Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Fudendo dois cuzinhos virgens, graças ao futebol!

Autor: William
Categoria: Heterossexual
Data: 21/06/2015 12:29:41
Última revisão: 14/03/2016 21:59:26
Nota 9.76

Meu nome e William. Esse e meu primeiro conto de vários que irei relatar por aqui.

Vou me descrever para vocês, tenho apenas 21 anos de idade. Sou de Belo Horizonte – MG, 1,75 de altura, um dote comum, 18 cm mas bem grosso, não sou muito sarado mais tenho um físico bacana, cabelos escuros e uma boca que chama atenção, mesmo eu sendo branco, minha boca e de negro, herança do meu pai.

Eu nunca me achei um cara bonito, um homem comum, mas sempre consigo atrair alguns olhares femininos, mais o que eu tenho de positivo e minha ousadia, sempre fui pra frente e extrovertido e isso me fez ter várias experiências desde muito novo.

Meu pai faleceu quando eu ainda tinha 13 anos, era um negão muito safado, e me ensinou muita safadeza desde pequeno tanto que aos nove anos eu dei meu primeiro beijo na boca. E ele sempre me ensinava coisas novas por exemplo: Como pegar uma mulher de jeito, como fazer uma mulher ficar excitada apenas em um simples comprimento, meu pai manjava muito mais ele faleceu em um acidente de carro antes mesmo de eu conseguir perder a virgindade.

Meu pai era responsável pelo sustento da minha família, com seu falecimento eu, minha mãe e minha irmã mais nova passamos por diversas dificuldades. Minha mãe uma religiosa, vivia por conta da igreja, minha irmã tinha apenas 10 anos, então eu com meus 13 fui a luta para sustentar minha casa, trabalhando como servente de pedreiro, mas não larguei os estudos.

E trabalhando de servente acabei conhecendo uma família de 3 mulheres catarinenses. Dona Márcia que devia ter seus 37 anos, uma loira do olho verde com tudo em cima, uma coroa espetacular na minha opinião, lembra bastante a atriz Paola Oliveira, e suas duas belíssimas filhas. Jaqueline de 16 anos e Isabela de 14, eram bem parecidas, corpinhos desenhado por Deus, ambas baixinhas do cabelo longo, quando eu ás vi pela primeira vez fiquei muito impressionado com a beleza delas. Eu já tinha 14 anos quando as conheci e eu e o pedreiro colocamos apenas o telhado na casa, precisamos apenas de 3 dias, mas logo meu santo bateu com os delas e a gente conversou muito, e quando terminamos o serviço elas pegaram meu número e disseram que queria fazer amizade comigo.

Então saímos nós 3 no dia seguinte, e como eu sou bem extrovertido fiz elas rirem muito na sorveteria, eu fiquei maravilhado em como essas meninas tinha um sorriso incrível, e mesmo com tanta beleza eram duas meninas bem simpáticas, eu logo não me imaginei com chances e mantive a amizade.

Depois eu vim a descobrir que elas vieram pra minas por causa de dificuldade financeiras, e aqui em BH dona Márcia tinha essa casa de herança, e tendo uma casa própria ela teria mais tranquilidade em refazer a vida, e colocou as meninas em uma escola diferente da minha e começou a trabalhar em um motel no horário de 20:00 ás 6:00. Mas em pouco tempo conseguiu se tornar gerente e deu um upgrade legal em sua vida, tanto que teve condições de trocar o telhado em sua casa pagando à vista.

Passaram 1 mês e meio mais ou menos que eu vinha conversando com elas, eu mesmo tendo 14 anos de idade já tinha uma mentalidade muito diferente das pessoas de minha faixa etária, muito se deve ao fato de eu sustentar minha casa, e tinha um corpo bem desenvolvido, consequência disso foi várias meninas que fiquei na época e algumas eu consegui ir pra cama, várias virgens e eu estava bem satisfeito pois meus amigos estavam começando a beijar uma garota ou outra. E um ponte forte que tenho até hoje e a descrição, e isso me trouxe muitos benefícios.

E algo que eu achava impossível aconteceu, rolou um clima com a Jaqueline, e ficamos, e transamos, ela não era virgem mais tivemos um longo caso de outubro de 2009 até o início de janeiro de 2010. Tudo na calada como eu gostava e ela também, mas Dona Márcia sabia, e aprovava, ela me queria como genro, muito em virtude a minha maturidade e ser um cara honesto e trabalhador, mas a gente não estava afim de namorar e paramos de ficar, mas a amizade não mudou nada, nós dávamos muito bem e eu vivia na casa dela.

E minha presença constante na casa delas me trouxe outra surpresa, a caçula Isabela já com seus 15 anos, nossos 15 anos pra ser mais exato, acabamos ficando em janeiro mesmo, e transamos também, incrível, duas irmãs, e a Jaqueline quando descobriu nós apoiou bastante, mas logo terminamos também, mas a amizade continuou, eu estava passando o rodo no bairro e inclusive fiquei com a Jaqueline novamente nesse pequeno período que eu estava com a Isabela, mas sem sentimento com nenhuma, apenas sexo.

No mês de março acontece algo mágico que mudou minha relação com as duas. Eu sou fanático pelo meu time Atlético – MG, e desconhecia o gosto de futebol dessas meninas, até que o time delas se classifica na Copa do Brasil em 2010 e iria pegar justamente meu Galo. Esse time e o Chapecoense, eu nem sabia que existia esse time nessa época, descobri quando recebi um delicioso abraço das duas dizendo que nossos times iriam se enfrentar, eu fiquei com pena delas, iriam tomar uma sapecada do meu Galo, já no primeiro jogo. Não, eu estava errado.

Eu não tinha condições financeiras muito boa na época, e com isso eu fui assisti esse jogo com elas pois elas tinham canal fechado, eu e as duas, essa hora a mãe estava trabalhando, e eu mantando aula, algo bem comum para mim, que sempre matava a aula por causa de um rabo de saia ou para ver o Galo jogar. E quando eu me assusto, gol da Chapecoense, Sagaz o nome do infeliz, nunca esqueço, essas meninas me abraçaram como se eu também torcesse pro time delas, me zoaram, riram e eu fiquei muito nervoso. Como pode Galo? Perder pra esse time, mas perdeu. Fiquei muito nervoso e elas me zoavam:

- Puta que Pariu, e o melhor time do Brasil !

Eu realmente era obrigado a ouvir aquilo? Sim, eu era, e num tom de raiva e sem pensar eu disse:

- Comemorem mesmo, porquê quando chegar aqui em BH vai ser no mínimo 4!

Elas riram muito de mim, me ironizando, achando que eu estava sonhando alto, e de fato eu não botei fé no que eu disse, até que a Jaqueline disse:

- Se o Galo não fazer pelo menos 4 você vai ter que comer a Ronilda tá William?

Eu logo pensei, Ronilda e crueldade demais, era uma menina afim de mim, mas ela de fato não fazia meu tipo. Acredito que não faz o tipo da grande maioria dos leitores, uma menina porca, mal cuidada, mal hálito entre outras qualidades não muito boas. De fato ela queria mesmo me ferrar então eu disse:

- Ronilda e sacanagem, tem outra coisa pra pedir não?

Jaqueline então respondeu:

- Uai William (Sim, ela disse esse “uai “) não confia nesse seu Galo não?

Isabela também entrou no assunto e disse:

- Você sabe que vai ser eliminado e não quer apostar né William?

E muitas risadas ecoaram naquele lugar, eu fiquei muito irritado, que situação desagradável aquela então eu por impulso disse:

- Combinado então! Mas se o Galo meter 4 eu vou querer comer a bunda das duas juntas!

Assim que completei a palavra juntas, me bateu um arrependimento na cabeça, porque eu disse isso? Estou ficando doido? Não acredito que perdi a razão. Mas foi surpreendente a reação delas, Jaqueline disse:

- Combinado! Se o Galo meter 4 ou mais a gente perde o cabaço da bundinha pra você, mas pode preparar para comer a Ronilda!

Muitas risadas delas e Isabela completou:

- Até parece que seu time vai fazer isso tudo, você e doido William!

Elas receberam aquela bobagem bem, não acreditei, até pensei em voltar para trás mas mantive minha posição.

- Preparem a bundinha de vocês que eu vou comer!

Elas riram muito, elas sabiam que o Galo não faria isso, eu também sabia que não dava, ou melhor, achávamos.

Ficou combinado, eu imaginava que iria perder, mas eu não estava disposto a pagar aposta, elas não poderiam me obrigar, então se passou duas semanas até que chegou o grande dia. Lá estava eu na casa delas de novo, elas com a camisa do Chapecoense e short curto, que visão maravilhosa aquela, eu com um short Jeans improvisado pois era uma calça antigamente, chinelo velho e uma camiseta sem detalhes, que elas adoravam pois meus braços eram bem bonitos, eu era bem simples mas elas não se importavam com isso.

Diacomo esquecer esse dia, esse dia foi inesquecível para mim. Começa o jogo elas felizes da vida, me zoando que iria comer a Ronilda e eu só dizendo para elas preparar a bundinha. Elas de fato não acreditavam que o Galo faria 4, nem eu, mas eu precisava manter a pose. Então Fabiano faz 1 gol, 1 x 0 pro Galo. As risadas acabaram e começaram a sentir as belas bundas prestes a levar rola.

Começou o segundo tempo, o resultado levaria o jogo para os penaltys, mas eu precisava de mais 3 gols, estava difícil acreditar então foi penalty pro Galo e gol do Tardelli. 2x0 para o Galo, fiquei muito feliz e esqueci da aposta pois meu time estava classificando e elas caladinhas. Logo lembrei da aposta com o gol do Penta Campeão mundial Júnior, golaço de fora da área e 3 x 0 pro Galo. Minha pica até ficou dura com aquele gol e elas começaram a deixar as lágrimas escorrer o rosto. Galo fez 4 x 0 com Fabiano, eu fui a loucura e dei um selinho na boca de cada uma de tão louco que eu fiquei. Elas já não tinha nenhuma reação, Isabela até tirou a camisa e jogou longe e ficou só de sutiã verde, que visão deliciosa, que jogo maravilhoso, meu time estava me proporcionando dois cuzinhos virgens, de duas gatas, e que iriam me dar juntas, tudo dando certo até que Renan Oliveira fez o quinto, 5 x 0 pro Galo. Não consegui ficar parado e já estava de pica dura eu só gritei:

- CHUPAAAAA MEU PINTO PORRAAAA!!

Eu não disse de forma literal, mas elas levaram ao pé da letra, sem falar nada as duas ajoelharam na minha frente juntas, até assustei, elas vieram e colocaram meu pinto para fora e começaram um boquete duplo. Que delicia estava aquele boquete, duas princesas lindas me chupando aguardando o pior. Então Tardelli faz mais 1, Galo 6 x 0, elas nem quiseram ver, estavam ocupadas demais pagando um boquete para mim, quando eu estava prestes a gozar tirei meu pau das suas boquinhas e comecei a tirar a roupa delas, bem devagar, fui tirando a roupa e beijando o pescoço de cada uma, aquela cara triste de cada uma logo foi se tornando sorrisos, elas estavam entrando no clima, deitei elas no tapete da sala lado a lado e comecei uma seção de linguadas e dedadas, as duas se contorcia com a minha manipulação, então comecei a brincar um pouco com o anel delas, Isabela até tentou tirar meu dedo, mas eu fiz uma pergunta bem direta para ela:

- Algum problema Isabela?

Isabela percebeu minha seriedade e respondeu:

- Não William!

Aquilo me deu mais tesão, as duas estavam submissas, então comecei a tirar a minha roupa e elas vieram me ajudar e fui pegando as duas levando elas pro quarto da mãe delas, de fato, eu estava louco, elas até tentaram falar alguma coisa mais desistiram, aquela noite elas eram minhas, quando ameacei meter na Jaqueline, ela já me pergunta cadê a camisinha, eu mando Isabela pegar na sala no meu bolso, ela vai e volta muito rápido, mando ela colocar com a boca no meu pau, e ela faz prontamente, que delicia estava aquela bagunça.

Eu estava incrédulo com o que estava acontecendo, eu não sabia muito bem o que fazer, pois era a primeira vez que ficava com duas, e nem em filmes pornôs eu tinha visto isso, mas o tesão era muito grande, então comecei a penetrar a Jaqueline, comecei bem devagar no clássico papai mamãe, mas bem pertinho estava a Isabela, a qual a gente trocava beijos e eu chupava seus seios, a Jaqueline se contorcia de tesão:

- Isso William, seu safado, que delícia!

Logo mudamos de posição e Jaqueline veio por cima, começou a cavalgar de costas pra mim, e a Isabela veio com a buceta bem na minha cara, aquilo estava incrível, cada rebolada da Jaqueline eu ia em outro mundo e voltava, de fato aquela putinha tinha talento, e aquilo estava me fazendo quase gozar, então fiz ela parar um pouco, pois eu queria aproveitar muito aquele momento, então já mudei ela de posição novamente, puxei ela pelos cabelos e empurrei sua cabeça pra frente, empinando bem a bunda pra trás, ela achou que seria essa hora o momento de pagar a aposta, mas não, ainda não. E naquela posição comecei a bombar muito forte, puxando seu cabelo e distribuindo tapas em sua cara e em sua bunda, enquanto isso Isabela me agarrava pelas costas, me beijando e me chamando de gostoso em meu ouvido. Eu sabia que elas queria poupar o cuzinho, me dando um chá de buceta, mas eu queria aqueles rabinhos.

Logo senti que Jaqueline gozou, então rapidamente desengatei minha rola, ela caiu exausta de lado na cama, e eu rapidamente peguei a Isabela que estava nas minhas costas e a coloquei exatamente na mesma posição de sua irmã, e metia com força e com velocidade, puxando seus cabelos e dando várias tapas, igual fiz com sua irmã, e ela gemia de prazer, e aquilo me excitava e muito. De repente a Jaqueline se recupera e vem logo do meu lado me beijando, e eu estava socando na Isabela que já estava prestes a gozar. Essa putaria já devia estar rolando a uma hora, quando Isabela começa a gritar coisas sem nexo e gozar. E eu não me contive, senti que iria gozar também, rapidamente tirei meu pau da buceta da Isabela, tirei a camisinha e já fiz as duas se ajoelharem perto de mim, comecei a me masturbar um pouco e jorrei muita porra na cara e no corpo das duas.

Eu estava morto, as duas conseguiram sugar toda minha energia, mas meu pau se manteve duro. Fomos para o banheiro do quarto, tomar um banho, eu de fato não estava pensando mais no rabinho delas, estava satisfeito, mas aquela água quentinha e as duas me beijando, logo eu já estava aceso de novo. Meu pau duríssimo e a Jaqueline começa a me fazer um delicioso boquete e a Isabela me oferecia os seios para mim chupar, então começo a bater uma siririca gostosa para Isabela enquanto chupava seus seios, e começo brincar com seu cuzinho, ela tentou reclamar:

- William, não faz isso, você sabe que não gosto!

Eu logo disse:

- E da í? Esqueceu que esse cuzinho e meu agora ?

Ela nada disse, apenas abaixou a cabeça e deixou meus dedos trabalharem, logo levantei a Jaqueline e encostei as duas, lado a lado e as fiz empinar bem a bunda e comecei a comer a buceta das duas de novo, sem camisinha mesmo, revezando bem as estocadas, com a aquela agua caindo deliciosamente em nossos corpos, eu metia devagar, mas com força em cada uma, dava umas 5 estocadas, eu trocava, e assim eu ia me aproveitando o máximo daqueles corpos.

Então resolvi comer o rabinho de Isabela, peguei o sabonete molhei um pouco, e comecei a passar em seu rabinho enquanto comia a buceta de sua irmã, ela já percebeu o que ia acontecer e pediu pra mim ir devagar, tirei o pau da buceta de sua irmã e passei um pouco de sabonete no meu pau a mais um pouco no rabinho dela, e pus só a cabecinha. Pensem em uma menina que gritou alto? Pois é, ela gritou bem alto, não era o primeiro cuzinho que eu comia, mas era o primeiro virgem, pedi calma a ela e fui colocando mais um pouquinho, e percebi as lágrimas descendo em seu rosto, me senti um pouco culpado, mas estava com mais tesão do que culpa, então parei na posição pra ela se acostumar, e comecei a brincar com sua bucetinha, enquanto Jaqueline me beijava, Isabela começou a gemer baixinho, então peguei mais sabonete e passei no seu rabinho e enfiei mais um pouquinho sem parar de mexer com sua buceta, e ela gritava mais menos, então pedi pra ela relaxar o cuzinho, que iria doer menos, comecei a beijar seu pescoço e falar baixinho no ouvido dela o quanto ela era gostosa, e fui enfiando mais e mais, até que consegui enfiar tudo, ela até assustou quando tudo estava dentro, ela estava chorando muito, mas o fato de eu estar á masturbando, beijando seu pescoço e falando besteiras em seu ouvido fez ela ficar bem mais aliviada, Jaqueline já estava nas minhas costas me beijando todo, e passando as mãos em minha barriga e comecei a socar devagarinho em Isabela, ela estava sofrendo, mas eu já percebia que ela estava gostando, até rebolava timidamente em minha rola, então comecei a socar um pouco mais rápido, ela pediu pra mim parar, não estava aguentando mais. Atendi seu pedido, já tinha conseguido comer aquele cuzinho mesmo, rapidamente tirei do seu cuzinho e já enfiei na buceta novamente, não demorou dois minutos e ela gozou, e caiu de lado no banheiro, ela não conseguiu sentar normal, realmente eu fiz um estrago nela.

Então eu olhei para Jaqueline, era a vez dela, mas ela estava tranquila, parecia que queria aquilo dentro dela, rapidamente ela se posicionou em minha frente, e com o mesmo sabonete fiz o mesmo processo. E comecei a entrar, mas ela não reclamava tanto de dor igual a irmã, mas as lagrimas desceu em seu rosto também, mas junto com as lágrimas tinha um sorriso, quando enfiei tudo, achei que por ela estar gostando eu já podia socar com força. Engano meu, na primeira estocada ela me deu um tapa no braço que eu a segurava, pedindo calma, então fui devagarinho e ela foi gostando, e aos poucos fui aumentando o ritmo e ela foi me acompanhando. Estava incrível aquela foda e quando acelerei demais ela reclamou de novo.

- Calma William porra, e a minha primeira vez, calma!

E eu fui indo devagarinho novamente, mas estava muito gostoso aquele cuzinho, nisso a Isabela se levanta e começa a ver de perto aquela foda, Isabela não estava acreditando muito no prazer em que sua irmã sentia:

- Feosa, você está gostando mesmo disso?

Ela logo respondeu:

- Está muito bom, mete William.

Ela teve um pouco de dificuldade de falar mas logo comecei a meter com mais força e dessa vez eu a masturbava igual fiz com a irmã. E rapidamente gozamos, elas em meus dedos e eu em seu cuzinho.

Agora eu estava morto de verdade, tomamos um banho, as duas me beijando todo, fomos pra sala nós vestir e elas disseram que foi incrível a nossa transa, e que deveríamos fazer mais vezes. Eu concordei e logo percebi que eu tinha dado muita sorte.

Derrepente chega Dona Márcia, ela se assustou quando me viu.

- Uai William, você por aqui essa hora?

Ai eu percebi que já era 6:25 da manhã do dia seguinte. As meninas riram e disseram que acabamos dormindo depois do jogo na sala mesmo, ela não comentou nada mas não acreditou muito, mais a Dona Márcia iria sentir o que eu fiz com suas filhas, mas isso fica para a próxima.

Fui embora satisfeito, uma experiência que jamais irei esquecer.

Espero que tenham gostado, votem e comentem para que eu possa contar mais experiências. Esse foi o primeiro, obrigado pela atenção galera.

[email protected]

Comentários

02/02/2017 20:04:41
Nossa... ótimo... "fui colocando mais um pouquinho, e percebi as lágrimas descendo em seu rosto". Gozei lendo tua narrativa. Vou esperar para ler o proximo... mas como escreve e narras bem, certamente sera igualmente prazeroso. Nota 10 por falta de valor mais alto!
29/06/2016 15:27:09
muito bom, adorei
07/03/2016 04:20:22
ótimo conto
29/09/2015 08:58:26
Ótimo conto, Willian, muito excitante. Apostar contra a Chapecoense na Arena Condá é mesmo arriscado. Até eu que sou corinthiano pensaria duas vezes antes de fazer isso. Rss. Pelo jeito o campeonato brasileiro deste ano vai estar entre nós e vocês. Quanto ao resto... Mas pra ganhar duas ninfetas gostosas como essas, eu até apostaria contra o meu time. Nota dez!
01/09/2015 18:46:12
Imagine se eu apostasse igual na ultima copa, naquele jogo da Alemanha. Rss. Muito bom este relato. Como tinha lido o outro, entendi como tudo começou. Nota dez e fiquei contente com a visita no meu conto. Bjs.
01/09/2015 12:54:26
muito legal bela historia.
01/09/2015 02:30:05
Minha querida Val, já postei a continuação, confira kkk. Bjs William
22/06/2015 21:27:20
Agradeço a atenção de todos, tem muito mais coisas que esse acontecimento me proporcionou, vou contar tudo para vocês kkkk Qualquer coisa podem me escrever. [email protected]
22/06/2015 19:46:53
Muy bueno,me gusto adoro una buena bundinha de garota brasileña,yo more en Rio, que saudades, cuantas bundinhas tan gostosas q yo me comi,soy jaime,español agora moro en Chile,viajare a Brasil escribanme [email protected]
22/06/2015 11:22:36
Excelente conto
22/06/2015 06:21:32
Conte mais !!!
22/06/2015 02:31:06
Amei uma delicia de conto, espero ler outros com as suas delicinhas
21/06/2015 22:26:44
VALEU, MUITO B0M!
21/06/2015 20:40:28
continue pfvor
21/06/2015 18:04:27
Muito bom...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


filha faz as pazes com o pai xxxwww.casadoscontoseroticos/tema/por que eu te amo amarreixv homens encoxando em mulheres 2017video porno amigo do meu marido me comeu e fingi que n percebitransando com cachorro e vizinhocontocalça legue mostrando abuçetaporno filho Engravidar mae dormidocontos porno com padre gaypica dura do peão de rodeiocasada santinho e seu corninhoposo enchuga o meu priquitoporno olhei peguei chupeiposo enchuga o meu priquitoxvide garoto cebra a fimose comeno buseta video porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiafilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..esposa de mente fertil pornoXVídeos gay com truculênciacontos sadomazoquismo estuproabusada cruelmente por um negro roludo pornoMas que dor horrível conto pornoContos eroticos incestos bato todos dias punhetas para minha filha paulacontos eroticos de mullheres que aman barbeariatravesti come cu da funkeiragostosa gordinhas tirando cabeçacontos eróticos mulher transando com negãovideos provocado meu cunhado do pau grande setei em cima2 mulequis regaca a buceta da novinha branquinha tesudaconto cu entaladoAS CARIOCAS PORNO VIOLENTO 2009xvideos com pomba gira brasileiros encorporadassou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticosexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozasoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornôMeu Padrasto parte-01 Autor Alex - Casa Dos Contosler contos reais acontecido esse ano de 2017 de maridos que de tanto insistir viraram cornos mansinhocontos eroticos de evangelicas metendoanythingcontos eroticos comeu eu minha filha e sublinhacadelas casadoscontoszoofiliafotos de pau duro cabeçudoo garotinho do semáforo contos eróticos reaisconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadorxvedeos dejado busetao rochocontos eróticos/afeminado no ônibuscontoerotico chantageado por pMeu padrasto bella&alexxvideo guardondo o pau nacuecacontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homensxvideo casadinha fica louquinha com eletrecista dotadotemto core mais eu pegeibrasilera xvideobaixando GTA tomando banho no banheiro tocando siririca eu não aguentei e ajudei ela comendo elacarolzinha ninja trepanomeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoponodoido meu pai e minha babaxvideos com pomba gira brasileiros encorporadasquero ver 100 foto de morena cavala e coroa deitada na cama pelada com as perna aberta e segurando ho calcanharcontos eroticos pegando minha tia gravidapunindo escrava sadomasoquismoConto erotico fui enrabada por 5machos a forçaBaixar Videos Porno Mulheres Bem Gostosas da Bunda Grande Querondo rola e Loca de Tesao Baixarconto erotico soquei um pau de borracha na minha esposa sem ela percebercoroas de fio dental tão cheia de tesão Cheguei cheguei escorregando pela sua b*****mulher flaga sua amiga do rabao uma morena dando o cu para seu marido negao dotado com o penis de 030cm e da tambennovinha de biquine fazedo sexo de ladinho colado bem devagarinho no cuzinhofui arrombadohomemsexo homen em esteio rsTudo grandão youtubepornocontos eróticos grátis de meninas mimadacontos eroticos perdi meu caboca pro meu caoA buceta da minha mãe soniabem quietinho cornitudecontos uma delicia de vizinha 8aninhosProdroto meti pau dura na buceta da entiada dorminofilmes pormo irmar prima irmor bracileroporno contos cunhado novinhogozda de mjlher cue gorra lonjeiniciou programa travesti cuzinhofilhinha puta fazendo gang gang com os vizinhos taradoFamílias nudistas sem tabus todos pelados nas praias e também em casa. Casa dos contos.contos eroticos de moreno perigosoRelato erótico feijoada da titia raimundawww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra foderxvidio menina vigem perdi avigidadi gosano nasiririca escondidasaudades faze sexo com a minhia esposaver videos d incestos baianinha gozano dentro da bucetaContos swing minha comadre e eu desfilando de calcinha para nossos maridosmulher tomam do tiro nabuseta de revolvertendo prazer filhinha youngmeu amante haitiano tem pau muito grosso e gostosocontos de sexo com senhores Safadãopaicomeu eu minha irmahomem nu da cu padres e semináristasvideo omem fragado botando arola pra levantando as saia das muulhres dentro do onibuns