Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Tito: o cachorrinho da vovó

Categoria: Zoofilia
Data: 10/12/2014 20:13:30
Última revisão: 10/12/2014 20:35:48
Nota 9.25
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá a todos. Este é o meu primeiro conto. Espero que gostem.

Dos meus 12 aos 21 anos, minha avó decidiu adotar um cachorro para fazer companhia para meu vô, que tinha o costume de estar sempre em casa.

Me chamo Paulo, sou moreno, de olhos e cabelos castanhos, com bundão, coxas grossas e definididas devido a prática de esportes e ritimo de pré adolescente (naquela época ainda brincava muito na rua!), do tipo normal, sem exageros.

1,75m de altura, 78kg...

Tito era um cão de raça mista (pincher com fox paulistinha), com pêlo preto e escuro, corpo baixo e lembrava muito um bassê (salsicha).

Muito carinhoso e atencioso, sempre mimado pela minha avó.

Era bastante agressivo com outros cães e só se dava bem com o cachorro que tinha em casa, o Floco, uma mistura de poodle com vira lata.

Com toda essa mimação, a gente começou a perceber que Tito era meio "estranho", e três fatos ajudaram a gente a perceber a visível homossexualidade do pet:

1) Tito não se dava bem com cadelas. Qualquer cachorra que aparecia no quintal da vó ele botava pra correr e nem se dava ao luxo de cheirar a cachorra.

2) Tito adorava floco. Quando floco voltava da rua, fazia questão de cheirar e lamber o saco e o pinto de Floco. E nem queria cheirar o cu do meu cachorro; e

3) Tito tinha um vício de ficar cheirando o saco do meu avô enquanto recebia carinho do velho. Essa cheiração era tão constante que até incomodava quem via. Meu vô pra disfarçar enxotava o bicho. E nada me tirava da cabeça que meu avô alimentava isso quando estavam na intimidade.

Depois de tempos de tiração com o bichano, cachorro viado pra cá, cachorro gay pra lá, a gente percebeu que Tito não teve a oportunidade de transar com uma cachorra, ou seja, perder a virgindade.

Sabendo disso, no auge da adolescência, com cerca de 15 anos, comecei a provocar o cachorro. Tava sempre sondando ele durante as minhas visitas na casa da vovó. Sempre que podia passava a mão bem de leve na bola e no pinto dele. E isso deixava ele excitado muito rápido. Quando não, passava os dedos do pé pelo saco e cu dele. Ele adorava e não saia de lá, adorando o carinho.

Com a frequência do carinho, tive o desejo de dar o rabo pra aquele cachorro baixinho.

Passei a ir à casa da minha avó de noitinha, quase madrugada pra importunar o cachorro. Ele ficava apreensivo e queria escapar. Eu não deixava. Acalmava e excitava ele.

Devagarzinho conquistava a confiança e ele ia se soltando e deixando eu sarrar ele. Mexia no seu pinto comprido - que tesão - e duro como pedra. Deitava ele lambia a cabeça do pau do Tito. Ele gemia baixinho e dava a entender que gostava. Quando parava até fazia cara de quero mais.

Depois disso descobri que podia ir mais além.

Dia após dia fui tomando coragem de me masturbar com ele. Esfregava o pau na cara dele e ele se fazia de rogado. E nada dele me cheirar igual a como ele fazia com o saco do meu avô.

Tive coragem de um dia deixar ele excitado (não tinha conseguido o fazer gozar ainda, só ficava provocando) e estava com um shortinho bem folgado e estava sem cueca. Com o pau duro, fiquei pelado na frente dele. E tentei fazer ele me comer.

Ficava de quatro e colocava ele pra me comer. Ele tinha percebido e começou a meter. Só metia no ar porque a altura não dava conta pra ele.

Mesmo assim eu tava curtindo e ele esfregava a ponta do pau dele no meu cu. Isso me deixou louco e eu fui me abaixando mais ainda. Até que ele ficou mais a vontade de começou a bombar mais.

Fui cuspindo na mão e melando o meu cu e fui direcionando na porta do meu cu. Até que o safado acertou. Fui sentindo o pau dele entrar e sentir uma dor enorme. Era a parte grossa do pau dele que me penetrou. Consegui não gritar e estava satisfeito. Ele começou a bombar em mim e tava muito gostoso. O atrito da parte grossa do pau dele engatado no meu cu me deixava louco. Meu esfíncter dilatava e contraia deixando ele louco... Ele ficou cansado e ficou parado. Como estava quase gozando, decidi acelerar a gozada dele. Melei minha mão com cuspe e fui esfregando e acariciando as bolas dele bem devagarzinho... Não demorou pra eu gozar sentindo o atrito dos pêlos do pinto e do saco dele no meu saco. Que sensação gostosa! Quando meu cu começou a morder o pinto do Tito eu percebi que ele começou a gozar dentro de mim. Que gostoso sentir o leitinho quente do cachorro viado me invadindo. Ele tremia de tesão e eu estava ficando exausto.

Que tesão da porra!

Quando acabamos de gozar percebi que o pau dele tava grudado em mim. Não saía nem com a porra.

Com a dor nos joelhos e começando a sentir o desconforto do chão duro, Comecei a forçar Tito pra sair de dentro de mim.

Doeu demais arrancar ele de mim. Quando finalmente consegui arrancar o filho da puta começa a latir alto. Um latido de dor. Com medo que isso fosse chamar atenção, ralhei com o cão e enxotei-o. Meu cu ardia demais. Fui com o que sobrou de mim pra casa e corri pro banho.

Ainda deu pra bater mais punheta pensando no cachorro...

A reação dele, dai em diante mudou. Conto o que mais aconteceu no segundo e conto final.

Comentem por favor! As criticas me ajudam a melhorar a escrita! :D

Comentários

20/12/2014 18:18:09
Add meu zap delicia
12/12/2014 19:03:47
Legal
10/12/2014 21:54:06
interessante
:T
10/12/2014 20:54:54
Adorei, gostei mesmo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


porno caseiro dupla penetraçao ela fica brava porque doeu o cucontos eroticos ganhei um boquete no pokersexo com homens islan aforçando mulher gostosaContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoO vizinho safado do 205coroas de fio dental tão cheia de tesão Cheguei cheguei escorregando pela sua b*****a empregada sai do banheiro nua para encabular ou encabular o dono da casamarido e mulher tomando banho na praia mulher veio um negão bem dotado e sai Escondidinho para dar uma com negãoconto erotico pedreiro maurocontos autorizei minha esposa para fuder com outrosvergonhapai comendo.as filhasmulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cuhobby tocar punheta saradocontorcionista dilataçao anal pornoContos coloquei um shortinho d menina e acabei estupradocontos de corno minha namorada virou puta de um traficantefilhinha provocando o pai e mostrando a piriquitinha só de calcinhasaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandogozei na pica do cunhado do meu marido contosbaixar vídeos de irmao comendo a buceta linda e gostosa da irma depois que os paissaemporno casa xeio de passarinhoscomendo minha cunhada que veio morar com agente aspanterasxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindoloira linda com mastro monstruosocontos eróticos de estrupo entrepadrinhos e afilhadacontos erotico papai vai caberXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primabrincando escanchada contos pornochupeicontosconto erotico crente casada carente fica deslumbrada com tamanho rola de outrocasa dos contos esposas pagando a divida dos cornos enroladosNinfeta ansiosa para exprimentar negão de pissa grande e grosso e fica toda arrombadaeu minha prima e.seu poni dirou meu cabaço contoscontos casada chantageada pelo porteiroporno loiras xiri gigante anal picas trinta centímetroscontos eróticos xingando quando era enrabadagostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosfodie cusao da minha irma incesto brasil cem camisinha pornocasa do conto meu filho me encoxou de baby dollbrasileira novinha do rabao com calcinha de redinha batendo punheta pro rapais ela geme muito na ohro qui ele ta gozandoporn caiosermagrinha chego trme na picagggosto de tomar leite de homemConto no interior vi mamae pelada ela disse vou te capa cacetudoamo meu corninhosubornei meu primo gay pra comer elecontos arronbaram meu cuzinho de menininha virgema mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetacontos enrabei um cuzinho gostosopornô irado mulher no supermercado se masturbando enquanto os outros passamconto gay cacetao tiocontos eroticos dei a bundinha por balaso play boy e o plebeu 04 casa dos contosarombei minha mae contos eroticos pornocasa dos contos eroticos a maninha cabaço ai maninho tira ai aicontoseroticoss xvideos5baixar pro celular videos novinha gordinha de chortinho dando pro irmao pauzudonovinha com pouco pentelho contossexo anal sem compaixãoContos eroticos incestos a forca netinhassfotos da bucetas da sadinamae deita com filho ela nao resiste transaele goza na bucetagarota ciclista bermufa socada na xanameu maridinho me deixou fuder na madrugadanovinfa da buceta grande carnudasContos eroticos anal de ipatinga mgnovinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritavideo porno de mulher dano a sua buceta desfarçada para o primo familia sacanarealizei minha fantasia com meu tio e seu amigo negâoseu pau grosso parece que esta me furandoarranhando a bucetinha pro papai coloca o dedo e chuparvideo porno homem velho mamando e puxando e mordendo o peitomuito beijo na boca pegada forte caricias e tapas em video porno com muita tara exitanteX porno ceducindo vidraseirocontos eroticos seduzi professor na aula vaga e ele me chupousfoi mal apertarou aqui sem querXVI de os foi estuprar a coroa mas ela gostou e gososou gostosocontos de scatporno sem casaminhasvídeo de morcinha fudemo