Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

ONDE SE GANHA O PÃO COME SE CARNE SIM !!

Categoria: Homossexual
Data: 04/12/2014 12:18:48
Nota 10.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Aqui no Carianos, um bairro de Florianópolis, existe uma padaria que é ponto de referência e nela trabalhavam meu tio e um rapaz chamado Emersil, ambos por coincidência são da cidade de Xaxim no oeste de Santa Catarina. Trabalhei lá há 3 anos e na ocasião tinha 23 anos, foi meu terceiro emprego e morava na Costeira do Pirajubaé, era ajudante de padeiro, mas acabava fazendo outras coisas. Por vezes dormíamos no estabelecimento para adiantar algumas coisas em determinadas épocas do ano, na verdade a equipe do forno éramos só nós três mesmo. Meu tio um cara de de 42 anos, bonito, loiro, de cabelos curtos, frequentador de academia, chamava muito a atenção e muito atencioso com nós dois principalmente com o rapaz, era seu conterrâneo e eu por ser sobrinho e o com nenhuma experiência na área. Emersil era moreno, meio bobão, gostava de trabalhar sem camisa, de short e falava muita idiotice, tinha uma namorada no bairro mesmo, um rapaz de olhos claros, de barba bem feita ( conseguiu trabalhar assim porque trabalhava há dois anos na padaria e era muito bom ), usava óculos, corpo normal, uma boca bem feita e parecia que ela pedia sexo a toda hora, nem usava cueca e a bunda parecia um bolo de noiva de tão redonda, máscula e pequena, umas pernas deliciosas de pessoa sem carro, ou seja, andava muito a pé e/ou corria para pegar ônibus kkkk, devia ter um 1m78, eu era meio apaixonado por ele, eu um rapaz ruivo de muitas sardas pelo corpo, estudante de Engenharia na UFSC, meio magro e tímido, eu me masturbava muitas vezes na semana pensando em várias pessoas.

Quando comecei a trabalhar na padaria meu tio achou melhor eu ficar com o Emersil pois os dois da mesma idade e o rapaz já dominava algumas coisas da panificação e nesta parte ele era muito profissional, porém eu comecei a nutrir uma vontade de comer o meu instrutor, no entanto segurava o desejo e nem conversávamos sobre mulher, namorada, esposa ou afins, ele falava da vontade de fazer um curso técnico e eu do meu e às vezes eu acabava levando coisas da faculdade para resolver lá e em algumas ocasiões ele se sentava ao meu lado e sem querer roçava as pernas nas minhas e acabava aproximando o rosto do meu e aquela mistura de odor me excitava bastante e numa dessas vezes e em que meu tio não foi eu acabei tirando um sarrinho, não sei se ele notou.

Nesta ocasião dormimos na padaria e fazia muito calor tanto fora como dentro devido aos fornos, ele e eu sem camisa, ele com uma calça leve e sem cueca, não agüentei e quando senti que ele dormia profundamente apertei o pau dele e puxei um pouco a calça. Gente, um pau lindíssimo pulou e meio duro, reto, de poucas veias, cheiroso, de uns 16 cm, aproveitei e desci o dedinho pelo cu, e foi aí que ele deu uma mexida, eu me assustei e recuei e para minha alegria ele disse: Cara, dá uma chupada, preciso trepar e sei que ficará entre nós dois! Disse que faria se ele fizesse o mesmo e deixasse chupar seu cu de macho, ele disse que chuparia o meu pau, o cu não, pensei: isso é bom, muito bom, assim que eu gosto kkk!!!

Acabamos ficando nus e lhe disse que já sentia um tesão por ele há algum tempo, mas um tesão para dar uma pirocada naquela bunda, senti que ele deu uma roçada no meu pau, pois ele estava de costas para mim e eu beijava seu pescoço e costas e sentia que ele estava também cheio de tesão e já gemia, meu pau devia ter o mesmo tamanho, eu virei o cara e beijei muito aquela boca e começamos a agir como namorados, mordisquei aqueles mamilos de padeiro gostoso, fui descendo e segurei as pernas do xaxinense e meti a língua no cu do meu colega de trabalho, ele empurrava minha cabeça e no delírio o mancebo pede: enfia esta rola logo, Mortelço, vamos queimar a porra desta rosca !! E nós demos uma risada, encapei minha rola de fogo e enfiei devagar queria curtir o momento não sei se teria outra vez, bombei bastante e disse que estava sendo muito prazeroso e que gozasse dentro do seu cu, com isso meu tesão aumentou e em 3 minutos despejei o recheio do sonho, tirei a camisinha e mostrei o tanto que havia gozado. Detei-me do seu lado e perguntei se estava tudo bem, ele disse que sim, o problema que queria mais naquela noite, fomos adiantar as coisas e demos outra desta vez ele se sentou na rola como quem já tinha hábito e me disse que sentia que iria ficar viciado naquela porra de dar cu, beijamo-nos muito, de maneira bem apaixonada, chupei o seu pau e perguntei se ele queria me comer e para meu alívio e alegria disse que não sentia vontade.Depois daquele dia qdo havia oportunidade dávamos umas, sempre na padaria, mas sem contato na hora do trabalho ou quando havia alguém, sem viadagem e agir de maneira diferente. Até que um diano mês de abril não me lembro do que houve, mas a padaria recebeu bastantes encomendas e tínhamos que acelerar a produção de algumas coisas, numa noite meio fria meu tio disse que ia dormir em casa e como eu já estava craque em algumas coisas e etapas disse que não haveria problema em nos deixar sozinhos. Depois de uns 45 minutos que o irmão da minha mãe saiu e com o serviço bem adiantado, começamos a nos beijar e ficamos nus e de uma maneira louca trepamos naquela noite ( há duas semanas sem nada!) e no auge da transa sentimos a presença do tio e claro que nos pegou, o Emersil enfiado entre as minhas pernas e eu dedando aquele buraquinho que já era meu há quase 3 meses, ele só se aproximou de mim e me mandou chupar aquela rola loira e grossa de 16 cm, depois de uns 5 minutos ele puxou o outro e ficamos nós três nos beijando e roçando os paus até que ele perguntou quem daria o cu, o conterrâneo dele disse que o dele já tinha dono, então disse que o alugaria aquela noite ao meu tio, ele gemeu bastante e apertava os mamilos se retorcendo de tesão, foi então que dei meu pau para ele mamar e meu tio e eu gozamos quase ao mesmo tempo, pela primeira vez gozei na boca do putão e ele gostou muito, depois da transa vieram as perguntas da parte do meu tio só dissemos há quanto tempo trepávamos e que eu era o único homem da vida dele.

Meu tio quis transar com ele sem mim, mas Emersil não aceitou, acabei saindo da padaria e entrei num estágio, meu moreninho ficou ainda dois meses porque sua mulher estava grávida, transamos mais umas cinco vezes e a coisa esfriou, eu fui viver minha vida e comer outros cus, pensei em até trabalhar num açougue kkkkkk.

Visita meu blog e deixa teu (s) comentário (s): http://homoprazer.blogspot.com.br/, grato.

Comentários

26/12/2014 09:10:10
Bom!!!
04/12/2014 18:42:42
continue.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


levantou o vestido da coroa evagelica e passou a rola.comdei xoxota para meu pai pausado de manhã, contos incesto fotoscontos crossdresscontos eroticos meu padrasto cavalotem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularvideos porno meu vizinho é louco por minha bundasua puta ou seu viado o celular e meu e se quero asisti video porno tenho que asiste por que.paguei pra ter minha escolha desgraçacasada coroa video fotocorno secretoninfetinha de saia comprida provoca dog zoofiliacontos eroticos meu padrasto cavaloevangelicas na zoofilia com cachorrofilha faz as pazes com o pai xxxsogra gostosa de cabelos crespos fudendo com amigo do genroFotos d cazada sendo fodida p roludoconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraisbucetinha ns os primero pelinho nvvidio page novinha tomando banho gostoso na fasendaConto erótico bricadeiras eradas com o paisites historias e contos eroticos de incesto mae amante do filho marido ausenteconto viadinhovideo porno com muito beijo na boca de tirar o folego muita chupada na buceta fazendo gozar na lingua de tanto prazer puchao de cabelo sexo com pegada forte e brutacontos de mulheres que virao cenas de casais transando e se masturbarao mulher sadica conto eroticomulher e obrigada a ser penetrada por gancho pornodoidocontos eróticos encesto mae de 35 anos fodendo com seu jovem filho e gozando muitoFazendeiras e seus contos eroticos picantescontos eroticos anal ensinando a pilotar motoelacareca contos eroticos de mullheres carecasporno mãe possuir segredo fudendo escondido do maridonao era pra enfiar no meu cuzinho virgemContos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheiracontos eróticos eu e meu sobrinhocontos corno grupalcontos eu e meu marido fomos no jogo de futebol no onibus dei pro negao eninguem viucontos eroticos estupro de novinho gays com os colegas da escolaconto eroticos mulher do corno na borrachariavídeo pornô que a gostosafala ai para,seu pau e muito grandemulher d buceta pequena engastada c pau grandeprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosx pono de bundas arotando galaContos eroticos gay o engraxatefudendo morena fofinha na mata caseiros coletâneameu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoSite porno de facio asseçovídeo de putaria as baixinha índia gostosa pronto para tocar de ouvidoporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosaContos eróticos entre marido e mulher que se reconciliaramfilmes pormo irmar prima irmor bracilerocornolandia contoscontos heroticos cao doidao para chupar a donamundobicha ver tres brasileiros novinhos se cumendo em casaraoBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAefaç de porno tio tarado estrupando a sobrinha clitado de dorfis vovo me arronbarmeu primo tirou minha cueca e cheirou minha rola12 mulheres se gozando muito asseste videocomendo a sogra tatiane bem gostosocasada só engole a porra do amante e nunca do marido traindo porno vídeocasa dos contos eróticos dei para meu filhoso vidio maquinasexilesbicas contando cono ébom chupar e ser chpadaincesto recente mae consentindo o pai com filha contosrelatos de traveco que colocou silicone enorme no peito e deu pro roludo mamarmenos viciada novinha molhada cracudos pornôxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixoquero ver filme pornô com preguiça do Flamengo d********* de bruçoCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererComi meu tio macho virgem no motel contos com fotoscontos,eroticos,de,gays novinhos sendo estuprado por jovens craquescontos eróticos mulher dividindo o marido com gaymulher casada se exibindo para o encanador enguiçado e ele sem calcinha só de saiaboafodasangueconto erótico eu minha esposa na cachoeiraAbusada de calça leguegostosas. culpado roludascontos de sexo selvagemcom velhosflagrei a cunhada f****** Conto ChinêsCoroas louco por sexo tique roludomanual de corno manso gatobombuceta virgem relatos descabacando as irmas gemeasme mande vídeo pornô da mulher transando com cachorro bem dotado engatado comendo a bundinha dela e ela suspeitos forammulher cagando enquanto dava a bucetahomens metalirgico cacetudpsas siriricas mais escandalozasCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genrobuceta contos eroticos negao pegando japonesagosto de praticar zoofiliacoroa grisalho com uma chapeleta muito grande comendo um garoto novinhoContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do filho e dos amigos dele e depois fode com todos eles juntos em uma orgia na sala de casa.brincando escanchada contos pornovideo porno chamei meu genro para mim ajudar e dei para elefudendo morena fofinha na mata caseiros coletâneaContos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitovídeos porno caseros esposinha fazendo suruba com 3hompalavroespornobrasileiras