Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Samba da Laje

Autor: Kmilinha
Categoria: Heterossexual
Data: 18/08/2015 22:50:49
Nota 10.00
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Enfim, férias de julho, tive pouco ou quase nenhum contato com a Jéssica (até então minha melhor amiga) durante aquele mês.

No pós-férias e primeiro dia de aula, depois de colocarmos a fofoca em dia, ela me convidou para uma festinha de aniversário do seu "ficante" do momento. Bateu meu sinal de alerta quando soube que era um carinha que não saia da entrada do colégio, porém, nem sei se frequentava as aulas. O sem noção sempre estava na rodinha de uma "turminha do mau". Sugeri que ela saísse fora, era roubada na certa.

Quem tem uma melhor amiga, dramática como a minha, sabe o que acontece nessas horas. A garota disse que eu era egoísta e não queria ver ela de boa e blá blá.

Deixei quieto no momento, aos poucos tentaria mostrar-lhe os defeitos do cara e tirar a amiga desta cilada.

Percebi que não era prudente recusar o convite para a festinha, fiquei sabendo que era em um bairro no extremo da periferia.

No sábado à noite encontrei com a amiga no local combinado onde o carinha pegaria a gente. A Jéssica ficou irada quando viu meu visual, disse que eu parecia uma pedinte. Vesti um conjunto surradinho de blusa, calça jeans e uma sapatilha de lona bem podrinha. Acha que eu ia pagar de patricinha? Ouço os comentários todos os dias sobre como a região é violenta, era capaz de voltar de lá até sem as calcinhas... rs. Claro que estou exagerando, apenas quis vestir algo mais simples.

O carinha chegou com o possante, fiquei preocupada que se ele desligasse o bicho, teríamos que empurrar a tranqueira pra pegar novamente.

A tal da festinha não era na casa dele, nem em um barzinho. Fomos convidadas a conhecer o famoso "Samba da laje". Na entrada do pagode ganhei um copo de "maria mole" (Dreher com Contini branco). "Aff! A noite será animadíssima!" pensei sem perder o bom humor. Todavia, quando senti um cheiro diferente que saia junto com a fumaça de cigarros que alguns fumavam, achei que seria melhor ficar em um canto mais afastado, já que não poderia ficar sem respirar.

Mas a festa estava bem animada. Samba da laje era somente um termo, a música predominante era o Funk. Novinhas que aparentavam ter no máximo 13 ou 14 anos, se acabavam na dança maliciosa, vestidas com suas minissaias (e sem a calcinha).

Não tive a companhia da minha amiga por muito tempo, o casalzinho deixou-me com as supostas primas do carinha e deram um perdido por mais de uma hora. Quando voltaram, não sei quem estava mais louca, eu com a mistura de bebidas ou ela com um sorriso de prazer, contudo, com uma expressão de entorpecida.

Mais tarde, depois que insisti muito, ele nos levou embora. As ruas no entorno do local pareciam motéis ao ar livre. As garotas e os caras se pegavam em pé nos muros e em portões das garagens. Tão loucos que estavam, nem tentavam disfarçar o ato sexual quando eram iluminados pela luz dos faróis do carro.

Chegamos tardão ao apartamento da amiga, fomos dormir sem que seus pais vissem nosso estado.

Não era a primeira vez que voltava à casa da Jéssica depois daquele "love" que tive com o pai dela, em outras ocasiões, também rolou um clima entre eu e o coroa, no entanto, não chegamos até às atividades de alto impacto.

Na manhã seguinte, depois da baladinha, o homem forçou a barra e por pouco não deu merda das grandes.

A mãe dela saiu para ir à igreja naquela manhã de domingo, eu e a amiga não acordaríamos tão cedo (reflexos da baladinha). Quase morri de susto ao acordar com mãos erguendo meu corpo, era o pai dela, ele fez sinal para eu ficar quieta e não chamarmos a atenção. Levou-me para o quarto do casal.

Não adiantou chamá-lo de louco e que aquilo não ia dar certo, em segundos deixou-me sem a calcinha, deitada de costas com as pernas levantadas e arreganhadas enquanto sua boca sugava meu sexo. Era mais uma dose de adrenalina, daquelas que me faz cometer loucuras, contudo, sempre há a recompensa de orgasmos mágicos que valem a pena.

O risco de ser pega pela amiga ou a mãe era enorme e só aumentava minha libido. Estava quase gozando na boca do policial safado quando ele parou as sugadas, tirou a cueca e veio por cima de mim tentando me penetrar. Insisti para que ele pegasse uma camisinha, estava desprotegida e também não poderíamos deixar vestígios.

Após estar coberto pelo preservativo, seu membro penetrou minha fendinha arrancando-me gemidos contidos. Enlacei suas pernas com as minhas e curti aquele papai e mamãe.

Não demorou muito a gozar, também cheguei ao clímax pouco depois de sentir a borrachinha morninha e as pulsações do seu membro em minha grutinha.

Assim que tirou de dentro, alisei seu membro vestido com a borrachinha, eu continuava cheia de desejos e querendo mais. O pênis do coroa não tinha amolecido totalmente, senti que recomeçava a enrijecer com meus carinhos, entretanto, o homem estava praticamente me expulsando do quarto com medo que fossemos pegos. Bem que eu quis discutir a relação, já que foi ele que me procurou e provocou, porém, deixei quieto.

Cheio de pressa vestiu a cueca e foi para a esquerda em direção ao banheiro para tirar a camisinha e sumir com ela. Eu virei pra direita e levei um susto ao ver minha amiga saindo pela porta do seu quarto e surpreendendo a mim e seu pai. Imaginei que a garota tentava entender o que estava acontecendo.

Ela voltou comigo para o dormitório e, claro, quis saber tudo o que eu fiz nos últimos minutos. Expliquei que tinha ido ao banheiro e o pai dela apareceu de repente quando eu caminhava pelo corredor.

Ela acreditou, ou fez que acreditou. Fiquei com uma pulga do tamanho de uma capivara atrás da orelha. Pensei "será que ela notou a barraca armada na cueca do pai? Se notou, com certeza não acreditou na minha história".

Beijos amigos, até a próxima!

http://facebook.com/kamila.teles.9256

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


branqinha se esbarra na pica xvxvidios estorando as prega das cuzudaspés chulé contoenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheiocontos eróticos san e dean incestofilme pornô gratis bucetinha bem limpinha sem cabelo ganhando enfiadinha de leve do pau grossocontos eroricos lesbicos de lactofilianovinha desmaia de tanto gosa conto eroticoa tia zoofilia pegada no caocrioula perdendo a virgindade de bruçocontos eróticos comendovideo porno botei meu pau ate as bolas na boca da tiafiume porno garoto senti tezao pela crentinhamulher de shortinho jeans desfiadinho socado na ruacontos eroticos o carroceiro e as enteadasconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucuraum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marraContos eroticos gay o engraxatecontos de scatAdulta criando pentelho na bucetadeixo unegao desmarcado goza dentrofudendo com dorso de penisContoeroticonovinhosafadopedreiro fode menina em cima do andaime pornôdois dotado fetendo com forca e tirando sangue da bucetinha da moleca assanhadaporno.incesto.filha se asusta.com o.tamanha do pau do.negraofilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assustamae. gosa pau fillho sentadasem calcinha contosfotos menina de 15anoa mostrando agozada na busetacomocomia a minha tiasem ela saber- Casa dosContossarrando a bundinha da minha filinhaOk pornô gay d********* escondido pornô gay com alguém daqui a pouco pensativo alguém sexo pornô gay sexo transando mulheres transando com a cunhadawww.xvideos meninas com fartura de carne da buceta e rabo gostosocontos eroticos dominada na frente do meumegao pega mulheres casda a forsa econe abusetao vídeo de um homem e uma mulher dançando pelada com botãozinho para minha boca sem travar para não escolher se eu quero ou não aquele é minha nota porfavor aquele pretopornô doido chupando os mamilos da Dalvinhasikis iremmelevei a minha noite também nua da filha me trata nua mandando minha pelada nua e vizinha tá na loja com meu pequenocontos erotico meu sogro mi arobou cm seu pau d elefantesou casada e dei o cu para outro homemTia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comerporno comendo cu de homêm de bùnda grandebomtuda pornominha mae so' andava de roupao contos eroticoso tio tarado estrupando a sobrinha clitado de dornovinha gostosa chupando até gozar na sexta-feira mas ainda continua na mãoConto porno virgem deflorada por traficante pauzudo da favelaSexocompaixaoContos me encheram de porra na frente do meu maridoForcei minha mae e ficar nua conto incestopaguei mas gozei gostoso na filha evangelica da empregada minha contoslazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadafazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elecontos eróticos primeiras experiências com siririca com mulheres mais velhaassistente de palco do programa vai para o teste do sofa pornodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaocontos sinhozinho mamou meu grelinhomulher novinha transando com jumento jumento emocionada com coconovnha ganhando varada no niversario de 18 anos jorrando porraxvideo.ana desfarsado no quarto da novinhatio por favor coma meu cuzinho a sobrinha improrando para o tio ele nao resiste contosmulher passar margarina ela pelada e no cu bem gostosoconto erotico boa noite cinderelaloirinhas da minha região, estou doidinho para acabar com seu sufrimento sexual judiciaria tatuada pornoconsiquiu engoli uma pica enormecontos eróticos mamãe deu o cu eu vicontos eroticos usando camisola pro meu filhoContos chantagiei minha irmazinhacontos eroticos de uma sirica bem batida aos gritosxvideo garoto trazado com agplesbica fode a outra com dildo entroduzido na buceta e sentada na cadeirasliberalina puta vídeo proibidoXVídeosporno Malícia parei