Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Medicado Pela Minha Filha

Autor: Tony Safado
Categoria: Heterossexual
Data: 25/05/2015 18:21:47
Nota 8.25
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Já faz uns seis anos eu minha esposa me abandonou por um cara mais novo, não a julgo, nosso casamento estava um caos, nem dormir juntos nós dormíamos, então não senti quando ela me abandonou, mas me deixou minha princesa, Kamila, minha flor, uma menina linda como a mãe. Como disse antes, separado a seis anos, não tive mais paciência para ter novos relacionamentos, sexo fazia as vezes, mas nem ligava no outro dia, só buscava a sacanagem mesmo.

Porém, todos sabem o quanto é bom ter sexo todo dia, e eu como homem, que antes da crise era chamado pela minha esposa como insaciável, precisava muito mais, então o que restava era a masturbação. Fazia três, quatro vezes por dia, vou confessar, tava quase me viciando, mas como nem tudo são flores, senti uma dor no peito e fui fazer uns exames, minha filha Kamila foi junto, não deixei ela entrar na sala do médico, porque podia ser coisa séria e não queria assusta-la. Todos pararam para olhar minha pequena, uma loira muito fofa, de calçãozinho curtinho, e de camiseta soltinha, sabe essa regatinhas transparentes, até o médico ficou uns cinco segundos olhando ela antes de me mandar entrar.

Bom, fui conversar com o médico, fiz uns movimentos e conversei com ele sobre o acontecido, ele me tranquilizou, disse que era apenas um mal jeito ao levantar, me deu um relaxante muscular e sai, não comentei sobre isso, ela ficou me fazendo muitas perguntas, divaguei, também não queria contar que foi só o mal jeito. Ao chegar em casa, depois da cena dela deslumbrante subindo a escada, tive que olhar, aquela bundinha perfeita, minha menina não é mais menina, dezoito anos se passaram desde o presente que a mãe dela me deu. Fiquei em êxtase, não pude negar, ela me olhou por um momento, eu meio que viajei, parei no tempo olhando para ela, e ela:

_ Pai, você tá bem?

_”Você”, mais respeito, menina, senhor, senhor. Disse

Entramos em casa, e fui reto para o quarto para aliviar, fui no meu banheiro, porém esqueci a porta do quarto aberta, ela entrou.

Eu estava meio que entretido, digamos assim, e quando olhei para o lado vi ela, com uma cara atônita me olhando, não pensei na hora, apena disse que era pra ela sair, guardei e fui falar com ela, ela tava na sala, ficou me olhando e disse:

_Bonito né.

A imaginação veio a tona e larguei.

_O médico disse que eu deveria me aliviar três vezes ao dia.

Meio cabisbaixo, disfarçando.

E ela:

_Isso é sério?

Claro. Respondi.

Ela:

_Mas porque fazer isso sozinho, e suas namoradas?

Eu:

_Você sabe que isso é diferente de sexo, é apenas para relaxar, só isso.

E ela:

_Mas não tem graça fazer sozinho.

Eu:

_Sei, mas tenho que fazer, ninguém vai fazer por mim.

Aí as palavras que vieram dos lábios dela me deixou louco.

_Eu ajudo. Disse ela.

Fiquei meio que sem fazer o que fazer, então concordei. Kamila veio na minha direção se ajoelhou e tirou meu pau pra fora, ela pegou meio com vergonha, mas sabia que era só cena, então ela começou a subir e descer a mão, lentamente, a imagem dela fazendo isso era melhor que até a masturbação, foi quando ela entrou mesmo no personagem e disse:

_Meu paizinho, o senhor gosta assim?

E meteu a boca, nessa hora agarrei os cabelos dela e forcei, percebi que ela não fazia força para parar, aproveitei, peguei e fui até o sofá e sentei, chamei ela, ela veio caminhando limpando a baba escorrendo no queixo. Ela ia se ajoelhar novamente, mas antes disso pedi para ela tirar a roupa, atendeu prontamente, então tentou novamente ficar de joelhos, mas pedi pra Kamila sentar no meu colo e ela:

_Papai, o senhor quer que eu pare de chupar?

Só puxei ela, comecei a morder seu pescoço, apertando seus lindos seios, e ela roçava a bunda no meu pau, isso me deixou maluco, até que encaixei dentro da bucetinha dela, ela parou e me olhou:

_O senhor quer me comer papai?

_Posso? Respondi.

Ela começou assubir e descer, subir e descer, aproveitei e relaxei, as vezes apertava ela, ela gemia, me chamava de paizinho, o que me deixou ainda mais louco, não me segurei e peguei Kamila pelos cabelos e virei ela, de quatro no sofá, aquela bundinha perfeita merecia uma rola, não me contive, coloquei na porta do cuzinho e empurrei bem de vagar, ela me olhou com cara de que estava sentindo um pouco de dor, não tive pena, entrei, ela gemia e esboçava uns gritos de prazer, esqueci que era minha filha, apenas a tratei como a vadia que é, como alguém ia cair nesse conto, então meti forte, até o fim, Kamila começou a gritar, e eu cada vez mais forte, mais fundo, até eu senti que ia gozar, tirei para fora e lavei as costas dela, deliciosamente ela me olhou e disse:

_Gostou papai, posso te ajudar sempre que quiser.

_Pode sim filha, quando eu precisar lhe aviso.

Sentei no lado dela respirando ofegante, ela disse que ia tomar um banho, pediu se eu não queria ajuda-la, não perdi tempo, mais uma vez ela vai “ajudar a medicar o papai”.

Comentários

08/07/2016 14:54:33
Adorei com minha filha não teria coragem mas com sobrinhas vizinhas e primas com certeza bati imã igual a um adolescente e já tenho cinquenta e um anos se tiver alguma enteresada entre em contato [email protected]
08/07/2016 13:21:15
Não acreditei em 10% mas que delicia que foi essa viagem...
17/08/2015 21:25:34
Bem legal.
06/08/2015 13:12:47
Se eu gosar sem colocar a mão no pau, a culpa é sua...
17/06/2015 10:04:16
Uau não acreditei mais me.excitou e muito bjs
25/05/2015 22:42:16
Não sou la tão fã de conto de incesto, mas esse foi ótimo parabéns

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


andando bem devagarinho E aproveitando que minha irmã está pelad bota pau no cu dela YouTubeconto erotico fiz chantagem e comi o cu da minha maeprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017gostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticoscazal maduros mamado jutos uma picaContos eroticos de viados maduros que foram deflorados na marramanda um vídeo de pornô aí eu não tô nem phone 5video cooelho mamano no homemm zoofiliaamigos d filho fpde mcu da minha.maecoroas grisalhos que come a bunda de homens em campos dos goitacazesmulher baita gostosa retocando a maquiagem video pornôconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cucontos aiiiii hum aiaiacasos de zoofiliavideo porno marido enbebeda aesposa chama o amigo para aproveita com seu pauzaopadrasto e intendenda gostosocomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãoesposa vadia de shortinho curtinho batendo punheta p outro ba frente do cornovidio de comedor gozando na portiha do cu da casadaconto erotico caseirovideo porno mae ve filho pelado e toma susto com tamanho do paucontos eroticos feminino ajudei o porteiro negro a fuder eu e minha irma juntocontos+corno mulherzinhaconto erótico gay o riquinho e o favelado 30contos de sexo depilando a sogracibele bucetonasexo ela nao quis da so acariciarcontos mulheres que gostam de cu de homemkero.buctavanessinha dias/casadoscontosporno com homem com baita tigãofotos. de pirocasde cavalocontos de maridos q gostam d ser corno e levam pirocudos pra comerem sua mulher em ksabuceta gostosa no inatingível elas dandoComtos Eroticos filho de menor fodendo mae gostosonacomo daesem doer a bucetacorno puxa o grelo e mamaconto erotico gay meu pai vendeu meu cu por 100 reais pro seu/amigocasetudo comendo cadela no ciocontos menina chuponaQuero comer seu cuzinho tenho local ferraz de vasconcelo liga no zapconto erotico dos mauricinho ricos com gayConto incesto garota de 09 aninhos popozudacomedo a tia de xortiu xvideode sirgir blog comda sikis indirnovinfa da buceta grande carnudasgueixa mijonacontos de putaria sou puta de dois primo negrofui encoxada neste carnaval 2017 contodei a xoxota para irmaoBuceta criando pentelho fudendo brasileira adultaselinho no grelhox videos curraincestoContos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãohttp://zdorovsreda.ru/texto/201103701casa dos contos meu marido me fez da o cu a dois picudos chorei de dorconto sexo anal piracaiacontos de crentes caretesminha esposa branca e gorda dando o cu pro meu compadrequal bumbum mais bate com a bumbum mais pula com a bumbum mais bate com a bumbum e as loira morena branquinha e azul é a cor morena marquinha Azul quando bate a bunda pula pula pulaconto eróticos comendoa mulher doamigo a forçacontos de sexo depilando a sogranao saio de casa e um plugno cuzinhoquero assistir vídeo pornô estupro anal com vibradores e zoofilia misturadopersonal treiner encinando mulher fazer abdominal chupando pornocontos.porno gay um.namoro americano cap 29sexocuneteolhar a buceta das julhersbucetaque tenham o monte pubiano volumosocontos de mulheres que virao cenas de casais transando e se masturbarao negras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitoriscontos eroticos d maridos q gostam d veh sua mulher fuder cm pirocudo dentro d ksairma punheta toma leitecontos prima novinha dando cuzinho de surpresaincesto mamãe cuidado do filho que ta debilitado com buceta molhadaficamos nuas e sastifeitascontos de sexo depilando a sograenteada acanhada masturba o padrastocontos zoo dalmata.meu machoapaixonado pelo meu primo brutamonte melhor partecontos eroticos com viuvas ricas e mulheres sedutoras ricascontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciacontos eroticos A Dama e o Bruto corno frouxo contosporno sarando na coroa na frente do corno no onibosxxx acordou com o irmao botando o pau na sua bucetarabuda de calça apertada limpando estanteconto de arrombaram o meu cu me dando dinheironovinha do canil conto eroticocontos de sexo depilando a sogracontos eroticos sentei com meu cuzao no pau delepornor doido batendo poleta na varanda sexoFesta sandálias havainas xxvideo contos eroticos safados de professoras madurascontos eroticos feminizaçao do garotinho maevideos de velhos picudo fudendo bonzinho gays amadoresporno olhei peguei chupeieu minha prima e.seu poni dirou meu cabaço contos