Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

O vizinho lindo com cara de muleke. Parte 02.

Um conto erótico de Cesar
Categoria: Homossexual
Data: 01/02/2015 19:43:02
Nota 10.00

Oi pessoal, já decidi logo em seguida continuar com meu conto que está chegando na melhor parte.

Logo depois que eu tomei meu café da manhã, fui assistir algumas séries no meu quarto, mas não demorei muito pra lembrar que tenho aqui no computador uma coletânea com todas as temporadas da famosa série gay queer as folk. Coloquei todas no pendrive e espetei na tv do quarto. Fui passando os episódios e decorando os que tinham os momentos mais quentes que é o que não falta nessa série. Nisso o tempo foi passando e logo depois do almoço fui deitar pra descansar um pouco e as 14:00 ouço a campainha tocar, o sono passou na hora e rapidamente me levantei, coloquei a série pra rolar em um episódio bem quente e do jeito que eu me levantei só coloquei uma cuequinha rosa da calvin klein que eu tenho e que é super sexy e fui no interfone perguntar quem era, pra minha felicidade era ele, eu mandei ele esperar que eu tava indo abrir a porta.

Nisso pensei, vou assim mesmo de cueca abrir o portão e digo que acabei de acordar ou posso assustar ele? Decidi fazer diferente, como o portão daqui de casa é elétrico abri de dentro de casa e gritei para ele entrar. Fiquei sentado na minha poltrona só esperando ele entrar, assim que ele entrou deu de cara comigo de cuequinha sentado e assistindo tv na sala. Logo ele disse:

-Cara, você não gosta muito de roupa mesmo né? Sabia que você estaria à vontade dentro de casa, depois da conversa de ontem já imaginei. Pelo menos você não está pelado, "risos".

Nisso quando ele entrou observei que ele estava de bermuda, com uma camiseta regata e as mesmas havaianas, só que tinha um detalhe a mais dessa vez, ele parecia não estar usando cueca, pois eu conseguia ver uma parte dos seus lindos pentelhos do saco, e para confirmar pedi para que ele feche a porta da sala e ao virar vi um pouco do seu cofrinho aparecendo também. Pois é a situação não parava de melhorar. A roupa que ele estava vestido era bem despojada e isso de certa forma mostrou que ele estava mais à vontade comigo. Só que quando ele entrou notei que ele ficou bastante envergonhado ao me ver de cueca, embaralhava um pouco as palavras, mas em momento nenhum quis ir embora. Sabia ele também que eu sabia que ele me viu tomando banho e me masturbando no dia anterior. Isso provavelmente aumentou sua timidez ao me ver.

Nisso deixei o ar condicionado da sala desligado para deixar aquele calorão rolar dentro de casa, e falei:

-Entra mais cara, sentai, quer dizer que você já esperava que eu ia estar de cueca “risos”?

-Assim ou pior, "risos", então melhor assim mesmo.

Notei que ele tentou dar uma de machão que não queria ver aquilo ou mais do que isso, ai falei:

-Putz cara, deixei você envergonhado... Eu sou acostumado a receber os amigos assim ai acho que peguei pesado com você, acho que vou me vestir melhor, desculpa cara.

Antes de eu me levantar ele rapidamente disse:

-Que é isso cara, nada a ver, se você quiser pode até ficar pelado, sei que tô na sua casa não posso te proibir né, só não sei se vou gostar de ver...

-"Risos" Não diz isso que eu fico mesmo viu...

-Cê quem sabe.

-Mudando de assunto, conseguiu instalar a antena?

-Cara, nem consegui, acho que montei ela certo mas não acertei a configuração no aparelho. Mas nem se incomoda viu, se eu não conseguir chamo um técnico mesmo.

-Que é isso cara, sou teu amigo agora, já acompanhei um milhão de instalações dessa e já sei decorado como fazer, depois vou lá contigo e tentamos, só te digo que não subo em telhado, tenho medo de altura viu.

-Não esquenta, deixa essa parte comigo "risos", mas se não puder ir eu não vou ficar chateado viu Cesar, você já fez demais.

-Deixa dessa cara, vou sim, isso não é nada demais. Mas o que o que você acha de jogarmos umas partidas de futebol no videogame?

-Putz cara, nem sei, tô morreeendo de fome aqui pois nem almocei ainda.

-Melhor ainda carinha, vou te fazer um lanchinho agora mesmo.

-Se for só um lanchinho tudo bem, aceito.

Fiquei feliz afinal ele aceitou sem pestanejar e está ficando cada vez mais à vontade.

-Mas olha, eu como qualquer coisa, nem se preocupa viu.

-Ok.

Coloquei numa bandeja biscoitos de leite e salgadinhos, e levei juntamente com um copão de coca cola, um lanche bem a cara dele.

Coloquei o lanche em cima do braço do sofá e disse:

-Come ai cara, fica à vontade, agora infelizmente essa sala é bastante quente e meu ar quebrou, se quiser tirar essa camisa e ficar mais à vontade ainda pode ficar viu.

Nisso ele falou:

-Cara, vou tirar mesmo, afinal tô puta cansado e suado e vou admitir, você assim a vontade de cueca até tem um lado bom, me deixa mais à vontade também. Vi que uma coisa que não rola aqui nessa casa é timidez, "rimos juntos".

-Cara, se eu te perguntar uma coisa você me jura falar a verdade, nada mais que a verdade, somente a verdade "risos"?

-Putz, e é julgamento "risos"... Juro, pergunta o que quiser.

-Ok... Ontem você viu mais do que devia quando estava em cima do telhado da tua casa quando eu estava tomando banho né?

-Não cara, que é isso, não vi nada.

-Igor, por favor, somos amigos agora e não precisa mentir, pode falar, afinal, nem ligo muito se alguém me ver pelado lembra?

Ele ficou calado por alguns segundos me olhando... E depois disse:

-Cara, desculpa, não tinha como não ver, não fazia ideia que você estivesse ali antes de subir.

-Nem esquenta com isso. Vamos levar na esportiva... Me diz com detalhes, deu pra ver o que?

-Se eu for dizer com detalhes vou morrer de vergonha, só te adianto que vi quando você estava pelado regando o teu jardim e logo depois foi tomar banho. O resto melhor não comentar "risada sem graça".

-Nada cara, se você não contar vou ficar me perguntando isso pro resto da minha vida, vai diz logo.

-Nisso ele estava contando e comendo seu biscoito enquanto eu de cueca tentava esconder a ereção gigante que eu tinha naquele momento. Só que quando eu olhei pra cueca, parece até mentira, em uma pequena região a cueca molhou um pouquinho pois meu pau estava babando de tanto tesão. Ai ele disse:

-Cara, eu nunca imaginava que teria que te contar isso. Achei que aquele momento morreria ali, foi muito estranho pra mim estar ali vendo aquilo, nem sei como te contar na verdade.

-Vai cara, se solta de uma vez, deixa de bobagem, diz logo e pronto.

-Putz, ok então. Você estava peladão regando o jardim, quando saiu foi pro chuveiro e deu para eu ver tudo, você tomou banho depois bateu uma punheta e gozou, depois foi se lavar e vestiu a toalha, foi quando você me viu.

Fiquei perplexo com a quantidade de detalhes que ele deu, tive a certeza que ele não piscou um olho quando me observava, só que ele contando nem tentou disfarçar, contou abertamente.

-Hummm, entendi, quer dizer que você assistiu de camarote vip mesmo né, não perdeu nenhum detalhe pelo visto “disse em tom irônico”.

-Ah cara, não me leve a mal, mas não tinha como eu não olhar, de onde eu estava dava bem de frente com o fundo da tua casa. Mas vem cá, agora quero que você me responda uma coisa...

-Manda.

-Não vem me enganar e fingir que não sabia, fiz barulho ao subir na escada e no telhado também, você sabia desde o começo que eu estava no lá né? Porque continuou?

Pensei, é agora ou nunca, tenho que investir com força total.

-"risos". Admito, sim eu sabia desde o começo. Adoro quando alguém me vê pelado, me sinto bem, não fico com nem um pouco de vergonha e dependendo de quem esteja observando eu fico morrendo de tesão também. Ao notar que você não desceu do telhado e continuou lá até o final achei melhor continuar, afinal, se você não estivesse gostando tinha descido certo?

-Na verdade só te vi quando já estava lá em cima, ai ficaria estranho eu fazer barulho para descer, ai preferi ficar lá, sem fazer muito barulho, quietinho esperando você ir embora.

-Posso te perguntar outra coisa?

-Lá vem bomba, diz ai.

-Você gostou do que viu?

-Mermão, que pergunta estranha essa einhh...

-Foi uma pergunta simples, e a resposta é muito fácil também.

-Pra ser sincero contigo, eu nunca me imaginei vendo um cara tomar banho, só que simplesmente deixei rolar, até porque desde o começo notei que você sabia que eu estava ali, então deixei ver até onde você ia chegar, “risos”.

Nessa hora vi que se ele não fosse gay era ao menos um curioso, provavelmente estaria aberto a novas experiências, e eu estava disposto a descobrir de qualquer jeito, foi quando tive que apelar ao meu dom de persuasão.

-Vem cá, vamos chegar em um consenso, você disse que fica pelado em casa quando está sozinho né?

-Sim, sempre.

-Como eu também fico sempre a vontade, que tal fazermos um pacto para jogarmos videogame sempre sem roupa. Qual a graça de ficar pelado e estar sozinho, fala a verdade? Pode ser na frente de homem ou mulher, ficar pelado com alguém é muito melhor. Já fui em praia de nudismo e adoro estar pelado e ver todo mundo pelado também.

Creio que foi uma mistura de interesse pela sky e safadeza ao mesmo tempo, pois assim que eu propus isso ele disse:

-Humm, vem cá, admite, você tá doidinho pra me ver sem roupa né. Vai, diz logo.

-Boy, quase todo mundo me desperta essa curiosidade, quando são bonitos como você lógico. Estou unindo o útil ao agradável pois você vai fazer duas coisas que gosta, jogar videogame e ficar nu.

-Sei, mais e quando são garotas, desperta essa curiosidade?

Vi que ele nessa hora jogou uma isca para ver se eu admitia ser gay, se bem que chegando onde chegou não restavam muitas dúvidas, acho que ele queria ouvir de mim isso. Ai tirei de tempo e falei:

-Quem sabe, dependendo do caso, se for bonita de corpo e rosto igual a você pode ser.

Mas na verdade era mentira, sou 100% gay, nem 1% hétero, realmente não sinto a mínima atração por garotas, mas para não assustar o garoto eu disse isso.

-Eu bonito de corpo, fala sério “risos”...

-Aposto que suas antigas namoradas todas já falaram que você tem um bundão e coxas grandes, acertei?

-Sim, acertou, realmente tenho um bumbum avantajado, acho até estranho quando vejo no espelho, como você notou isso?

-Com aquela samba canção que você estava vestido na sua casa era impossível não ver esse teu bundão, “risos”.

Tive a certeza que ele estava disposto a tudo pois logo após eu elogiar sua bunda ele virou de costas pra mim e baixou a bermuda até a metade me mostrando sua linda bundinha avantajada, e disse:

-Nem é tão grande assim admite, foi exagero seu não foi?

Logo após isso ele levantou a bermuda novamente para minha tristeza, e eu disse:

-Igor, juro a você que você tem a maior bunda masculina que eu já vi, e você ainda deu sorte, ela não tem nenhum pelinho né? Ou tem e eu não vi?

-Tem sim, um pouquinho só, lá dentro, onde é terrível de depilar.

-Sei bem como é, minha bunda tem mais pelos que a sua, eu tiro com um aparador masculino, é ótimo e não machuca nada.

Nesse momento virei de costas pra ele e baixei minha cueca toda mostrando minha bundinha pra ele, e disse:

-Tá vendo, tem mais pelos que a sua.

-“risos”, Pior que sim, ainda bem, detesto depilar a bunda, dá um trabalhão.

Nesse momento tomei coragem e tive a iniciativa. Tirei a cueca totalmente e falei:

-Você tá só me enrolando e não ficou pelado pra jogarmos videogame né. Pois é, eu já fiz a minha parte, falta você.

Nisso eu ainda estava de costas pra ele e não tinha mostrado meu pau ainda. Fiquei olhando pra trás e vendo se ele tiraria sua bermudinha também... Só que esse não era só o problema, eu estava conseguindo ficar sem ereção até quando começamos a baixar a roupa, após isso ficou difícil me conter, principalmente quando ele me mostrou sua bundinha deliciosa. Ai a situação piorou quando ele disse:

-Então tá, já que insisti vamos ver no que dá.

Na hora ele baixou a bermuda e nem se importou de ser o primeiro a mostrar o pau que estava meio bambo. O pau era super bonito, rosadinho, e tinha um tamanho legal, uns 16cm. Assim que ele tirou a bermuda ele ficou pelado me olhando e mexendo de leve no saco e empurrando o pau levemente pra baixo.

Nisso não tive como disfarçar mais, tive que virar de frente pra ele e mostrar que estava de pau duraço como pedra. Juro que para me deixar tímido é bastante difícil mas admito que fiquei um pouco nessa hora pois ele quando viu meu pau duro ficou todo sem graça também.

-Que foi? Não achava que meu pau tava mole né? Depois dessas conversas fica difícil, e quando você me mostrou sua bunda não tive como segurar.

-“risos”, vamos jogar ou não? Disse Igor tentando mudar de assunto...

-Vamos, meu videogame fica no quarto, vamos lá.

-Nisso deixei ele ir na frente e fiquei atrás de pau duro e vendo aquela bunda perfeita na minha frente, meu pau latejava pedindo pra comer aquela bundinha mas eu via como algo muito distante ou provavelmente impossível.

No quarto a cama fica de frente com a tv, e sempre joguei sentado na cama. Nisso quando ele entrou ficou me esperando para ver onde eu sentaria. Entrei no quarto e me sentei no começo da cama encostado na parede, e ele ficou me olhando ali sentado com o pau duro apontado pra cima. Quando ele olhou pra tv ela estava com o volume bem baixinho passando a série gay mas não estava em nenhum momento quente ainda. Ai eu disse:

-Tá esperando o que einh? Vem, senta aqui, vamos jogar, ou quer assistir um pouquinho?

Nisso ele entrou e se sentou na cama ao meu lado, todo peladinho, tudo estava saindo melhor que o combinado, ai ele perguntou:

-O que é isso que tá passando?

-É uma série bem legal, Queer as folk, já ouviu falar?

-Não, é sobre o que?

-Assista e veja.

Nisso ele ficou calado e assistindo e eu aumentei o volume da tv. Enquanto ele olhava pra tv eu discretamente olhava para o lado e via seu pau meio mole meio duro. Parecia um sonho pra mim. Com poucos minutos os dois protagonistas entram em um apartamento e começam a se beijar, o loirinho tira toda a sua roupa e mostra sua bunda, logo em seguida sobe na cama e começa a chupar o outro cara. Nesse momento ele ficou calado, e fiquei vendo calmamente seu pau endurecer totalmente. Foi quando falei:

-Pode se masturbar se quiser, fique à vontade.

Ele parece ter engolido as palavras, só agia. Sem pestanejar ele pegou o pau e começou a se masturbar, eu logo em seguida comecei também. Sem pedir a permissão dele eu tirei a mão dele do seu pau e coloquei no meu e ele começou a me masturbar, eu já estava com o maior tesão do planeta peguei no seu pau lindo e comecei a masturba-lo, tudo estava perfeito. Não trocaria aquele momento por nada, mas eu não ia deixar terminar só assim.

Pessoal, aqui encerro a segunda parte desse conto pois já estou com os dedos cansados, amanhã continuo e finalizo na terceira parte.

Beijo na bunda de todos e obrigado pelos elogios na primeira parte.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/03/2015 12:28:19
'-' Pica
07/02/2015 15:34:55
Que bom que voltou logo!!!!
02/02/2015 17:54:31
Kibom que voltou logo!!!!
02/02/2015 08:05:57
Hahahahaha TOP TOP TOP
02/02/2015 05:27:46
'-' Pica
01/02/2015 23:19:14
gente fiquei "animado" o conto todo e que é isso de cortar na parte mais "gostosa" kkkk espero qie role beijo *-* seus safados!!
01/02/2015 22:25:27
Gostei
01/02/2015 21:08:15
Tu tens uma lábia boa em fih, excitante mesmo, super que gostei.
01/02/2015 20:52:28
Muito sensual teu conto! Continue mesmo!
CeF
01/02/2015 20:48:32
Muito bom, continua logo!
01/02/2015 20:11:23
Que delicia.. Muito excitante. Quero um amigo igual tu, como faz? kkkk Abraços




Online porn video at mobile phone


sexo com maria mulambo fodacoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festachupei lambi os pés da minha prima mais nova dormindocontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homenscolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoContos gays passeando de carro vestida de crossdressvideo de mulher 34anos nuA lavano a bucetaminha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigoscontos eroticos cu arrombado"mostra o seu que eu mostro o meu" vídeo pornoVIDIOPOMO PETECAwwwxxvideo filhinha meche o bumbumconto gay meu colega aceitou da o cuacarisiei a boceta da minha filhavideos porno pai e filha novinha viperinaContos novinha cuzinho depósitocontos eróticos loba adoro inversãoCarnavalnazoofiliaPorno contos eróticos sexo entre irmaos romance final feliz o filho da minha madrastaBrincando com as primas novinhas, tirei o cabacinho delasbiba boqueteras pornover videode mulher. gozando nno pinto bem grossoContos eroticos incestos a forca netinhassnamoro lesbico e pessoa não assumida tem tanta brigas ciúmesfilmepotnoucontos meu sogromarido e mulher tomando banho na praia mulher veio um negão bem dotado e sai Escondidinho para dar uma com negãocontos o negão bem dotado de todas as pragas da minha sogramiguel tesudofilme porno fazemdeira dando pro piao dotadoporno. tor. muita careitimulheres estupradas por varios homens roludos ao extremoesposa rabuda na dp com amigos contoscontos anal casal que gosta fazer anal cagandozoolofila so fudendo o cu da vadia 696mulher secura na pica do negao quando encosta no cupesquisar por mega dotado quero ver filme pornô com mulher nunca troco fio jogo da Live Jaraguá colocar achei até chorarAs Panteras o padrasto irmaos maexvidio veio chupando peito da novilnhame perdi no mato eles me encontraram e me fuderam pornovídeo pornô novinha chupando p***** grande peituda gostosa patriciane nome delapeguei meu sobrinho mas tenho uma chapuletada rola muito grandepornor doido batendo poleta na varanda sexofotos de bufetas pibgando de tewaogostsona dando o cu pro negao roludo egritandoxvidios travestis na punhetas novingasmundobicha lutador Danny gay dando cuNovinho virgem+ descabaçado sem camisinha+sem lubrificação+contos gaysMinha tia fez boquete pra mim relatocontos eroticos namorado de mamãe tem piça ggPapai goza na minha boquinhaclitoris vantajososNo motel eu fudi a buceta e o cu virgem da minha sogra conto eroticocontos eroticos pegando minha tia gravidaContos eroticos .meu filho vive me encoxando sinto seu penisconto erótico isentoconto erotico meu padrasto sustentando minha buceta com leitinho desde novinhacontos eroticos coroa casada bancaria viajo a trabalho e traiu pela primeira vezvídeo de uma mulher é o cara para tirar a virgindade dela pegando ela pulsabunda sendo invadida pela primeira vez gaydei o cu video para o time inteiro de futebolconto erotico gay colega de quartobucetas beiçudas de sogracalça legue mostrando abuçetacontos eroticos climax daputinha dando pros amigosRuıva fudendoporno família favelaporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhosou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticoconto erotico gay o policial e o garoto marrento #14gosto de praticar zoofiliaCamisinha atrapalha a tirar a virgindade