Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Chantageei minha irmã e comi seu rabo

Um conto erótico de Jovem Casado
Categoria: Heterossexual
Data: 23/09/2015 21:29:13
Nota 9.87

Bem leitores, antes de dar continuidade ao relato da minha historia com a prima Gabriele vou narrar um fato ocorrido com minha irmã. Tenho 30 anos, pele clara, olhos verdes, cabelo castanho, 1,80 e 75 quilos, gosto muito de praticar esportes e me manter em forma. Moro no interior de Santa Catarina com minha esposa com a qual sou casado a cinco anos. Tenho apenas uma irmã que ainda vive com meus pais, chama-se Suélen, loira, 1,65, aproximadamente 48 quilos, olhos castanhos, pele clarinha, seios pequenos bem durinhos, bumbum de tamanho médio arrebitado, enfim...um tesão de menina. Hoje ela tem 23 anos, estuda e desde os 15 trabalha como modelo.

Saí da casa dos meus pais quando ela tinha 13 anos, na ocasião fui para Florianópolis estudar na UFSC, desde então "me viro". Devido a isso não tive muita proximidade com minha irmã, mas desde cedo confesso que muitas das escolhas que ela foi fazendo não me agradaram, todavia nunca me manifestei afinal a vida é dela.

A historia que aqui nos interessa ocorreu quando eu estava prestes a me casar, Suélen havia completado 18 anos recentemente, por acaso um amigo da família fez chegar em minhas mãos um vídeo no qual minha irmã se exibia para um marmanjo idiota, fiquei enfurecido e fui tirar satisfação com ela em um final de semana qualquer. Quando cheguei a casa onde ela reside verifiquei que estava sozinha, meus pais haviam saído para o interior e só voltariam no dia seguinte. Quando ela me recebeu cordialmente, me contive e fui conversando de modo a não tocar no assunto diretamente, falamos sobre o quão vulnerável uma pessoa fica quando confia em alguém de tal maneira a ponto de se exibir em um vídeo, o quanto isso pode ser prejudicial profissional e emocionalmente quando imagens ou fotos são viralizadas. Ela apenas assentia e quando perguntei se ela já havia feito algo parecido desconversou, aquilo me deixou pasmo e me enfureci novamente.

Perdi o controle e mostrei o vídeo a ela, xinguei muito e ao ver que o assunto era sério e a exposição que ela havia sido vítima começou a chorar, argumentou que estava apaixonada pelo cara, que fizera tudo como uma prova de carinho e que jamais imaginara ser traída de tal maneira...mas não tinha volta!

Estranhamente o que mais a preocupava era que nossos pais não descobrissem, e como eles não tinham nenhuma afinidade com a internet a única pessoa que poderia diretamente informá-los do ocorrido seria eu. Suélen implorou para que eu permanecesse calado, faria qualquer coisa para que isso acontecesse. Isso me deu uma ideia, chantagearia minha irmã para demonstrar diretamente como qualquer pessoa se sentia ao ver o vídeo, me portando como um verdadeiro cafajeste.

Permaneceria calado com uma condição: ela se exibiria para mim em um novo vídeo sensual. Suélen quase sem acreditar, assustada e ainda chorando concordou. Para de chorar sua puta, vai se lavar e colocar uma roupa que preste que estarei esperando no seu quarto falei. Lentamente ela se dirigiu ao banheiro aos prantos para obedecer a minha ordem, enquanto isso me dirigi ao quarto dela, com o celular em mãos. Ao entrar vi um quarto de garotinha, todo rosa, decorado como se ela estivesse na segunda infância, me deu mais raiva ainda perceber que Suélen não amadurecera em nada.

Minutos depois minha irmãzinha veio me encontrar, vestia um bodystoking ROSA (que raiva!), sandália com salto gigantesco, batom vermelho...a combinação até que me agradava, um misto de mulher sensual com ninfetinha, pena que mal conseguia manter-se sem chorar. Pedi que se acalmasse, a elogiei e disse que abriria mão da filmagem, mas não da dança pois ela estava linda e seria um desperdício (isso a animou um pouco). Selecionei a trilha sonora e ela começou a dançar, rebolava indo até o chão, passava as mãos pelo corpo, chupava seus dedos e em seguida acariciava os mamilos e buceta me deixando enlouquecido. Ordenei que se aproximasse, fiz um movimento em menção a dar-lhe dinheiro e ela sorriu, dançando devagar vei chegando, estava muito próxima de mim se exibindo,eu estava realmente muito excitado com tudo aquilo e já havia decidido que iria transar com ela.

Em um determinado momento pedi que ela virasse de costas para mim e se inclinasse, ela obedeceu e eu não resisti. Agarrei minha irmã pela cintura e puxei com força para pero do meu corpo, meu pênis latejava de tesão. A primeira reação de Suélen foi libertar-se, mas quando percebeu que seus esforços seriam em vão desistiu. Ainda com ela de costas e colada ao meu corpo comecei a beijar seu pescoço e orelhas, com uma mão agarrei um seio enquanto a outra bolinava sua buceta que começava a demonstrar que minha maninha estava começando a gostar da brincadeira. Sentei-me na cama e a virei de frente para mim ainda em pé, com pouca dificuldade rasguei seu "macacão" e comecei a chupar seus seios que estavam muito enrijecidos aquela altura demonstrando a excitação que sentia. Lentamente fui descendo beijando toda a extensão da barriga até chegar a sua grutinha, toda depilada, que exalava um cheiro delicioso e possuía um sabor sem igual. Chupei ela com vontade e maestria brincando com seu clitóris e enfiando minha língua ao máximo. Ela gemia baixinho e logo um tremor percorreu seu corpo e suas pernas bambearam...gozara.

Olhei para ela carinhosamente e gentilmente segurando o seu braço fui guiando até ficar de joelhos, sabendo qual era a minha intenção minha irmã iniciou um boquete maravilhoso, chupando a glande, lambendo meu saco, engolindo toda a extensão do meu pênis e a cada engolida quando retornava trocava olhares comigo conferindo minha reação. Estava a ponto de gozar, mas como esse não era meu objetivo ainda a conduzi de costas para a cama e entre carícias e beijos a penetrei.

Suélen gemia, arranhava minhas costas, chupava meus mamilos, era delicioso.Enquanto isso eu cadenciava o ritmo das estocadas ora devagar ora com muita intensidade enfiando até onde podia. Trocamos algumas vezes de posição e ao dizer que não aguentava mais retardar meu gozo (minha intenção era a de gozar fora de sua buceta por motivos óbvios) ordenou que depositasse todo meu leite dentro dela argumentando que tomava anticoncepcional, sem muita demora enfiei fundo e explodi em um gozo incrível, ejaculei bastante enchendo sua buceta de porra e ao fazer isso minha irmã atingiu o clímax pela segunda vez. Retirei meu pau de dentro dela e rapidamente comecei a masturbá-la, tal atitude fez com que gozasse várias outras vezes em sequência.Estávamos exaustos.

Deitamos abraçados de conchinha e minutos depois eu estava rígido como uma pedra novamente, agarrei com uma mão os cabelos de Suélen e ordedei que ficasse de 4 para mim. Sem entender muito prontamente obedeceu (sinceramente aquele quarto rosa me irritava), decidi que iria sodomizá-la. Aproveitando o leite que inundava suas coxas esfreguei meu pau nelas e dirigi ao seu cuzinho, percebendo o que iria acontecer implorou para que não fizesse o que planejava pois havia tentado por insistência de um ex-namorado (o cara para quem fizera a dança no vídeo) e havia doído muito. Disse que não iria adiantar tentar me convencer pois eu estava determinado, procurei acalmá-la afirmando que tomaria cuidado.

Depois de certa insistência comecei a penetrá-la novamente, desta vez em seu cuzinho apertado. Fui forçando lentamente, sem pressa e ao notar que ela já estava confortável aumentei o ritmo até estar freneticamente socando com toda força arrombando seu buraquinho. Dava tapas em sua bunda, xingava e ela parecia gostar, rebolando e comprimindo meu cacete em seu ânus e us quinze minutos depois anunciei que gozaria, desta vez em seu belo rosto. Suélen rapidamente virou-se e eu gozei, fartando minha irmãzinha de sêmen. Nos beijamos e enquanto ela foi ao banho decidi ir embora sem falar nada.

Em nenhuma ocasião tocamos no assunto, nunca mais repetimos a transa, contudo como presente de casamento recebi das próprias mãos dela um pacote juntamente com o pedido de abri-lo sozinho, quando o fiz, para minha surpresa estava lá o bodystocking rosa rasgado que usara na ocasião bem como um cartão de memória que continha um vídeo dela, dançando sensualmente com uma roupa idêntica a que usara comigo. Será que irei repetir a dose um dia desses mesmo estando casado?

Espero que tenham gostado do relato que embora extenso foi sincero, abraços.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/02/2017 12:49:20
muito bom, uma irmã assim que queria
20/11/2016 12:21:55
Hmmm, conto excelente!!! Quem resiste a uma irmã como essa? Vai ter continuação? Se sim, escreva logo. Abs e leia o meu tb.
30/09/2015 17:59:17
Muito bom adorei, com certeza teve mais vezes
29/09/2015 13:34:06
Conto rápido e muito gostoso
27/09/2015 16:13:39
Muito bom seu relato, só não curto o titulo "CHANTAGEM" por ser adepta do sexo livre e consensual, mas valeu pelo contexto. Nota dez pra você...
24/09/2015 23:22:50
Muito bom apesar de ter começado com uma leve chantagem.
24/09/2015 14:49:13
Delicia muito bom adorei
24/09/2015 09:17:53
Pelo jeito a Suelen gostou da coisa. Tanto que como presente de casamento enviou lembrancinhas cujo recado significa ¨não esqueças de mim, porque eu quero mais¨. Rs. Muito bom o relato. Nota dez e beijocas.
24/09/2015 07:43:39
Da hora este conto, brother. Achei tudo irado, só não achei muito maneiro ter chantageado a gostosa da irmãzinha. Com jeitinho ela faria tudo, pq, pelo jeito ela é bem safadinha. Igual a minha irmã. Transei com ela tbem e narrei isso em dois relatos. Nota dez e conte mais, porque como disse o Edgartron, com certeza não vai ficar só nisso. Abs.
23/09/2015 23:31:49
bom cara,pelo q vc dize do q ela lhe dera no dia d seu casamento,sinceramente se este conto for real mesmo e se vc ñ demorar muito,para procurar ela d novo,acho q sim,q vc vai transar com ela com toda certeza .




Online porn video at mobile phone


mulheres brincando com penis so na portinhaencoxada bem arroxadaapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analsogra fagar gero de pau durofilha adotiva safada com mae e pai contosxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezconto corno diamantecontos/vendi meu cu virgembucetinhasequinhagta v a minha secretaria ta dando mole fizemos sexo no escritoriotitio comendo osobrio nosofa vidio gayContos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempomulher infiel adora dar a buceta para outro comerconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexomulheres prendeno o bico do seio com prendedor xvideocomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãocontos de sinhazinha lesbica abusando de escravaMulher lendo jornal e dando cu pornoColetania de foto de buceta peluda por baixo da saia.paicomeu eu minha irmacontos eróticos uma vida incestuosa como tudo começou pt 3duas lebiaca se beijando devangarxvideosó no cu pracaga grossoflagrei meu irmao comendo nossa mãegarota muinto novinha com cona muinto apertadinhacontos danada sem calcinhamillasissyfelipe e guilherme - amor em londres 4cutucou a menininha sem penetrarcomendo sogra encuanto dorme porno loiracontos erotico chantagem e submissão de casal novinhomulher esculhanbando is outros no comentario do nariz thifanyBucetainchadaxvideomobileconto erotico curradacontos gay. meu vizinho de 12a me comeu.Certo ou errado?meu irmao amado contos gays cap.08homens com rolas veiúdas transandosexo gay chatagiando o primosex. video amarcaiadei meu cu e tava bom pornolesbica fode a outra com dildo entroduzido na buceta e sentada na cadeirasvídeo pornô mulher que faz a outra gozar e da Paz e líquido saindoporno. cazano muita no vinhacontos eu e meu marido fomos no jogo de futebol no onibus dei pro negao eninguem viucontos casadas chupadeirasmeu padrasto me comeu e minha mãe participouvideo de sexo negao da rola de cinquenta citimetro com uma jeguagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaContos negao arrombou minha esposa na minha frentesexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaolevantou o vestido da coroa evagelica e passou a rola.comdopei sobrinho contosamigos d filho fpde mcu da minha.maecontos lactofilia com fotos ou videovídeos de sexo de contos na sacristiavideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filhosogras com genrosbucetastravestis peitudas e dotadas rasga cu da mulheres dos peitos gigantesporno nao no cu nao e groso e conmprido aaaiii de vagacontos eroticos de amamentaçãofudeno cadela de frango asado zoo filiaconto com foto deesposaMulher gostosa dw vestinho coladinhos fudendovideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiacorno manso otario contoscontos erotico curvada frente namoradonovinha do priquito ruivo contosTranzando com as velilhas tetudas debicos grandecasadindo novo dando o cu e esposa vendo xvideosangue suor lagrimas tortura pornolevantando a saia daquipornocontos de sexo depilando a sogravídeo de mulher pelada mostrando a b***** tomando banho arreganhando e ficando de quatro fazendo altas posições massacontos eróticos meu irmão pediu pra mim conpra umas coisinhas pra elePenis flacido castrar contosdei o cuzinho meladinho contosmeu cunhado tirou meu cabacinhosou evangelica casada mas adoro da o cu pro meu visinho que vivi me comendoContos. Desde pequena ja pegava no pau do meu tio..espozinha fica bricando com amigo do marido e leva no buceta pica peta gigante e gene de dorhomenzão da porra xvideo gaygozada acidental buceta assustada bravalais minha enteada da xoxota apertadinha contosXVI de os foi estuprar a coroa mas ela gostou e gososou gostosocontos pornôs vingança órfã gangbangcontos eroticos de feminizaçao parte 2vi minha namorada branquinha virgem sendo fodida por um velho pauzudo/contos eróticosgozada no cu com recuada gayPornopiroconase voce fizer sexo nova e depois so mais velha fazer o cabacinho fexa