Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Um homem com uma virgem - Livro 2 - Penúltimo Capítulo - Versão Jonh

Categoria: Heterossexual
Data: 26/06/2015 18:16:20
Última revisão: 26/06/2015 18:18:03
Nota 10.00
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi pessoal, desculpem a demora mas estou em época de provas e entrega de TCC e só agora consegui um tempo pra continuar a história!

Eu tomava meu café em companhia de Elisabeth na manhã após o casamento de nossa filha Alyssa. Minha esposa estava radiante e comentava com alegria os acontecimentos da noite anterior. Eu sabia que Alyssa seria feliz ao lado do marido mas isso não diminuía o ódio que sentia por ele. Antes que terminássemos a refeição fomos interrompidos pelo criado que trazia um embrulho e uma carta endereçada a mim. Reconheci o brasão dos Morgan e sabia quem o havia enviado....Procurando esconder meu incômodo diante de Elisabeth abri o pacote e me deparei com um lençol branco dobrado.....sem pensar muito abri e vi que o mesmo esta manchado de sangue...minha vista turvou de ódio e eu me sentei para ler a carta que dizia:

"Prezado sogro, muito obrigado por ter mantido sua filha virgem para mim, esse lençol prova que todos honramos com a palavra dada anteriormente e conforme o prometido informo que a menina gozou 6 vezes!

Me sinto um homem realizado e feliz pois como eu imaginava sua filha é uma putinha safada que me implorou pra ser enrabada logo na noite de núpcias! Ah, que menina deliciosa é sua filha Mr. Jonh...é uma pena que nunca verá a carinha dela quando está gozando...sem contar os gritos e gemidos....com certeza puxou á mãe!

Serei eternamente grato ao senhor meu sogro por ter me permitido comer sua esposa em sua frente todos esse anos...sua filha Anne também é maravilhosa e o senhor mesmo presenciou o quanto a putinha gozou no meu pau....mas prometo que de agora em diante serei apenas de Alyssa...acho que com uma esposa tão safada assim eu não preciso ter uma amante...pelo menos não enquanto ela me der tanto prazer....

Cordialmente,

Seu genro, William Morgan "

Minha palidez deve ter assustado Elisabeth que imediatamente tomou a carta de minhas mãos e começou a ler...seu semblante foi se modificando e ela enfim disse:

- Nossa, que susto Jonh! Pela sua cara achei que tinha acontecido algo com nossa filha! Eu a olhei com raiva e disse:

- Aconteceu sim Elisabeth! Aconteceu que ela se casou com o homem que mais odeio no mundo e a culpa é toda sua!

- Espera aí, culpa minha coisa nenhuma! Eu nada tenho a ver com essa rivalidade de vocês!

- Se prefere acreditar nisso então fique a vontade minha esposa mas fique sabendo que ele me pagará por essa afronta...ah isso eu garanto! Ela me olhou assustada e antes que dissesse alguma coisa eu sai de casa. caminhei até a casa de minha cunhada....Anne me viu da janela e fez sinal para que eu entrasse...eu obedeci e ela me perguntou sorrindo:

- O que faz aqui papai? Por acaso sentiu saudades? Tomei-a em meus braços e beijei sua boca com violência...ela retribuiu mas disse:

- É melhor subirmos...minha mãe deve estar voltando...fomos para seu quarto e nos beijamos de novo...ela enfiou as mãos dentro da minha calça e segurou meu pau com força...eu gemi e ela disse:

- Nossa pai...o senhor está com muito tesão né?

- Estou Anne...estou com tanto tesão que não vou nem tirar suas roupas....Ela sorriu e eu a coloquei encostada na mesa...abaixei suas anáguas e minhas calças....com as mãos abaixei seu vestido e apertei seus peitos...ela gemeu e eu meti meu pau dentro daquela boceta com tudo....ela arfou dizendo:

- Ai que gostoso pai...ai que delícia sentir o senhor me comendo com força...Eu dei dois tapas naquela bunda gostosa e a menina pulou....puxei ela pra mim com tudo e gritei:

- Mexe puta...empina essa bunda...quero sentir meu pau todinho dentro dessa tua boceta arrombada....rebola no meu pau cadela safada! Eu estava alucinado e a menina rebolava gostoso demais...meu pau deslizava dentro dela enquanto eu mordia seus ombros de leve e lambia sua orelha....não consegui segurar e gozei dentro dela...um gozo rápido e forte....ela se assustou mas continuou rebolando e gritando:

- Ta gozando papaizinho? ta gozando na boceta da filhinha puta? Ai que pai apressadinho que eu tenho, nem esperou a filhinha gozar primeiro....goza papai...goza bem gostosinho na boceta da sua filhinha goza ...enche de porra quente essa boceta que é só sua.....Eu gozava e arfava feito um animal... virei ela de frente pra mim e beijei sua boca novamente dizendo:

- Filha safada do caralho! gosta de dar a boceta pro próprio pai não gosta?

- Adoro pai...mas gosto de gozar também...hoje o senhor nem deixou eu gozar....Eu ri e disse:

- Então tira a roupa que seu pai vai te fazer gozar...anda.. fica nuazinha pra mim putinha! Ela tirou a roupa em segundos e eu a peguei no colo...joguei a na cama e disse:

- Abre essas perna pra mim puta...arreganha bem que eu vou chupar essa tua boceta melada....Ela abriu e eu enfiei meus dedos dentro dela...a menina se contorceu de tesão...a boceta estava cheia de porra mas eu chupei mesmo assim...ela gemia descontrolada e eu chupei e acariciei até que ela gritou:

- ai...ai pai...ai to gozando pai...to gozando gostoso...ai que delícia...ai que gostoso pai.....ai..ai..ai to gozando....to gozando!

- Isso cadela ordinária! Goza pra mim Anne...goza gostoso pro teu pai filha safada! Puta arrombada! goza safada...ela gozava e eu estava pronto de novo pra meter....minha fúria me deixava louco de tesão e eu tirei minha calça e fiquei só de camisa caso precisasse sair rápido...coloquei a menina e 4 e disse:

- Empina esse cu pra mim Anne...empina que teu pai vai te enrabar agora...anda vadia...empina esse rabo delicioso pra mim! Ela empinou e eu meti com tudo naquele cu apertado...a menina gemeu de dor e tesão e eu a puxei pra junto de mim...apertava seus peitos e beijava sua boca...metia alucinadamente e lhe dava tapas gritando:

- Rebola puta! mexe essa bunda com vontade! Não vê que teu pai ta louco de tesão nessa tua bunda! anda vadia! rebola pro teu pai Anne! Ela rebolava e gemia gostoso:

- Ai pai...ai que delícia....ta arrombando o cuzinho da sua filhinha safada...a filhinha adora dar o cu pro papai...ai...ai pai...mete...mete com tudo no meu rabo mete?

- Meto sim vagabunda...meto gostoso nesse teu rabo cadela safada! Ela rebolava gostoso e eu enfiei os dedos na boceta molhada dela...ela gemia cada vez mais alto e eu gritei:

- Goza puta! Goza logo que teu pai quer te encher de porra! Anda menina goza pro teu pai goza vadia! Ela rebolava e de repente começou a gritar...seu corpo todo tremia e ela disse:

- Ai..ai..ai to gozando pai...to gozando de novo...ai...ai que gostoso....ai que delícia...to gozando...to gozando....goza também pai goza gostoso no cu da sua filhinha goza? Ela nem precisava pedir pois eu já estava gozando dentro dela...um gozo forte que deixou minhas pernas trêmulas...enchi aquele cu de porra e gritei:

- Vagabunda! to gozando puta! To gozando no teu rabo menina vadia! cadela safada! Sente a porra quente do teu pai no teu cu Anne...sente teu pai gozando gostoso no teu rabo menina vagabunda! Ela gozava e rebolava e eu fiquei engatado nela um tempo...depois me acalmei e me vesti...olhei pra ela nua na cama e disse:

- Filha deliciosa! Não nasceu mesmo para ser mulher de um homem só! Ela sorriu e eu continuei:

- Vim aqui me despedir de você Anne...Ela me olhou com atenção e eu continuei:

- Vou te dar uma grande quantia em dinheiro pra que você possa fugir e só retornar quando for dona de sua vida...mas peço que não fique na cidade ou nada poderei fazer para impedir seu casamento! Ela me agradeceu com os olhos marejados:

- Obrigada pai..não sabe como me sinto feliz em me ver livre desse casamento odioso! Aquele homem que me arranjaram é um frouxo, nem se comparara ao meu paizinho querido....Eu ri e a beijei de novo.....ela tentou abrir minha camisa mas nesse momento ouvimos a carruagem de Margareth chegando e Anne me ajudou a sair escondido pelos fundos da casa...me deu um longo beijo e disse:

- Obrigada por tudo pai!Parto o mais breve possível e quando me instalar mando uma carta informando meu paradeiro! Eu assenti e fui embora deixando pra trás a menina linda que eu deflorei e que por sorte ou azar era também minha filha...

Um mês após o casamento de Alyssa ela e o marido nos visitaram, recebi minha filha e seu marido com toda educação do mundo...Will me fitava com seu olhar irônico de vencedor e embora eu sentisse um ódio mortal eu procurei disfarçar...a conversa discorreu agradável até certo ponto quando eu lhe perguntei:

- E então meu genro querido, como vai sua irmã Emma? faz tantos anos que não a vejo! Continua tão bela quanto antes? Ele me fitou surpreso e disse:

- Sim, Emma está ótima e muito bem casada...Eu respondi:

- É mesmo uma pena que mulheres como ela se casem...ainda mais depois que se toma conhecimento da forma e por quem a menina foi deflorada.....Will arregalou os olhos e olhou para sua esposa que parecia não entender nada...Eu continuei:

- Ela me lembra muito Anne que fugiu sem deixar rastro...sempre achei que aconteceria isso com Emma....fiquei surpreso quando se casou com aquele francês.....mas e sua mãe está boa também? Ele me encarou e respondeu em um tom seco:

- Sim, minha mãe está ótima, por que tantas pergunta senhor meu sogro?

- Nada meu genro, saudades apenas...faz muito tempo que não as vejo...não sei se sabe mas certa vez elas vieram me visitar..sua mãe e sua irmã...naturalmente Elisabeth não estava em casa...então eu fiz companhia para elas...elas saíram daqui bastante satisfeitas.....Ele me olhou com ódio e disse:

- Minha irmã e minha mãe? Interessante senhor...dessa forma podemos dizer que estamos quase empatados não? Embora eu leve uma certa vantagem sobre o senhor.....Alyssa nos olhava com estranhamento mas Elisabeth estava pálida...ela sabia que eu tinha me deitado com a mãe e a irmã de Will anos atras...Eu sorri para meu genro e disse:

- É Verdade...uma leve vantagem...mas nada me impede de empatar...Ele perdeu a cabeça e se levantou dizendo:

- Se ousar tocar nela eu te mato! Eu ri e disse:

- Acalme-se meu jovem...é só uma suposição....e não se preocupe pois se isso acontecer faço questão que esteja presente....Ele se levantou e disse:

- Vamos embora Alyssa...seu pai está ficando senil! Eu ri do ciumes dele...sabia perfeitamente o que é ter a mulher amada nos braços de alguém que você odeia... Elisabeth me fitou com total reprovação e saiu me deixando sozinho na sala...nada me importava naquele momento...só a vingança que em breve eu teria concluído...

Dias depois dessa tarde meu genro foi raptado na porta de casa sem deixar rastro....minha filha e esposa ficaram preocupadas mas ele estava em segurança e mais perto do que imaginavam...deixei que ficassem preocupadas por quase dois dias e lhes dei a notícia que ele estava bem e eu podia levá-las até ele....Elas me seguiram até o quarto secreto..abri a porta e elas puderam ver Will algemado a cama...na frente dele um homem armado me encarou e saiu deixando-nos a sós....Alyssa correu pra o marido e Elisabeth me encarou perguntando:

- O que pensa estar fazendo Jonh?

- Me vingando Elisabeth...me vingando! E se não quiser fazer companhia para o seu genro é bom que fique calada e me obedeça! Olhando pra ele eu disse:

- Espero que esteja bem acomodado Will...logo vai começar o espetáculo...mas antes quero conversar com sua esposinha... Peguei o lençol manchado de sangue e a carta que ele tinha me enviado no dia após o casamento e entreguei a minha filha...Alyssa leu a carta e seu semblante foi modificando...ela empalideceu e olhou para o marido dizendo:

- Então foi pra isso que guardou o lençol de nossa noite de nupcias Will? Para humilhar meu pai! Já não bastava ter se deitado com a mulher dele todos esse anos?! Ele empalideceu e disse:

- Foi só uma brincadeira meu amor...

- Não me parece uma brincadeira...a impressão que tive é que não se casou comigo por amor e sim por vingança! Não creio que fosse necessário falar para ele detalhes de nossa noite de nupcias e lembrar que se deitou com as duas filhas dele e a esposa.....Will desesperado tentava argumentar:

- Eu te amo sim Alyssa, mas precisa saber que seu pai não é esse santo! Ele deflorou sua irmã e eu quis livrá-la de um destino igual! Eu intervi:

- Você contou pra sua esposa que deflorou sua irmã Emma, Will? E que se deitava com ela e sua mãe juntas? Ele empalideceu e Alyssa chocada se sentou, eu sem piedade continuei:

- Aqui nesse quarto nenhum de nós é santo, todos cometemos erros com exceção de Alyssa...por enquanto....

- Você não tocará na minha esposa Mr. Jonh! Eu olhei pra ele e disse:

- Bem....estou disposto a negociar....sua vida está nas mãos dela meu genro...Elisabeth gritou enfurecida:

- Não! Você não teria coragem Jonh!

- Querem pagar pra ver? Não será nenhum problema eliminar esse rato que a tantos anos me incomoda...Alyssa suspirou fundo e decidiu:

- Acho sua vingança justa meu pai...me deito com o senhor mas quero que me prometa que essa rivalidade termina aqui...

- De minha parte tudo bem, me sentirei vingado e em paz...prometo que não tocarei em um fio de cabelo de seu marido.

- Ótimo, então estamos combinados. Eu garanto que Will também deixará de te perturbar e todos poderemos viver em paz. Naquele momento eu vi o quanto ela era parecida com Elisabeth em sua forma racional de resolver as coisas...me encarou falando:

- Estou pronta papai...como vai ser? Eu fui tomado pelo desejo e disse:

- Ainda não sei......tira a roupa pra mim...quero ver você peladinha primeiro....Elisabeth ia protestar e eu disse:

- Você também minha esposa...fica nua pra mim....Ela me encarou com raiva mas obedeceu....em pouco tempo elas estavam nuas na minha frente....uma loira e a outra morena....duas mulheres deliciosas....Will me fitava com ódio mas não dizia nada....Eu me aproximei de Alyssa e a apertei junto ao meu corpo....beijei sua boca e ela retribuiu...no início um beijo frio mas depois foi esquentando.....deixei ela e disse pra Elisabeth:

- Venha também minha esposa...beije nossa filha....tenho certeza que vai adorar....Ela abraçou Alyssa e a menina corou mas retribuiu o beijo da mãe....eu fiquei de pau duro vendo as duas se beijando... entrei no meio e passei a beijar as duas...minha esposa e minha filha....me afastei das duas e disse:

- Esta gostando meu genro? Ele não disse nada e eu sorri, tirei minhas roupas e disse:

- Agora eu quero sentir a boquinha da minha filha no meu pau.......vem cá filha...chupa o pau do papai...mostra pro seu marido a putinha que você é...Ela se ajoelhou na minha frente e passou a me chupar gostoso....enfiava tudo na boca e chupava com vontade....eu estava alucinado de tesão em saber que minha filhinha estava me chupando tão gostoso..

- Olha pra mim filha....olha pro papai enquanto chupa minha rola....olha pra mim putinha gostosa....Ela me encarava e chupava...eu adorava aquela sensação de poder...disse pra Will:

- Que sorte a sua meu genro....sua esposa chupa uma rola como ninguém....você que ensinou? Está de parabéns! To quase gozando dentro dessa boquinha linda....Ela chupava com vontade e eu não consegui segurar...comecei a gozar dentro da boca dela gritando:

- Puta que pariu filha! que boquinha gostosa você tem! Papai não conseguiu segurar....ai papai ta gozando...engole filha...engole tudo...mama gostoso a porra do papai mama..isso cadelinha...isso...engole tudo...deixa o pau do papai limpinho...isso...isso...Ela engoliu tudo e eu falei:

- Agora beija sua mãe Alyssa...deixa a mamãe sentir o gosto da porra do papai na sua boquinha....Elisabeth me encarou com raiva mas abraçou e beijou nossa filha....Elas se beijaram com vontade e eu pude notar a mudança de humor de minha esposa que estava ofegante...ela olhou nos olhos de nossa filha e colocou a mão na bocetinha dela...Alyssa gemeu gostoso e Elisabeth passou a mamar nos peitinhos dela....minha filha tocou a boceta da mãe e minha esposa abriu as pernas...Alyssa mamou nos peitos da mãe e eu estava alucinado de tesão em ver mãe e filha assim tão intimas...Will as observava e eu sabia que estava com tesão também....eu deixei que elas se tocassem e beijassem bastante e então falei:

- Que delícia ver minhas duas putinhas se beijando...por que não se deitam...vou adorar ver as duas se esfregando bem gostosinho...Elas se deitaram na cama e Elisabeth ficou por cima....beijava a boca de nossa filha e mamava seus peitos com muito tesão e a menina começou a gemer cada vez mais alto:

- Ai mamãe...ai que gostoso mamãe...chupa meus peitinhos chupa....Elisabeth sorriu pela primeira vez e mamou os peitos de nossa filha com mais vontade ainda...olhou nos olhos dela e disse:

- Abre as perninhas pra mamãe abre Alyssa...sente a boceta da mamãe roçando na sua boceta sente...ai...isso menina gostosa....filha deliciosa...mexe gostosinho em baixo da mamãe mexe....isso...ai Alyssa...ai filha......roça sua boceta na minha roça...isso...roça...ai que delícia...isso filha....que boceta gostosa você tem filha...mexe bem gostosinho mexe....Elas começaram a se mexer mais rápido e minha filha gemia alto na boceta da mãe:

- Ai mamãe...ai que gostoso...que delícia de mãe que eu tenho...esfrega essa sua boceta na minha mãe...ai que delícia...ai que gostoso....ai mãe..ai to quase gozando mãe...vou gozar mamãe...sua filhinha vai gozar mamãe...ai...ai...ai...ai to gozando...ai to gozando....to gozando mãe...ai que delícia...to gozando mãe...goza comigo...goza também mãe....Elisabeth se esfregou mais umas duas vezes e depois explodiu gritando:

- Ai to gozando também filha...ai que delícia filha....ai que delícia gozar junto com minha filhinha safada...filha puta da boceta gostosa...ai Alyssa...ai filha.....Elas gozaram deliciosamente e eu olhei para Will dizendo:

- Realmente sua esposa é uma puta meu genro! Gozou na boceta da própria mãe! Ele me encarou com ódio e eu me aproximei das duas dizendo:

- E então Alyssa...preparada pra gozar gostoso assim com o papai também? Ela corou mas retribuiu meu sorriso...Elisabeth não gostou e eu lhe disse:

- Saia de cima dela querida e abre bem as perninhas de nossa filha pra mim...to louco de vontade de fazer essa putinha gozar também....quero meter com tudo nessa menina safada! Elisabeth me obedeceu sem me olhar nos olhos....abriu as pernas de nossa filha pra mim e eu pude ver aquela boceta rosa e molhada...louco de desejo puxei a menina pra mim enfiei minha língua dentro dela...Alyssa gemeu alto e eu disse:

- Que boceta deliciosa filha! E ta molhadinha do jeito que o papai gosta! Eu chupava com vontade e beijava sua boca....mamava nos seus peitinhos durinhos e ela já estava entregue....fechava os olhinhos e segurava o lençol da cama com força....não consegui mais aguentar...passei a roçar meu pau na entrada da boceta dela... ela gemeu:

- ai..ai que gostoso papai...ai que gostoso....Louco com as palavras dela eu olhei pra meu genro que observava arrasado a esposa sentindo prazer com outro.....ele viu quando eu meti com tudo em minha filha...a menina pulou e gritou e ele me xingou e ameaçou...eu nem importei...só o prazer de sentir meu pau todinho dentro dela é que importava....Eu tirava e colocava o pau dentro da menina que mexia gostoso e gemia cada vez mais alto:

- ai que gostoso pai...ai que delícia sentir seu pau na minha bocetinha...ai que gostoso pai...

- Gostosa é voce filha safada! menina vadia! Mexe gostosinho mexe...rebola pra mim filha...rebola bem gostosinho pro seu pai rebola Alyssa...mostra pro seu maridinho a putinha que você é...ela corou mas obedeceu....mexia cada vez mais rápido e eu metia com tudo arreganhando cada vez mais aquelas pernas...

- Ta gostando filhinha? Ta gostando de meter com o papai tá? Ela respondeu ofegante:

- To sim pai...to adorando dar pro papai...ai que gostoso...que delícia de pau o senhor tem pai....mete mais..mete com força...eu meti com tudo e disse:

- Ouviu isso Will...ela pediu pra meter com força...sua irmã e sua mãe também pediam isso sabia?! E eu sempre atendi aos pedidos das suas putas...com essa não vai ser diferente...toma Alyssa...sente meu pau te rasgando sua safada...sente puta! Eu estava quase gozando e gritei:

- Goza pra mim filhinha...goza bem gostosinho pro papai goza...papai ta louco pra ver o corpo da filhinha tremendo todo...mostra pro seu maridinho a putinha que você é mostra filha.....meti um pouco mais e a menina gritou:

- Ai pai...ai...ai papai...ai...não aguento mais segurar...ai vou gozar pai...ai desculpa will mas eu vou gozar...ai vou gozar pai...to gozando...ai to gozando...ai to gozando pai..to gozando bem gostosinho pro senhor pai...ai ai que delícia...que delícia de pai eu tenho...ai mamãe me desculpa mas eu to gozando na pica do papai...ai..ai to adorando..to adorando...ai que delícia...que delícia...goza também pai...goza bem gostosinho goza...enche sua filhinha de porra enche....sem me importar com os olhares de censura de Elisabeth e Will eu gozei dentro da menina gritando:

- Ai filha...ai filha safada...papai ta gozando filha...papai ta enchendo a boceta da filhinha de porra...ai filha...ai que delícia de filha...que delícia de boceta você tem filha...sente vadia...sente a porra do papai todinha dentro de você filha....ai que delícia...ai que gostoso...... Eu estava encantado com o prazer em ter possuído minha filha recém casada...eu olhava seu rostinho corado enquanto me acalmava do orgasmo....ela estremecia de vez em quando e seu corpo suado brilhava....nossa respiração acelerada mostravam que ambos tinhamos gozado loucamente...eu ainda queria mais....beijei sua boca e me sentei na cadeira oposta ao quarto....ela continuava deitada e de pernas abertas...o gozo escorrendo da boceta dela e molhando a cama....esperei um pouco e disse:

- Ah Will...você tinha razão...o rostinho dela gozando é maravilhoso...com certeza puxou a mãe! Ele me encarou com raiva e me dirigi a minha filha com carinho:

- Descanse um pouco filha....agora sua mãe vai chupar o pau do papai e deixar ele bem durinho pra eu comer seu cuzinho...seu marido diz que você gosta de dar a bundinha então papai quer comer também...ela corou e continuou deitada na cama...Elisabeth com ódio veio até mim e eu alertei:

- Chupa com vontade e nada de gracinha...não esqueça que do lado de fora tem um homem pronto pra atirar no seu genro querido! Ela se ajoelhou na minha frente e passou a me chupar....não senti nenhuma emoção e lhe disse:

- chupa direito vagabunda! Ou esqueceu como se chupa um pau? Ela então passou a chupar com vontade....enfiava todo na boca e babava todo...me olhava com ódio mas isso só aumentava meu tesão....não demorou muito e meu pau estava duro...ela chupava bem demais....eu a afastei dizendo:

- Você já pode se vestir...não vou tocar em você hoje. Ela me encarou magoada e eu me dirigi a Alyssa:

- Linda do papai...fica de quatro pra mim fica...to louco pra meter meu pau nesse teu cuzinho lindo....Ela corou e me obedeceu...eu a virei de forma que ficasse de frente pro marido dela e vi nas costas dela a prova que era mesmo minha filha...tinha o mesmo sinal de meus outros filhos...meu tesão aumentou e eu disse para Will:

- Quero que veja o rostinho dela enquanto eu meto com vontade... tenho certeza que ela vai adorar ser enrabada pelo próprio pai...puxei a menina e enfiei minha língua no rabo dela...Alyssa estremeceu e eu passei a chupar com vontade o cuzinho dela..apertei seus peitos e passei a roçar meu pau na entrada daquele cuzinho proibido...ela gemia gostoso eu comecei a meter.....era bem apertadinho e eu ia cada vez mais fundo com cuidado para não machucá-la...

- Ai que cu gostoso filha...apertadinho como o papai gosta....rebola pra mim rebola...sente o pau do seu pai invadindo teu rabo filha....ela mexia devagar e eu meti com tudo ela gritou:

- ai pai...devagar...ai..assim dói....

- Desculpa filha....é que esse teu cu é delicioso demais! Papai vai devagar agora...eu prometo...mas quando quiser com força você pede tá? Eu me segurava pra não meter com tudo pois queria que ela pedisse....não demorou muito e ouvi ela gemendo:

- Ai pai...ai que gostoso pai...ai que delícia dar o cu pro meu pai safado...mete paizinho...mete com vontade no cuzinho da sua filha mete...mete com força pai...mete com tudo no meu rabo.....Eu olhei pra Will e ele arregalou os olhos com raiva por ela ter pedido e disse sorrindo:

- Eu sabia que a filhinha ia pedir pra meter com força...então toma filha....sente meu pau arrombando esse teu cu delicioso com força...sente filha...sente vagabunda! Conforme eu aumentava a velocidade a menina gemia e gritava cada vez mais alto...rebolava gostoso até que estremeceu gritando:

- Ai pai...ai que gostoso pai...ai..to gozando pai...to gozando de novo....ai pai...sua filhinha puta da gozando...ai to gozando...ai to gozando no cu pai...ai que gostoso...ai que delícia...goza também papai...goza bem gostosinho no cuzinho da sua filha goza...quero sentir a porra quente do papai no meu rabinho...goza papai....

- Gozo sim filha...gozo bem gostosinho nesse teu cu delicioso...sente filha...ai filha...to gozando de novo filha...ai cadelinha gostosa...putinha deliciosa do papai...to gozando Alyssa...to gozando gostoso no rabinho da filhinha safada....Eu gozei gostoso e depois me sentei ao lado dela me recuperando.....olhei para o meu genro e disse:

- Obrigada Will...obrigada por ter transformado minha filhinha virgem nessa putinha deliciosa....é duro ter que reconhecer mas até que você leva jeito pra isso...Emma chegou aqui prontinha igual Alyssa....sua mãe nem se fala...aquela é uma puta deliciosa que até hoje sinto saudades.....bom..creio que agora estamos empatados né?

- Vai sonhando velho......se acha que isso vai ficar assim lamento desapontá-lo... o senhor tem outras filhas não? Eu ri e disse:

- Essas você nunca tocará Will....a mãe delas jamais permitirá....Alyssa olhou para o marido com raiva e falou:

- Eu sempre soube que se deitava com minha mãe Will, perdoei seu passado mas se souber que teve outras mulheres depois de casado eu te largo e nunca mais me verá! Chega dessa rivalidade entre vocês! Agora pai, desamarre meu marido que eu quero ir pra minha casa...estou exausta! Eu olhei pra ela e disse:

- Como queira filha gostosa...Ela sorriu e eu soltei seu marido...ele me olhou com ódio mas saiu sem dizer nada... Elisabeth saiu logo atras sem nem olhar pra mim...eu estava farto de atender os caprichos dela... se ela não era capaz de me compreender nem dessa vez eu não via um futuro muito promissor para o nosso casamento...por hora eu queria apenas saborear o prazer da vingança....o sabor doce chamado Alyssa....

E aí pessoal, gostaram? sei que ficou enorme mas espero que tenha valido a pena ler até o fim! Será que a rivalidade entre eles acabou mesmo? E o casamento de Elisabeth e Mr Jonh vai resistir a mais essa? E quem é a mãe dessas outras filhas de Mr. Jonh? Não se preocupem que a parte final está quase concluída e em breve eu postarei! Gostaria de agradecer a todos pelo carinho de acompanhar as minhas histórias, aguardo seus comentários e críticas com carinho!

Beijos e até a próxima!

Comentários

03/07/2015 21:42:31
Obrigada meninas! Semana que vem sem falta eu posto a ultima parte e a nova série!!! Milena esse livro é muito antigo e eu também não encontrei versão impressa, mas se procurar como Man With A Maid você vai encontrar uma versão no google em inglês e só colocar pra traduzir e ler! A tradução não é das melhores mas da pra entender direitinho!kkk Agora vc deve estar se perguntando como conheci esse livro né? então eu conto também, eu assisti um filme pornô chamado Man With A Maid - Tales Of Victorian Lust com o ator Ben English(Jack) a a Nicole Ray(Alice) gostei bastante e acabei descobrindo esse livro!!! Espero ter ajudado! beijos a todas!
02/07/2015 05:36:13
Qual nome desse livro? Queria muito ler ele, procurei no google como você citou no primeiro capitulo ''O caminho de um homem com uma virgem'' mas não achei
02/07/2015 02:53:32
Amo seus contos, msm ficando enorme foi delicioso .como disse **May** achei sue tinhas nos abandonado. Espero logo a continuação.bjao
28/06/2015 22:36:31
ADOREI,ESPERO A CONTINUAÇÃO.
28/06/2015 07:55:37
Como sempre top os desfechos desse conto fica cada vez melhor parabens aguardo a continuaçao
26/06/2015 19:22:44
Eu sou sua fã, achei q vc tinha nos abandonado kkk continua com seus contos logo por favor, assiosa aqui!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


video porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maisminha mae ficou furiosa conto incestonovinha du grelao biteloccrioula dando o cuzaover uma crente casada casano um pauzudo pra dar o cucoroa taradasexo históriaassistir vídeo pornô anal de sogra com genro gravado em Ribeirão preto d*********Contos eroticos poderoso negaoContos novinha bolin d pel titia enquanto o tio dormePorno contos incesto familia prazer total qualquer idadewww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.bruma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaDesabafo real de uma mae contos ero cap,IXcasada só engole a porra do amante e nunca do marido traindo porno vídeotava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contoscaderante. rabudas de. porto alegrecontos gay viadinho aproveitando do molequeExibicionismo em praia de nudismo lotafaver vidio reau casada levou uma pica tao grande na buceta ela chorrouso fotos da namorada do traficanti nem de chortinho discontos bdsm enfiei uma agulha nos meus seiosdeseeo amanentando o filho contos sexxvideo casadinha fica louquinha com eletrecista dotadovideos porn daquelas mulheres enquanto fodem ela mete a mão na boca depois a mão que estava na boca vai a vagina no pornuhler contos reais acontecido esse ano de 2017 de maridos que de tanto insistir viraram cornos mansinhocontos e historias de sexo de meninas de 8 a 12 aninhos reaisvirei puta do meu irmãoContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestoporno com egua muito igienizadacontos eroticos arrombaram minhasexo novos banho conhadas nuasmulher entupida forçando para cagar sexochantagiei minha comadre contosquero assistir vídeo pornô estupro anal com vibradores e zoofilia misturadode menino 18 anos vídeo de sexo de menina de 18 anos favor urgente na boca o cara dormir à tarde vídeo de sexo de 18 anos por favor eu filme pornô de 18 anos e muita safadezacontos eróticos no YouTube deixei meu filho me comervampiro cumedor de bucetacoloquei duas bolinhas de golfe na bucetaespiando sebastiana tomar banho contos eróticospregas do cuzin virgenAmigas safadas e putas relatos eroticoscontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandeimcesto com meu papai que pica enormepapaisogra fazendo sexo selvagem com o gel da pica cabeçudaxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra elecasa do contos eróticos publicadosevangelicas na zoofilia com cachorrohistoria-erotica de entiado bem dotado fudendo a entiadaRelato enrabada por um cavalo bem dotado zoofiliaPai chupando e amassando os seios e vagina da filha e passando a mao na vagina dela ver video calcinha molhadaContos eroticos minha mulher e minha irma dividiram a piroca enormecontos casada chantageada pelo porteirosuruba em familia so sexogritano de dor com pau.no.cu do nego3 pernacadelas casadoscontoszoofiliacontos erticos negão de pau gigante ragando cu de passivo sem doacho que minha namorada gozou pq agente tava fazebdo sexo e a perna dela tava tremendocontos eróticos treinador dominador come viado na academiaRelato enrabada por um cavalo bem dotado zoofiliapono 2017perdendo a virgimdadexvideos gay cu rasgadaicontos incestuosos papai. trepando com filha casada e genro olhandorola gradi nocu danoviapornomulher so de fio dental fininhanao aguentou e gozou na mao da doutora xxvideosContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebasfudendo com dorso de penisnegao fodefo cu forcaContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararempai pausudo fudeno o cusinho da filhaporno com vizinha que chega de.mudança coroaContas de incesto mãe tarada descabacando filho a força com fotoquero ver filme pornô com mulher morena de 20 anos dando o cu de bruço fechacontos eroticos negao pegando japonesavídeos de sexo de contos na sacristiaCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.07porno penis grotesco baixar video curtocomendo cu da sogra da minha sobrinha contosmulher levanta o vedtido e leva rola na bundalais minha enteada da xoxota apertadinha contosimcesto com meu papai que pica enormepapaiFantasia sexual: lamber um cu cacagoa Ponta Grossa entrou todinha na tabaquinha delanovinfa da buceta grande carnudasPorno conto mae no msncontos anal casal que gosta fazer anal cagandoxvideo.com esfregando o pau na buceta lizinha e com um gemidinho sexo massagem na buceta com carinhocadelas graudas no cio em zoo.casadoscontosConto porno velho comendo meninaFotos d cdzinhas enrrabadasporno lubrificando o cu com manteiga e socando a mao infeira dentro delecache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho Conto erotico scat adoro ver a mulher peidandocontoseroticos/mulherdopastorFamilia Sacana pornoFredzoo pornocontos eroticos tia bucetuda no onibus e menino casetudo