19
Muito bom. Meu pau esta doendo de tao duro que VC deixou com seu conto.bjs
22/11/2014 14:31:05
Delícia de conto!
dmm
21/11/2014 08:52:17
Delicia.
20/11/2014 18:17:23
Simplesmente delicioso, perfeito! Parabéns! Que família hein!!! Abraços e se puder, dê um pulinho no meu perfil pra ler os meus contos. Grande beijo!
20/11/2014 07:30:00
Adorei sendo verdadeiro ou falso
19/11/2014 05:25:33
gostei do conto que familia filhas da puta, sortudo o cunhado de ter tres safadas famintas e submissas pronto pra dar para ele!
18/11/2014 22:21:02
garotas q quiserem realizar suas fantasias e se masturbar pela web cam e so me add: [email protected]
18/11/2014 22:20:15
delicia d conto..... queria ter tres putinhas assim...
18/11/2014 17:22:28
TOTALMENTE INSANO, DEMAIS, EXTASIANTE,EXCITANTE, EXCEPCIONAL.
18/11/2014 16:31:38
Pensei que estivesse lendo um livro!! longo!!! mais legal e excitante. Se verdadeiro legal!! se ficção, muito bem elaborado. Estou a disposição!!!!
18/11/2014 15:48:53
Que delicia esse conto. Continue nos brindando com tua criatividade.
18/11/2014 11:25:22
Perfeito
18/11/2014 10:35:02
MUITO LONGO MAIS IXITANTE PARABENS QUANDO ELE CANSAR ESTOU AQUI A DISPOSIÇAO BJUS

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


idosa masturbano de saia eschttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branqueloas bucetas mais esgassadas gozandocontos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delaxvideo.ana desfarsado no quarto da novinhaContos eróticos de sogro e noracomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãofernanda puro desejo gamg bang contosencoxada bem arroxadavideos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricaas coroa que fumo um maço de cigarro pornônegao colocou td o pau de 45 centi na loiravisitando sogro doente sexo quentevídeo pornô máximo eletrizante que arrombahomem se enxuga nu e a mulher abre a porta senquerer pornoTheo eTonnyXvidiocomendo a novinha sem.ao menos tirar o chorte dela contos eroticos feminino ajudei o porteiro negro a fuder eu e minha irma juntomuito beijo na boca pegada forte caricias e tapas em video porno com muita tara exitantecontos bunduda do corno no pagode no sitiocontos gay iniciadores de boys inocentes fotos gratisGisele bundchen mostrando sua buceta inchadacontos eroticos de jovem transando menstruadas com o professorvir minha sogra toda sex e acabei pequerando e fiz sexo com sogracontoseróticos invasão anal 3porno gabsinhaotário ao extremo contos eróticosvideo sexo mulherzinha nova traino seu marido com cunhado mulecaomamãe dar a buceta para mimmulhre pelada rezei ponosexo deixando mae com bunda doendo contotransei com minha visinha casada no quintal delaso puta velha o negao aroba elas gosa dentroseio exitadoxexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha delabundas enormes aberdaacarolzinha santos trepano no churrascoporno com mãe e filha bucetudas de guaianazesempurrando opau bem devagar na bucetinha virgenpatricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornoCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro buceta tao grande ce edtufo a calcinha coroaPorca reprodutoras buceta cranderelato picante de esposa cavalona e marido pintudoputona sendo rasgado no cu pica gggzoofilando puta gostosa fudendo com cavalo ater sair sangue com porra da bucetacutucou a menininha sem penetrarContos eroticos chotei na puca do meu padrasto parte1deseeo amanentando o filho contos sexContoerotico Professoragozadavideo de mulher gozando esborrifadocontos de cornos revista private 2017rickcafajeste30.baixa lourinha cafungada com o negaoNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosmundo bicha homens de corpo gostoso e pintu dutosefaç de porncontos eróticos amiga novinhacache:cB0rtZ1uQCMJ:https://zdorovsreda.ru/texto/2015051133Gay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhorescomendo duas verdinhas muito deliciosa dos busão sexo e do r**** e dos peitãoafilhada transando com comadre com cintaxvideo professora lecionando de shortinho atolado no cusocaaa com força malandronovinhas das bundás gandê xvdeoscontos gay iniciadores de boys inocentes fotos gratiscontos eróticos de sinhozinho comendo escravavídeos pornô certinho não quero nenhum errando dando errado por favor obrigadamulher estava fazendo hidrataçao de pele na cara nao percebeu o homem sexo pornorelatos de minha sogra e muinto greluda e pentelhudanegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxporno irado sexo no salã de belezacontos/vi minha tia no puteiroContos mesmo depois de casada meu primo me enrabousexotc.comeu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmmorena linda tampa a boca do irmao e senta em sua rola enlouquecidairmalouca pra perdero cabaco pro irmar