Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Depois daquele beijo... toda cautela foi embora parte 2

Autor: Edu
Categoria: Heterossexual
Data: 07/01/2015 19:39:21
Última revisão: 02/11/2016 23:15:44
Nota 9.33
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou o Eduardo de São Paulo, tenho 26 anos, moreno corpo atlético e esta é a continuação da minha história. Se não leu a parte 1 peço que o faça para o conto ser ainda mais gostoso para você.

Continuando a historia...

Deixei que se passassem dois dias antes de ligar para Mayara, porque com certeza o clima na sua casa não devia estar dos melhores, achei melhor deixar a coisa acalmar um pouco antes do próximo passo. Mas confesso que não foi nada fácil, pois me pegava sempre pensando naquele corpo delicioso e em tudo que poderíamos ter feito naquela noite se as circunstancias tivessem permitido.

No terceiro dia já não suportei mais de vontade de terminar o que havia começado e decidi ligar para ela. Fui prontamente atendido por sua voz sexy bem mais solta do que quando nos encontramos e acabamos marcando de nos encontrar num barzinho no centro da cidade.

Desliguei o telefone e aguardei as três horas que ainda faltavam para o expediente encerrar, cada minuto parecia se arrastar de tão ansioso que estava para ter aquela morena comigo outra vez. Quando finalmente o expediente se encerrou saí rapidamente, peguei meu carro e fui até minha casa que fica em um bairro próximo para tomar um banho, trocar de roupa e pegar algumas “surpresinhas” para ela.

Essas surpresas eram alguns artigos de sexy shop que tenho sempre em casa: alguns óleos de massagem, comestíveis para sexo oral e algumas outras coisinhas básicas, mas que podem tornar uma transa inesquecível. Porque pelo menos para mim, o que vale na cama é a inovação e a criatividade. Se você que esta lendo o conto nunca experimentou não sabe o que está perdendo. Eu estava decidido a dar a ela o melhor sexo da sua vida e também a extravasar todo o tesão acumulado desde que havíamos sido interrompidos.

Cheguei no barzinho, pedi uma cerveja e 15 minutos depois ela apareceu mais linda do que nunca com um vestido lindo realçava suas curvas e salto alto. Usei toda a minha força de vontade para não jogá-la em cima de uma das mesas e transarmos ali mesmo.

- Demorei muito? – perguntou já se sentando à mesa

- Um pouco só, tive medo que acabasse desistindo de me encontrar.

- Nem pensar, depois daquela noite não paro de pensar em você. Nunca nada assim havia me acontecido, com certeza algo em você mexeu comigo.

Conversamos um pouco, ela me disse que a situação em casa esta ainda pior e que havia dito ao marido que iria passar uns dias na casa da sua mãe. Dava para ver que ela estava nervosa e com receio de que algum conhecido nos visse ali então sugeri que fossemos para algum lugar em que pudéssemos ficar mais a vontade.

Assim que entrou no meu carro ela se transformou: nos agarramos e começamos a nos beijar com vontade, aproveitei para passar as mãos pela sua cintura e subir sentindo aqueles seios deliciosos que pareciam querer se libertar do vestido. Arranquei com o carro e fomos direto a um motel. Deixei que ela subisse na minha frente para poder apreciar a visão daquela bundinha maravilhosa e redondinha quase encostando na minha cara.

Começamos novamente a nos beijar e foi aí que pensei que já era hora do show. Peguei o pacote que havia trazido de casa e vendei seus olhos. Ela ficou surpresa e receosa com aquilo e tentou tirar, mas eu fui lhe fazendo carinho e falei para ela:

- Confie em mim Mayara, que eu vou te dar a melhor noite da sua vida. Já que você nunca experimentou nada de diferente no sexo, hoje quero que você relaxe e me deixe te mostrar tudo.

- Ah Edu, assim é covardia, você falando assim não tem como eu recusar...

Foi tudo que eu queria ouvir naquele momento.

Começamos tirando aquele vestido, para depois admirar aquele corpo maravilhoso. Ela usava sutiã e calcinha pretos, a calcinha fio dental se perdia naquela bunda maravilhosa. Ainda nos beijando, soltei seu sutiã e comecei a chupar aqueles seios tão gostosos e que cabiam perfeitamente nas minhas mãos. Ela só gemia baixinho e se arrepiava toda.

A coloquei na cama tirei toda a minha roupa e comecei beijando seus pés e subindo e mordiscando sua pele, ao passar pela calcinha coloquei minha boca sobre sua bucetinha e soprei devagar só para provocar. Continuei subindo até chegar à sua boca e então tirei um par de algemas do pacote algemando suas mãos prendendo-as sob o travesseiro. Nisso segurei seus pulsos e falei:

- Você agora é minha, vou te comer gostoso pra você nunca esquecer esta noite.

Dito isto, como eu adoro provocar, a virei de costas para mim e comecei a passar um óleo nas suas costas, apenas um pouco, e fui massageando. Esse óleo é daqueles que esquentam um pouquinho, mas dão a sensação de geladinho se soprar. Passei nas suas costas enquanto lhe chamava de gostosa, elogiava o seu corpo e algumas obscenidades. Ela ia gemendo cada vez mais alto, se soltando e gostando da coisa. Estava quase no ponto.

Depois da massagem desci e fui subindo seguindo a linha da coluna soprando de leve ate a sua nuca. Nisso ela se contorceu toda e começou a implorar:

- Não aguento mais, me come seu cachorro, me come agora que quero que essa buceta seja toda sua. Me come agora vai.

- Você quer? Então me mostra – disse eu colocando meu pau entre seus lábios.

Não esperava que ela chupasse tão bem, engoliu metade da minha rola com maestria e chupava mesmo com muita vontade me deixando ainda mais louco de foder ela inteira.

Então empinou bem sua bunda ficando de quatro, arranquei aquela calcinha e fui passando os dedos pela sua bucetinha sentindo o quanto ela estava molhada. Como eu também já não aguentava mais o tesão a penetrei bem devagar para que sentisse bem meu pau abrindo espaço em sua buceta, preenchendo-a bem ate que minha virilha encostou na bunda.

- Você esta gostando? - perguntei passando para um tom mais imperativo

- Aham, eu tô.

- Fala mais alto – mandei

- Ai eu tô adorando seu cachorro, mete mais vai, me fode, me arrebenta gostoso.

Então enrolei a mão no seu cabelo e dei aquela puxadinha bem safada enquanto dei uma metida bem forte e fui socando com mais força acelerando aos poucos, queria ver aquela mulher que me fizera passar tanta vontade subindo agora pelas paredes.

Ela se descontrolou e começou a falar um monte de palavrões enquanto bombeava gostoso naquela buceta maravilhosa até que ela começou a tremer toda e se contorcer caindo sem força na cama.

- Você acabou comigo seu safado.

- Ainda nem comecei.

Abri bem aquelas pernas e fui colocando com calma na posição de frango assado. Fui metendo devagar agora enquanto passando as mãos nos seus seios e apertando de leve para depois ir novamente acelerando o ritmo, logo já estava bombeando de novo bem forte e sentindo aquela mulher deliciosa gozando debaixo de mim. Era uma visão maravilhosa vê-la ali algemada e vendada totalmente submissa e ao mesmo tempo mordendo os lábios e gemendo alto de prazer. Decidi que estava na hora de fazer outra surpresa porque já não ia aguentar mais muito tempo sem gozar e queria que fosse naquele cuzinho maravilhoso que ela tinha. Então peguei o óleo que era comestível e dava uma sensação de calor e fui passando naquele desejado buraquinho.

- Ai cachorro, para com isso. Seu pau é maior que o do meu marido, vai doer muito. Ele ate já tentou e não deu certo imagina com o seu.

- Já te disse, confia em mim. Com certeza aquele idiota não sabia como fazer direito.

Sem esperar resposta abri bem as suas nádegas e comecei a passar chupar seu cuzinho bem e arranhar de leve suas costas e sua bunda. Ia chupando e depois parava e deixava-a sentir minha respiração para dar aquele contraste de calor e gelado no seu cu.

Fazendo assim aos poucos ela jogou fora todo o receio e já me mandava comer aquele rabo com força me chamando de cachorro filho da puta e outras coisas que nem lembro mais.

Só sei que posicionei meu pau e fui forçando com calma sentindo aquele buraquinho apertado se abrindo para mim, ela gemia alto dizendo que estava doendo um pouco mas que eu tinha deixado ela acesa doida pra ir ate o fim.

Puxei novamente seus cabelos e fui dando uns tapas leves na sua bunda e mandando-a rebolar e logo estava com meu pau todinho deslizando dentro dela, fácil num vai e vem delicioso. Fui metendo com mais força e mais rápido lhe chamando de vadia ate que não aguentei mais e gozei como louco naquele cuzinho maravilhoso. Saiu mesmo muita porra enchendo seu cuzinho e me deitei de lado recuperando o folego.

Ela estava também ofegante, tirei as algemas e ela esperou alguns minutos e foi ao banheiro. E quando voltou se deitou ao meu lado dizendo que havia adorado, nunca havia gozado tanto numa noite só. Ficamos abraçados por um tempo logo recomeçando a sacanagem que durou um bom tempo ainda. Saímos do motel com ela mancando um pouco e com um sorriso safado na cara.

A deixei na esquina da casa da mãe e fui embora.

Espero que tenham gostado deste relato, nós ainda nos encontramos varias vezes, mas isso já é assunto para outros contos.

Quero agradecer aos comentários positivos que generosamente me deram no conto anterior, principalmente da Mallu e da Coroa Libertina, pois já me deram tanto prazer com suas histórias sendo uma honra também excitá-las com as minhas.

Comentários

29/08/2017 09:47:57
Show de conto, Edu, adorei. Fiquei com vontade de experimentar algo diferente assim. Só de imaginar, já fiquei com coceirinha ali. Quem sabe num dia qualquer, teremos algo depois do beijo? Rs. Bjs, Val.
02/10/2015 10:49:59
Relendo esta delicia de história. Também adoro usar brinquedinhos para apimentar ainda mais a relação. E acho que foi uma experiência inesquecível para a garota. Publiquei um novo relato. Se puder, me visite outra vez. Bjs.
17/08/2015 02:28:17
Muito bom mesmo, continue escrevendo. Adorei as duas partes. Beijos
12/03/2015 14:23:36
Excelente conto.
26/02/2015 15:32:01
valeu pelo seu comentario Edu e esta continuaçao esta muito boa parabens manw... abraçosss
19/02/2015 03:08:37
Sou nova aqui mais adorei, muito excitante da ate pra imaginar bem direitinho kk parabens
17/02/2015 19:08:11
Adorei...estou toda molhadinha aqui..mais adorei...
31/01/2015 02:46:36
Mt obrigado a todos pelas notas e comentario. Logo publicarei mais contos para vocês. Obrigado.
30/01/2015 22:27:25
Se o primeiro estava bom, agora, com a conclusão a história ficou ainda mais deliciosa. Belíssimo enredo, muita excitação. Mais uma vez, parabéns.
13/01/2015 12:16:11
Cosas novas são sempre muito excitantes :)
13/01/2015 11:12:45
A Mayara merecia tudo isso, mesmo. Detalhes que muito me inspiram, excelente final.
08/01/2015 02:26:32
Muito obrigado. Continuarei sim
08/01/2015 02:03:11
Adorei muito excitante!!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexoconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resistiotário ao extremo contos eróticosporno.padrasto.esculacha.panteras.xxContos eroticos incestos a forca netinhasslargandoo cu com um pepino grosso pornodoidoloira jogando pinbolin pelada no saguão do hotelgostosas não aguento melo pau de merdacontos minha mae gravida do pedreiropadrasto promete que vai colocar devagar quando a enteada abre as pernas ele enterra a picaContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhataradona nivinha loca pra dar oacuzin mas o pausudo nao esta dando conta de te comer num enta o caceteContos eróticos gay quatro guri arrombaram meu cuirma e chantageadas por irmo e ele chupar aforsa seu pauvídeo pornô máximo eletrizante que arrombaConto erotico filha apanha pq estourou o cartãoincesto encaixada no colo do pai perto da mamãevidio de mulheres mostran do a buceta eh conto faz xixiConto erotico tirando a roupa no baralho pro tiocorno e engolidor de rola contobaixa vídeo porno molhes ñ quenta rolar ir choragostosas não aguento melo pau de merdaNecsEexxortinhodedormirfoda insana com cunhadamalandro se asusta com o tamanho da buceta da novinha bebadaLolytaputynha xxvideo n paguei tive dar cu eterogaylavano a becetaorgia com minha irma contover vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger o pau entrou de veis ela desmaioucomi meu melhor amigocorno leva 2negoes pra tranzar com sua mulher e fica apavoradoconto no cinepornovidio mulher casada com roupa fodendo enfrente o marido ate escorrer porrsconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestimunita gozadaoq a bliblia adiverte sobre sexso analconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexoXVídeos gay irmã não queria mas eu conquistei elacontos meu primo gordinho foi dormir comigo e comi o cuzinho delecontos crossdressnegras da fo pra pirocudo e chorao xvidio.comnao era pra enfiar no meu cuzinho virgemcomo chupar a buceta de uma testemunha de Jeovámulher convulsiona de tesao no pinto monstrofilme porno esposa gosta de varios na frende do marido corno ela goza ate desmaia de tanto gozaconto de arrombaram o meu cu me dando dinheirokid bengala buraco na paredepornodoido desmantelando a loira em cima da mesacontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesencoxada no metro xvdcontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anosNegrao fundeno com outro negraodei a xoxota para irmaoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretoad bucetad mais petfeitas do mundodoce nanda contos eroticosassistir filmes pornos brasileiros homes com cabeca da pica esfolada e grande.contos de sexo depilando a sogracontos eroticos fui xingada e humilhada e violentada por velhos taradoscontos casada seduzida pelo caseiro picudomoreno sarado de sunga de bombeirochupou a buceta da india ate ela gozarvideos gratis porno para ver agora mulheres levando encoxada no onibus ficou louca de tesao e levou o cara pra cadaBlog atualizado da casa dos contos eroticos paguei ´pra deflorar a filha do caseirocontos filha rabuda ninfomaniaca mulher beijando a mulher na boca pelada no titubearconto erotico crossdress na academiahomens maduros de barba peladoscobertura conto gaycafajeste chupando grelo grande avantajadoresolvi pornô da Ludmilaporno sacana mao na bucetta no cu nojento ao vivodois gatoto tarado xvidiodeu remeduo p/ mae dormi efode com elanovinha de chinelo havaianas contosCacetes gossosgozada no cu com recuada gaydoce nanda contos eroticoscontos eroticos varios homens arrombaram meu cucontos eroticos no dia que dei minha buceta pra dois senhores no onibus,dupla penetracaopeso d porrta gatinhaComendo a garotinha contos eriticocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosbelo sexo sobrinho dormiu na casa da tia de conchinha com ela na mesma cama`conto erotico` Gabrielconto erotico molestada usando leggingcontos eróticos primeiras experiências com siririca com mulheres mais velhaninfeta blinando vovôcontos erotico mestre de obra.pausudandrew arlindo dellavoglio casa dos contosfilho medico vai examinar o cu da mae e acaba em sexo insetolazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadanovinfa da buceta grande carnudasvideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filho