Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Na fazenda virei fêmea do papai

Aquilo iria durar toda a viagem,ele me prometera ensinar tudo,eu seria obediente,um bom filho tem de ser obediente para com seu pai.

Me chamo Rafael,tenho 18 anos,sou gordinho,lisinho,branco,tenho uns peitinhos,uma barriga saliente,coxas grossas,uma bunda grande,carnudinha,bem lisinha e empinada. Tenho cara de inocente mas a verdade é que tenho desejos imundos com um único homem,o único que é proibido.

Percebi esse amor indecente,esse desejo sujo há séculos,mas foi de uns tempos pra cá que isso passou a ser impossível de suportar,acho que os desejos combinados com meu hormônios a flor da pele trouxeram um incomodo maior para a situação.

Sou vidrado em papai,ele tem 45 anos,é um belo espécime de macho,ele é bronzeado,cabelos pretos,barbudo,tem um furo no queixo,mandíbulas fortes,malha desde sempre,por isso seu corpo é exemplar,ele é grande demais,forte demais,peludo demais,suas costas são largas e fortes,suas coxas grossas e peludas,pés imensos,mão imensas e fortes,olhos verdes,boca carnuda,fico enlouquecido pelo simples fato de olhar para ele.

Moro sozinho com papai desde sempre,nunca vi quem era minha mãe,nunca soube e papai nunca fala dela.Sou apegado demais a ele e meus desejos me fazem pegar fogo. Adoro sentir o cheiro dele,papai tem um cheiro de macho que me alucina,um cheiro forte de suor,fico tão excitado quando sinto o cheiro dele,perco a razão,fico em estado febril.

Não faz tempo que o vi pelado pela primeira vez,nunca mais aquela cena sairá da minha cabeça,vi o pau dele,estava mole,é verdade,mas pude vê-lo,o pau de papai mesmo meia bomba era gritante o quanto era grande e poderoso,aquele saco enorme e peludo completava o poder dele,só de imaginar que eu tinha saído daquele saco me fazia querer voltar para lá,eu queria estar de volta a minha origem.

Errado? Sim,eu sei que é. Mas aviso a todos,se não gostam,se consideram errado parem por aqui,pois já aviso que consegui papai para mim,consegui realizar meu sonho e é isto que narro aqui.

Eu acordara em um sábado e na cozinha papai estava de bermuda larga e preta,sem camisa,abracei ele e senti seu cheiro delicioso.Tomamos café e ele anunciou uma viagem. Iriamos a fazenda do nosso avo,ela estava vazia e papai precisava avaliar uns danos para depois poder vende-la,fiquei animado em passar um tempo com ele afastado de tudo.

Fomos em uma sexta-feira.

Chegamos lá,arrumamos um quarto e fiquei feliz de saber que dormiria na mesma cama que ele,como se fosse sua fêmea,papai foi avaliar umas coisas com o caseiro e eu fiquei na cama,fiquei de cueca e uma camiseta cavada vermelha,assistindo TV.

Lá pelas 18:00 papai voltou,camisa xadrez aberta no peitoral peludo e forte,chapéu de cowboy,jeans surrado e botinas imundas de barro.

- Só na preguiça hein Filhão?

Ri pra ele e observei como ele era forte e grande,papai tirou a camisa ali no quarto,seu corpo peludo,suado,sentia o cheiro forte do seu suor,eu queria agarralo,. Ele foi tomar um banho e com a desculpa de pegar suas roupas para colocar para lavar eu entrei no banheiro,ele estava todo ensaboado,fiquei olhando ele,senti meu corpo pegando fogo,peguei a roupa e sai,peguei meu objeto de desejo,sua cueca boxer branca suada,senti aquele cheiro de macho,me arrepiei,o cheiro era forte,cheiro do suor,do seu pau,cheiro de mijo,meu cu piscava,levei a roupa para lavar mas fiquei com a cueca,ela era minha agora.

Jantamos e depois fomos assistir Tv,adormecemos.Acordei de madrugada pegando fogo,papai do meu lado,só de cueca preta,abracei ele,senti seus pelos,seus músculos,aquilo me fascinava,a masculinidade dele.

Adormeci nos braços dele. De manhã ele não estava lá,fui nadar e no almoço ele voltou. Almoçamos juntos,depois ele quis tirar um cochilo,tirou a roupa e estava de cueca novamente.

- Quer dormir com o papai ? – ele disse deitado na cama.

Fiquei vermelho mas disse que sim,deitei na cama com ele,papai me pegou e colocou perto dele,deitou de conchinha,estranhei mas deixei,adormeci e quando acordei achei que ainda estava dormindo.

O Pau do meu pai estava duro,muito duro mesmo,cutucava a minha bunda,eu estava enlouquecido.Ele ainda dormia,mas seu pau não,silenciosamente para não acorda-lo eu deslizei a cueca dele,o pau dele então pulou majestosamente,era imenso,era grosso,as veias saltadas,era a coisa mais linda e poderosa que eu já vira.

Eu tinha que pegar nele,tinha que sentir seu calor,peguei bem lentamente,meu corpo arrepiou inteirinho,era tão grosso que minha mão não conseguia dar a volta,o cheiro delicioso,uma babinha vazava da fenda poderosa da cabeça daquele pau. Eu nunca tinha segurado um pau,mas eu sabia que aquele pau era o máximo de piroca que existia no mundo. Eu estava olhando,comecei a bater uma bem devagar,observava as veias poderosas,o falo do meu pai era sinônimo de poder.

Eu estava tão entretido que me assustei quando olhei para o rosto de papai.

Ele me olhava,admirava o filhão brincando com a arma dele.

- Pai? – arfei assutado.

Ele pegou na minha mão e apertou sob o pau dele.

- Não se assuste filho,curiosidade é normal – ele disse suavemente.

-Não é só curiosidade – eu disse baixinho.

-Vem aqui contar pro pai o que é – ele me convidou.

Sem soltar o pau dele eu fui até ele,deitei sob o peito dele,no ouvido dele eu falei:

- Tenha um desejo que me arde,me excita pensar em como seria ser sua fêmea,ser possuído pelo senhor,meu corpo clama pelo seu,meu corpo arde quando estou perto,sinto vontade de coisas imundas com o senhor.

-Que bom que se confessou,ardo pelos mesmos motivos. Quero que seja meu,quero tanto que esqueço que isso é completamente errado.

Eu mal podia acreditar naquilo,ele me desejava,meu pai me queria da mesma maneira que eu o queria?

Confirmei quando meu pai me puxou para cima dele,fiquei no colo dele,ele me puxou para seus braços e então me beijou com desejo,abri a boca para que a língua dele invadisse a minha boca,senti sua força,seu poder,beijava ele com vontade,afoito,a boca dele engolia a minha,eu estava tremendo,as pernas bambas.

Aquilo era real?

Papai me pegou no colo,fiquei em cima dele,apertava minha bundona,eu apertava o peitoral dele,apalpava teu tão sonhado corpo,acariciando cada pedaço daquele macho suculento.

-Você é vrigem,filho?

- Sou papai,sempre me guardei para o senhor.

Papai me beijou orgulhoso com a resposta.

-Vou te ensinar tudo,ok?

Respondi balançando a cabeça,eu estava delirando.

- A primeira coisa que vou lhe ensinar é como chupar meu pau.

Papai balançou aquela serpente do incesto para mim,olhei seu caralho duro,ele babava,era poderoso e me queria.

Fui para baixo,fiquei cara a cara com aquele caralho,peguei com as duas mãos e olhei para ele.

- Dá um beijinho.

Dei um beijinho bem na cabeçona,senti o gosto dele,deixei a cabeça entrar na boca,papai gemeu,chupei a cabeçona,fui deslizando lentamente o pau dele dentro da minha boca,a rola foi invadindo,sentia o gosto do meu pai,que delicia era chupar um pau,sentia a força daquele caralho,meu corpo tremia,fui socando a rola,engasguei,ele riu pra mim,tirei o pau e fui enfiando novamente,sentindo o gosto delicioso do meu pai,logo eu estava chupando com empenho e muita vontade,a rola dele crescia ainda mais dentro da minha boca,parecia mágica,eu sugava seu falo poderoso e olhava o nos olhos,ele me olhava dando mais coragem para que eu me acabasse naquela rola,socava bravamente garganta a dentro,ia perdendo a timidez,rebolava meu rabo nas pernas enormes de papai,sentindo os pelos dele,quando estava chupando eu enfiava no nariz nos pelos dele,sentia o cheiro daqueles pelos,meu corpo se arrepiava,minha boca tomada pelo sexo dele,papai segurou meus cabelos e como nos filmes pornôs passou a foder a minha boca.Sentia meu cuzinho piscando,a força com a qual meup pai fodia minha boca me alucinava,eu queria aquilo,queria sentir ele daquela maneira,me orgulhava de sentir a rola dura dele cravada na minha garganta.Sentia a minha saliva escorrer lentamente pelo meu queixo,papai fodia forte e fime,ele me transformava em sua puta lentamente.Puxou meus cabelos e me levou até sua boca,me beijou demoradamente e com carinho,sentei no colo dele,senti seu pau na minha bunda,puxei os pelos do peitoral dele,puxei com vontade,eu queria sentir ele verdadeiramente,ainda parecia um sonho.Ele arrancou minha camiseta cavada,pegou no meu peitinho,apertou com vontade,meu calor explodia,ele veio todo poderoso pra cima de mim,quando abocanhou meu peito eu gemi tão forte que papai calou a minha boca com sua mão enorme e forte,ele chupando o meu peito,eu assistia,a boca dele devorava meu peito,eu lambia a palma da sua mão,ele tapava forte,ele chupou meus peitos,me sentia sua fêmea,sentia que meu sonho estava se realizando,a boca dele me sugava,sentia sua língua fazendo círculos nos meus mamilos arrepiados,sentia a força da sua mão pesada me calando,meu cu piscava,meu pinto estava duro e babava silenciosamente,segurei na rola de papai e batia pra ele enquanto ele se acabava nos meus peitinhos,lisos e gostosos,puxei ele pelos cabelos,ele soltou a minha boca,gemi baixinho,ele me beijou deliciosamente.

- Vem cá - disse papai me levando ao banheiro. – Antes de ser meu tenho que te ensinar uma coisa,tem que limpar esse cuzinho pro papai comer gostoso ok?

- Ok?

Ele ligou o chuveiro,me virou de costas,socou lentamente o chuveirinho na minha bunda.

- Segura a água,ok? – disse papai atencioso.

A água invadiu meu rabo,segurei como meu pai mandou.

Depois evacuava na privada,até aquilo foi excitante,papai estava paciente me esperando.

Repeti umas quatro vezes,depois papai se ajoelhou no banheir,abriu minha bunda para conferir.

- Tá limpinha filhão,vamos tomar um banho juntos e depois cama!

Papai entrou na água quente, a água escorria no seu corpo enorme e peludo,peguei o sabonete e passei no seu peitoral,fui ensaboando ele,ele pegou e passou na minha bunda,o jeito que ele cuidava de mim me deixava ainda mais excitado.

Nos enxugamos e fomos pra cama.

Subi no colo do meu pai,nos beijamos deliciosamente,eu estava muito confortável com aquilo tudo,ele me colocou deitado de bruços,subiu em mim,beijou meu pescoço e sussurrou:

- Agora o papai vai fazer uma coisa pra você relaxar ainda mais,ok?

Eu estava tão excitado que nem responder eu conseguia.

Ele foi descendo,beijando todo o meu corpo,sentia seus pelos,sua barba,senti sua boca na minha bunda,um beijo,lambidas,papai então repartiu minha bunda,então eu senti.

Sua língua lambeu minhas pregas,meu corpo se arrepiou por completo,ele chupava meu cu,eu deliciado,sua barba raspando nas minhas pregas,sua língua circulando meu cuzinho que piscava incontrolável,sentia meu corpo ardendo de desejo,a língua ágil dele entrava e saia do meu buraquinho,papai mandou eu rebolar na boca dele,fiz como ele mandou e senti orgulho quando ele gemeu abafado pelo meu rabão.

- Que cuzinho filhão,que delicia de frutinha que você trouxe pro papai comer.

A língua dele já me possuía,sentia meu rabo abrindo lentamente na boca dele,senti o dedo dele me invadindo,foi entrando,me abrindo,aquele dedo grosso parecia um cacete normal,invadindo,abrindo,gemia mordendo a fronha como uma bela putinha,olhei para trás a tempo de ver papai tirando o dedo do me rabo e sugando o dedo,ele me olhou e sorriu.

- Que delicia seu gosto filhão.

Ele socou o dedo no meu cu e me deu para chupar em seguida.

- Sente seu gosto no meu dedo.

- Quero saber que gosto vai ter no seu pau.

Papai riu safado,deu um tapa forte na minha bunda.

- Virgem mas nada inocente hein?

- Como posso ser inocente com um pai tão delicioso?

Papai pulou em mim,beijou minha boca com tanto tesão que caímos,ele apertava a minha bunda.

- Vou entrar em você,arrancar sua virgindade lentamente com meu pau,sua cabaça vai sair grudada no meu pau,depois que acostumar vou te tratar como a puta que você é – ele disse isso num tom de ameaça que me fez pirar.

Deitei de ladinho,a bundona arrebitada,papai cuspiu na mão,passou no meu cu par lubrificar,depois passou saliva na sua rola enorme,veio se ajeitando,colocou a cabeça bem na porta do meu cu,esfregava e me beijava,ele foi entrando tão naturalmente e tão devagar que nem chegou a doer muito,foi entrando,o me cu abria para ele,sentia ele rasgando,o cu se rasgava na rola do meu pai,senti a sua boca no meu peito,o pau dele entrando,quando dei por mim estava com a tora de papai alojada no meu reto,nos beijamos,papai pediu para que eu rebolasse para sentir como ele estava inteiramente dentro de mim,quando o fiz, fiquei tomado por um tesão enorme,papai metia lentamente,eu me acostumava com aquele cacete,soacava deliciosamente fundo,bem lentamente,me olhava nos olhos.

- Tá doendo? – perguntou baixinho

- Não papai – gemi baixinho também.

Ele meteu mais forte,mais rápido,mas ainda assim lentamente.

Senti algo mais quente no meu rabo,papai tirou o pau do meu cu,instantaneamente senti sua falta,ele tirou o pau e me mostrou,estava com sangue,papai me beijou.Como uma menininha eu tinha sagrado na pica do meu pai,ele sussurrou:

- Agora meu menino é totalmente meu,eu tirei sua virgindade como um macho deve fazer,a fêmea sangra no pau do macho,e olha o que você fez filhão.

Nos beijamos.

- Agora lembra do que te falei,não se assuste,ainda sou seu pai,mas agora devo fazer o meu dever,ok?

Um beijo demorado e ele socou,agora forte,senti uma dor deiciosa,papai então me segurou pelos cabelos e passou a meter de acordo,meter forte,fundo e rápido,sem medo,sem receios,chupando meus peitos e metendo a vara em mim,delirava com as investidas daquele macho,agora sim eu estava sendo devorado,sentia meu cu rasgando pra valer,tremia com as investidas,seu saco estalava na minha bunda,meu cu mordia o pau de papai,ele metendo,me encarando e sua boca nos meus peitos,comecei a Gemer,a surtar,comecei a rebolar,papai agora metia como um verdadeiro macho,dava tapas estalados na minha bunda que ia ficando vermelha,socava a vara,mordia meus mamilos,eu puxava os cabelos dele,beijava sua boca,sentia ele me abrindo,sentia sua pica dentro de mim,me invadindo,levei um tapa na cara,dei um tapa na cara dele,ele revidou mais forte,abriu a minha boca com as mãos e cuspiu. Degustei a saliva do meu pai admirado com aquilo,até daquilo eu senti um tesão imenso.

Papai deitou e me colocou para cavalgar,sentei em sua rola,senti ela dura e reta me invadindo,me apoiei no seu peito e rebolei,rebolei como via nos filmes,dancei feito uma puta com o pau dele me fodendo,eu imaginava como era prazeroso sentir a maciez do meu rabo,dava tapas fortes no peitoral de papai e ele metia a mão na minha cara.

- Geme pra mim – disse papai.

- Mete papai,mete no meu cu – gemi tímido.

- Que isso moleque,fala direito com teu macho!

- Mete safado da porra,afunda esse caralho no meu,me mostra como é que um macho faz!

- Safado,cuzinho delicioso,toma meu caralho,chupa ele com seu cu.

- Vagabundo!

- Sou teu vagabundo!

- Fode então! Me rasga pra mostrar quem manda aqui!

Papai ficou louco com aquilo,pegou meus braços,prendeu atrás das costas com apenas uma mão,me ajeitou,metia forte e dava tapas na minha cara.

- Isso me deflora,acaba com a minha inocência,seu puto! Vagabundo! Comendo o próprio filho!

- Como porque é meu dever,fodo até você cansar!

- EU JAMAIS CANSARIA DE VOCÊ!

- AH É?!

- É! METE ATÉ O FIM PAPAI,METE NO MEU CU,RASGA,ESCREVE SEU NOME DENTRO DE MIM COM ESSA ROLA.

- VAGABUNDO,MEU FILHO É UMA PUTA,PUTAAAAAAAAAAAAAAAA!

- ISSO PAI AFUNDA EM MIM,ME MOSTRA MINHAS ORIGENS,QUERO TOMAR SUA PORRA DEPOIS QUE ELA ESCORRER PRA FORA DO MEU CU!

-FILHO DE UMA PUTA,FILHO DE UMA PUTA!

- SOU MESMO,SEU SAFADO SEM VERGONHA,DESGRAÇADO,ME RASGA!

-RASGO!

-ENTÃO RASGAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Papai me jogou no chão,de quatro e me comia mais forte do que nunca,metia com força,queria arrancar as minhas tripas com o pau,metia demoníaco,eu gemia,sentia o suor dele se confundindo com o meu.

Senti meu pau jorrar em um gozo devastador assim que o pau dele jorrou jatos de porra fortíssimos dentro de mim,amoleci e cai com papai engrenado em mim.

Ele tirou a rola lentamente,meu cuzinho rasgado,vermelho,inchado,papai deitou ali,despejei a sua porra dele do meu cu para sua boca,soltei um pum de leve,papai riu maravilhado,jogou a porra na minha boca,degustei com ele assistindo,engoli tudinho e abri a boca para papai conferir. Papai riu,beijou a minha boca.

Me pegou no colo,deitamos na cama,cobriu com lençol.

Beijou minha testa suada e me aconcheguei no seu peitoral.

- Agora sim estou completo – disse papai.

- Como vai ser agora?

- Assim filhão,exatamente assim.

Comentários

03/04/2017 12:21:16
Muito bom!!!!!
25/03/2016 12:09:06
Maravilhoso
15/07/2015 04:52:00
Tesao,cara! Muito bom ser puta do pai.
03/01/2015 22:54:08
que pai tesao pqp.. moreno peludo e de barba ralinha.. sonho de consumo viu.. que foda gostosa, nao ligo se eh entre pai e filho, tendo amor entre os 2 esta valendo.. queria fotos desse paizao e do filho.. prometo sigilo total... email: [email protected]
24/12/2014 22:33:27
Putão gostoso
17/12/2014 02:12:21
10
16/12/2014 22:26:07
Delíciiiiiiiiiiiiiia de conto. Continua.
16/12/2014 21:46:46
Ótimo relato.
16/12/2014 18:16:48
Sei como é bom e digo a voce, que continue sendo a puta do seu pai. Fui por mais de 10 anos puta de meu pai, mesmo casado ele me comia sempre. Nunca esqueci de como era bom. Mesmo depois de ter sido comido por outros homens, e ter casado e com filhos, nunca deixei de amar meu pai e de ter ele dentro do meu cu.Parabéns a voce e aproveite bem. Continue contando as outras fodas com ele. Aconselho voce sempre vestir calcinha, e usar de vez em quando, langeri quando form uma noite especial.Bjs
16/12/2014 14:35:19
Curti pra caralho como sempre
16/12/2014 12:03:20
Curti muito o relato! Nao deixe de postar...
16/12/2014 11:52:08
to todo gozado aqui kkkkkkkk muito bom continua.
16/12/2014 09:31:21
Muito bom!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Contos eróticos d homem com éguaassistente de palco do programa vai para o teste do sofa pornoevolução anal negao e vadiaao entrar no quarto me deparo ela gozando muito sexo porno brasil spmulher bonbando sua buceta ate seu grilo ficar grande e homem fica louco x videocasa dos contos zoofilia com viralatasvídeos sexo gays estrupo vampiro principes dandofilha fodendo com pai na excursaoporno paudentri da bucetafudendo com dorso de peniscontos de incestos surubas com irma em casa nusfudeno bucetas e gozando nas entradinhasvideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhofatima encarando um caralhaoContos ertcos me mastubei na sala de aula flagada pelo garoto novinhoContos erotic eunovinha escondida vendo irmao menor se mastubandovídeo pornô com homem enfiando o braço todo no ânus da mulher despejando muito líquidocontos eroticos de lua blanco e arthur aguiarao entrar no quarto me deparo ela gozando muito sexo porno brasil spminha mae me iniciou na zoofiliaarranhando a bucetinha pro papai coloca o dedo e chuparcontos eroticos minha namorada medindo o pau do dotadofeminizaçao esposa cu grosso contovideo pono colocono shotinho diladinhosexo na madrugada prudentinacontos eróticos fui da o cu e cagueivilmer pornomulheres de 28 anos com muito tesão só puxa calcinha de lado pró kidbengala metevideo porno irmã bricano com seu imão e apiroca escurrega etrairma ve a outra de caucinha e ker chupar elacontos de mae vadia viciada na rola do filhovideo da minha jeba arrombando o padrecootodiz pornoa cinquentona gritava não ia aguentarConto erótico chupa bucetameu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhocontos eroticos cheia de pentelhos horriveisentregei uma pizza e mepagou com boqueteBaixa filme porno aa panteras juliana tranzando na cozimhapornô zueira homem safadinho para botar a cabecinha empurrou tudo no rabo da donajaponesa de Cubatão novinha porno com endereço telefoneporno bofou e ficou agaradomulheres mamas enormescom conas fantasticasxexeca mais gtz e peludinhaContos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitomamãe dar a buceta para mima dona vai ser com seu cachorrosexConto flagrei com bananadotado enfia baita pirocona inteirinha dentro, magrinha gemendo sem parar com o pauzão lhe rasgando todanegao levantou e trepou com gostosa no colosaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandoWxvidios velha trepando com seu trazeiraocasa dos contos eroticos/julianaanythingx videos curraincestovídeo pornô de novinha do grelo apertadinho obrigada a chupar a rola do Vandocontos eroticos de sogras 2017deixo unegao desmarcado goza dentroNa china rapta crinhaça para foder com elas pornso sexo incesto mãe e filho contos ineditosContos eroticos chotei na puca do meu padrasto parte1bomtuda pornoContos terror na tailandiaxvideo da tia com medo a som brinha gozado na boca delagangbang silvio santos porno doidovideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroamae estrupa filho goza pau brasileiroDhcs xvideoso meu padrato meteume o caralho na maoTio Fudeu minha buceta e eu gosteiwww.casadoscontos/machopeludo.comXVI de os foi estuprar a coroa mas ela gostou e gososou gostosocasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelcontos eroticos comeu eu minha filha e sublinhaConto erotico de mulher que chorora muitoxvidio homem velhoe mulher bem velha tranzandoExcitantes Contos Eroticos Contados Por Noivas pelos Seus Paes Padrinho Padre E Tiosconto papai nao rejeita sua filha tesudaAonde tu não me debruço no tapete XVídeos