Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Amor Real – Confusões no paraíso.

Depois de uma deliciosa noite de amor com Diogo, eu César, acordei e fui fazer o café, logo chega Diogo me agarra por trás me vira e me da um beijo delicioso na boca.

_ Mas que porra é essa?

Disse Lourenço ao entrar na cozinha, fiquei sem graça e me afastei de Diogo que ficou irritado com o filho, segurou na camisa de Lourenço pela gola e deu uns safanões tive que intervir coloquei a mão nos ombros de Diogo e pedi para que ele se contivesse. Diogo ainda irritada empurrou o filho dizendo que era uma cena de amor normal entre duas pessoas que se amam e se ele estivesse incomodado com aquilo que voltasse para a casa da mãe dele onde quem sabe ele seria linchado por uma das pessoas que estavam a procura dele. Uma enorme discussão se iniciou ente pai e filho, dei um grito e todos se calaram, Disse que seria difícil, mas teríamos que aprender a conviver olhando fixo nos olhos de Lourenço enfatizei que ele estava aqui por necessidade e não por vontade, mas se ele tivesse uma solução melhor que apresentasse uma, de nossa parte mesmo sendo nossa casa desta vez olhando para Diogo disse que iríamos nos conter um pouco para um melhor estar na casa. O café continuou meio tenso e fomos trabalhar. A noite ao chegar do trabalho tive uma longa conversa com Diogo disse que por mais que eu gostasse de nossa antes da chegada do filho dele era papel dele de pai ajudar o filho dele e meu como companheiro de o apoiar coisa que meus pais não fizeram quando eu precisei.

O tempo foi passando e apesar das provocações de Lourenço aos poucos ele e eu começamos a nos dar bem ele viu que eu gostava dos mesmos clipes, filmes programas que ele no começo não ficava na sala, mas aos poucos foi se achegando ficando ate ficarmos assistindo juntos, Diogo ordenou que ele ajudasse nas tarefas de casa e como ele não sabia fazer absolutamente nada eu ia ajudando ele foi ríspido no inicio mas vendo que precisava aprender e que seu pai não aceitaria ele não fazer aceitou minha ajuda, ele gostava da minha comida, mas continuava fechando a cara quando via Diogo e eu juntos.

Estava em casa quando Lourenço chega todo machucado sangrando em casa.

_ O que aconteceu com você?

_ Meu pai esta ai? Não ele vai ficar ate mais tarde numa reunião, mas vou ligar agora para ele.

_ Não, nada disso.

_ Precisamos te levar ao medico o que houve?

_ Uma briga parece que mexi com uma garota que estava acompanhada, eu não sabia como eu ia adivinhar?

_ Homens...

_ O que? Nada cala a boca vou chamar um táxi.

Levei o encrenca para o medico um braço quebrado alguns arranhões, um olho roxo, uma boca machucada nada demais.

No outro dia quando cheguei do trabalho fui fazer os curativos no arrebentado.

_ Ai vai com calma ai porra.

_ Ei to te ajudando vai com calma com o palavreado ai.

_ Por que esta fazendo isso?

_ Para não infeccionar.

_ Não porque esta me ajudando se eu nunca fiz nada de bom para você?

_ Porque você é filho do homem que eu amo e eu nunca vou deixar ninguém que precisa sem ajuda.

Lourenço melhorou sua implicância comigo, passou a aceitar minha ajuda sem muitas discussões, já falava com menos ironia e ate sendo mais agradável. Não foi apenas eu que percebi, mas Diogo também e isto era bom para nossa família.

_ Viu? Te disse que era só uma questão de costume meu princepe.

_ Por isso que eu te amo meu princeso, mas também quem não se renderia a um anjo lindo e doce como você?

_ Seu bobo. Te amo!

Diogo se virou e ficou em cima de mim, me beijando, lacei teu corpo com minhas pernas e ele passou a me sarrar, me beijava o pescoço, a boca, o queixo, colocou um travesseiro em baixo da minha bunda encaixou seu cacete em mim e veio me penetrando cadenciadamente com muito carinho e tesão, me dizendo que me amava.

_ Já esta bem melhor nem esta mais tão roxo o olho.

_ Ai ai devagar ainda dói.

_ Hummmm ue você não é machão?

_ Sou sim quer ver como sou macho?

_ Sem gracinhas ok?

_ Ei onde vai? Minhas costas ainda doem e ainda tem minha perna ou tem medo de me ver sem camisa sei que você gosta.

_ Mas hoje você esta cheio de graça hem? Tira a camisa logo vai.

_ Ai vai com calma, assim hum sua mão é macia

_ Lourenço!

_ Foi um elogio. não posso te elogiar? Agora aqui na minha coxa.

_ Não vou passar a mão na sua coxa Loureço, você consegue passar pomada ai só esta com um braço engaçado e você não tem nada ai.

_ Tenho sim passa a mão aqui para você sentir.

_ O que você quer que o César sinta Lourenço?

_ Nada pai, só um inchaço aqui na perna para ele passar pomada.

_ Ai você alcança, você passa, estou de olho moleque!

Fomos para o nosso quarto lá abracei Diogo, beijei muito e disse.

_ Obrigado meu príncipe ele estava cheio de gracinhas hoje, sei que não é por mal, mas é bom você mostrar quem manda para ele.

_ Ele tem que te respeitar, esse moleque esta ficando abusado.

_ Esquece ele.

Tirei o paletó de Diogo a camisa, a calça junto com a cueca e o empurrei na cama, sentei em cima dele e comecei a beija lo. Ao mesmo tempo com uma das mãos ia masturbando Diogo deixando seu cacete duro, sentei sobre seu cacete engolindo centímetro por centímetro do membro do meu macho fazendo o delirar de tesão.

_ Você esta precisando relaxar, vou deixar meu príncipe bem calminho.

_ Isso meu delicia faz gostoso vai.

Coloquei as mãos de Diogo atrás de sua cabeça e ele ficou com seu peito aberto lindo com suas axilas a mostra enquanto eu mexia com meus quadris para frente e para trás, rebolava, subia e descia cavalgando ate que acelerei ate ele gozar, deitei sobre seu peito e ficamos descansando ate Lourenço bater na porta procurando por janta.

Dias depois eu estava tomando banho não tinha ninguém em casa quando de repente a porta do banheiro abre.

_ O que você esta fazendo Lourenço?

_ Mijar não esta vendo?

_ Você não pode entrar no banheiro assim eu estou pelado, tomando banho.

_ Estou vendo e por falar nisso esta de parabéns tem uma bundinha linda to vendo que meu pai esta bem servido.

_ Sai daqui moleque.

Taquei o sabonete, mas Lourenço fechou a porta antes abriu novamente e disse.

_ E ai sei que deu uma olhada no meu instrumento é parecido com o do velho? Mesmo tamanho? Só tenho certeza de uma coisa é bem mais duro uma pena que eu não curto, mas pode sonhar comigo se quiser.

_ Sai daqui!

Tranquei a porta e terminei meu banho. Quando Diogo chegou ele me abraçou por trás me assustei e sai rápido dele.

_ O que foi aconteceu alguma coisa?

_ Não nada me assustei foi isso não percebi que você tinha chegado.

_ Você se assustou comigo? isso nunca aconteceu antes.

_ Antes era só você e eu aqui em casa, se alguém me abrasasse só poderia ser você?

_ E espero que continue assim, mas ainda não estou entendendo o Lourenço tentou agarrar você?

_ Não Diogo não, sei la hoje estou um pouco irritado pode ser? Não estou bem, não tem motivo não tem, porque sei la.

_ Ta bom, se fosse mulher diria que esta na tpm, mas você... deve ser só stress, o dia dia muito trabalho no serviço, aqui em casa neste fim de semana prometo fazermos algo diferente.

_ Pode ser.

Dei um beijo em Diogo e ele foi tomar seu banho enquanto eu terminava a janta. No outro dia assim que cheguei do trabalho fui novamente fazer os curativos de Lourenço.

_ Esta serio hoje com a cara fechada algum problema?

_ Sexta feira você tira o gesso e vou pedir para seu pai te mandar de volta para a casa da sua mãe.

_ Eu não posso voltar, pelo menos não por agora.

_ Devia ter pensado nisso antes, estou aqui te ajudando e você fazendo gracinhas imagina se seu pai descobre que você esta entrando no banheiro me vendo pelado, fazendo gracinhas para mim e se ele pega você lá dentro o que ele iria pensar conhece seu pai ele e ciumento eu nunca dei motivos para ele e não vou deixar você estragar tudo.

_ Ei pera ai esta pensando que estou dando em cima de você? Eu sou homem, macho sabia? Sou hetero, desculpa se extrapolei nas brincadeiras, e sobre o banheiro pó apesar de tudo você também tem pinto igual a mim é ou não é pensei que não tinha importância e você já deve ter visto vários mais um não ia fazer diferença.

_ Olha aqui garoto é por estas e outras que você vai voltar e não estou nem ai para o que vai acontecer com você fiz minha parte você que não fez a sua!

_ Tudo bem vamos começar de novo, me desculpa isso não vai voltar a acontecer, não vou mais brincar com você ok? Me da só mais alguns meses pronto a poeira já esta abaixando logo eles vão seguir com a vida deles vão se esquecer de mim eu volto, você e o velho ficam de boa ai novamente.

_ Para de chamar seu pai de velho e essa será sua ultima chance ficou claro se você continuar a fazer gracinhas ou se seu pai desconfiar de...

_ Se eu desconfiar do que?

Continua...

Autor: Mrpr2

Comentários

14/12/2017 21:55:03
TÁ NA HORA DE LOURENÇO APANHAR DO PAI.
16/06/2015 19:02:28
Bom demais. Será que os três vão viver um triângulo amoroso?
16/06/2015 12:27:49
Esse Lourenço tem o poder de chamar problemas...
16/06/2015 11:47:34
Eita fudeu, o moleque vai voltar pro hospital!
16/06/2015 11:33:38
Nossa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


gangbang silvio santos porno doidoimagens de pica de cavalo atolado em buceta de mulheresvideo mae destraida arrumando a casa e filho bulinando querendo fude videopaguei para tranzar com a noivinha evangelica contoscontos desvirginando a mulher do cornochantageei e comi minha avo contoentrequei minha vigidade pri maridi da minha tia contoVídeo mulheres grávida de nove mês com homens bem dotadoporno caseiro amiga não acredito q o pau do meu marido é grande e pago pra verconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amanteHomempauzao analcontos erotico de zoofilia mulher estrupada por boisporno chupando a bucheta da minha padroa em baixo da mesa na sala de reuniõeseu quero ver as fotos da morena que dançava o Créu ela nua pelada porque sabendo que eras no site que ela ficou feio uma foto de pornô homem para a gente ver aquimadrinha coloca bumda buceta na cara da subrinha que ta de castigonegro favelado em zdvideos de mulheres ficando toda impinadinha ao perceber a encoxadameu cachorro me fode todo diacontos pornos cuidei de mamaecontos eróticos bem depravado de bem picantecontos erotico mestre de obra.pausudTodas fotos.de.cabacinhos.das.novinhas.gostosa .i.kuzinhos.gostosovidios travetis nao aguetaocontos de corno que deram o cuchinesa rabuda de cuecavideo pprno gta ida sr mastutbando com pepinocontos corno beija pés humilhadoporno gay pai malhado e i filhobbw q curta peidar contos reaispausudo de 25cm come minha esposa gostosa e gosa nela pro corno verx vidio porno pegui a mulhe casada de saia na festa puchei a calsinha comiLevantaram o rabo da egua e mostrou a buceta delagozei na bucetinha da minha cunhadinha que ficou muito brabaContos d casada com cu arrombad por negroes traficantmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosgemendo e gozando gostosas espirrar esperma longe. porno atituditiraramos a roupa contos lesbicosxvidiovadia deu o cu dos pauso as piriguetonas gostosa xhamstermanda um vídeo de pornô aí eu não tô nem phone 5contos anal c cavalos e tourosquem quebrou meu cabaço foi meu paicontos eróticos de um****** velho metendo a rola na menina nova com padrinho pai e filhosexo com minha esposa e mais outro homem quais as dicas para convencê-la?Cumeno madura no quintau contos eróticos novinho punheteros Parabéns felicidadesRelatoa erodico de geyse arruda contando como.perdeu a vingidade do.buceta e do.cuzinhopornô anal com mulheres dando rabão gostoso tesouro com perna tá tendo mais daqueles bem quente mesmocontos de sexo depilando a sogradoce nanda contos eroticosVidio,de,yrma,de,quinzeano,bricano de,lutinha,com,yrmaomeu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videopirocona na titiaxvideo guardondo o pau nacuecaContos vendo os cavalos treparem sexo sexo oral e vavinal com a quelas danadinhasconto tudo começou quando minha sobrinha de dez anos sentou no meu coloporno. cazano muita no vinhaContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paicoletania de pinto torto pra baixo gozandoxxvideo enviando abraço na buceta vídeo de putaria as baixinha índia gostosa pronto para tocar de ouvidoContos.encesto.mae.silmentamenino menoridade inocente porno gayvideos de ninfetas transando com irmai anbos osdois novinhosmae.minto.safada.e.bunduda.fodendomithlee pron vidoaluno fodendo professor de educacao fisica gay animadoempresários do pau grande transando com homens mais lindo do mundo e musculosos e gostosos na pisina mete o pau grande que sai sangue misturado com gala gostosasporno antigo novinha putinha de calçase esfregando escondida no pau do namorado da maecontos eroticos gay virei chupeteiro dos senhoreeu quero só o gostosão moreno fortão dosexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota choraconto erotico dos mauricinho ricos com gayhomens passando o dedo na buceta das mulheres e elas alteradasSacaniha reboado nos pauzaomeus amigos me comiamconto gay meu amor psicopataeu quero mais homem pelado no da cabeça da rola bem folgado lonamithlee pron vidomulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornobixa porno pretinha no boquete devagarinhomeu padrasto me encochava contos eróticos de gaysContos gays vestido de mulher para o negro dotadover videos de travestis dotadas acariciando o penis dentro da roupacontos tirei as pregas da coroa milionariaquero ver vídeo de sexo com mulher transando com outras mulheres usando aquelas picas de borracha de elástico sem garfo e comporno pai brincando de fazer cocegas na filhaconto garotinho de sorte tranza com vizinhatransei com uma senhora crente