Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Comendo a mulher safada do "amigo"

Categoria: Heterossexual
Data: 19/02/2015 12:49:53
Nota 9.50
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, pessoal. Há tempos atrás, postei contos de relações que tive com minha tia Alana, até uma orgia que fiz com ela e uma amiga dela. Irei agora relatar outra situação, que nada tem a ver com minha relação com tia Alana e a Diana (amiga).

Isso aconteceu pouco tempo antes de minha tia e eu cometermos o pecado de nos relacionar. Nesse meu retorno o foco será uma relação que tive com uma mulher casada, e pra variar, com um amigo meu. Na verdade, era amigo de meu irmão. O nome da mulher? Elaine. Nova, 21 anos, coxas grossas, quadris largos, seios pequenos porém bonitos e durinhos, pela branca, boquinha linda, rosto maravilhoso. Uma verdadeira diva. Aquele tipo de mulher que você olha e diz: “Bonita e recatada, porém puta e safada.”

Conheço Flávio (marido dela) desde que eu era um garoto de 12 anos. É meu conhecido, amigo de meu irmão, na verdade. Já fomos juntos até ao estádio. Porém, eu não conhecia Elaine.

Tudo começou em conversas pelo facebook. Em verdade, Elaine era a fim de dar para meu irmão, mas ele sempre se esquivava pela consideração ao Flavio. Certa vez, Flavio falou de mim a Elaine (conforme eu soube depois). Ela me adicionou no facebook, e conversamos normalmente. Iniciamos assim um ciclo de amizade. Certa vez, ela disse estar sozinha, pois Flavio estava viajando, e que precisava de colo e carinho. Eu percebi a indireta, porém quando comecei a me aproximar ela tornou a falar de Flavio e eu recuei. Achei melhor não tentar um pouco mais, afinal de contas ela era casada e com um cara que eu conheço. Mal sabia eu que aqui era apenas o inicio do adultério que ainda iríamos cometer.

Alguns dias depois disso, estávamos conversando normalmente, quando ela tocou no assunto sexo. Nem me lembro, aliás, como chegamos a esse ponto. Só lembro que de repente ela falou que as mulheres querem um bonzinho na sociedade, e um cafajeste na cama. Falei pra ela que eu sou assim, e que minha namorada agia na cama igual a uma atriz pornô. Ela pediu detalhes, o que já acendeu meu sinal amarelo. Porém, eu tinha de sair e não podia mais ficar no computador. Mas ela estava de fato interessada no que eu fazia na cama com minha namorada: pediu o numero de meu celular. Quando eu estava no ônibus indo para meu destino, chegou uma mensagem em meu celular: “Ei guri, conta aí o que você fazia com ela na cama?” Não acreditei que ela estava falando sério. Respondi contando detalhes das posições e dos fetiches. Ela respondia dizendo que estava excitada, e que mesmo longe sentia a “potência”. Em determinado momento da conversa via SMS, tive a atitude de dizer que eu queria fazer ela sentir tudo aquilo que minha namorada sentia. Ela, em sinal de defesa, disse:

- Ah, meu querido! Eu sou igual pipoca, quando o negócio esquenta eu pulo fora.

Eu continuei insistindo, até que resolvi ligar pra ela e conversar sério. Ela se mostrava interessada em sair comigo, mas continuava a recuar pelo fato de eu ser amigo de Flávio. Em certo momento da ligação, eu falo:

- Sai comigo, prometo que vou te dar todo o prazer que você não tem... – ela, ainda interessada, mas recuada, responde:

- E seu amigo?

- Flávio só é meu conhecido, ele é amigo de meu irmão.

- Nunca traí ninguém, você acha que faria essa proeza de conseguir com que eu traísse meu namorado?

Traduzindo: to a fim de trair, seduza-me um pouco mais que te dou minha buceta. Respondi:

- Gata, basta você sair comigo que saberá.... – deixando a duvida para ela.

Numa determinada noite, eu saí da aula do curso técnico que eu fazia, dei o desdobro na minha namorada, e ela deu o desdobro no marido, que havia ido dormir na casa da mãe. Havíamos marcado aquela noite para nos conhecermos pessoalmente e tomarmos uma cerveja, alguns dias antes (combinamos por telefone). Na mesa do bar, falávamos sobre nós. Em determinado momento eu sussurro no ouvido dela que ela é muito linda. Tento um beijo, mas ela só me dá um selinho, e assim foi umas três vezes que tentei beijá-la.

- Cara, tu és uma tentação... – ela me respondeu com a voz travada pelo desejo de corresponder ao beijo, reprimido ao lembrar-se do marido.

Depois de mais uns copos de cerveja, dou mais uma cantada sussurrando em seu ouvido:

- Gata, você é linda... deixa eu te dar um beijo, prometo que vai ser um segredo nosso. Deixa eu te possuir vai, te quero pra mim.... – era tudo que ela queria ouvir. O beijo aconteceu. Nossa, que beijo gostoso... Nisso ela vira e fala:

- Cara, eu gosto demais de você. Não brinca comigo, não me usa pra depois jogar fora...

- Não vou te usar e jogar fora. – Respondi firmemente.

O beijo continuou....

- Gata, quero te levar pra um lugar que a gente possa curtir mais essa noite.. – disse após o beijo, querendo levá-la ao motel.

- Eu vou pra onde você quiser!

Juro pra vocês que não esperava essa resposta, não dessa forma. Ela me disse que não podia demorar, devido ao marido. Porém, antes de entrar no táxi revelou que o marido havia ido pra casa da mãe dele, e que ela não tinha pressa pra chegar. Era tudo que eu queria ouvir. Antes de entrarmos no táxi, tinha um cara bebendo sozinho, e que vinha acompanhando todo meu lance com ela naquela mesa de bar. Ele viu as vezes que ela recusou meus beijos e quando bateu em minha mão, ao que toquei nas coxas dela. Quando ele a viu entrando no táxi, deu uma risadinha e fez um gesto de positivo, como quem diz: “É isso aí, garoto!”

Já no táxi, trocamos beijos e amassos quentes. Ao chegar no motel e entrar no quarto, ela vai ao banheiro, pois estava com a bexiga cheia de tanta cerveja, assim como eu fui depois dela. Antes dela sair, eu separei um preservativo. Estava com o efeito da cerveja, e nem lembrei que ela era casada. Aliás, desde o começo eu não dei a mínima. Elaine era um sonho de mulher, gostosa e muito bonita. Quando saiu do banheiro, veio a meus braços, me beijou, trocamos caricias. Tirei a roupa dela e fui aos poucos tirando a minha. Quando ela estava completamente nua, caí de boca nos seios dela. Ela deu gemidinho de tesão, enquanto acariciava minha cabeça. Desci pra chupar a buceta dela, o que fez com que ela delirasse. Eu chupava rápido, com força. E que buceta cheirosa. Elaine, além de linda, gostosa e educada, se cuidava muito bem. Não tem nada melhor do que chupar uma buceta cheirosa. Ela se contorcia de tesão. Eis que ela levanta e diz:

- Deita aí. Quero brincar com você... – ela começou a chupar meu pau. E que boca! Quem sabe chupar um pau é ela. E fazia garganta profunda sem reclamar.... Eu mesmo parei o boquete pra meter na buceta dela. Tudo começou com um papai e mamãe. Nessa hora, a camisinha que estava separada em cima de uma mesinha de mármore sobrou, e ali ficou. Ou seja: não usamos camisinha. A vontade (minha e dela também) de sentir “pele na pele” falou mais alto. Não pensamos em doenças nem em gravidez, o desejo de sentir o sexo como ele é, se fez muito mais forte. E assim foi. A cada estocada ela gemia mais alto, me chamava de bandido, safado, vagabundo, dizia coisas como “me fode com força filho da puta”. Ela já estava gemendo muito alto, quando eu dei uma bofetada na cara dela e a mandei calar a boca. Ela amou aquilo.

Coloquei-a de quatro. Foi aí que ela pediu tapa na bunda. Fique com vontade de meter no cuzinho dela, mas antes de sairmos uma vez ela falou que não fazia anal. E naquela posição, ela ficou de bunda empinada, deixando aquele cuzinho rosado a amostra.... Bati naquele rabo até ficar bem vermelho. Mudamos de posições várias vezes: ela montou em mim, ficou de lado, me aplicou uma chave de perna, colocou as pernas em meus ombros. Segundo ela, fez coisas comigo que o marido nem sonha.Gozamos muito juntos: eu não agüentei na hora de gozar, e não consegui tirar da buceta, enchendo aquele grelo de porra.. Coisa que depois (em outro conto entro nesse detalhe) nos deixou com certa preocupação. Após a foda, o susto: a puta encheu meu pescoço de chupões, deixando um total de dez marcas roxas. O que me rendeu chacotas em casa, no trabalho, no estágio, e no curso técnico. Ela pediu mil perdões, pelo fato do constrangimento que eu iria passar, e pelo fato de ter namorada. Sumi uns 10 dias de perto da minha namorada, até todas as marcas desaparecerem. Deixei ela de táxi em casa. Ela ainda me ligou pedindo pra eu não sumir, e queria me ver de novo em outras ocasiões. Detalhes para o próximo conto.

Gente, eu sei que ela era casada. O desejo falou mais alto, nunca vivi uma aventura tão louca, até me envolver com tia Alana (vide contos antigos). Eu nunca tinha me envolvido com mulher de outra pessoa, ainda mais alguém tão próximo. Mas não me arrependo. E o que mais gostei foi que descobri que sou um sedutor. Valeu muito a pena.

Comentários

04/11/2017 02:56:25
Bom relato
19/05/2015 16:23:30
Bem legal teu conto
20/04/2015 13:47:39
Viuvinha, obg por sua atenção! Vc é garota de programa? Manda um e-mail pra gente conversar mais! [email protected] Lerei sim seus contos, e darei minha opinião. Vc já deve ter lido meus contos com minha tia. Se não, leia e de sua nota! Beijos!
19/02/2015 20:20:52
Bom conto...
19/02/2015 14:36:20
Muito bom mano como tdos os seus contos, continue a escrever quero saber o que aconteceu depois de vc ter gozado na buceta da safada, leia o meu se puder... Abraçossss...
19/02/2015 13:49:30
Bom.conto,so no sei se ê veridico

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos de caminhoneiros fudendo homens em posto de combustiveisconto de novinha tomando nas coxasGozei na buceta da crente velha contosincestocrentecontos eróticos de sinhozinho comendo escravameu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céuConto incesto garota de 09 aninhos popozudacontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeuaenchi for anel sexporno incesto pai finge de bebe para comer a filhacontos anais + caminhoneiro enrabador da jeba grandecompetição de nudismo pintudos mais cabeçudoporno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porramae com tesao se masturba aoamamentar filho contos filmes porno no calor do buraco estreitonovinha tem no muito o garmo na siririca xega a gritar videos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delasde calsinhamocacontos eroticos patricinha é humilhada e estuprada por grupo de amigoscontos filha no barco c amiguinhacontos na piscina,, mulher de corno chegando com biquíni transparente e corno viadoabaixar vídeos de sexo na noite de núpciascontos erotico coroacasado comendo onovinhocontos eróticos fazendo a sogra drogadacoroas descuidando da calcinha e da bufeta gostosanovinha deixou o tii passar a mao na bucetinha em troca de dinheirocenas de filme porno que mulher goza como nunca se viu nna vd na bc de um travisticontos provoquei papai pauzudocdzinha quer ser empregadinhacomo descabaça minha sobrinhacontoseroticos de prima e seus primossexo novos banho conhadas nuaswattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto musculosover mulher preta encurta uma chupando a buceta da outra cima do dente queiropornocaseirogosandodentroxvideo dechei meu socro abusar demiseduzida por um estranho contos pornoajudinha da fucionaria do mercado xvideostia marta safada deixa exfrega meu nesse rabodei minha bubuta contosmeninas bem novas sendo fudidas pelo o padrastovedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosfui arrombadocomendo a mulher mais gostooooosaaa do mundo!!!relato meu prazer analContos eroticos com donas de casa que foi arrombada pelo cunhado pirocudocontos eroricos minha filhae enlouquececontos eroticos A Dama e o Bruto seduzindo você a bater punhetaxvideos porno travesti batendo punheta com uma serpente enfiada no cusexo minha mulher me dando minha sogra de presentepassivo inocente e baixinho levando rola enormeconto erotico gay gury chupador de dedongatadas anais zofilia contoscontos eróticos meu genro me pegou traindo meu maridofilme porno chantagem com a sogracontos de sexo depilando a sograsexo oral 2016 nos mamilos bicudos das mulatasvideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhosexo casada dormindo de short Doll deixando escapar a bucetax ezibisao de conas frescasmulheres bostas scatporno ela foi faser a unha dele e viu ele de pinto duro fragagostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticoscoroa mais safada q conhesoo primeiro amasso a gente nunca esquecegostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai trepardoce nanda contos eroticoscontos de sexo depilando a sograentregei uma pizza e mepagou com boquetevídeo pornô com boneca de silicone de 80 kilos pela XVídeo pornôMinha mulher adora reparar na piroca dos machoscontos tonando as menininhasassitir vidio de porno os mecanicos me arrobaramporno comendo em dois e explodindo cu ea buceta da novinha atéh ela cagarcontos eroticos filho adotivo pe de mesamenina muito novinha vai assistir filme porno com seu irmão caralhudo e acaba deixando ele tirar sangue de sua inocente bucetinhaxvidio mulheris gostosas trocando obiquinho de banho no banheirosou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticosupersexomamãecontos esfolei o anus da mamae bebadaputas peladas meladas de margarina no cucontos eroticos com tamanco salto altoMeu vampiro romance gay capitulo 21filha um dia essa buceta vai ser minhamulher pensa que a amiga é mulher mas é um travesti com um pau bem groso e vai dormi com ela em casa e acaba temo um supresa e transa pornoContos sobre beijos e podolatriamenina criano cabelo nabusetmadrasta brasileira faz vídeo dando a b******** para o enterro de sua filhinha junto em casavideos porno marido viciado em comer a fezes da esposaSo video de 5 minutos porno buceta e rolas de 16centimetroCumeno madura no quintau "meio abertinho" gay contoconto erotico pedreiro maurocontos roludo arregaçando recem casadinha