Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Flagrei minha esposa e dei um castigo.

Autor: Chico50
Categoria: Grupal
Data: 19/10/2015 13:16:15
Nota 10.00
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá meu nome é Marcelo, tenho 35 anos, sou alto, corpo normal, sou casado com Sarah uma mulher linda nos seus 30 anos, de corpo malhado na academia, pernas e bunda bem torneadas, um par de seios maravilhosos, médios com o bico saliente e rosado, que insistem em viver arrepiado, causando tesão por onde passa. Bem o que passo a relatar foi fruto de um árduo serviço de investigação pessoal, tudo começou quando passei a desconfiar que Sarah tinha um amante, pois de um certo tempo pra cá, ela andava meio que indisposta para o sexo, quase piro com toda essa situação, comecei a chegar no escritório mais tarde para seguir os teus passos, fiscalizava constantemente seu telefone e caixa de e-mails... E nada! Aquilo só fazia minha angustia aumentar ainda mais. Foi quando num belo dia, resolvi ir para casa mais cedo, e lá chegando entrei sem fazer nenhum barulho, e pude vê-la espojada no sofá completamente nua de posse do seu notebook, nas mãos uma cenoura e quando apurei a visão, notei algo estranho atolado na sua buceta, que só depois pude ver que se tratava de um pepino enorme, pelo qual ela socava e puxava de forma frenética, continuei em silêncio para não ser notado, e ver até aonde tudo aquilo iria dar. Notei também que ela estava acessando um site de filme pornô, aonde tinha um negão membrudo a comer o cu de uma jovem branquinha, de cara fiquei logo excitado e comecei a tocar uma punheta só imaginando o que ela estaria fantasiando no seu momento lascivo, foi quando para minha surpresa, Sarah curva-se no sofá e posiciona a cenoura na entrada do seu cuzinho. Neste instante, me subiu uma mistura de raiva e tesão, porque ele não me deixava fazer anal com ela, alegava que era muito incomodo e doía de mais, e sempre interrompia o ato, e agora ali, sozinha a assistir o filme e se tocando com tanta naturalidade e intimidade passou a enfiar a cenoura no cu, de uma forma que não fez nenhuma resistência e ainda para piorar, continuava com o pepino atolado na bucetinha, começou a gemer e falar coisas desconexas.

- Ai meu negão, crava essa pica no meu cu, porque minha bucetinha já está tomada e preenchida pelo seu amigo do pauzão, mete devagar que eu quero sentir você todinho dentro de mim, arrebenta as pregas desta sua puta.

Rapaz aquilo nos meus ouvidos era como a explosão de uma bomba, me enchi de medo e mais tesão, deixei para ver até aonde a fantasia dela poderia chegar, e ao mesmo tempo já estava com a pica na mão a ponto de gozar, me segurando feito um louco, foi quando gritou.

- Mete seu pauzudo, aiaiaiaai! Mete essa pica toda dentro do meu cu que quero poder sentir o meu gozo com você cravado no meu cuzinho a me arrombar todinha, vai seu puto, não para de meter na minha bucetinha não seu cretino, tá com pena dela é? Enfia seu viadinho, enfia todinha na buça dessa putinha mete gostoso vocês dois, arromba tudo que estou sentindo minha buceta querendo gozar, meu cuzinho está já piscando anunciando meu prazer, não para não seus putos, fode com vontade, mete tudo em mim que vou gozar... Ai que tesão, ai como é bom ser penetrada por dois machos, quero que vocês me encham de esperma, quero guardar a porra de vocês para dar ao corno do meu marido, ai que delicia, ai que gozo maravilhoso, ai ai ai ai!

Não pude mais me conter e gozei rios de tanto prazer, mais que depressa me recompus e sair da sala em direção ao corredor que vai dar na porta da casa, lavei as mãos na torneira do jardim e fui para a praça pensar em tudo o que tinha presenciado, meu coração e minha cabeça estavam a mil, sem saber o que pensar ou mesmo agir, fiquei sentado no banco só tentando depurar as informações, foi quando tive coragem e voltei para casa para enfrentar a situação e ver de que forma ela me trataria, ainda que não tivesse me visto, qual seria a forma que ela iria me receber.

- Oi amor boa noite, chegou hoje mais cedo? Estou acabando de preparar aquela saladinha que você adora... Salada de pepino e cenoura.

Ela já de banho tomado, cheirosa como sempre, um pouco rosada devido ao esforço físico rsrsrs.. Elogiei como sempre fazia, dei um beijo caloroso, um tapinha na sua bunda, e avisei que ia tomar um banho. Logo após o banho, coloquei uma bermuda do pijama e fui até a cozinha para encontrar com ela, disse-lhe que naquele dia em especial ela estava ainda mais sexy e gostosa, e amostrei o que aquele corpinho tesudo fazia com meu pau, ela sorriu e disse-me que se eu me comportasse direitinho ela faria uma gulosa para mim, porque inclusive estava também com muito tesão, e para minha surpresa disse que queria chupar minha pica até que eu derramasse todo leitinho na sua boquinha, aquilo só me fez ficar ainda mais excitado, me veio logo a imagem da minha mulher fazendo sexo com os dois caras ainda pouco na sala (Don Pepino e Kid Cenoura). Depois da janta, eu ainda não conseguia tirar da minha cabeça aquela visão, e como nossa relação sempre foi de muita verdade e abertura, ao deitar na cama, abri o jogo e disse-lhe o que havia presenciado, e que ao contrario de raiva, aquilo tudo me deu foi um baita tesão. Ela ficou tremula, teus olhos encheram de lágrimas e ela me pediu desculpas, jurou não mais faria aquilo. Eu então te disse para não ficasse assim, e se era essa a sua fantasia, que eu mesmo iria providenciar a concretização do seu sonho, naquela noite fizemos amor feito loucos e marcamos uma festinha no próximo final de semana.

A semana transcorreu normalmente, e eu doido para que chegasse logo sexta-feira para colocar em prática aquela loucura, e assim se deu, Cheguei em casa mais cedo, já munido de umas garrafas de vinho, pedi para que ela pegasse o seu notebook e disse-lhe, amor hoje nós vamos realizar a nossa fantasia... Você em ser penetrada, possuída por um negão pauzudo e eu a de fazer um anal bem gostoso com você, tá certo?

- Mas amor, e se você ficar com ciúme de mim, e não me quiser mais? E se isso acabar com nossa relação? Eu tenho medo que isso mude de alguma forma com o nosso casamento?

Sarah fique tranquila, andei pesquisando e esse tipo de desejo é mais normal do que você imagina, e que nós homens temos também muito tesão em ver as nossas mulheres sendo possuídas por outro homem, mas o machismo faz com que nunca tenhamos coragem de externar, e te digo mais, eu sempre fantasiei isso, só não tinha coragem de falar, mas agora, deixe de bobagem e vamos num site procurar nosso parceiro. Visitamos algumas paginas e em cada uma selecionávamos, copiávamos para o desktop a foto e o contato, para que posteriormente fosse feito a triagem e escolheríamos qual o sortudo passaria a noite conosco, as exigências eram, ter um pau grande, ter aparência agradável, ser educado e carinhoso.

Após algumas ligações ficou determinado que o escolhido seria Fernando o deus ébano que atendia prontamente nossas questões. Marcamos para nove horas e Sarah toda nervosa, correu para o banho tratar de depilar sua vagina, passar cremes, escolher uma calcinha bem sexy e ao invés de vestido, preferiu vestir somente uma camisa comprida e nem sutien ela colocou, o que deixava ainda mais amostra os seus seios, perfumou-se toda como se fosse uma adolescente indo ao encontro do seu mais novo namorado, tinha ido a uma loja de conveniência providenciar preservativos, KY gel e petiscos, quando me deparei com a imagem que jamais vou esquecer, Sarah toda sexy, pintada feito uma puta e cheirando como um jardim, quase que não aguantava segurar a vontade e comia ela ali mesmo, então abrimos uma garrafa de vinho e ficamos ali ansiosos aguardado o nosso convidado. Já havia passado quinze minutos das nove horas, quando uma buzina na porta de nossa casa anuncia a chegada de Fernando, nossos corações só faltaram pular pela boca de tanto medo e desejo que já não cabia em nossos corpos.

Fiquei sentado ao sofá, deixando que Sarah fosse recebe-lo, que como sinal de respeito, Fernando estendeu a mão o que de cara foi recusado por Sarah que fez questão de se apresentar com um breve selinho, ela o arrastou pela mão, trazendo em minha direção, levantei-me e estendi a mão, pedi para que sentasse e Sarah foi logo oferecendo uma taça de vinho, passamos então a conversar e a medida que conversávamos o clima ia se transformando e o ambiente começava a ficar relaxado e o nível de tesão tomava conta do instante, devido as diversas taças de vinho, Sarah já agora bem a vontade, diz estar sentindo muito calor e eu sugeri que ela tirasse a camisa o que de pronto fui atendido, ficando ela só de calcinha, ele sorriu e pegou-a pela mão oferecendo o colo para que ela sentasse, nessa hora ela me olhou como que pedisse autorização, o que de pronto acenei a cabeça afirmando que podia sim, ela por sua vez não se contentou em sentar no colo, e oferecei-lhes os lábios para um beijo, e assim entrelaçaram-se num voluptuoso ardente beijo foi quando sem nenhum pudor ela fala:

- Amor esse rapaz não perde tempo, já está com a sua jeba dura a encostar na minha bunda, e a partir deste momento eu não mais responderei por mim!

Todos rimos e disse-lhe que ficasse a vontade, que não era só o pau de Fernando que estava em riste não, que o meu estava também, e pegando fogo de tanto desejo e tesão. Sarah desvencilhou-se do seu macho, fazendo ele ficar de pé e começou a tirar a sua roupa, começando pela camisa, o que fazia se esfregando, beijando e alisando, como se quisesse marcar aquele corpo com seu cheiro. Meu coração estava acelerado e como eu estava completamente envolvido com aquela inusitada sensação, tratei também de tirar minha roupa e passei a me tocar, para que assim, Sarah ficasse mais a vontade nas suas investidas, eu ali como espectador observava cada movimento de minha mulher a acariciar, beijar e lamber o corpo daquele homem, que dentre alguns momentos seria o seu objeto de extremo prazer, foi quando, num toque de mágica Sarah abriu o botão da calça de Fernando, fazendo saltar uma pica que jamais havia visto, era uma jeba de mais de 25 cm de comprimento com uma cabeça ainda maior, juro que na hora me assustei, e com os olhos brilhando Sarah sorriu e perguntou: - Amor será se eu vou conseguir engolir em todos os meus buraquinhos essa semelhante pica?

Respondi então, vai amor meu, vai sim, vai porque era isso mesmo que você queria, e diga-se de passagem, era exatamente desta pica em que desejávamos para nossa noite, e mal acabei de falar e Sarah já empunhava a pica e lambia, cheirava, beijava e tentava socar na boca, punhetava, cuspia, babava e lambia, mas não parava nem desistia, tentava socar até aonde dava, tinha ânsia de vómito, e mesmo assim tentava colocar toda na boca, enquanto isso Fernando já buscava o sexo de Sarah com as mãos, levantei-me e fui ajudar ele na retirada da sua minúscula calcinha, e para assim facilitar o trabalho do homem dela, ao tocar na sua chana é que pude perceber o quão molhada estava aquela buceta, desci um pouco e pude notar que além de encharcada ela estava pulsante, não me contive e lasquei um beijo bem lá dentro da buceta dela, o que lhes rendeu um grito de prazer.

- Ai seu corno, chupa a bucetinha de sua mulher que está prestes a ser deflorada por uma pica de verdade, vai chupa meu grêlo que já tá durinho de desejo.

Enquanto chupava, Fernando tentava enfiar o dedo nela, e ela se contorcendo toda chiava, gemia ao tempo em que mamava naquela pica, Fernando pede para penetra-la dizendo não está aguentando de tanto tesão, levanto-me e posiciono Sarah para o ato, o que de imediato coloca-se de quatro com as ancas bem suspensas e pede-me para ajuda-la pois receia não aguentar com aquela pica dentro dela, enquanto Fernando se ajeita, aproveito para babar ainda mais naquela bucetinha rosa, babo, cuspo e aguardo Fernando colocar o preservativo para fincar a pica naquele brinquedinho que até então era só meu, Fernando posicionou a cabeça da pica na entradinha da buça dela, e eu que estava de fora do ato, achei que de fato não fosse conseguir, era duas vezes o diâmetro da pica o tamanho do buraquinho da bucetinha de Sarah. Com muito experiência ele encaixou a cabeçorra mas não forçou, alisou as nádegas, mordiscou o seu pescoço, ajeitou os quadris e lentamente foi forçando a entrada, entrava um pouco e aguardava, Sarah neste momento já estava feito doida a gemer e a chiar tamanho era o prazer e ardor, mas ela em nenhum momento se negou a receber aquela pica, foi como se a buceta dela se alargasse e pude ver Fernando todo cravado nela, neste momento começou Sarah a gritar:

- Olha amor, olha o que é pica, veja como eu aguento tudinho dentro de mim... Mete Fernando, meu homem gostoso, me esfola com essa pica, me vira pelo avesso, soca bem gostoso essa rola em mim, ai ai ai! Amor eu estou gozando na pica de outro, meu amor você agora é um corno, vai amor vem chupar minha buceta enquanto ele me lasca.

E assim eu fiz, deitei embaixo dela e comecei a chupar sua buceta, enquanto Fernando socava com maestria, recebia no rosto os respingos do suco daquela buça, e ouvia o barulho que a pica dele fazia ao entrar e sair, aquilo era pra lá de excitante minha pica mais parecia uma rocha de tão dura, evitava tocar nela pra não correr o risco de gozar e perder o ritmo da festinha, Sarah então ordena que eu tente fazer uma DP caso contrario ameaçou dizendo que se eu não conseguisse ela daria o cuzinho para Fernando e eu perderia a condição de ser o primeiro homem a comer sua bunda. Mais que ligeiro levantei, peguei o KY gel ao tempo em que Fernando se deita no sofá, e faz com que Sarah suba na sua rola e deixe o cuzinho livre e para cima para que eu pudesse enfiar, lambuzei meu pau com o creme, passei uma quantidade na boquinha do seu cu e encostei a cabeça da minha pica naquele buraquinho e fui tentando entrar, tentava e nada! Forçava e não ia, não foi assim que de tanto tentar e devido ao tesão que eu já estava, acabei gozando em cima de sua bunda, envergonhado por não consegui segurar o gozo, foi quando Sarah falou com Fernando:

Venha meu homem de verdade, faça o que tem que ser feito e amostre a esse corno como se come o cu de uma puta no cio, me preenche com esse pau mas não goza agora porque depois de tanto esforço, vou precisar beber leitinho para ficar fortinha.

Fernando aproveitou da meleira que eu tinha feito na entradinha do cu de Sarah e posicionou a pica, e como se já conhecesse o caminho, vi quando aquela monstruosa cabeça começou a se alojar naquele minúsculo buraquinho, fazendo-o crescer e estufar, as pregas ficaram lisas, e eu novamente de pica dura, olhando sem acreditar no que via e ouvia:

- Vai meu macho de verdade, lasca essa sua fêmea ávida por pau no cu, não quero mais cenouras nem pepinos, agora eu só quero pau de verdade, enfia Nando, soca esse picão nessa puta, lasca esse cuzinho todo que estou adorando, mostra pra esse corno como se faz uma esposa virar uma puta.

Nesse momento Fernando anuncia seu gozo, e Sarah salta como uma doida indo de encontro a pica de dele, que quase não dar tempo de retirar a camisinha e ele começa a esporrar no rosto, cabelo e boca de Sarah, que aproveita a fartura para sorver o que pode de esperma, brincou um pouco com ele na boca e depois fez questão de engolir olhando para mim, como se estivesse me castigando por não ter feito a lição de casa.

Comentários

19/10/2015 21:45:01
Delicia
19/10/2015 18:59:38
Adoro ver minha esposa no pau de um macho, tanto que o Alex se tornou seu comedor fixo e hoje quase todos os sábados la esta ele fodendo minha putinha em todos os seus buraquinhos!!!!! 100% corno!!!!!
19/10/2015 18:54:09
Adorei, quero muito fazer isso com esposa só falta convencer ela, manda uma foto da esposa ai [email protected]
19/10/2015 15:35:59
Que putinha maravilhosa sua esposa...manda foto [email protected]
19/10/2015 15:27:07
Hum eu adoro comer uma mulher casada e o marido olhando E encher ela todinha de porra Se quiserem que eu coma a esposa de vcs entrem em contato email [email protected]
19/10/2015 14:10:11
Nossa que delicia também adoro ver minha esposa gozando na rola de outro homen e também ver eles encherem minha esposa de muita porra

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vídeo porno mulher magra estuprada ofoca pó tarrado no sitiopai tem pauzao descomunnal e soca tudo no cusiho da filha gostozinhacontos incesto mae gtsprofessora gostosa da etec contos eroticosvídeos pornô de mulheres fazendo sexo com máquinas postiçadei a buceta no rio contos eroticoscache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 eu quero mulher tem pinto comendo viado que amanhece a tempinho comendo vi antes vídeo pornô vídeopornodoidocasal liberal cornohistoria porno gay paguei um boquete pro anivesariantemeche gostozo estou gozado dentroconto erotico amiga da esposa da muito moleMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!flagrei esposa socando vibrador no cu do vizinho novinho contosconto erotico descobri que o marido de minha irma e honosexual acabei comendo ele e minha gostosa irmaContos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplacasa do conto meu filho me encoxou de baby dollsexo oral e vavinal com a quelas danadinhasmachos da periferia marentos na punhetamulher convulsiona de tesao no pinto monstroxvideos rolas chapuletadasContos d casada com cu arrombad por negroes traficantcarioca dando buceta peluda pros dois marmanjos e gemendo alto pornodoidoQuero assistir filme pornô brasileiro das Panteras pai vendo a filha tomando banho no banheiro e fica olhando ela nua de espinhasoq a bliblia adiverte sobre sexso analporno gay com vendedor de pote e portamulheres de corno manso sem o biquininhocontos eroticos sou viciado num cuzinho de machocontos erotico flagrado pela a sogra no banhoxvideos mulher com manchinha no rosto chupandovideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibafui comer e fui comidoconto sexo anal piracaiacontos novinha corno gang putinha forçadasexybemmaisMulher lendo jornal e dando cu pornobundudas com o capeta no baile funkSanto Anjo conto eroticoContos Afilhada batendo punheta para o padrinhosete formas de medoTirei o himen da buceta da esposa do meu amigo sua buceta sangrou conto eroticoGozada na buceta contocontos eróticos grátis de meninas mimadafilha fica brava ao levar gosada dentroporno gay com vendedor de porte e portavideo de porou dirano vigidade da namoradafe vedtidooq a bliblia adiverte sobre sexso anal judiciaria tatuada pornoconto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sungavideo de velho tarado depois de tomar unas azulzinhasfavelenta xvideoVale de mulher pelada transando com homem chupando o pinto e razão na carecafazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elesou casada e fui bolinada gosteiapaixonado pelo meu primo brutamontes 2temporadagarotinha na siririca no bicamo garotinho do semáforo contos eróticos reaisXvideos grandes pauzudos enrrolaados na toalhas pernas abertasporn xxx mulher paga divida e corno vendo ela chorar de dorsogra fazendo sexo selvagem com o gel da pica cabeçudacontos chantagiei a filha do pastorloirinha perguntava se fodia gostoso xvideosporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuavideo da minha jeba arrombando o padrecomulher d buceta pequena engastada c pau grandecorno que nao da mais no couro humilhado pela esposa vadia contos eroticossafada de saia curta e vizinho olhandolesbica adora colocar omega grelo de buceta com fosse pirufui abusado quando era adolecente, nao saou gay, mas me ecxito com porno gayxvıdeos mınına querendo pıntao na bucetınhaamigas segurando a amiga pa ser estrupada na despedida de solteiracontos eroticos tomei tudinho a porra do meu cunhadoirmã linda gostosa dando sua bucetinha virgem para o sermão do atadocomi a xana zerada