Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

As Aventuras de uma CDzinha Adolescente EP 1: Patrícia Travesti PARTE I

Oie, gente!! Luana Cdzinha aqui com mais um conto pra vocês. Hoje eu vou contar uma história que se passou por minha cabeça esses dias depois de uma situação por que passei quando era pequena.

Como vocês ja sabem, eu sou uma Cdzinha, mas que gosta mesmo é de travesti.

Era uma quarta feira chuvosa, semana de meu aniversário de 14 anos e eu aguardava ansiosamente o meu tio trazer meu presente, ja que ele não poderia estar comigo no dia. Quando abri o envelope, quase pulei para trás: Três notas de cem eram o presente. Abracei e agradeci muito o meu tio pelo presente. Eu havia amado.

Nessa época eu ja era Cdzinha havia um ano e era virgem, mas nunca havia comprado uma lingerie ainda, eu só usava as calcinhas da minha mãe e da minha irmã de vez em quando, e me masturbava um pouco usando-as, normalmente, eu usava a minha cueca mesmo, enterrava na minha bundinha e tocava uma por cima dela, como se fosse uma fio dental. Eu amava isso. Por certas vezez eu pegava um marca texto, ficava de quatro e enfava no meu cuzinho, além de gostoso, aquilo me dava vontade de dormir, as vezes, pois me relaxava. Nunca tinha posto nada mais grosso e maior do que isso no meu cu. Mas amava essa sensação e sempre que tocava uma, pensava em mim de lingerie sendo enrabado por uma travesti bem gostosa.

No dia em que eu ganhei esse presente do meu tio, quando eu fui dormir, fiquei pensando em contratar um programa com uma travesti. No dia seguinte eu ja tinha decidido que iria fazê-lo. O dia seguinte era dia de escola, estava pensando em tudo aquilo ainda e nem consegui prestar atenção na aula direito. Assim que saí da escola fui para uma Lan House procurar por travestis de programa da minha cidade. Em pouco tempo encontro Patricia, uma loiraça linda, com um dote normal para um homem, um quadril largo e uma bunda enorme. Salvei seu número no celular e quando chegou a noite e todos foram dormir eu liguei para ela.

—Alô, é a Patrícia?

—A própria—Respondeu com uma voz feminina e sexy

—Eu gostaria de saber quanto custa o programa.

—Cem reais a hora.

—Amanhã você está livre? —

—A tarde toda.

—E você tem alguma restrição de idade? —Perguntei torcendo para que não tivesse

—Só não pode ser muito novo.

—Tenho catorze anos.

—Não atendo.

—Nem se eu pagar mais?

—Não.

Eu então desejei-lhe boa noite e desliguei o telefone.

Uma semana se passou e eu decidi que aquilo não acabaria assim. Chamei-a no MSN, e perguntei se ela gostaria de ser minha amiga e ela disse que não haveria problema algum, desde que não fizesse programa, mas que quando eu crescesse poderia procurá-la. Eu entendia seus motivos, faria o mesmo se fosse ela, transar com um menino de catorze anos, Imagina? Mas nessa hora eu tive uma idéia de ter prazer, conhecê-la e realizar uma vontade minha. Liguei para ela e comecei:

—Patrícia, sou eu, tem uma coisa que você não sabe sobre mim.

—O quê?

—Que eu so Cdzinha.

—Que legal!—começou patrícia—Eu já fui um dia, comprava minhas calcinhas com uma vergonha enorme, e hoje não sou mais isso pois sou travesti e não vivo mais como homem em nenhuma parte do dia, somente quando sou ativa.

—E sobre calcinhas mesmo que eu queria falar com você—abri

—Pode falar—começou Patrícia

—Eu sou Cdzinha, mas só uso calcinhas da minha mãe e irmã, pois tenho vergonha de comprar as minhas, queria saber se, no caso de eu te dar o dinheiro, você poderia comprar uma lingerie tamanho M para mim, com fio dental e bojo?

—Só poderei amanhã. —relatou

—Tem uma coisa a mais—acrescentei—Você poderia comprar um pênis de borracha também?

—Sim, mas isso tudo vai lhe custar uns cento e vinte reais, ok?

—Com certeza—disse entusiasmado—Me encontre amanhã no andar de cima da lan house perto do shopping da cidade e eu lhe darei o dinheiro

—Ok, boa noite

—Boa noite—e desliguei o telefone

Fiquei tão entusiasmado que toquei uma punheta.

No dia seguinte levei o dinheiro, tive que pagar dez reais a mais do que o previsto e peguei a sacola com as minhas coisas, enfiei na mochila e fui para casa, nem tive tempo de falar com ela direito, tão apressado e envergonhado de que me vissem com uma travesti, que estava. Mas ela era linda! Usou o computador do lado do meu. Me reconheceu pela foto do MSN, tentou iniciar uma conversa comigo pessoalmnente, mas eu cortei logo e fui embora. E que bunda que tinha, Patrícia era mais bonita pessoalmente do que em fotos.

Quando entrei no meu quarto para dormir, depois que todos ja tinham ido, tranquei a porta e peguei meus brinquedinhos debaixo da cama.

Pus minha lingerie. Maravilhosa a sensação, meus peitos ficavam enormes nela (eu ja tinha um peitinho avantajado) e já enterrei a calcinha na bunda, sentia aquele tecido roçando no meu cu com uma satisfação enorme. Eu amava funk, então comecei a rebolar até o chão. Aí eu começo a olhar para o pinto de borracha, vesti-lhe uma das camisinhas que eu tinha, tirei a calcinha e comecei a penetrá-lo em meu cuzinho. Sensação dolorosa, mas aguentei firme, com muita dor. A dor era tanta que eu mordia o travesseiro, até a hora em que parou de doer e eu comecei com as estocadas. Em menos de um minuto eu gosei. Retirei o pinto de borracha do meu cuzinho, tirei sua camisinha, pus a calcinha, me ajoelhei no chão e comecei a chupá-lo, como se fosse um boquete. Meu pau se endureceu de novo, conseguia vê-lo por cima da calcinha. Abaixei a calcinha e comecei a tocar uma punheta com uma das mãos enquanto a outra segurava o pinto de borracha. Quando gosei eu resolvi fazer uma coisa diferente: tirei uma foto minha de lingerie no espelho do banheiro de meu quarto, carreguei em meu computador e enviei pelo msn para Patrícia, e fui dormir só de lingerie, mas de porta trancada e cobertor, para não correr o risco de que alguém, além dela, me visse.

No dia seguinte ela me respondeu...

Continua!!!O próximo conto promete!!

Comente os pontos negativos e positivos que acharam. Sua opinião é muito importante para mim.

Contato:

e-mail: [email protected]

Skype: Julianno Vicente

Beijocas, Luana CDzinha

Comentários

30/05/2015 17:40:33
Pode deixar!! Obrigado pelo carinho de ter comentado, você não sabe o quanto e importante ara mim! bjos
29/05/2015 18:14:34
Comecei a ler esse conto mais por curiosidade do que pelo tema... Mas a escrita é muito boa e o conto de uma simplicidade que nos envolve totalmente...ai quando percebi ja tinha acabado....Continua logo....bjs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Homem com pau grosso descabaça a filha dormindo contos eróticosconto homem levando a primeira vez a sua mulher pro protibulo pra se fodidaabaixar a musica so vei comigo vc n vai si arrebederxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezirmalouca pra perdero cabaco pro irmarimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinho100 foto chupando seioincesto encaixada no colo do pai perto da mamãeContos um caderante estrupou minha bucetapornô mãe usina puheta mãoo bucetaoda minha norasexo novos banho conhadas nuascontos eroticos campingeu sento no seu pau voce mim abraca e mim beija gostoso pornobucetinha super apertada sendo destruída por negao super roludo até arregalou o olhoSodomizando mae e filha contosentre uma foda e outra minha esposa beijando acariciando seu machoa cadela aguenta meu pau todinho zoofiliagraças a um cano estourado comi minha irmãcachorro com o focinho dentro da bucetafui iniciada como cadela e gosteiporno fodie minha entiada no cusaocontos de tio comedor esobrinho novinho gayConto porno ui ui ui meteiniciando um viadinho contocontos erotivos apostando baralho com sogra e cunhadamulher pelada com a b***** cheia de goza cobrindo a telavídeo pornô caseiro sabor chupança buchoincesto com meu vô contosvideo porno pega secretaria bricando ca xoxota na livrariao play boy e o plebeu 04 casa dos contosirmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémpau mostro q gata nao aguenta e pede pra da um tempo pq sua buceta ta doendoporno mae e filha transformadas em puta contonovinha shortinho finos pegando no pau do namoradopadrasto sodomitaxvideos minotauro tarado chupando tetasotodiz pornomeu conto erótico da Fiat Fiat toro vai comer elaxxxxxvideo mulher gosando wue nem louca e estralando a bucertaquero ver travestis sexo travesti comendo mulher da rola bem grande e grossa norm e homem comendo mulher também pode ser ou não tá difícilcontos.eroticos avo.peludo idoso bigodexvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretroXxvidii ela vai toma ni cucontos de sexo depilando a sograContos eróticos tarados na madrugadaenchendo abucetinha dalinda moreninha de espermatozoides video porno grativideos de sexo bruto gostosa na posiçao que intslei tudobaixar xvideos da mãe enfiando os braços dentro do cu e dentro da boceta e a filha também arrombando seus dóis buracos intensamente o filho chegou e comeu todas as duas enchendo seus dóis buracosvideos novinhas fazendo sequioso e gozandofazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elesobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideosfotos de profesor japonesa tamno abucetarevesando no cu da gravida pornonovinho.geminho..de.pau.durocachorro nao queria mas degrudar da mulher zoofilia video pornisexoalvesistoria da netinha qui o banhava lavando su cubaixar vídeo pornô mulher fazendo sinal com a mão presa na pia para o homem comer elameninas novinhas de mini saia e fio dentallindastopou na buceta qi ela bufouvidio de foda de cunhado dormindo na casa da cunhadaconto erotico motorista do ubercontos eróticos fudendo Edileuza a mulher do amigocontoseróticos invasão anal 3mulher bundona camsola curtinha trepand pornodoidochantagiei e comi o viadinho magrinho contoseu qeuro vidio di sexocoroas. de shortinho mostrando os. beicinhos. da chanaler conto erotico meu delegadopornos de cornudos a serem enrrabadosCoroas louco por sexo tique roludoCONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHAScasada sequestrada e estuprada na lua de mel pornovideos porno vai passar o'fds na casa da tia e fode ela