Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Pereirao

Autor: sortudo
Categoria: Heterossexual
Data: 19/07/2015 11:11:00
Nota 10.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá leitores, vou me apresentar para vocês, eu me chamo jota sou branco 1,73 de altura uma barriguinha de cerveja kkkk e um pênis grande e grosso, é o que as mulheres dizem.

Bem vou apresentar os outros personagens desse conto, que Claudia uma mulher baixinha ela não e gorda, mais e cheinha com um par de peitos que chama atenção quando ela usa decote, e uma bunda grande e deliciosa, Claudia e branca, e tem uma boca carnuda ela e muito gostosa, o outro personagem e Carlos marido de Claudia. Bem Cláudia e Carlos são meus amigos, ele tem um comercio aqui onde eu moro mais eles moram em outro bairro.

Outro dia dona Cláudia é como eu a chamo, de dona, falou com Carlos seu esposo que as torneiras da pia da sua casa estavam todas com vazamento, eu só conhecido na rua pelos amigos como pereira o porquê eu sempre dou um jeito em tudo.

Então Carlos falou para Claudia que iria falar comigo para ver se eu teria um tempo livre para da uma olhada nas torneiras, Claudia disse: então fala logo porque se não a conta vai vim muito alta com esse vazamento. Anoite eu passei lá no comercio de Carlos e ele me falou,

Carlos: Jota está precisando muito da sua ajuda meu amigo, estou com um problema lá no meu apartamento, tem umas torneiras com vazamento, será que não teria como você me da uma força?

Eu: por Carlos dá sim, agora tem um problema e que eu só posso ir pela manha bem cedo, porque pela tarde eu estarei ocupado.

Carlos: tudo bem jota, eu vou vim trabalhar e deixo Claudia te esperando para você fazer o serviço. Eu: então beleza amanha cedo eu estarei lá. Carlos combinou com a mulher e no outro dia cedo eu peguei algumas ferramentas e fui para a casa de Carlos, como Carlos tem comercio aqui onde moro, quando eu ia saindo ele já estava chegando, ele buzinou para mim, e eu falei: já estou indo pra lá, dona Claudia já esta acordada? Carlos disse: já esta sim, ela esta aprontando a menina pra ir para escola. Eu segui cheguei ao condomínio falei com o porteiro, ele disse que poderia ir que Carlos já tinha avisado da minha visita.

Eles moram no segundo andar, quando toquei a campanhia dona Claudia abriu a porta, e para minha surpresa ela ainda estava com roupa de dormir, uma camisola rosinha transparente e curta, com uma calcinha pequena que dava pra ver completamente e ela estava sem sutiã, mostrando aqueles lindos seios com bicos pontudos e arredondados, nossa tive que disfarçar bastante pra não da na pinta que estava excitado, eu nunca tinha visto dona Claudia daquele jeito, sempre via ela com roupa descente que mal dava para ver pequenos decotes e olhe lá, sempre percebi que ela era muito gostosa e que tinha um lindo rabão, mas tudo isso só imaginava, mas naquele momento eu estava vendo ela praticamente nua.

Ela me recebeu naturalmente, sem vergonha nem uma da sua vestimenta, eu fiquei desconfiado por ela ser tão seria e esta tão à vontade assim comigo, só eu e ela ali naquele apartamento. Bem ela mandou entrar e me chamou para a cozinha para tomar um café e depois me mostraria às torneiras, quando ela ia para cozinha ela andando na minha frente e eu atrás olhando aquela bunda deliciosa com a calcinha meio que enfiada no rabo rebolando na minha frente, aquilo me deu um tesao do caralho, quase que perco a cabeça e agarro ela logo ali, e esqueceria torneira e vazamento, sentamos-nos à mesa um de frente ao outro eu não sabia se tomava café ou olhava aqueles seios deliciosos, e que bicos de seios lindos, eu estava com a pica em tempo de estourar a cueca e a bermuda, minha vontade era bater uma punheta para aliviar aquele tesao. Terminamos o café e ela foi me mostrando às torneiras, eu disse: dona Claudia acho que vai esguichar um pouco de água e vou me molhar. Ela diz: então espera jota que vou pegar um short de Carlos para você, ela pegou um short desses de dormir um pouco folgado, ela disse que pegou esse porque era o único que poderia da em mim, ela ainda me disse uma coisa que me deu mais tesao ainda, Claudia: veste o short sem a cueca jota que e para não molhar, eu fui ao banheiro tirei toda roupa vestir somente o short, que era folgado, mas ficou um pouco curto em mim por eu ser mais alto que Carlos. Fui para cozinha peguei as ferramentas me abaixei e entrei embaixo da pia ficando pra fora só a parte da cintura pra baixo, quando estava consertando a torneira, precisei de uma chave, e pedi a dona Claudia para pegar na minha caixa, a caixa estava no outro lado na minha frente, ai dona Claudia foi pegar e se abaixou nossa na hora que ela abaixou ela de costa para mim, sua camisola subiu um pouco e sua bunda ficou toda de fora, nossa que deliçia que tesao me deu, meu pau ficou em tempo de estourar o short, e eu não tinha como esconder porque minha mão estava segurando a torneira e se eu soltasse era agua para todo lado, ai dona Claudia veio-me da à chave, e viu meu pau durão, mas não falou nada, eu pedi para ela fica abaixada ali perto de mim que era para ir segurando as chaves que eu precisa sempre estaria trocando de chaves, ela abaixada ali de cócoras na minha frente, nossa que visão meu pau estava com a cabeça saindo por baixo do short, por ser curto e meu pau ser grande e esta parecendo uma cobra viva querendo entrar na toca kkkk, quando dona Claudia se inclinava para me da às chaves, dava para ver aqueles par de seios todo avista, ai que deliçia não estava mais aguentando aquela situação, percebi também que dona Claudia tinha visto minha rola saindo por baixo do short, teve uma hora que precisei que dona Cláudia me ajudasse a segurar a peça da torneira embaixo para que eu apertasse nessa hora ela se abaixou entrando embaixo da pia ali comigo, ela se abaixou ficando de quatro com aquele rabão para fora, e com os peitos quase que no meu rosto, nos movimentos que agente fazíamos para tentar encaixar a torneira um dos peitos de dona Claudia saiu pra fora e ela nem percebeu ou eu acho NE, kkkk, eu fiquei sem saber se consertava a torneira ou se olhava os peitos deliciosos, dona Claudia estava com as duas mãos segurando a conexão e não podia soltar de jeito nem um se não era agua para todos os lados, mas acho que ela viu os seios de fora e desconcentrou-se folgou. As mãos ai a água vazou e molhou nos dois toda a camisola dela que já era transparente agora ficou mais ainda toda molhada, mesmo assim conseguimos apertar e consertar, quando ela ia saindo debaixo da pia, sem querer ela tocou na minha rola, mas tocou de um jeito como se estivesse pego mesmo encheu a mão com a minha jiboia, ela ficou toda sem jeito e me pediu desculpas, eu disse: eu que peço desculpa à senhora por estar assim, mas e que não tem como, assenhora sabe ne eu sou homem, ela disse: poxa dona consi e uma mulher de sorte viu. Consi e a minha esposa, eu disse: que nada quem tem sorte mesmo e seu Carlos, com um mulherão que nem assenhora, ela disse: que nada ele não da muito valor não, só liga para trabalho, e não tem com todo respeito jota uma rola dessa não, dona consi deve se fartar, eu disse: que nada as vesses ela ver eu assim do jeito que estou agora durona e me deixa na mão, só tem sexo lá em casa se eu procurar e ainda e como se fosse um favor que estivesse me fazendo só pra me aliviar, minha mulher não faz sexo comigo porque tem vontade e nem porque gosta, mas sim só pra eu aliviar.

Dona Claudia me diz que com ela acontece o mesmo, que o Carlos só faz sexo quer dizer não faz, ela que faz se alivia e pronto faz como se fosse um favor.

Eu disse: poxa assenhora um mulherão desse, eu sempre sonhei em transar com uma mulher que tenha a mesma vontade que eu, ela fala: deve ser muito bom eu também gostaria que fosse assim, eu não me aguentei e quando ela acabou de falar isso eu lhe tasquei lhe um beijo e ela correspondeu, nos beijamos apaixonadamente como dois namorados que está muito tempo sem se ver e quando se encontram, ficamos nos beijando por quase 5 minutos ali sentados no chão da cozinha, enquanto nos beijávamos e nossas línguas se enrolavam uma na outra, fomos deitando no chão e minhas mãos começarão a percorrer seu corpo apalpei sua bundona apertei, e ela já ia descendo meu short aos poucos, quando nossas bocas se afastaram, fui chupando sua orelha seu pescoço e fui descendo as alças da camisola e cai de boca naqueles peitões lindos e bicudos arredondados ai que deliçia, nos não falávamos nada, mamei os seus peitos enquanto ela alisava minhas costas minha bunda i ia descendo meu short, eu fui descendo passando a língua na sua barriga enfiei a língua no buraquinho do seu umbigo, ela gemia tão gostoso que me dava o maior tesao estava quase gosando, quando desci mais e arranquei sua calcinha, nossa que buceta linda que eu vi ai cai de língua chupei como nunca tinha chupado caprichei, ela gozou muito ela gemia demais nossa que buceta gostosa, depois ela disse ai eu também quero chupar essa rola, nisso viramos e fizemos um meia nove, nossa como ela chupava minha rola que chupada, enquanto eu chupava sua buceta e ela chupava minha rola fomos virando devagar eu fui ficando por baixo e ela por cima me chupando feito uma louca, ela pegava minha rola chupava a cabecinha e ficava olhando e dizendo nossa jota que rola linda e gostosa ai que deliçia e chupava depois ia descendo com língua sobre todo meu pau ate chegar nas bolas e colocar as duas na boca e chupar gostoso,

Eu me segurei para não gozar, Claudia foi soltando meu pau e na posição que estava foi só deslizando o corpo pra frente ficando de costas pra mim e encaixando a buceta toda molhada no meu pau, nossa que deliçia que prazer à mulher enterrou toda ate encosta as bolas, essa mulher gemia chorava de prazer, nossa parecia que tinha um tempão que não caia na rola, eu fiquei com medo dos vizinhos ouvirem os gemidos altos de Claudia, a sorte e que a maioria estava trabalhando aquele horário, Claudia gozou horrores na minha rola,

Depois a coloquei de 4 e quase gozo quando tive aquela visão daquela bunda, nossa quase gozei, peguei nas ancas dela e soquei a pica com força, socava forte que chegava fazer barulho quando encaixava na sua bunda, nossa que mulher da buceta gostosa, ela não gemia mais não, ela chorava urrava e dizia pra eu não parar que ela estava gozando, ouvi dizer que estava gozando umas vezes, quando não aguentei mais e enchi sua buceta de porra num gozo extraordinário.

Depois nos beijamos loucamente e ela me agradece dizendo que nunca sentiu tanto prazer na vida dela como sentiu comigo, que nunca tinha gozado tão gostoso daquele jeito, fomos tomar banho e no banheiro nos amamos muito eu chupei ela todinha e ela me chupou muito, ela disse que Carlos não chupava ela e nem gostava que ela chupasse ele, nem filme pornô ele gostava de ver.

Então sabendo disso foi ai que caprichei nas chupadas, enfiava a língua no seu cuzinho levando ela a loucura, demos duas fodas no banheiro, depois fomos pro quarto e lá eu disse a ela que queria muito comer aquele cuzinho dela, pensei que ela ia se recusar, mas pelo contrario ela disse que queria fazer tudo comigo que eu fizesse o que quisesse porque eu estava dando muito prazer, eu a coloquei de 4 e dei uma bela de uma chupada na sua buceta e no seu cuzinho, deixei ele todo lambuzado, depois mandei ela mamar gostoso na minha pica e deixar toda babada, ela caprichou enquanto ela chupava minha rola, eu ia brincando com seu cuzinho enfiando os dedos, depois peguei nas ancas abrir bem as duas banda da bunda e fui metendo naquele cu maravilhoso, nossa ela adorou minha rola no seu cu, eu meti toda ate encostar as bolas, metia com força e ela gemia chorava urrava, enquanto socava rola no cu, enfiava os dedos na sua buceta fazendo ela gozar horrores, depois comi o cu dela de ladinho que deliçia ela com uma perna levantada e eu socando minha rola no cu e batendo siririca nela, era uma deliçia ela se inclinava e me beijava, na hora do beijo o meu pau ficava quase saindo do seu cuzinho, depois eu socava todo de novo, eu beijava ela depois chupava seus peitos e socava rola no seu cu, não aguentei mais e enchi seu cu de porra numa gozada fenomenal, que deliçia aquela mulher, depois que gozei dei um tempo com minha rola dentro do seu cu ate amolecer e sair, quando saiu ela veio e abocanhou minha rola ainda mole e chupou gostoso fazendo crescer na sua boca, o celular dela toca, e Carlos seu marido perguntando como estava indo o serviço, ela disse que estava indo bem e que eu já tinha consertado as torneiras mas ela tinha me mostrado outras coisas pra ajeitar, o corno diz pra ela aproveitar que eu estou ai e fazer logo tudo que tem pra fazer, ela disse pode deixar comigo que vou mostrar tudo, acho que ele vai ter que ficar ate de tarde, o corno diz tudo bem pode deixar que aqui Eu me viro.

Enquanto eles falavam eu ia mamando nos seios delas e metendo os dedos na buceta, ela desligou e começamos a fuder dinovo, sei que fudemos ate umas 4 horas da tarde, depois disso ela disse que nunca mais iria ficar sem ter relações sexuais gostoso comigo.

E isso ai galera vai desculpando os erros ai se tiver alguma gostosa querendo algo diferente e só me chamar [email protected]

Comentários

20/07/2015 13:29:18
obrigado professora ivana, adoraria te conhecer e só em pensar nos seus seios meu pau ja ficou teso, que deliçia..
20/07/2015 06:59:50
uuuummmmmm deliciase tiver alguma mulher de porto velho que esteja precisando de serviços assim é só entrar em contato com migo sereno_ [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eróticos publicadosconto porno lesbico praticando scatvídeo pornô uma atividade Bonde da três sobrinhos até f****seduzida por um estranho contos pornocontos eroticos fui xingada e humilhada e violentada por velhos taradosO vizinho safado do 205porno nao percebi mas ela pegou no meu pauBabá velha finge dormir e e emrrabada pelo novinho contos eróticosquero ver foto bucetao beicudas e hrandecontos casada da o cu pro cão e o marido participa comendo tambemnovinha dançando só de calcinha e de óculos e botãozinho vermelhonovinhas.abrir.buzentacontos minha tia nick 2pedreiro fode menina em cima do andaime pornôvideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fiovelho insiste até rapaz com mussarela no pornôcontos eroticos o costureiroporno doido chochotinascasa de swing esposa levando mao na buceta desconhecidopapai super dotadoxvidioseu uma coroa gostosa dei po borracheiro contos eroticosarreando a calcinha pro clacudo gozarcontos eroticos gay dormindo com o tiodois gatoto tarado xvidioso cu fudidos de diaristasmeu sogro queria dupla penetracao com minha sogro veridicofilha minha femea contocomo faze a mulhere no gta xupare no gtaa mulher e amante apertalas bolas pornominha mae e a travestis contosvedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novospornopaumostromontei um armario pra uma coroa ela me atacou e chupou meu pau tv bucetabeceta melecada fazeno barulinho fudenoMe arrumei para meter com.outro e o corno sabendobucetamelecavideos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricacache:I48cfGGC7vMJ:gtavicity.ru/texto/201612711 sobrinha contocontos gay viadinho aproveitando do molequefui enrabada/contosúltimos contos eróticos gaycoroas de 50 a 60 anos bem moreninha fazendo sexo anal com dois Marquinhos de fio dentalcontos eroticos safados de professoras madurascontos eroticos no dia que dei minha buceta pra dois senhores no onibus,dupla penetracaobaixa xvideo coroa venhia nao gueto pica dminha nora de baby dool me exitaquero ver gatinhas novinhas na academia só mostrando e transando bichão p*********seduzida por um estranho contos pornomeu irmão me viciou em chupar pau conto gaycasada fode chamando corno falando obscenidadesporno.padrasto.esculacha.panteras.xxporno estupro larissa piru grande de mais a mulher morrepai fica pelado perto do seu filho lindo mundobichachupar e engolir esperma comentariosincesto tia e sobrinho ela tenta resisti mad acaba sedendo a buxetinha porno videostransei com minha visinha casada no quintal delasexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozagostosa decha erick gozar em sua buceta pornodoidocao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaoporno. cazano muita no vinhachupando a b***** dela e ela chupando meu pau até nós gozarmos juntosMulher auto e gosano gostosotexto amor quando você for me fuder,eu quero que você me trate como uma puta, como aquelas atrises de pornovídeo de novinha querendo perder a virgindade com japonês cobrando no gesso XVídeoscontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeucontos eroticos gaysogrome perdi no mato eles me encontraram e me fuderam pornocasal praticante de zoofiliavidio de homem fosando a mulher a bebe a gosma dele pornodoidoporno mirou na buceta e acentou o cu