Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Sempre tem uma primeira vez - Menage a Trois

Um conto erótico de A linda
Categoria: Grupal
Data: 15/07/2015 22:12:00
Nota 9.67
Assuntos: Grupal, Oral, Anal, beijo grego

Sempre tive curiosidade para sexo a três ou mais pessoas, lia contos e mais contos sobre o tema, mas ainda não tinha acontecido, cheguei a tentar convencer uma amiga pra sair comigo e meu marido, mas não deu muito certo e eu desisti da ideia, mas pra algumas coisas sempre tem uma primeira vez.

Meu amante é alto, um pouco acima do peso e eu gosto assim, cada vez mais estamos conectados sexualmente, ele já sabe do que eu gosto e já faz com uma agressividade natural, me trata como gosto de ser tratada! Nossa amiga da vez foi uma moça com uma altura parecida com a minha, mais bronzeada do que eu, com marquinha de biquini, eu tenho muito mais curvas do que ela.

Ele sempre me pedia para experimentarmos sexo a três, eu queria, mas no começo fiquei receosa em entregar nosso segredo na mão de alguém, era algo que me perturbava, não é segredo quando contamos né? Aqui é diferente, estou protegida no anonimato, sem precisar falar onde estou, sem deixar saber como me encontrar... ensaiamos mais de um ano esse encontro e hoje aconteceu, eu não sabia, eu achei que seriam só nós dois como o de costume, mas quando ele me pegou tomamos um caminho diferente do que costumamos ir, achei que íamos para o motel que ele tanto falava que queria me levar, mas por causa de tempo e distância acabávamos não indo, achei mais estranho quando saímos completamente do caminho do tal motel, aí foi que eu vi que tinha algo de estranho em tudo aquilo, foi quando eu perguntei para onde iríamos e ele disse que "nossa amiga" nos encontraria lá.

Quando chegamos ela estava atrasada, fiquei meio nervosa, mas tentei segurar a onda, cheguei a pensar em evitar provocar meu gostoso, mas meu tesão por ele é muito grande e ainda dentro do carro comecei a masturbar ele e não consegui resistir e caí com gosto em seu pau, chupei gostoso por um tempo bom até arrumarmos as coisas e irmos pro quarto. Esse quarto era lindo, já estivemos em vários tipos de motel, uns mais simples que vai saber se lavaram os lençóis e alguns mais chiques, cheios de requintes, esse era simples, mas muito bem decorado e com uma cama super gostosa... já no quarto ele se despiu primeiro e eu abracei carinhosamente por trás, um abraço quente, enquanto beijava suas costas, abraçados comecei uma punheta gostosa nele, acariciando gentilmente, ele trouxe a mão para trás, me tocando por debaixo da calcinha, adoro as mãos dele, são fortes, com movimentos intensos e, ao mesmo tempo, carinhosas!

Ele me tocou por alguns minutos e depois tirou minha calcinha, me deixando de vestido, continuamos os carinhos até ele me libertar do vestido, que escorregou pelo meu corpo até o chão, restando apenas o sutiã, que eu mesma retirei. Fomos para a cama, fui beijando gostoso seus lábios, um beijo delicioso, quando as bocas se unem num ritmo gostoso... foi uma sensação gostosa, de velhos amigos que já se conhecem bem o suficiente para saber como tocar, onde tocar... desci para terminar o que havia começado no carro, cheguei em seu pau, ele estava me esperando, armado do jeito que eu gosto, comecei a chupar gostoso, minha boca deslizava agora em seu pau, adoro o cheiro dele, me dá mais vontade ainda de chupar inteiro, depois de lamber toda a extensão do seu membro sensacional fui oras bolas, chupando uma de cada vez, até que ele ficou muito excitado e fez algo que eu não esperava, ele prendeu minha cabeça entre suas pernas usando os joelhos para me manter com a boca bem colada em seu saco, chupei com mais vontade, enquanto tentava não ter pensamentos claustrofóbicos, depois de muita chuparão e ele ter começado a emitir os sons que ele faz quando esta curtindo resolvi que já estava bom para o começo, que como haveria mais alguém entre a gente eu deveria parar para deixar alguma coisa para depois, subi então de encontro ao seu peito, me aconchegando entre seus braços quentes, mas por pouquinho tempo...

No conforto de seu abraço ele começou a me tocar, me prendendo mais uma vez, agora em seus braços, suas mãos me excitavam e me tocava de uma maneira deliciosa, me fazendo gozar em seus dedos, ele não parou, mesmo eu me contorcendo de tesão, veio por cima de mim num 69, não gosto muito quando estou por baixo, mas estava tão gostoso que deixei continuar, na posição que eu estava eu via perfeitamente seu cu, não gosto muito da visão, é um tanto estranho ficar com a cara colada numa bunda cabeluda, mas a visão não abalou minha vontade de chupar, e foi assim mesmo, cara enfiada na bunda, língua enfiada no cu, dedos enfiados no cu, ele adora isso, enfio com vontade mesmo, faço do jeito que ele gosta e quando não gosta ele fala como fazer, foram uns bons minutos sufocada naquela bunda até que consegui fazer com que saísse de cima de mim, ele se virou de volta pro meu lado, nos beijamos de novo, nos abraçamos e eu tentei deixar as coisas esfriarem um pouco, mas ele me prendeu novamente, me tocou com força, me deixando sem ar, me rendendo aos gemidos de prazer, colou o rosto com um meu e do jeito que estávamos ele conseguia sentir minha respiração acelerada, meus gemidos indo de curtos e espaçados a rápidos e estridentes, sua mão parecia entender do que eu precisava, joguei minha buceta mais forte ainda em sua mão, deixando cada vez mais fácil os movimentos, ele me olhava como um tarado insaciável, nós queríamos aquele momento, estávamos entrelaçados!

Eu me joguei mais uma vez em cima do corpo dele e ele me perguntou porque estava desobedecendo, respondi que hoje seria bem desobediente e isso fez com que ele levasse sua mão em meu pescoço, me segurando forte, como quem fosse me esganar, eu adoro isso, fiquei com mais tesão ainda, forcei meu corpo de encontro ao dele, tentando chegar em seus lábios, mas ele me empurrou, apertando um pouco mais forte o pescoço, me chamou de puta, vadia, já estava estourando de tesão, levou a mão em minha bunda, me deu um tapa forte, ele nunca havia me batido assim, foi uma delícia, ele me tocava, eu escutava o barulho molhado, eu estava a ponto de gozar na mão dele de novo, me contorcia inteira, uma sensação maravilhosa!

Ele então me virou de bruços, começou a tocar no meu cuzinho, enfiando um dedo, dois dedos, como ele sempre me toca gostoso fui deixando, ele então enfiou a cara na minha bunda, me lambendo e me excitando cada vez mais, foi então que ele se encaixou em mim, aquele caralho grosso me rasgando, me invadindo, misto de dor e prazer, ele percebeu que estava doendo, tirou e me chupou de novo, me relaxando mais um pouco, esqueci a dor por alguns segundos, veio então encaixando com delicadeza, enfiou um pouquinho, viu que cedeu, colocou mais um pouquinho, cedeu mais ainda, enfiou tudo com força na última vez, foi uma delícia! Começou então os movimentos vai e vem, me deixando louca de tesão, foi me comendo deliciosamente, enfiando tudo até o fim, me preenchendo por completo. Ficamos assim uns dez minutos, ora forte e devagar, ora forte e rápido, com ele é sempre forte!

Me girou e não me deixou esquivar, me agarrou pelo quadril, me forçou a abrir as pernas pra ele, encaixou novamente no meu cu, enfiou sem dó, foi metendo, aí não consegui, comecei a pedir que viesse com tudo, que viesse com força, que me fodesse com gosto, me comeu, me arregaçou, me deu prazer! Ficamos um tempo nesta posição, podendo forte, gostoso, até sentir seus espasmos, perguntei pra ele onde que ele ia gozar em mim, ele me respondeu que seria no cu, mas que ainda não seria naquela hora, mas não demorou nadinha depois daquilo, mesmo ele não querendo gozar foi só perguntar onde seria para terminar de me preencher, senti os espasmos mais fortes, gozou em mim! Me encheu de porra, ficando ainda mais um tempo engatado comigo, até eu pedir para ele sair de cima, pois não aguento muito tempo alguém com mais de 110kg relaxado em cima.

Nos abraçamos e como um casal de namorados começamos a conversar, eu laçando os fios de seus cabelos, aninhando como alguém que acabara de fazer amor e não só sexo, a nossa conexão hoje superou tudo o que já tínhamos até então, me sentia namorada e não amante ao mesmo tempo que não queria ser a mulher que ele veria ao acordar, uma sensação diferente, que não dá pra classificar como paixão, nem amor, talvez alguma outra coisa ainda não nomeada ou que não saberia nomear, curtimos mais um pouco aquele momento, ele foi tomar um banho, eu precisava também, nos lavamos, deitamos novamente, mas agora com a expectativa do que aconteceria a seguir, nossa amiga estava a caminho, ainda tinha mais coisa pra acontecer, ainda tinha algumas horas de sexo quente para curtirmos!

XXX

Peço desculpa aos meus leitores, normalmente não coloco um conto em duas partes, mas este ficou muito extenso e ainda está só na metade, então continuo amanhã!

Agradeço as leituras e sempre que dá leio também, mais leio do que voto na verdade, mas acompanho sempre os contos de quem deixa recadinhos para mim, em especial ao Anjo Discreto e Samir, que sempre escrevem desde que comecei aqui no site.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/07/2015 16:45:01
Ótimo, muito excitante
16/07/2015 11:52:42
Muito bom!! A linguagem é excitante!!
16/07/2015 09:39:51
Muito bom deu conto maravilha. Se puder leia os meus bjs.




Online porn video at mobile phone


na zoofilia as cadelas aceita ser fudidaimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinhocasa dos contos esposas pagando a divida dos cornos enroladosver relatos verdadeiro cheirava as calcinhas da minha primacomtos papai me fez a pita do analgozando dentro da mignonzinhaconto erotico caseiroContos incesto dei pro meu pai eu era novinha convencicontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhacontos casada encoxada no ônibuscontos eróticos de entregador de agua como dona de casaContos eróticos comi a rosquinha da mulher e da filha gostosa do padeiro na padariatexto de mulher quatro mulheres e quatro mulheres se for do mundo assim podendo em uma chupando o pau da ou julgamos o xiri da outraConto gay policial fodido pelo marginalvidio de pono gya com tio com briquendo polo cu do seu afilhado mundobichaeu gozei no reginho da sua bunda xvideosurpresa+no+banheiro+pornode menino 18 anos vídeo de sexo de menina de 18 anos favor urgente na boca o cara dormir à tarde vídeo de sexo de 18 anos por favor eu filme pornô de 18 anos e muita safadezafilme porno das pantera meu tio foi passar um fim de cemana na minha casacoroa pelada toda melada de margarinazoofilia no Congocontos eróticos suportando três cacetes com carinho e amorbuctao tod c gazandcalcinha rendada minha mãe que me iniciousexo taboo com toda a família contos ineditos mães e filhos online contos de incesto Contos eroticos mamaeeee uii aiiv meninas 14aos 17 anus perdeno avirgindadeporno com vizinha que chega de.mudança coroalazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadaConto erótico bricadeiras eradas com o paiMinha irma adolecente taradinha em conto eroticosex. video amarcaiagretchen mua chopano 2007o negrodotado contos biGta brut mulher nuaContos padrasto fode filha novinha enchentemãe e filha fudendo com travesti de calcinhaSo fotos de picas de 20 centímetros enfiado na bucetaMassagem acaba em fio terra ea mulher flagahistoria-erotica de entiado bem dotado fudendo a entiadavideos porno pau gigante.na.bucetinha apertada deu emoragiacumadre magra de bermudinha sexobaixar vídeo pornô mulher fazendo sinal com a mão presa na pia para o homem comer elacontos eroticos amiga apostando o cupai tarado ia enfiar so a cabecinha mais enpurrou na bucetinha da filha virgenporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererencoxada bem arroxadaevangelicas na zoofilia com cachorromulher amarrada e sendo torturada pica do dotadonegaoloira com a b***** desenhada na calça jeans e o negão ponhando pau no meiochupando a buseta defentevideos de sexo Dono de imóvel comendo o cu da inquilinaquero ver filme pornô com preguiça do Flamengo d********* de bruçorapaz pula fora quando senti que o negao ia empurrar tudosó bucetinha novinha na ommmmmvideo porno botei meu pau ate as bolas na boca da tiacontos de viadinho dr calsinhamulher derramando enfiando um copo de cachaça na bucetaporno. tor. muita careitiporno negao engatano crentinha casadaminha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro delacontos eroticos de santinhasminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.conto erotico com o senhor ditaoWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamIcd_patryziafamilias nua praia de nusdemosflagrei a novinha fudendo no mato e chantagiei contosfodida na balada/contohomens chupando gksxvidio veio chupando peito da novilnhaVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jeguedepilando a minha tia gravida contos eroticosprovequei o papai e ele fodeumeos videos de sexo os lolitos da picaopornodoidocasal liberal cornocontos eróticos de estrupo entrepadrinhos e afilhadaconto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cucasa dos contos zoofilia com viralatasdois gatoto tarado xvidiosogra fagar gero de pau duroconto com onze anos eu trepei com meu tio foi muito gostoso mais doeuleitinho do papai contos inocenteEdgar um velho casado com uma gordinha de 24 anos metendo gostosocontos/arrebentei meu cabacovideos curtos de cunhado fudendo gostoso o cu de cunhada negra brasileirafazendo empregada gozarMe chamo Carlos e sou casado com Márcia uma loirinha linda pequenina apenas 1,52m magrinha apenas 49kg contos eroticosCamisinha atrapalha a tirar a virgindaderealizei minha fantasia com meu tio e seu amigo negâomobile zoofilia com cachora femiaSexo on-line aclimação menagepornô brasileiro mulheres comendo outra com pipador falando putariacontos eroticos strip poker com minha namorada e cunhada