Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O doce nas suas veias - (Capítulo 2)

Autor: Vamp19
Categoria: Homossexual
Data: 30/10/2015 11:49:44
Nota 10.00
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A casa que escolhi para ficar é grande e vazia, abandonada por muito tempo e suja em todos os sentidos da palavra. Aquele local havia sido uma clínica que foi abandonada por algum problema de infestação e ninguém nunca mais a comprou por ser grande demais e muito afastada do centro da cidade. Eu acordo às sete horas da noite quando o sol já está há algum tempo fora de alcance.

Sinto-me novo pelo banquete que tive ontem, embora preocupado com as consequências que aquele desastre pode trazer. Nesse país, as pessoas não costumam a ter porões, o que é complicado para mim às vezes. Decido que vou construir um o mais rápido possível. Dinheiro não é problema. Tive que dormir encolhido na parede mas só antes de ter certeza que a luz do sol não iria entrar por nenhuma freixa do quarto.

Agora saio de casa sem o chapéu e usando o meu sobretudo. Minha rua é escura e muito confortável para mim, mas meus olhos costumam brilhar no escuro e chamar a atenção das pessoas. Quando perguntam, digo apenas que é algum efeito e que possuo olhos vermelhos por causa de uma doença herdada da minha mãe. Ando pela calçada e observo meus vizinhos. Estranhas pessoas cheias de peculiaridades.

Chego ao local da cidade onde tudo já é mais iluminado. Conheço essa rua. Dobrando algumas esquinas chego no beco escuro onde Jesus se escondeu de mim debaixo de um carro e mais alguns ruas adiante o cemitério. Mas pelo outro lado posso ir direto para a praça bem iluminada e movimentada.

Estou muito ansioso no momento de um jeito único que só aqueles da minha raça conseguem ficar. É o sangue humano temporário nas minhas veias que me deixam tão suscetível as emoções humanas.

Quero ouvir alguma coisa a respeito do que aconteceu na noite passada, ouvir se desconfiam de algo, se Niara está bem. Não que me preocupe muito com ela, mas gostarei de saber que a garota tão valente está sendo bem cuidada. Sei que um dia poderei beber seu sangue. Mas são pessoas como ela que decido não tomar o sangue inteiro.

“Bar da Noite” leio em voz alta um bar bem movimentado e luminoso com mesas por todos os lugares, até mesmo na calçada. A música é algum tipo nojento e alto que inferniza meus ouvidos. Ignoro. Passo por algumas mesas cheias e paro na frente do bar encarando o interior. Algumas mesas vazias onde poderei me sentar. Muita gente está olhando para mim nesse momento. Coloco minhas mãos nos bolsos do sobretudo e começo a sorrir para todo mundo. As mulheres são as primeiras a retribuir o meu sorriso. Entro no bar e sento-me numa mesa. Um homem de pele escura e nariz grande vem me perguntar o que vou querer. Ele encara diretamente nos meus olhos. Consigo sentir o sangue correndo por suas veias, doce e delicioso.

‘Eu quero você’ eu sussurro. O homem não me escuta. ‘Eu quero uma cerveja.’

‘É pra já.’

Eu espero.

Concentro-me ao meu redor. Quando as pessoas estão tão perto eu consigo escutar o que falam, mas todo mundo aqui está falando de coisas banais e ultrajantes ao mesmo tempo. Mulheres só falam de homens, homens só falam de mulheres. A música é horrível.

Quero sair daqui. O que vim fazer aqui? Esse é o lugar errado.

Alguém começa a falar de mim. Eu abaixo a cabeça e escuto. A mulher está falando dos meus olhos vermelhos. Ela os acha bonitos e atraentes e o meu cabelo longo é bem diferente do que os homens daqui costumam usar. Agora elas riem do meu jeito introvertido. Eu olho para elas nesse momento e sei que meus olhos estão brilhando. A morena que falava de mim me acompanha com o olhar à medida que me levanto da cadeira e vou até ela, inclino-me e lhe dou um beijo.

Fácil. Fácil demais.

‘Que porra você tá fazendo com minha namorada!’ um homem grita. Eu fico completamente mortificado. Tudo que menos preciso é um escândalo. Mas o homem não pensa da mesma forma. Ele olha para mim e vê que seu porte físico aparenta ser bem melhor que o meu e me empurra.

Eu não me movo, o que o deixa muito confuso e desnorteado. Eu me viro e vou colocar uma moeda de ouro em cima da mesa onde eu me encontrava. O garçom volta com a cerveja e olha para mim surpreso.

‘Senhor? Já vai?’ ele olha para a mesa. ‘Não aceitamos esse tipo de dinheiro.’

‘Não aceitam ouro?’ falo com descrença. Estou perdendo a paciência com essas pessoas estúpidas.

‘Ouro?’ ele parece confuso.

‘É uma moeda de ouro’ explico-lhe, como se falasse com um doente mental.

Alguma coisa de vidro se quebra na minha cabeça. Se eu fosse humano, aquilo seria muito doloroso. Sinto um líquido gelado escorrer pelo meu cabelo e encharcar minha roupa. O gosto é doce. Mas não tão doce quanto sangue. Viro-me para o homem cuja namorada eu havia beijado. Controlo minha fúria. Carnificina não é uma coisa boa nem para um vampiro. É sinal de fraqueza.

‘Eu peço perdão por ter beijado sua namorada’ falo. Ele é um homem feio e bruto. ‘Não tenho nenhum interesse nela. Na verdade, a acho muito fácil.’

Todo mundo ao meu redor começa a rir. Não sei qual é a graça. Estou simplesmente falando os fatos.

‘Eduardo?’ Escuto sua voz e olho para a entrada do bar. Lá está ele, Jesus, radiante, ele entra e me encara com uma preocupação genuína que esquentaria o meu coração se não estivesse morto.

‘Jesus, bom te ver, rapaz.’

‘O que está fazendo aqui?’

‘Sinceramente não sei.’

‘Ele beijou minha namorada.’ Ele diz para Jesus como se o conhecesse. Está confuso pelo fato de que ambas as suas tentativas de me ferir não surtiram efeito algum.

‘O senhor Eduardo?!’ Jesus exclama.

‘Beijei. Foi um erro.’ Admito.

Jesus começou a rir. Eu acho seu sorriso contagiante e lhe dou um dos meus.

‘Bruno, ele é novo na cidade. Pega leve.’ Jesus olha para mim. ‘Precisa de ajuda para se encontrar novamente?’

Eu olho ao meu redor e vejo todo mundo me encarando. Muitas pessoas em minha volta num momento de estresse pode ser extremamente trágico para todo mundo.

Jesus é minha salvação.

‘Seria uma ajuda bem vinda.’

Eu o acompanho para fora do bar. O som de corações batendo tão perto alivia e eu consigo relaxar por pouco tempo, mas logo percebo que o coração de Jesus é ainda mais perigoso de se estar perto.

‘Aonde você deseja ir?’ ele pergunta educadamente.

‘Ao prefeito da cidade.’

‘Não temos prefeito. Uma prefeita. Seu nome é Evangeline e ela é uma pessoa boa.’ Eu não gosto do que ele me diz. Prefiro que ela seja uma pessoa ruim. Assim será mais fácil corromper.

‘Ótimo.’

Jesus olha-me de um jeito divertido. ‘Está todo molhado de cerveja.’

‘Eu sei.’

Ele dá uma gargalhada que me deixa confuso por muitas razões. Uma delas é o jeito que me comove. Deve ser o sangue dos humanos que havia bebido. Falando nisso…

‘Meu amigo Jesus…’ ao falar isso, eu dou uma gargalhada por causa da ironia. Mas isso só o deixa muito confuso. ‘Desculpe-me. Mas eu escutei notícias terríveis de algumas coisas que aconteceram com uma jovem garota ontem à noite? Você sabe de alguma coisa?’

‘Ah sim… Sinto muito que tenha que estar presente logo num momento de tamanha vergonha, senhor Eduardo’ ele diz de um jeito tão parecido como as pessoas da minha época falavam que fico surpreendido positivamente. ‘Conheci a tal garota hoje de manhã. Ela veio à igreja e conversou comigo. Não sei por quê. Ela conversou comigo pessoalmente e me disse que alguns garotos da cidade tentaram fazer uma coisa horrível com ela, uma coisa que não quero nem repetir para o senhor por sentir muita vergonha.’

‘Entendo.’

‘A mãe dela já foi na delegacia e tudo vai se resolver. Quatro dos criminosos já foram pegos e estão sofrendo as consequências. Dois ainda estão desaparecidos.’

‘Desaparecidos?’

‘Sim. Niara me disse que eles podem estar no meio da mata ainda, fugindo da vergonha. Sinceramente, senhor, vai me perdoar se achar isso muito errado, mas eu gostaria que eles não voltassem nunca mais para a cidade.’

‘Meu bom amigo, eu entendo sim.’

Seu cheiro chega ao meu nariz com tanta intensidade que sinto alguns tremores. Mesmo estando bem alimentado, minha sede ataca e eu sinto medo. Medo de machucar esse garoto. Por quê? Não sei. Desejo saber?

É como um aviso de que eu estaria cometendo um grande erro em tocar numa pele tão imaculada como a de Jesus. Mas não me controlo e lambo meus lábios secos. Estou sofrendo por dentro. Jesus fita-me de um jeito preocupado.

‘Tem certeza de que quer continuar? Parece mais pálido do que o normal, Eduardo.’ Ele para abruptamente na rua. ‘Oh, desculpa, Eduardo. Não queria chamá-lo de pálido.’

‘Ora, desde quando pálido é ofensa?’ pergunto, sorrindo. Mesmo em meio às dificuldades, não consigo segurar o sorriso. Já haviamos andado o suficiente para chegarmos a rua da igreja. O que não havia percebido é que a prefeitura fica ali também perto da igreja. Há uma cruz pendurada na porta da prefeitura cujas paredes é decorada com centenas de pequenas cerâmicas amarelas.

‘Você é uma pessoa boa, Eduardo.’

‘Jesus, se me perdoa, já sei onde é a prefeitura, posso ir sozinho. Adeus, amigo. E muito obrigado mais uma vez.’

Ele parece ferido quando me afasto, mas é para o seu próprio bem. Como posso dizer isso a ele? Não posso, nunca poderei. Mas o mais surpreendente de tudo é como aquilo está me ferindo por dentro. Nunca me importara tanto com uma pessoa desde que Verona me acordou dos mortos. Sempre achei impossível que fosse um dia me questionar a esse respeito. Obviamente, muitos da minha raça são bem mais velhos do que eu, mas eu achava que sete séculos eram o suficiente para ter aprendido tudo. Estava errado.

Claro que estou errado. Posso ter andado nesse mundo por muitos anos como uma criatura da noite, mas não amadureci, tenho o mesmo corpo que tinha e meu cérebro não cresceu. É difícil assimilar.

Estou mais confuso do que o normal.

Jesus é diferente. Preciso decidir se devo matá-lo logo de uma vez ou… ou fugir.

)

)

Sr.Chris: obrigado, cara!

S2DrickaS2: obrigado, dricka, agora que continuei eu vou continuar sabe nem q eu tenha q dar um final meio abrupto se ninguém estiver gostando mais

lu6454: demoro só pq gosto de da ruma revisada antes d postar, sou meio desatento

Helloo: oh que lindo, obg

Edu19>Edu15 : valeu edu

Ru/Ruanito: kkkkkkk

crys12: estou aqui! kkk

Yami : oh valeu obg mesmo um bj e um abraço pra ti tbm

Comentários

30/10/2015 21:59:59
Ameii.
30/10/2015 18:28:15
De nada e adorei o capítulo e sorrir muito com "Jesus é minha salvação" e "Meu amigo Jesus" kkkkkkkkkk e concordo com S2DrickaS2 ela tirou as palavra da minha boca,a história é ótima a escrita também e nem ouse mesmo de chegar a abandonar o conto kkkkk Um Beijo♥
30/10/2015 14:43:20
"Jesus é minha salvação" kkkkkkk
30/10/2015 14:15:24
Nossa, seu conto esta muito incrível.
30/10/2015 12:49:36
Cada vez mais interessante...
30/10/2015 12:41:07
ótimo
30/10/2015 12:23:07
Eu gosto bastante da tua escrita e da tua história. POR FAVOR não pare no meio da história. É gosto do que tou lendo,nem que seja só para mim, mas continue. Bjos e até babyA.
30/10/2015 12:05:01
Ler**
30/10/2015 12:04:35
Típico de uma paixão platônica, excepcionalmente se Jesus estiver com o mesmo sentimento e, por um acaso, não ter retribuído, acho que é isso, não tenho ctz kk, como sempre, está mt bom de se assistir, é bem semelhante a True Blood, eu particularmente achei um pouco parecido, enfim, gostei mt
30/10/2015 12:04:31
Típico de uma paixão platônica, excepcionalmente se Jesus estiver com o mesmo sentimento e, por um acaso, não ter retribuído, acho que é isso, não tenho ctz kk, como sempre, está mt bom de se assistir, é bem semelhante a True Blood, eu particularmente achei um pouco parecido, enfim, gostei mt

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


historia porno gay paguei um boquete pro anivesarianteprofessora do encino fundamental se masturbano peladaencoxada bem arroxadao pau do meu marido grande23cm e toda hr que fazer sexoa cadela aguenta meu pau todinho zoofiliachantagiei minha irma casada contosperdeno as prega saino bosta caseirocontos eróticos adoro foder com um pirocãoPorno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozoarregasado a buceta com muita velocidadeconto prazer de receber uma punhetinhana hora da tranza sinto um liquido querendo sair da minha vagina,entao gozeipornofamilha sacana . filha querendo mamaporno abordado da égua rapazmulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cuContos de comedores de Mendiga novinhas de 10 a 12 aninhoscontos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigouchupar e engolir esperma comentariosmenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradasPai chupando e amassando os seios e vagina da filha e passando a mao na vagina dela ver video calcinha molhadato cagando nessa pica gozandocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosporno de mulheres tentando fiji de pica grandenoiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornotomando piricada no riomorena boa tocando punheta pro cadaverfudendo minha sogrinha e minha esposa me comendo gostoso contocasada coroa video fotocorno secretogostoza rabuda sendo encoxada por picudo ater gozsrContos eróticos de incesto entre familias aonde todos mamam e foden em todas as posiçoes possiveis e de todo o jeito em orgiasGeisy Arruda mostrando a buceta alteradaconto erótico gay fui comido no internatomulheres santinhas safadascontos incesto xota enrabadaFelipe e Guilherme- Amor em Londredvideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maispatricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornoPorno contos eróticos sexo entre irmaos romance final feliz o filho da minha madrastapausudo de 25cm come minha esposa gostosa e gosa nela pro corno verporno gay pai malhado e i filhome abandona grandona da n***** moreninha virgem recebendo na bunda e sangrandonovinhas.abrir.buzentaviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetamulher fazendo sexo e o cara comendo a bucetinha e o cuzinho dela empurrando a picona ela gemendo respirando fundo e ele empurra toda na bucetinha e filmando escondido ela verminha cunhada me procurou para treparContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoscontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmver contos eroticos de peao comendo o cu de empresariofoto pai fudendo com filha filho fudendo com mae e irma todas meladinhas com bastante punhetada e gozada na caraContos eróticos de incesto mãe tarada descabacando filho dotada com fotosque kikada cunhadinha pornomae belisca querendo chupa buceta da filhacontos quentes de padrasto tarsdoContos encesto mae cu sangranorelato erotico evangelica casada carente da buceta peluda greludacontos eroticos namorado de mamãe tem piça ggcontos eróticos bem depravado de bem picantesurfistas de rola duravideos porno fodendo mae emprensadadeitei de conchinha com minha mae peitudapornô mãe usina puheta mãovídeo pornô uma atividade Bonde da três sobrinhos até f****mulher cagando enquanto dava a bucetaPorno contos maes lesbicas ensinam masturbacao as bem novinhas iniciacaobranquinha de cabelo preto baby doll da buceta inchadacontos de gozadas nas bundas grande de coroasmulher se decepciona por pegar o marido d********* pro negãorebola. simone. pra. mim. gosa. jatou. de. pau. durorelatos de traveco que colocou silicone enorme no peito e deu pro roludo mamarporno novinha trezeno com namorando da migaliberalina vadia traído foi filmadaEnrabado por uma tgirl contosxvidios mulheres fundeno na ginástica meu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudocontos eroricos lesbicos de lactofiliaContos eroticos cunhada cdzinhaVideos de sexo brasileiro Eloisa de osasco da o cuzinho gritandoVelhos que mamam seios de sua neta contos eróticoscomo e a sensaçao de fazersexso pela primeira vezfui pedir carona em uma kombi e fui estrupada e casada contos eroticoprofessora gostosa da etec contos eroticosanythingo vizinho safado do 205Blog atualizado da casa dos contos eroticos paguei ´pra deflorar a filha do caseiromeu filho adora analnovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadocontos eroticos dei minha buceta pro meu padrasto vingançaTenho fetiche de beijar os pés da minha namorada quando ela está usando rasteirinhasseduzida por um estranho contos pornofotosde travesti peitudo ecusaoColetania de foto de buceta peluda por baixo da saia.peguei na cinturinha e soquei tudo sem ela perceber no cuzinho ai amor nao quero mais vc me maxhucou xvideosSuper menininhas em contos eroticos 2017 da cidade de campinas gratis