Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Viajando com meu tio caminhoneiro

Viajando com meu tio caminhoneiro

Essa história se passou quando eu tinha 13 para 14 anos. Me chamo Fred, loiro, olhos azuis, branquinho, pois sou parecido com minha mãe. Meu pai é mecânico e fizemos várias sacanagens juntos. Meu tio Robson, irmão de meu pai, na época era alto, forte, peludão e machão. Adorava falar das putarias que fazia com a mulherada nas viagens. Era casado, mas minha tia nem imaginava todas que ele aprontava. Eu, nessa época, recém havia aprendido a tocar punheta, com meu pai, e buscava informações sobre tudo que aperfeiçoasse meu conhecimento sobre sexo. Da forma mais rudimentar possível, ou seja, com meu tio, amigos, primos e pai.

Em pleno janeiro, época de férias escolares, meu tio me convidou para viajar com ele de caminhão, para o norte do país. Meu pai deixou. Eu estava muito feliz, pois além de sair da rotina, admirava muito meu tio.

Após o carregamento no Porto de Santos, partimos para nosso destino. A viagem não era muito agradável, mas para mim, estava super divertida. Cantava com ele as músicas sertanejas que ouvíamos no rádio. Curtia as buzinadas que dava para outros caminhoneiros. Cada conhecido que ele cruzava, tinha histórias para contar. Ele conhecia muitos caminhoneiros. Eu ouvia com prazer as histórias que ele contava dos seus colegas:

- Aquele é o Zé. Uma vez, uma noite em um Posto de combustível onde estávamos parados, pegamos uma puta em dois, eu e ele. Fizemos horrores. O Zé é mais safado do que eu. Enquanto eu socava na bucetinha dela, ele foi metendo a língua e depois os dedos no cú da bichinha. Quando vi, enquanto eu comi a buceta dela, o Zé táva penetrando o cúzinho na mina, que gemia alto, chegando a gritar. Logo ele gozou, enchendo o cú dela de leita. Aí não aguentei, eu nunca tinha comido o cú de uma mulher. Botei ela de quatro, arregacei as bandas da bunda, mirei bem no olhinho do cú, e fui introduzindo. Entrou fácil, porque táva bem lubrificado com a porra do Zé. Naquele tempo a gente não usava camisinha. Fred, em três ou quatro bombadas, enchi o cú dela de leite também.

Enfim, eu provocava meu tio pra ele contar as histórias dos caminhoneiros, pois eu ficava muito excitado com isso. De canto de olho, notei que ele também, pelo volume que se apresentava em sua surrada bermuda de sarja.

Estávamos viajando há horas. Eu havia pedido a ele para parar para ir ao banheiro, queria mijar. Ele disse que também estava com a bexiga cheia e que, alguns quilômetros à frente iriamos parar em um bom posto. Em dado momento, no meio de uma das histórias, ele parou de falar, pois estávamos no meio de um congestionamento. Deveria ter acontecido algum acidente à frente. ´-

Pelo rádio, foi informado que eram detonações de rochas e, que demorariam cerca de uma hora, mas o trânsito continuaria a fluir em meia. O calor estava insuportável, não havia ar condicionado no caminhão. Estávamos ambos só de bermuda, sem camisa. Meu tio exibia o peitoral largo, negro de pelos, parecia um tapete. Óculos de sol. E o suor escorrendo. Ofereci mais água da garrafa térmica, mas ele disse que se bebesse mais um gole se mijava todo. Acendeu um cigarro, e tentava relaxar. Aí então ele teve a ideia: - Fred, debaixo do banco tem uma garrafa de água mineral vazia. Pega lá, vou mijar nela e depois jogo fora!

Encontrei a garrafa vazia e estendi a ele. Ele disse que precisaria de ajuda, pois estava dirigindo, com trânsito lento a meia-pista, e ainda fumando. Tirei a tampa da garrafa, enquanto ele, com uma mão, abriu a bermuda e tirou a jeba pra fora. Era um bom cacete, acho que até maior que o do meu pai. Estava meia bomba, talvez pelas putarias que acabávamos de falar.

Segurei a garrafa entre suas pernas, tentando encaixar, em vão, a cabeça do pau na entrada da garrafa. A cabeça do pau era bem maior e jamais iria caber naquele buraco minúsculo. Com uma mão ele segurava o pau, e a outra tentava dirigir, segurando o cigarro entre seus lábios e fartos bigodes. Sem avisar, soltou o primeiro jato, que não acertou o alvo, molhando minha mão.

Decidi mudar a estratégia, de forma surpresa para meu tio, segurei a jeba dele com uma mão, e a garrafa com a outra. Direcionando o jato para a garrafa. Ele relaxou e rapidamente encheu a garrafa com um jato forte, espumoso. Ouvi seus gemido de prazer e o comentário: - Guri, que tesão, melhor que isso só uma foda!

O meu pau estava estourando na cueca, mas procurei esconder o que estava sentindo. Quando ele acabou de mijar na garrafa, tapei-a, para me livrar no primeiro posto em que pudéssemos parar. Confesso que senti um tesão danado, segurando aquela garrafa com mijo quente em minhas mãos.

Cerca de uma hora depois, conseguimos chegar ao tal posto. Ele estacionou o caminhão e foi verificar combustível, pneus e outros itens. Eu fui ao banheiro me livrar da garrafa e aliviar minha bexiga também. Entrei no reservado com a garrafa na mão, tirei meu pinto adolescente e mijei. Ao lembrar que segurei o pau do meu tio, fiquei de pau duro novamente, interrompendo meu mijo. Destapei a garrafa e comecei a despejar o mijo do meu tio no vaso, e no meu próprio pau. O cheiro do mijo dele, misturado ao cheiro de sebo do meu pau me deu um tesão indescritível. Foi a melhor punheta da minha vida. Gozei fartamente, enchendo a mão. Lambi cada gota da minha porra, misturada ao mijo do meu tio.

Tentei lavar o pau na pia do banheiro, e seguimos viagem.

Comentários

22/10/2016 17:57:50
10
03/10/2015 22:51:42
Maravilhoso!
03/10/2015 02:50:40
ok bom vlw msm..?
02/10/2015 14:15:41
Finalmente consegui ler esse conto, rsrs, toda vez que clicava no link dava erro.
02/10/2015 00:51:58
Quase não consegui ler e agora que li queria mais, faz os contos mais longos por favor.
01/10/2015 23:45:24
Legal
28/09/2015 21:16:40
Muito bom!
28/09/2015 17:49:32
muito bom 10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erotico meu/marido transou comigo e meu sobrinhoconto gay cacetao tioquero pesquisar filmes pornor com negros super dotados arregassando cu e bucetas de mulheres loiras tirando sangue do cursinho delascache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 os erótico sou casada e transei com negão africano mega dotadopalavroespornobrasileirassou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticoincesto pai filha eroticos peludo bigode contosnovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaoporno com egua pordrinhacontos vi uma mulher cagandogostosas da vunda durinha esfregando na linguamartinha safadinhamamei contosmenina fudedo de xortiu de dormiver instoria de susane .. casadas dando a buceta pra outros homenseu quero ver as fotos da morena que dançava o Créu ela nua pelada porque sabendo que eras no site que ela ficou feio uma foto de pornô homem para a gente ver aquixvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanaSite porno de facio asseçoCONTOS SOU RABUDA SO USO SHORTINH PROVOQUEI MEU SOBRINHO ATOLADO NA BUCETAquero ver vídeo pornô de novinha sendo estrupada na noite passada passada amor comigo a noiteO Riquinho e o Favelado conto gaysadomasoquismo porquinha choquemas o porquê que não me permitam baixar videos da zoofilia?crenye de verdade é aquele crente sabiopornor doido homem batendo poleta no banheirovocê vai realmente para o Quartel eu tava até 9:00 da manhã online qual foi tava no quartel mesmoputaria brasileira padrastro pegado a força a intiada virgem numca namoroucarolzinha santos com muito putaria trepanofilme pornô de guerra fria maior chupando grelo da outraQuadrinhos cabeludos de uma gangue de monstros tarada por mulheres gostosas! HQs lotadas de criaturas horripilantes que vão te dar medo e prazer!contos eróticos de homens que gostam que suas esposas transem com outrosfilhaabre as pernas qie vou te fider gostosoconto minha tia tesuda peladacontos eroticos minha primeira siriricaconto erotico gay vagejada capcasa do conto meu irmao me encoxouencubado flagrado dando o cuXVídeos pornô brasileiro sogra ameaçando genro para transar com ele filha escuta todos os diasaribjr/escritorjhuly dormindo de calcinha xvideosisso papai soca fundovideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhocasa dos contos eroticos evangelicacontos eroticos fudendo uma meninha bem novinha da bucetinha lisinhaCONTO EROTICO FILHO CARALHUDO ARROMBA MAE TODA NÕITEPapai e titio comeram minha bundinha contos eróticosvideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudoscasa dos contos zoofilia com viralatasconto erotico macho dominador convida amigos pra foder viadinho submissocomo q estourar as bolinhas sexchop sexuais na relacao sexoComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorrocontos eroticos tia bucetuda no onibus e menino casetudocontos eroticos varios homens arrombaram meu cufilme porno americano onde objeto exotico liberava o tesao dos personagensincestocrenteContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestonovinha xeia de pintas na bct na siriricacontos aiiiii hum aiaiapadrasto enteada falei de sexo brasileirocontos minha cunhafa de 12 anos chupo meu pintovideo gay vésatil aribjr/escritorelacareca contos eroticos de mullheres carecasautorizei minha mulher fuder com outrocasada santinho e seu corninhoviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetaTurbo negro contos gays.gay jogando video game pelado sozinhoconto erotico crossdress na academiaMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhosCumeno madura no quintau porno contos morando na casa do sogro bravoxvidio mocinhapenetração forçada do pistoludocontos inocentes tapas no orfanatonegao metendo em colatinaTitio gozando nas minhas tetinhas contos eróticosmelhores meninas de porno prima com avô de 50 citimetrocuzao da tia vim nao aquentei mobile pornDEI PARA MEU FILHO NO SOFAmulheres passa margarina uma na outra peladas