Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Levei minha linda esposa loira para um negão pauzudo foder a safada!

Autor: NUBER
Categoria: Grupal
Data: 23/11/2015 09:13:52
Última revisão: 30/12/2015 06:49:36
Nota 9.77
Ler comentários (20) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou casado com Noeli, uma linda loira de 25 anos.

Casamos-nos há 4 anos e temos um relacionamento tranqüilo e de muita cumplicidade.

Foi amor à primeira vista, pois em menos de 3 meses já estávamos morando juntos.

Quando começamos a namorar até achei que Noeli não fosse mais virgem, pois bastavam uns beijos e algumas passadas de mãos pra safadinha pegar fogo na xoxota.

Em duas semanas de namoro já mamava loucamente na minha pica e adorava que gozasse em sua boca deliciosa. Dificilmente a tarada deixava escapar uma gota lambendo e engolindo tudo.

Minha esposa é professora de educação física e trabalha em uma rede de academias de ginástica em nossa cidade. Noeli sempre foi uma mulher vaidosa e de um corpo espetacular que cada vez fica mais perfeito trabalhando nas academias.

Coxas grossas e torneadas, bumbum grande e empinadíssimo, seios médios naturais e um rosto perfeito com uma boca bem carnuda que deixa qualquer um cheio de má intenção.

Alem disso tinha uma xoxota bem cheia que quando colocava suas calças e shorts de ginástica justíssima dificilmente não mostrava os contornos de seus lábios vaginais bem desenvolvidos. Eu até brincava dizendo que se a danada fosse homem teria uma pica de mais de 20 cm.

Navegando na NET encontrei num site de celebridades uma loira de nome Nicole “Coco” Austin casada com um ator/cantor de rap chamado Ice T que quando coloca shorts ou calças apertadíssimas ficava com a xoxota completamente a mostra praticamente idêntica a da minha querida esposa. Comentei que se ficasse famosa ia ter alguns paparazzos com as lentes focadas entre suas coxas. Noeli no começo de nosso relacionamento comentava que de vez em quando sua xoxota enorme a deixava um pouco constrangida pelos olhares acintosos tanto dos homens quanto das mulheres.

Na verdade sempre achei lindo aquele xoxota imponente guardada dentro daqueles shortinhos apertados que a rachavam ao meio. Aquela visão me deixava de pau duro na hora. E por deixar-me muito excitado a estimulava pra continuar usando aquele tipo de roupa, parecendo ter sida embalada a vácuo.

Não demorou pra que sentisse que Noeli na verdade adorava se mostrar daquela forma e depois que percebeu que eu também gostava passou a ser bem mais ousada.

Um dia resolvi perguntar para Noeli se os homens bem dotados que frequentavam a academia com suas roupas de ginástica colada ao corpo também gostavam de se mostrar sorrindo disse que não tinha reparado se havia muitos “machos” com paus enormes, mas o único que havia notado era um professor de musculação que adorava se exibir, mas apesar de achar que ele tinha um pauzão bonito de olhar era um sujeito muito chato e metido.

Se minha esposa era motivo de cobiça de muitos “machos” nas academias a coisa iria “piorar” quando ela foi convidada para ser destaque no desfile de carnaval que estava chegando. Uma das escolas de samba iria desfilar com um enredo baseado na cultura ao corpo e uma amiga dela que fazia parte da diretoria da escola chamou-a pra sair no carro alegórico que mostraria uma academia na passarela.

Noeli ficou toda excitada com o convite, pois além de adorar carnaval iria poder mostrar seu corpo perfeito na avenida. Quando perguntei qual seria a roupa que iria usar no desfile ela deu um sorrisinho cheio de safadeza e disse:

-Espero que meu lindo e maravilhoso marido não ache ruim... mas minha fantasia vai ser apenas um tapa-sexo e muito brilho no corpo! Vou desfilar praticamente nua... só com alguma pintura no corpo! RSS.

-Noeli minha querida... claro que não vou achar ruim... eu sei que você sempre teve vontade de estar em cima de um carro alegórico... Carnaval é Carnaval... tudo pode! RSS.

Minha esposa me abraçou e me beijou toda contente dizendo que estava toda feliz e então brinquei dizendo:

-bem... acho que o tapa-sexo da minha esposa vai ser o maior de todos os carnavais até hoje... pra cobrir essa xoxota enorme e deliciosa... vai ter que ser bem grandinho!

Ela deu uma gargalhada, se sentou no sofá e como estava de vestido abriu as pernas e toda safada puxou a calcinha entre os lábios da xoxota e disse:

-Querido... vou pedir pra fazerem um tapa-sexo só pra tampar meu grelinho... se pudesse sairia completamente nua... só vestida com tesão! Agora vem aqui seu safado... e chupa essa buceta gostosa que você adora... chupa que a sua esposa safadinha quer gozar na sua boca... vem meu taradinho!

Ela tirou a calcinha da rachinha e cai de boca naquela xoxota quente e em alguns minutos minha esposa se contorcendo como uma cobra gozou intensamente. A safada gozava quase como homem de tanto liquido que escorria de sua xoxotinha tesuda. Logo em seguida trocamos de lugar e ela ajoelhada entre minhas pernas pegou meu pau entre os lábios e chupou com uma volúpia incrível me fazendo gemer e gozar rapidinho..

Depois que apresentei minha linda esposa safadinha vou falar sobre mim.

Chamo-me Flavio, tenho 26 anos, sou branco de cabelos quase loiros.

Sou vendedor e trabalho para duas fabricas de jeans visitando as lojas e boutiques da região. Normalmente viajo na terça e volto na sexta-feira pra casa. Junto comigo na perua sempre levo alguma coisa na pronta entrega pra ajudar nas vendas.

Tenho 1.70 m. mesma altura de minha esposa e tenho um corpo também muito bem cuidado. Minha esposa sempre quando estamos juntos em casa me ajuda em alguns exercícios pra manter a forma. Ela brinca que na nossa casa ninguém tem direito de ficar gordinho e relaxado.

Minha pica é de tamanho normal, tem 15 cm, mas sempre pronto pra brincar.

Basta tocar nela que rapidinho fica dura.

Sempre fui um cara bem safado com as mulheres e se dessem mole socava a pica no ato.

Depois que casei, nas minhas viagens de vez em quando pintava alguma vadia se oferecendo, apesar da maioria não ser tão bonita como minha esposa gostava de pegar safadas diferentes. Gostava de dar uns tapas no bumbum... puxar cabelos... se deixassem eu judiava das putinhas.

Na verdade eu até gostaria de tratar minha esposa com um pouco mais de agressividade no sexo, mas acho que em virtude de ter sido o primeiro homem de sua vida achava que ela merecia um tratamento mais carinhoso.

De vez em quando eu ficava imaginando se durante minhas viagens Noeli também não me colocava alguns chifres. Do jeito que era gostosa, com certeza muitos homens desejavam meter a “vara” na xoxota carnuda dela.

Foi então que em um churrasco de fim de semana já um pouco alegre por causa da bebida resolvi tocar no “assunto” na base da brincadeira perguntando se ela tinha sido fiel durante minha viagem e então Noeli dando uma gargalhada bem safada disse:

-claro que sim meu querido! “ainda não” coloquei chifres no meu maridinho... você é um “animal” completamente indefeso!

-sua safadinha... esse teu “ainda não” é preocupante... sinal que ja pensou em colocar!

-pode deixar... meu querido... se isso acontecer... eu aviso... não antes... só depois!

-to vendo que minha querida esposa depois que ficou sabendo que vai desfilar “quase nua” no carnaval ta ficando muito mais safadinha.

-bem... vou confessar um segredinho pro meu marido maravilhoso. Na verdade... depois que comecei a participar dos ensaios na quadra da escola... sambando só de vestidinho curtinho... com a bunda toda de fora... calcinha fio dental enfiadinha... ando num tesão danado... você viajando a semana inteira... meus dedinhos estão até criando calo de tanto que esfrego meu grelinho! Mas ainda... to me segurando!

-sua putinha safada... to vendo que a coisa ta ficando perigosa... esposa tarada com marido longe!

-então... se acontecer alguma coisa... o culpado é você... quem manda abandonar a esposa... arruma outro emprego... ou então vou arrumar um Ricardão pra mim!

-acho que vou ter que mandar fazer uma calcinha de aço com cadeado... sua tarada!

-não vai adiantar... eu arrumo um chaveiro como amante... você nem ia ficar sabendo!

-Noeli... Noeli... to vendo que você anda muito safadinha!

-Flavio meu querido... para de falar de mim e vamos falar de você! Acha que acredito que nunca comeu nenhuma vagabunda nas tuas viagens? Você sempre foi safadinho! Mas não me deixe ficar sabendo hein... senão desconto os chifres em dobro! Sou uma mulher vingativa... dou gostoso pra outro macho... e se bobear até filmo e te mostro!

Cai na gargalhada com a ameaça dela e a abraçando por trás todo safado beijei sua nuca dizendo:

-nossa... que putinha mais brava... assim você me deixa com mais tesão... pode deixar que vou comer as putinhas bem longe daqui... pra você nunca ficar sabendo!

-pode deixar... seu safado... qualquer dia dou a buceta pra outro e também não vai ficar sabendo... só vai saber se o cara tiver um pau bem grosso e minha buceta ficar toda inchada.

-é... sua safada... como você sabe que a buceta fica muito inchada se o pau for grandão?

Ela então sorrindo bem safada jogou a bunda pra trás se esfregando em mim e sussurrou dizendo:

-uma amiga minha... contou-me que deu pra um cara que tinha um pintão enorme e muito grosso e ficou com a buceta muito inchada durante uns dois dias... e como ela é casada... o marido quis comer também... e ela teve que dar com a luz apagada... pra ele não perceber! Mas...o mais engraçado foi que ela falou que o marido achou que a buceta dela tava mais gostosa... mais apertada... e mais quente! O tonto levou chifres e adorou comer a buceta que o outro cara deixou toda arrombada!

-nossa Noeli... então você tem amiga que vive traindo o marido? Acho que vou pedir pra você apresentá-la!

-se você quiser... eu apresento... ai eu peço pra ela apresentar o amante pauzudo dela pra mim... topa?

Aquela conversa cheia de insinuações safadas continuou até que chegamos em casa e trepamos que nem loucos durante quase uma hora. O tesão tinha aumentado de intensidade.

O carnaval chegou em seguida e Noeli desfilou belíssima e extremamente sexy em cima do carro alegórico. Dava a impressão de estar completamente nua. Ela chamou tanto a atenção com sua beleza e simpatia que suas fotos foram parar em jornais e revistas e até foi entrevistada pelas TVs que cobriam o desfile. Quando terminou o desfile eu a aguardava no local da dispersão e deu pra sentir que ela estava completamente extasiada com o que tinha acontecido. Apesar de terem lhe oferecido uma camiseta da escola pra que se vestisse Noeli continuava andando pra todo lado praticamente nua com uma naturalidade incrível.

Aquele carnaval foi uma loucura completa.

Diversão e prazer quase inesgotável.

O tesão aflorou de uma forma que nem imaginei que pudesse existir.

Noeli depois daquele desfile até foi chamada para fazer umas fotos para uma fabrica de roupas de fitness e ganhou uma bela grana e seu ego que já era em alto subiu ainda mais!

Eu também adorei ver alguns outdoors na cidade com fotos da minha esposa com legues justíssimas e topes que realçavam sua beleza sexy.

Se antes da fama Noeli já era exibicionista depois disso os vestidinhos e os shorts dela ficaram ainda mais curtos e seu corpo passou a se mostrar ousadamente. Quando a gente ia a algum evento onde a roupa tinha que ser mais sofisticada suas fendas eram tão profundas que paravam no máximo a 2 cm de sua xoxota. Os decotes nos seus seios mal cobriam as aureolas e nas costas o começo do reguinho de seu bumbum grande ficava completamente a mostra.

Aquele assedio em cima da minha esposa me deixava todo orgulhoso e não me incomodava de maneira alguma. Na verdade gostava de ver aquele bando de homens dando em cima da minha esposa que apesar de se mostrar uma putinha bem safada sabia como controlar tudo aquilo com classe.

Logicamente que nas baladas depois de uns drinques a mais Noeli quando dançava até se deixava agarrar por algum macho que talvez lhe despertasse tesão, mas quando chegávamos em casa dava gostoso aquela xoxota deliciosa apertada gemendo e gozando muito na minha pica.

Agora vou contar pra vocês como surgiu outra pessoa em minha vida que ia provocar uma mudança incrível e irreversível.

Um mês depois do Carnaval sai pra visitar meus clientes no começo da semana e quando percebi que a temperatura do motor da minha perua aumentou muito e fui obrigado a parar. Tentei usar o celular mas como naquele lugar o sinal era ruim não consegui e depois de alguns minutos parou uma moto com 2 rapazes e na hora percebi que eles não estavam ali para ajudar. Fiquei preocupado com o que poderia acontecer, mas quase em seguida um carro parou e assim que a porta se abriu apareceu um negão enorme e forte com uma chave de roda na mão perguntando se estava precisando de ajuda.

Os rapazes em cima da moto já foram saindo de fininho e então o negão se apresentou dizendo:

-e ai cara o que aconteceu? Me chamo Paulão... acho que os vagabundos iam te assaltar... outro dia vi esses dois caras da moto em um posto de gasolina perto daqui e a policia tava dando uma geral neles e escutei uma conversa que os safados são ladrões.

Sorri todo contente com a chegada do negão e disse:

-é... acho que eles pararam pra me roubar... eles tinham cara de bandidos! Meu nome é Flavio... acho que queimou a junta do motor... esquentou de vez... a temperatura foi la em cima! Ainda bem que você apareceu cara... to com mercadoria na perua... se eles me roubassem eu ia tomar no cu dobrado.

Quando ele chegou perto da minha perua viu que eu trabalhava com roupas e sorrindo disse:

-to vendo que trabalhamos no mesmo ramo, que coincidência maluca hein!

Depois de conversarmos um pouco Paulão disse que na próxima cidade que ficava a uns 25 km dali tinha uma oficina de um conhecido que já havia lhe prestado serviços e que ia percorrer a estrada até até o celular dar sinal e voltava pra aguardar a chegada do socorro.

Rapidamente o negão voltou e enquanto esperávamos a chegada do guincho ficamos trocando idéias e logo parecíamos amigos de longa data e apesar de morarmos na mesma cidade nunca tínhamos nos encontrado antes. Ele morava em um bairro distante do meu.

Paulão era vendedor de jeans e camisas masculinas e eu de roupas femininas.

O guincho chegou e Paulão então deu a ideia de viajarmos juntos aquela semana pois nossa região de vendas era praticamente a mesma. Minha perua demoraria pelo menos 3 dias pra ser consertada e sem pensar muito resolvi aceitar a idéia daquele negão falante e alegre.

Paulão tinha 29 anos, negro de 1.85 m. forte e com um corpo perfeito que ele fazia questão de mostrar usando camisetas coladas ao seu tórax e braços musculosos. Ele raspava a cabeça deixando careca e realmente era uma figura imponente.

Naquele dia visitamos alguns clientes e então dei a ideia de dividirmos o quarto de hotel pois ficaria um pouco mais barato e foi ai que a o negão sorrindo bem safado:

-espero que você não seja “crente”... porque senão vamos ter que pegar quartos separados... acabei de ligar pra uma putinha que sempre dá pra mim quando venho nessa cidade... la pelas 9 hr. a vadia deve aparecer !

Cai na risada e sorrindo disse:

-claro que não... por mim tudo bem... mas e a gata... não vai achar ruim de ter outro cara no mesmo quarto... não quero atrapalhar sua foda... ainda mais depois que você me quebrou o maior galho!

-não se preocupe... essa garota é muito tarada... topa tudo... só não comi o cu da safada ainda! Se bobear é perigoso ela querer dar pra nos dois juntos!

Subimos para nosso quarto e logo fomos tomar banho e fui o primeiro.

Enrolei-me na toalha e tomei um banho demorado e relaxante, o dia tinha sido estressante!

Sai do banho e me sentei em minha cama e fiquei enxugando meus cabelos completamente nu.

Foi então que Paulão tirou a camiseta e em seguida a calça jeans junto com a cueca e então levei um susto quando vi o que ele tinha entre as coxas. O negão tinha uma pica enorme e cabeçuda com um sacão grande dependurado e mesmo mole era bem maior que a minha. E tinha outra coisa que me chamou a atenção era que ele se depilava todo, completamente liso. Isso parecia deixar sua pica negra maior ainda. Não tinha como não reparar no seu corpo nu e tentei ser natural e disse brincando:

-é... to vendo que você não gosta de cabelos no corpo né Paulão... tira tudo!

Ele sorrindo passou a mão pelo peito desceu até o pauzão e dando uma balançada nele disse:

-Flavio... eu sempre gostei de raspar a cabeça... porque minhas entradas são muito acentuadas... um dia uma gata que trabalha em um salão de beleza... resolveu me depilar todo... dizendo que eu ia ficar mais bonito... deixei que fizesse isso... e adorei... e quando pego uma branquinha tarada e soco minha pica preta na bucetinha da safada... e cola minha pele na dela... isso me deixa louco de tesão!

-é... olhando pra você... to me lembrando que nos filmes pornos acho que praticamente quase todos os atores negros são totalmente depilados... na verdade... acho que fica mais imponente... parece que a pica fica ainda maior! Apesar de que nem precisava né Paulão... o teu mesmo mole... é enorme... o meu perto do teu... ficou até com vergonha!

-é... a minha pica é grande mesmo... as putas taradas adoram sentir elas na bucetinha... e eu gosto de quando mais puta melhor... adoro judiar das vagavas! Agora... também tem algumas desvantagens... dificilmente consigo comer um cuzinho... garanto que você não tem esse problema!

-verdade... também... com esse pauzão grande e grosso desse jeito... se der o cuzinho pra você... deve ficar arrombado pro resto da vida! É... eu também adoro um cuzinho apertadinho! Minha esposa então comenta que se deixar por minha conta... toda hora quero foder a bundinha dela!. Mas... Paulão olhando pra você... pensei em me depilar também... achei que fica legal... bonito... mais “clean”!

-faz sim cara... vai ficar bom... e tenho certeza que você vai gostar...se quiser quando a gente voltar pra casa te levo na minha depiladora... ela sabe como fazer direitinho!

-pode deixar... vou fazer uma surpresa pra minha esposa... ela também se depila por completo... gosta de se manter sempre lisinha... sem pelinhos em lugar nenhum!

Paulão foi para o banheiro e fiquei ali no quarto terminando de me arrumar e então coloquei uma cueca boxer com uma bermuda e uma camiseta e liguei a TV pra ver as noticias do jornal.

Dali a pouco Paulão saiu do banho e veio se enxugando pra dentro do quarto e então pude perceber que sua pica estava meia bomba e fiquei ainda mais abismado com o tamanho da rola do negão e ele sorrindo bem safado disse:

-nossa...cara...hoje a putinha vai sofrer na minha pica... to num tesão danado... faz 4 dias que não como ninguém... vou deixar a buceta da vadia toda arrombada e inchada... só de ficar me ensaboando no chuveiro... quase bati uma punheta... num to me aguentando!

Eu sorri e lógico que não consegui ficar sem olhar pra aquela pica enorme e grossa e disse:

-nossa negão... vira isso pra lá... assim me assusta... você parece um cavalo! Acho que vou ter que dormir só de bermuda no mesmo quarto que você... eu tenho mania de dormir pelado... já pensou se você acorda no meio da noite e tem um ataque de tesão!

Ele deu uma gargalhada bem alta e sorrindo disse:

-bem... meu pau só entra onde deixam... mas... vou te falar uma verdade... bunda bonita eu não consigo resistir... e já vi que vc tem uma bela bunda... mas não se preocupe... sei respeitar os amigos!

Ele continuou a se enxugar e dava pra ver que sua pica negra não ficava completamente mole.

Em seguida ele vestiu uma bermuda de tecido fino e nem colocou cueca e ficou ali sem camisa assistindo TV enquanto aguardava a chegada da garota que se chamava Vera.

Depois de meia-hora o porteiro do hotel ligou avisando que a garota estava subindo e logo a campainha tocou e Paulão foi recebe-la na porta. Assim que ela entrou ele já a agarrou e beijou-a com volúpia.

A safada deu um gemidinho e disse:

-Nossa... que negão mais tarado... to vendo que vou “sofrer” hoje!

Vera era uma garota de 1.65 m. loira de farmácia, mas tinha um corpo espetacular e cara de vadia e assim que percebeu minha presença no quarto recostado na minha cama deu um sorrisinho e depois de Paulão me apresentar como amigo e ela disse:

-você não me contou que tinha um amigo junto no quarto... seu tarado safado!

Paulão logo mostrou que era direto e mandão, pois em seguida disse:

-larga de ser fresca... sei que você é uma putinha muito safada... vai ficar fazendo doce... pode ir embora! Você sabe que se ligar pra tua amiga Marcia... ela vem aqui na hora e dá gostoso pra mim... a semana passada a vadia me ligou perguntando quando eu vinha pra ca! Prefiro foder você... mas se você não quiser!

Fiquei boquiaberto com a conversa... o negão não alisava mulher... e pelo jeito até achei que a putinha fosse embora depois de ter levado aquela dura, mas toda submissa ela se encostou nele dizendo:

-seu bruto... eu tava brincando... você sabe que adoro dar pra você seu negro safado... a Márcia é uma vagabunda... adora dar pra macho meu... safada... pode deixar... vou dar uns tapas na vagava... quando a encontrar! Eu vou ficar... pra você me foder... todinha... seu tarado safado!

O negão a pegou pelos cabelos e beijou-a novamente e disse:

-então chega de frescura putinha... vai tomar banho... que quero te comer logo... to doido pra sentir essa buceta tesuda... engolir minha pica... vai vadia!

Ela saiu rebolando em direção ao banheiro e então começamos a conversar:

-Paulão... você é foda hein cara... fiquei de cara... nunca falei assim com uma garota!

-Deixa de ser bobo... cara... quanto mais puta... mais você tem que tratar assim... mulher gosta de ser dominada... você vai me ver comendo a vadia e... vou apagar a luz e deixar só a TV ligada... se quiser participar... eu deixo... pode tirar a roupa!

Ele tirou a bermuda ficando nu... sua pica negra estava batendo no umbigo e se deitou na cama dele e logo Vera saiu do banheiro enrolada na toalha. Em segundos também ficou peladinha e se deitou com o negão. A safada caiu de boca naquela pica negra enorme e tentava engolir o máximo que conseguia. Logo Paulão lambia a buceta da vadia que gemia que nem louca e não demorou a implorar:

-vem meu negão... soca esse pauzão na minha xaninha... to louca pra dar pra você... me come... fode minha xaninha... vem... quero você... todinho dentro de mim... me fode!

Ele a colocou de 4 na beira da cama e encaixando aquele pauzão cabeçudo na bucetinha da putinha foi enfiando até o talo. Ela deu um gritinho e ele todo tarado disse:

-não grita... vagabunda... aqui não é motel... agora rebola esse rabo... na minha pica... vou te foder... até te te deixar inchada... ahhh... que bucetinha ... gostosa... dá pro teu macho... sua vagabunda!

A garota era comandado por aquele negro pauzudo que metia sem dó socando na sua bucetinha. Logo ele começou a estapear a bunda da garota dizendo:

-rebola vagabunda... isso... assim... dá gostoso... humm... isso... assim... que buceta gostosa...ahhh!

Ela toda entregue ao prazer sussurrava:

-mete... tudo... ahhh... que pica deliciosa... ahhh... vou gozar... to... to gozando... bate... bate na bunda da sua putinha... eu gosto de apanhar do meu macho... ahhh!

Eu estava com meu pau trincando de duro assistindo aquela foda selvagem. Aquele negro sabia como dominar uma putinha cheia de tesão. Eu batia uma punheta compassada segurando pra não gozar.

Paulão se recostou na cabeceira da cama e fez a putinha sentar na sua rola enorme e ela começou a cavalgar como uma louca em cima dele. Ela gemia e sussurrava tomada pelo tesão:

-ahh... nossa... que pica grossa... ahhh... que delicia... entra rasgando... ahhh... minha buceta adora esse pauzão... ahhh... fode... me fode... quero gozar... nesse pauzão!

Paulão todo tarado e macho a fazia rebolar espetada na sua pica enorme e grossa dizendo:

-rebola vadia... mexe essa buceta... assim... isso... puta safada... que buceta gostosa... goza... ahhh!

Quando ela começou a gozar em cima dele ele aproveitou e deus uns tapas fortes no rosto dela que até jogaram sua cabeça pra trás. Ela nem se importou com aquilo e mais entregue ainda sussurrou:

-bate... bate... seu tarado... bate na cara da sua puta... seu safado... ahhh... to... to gozando... no pau do meu macho... ahhh... bate... bate mais... na sua putinha!

Ele deu mais uns tapas bem dados na vagabunda e então disse:

-continua... rebolando na minha pica vadia... e agora vc vai chupar o pau do meu amigo...vem Flavio... soca a pica na boca dessa boqueteira... faz ela engolir... sua pica... pode socar que a garganta da puta é profunda... vem logo!

Em segundos fiquei de pé ao lado da cama e ela virando o cabeça em segundos mamava na minha pica com vontade. Apesar de muito tesão eu conseguia me controlar pra não gozar. Estava adorando ver e participar daquela foda incrível. Eu sempre gostei de dar uns tapinhas e puxar os cabelos das putinhas que saia mas aquele negão sabia como dominar de verdade uma puta.

Vera rebolava na pica enorme do negão e chupava minha pica ao mesmo tempo sem deixar de satisfazer os dois machos... foi então que Paulão todo safado me deu um sinal que entendi na hora e puxou o corpo da garota de encontro ao dele a abraçando com força. Na hora já fui pra trás deles e sem pestanejar já fui procurando o cuzinho da putinha pra encaixar minha pica.

Ela deu um gemido todo safado e sussurrou:

-ahhh... seus tarados... querem me comer juntos é... ahhh... que delicia... um pauzão grosso na buceta e outro no cuzinho... põe... bem devagar... branquinho safado!

Em instantes minha pica começou a penetrar no cuzinho da putinha e logo estávamos fodendo a vadia que gemia alto se deliciando com aquela dupla penetração.

A vadia gozou copiosamente e não consegui me segurar e enchi seu cuzinho de porra quente.

Paulão também deu um urro e gozou como louco dentro da bucetinha da puta.

Fomos os três para o banheiro e a sacanagem continuou.

Vera era um putinha insaciável e logo voltamos para o quarto e o negão voltou a meter na vadia de 4 com ela chupando minha pica. Trocamos de lugar e achei que a buceta da puta ia estar completamente larga depois do negão ter socado seu pauzão grosso nela, mas quando senti o calor daquela buceta inchada fiquei tarado e mesmo tendo uma pica menor e mais fina foi uma delicia meter nela.

Fodemos a vadia de todo quando foi jeito.

Paulão logicamente queria enrabar a putinha, porem ela não deixou de jeito nenhum e ele até comentou que tinha vontade de pegar a vagava na marra, mas do jeito que ela era escandalosa era perigoso dar problemas no hotel se ela começasse a gritar dentro do quarto.

Foi uma loucura deliciosa ter feito aquela orgia junto com aquele negão pauzudo e sádico.

Minha perua ficou pronta e voltamos pra casa e combinamos de nos encontrar pra conversar.

Assim que cheguei em casa minha esposa me abraçou e nos beijamos e na hora me veio a lembrança daquela conversa que tive com ela quando me confidenciou sobre a amiga que tinha dado a buceta pra um cara de pauzão enorme e depois o marido corno comeu e achou que estava mais gostosa ainda. Lembrei-me da buceta da putinha Vera que o negão pauzudo tinha socado e depois quando comi também achei uma delicia. Era uma pena não poder contar pra minha esposa a farra a três no hotel.

Naquele fim de semana eu e minha esposa havíamos combinado de ir na inauguração de uma boate badalada, porem tinha acontecido um acidente com minha sogra que teve que ser internada as pressas e apesar de não correr risco de vida alguém teria que passar a noite no hospital com ela. Noeli como era a filha que morava mais perto teve que abdicar da nossa festa, afinal mãe é mãe!

Como ia ficar sozinho em casa no fim de semana liguei para o Paulão pra gente tomar uma cerveja e bater papo. Ele e me passou o endereço do AP onde morava pra nos encontrarmos.

Quando cheguei notei que o AP do negão apesar de pequeno era bem arrumado e quando brinquei dizendo que ele era um cara prendado sorrindo disse que tinha uma irmã casada que morava ali perto e cuidava do seu “cafofo”.

Ele pegou duas latinhas de cerveja e ficamos sentado no sofá trocando idéias e logo Paulão sugeriu de viajarmos juntos pra vendermos nossas roupas. Como as vendas estavam fracas viajando em um só carro e dividindo quartos de hotéis nossas despesas seriam reduzidas e a economia seria excelente.

Na hora resolvi aceitar a ideia do negão. Realmente seria excelente pra ambos.

Logo em seguida o interfone tocou e quando ele atendeu comentou que era a garota que fazia sua depilação e logo disse que devia aproveitar a visita e devia me depilar também.

A garota entrou e ele todo brincalhão disse:

-Norminha querida... arrumei outro cliente pra você... esse é meu amigo Flavio... ele me viu totalmente depilado... gostou e quer fazer também!

A tal de Norminha era uma mulata de 23 anos muito bonita e com tudo em cima e logo percebi que o safado do negão já era intimo dela.

Norminha estava com um vestidinho justo e curtinho de malha que mostrava perfeitamente as curvas do seu corpo exuberante.

Paulão todo safado tirou sua bermuda e como estava sem cueca ficou totalmente nu e aquele pauzão se mostrou imponente.

Norminha preparou a cera e logo começou a depilação do negão...como ele fazia isso quase toda semana rapidinho terminou o serviço.

Ele se levantou dizendo que ia tomar banho e então a garota sorrindo disse:

-Vamos loirinho... fica peladinho... pra mim... vou fazer você sofrer um pouquinho!

Sorrindo brinquei dizendo:

-eita... ficar peladinho tudo bem... o final da frase é não gostei muito... sofrer?

-claro que não bobo... to brincando... eu sei fazer direitinho... você me viu fazer no negão!

-é... eu vi... mas ele ta acostumado... eu nunca fiz depilação antes!

-deixa de frescura loirinho... garanto que nem vai sentir... já deu pra ver que você não é muito peludo!

Tirei a bermuda e a cueca boxer e me sentei de frente pra ela e brinquei dizendo:

-bem... a minha depilação devia ser mais barata... tudo do negão é bem maior que em mim!

-é... tá dando pra ver... mas o trabalho é o mesmo... relaxa loirinho... você vai adorar ficar lisinho!

Realmente a mulatinha sabia fazer o serviço e rapidinho foi tirando todos meus pelos e quando Paulão voltou ela sorrindo disse:

-teu amigo loirinho tava com medo... mas já ta até gostando... falta pouquinho... pra acabar!

-é... Flavio... realmente ficou bem melhor... acho que tua esposa vai gostar mais assim... você comentou que ela também se depila por completo... quando for meter nela vai adorar!

-Paulão... isso vai ter que esperar... ela vai ficar no hospital uns 3 dias... a mãe sofreu um acidente!

Norminha então sorrindo disse:

-Loirinho... fica de 4... pra eu depilar tua bundinha... só falta isso meu querido!

Fiquei meio sem jeito e brinquei dizendo:

-não entendi... não vi você fazendo isso no Paulão!

-o dele não precisava... só da próxima vez... mas você nunca fez... vai me dizer que vai deixar o cuzinho peludinho... garanto que o da esposa é lisinho... o meu também... deixa de frescura seu bobo... é rápido!

Vi que não adiantava reclamar e fiz o que ela mandou e rapidamente terminou e foi minha vez de tomar banho. Ao me ensaboar sentindo tudo lisinho me deu tesão e meu pau ficou completamente duro e voltei pra sala com uma toalha enrolada no corpo pra vestir minha roupa e então dei de cara com a mulata chupando o pauzão enorme do negão.

Ela sabia como mamar numa rola e estava completamente nua com um rabo enorme empinado.

Paulão todo safado sorrindo disse:

-vem... aqui do lado meu amigo... a Norminha adora fazer controle de qualidade... pra saber se não sobrou nenhum pelinho... vem que você vai adorar a boca da putinha!

Aquele negão era muito tarado e safado demais e logo fiquei ao lado dele e a mulata começou a alternar chupadas no meu pau e no pauzão dele. A safada sabia como chupar pau... tanto o grandão do negão quanto o meu. O tesão era demais e Paulão me segurando pela cintura me puxou bem pertinho e a mulata putinha tentava enfiar os dois paus na boca ao mesmo tempo.

Não deu pra segurar o gozo e enchi a boquinha da putinha de porra e logo em seguida foi à vez do negão esguichar porra como um cavalo no rosto da safada que lambia e engolia tudo. Só então senti que o safado estava com a mão espalmada na minha banda apertando-a. Tirei a mão dele rapidinho.

O negão disse que ia passar uma água no corpo e fiquei ali com a mulata e apesar de ter gozado gostoso meu pau continuava duro e todo safado agarrei a mulata por trás encochando-a querendo continuar a safadeza e então ela me abraçou e então sussurrou em meu ouvido:

-loirinho... você é cara muito bonito... adorei te chupar... mas na minha buceta... eu gosto de pau bem grande... igual o do negão... teu pinto é pequeno pra uma puta taradinha que nem eu! Mas... quem sabe um dia a gente faz uma DP.! Mas vou fazer uma graça com você... pra ficar com saudades!

Fiquei meio sem graça por ela ser tão direta, mas a putinha se abaixou e pegando meu pau inteirinho na boca deu umas mamadas fortes nele e então se levantou e me beijando na boca disse:

-tenho que ir... seu safado... quando quiser se depilar de novo... é só pedir pro Paulão me avisar!

Depois dessa sessão de depilação com gulosa de mulata inclusa fomos dar um volta no shopping e ao passarmos em frente a um outdoor com a foto da minha linda esposa comentei com Paulão que era casado com a gata do cartaz. O negão achou que era zoaçao minha, mas quando percebeu que era verdade brincou dizendo:

-Flavio... tu é um cara de sorte hein... você é casado com essa gostosa... você não é fraco não... seu safado!

-tá pensando o que negão... não tenho uma pica tão grande como a sua... mas tenho outras virtudes. E quando a peguei era virgem... tirei todos cabacinhos da loirinha!

-humm... que delicia Flavio... parabéns meu amigo! Qualquer dia você me apresenta sua linda esposa!

-negão safado... ta pensando o que... que ela é putinha igual essas que você conhece?

-bem.. .isso eu não sei... mas que sua esposa é linda e gostosa não tem como negar! Alias eu to tentando me lembrar... acho que já vi essa gata em outro lugar!

-negão... vou te ajudar... ela saiu de destaque em um carro alegórico no ultimo carnaval... apareceu um monte de vezes na TV... em revistas... ela apareceu só com o corpo pintado!

-cacete... nossa... agora me lembro... cara... não adianta achar ruim... mas eu vou dizer... cara eu assisti o desfile... que corpo ela tem... nossa... fiquei de pau duro... ela sambava que nem louca... uma delicia!

-seu tarado... não tem vergonha de falar assim da minha esposa... na minha cara... seu safado!

-Flavio... deixa de bobagem... você deve saber com certeza um monte de machos... bateram punheta pensando na tua esposa... gostosa, linda, quase nua e rebolando em cima de um carro alegórico de carnaval... se você achasse ruim não tinha deixado que ela desfilasse!

-isso é verdade... Paulão... eu não tenho ciúmes não... ela é linda... todos a desejam... mas quem come a bucetinha e o cuzinho da loirinha gostosa sou eu!

-Cara... vou querer conhecer a gata... ao vivo... pegar um autografo da “beldade”!

Tomamos mais umas latas de cerveja e depois fomos embora.

Só no domingo encontrei minha esposa e quando mostrei meu corpo todo depilado ela adorou dizendo que achou muito sexy e quando voltasse da próxima viagem íamos poder brincar legal. Até tentei uma transa rápida, mas ela disse que cuidar da mãe no hospital a tinha deixado esgotada e deixei pra la.

Assim que eu e Luisão saímos de viagem o safado disse que tinha ligado pra algumas de suas amigas putinhas nas cidades onde iríamos visitar mas não tinha conseguido deixar nada “agendado”.

No primeiro dia de viagem as vendas foram razoáveis e dormimos em um hotel barato na cidade sem acontecer nada de especial.

No outro dia durante nossas visitas nas lojas de outra cidade até tentamos arrumar alguma putinhas pra brincarmos a noite, mas também não rolou nada e quando fomos procurar hotel pra pernoitar o único da cidade que era barato estava lotado e então Paulão deu a ideia de irmos a um motel que havia na rodovia perto da cidade. Ele já ficara la e nos dias de semana o preço era baixo. No caminho brinquei com o negão dizendo que íamos tirar no par ou impar quem ia dormir na cama.

Paulão conhecia o gerente do motel e enquanto acertava o valor uma loirinha toda gostosa desceu de um carro discutindo com o motorista e ficou ali na portaria do motel e acabamos puxando conversa.

Neide era seu nome e me contou que era garota de programa e o cara com quem havia discutido não quis pagar o que ela pediu e mandou o cara passear. Alem de feio e gordo já tinha tomado umas a mais.

Ficamos ali conversando animadamente e quando Paulão chegou no carro já ficou todo cheio de graça com a garota que se mostrava toda safada e então resolvi arriscar dizendo:

-e ai gata... quer dividir a cama com a gente? Dinheiro não temos... pra te dar o que você merece... mas com certeza que vai poder se divertir muito!

Ela deu um sorriso e toda safadinha disse:

-porque não... to precisando me divertir mesmo... acho que vou arriscar!

Abri a porta e a loirinha entrou na perua e nos dirigimos pra suíte do motel.

Entramos e fui o primeiro a ir para o banho e a putinha entrou no chuveiro comigo e logo estávamos nos pegando. A safada tinha uma boca mágica e engolia meu pau por inteiro.

Fomos pra cama e Paulão foi para o chuveiro com seu pauzão enorme já quase duro e Neide sorrindo toda safada disse:

-nossa loirinho... o negão tem um pau de cavalo... não sei se vou dar conta dos dois... fiquei com medo!

Eu estava louco de tesão de sentir uma bucetinha na minha pica e já coloquei a vadia de 4 e soquei com vontade. A garota era uma putinha que sabia rebolar gostoso e em poucos tempo gozei enchendo a camisinha. O negão já estava na frente dela e ela chupava aquele mastro enorme tentando engolir o máximo que conseguia. O negão todo tarado tirava o pau da boca dela e batia em seu rosto. A putinha ficou toda tesuda e logo ele já tava socando com vontade na buceta da safada que dizia:

-nossa... que pauzão gostoso... mete... negão... assim... que pica... quente... me fode... quero gozar nesse pauzão... ahhh... ahhh... que delicia... ahhh... vou... vou... ahhh... to gozandoooo!

O negão todo tarado tentou aproveitar o gozo da putinha e deu uma encaixada no cuzinho da garota, mas quando sentiu a cabeçona em segundos deu um pulo e escapou dele dizendo:

-nem pensar... seu tarado... esse pauzão no meu cu... de jeito nenhum... vai me arrombar... seu safado!

O negão ficou todo frustado mas logo a putinha mamava na sua rola enorme e ele encheu a boca dela de porra. Neide engoliu tudo e depois de outro banho fomos dormir. O dia tinha sido corrido e depois de gozarmos gostoso só uma boa noite sono pra recuperar as energias.

A cama do motel era grande e dormimos os três. A garota logicamente ficou no meio.

Com o calor que fazia dormimos completamente nus com o ar ligado.

Paulão todo safado ficou de conchinha com a garota e antes de dormir até escutei a putinha dizendo toda manhosa:

-não... chega... seu tarado pauzudo...minha bucetinha ta ardendo... teu pau é muito grosso... pode parar!

Foi então que quando o dia estava clareando notei que a garota estava de conchinha comigo mas do lado de fora da cama. Imaginei que talvez tivesse se levantado e ao voltar se deitara do meu lado... ou então ficara com medo do negão tentar comer a bundinha dela.

Logo senti meu pau endurecer e se encaixar direitinho no rego da bunda da Neide e fiquei ali curtindo aquele tesãozinho. So que em seguida aconteceu uma coisa que me deixou completamente sem ação.

Paulão se mexeu na cama e quando me dei conta ele estava colado atrás de mim e o pior é que sua pica enorme estava completamente dura e se encaixara perfeitamente entre minhas nádegas. A mão enorme do negão pousou em meu quadril e senti ele puxar meu corpo de encontro ao dele.

Em segundos senti seu corpo atrás de mim se mexer e aquela pica negra enorme deslizar bem devagar no rego da minha bunda. Quando a cabeçona tocou na entrada do meu anelzinho virgem senti um calafrio que percorreu minha espinha dorsal de cima em baixo e fiquei completamente paralisado.

Meu pau ficou duro como aço e quase que automaticamente deslizou entre os lábios da bucetinha da putinha que mesmo dormindo instintivamente empinou a bundinha e a cabeça deslizou dentro dela. Só que isso também acontecia atrás de mim. O negão também “dormindo” já fazia movimentos atrás de mim. E quando me dei conta a cabeça enorme daquele pauzão negro já estava babada e senti uma pressão no meu anelzinho virgem. Sem perceber acho que empinei um pouco a bunda e senti que a cabeça daquele pauzão começava a abrir caminho entre minhas preguinhas. Eu queria fugir dali... mas não conseguia. Senti que Paulão não estava “dormindo” porque seu peito colou em minhas costas e sua mão forte puxou meu quadril de encontro ao corpo dele. A cabeçona daquela pica enorme pulou dentro do meu cuzinho que todo tesudo laceou pra recebê-lo. Paulão então mordiscou minha nuca e sussurrou baixinho no meu ouvido:

-assim... relaxa... que você vai adorar... me deixa ser teu macho... teu cuzinho ta adorando minha pica... se entrega... que vou te comer gostoso... eu sei que vc ta gostando muito... teu cuzinho é uma delicia... da pra mim... seu safado... vou te enrabar... agora...ahhh!

Paulão foi enfiando aquela pica grossa e enorme dentro do meu cuzinho com firmeza e quando me dei conta ele estava com seu púbis depilado colado na minha bunda lisinha e então gemi suspirando baixinho. Tinha uma pica negra enorme enterrada no meu cuzinho e quase nem senti dor. Tinha perdido o cabaço pra aquele negão tarado. O primeiro macho que me encochou na vida estava me comendo.

Minha pica estava enterrada da bucetinha da putinha que já acordara e rebolava sem perceber o que estava acontecendo. Paulão mordiscava minha nuca e já me comia deliciosamente com sua pica enorme e muito quente... entrava e saia de dentro de mim com firmeza.

Comecei a gozar na bucetinha da putinha gemendo alto e senti perfeitamente o pauzão enorme do negão inchar dentro de mim e começar a esguichar porra fervente. Gozei como um louco rebolando na pica negra cabeçuda daquele safado.

A garota então percebeu o que estava acontecendo e toda safada brincou dizendo:

-hummm... eu até achei que ia me divertir com vocês... mas to vendo que foi bem melhor do que pensei!

Fiquei todo constrangido mas o negão continuava engatado atrás de mim com aquele pau enorme atolado no meu cuzinho me queimando por dentro. A garota se levantou, deu uma olhada pra nos e toda safada disse:

-acho que vocês dois estão querendo mais... vou deixá-los se divertirem... seus safados!

O negão continuava com sua pica enorme completamente dura dentro do meu cuzinho e sussurrou:

-quer... continuar a dar pra mim... viadinho gostoso... meu pau nem amoleceu de tanto tesão que to sentindo enrabando essa bunda tesuda... quer que eu continue a ser teu macho? Fala... você sabe que adorou... não precisa mais ficar com frescura... assume de uma vez... seu safado!

Meu pau ficou duro de novo com a voz daquele safado no meu ouvido e me entreguei dizendo:

-sim... quero... seu safado... me come então... do jeito que quiser... ahhh... ahhh.

Ele me virou de bruços e todo tarado começou a meter com força e cadenciado dizendo:

-rebola... viadinho... rebola... gostoso... você tem um cuzinho delicioso... ahh... morde meu pau com esse cuzinho seu safado... você vai ser minha putinha... e eu seu macho... da pra mim safado... rebola viadinho!

Meu cuzinho todo alagado de porra do safado estava todo laceado e recebia aquele pica enorme profundamente. Nunca na minha vida senti tanto prazer... eu dava pra aquele macho como uma puta!

Aquele macho negro pauzudo havia despertado em mim o tesão de ser enrabado deliciosamente.

O barulho daquele ventre em minhas nádegas era inebriante e eu gemia como uma puta sussurrando:

-aahhh... que delicia... me come... ahhh... mete... assim... que pauzão gostoso... eu... eu... vou gozar... vou...

Meu segundo gozo com um pau atolado no meu cuzinho foi mais intenso e copioso. Eu tremia por completo debaixo daquele macho tesudo e ele mordia minha nuca sussurrando:

-isso... viadinho... assim... morde meu pau... com esse cuzinho guloso... goza com teu macho... putinho!

Praticamente desfaleci com aquele negro safado deitado sobre meu corpo. Todo tarado ele rebolava e fincava com força sua pica enorme e grossa dentro de mim.

Ele não gozou dessa vez e foi tirando bem devagar aquela pica enorme de dentro do meu cuzinho saciado e quando a cabeçona pulou pra fora fez um barulhinho de “ploc” que me arrepiou por inteiro.

Fiquei deitado de bruços com a cabeça a mil pensando sobre o acontecido quando Paulão me deu um tapinha carinhoso na bunda e disse:

-levanta seu safado... vai tomar um banho... acabou a brincadeira... temos que visitar clientes... vai logo!

Me levantei todo entorpecido e fui me banhar... meu cuzinho estava pegando fogo por causa daquela pica grossa e cabeçuda... mas a água gelada deu uma acalmada... de leve!

Neide a putinha já estava vestida esperando que a levássemos embora.

Paulão também estava colocando a roupa e rapidamente me aprontei.

Saímos do motel e levamos Neide pra casa dela e assim que ela desceu deu um sorriso safado dizendo:

-agora vcs sabem onde moro... quando voltarem... se quiserem repetir a brincadeira... vou adorar!

Assim que pegamos a estrada mesmo constrangido resolvi conversar sobre o que acontecera e Paulão sorrindo safado disse:

-Flavio... meu querido... ta tudo bem... não fica procurando respostas que não levam a nada... você queria... eu queria... foi tudo muito... muito gostoso! Quando servi o exercito tive varias experiências desse tipo... e vou te falar uma coisa... eu adoro cuzinho de macho... ainda mais do seu tipo... corpo bonito... bunda branquinha... com muito tesão no cu... louco pra dar... fazia tempos que não acontecia isso comigo... meu querido... relaxa... que vai ficar muito melhor!

-eu... eu... Paulão... nem sei o que aconteceu direito cara... juro que nunca tinha feito isso... nem quando era adolescente... eu não entendi... juro mesmo!

-Flavio... já te disse... não esquenta a cabeça... que vai ficar tudo bem! Mas vou te falar uma coisa... quando você me viu nu na primeira vez... e ficou olhando daquele jeito pra minha pica grossa... até achei que já tinha transado com outros machos... ficou babando... nem piscava... não tirava os olhos. No sábado quando a Norminha estava chupando a gente. e deslizei a mão pelas suas costas e toquei sua bunda... você se arrepiou todo... quase te enrabei aquele dia... mas me segurei... queria te comer na cama... adoro enrabar viadinho de bruços... igual te comi hoje! E agora que você ta me dizendo que nunca tinha tido nenhuma experiência desse tipo... que perdeu o cabaço comigo... já to ficando de pau duro de novo... vou adorar te ensinar a ser um putinho bem safado... tenho certeza que vai aprender direitinho.

Dei um sorriso meio sem graça, mas balançando a cabeça concordei com o safado e logo chegamos na cidade e fomos vender nossas roupas.

O dia transcorreu tranqüilo sem de sacanagem mas de vez em quando meu cuzinho todo dolorido me trazia lembranças daquela manhã.

A noite fomos para um hotel e assim que entramos no quarto Paulão já foi tirando a roupa e foi para o chuveiro. Ele saiu enrolado na toalha e em seguida foi minha vez... tomei uma banho demorado e quando lavei meu cuzinho vi que estava ainda inchado e dolorido.

Sai do banho também enrolado em uma toalha e vi Paulão recostado na cabeceira de sua cama completamente nu e entre suas coxas aquele pauzão enorme que tinha tirado meu cabacinho. Ele então estendeu a mão pra trás e desligou o interruptor apagando a luz do quarto e em seguida a luz do abajur foi acesa. Paulão com um sorriso safado, deu uma balançada naquela pica majestosa e disse:

-vem... ficar com teu macho... tira essa toalha... quero ver essa bunda gostosa... vem... que vou te ensinar... a ser um putinho do jeito que eu gosto... vem logo... obedece teu macho!

Vi que não tinha como fugir daquela situação e sabia que meu corpo era comandado pelos desejos daquele macho negro e devagar me sentei na beira da cama já sem a toalha e Paulão pegou minha mão e levou até o pauzão grosso dele e disse:

-pega... pra sentir... o peso... pega no pau do teu macho... e faz o que to querendo... faz... putinho... deixa teu macho feliz... vem... quero teu rosto... no meio das minhas pernas... quero tua boca... dando-me prazer... vem... libera o viadinho que quer ser... igual de manhã... chupa minha rola!

Em segundos estava com aquela pica negra entre meus lábios e passei a mamar com vontade. O gosto do pau enorme daquele macho na minha boca me fez perder qualquer pudor. Paulão segurava minha cabeça pelos cabelos e enfiava fundo na minha garganta. De vez em quando ele tirava da minha boca e batia com ele no meu rosto e todo tarado sussurrava:

-isso... viadinho... assim... você sabe como chupar um pau... ne putinho... adorou o gosto de pau de macho na boca... ahhh... que boca gulosa... assim... põe minhas bolas na boca... chupa meu saco... viado... ahhh!

Eu estava quase gozando só sentindo aquela pica grossa negra na minha boca e então Paulão disse:

-abre bem a boca... viado... vou gozar... engole a porra do teu macho... põe a língua pra fora... quero você lambendo tudo... se perder uma gota... vai apanhar do teu macho... ahhh... to... to... gozando... ahhhh!

Quando senti o primeiro jato de porra fervente daquele negão na minha boca comecei a tremer e gozei junto. Paulão gozava como um cavalo e inundou minha boca. Até me engasguei e escorreu um pouco pelos cantos da boca... mas... como uma puta lambi todo meu macho e então ele tirou o pau da minha boca e todo tarado sussurrou:

-lambe o que pingou na minha perna... não é pra desperdiçar nada... viadinho... da próxima vez não quero que deixe escorrer uma gota... senão vai apanhar... eu adoro dar uns tapas em viadinho... pra aprender mais rápido... a fazer do jeito que o macho gosta!

Eu estava totalmente tomado pelo tesão... me sentia uma puta comandada pelo macho e fiquei olhando pra ele sem ação e foi então que o negão resolveu me dominar de uma vez e me aplicou um tapa forte no rosto e todo macho disse:

-lambe logo... viadinho... limpa a porra do teu macho que escorreu... gosto de putinho que obedece logo!

Fiz o que ele mandou e senti meu rosto arder com aquele tapa e ai ele todo safado disse:

-vem... viadinho... vira a bundinha pra mim... eu sei que vc quer dormir de conchinha com teu macho... vem putinho!

Todo submisso virei de costas e senti seu corpo forte colar em minhas costas. O pauzão do negão tinha dado uma amolecida mas quando se encaixou entre minhas nádegas... apesar do cuzinho todo inchado senti que piscou gostoso... e joguei a bundinha pra trás. Ele me abraçou e sussurrou:

-que tesão hein... seu viadinho... ta louco pra dar de novo pro teu macho né? Ta com o cuzinho todo inchado de hoje cedo... mas to sentindo que já ta louco pra ser enrabado de novo... mas acho que devemos dar um tempinho pra esse cuzinho guloso se recuperar... vamos dormir putinho!

Eu me sentia uma fêmea sendo abraçado pelo macho forte e suspirei todo entregue:

-Paulão... to adorando tudo... teu pauzão na minha boca... o gosto da tua porra... nossa... se quisesse me comer... eu dava gostoso... meu cuzinho ta piscando de vontade... de sentir de novo o calor da tua pica... ahh... que delicia!

Acordei de manhã e me senti feliz em sentir Paulão encaixado na minha bunda empinada com aquele pauzão delicioso entre minhas coxas.

Naquele instante resolvi deixar de lado qualquer frescura e todo tesudo decidi agradar meu macho negro pauzudo e em segundos mamava no pauzão grosso dele que encheu minha boca. Ele acordou e todo safado disse:

-isso... putinho... adoro acordar com uma boca mamando na minha rola... chupa... viadinho... isso... assim... engole minha pica... seu safado... pega minhas bolas com a boca... eu gosto... ahhh... isso... assim!

Paulão segurava minha nuca e fodia minha boca... meu pau parecia que ia explodir sentindo o calor daquela pica negra grossa e cabeçuda na minha boca e então todo tesudo ele sussurrou:

-não para... assim... abre a boca viado... quero foder sua garganta... ahhh... quer... minha porra viado... fala seu safado... quer leitinho quente... ahh!

Tirei o pau da boca por segundos e olhando pro rosto dele sussurrei:

-quero... enche minha boca... quero sentir de novo o gosto da porra do meu macho... goza... goza... ahhh!

Dessa vez engoli tudo como um bebe com fome... não escorreu uma gota.

Continuamos nossas visitas nas lojas de nossos clientes e percebi que o que acontecera naquele motel em um dia e no hotel da outra cidade no outro dia não interferia no dia a dia do nosso trabalho.

Na quinta feira já tínhamos visitado todos os clientes e resolvemos voltar pra nossa cidade e durante a viagem de volta Paulão todo safado tirou o pau pra fora e me fez chupa-lo enquanto dirigia. O safado enfiou a mão por trás da minha bermuda e ficou dedando meu cuzinho durante quase toda viagem.

Paulão me fez gozar só com seus dedos grossos e pra não perder o costume encheu minha boca de porra e bem safado ainda disse:

-quando vc chegar na tua casa e beijar sua esposa gostosa... ela vai sentir o gosto da porra do macho que te come... adoro imaginar essas loucuras... já pensou... que delicia!

Eu sorri e comecei a imaginar como seria minha vida com minha esposa depois da minha aventura sexual e foi então que Paulão todo safado disse:

-Flavio... acho que você devia... dar um jeito de levar sua esposa... no meu cafofo... quem sabe rola alguma safadeza... a gente juntos... eu chamo a mulata Norminha... ela adora... esse tipo de brincadeira! Já pensou que delicia... os 4 na cama?

-Paulão seu tarado... não sei não... Noeli casou virgem comigo... não sei se ela toparia esse tipo de farra!

-Flavio... vamos falar sério! Você acha mesmo que sua esposa só deu pra você? Eu vi a safada desfilando no carnaval... praticamente nua... rebolando toda tesuda... do jeito que você falou que ela é... adora se mostrar... gostosa do jeito que ela é... um monte de machos rodeando ela... você sempre viajando durante a semana... posso ta muito enganado... mas ela deve dar gostoso pra muitos machos... pode acreditar!

-Será Paulão... acho que você ta me zoando... além de me transformar em viadinho... também corno?

-Flavio... deixa de frescura... você ja assumiu que gosta de pau grosso tanto no cu como na boca... e pelo jeito você vai adorar ser corno... ainda mais se o macho que vai foder sua esposa puta for o negão aqui! Já te falei... arruma um jeito de provocar um encontro meio sem querer la no meu “cafofo”! Tenho certeza que você vai saber como fazer!

Assim que cheguei em casa tomei um banho e logo em seguida minha esposa chegou da rua e toda alegre me abraçou e me beijou dizendo que tinha ido fazer uma sessão de fotos pra ver se a fabrica de roupas aprovaria uma nova campanha publicitaria com ela de garota propaganda.

Ela me chamou pra entrar no banheiro junto com ela...enquanto tomava seu banho conversaríamos.

Noeli havia chegado da rua com um de seus vestidinhos curtíssimos e salto alto que deixava sua bunda ainda mais empinada e assim que se despiu vi que ela estava sem a calcinha e o soutien e brinquei:

-que esposa mais putinha a minha... chega da rua... sem calcinha e sem soutien e com um vestidinho tão curto que tenho certeza que um monte de machos deve ter visto sua linda buceta!

-larga de ser bobo Flavio! Eu estava fazendo fotos... não coloquei calcinha e nem soutien... mas como sou uma esposa bem honesta... vou ser obrigada a confessar uma coisa! La no estúdio onde fiz as fotos tinha vários rapazes que estavam fazendo fotos de moda praia... e todos acabaram me vendo peladinha... até tinha um roupão pra eu vestir... mas... você sabe que sou uma exibicionista incorrigível!

-bem que meu sexto sentido estava me alertando nessa viagem... volta pra casa porque a esposa anda carente demais e pra ela resolver dar essa xoxota gostosa pra outro macho... é facinho facinho!

Ela deu uma gargalhada e toda safada saiu do banho e se sentando na beira da cama disse :

-Flavio... seu safado! Depois que sai praticamente nua no carnaval... eu sei que você adorou ver sua esposa linda e gostosa deixando um monte de homens excitados... acho que... se eu resolver dar pra outro macho... você nem vai achar ruim! Agora vem... quero sua boca na minha buceta... chupa bem gostoso ...faz eu gozar... to muito carente...demais! Alias...quase que você ganhou chifres hoje... de um jeito um pouco diferente!

Cai de boca naquela xoxota enorme e fiz o que eu sabia fazer... chupar e sugar seu grelo inchado fazendo-a rebolar e todo tesudo indaguei:

-rebola... na minha linga sua putinha... mas... me fala... porque... ia ganhar chifres diferente... diga logo... quero saber... me deixou... todo curioso!

Ela deu um sorriso e apertando os bicos dos seios como sempre fazia quando era chupada disse:

-o fotografo era mulher... mas... sapatão... ficou tarada pela sua esposa gostosinha... quase implorou pra lamber minha buceta... só não topei... porque era feia... tipo machona... se fosse mulher igual a mim... tinha deixado ela me chupar todinha... do jeito que ando tarada... ahhh... continua... seu safado... faz eu gozar com sua língua... ahhh... vou... vou... vou gozar... ahhh... que tesão... ahhh!

Noeli se contorceu toda gozando copiosamente e logo coloquei-a de 4 na cama e meti com vontade.

Apesar de ter descoberto que também adorava ser fêmea debaixo daquele negão não havia perdido o tesão de comer uma bucetinha e meti a vara na minha esposa tesuda.

Não perdi tempo e logo passei a comer seu cuzinho apertadinho.

Noeli era uma tarada quando pegava fogo e gozou gemendo alto dizendo:

-ahh... seu safado... isso... fode sua esposa putinha... mete... mete tudo... quero dar gostoso... isso... não para... não para... me fode... com força... ahh... que delicia meter... ahhh... to... to gozando... to... ahhhh!

Depois daquela transa deliciosa voltamos ao banho e quando notei que sua bucetinha já tinha pelos um pouco crescidos resolvi puxar conversa sobre o negão e sobre levá-la pra conhecê-lo.

-Noeli...também tenho uma fofoca legal pra te contar!

-é? Me fala logo...sou muito mais curiosa que você! Rss.

-sabe o negão que ta viajando comigo? Quando vi o negão no banho... no hotel... deu até medo! O bicho tem uma pica grande demais... e também tem um saco enorme... parece um cavalo! Da até medo!

-mas... é tão grande assim? Você viu mole... ou dura?

-bem... vi dos dois jeitos... mole... tomando banho... e depois à noite no hotel. Ele tem uma putinha na cidade e ela veio no quarto do hotel dar pra ele... e ele socou aquele pauzão na putinha... o abajur do lado da cama... ficou acesso... e deu pra ver tudo... nossa... só vi trepada assim... em filme pornô!

-que safadeza hein...vai me dizer que a putinha que tava dando pra ele num tinha uma amiga e você também se divertiu junto... seu safado?

-não... claro que não... você acha que ia te contar... se tivesse acontecido isso? Rss. Mas... vou te confessar uma coisa... assistir aquela foda ali na cama do lado... me deu um tesão louco... bati duas punhetas vendo aquela trepada. A putinha adorava levar pau enorme na bucetinha... gemia e rebolava que nem uma louca. O negão também é um tarado... encheu a putinha de tapas... enquanto socava aquela pica grossa e cabeçuda...na buceta da vadia! Adorei ver filme pornô ao vivo!

-nossa... meu maridinho... vou te falar uma coisa... eu também ia adorar assistir uma foda desse jeito... deve ser uma delicia. Mas... bom mesmo é participar!

-Noeli... fiquei até com vergonha do meu pinto perto do dele... a pica do negão parece que fica ainda maior com ele todo depilado. Nem sei como aquela garota aguentava aquele pica enorme... ela tinha um corpo parecido com o teu... logico que nem tem comparação a beleza...vc é linda demais!

-é... qualquer dia quero conhecer esse teu sócio de viagem... agora fiquei curiosa!

-acho melhor não... ele é muito tarado... e você anda muito safadinha demais... perigoso eu ganhar chifres enormes... se aquele negão te pega... vai deixar sua xoxotinha apertadinha toda arrombada!

-hummm... vou te confessar uma coisa meu maridinho... acho que quase toda loira tem fantasias com negão... quando eu ia ensaiar na escola de samba... tinha uns negões dançando e dava pra ver que eles eram muito bem dotados... de vez em quando eu olhava mesmo... aqueles volumes enormes no meio das coxas dos safados... eles sabem que são grandes e também adoram se mostrar... pra deixar as loiras taradas com vontade!

Aproveitei que a conversa estava ficando muito melhor do que imaginei e então peguei seu braço e torci fazendo-a ficar de costas pra mim e dei uns tapinhas na sua bunda empinada dizendo:

-sua putinha safada... tenho quase certeza que você já deu outro macho... vou te bater de verdade... e fazer você confessar! Depois que você falou que tem fantasias com negão... nem vou apresentar o meu amigo pra você... até tinha pensando em te levar no sábado na casa dele... você aproveitava e depilava a bucetinha com a namorada mulata dele... que me depilou! Confessa logo!

Ela deu um gritinho bem safado e disse:

-deixa de ser bobo... querido... é melhor assim... você não me conta o que acontece nas suas viagens e nem eu conto o que acontece comigo por ai. Fica mais excitante... seu safado! Mas... acho que se você quiser me levar pra conhecer seu amigo... no sábado... vou estar livre... e gostei da ideia... de me depilar... to precisando mesmo... já tá coçando com os pelinhos crescidos... e a coceira não é de tesão!

Quase nem deu trabalho pra convencer minha querida esposa safada pra conhecer o negão pauzudo.

Na sexta de manhã o telefone tocou e ela foi chamada pra fazer mais algumas fotos com trajes diferentes do dia anterior e então ela me chamou pra ir junto. Ela brincou dizendo que assim ficaria tranquila pois a fotografa sapatão não iria ficar dando em cima dela com o marido junto.

Lógico que a acompanhei ao estúdio e quando a fotografa me viu ao lado de minha esposa ficou na dela e fez a sessão de fotos rapidinho.

Depois disso fomos visitar minha sogra que se recuperava do acidente e jantamos com ela.

Nem voltamos pra nossa casa e dormimos por la mesmo.

No sábado de manhã fui buscar pão na padaria e aproveitei pra ligar para o meu macho negro pauzudo pra dizer que ia levar minha esposa pra conhecê-lo e também pra fazer depilação com a mulata Norminha. Paulão todo safado disse que aquele sábado a tarde estava prometendo muito!

Nem precisei tocar no assunto de visitar o meu amigo Paulão porque Noeli antes do almoço já estava perguntando que horas que havia marcado a depilação dela e também pra ser apresentada ao negão.

Sorri todo safado e brinquei dizendo:

-to achando melhor não te levar não... to achando que meu amigo vai descobrir que sou casado com uma putinha tarada... nem almoçamos e já ta pensando visitar o negão pauzudo!

-deixa de ser bobo Flavio... você me deixou toda assanhada com a tua conversa... fiquei tão curiosa que se você não me levar... é perigoso eu ir sozinha... e olha que eu vou hein!

Caímos no riso com aquela conversa safada e os abraçamos e beijamos e fomos almoçar.

Combinei com Paulão que estaríamos em seu AP 4 h. da tarde e quando era 3 da tarde eu e Noeli fomos tomar banho pra sairmos.

Coloquei uma bermuda de algodão bem leve e decidi nem vestir cueca. Uma camiseta regata completou meu traje bem fresco, afinal o calor estava forte.

Noeli então vestiu um de seus vestidos colado ao corpo curtíssimo e logo vi que teve a mesma ideia minha porque também não colocou calcinha e aproveitei pra brincar dizendo:

-Noeli... querida... to vendo que você resolveu abolir o uso de calcinha e soutien né sua putinha!

Toda safada ela levantou o vestido deixando sua bunda e bucetinha a mostra sorriu e disse:

-Isso é verdade... meu maridinho safado... depois que desfilei nua no carnaval e adorei ficar com minha bucetinha totalmente livre... vou te falar uma coisa... meu tesão aumentou tanto que acho que nunca mais quero usar lingerie... to adorando ficar assim!.

-é... to percebendo isso... sua putinha safada... e tenho certeza que todos os machos que se sentam na sua frente também... sem calcinha e com esses vestidinhos curtos... sua bucetinha fica toda a mostra!

Ela abaixou o vestido e toda safada encostou sua bunda enorme e empinada no meu ventre e disse:

-eu sei que minha bucetinha se mostra todinha... e eu sei que os machos adoram... e eu adoro mostrar!

Percebi que Noeli estava bem empolgada e assim que saímos com o carro durante o trajeto pela via expressa enfiei a mão no meio das coxas dela e fiquei brincando com seu grelinho e rapidinho a safada ficou toda molhadinha. Ela fazia o mesmo no meu pau deixando-o ainda mais duro.

Assim que chegamos Paulão abriu o portão eletrônico e entramos no prédio e quando a porta do Ap se abriu ele apareceu todo sexy com uma camiseta regata amarela colada ao corpo e pra arrasar de vez o safado colocou um short de lycra branco colado ao corpo e sua pica enorme e grossa apesar de não estar completamente dura se delineava imponente. Em segundos percebi que minha esposa realmente se surpreendeu. Paulão me abraçou cumprimentando e quando foi trocar beijinhos nos rosto com minha esposa ele segurou-a pela cintura e apertou-a de encontro ao seu corpo e brincou todo safado:

-Meu amigo... desculpa abraçar sua esposa assim... mas é que sou fã dela... e agora que ela esta aqui na minha frente... muito mais linda que no outdoor... fiquei mais entusiasmado! Vamos entrar e sentar... a Norminha ligou agora a meia hora dizendo que ia se atrasar um pouquinho mas com certeza já deve estar chegando!

O safado sabia elogiar uma mulher e então fomos pra sala e então nos sentamos no sofá e ele logo trouxe 3 latas de cervejas geladas e se sentou na poltrona em frente e começamos a conversar:

-então Noeli... quando falei pro Paulão que era casada com a linda garota do outdoor que tem ali na avenida ele não acreditou... achou que era mentira minha. Agora que você esta aqui ele tá “todo todo”!

Noeli sorrindo pegou a latinha de cerveja e tomou metade de um gole só e se sentou do meu lado. Notei que seu vestidinho curto subira pelas coxas e ela nem se preocupou em recompor. Paulão em frente olhou entre as pernas dela e todo safado já deu uma ajeitada naquele pauzão enorme que já estufava a frente daquele short justo. Em seguida a campainha tocou e era a depiladora Norminha chegando.

A mulata realmente era linda e chegou toda sexy também.

Vestidinho curto com um tamanquinho bem alto e logo deu pra ver que estava sem calcinha e soutien e toda alegre abraçou Noeli dizendo:

-nossa... como você é linda mulher... quando o negão me mostrou o cartaz dizendo que você ia vir aqui se depilar comigo... e que era esposa do branquinho... quase não acreditei... assim ao vivo você é muito mais linda garota... perfeita... que corpo... que você tem... gata... você é demais!

Noeli ficou toda feliz com tantos elogios e logo retribuiu dizendo:

-Norminha... obrigado pelos elogios mas olhando pra você... vejo que também é uma mulata linda demais... garota... olha suas pernas... e essa bunda garota... e eu adoro sua cor... na escola de samba que desfilei tinha varias mulatas... mas você podia ir la... que ia botar todas no chinelo.

Norminha se sentou no braço da poltrona onde Paulão se sentara e abraçou-o dando um beijo de língua de tirar o fôlego e toda safada disse:

-estava com saudades de você... negão safado... chegou de viagem e nem me ligou... sou vou perdoá-lo porque me trouxe uma nova cliente linda e maravilhosa!

Norminha no braço da poltrona estava com as pernas abertas e sua bucetinha quase negra se mostrava por completo e a safada nem se importou de dar umas apertadas no pauzão do negão na nossa frente.

Paulão disse que ia ao banheiro. Norminha foi preparar a cera de depilação e fui na cozinha pegar mais cerveja na geladeira e minha esposa veio atrás de mim e toda excitada disse:

-Flavio meu maridinho... socorro... quando você disse que teu amigo tinha uma pica grande... eu achei que você tinha aumentado um pouco... aquilo que o negão tem no meio das pernas é pau de cavalo... nossa... to imaginando quando aquilo ficar duro de verdade...deve entrar rasgando... e pelo jeito a mulata linda deve gostar muito... ela tem cara de vadia... que gosta muito de sexo... você a viu apalpando a rola do negão?

-sim... claro que vi... e também vi que ela também não usa calcinha... tipo minha esposa putinha! O negão não tirava os olhos da sua bucetinha... deu pra ver que aquilo tava crescendo dentro do short!

-Flavio... a verdade é que os dois fazem um casal muito sexy... o negão tem um corpo perfeito e uma rola enorme... e a mulata tem um corpo também de matar! Eu ia adorar ver eles se pegando na minha frente!

Paulão entrou na cozinha sorrindo dizendo que queria mais uma cerveja e todo safado disse:

-Noeli... a Norminha disse que é pra você ir pra sala... ela ta te esperando... pra te depilar... deixar você lisinha!

O safado já estava com o pau completamente duro e a cabeçona já tava quase escapando pelo cós do short e Noeli toda safada pegou a latinha de cerveja e virou até sair o ultimo gole e disse:

-bem... deixa eu ir mostrar minha bucetinha branca pra garota da bucetinha negra!

Ela saiu rebolando e Paulão então todo tarado disse:

-Flavio... sua esposa loira... é uma tremenda vadia... daqui a pouquinho assim que acabar a depilação vou meter minha rola preta naquela buceta... vou ensinar a puta a dar gostoso pro negão!

Eu dei um sorriso meio sem graça e disse:

-Nossa Paulão... e se ela resolver... querer sair fora... talvez... será?

-Flavio... querido... tua esposa é vadia... se sentir tesão por alguém ela da na hora... você deve ser corno há muito tempo... mas isso não tem importância... o importante é que o que vai rolar aqui vai ser muito gostoso... e louco! Daqui a pouquinho você fala que vai comprar mais cerveja e da uma saída... pra putinha da sua esposa ficar mais a vontade... e depois de alguns minutos pode voltar! Mas agora... faz uma coisa que você adora... chupa o pau do teu macho... deixa ele bem molhadinho... pra entrar mais gostoso!

Paulão tirou aquele pau pra fora e me pegando pelos cabelos enfiou seu pauzão na minha boca.

O sabor daquela pica negra na minha boca produzia um efeito incrível e passei a mamar com vontade e então ele todo tarado disse:

-abaixa a bermuda viadinho... e deita de bruços na mesa... vou meter no teu cuzinho... pra te deixar feliz!

Como um escravo sexual fiz o que ele mandou e me deitei em cima da mesa de madeira da cozinha e em segundos a cabeçona daquele pau enorme estava alojado na portinha do meu cuzinho.

Paulão fincou firme abrindo minhas pregas...foi tudo até o talo...gozei no ato quando senti aquele macho todo atolado dentro de mim. Gemi mordendo os lábios. Paulão deu umas bombadas e todo safado saiu de dentro de mim e disse:

-que viadinho mais tarado... como gosta da minha pica hein... é só colocar um pouquinho que goza na hora... safado... agora limpa a porra do chão... e faz o que mandei... vai dar uma voltinha!

Vesti a bermuda e fui até a sala e encontrei minha esposa completamente nua sentada na poltrona com as pernas abertas e então disse que ia buscar mais cervejas que as da geladeira estavam acabando e toda safada Noeli disse:

-querido... Norminha é a melhor depiladora que já tive... sabe como deixar tudo lisinho... já tá acabando! Não demora hein...teu amigo vai buscar cerveja com você?

-não... ele foi passar uma água no corpo... disse que tá com calor!

Sai e fui em um bar que havia ali naquele quarteirão e comprei um pacote de latinhas e voltei em seguida... eu não queria perder por nada aquilo que eu achava que ia rolar ali naquele pequeno AP.

E assim que entrei já escutei gemidos altos e devagarzinho dei de cara com uma cena deliciosa na cama do quarto.

Minha esposa estava ajoelhada entre as coxas da mulata e o negão estava engatado atrás dela socando sua pica negra enorme e o clima estava altamente tesudo:

-rebola... sua puta branca...vou arrombar essa buceta apertada... dá gostoso... sua vagabunda... gosta de pau preto... né sua vadia... vou te comer a tarde inteira... sua puta branca... ahhh.. .isso... assim... rebola vadia... hummm que gostosa...

Norminha pegava minha esposa pelos cabelos e esfregava a cara dela na bucetinha sussurrando:

-hummm... que boca gostosa tem a putinha branca... isso lambe minha buceta... assim... que vadia safada... lambe minha buceta putinha... isso... assim...gosta né vagabunda... gosta de neguinha também!

Vi que tudo rolava pra ficar mais selvagem pois o negão já enchia a banda da minha esposa de tapas e a mulata também alem de puxar os cabelos loiros dela aproveitava pra estapear seu rosto e quando pensei que Noeli poderia dar uma refugada escutei sua voz toda tesuda sussurrar:

-bate... na minha cara sua putinha negra... bate... que eu gosto... adoro chupar bucetinha gostosa... ahhh... mete seu negro filho da puta... arregaça minha buceta... que pau gostoso... tava precisando de pau grosso assim... fode... mete tudo... ahhh... aiiii... seu tarado... que mão pesada... gosta de bater em branquinha né seu negro filho da puta... aiii... isso... bate que eu adoro... ahhh... que delicia!

Noeli deu um grito e gozou se mijando toda... levando surra de pau grosso e de tapas de todos os lados.

Eu já estava ao lado da cama e assistia tudo completamente tesudo... nem parecia que tinha gozado há poucos minutos.

Paulão então se deitou de costas e agora a mulata se espetou naquela vara imensa e começou a cavalgar que nem louca gemendo e sussurrando:

-ahhh... assim... meu negro gostoso... comeu a puta branquinha... agora come a mulata seu safado... quero gozar nessa rola... ahhh... ahhh... que delicia... que macho gostoso... fode sua mulata seu tarado... vou... vou gozar... vou que deliciaaaaaaaa!

Minha esposa estava deitada de bruços se recuperando e depois que a mulatinha gozou ela pegou Noeli pelos cabelos e disse toda tesuda:

-vem... sua puta... vamos chupar o pau do nosso macho... vamos fazer ele gozar gostoso... vem vadia!

Logo as duas putas estavam mamando na rola do negão que logo deu um berro e começou a ejacular que nem um cavalo. Minha esposa recebeu os primeiros jatos mais fortes e toda tarada engoliu com volúpia aquela porra quente e caudalosa que aquele membro enorme jorrava.

Minha esposa a me ver ali na beira da cama de pé com o pau duro veio até mim e toda safada sussurrou nos meu ouvido:

-gostou né... seu safadinho... você queria-me ver sendo comida por outro macho... agora você sabe que sou uma puta... e acho que vou ser muito mais daqui em diante... adorei o pauzão do negão... e adorei a buceta da mulatinha.

Tomamos um banho e fomos pra casa. Noeli toda safada dizia que eu era o melhor maridinho do mundo... tinha levado ela pra gozar gostoso.

Logo mais a noite Paulão me ligou e disse que queria encontrar eu e minha esposa de novo no domingo. E isso aconteceu com certeza e tudo ficou melhor ainda.

Depois eu conto pra vocês...seus tarados... rsss

[email protected]

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx565

Comentários

Lx
11/11/2016 02:23:14
Que delicia de relato. Adorei! Agora o marido corno e a esposa putinha vão poder cuidar muito bem do macho.
06/05/2016 18:59:51
Olha, parabéns .... parece até que estava nos vendo no seu conto ....
29/02/2016 07:23:20
Kd a continuação do conto queremos a segunda parte
29/12/2015 23:09:30
ótimo conto, muito bom mesmo,, de uma olhada no meu tbm,,, valew
28/12/2015 08:01:32
Gozamos muito lendo seu conto, ela deve ser uma delicia, amamos Queríamos muito conhecê-los bjs seria uma delicia uma morena é uma loira bundudas...
27/12/2015 14:13:02
Regular.
26/12/2015 01:27:04
Nossa, que delícia de conto, fiquei com o pau duro e todo melado lendo este conto.Sou bi também e adorei a parte que levou pica do negão...delícia!! Nota 10. Se tiver fotos manda pra [email protected]
19/12/2015 10:53:01
Puta que pariu que conto safado, uma mente assim é pra se dar nota mil!!! Maravilhoso deixa a gente de pau duro o tempo inteiro
17/12/2015 09:01:05
Dei 10 belo conto corno manso, também quero ela sou do RJ 22 anos, meu wpp meu skype [email protected] ou meu email [email protected], tem como enviar as fotos da sua mulher pra eu ver .. ? Algum casal por perto ai e só chamar mulher solteira chama ..
02/12/2015 14:49:53
Maravilhoso. Puro tesão e bem escrito. Nota 1000.
25/11/2015 00:59:53
Belo conto, muito bem escrito e empolgante. Parabens.
24/11/2015 21:30:09
Concordo com o Mike Filho, DEZ.
24/11/2015 02:54:53
Extremamente excitante!!! Seus contos são demais
24/11/2015 00:19:52
EXTASIANTE, MARAVILHOSO, MERECE MAIS..... CONTINUE, E PODE ESCREVER UM BOM CONTO TEM QUE SER ASSIM, BEM DETALHADO, QUEM TIVER PREGUIÇA..... QUE LEIA GIBIS! PARABÉNS!
23/11/2015 17:51:37
Maravilhoso conto muito escitante só fcou a duvida ela tinha te traido antes do encontro com o negão presisamos da resposta continua.
23/11/2015 16:56:56
O conto é maravilhoso. Só ficou muito cansativo pelo tamanho. Eufaria em duas partes
23/11/2015 14:27:06
Uma delícia de conto, sua esposa deve ser um tesão mesmo. Parabéns
23/11/2015 13:25:26
sensacional o sonho de todo corno e ter uma esposa putinha igual a sua parabens
23/11/2015 10:48:27
Maravilhoso. Um tesão e bem escrito.
23/11/2015 10:34:25
Dei 10 porque não tem 11 !

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


davs contos eróticoscontos eroticos mulher dopada e fudidacalça legue mostrando abuçetacontos eróticos com marido bêbado e desconcentração bem dotadobaixinha gostosa perdendo as pregas do c* e gritandovideo porno chamei meu genro para mim ajudar e dei para elenega tarada por sexo oral e anal de b***** bem lisinha ela tem a garganta profunda engole toda a rola do bem dotado Oimagrinha na dupla penetração vaginal com dois ficam pretoscoroa chora pos uma foda cm garotao xxvideos menorve porno co ome cumeno amante e a filha da amantexvideos desleal branquinha dando pro negaobaiano chupando clitori e falando besteirasContos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãoporno conhecendo minha primaimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longossogras com genrosbucetasgey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geygossno nu cu fa mulecavidio eline falando seu nome eem qunto fode vidio pornodei o cu video para o time inteiro de futebolGTA comendo na rua mostrando a bundinha calcinha vestidos aindaMulher adulta. Criando pentelho. Na bucetacontos eroticos dei a bundinha por balascontos eroticos A Dama e o Bruto Contos erotic eunovinha escondida vendo irmao menor se mastubandoirma com tesão no quarto do irmão1minuto xvideoscolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoxisvideo.pragas.do.cu.de.casadasgta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetacontos erotico sobrinho pausudo so de sungaespozinha fica bricando com amigo do marido e leva no buceta pica peta gigante e gene de dorprovoquei meu filho vestindo um fil dental video pornoenudou boceta da vadia d porracontos de corno minha namorada virou puta de um traficantesexo sentei no colo do meu pai sem calcinhaad bucetad mais petfeitas do mundovó que confessa que adora chupar o pau do seu netonao aguentou e gozou na mao da doutora xxvideoscontos sinhozinho mamou meu grelinhomotoqueiro gay passivo contoPornopiroconabaixar jogos de Ferrari deixando o rapaz tirar o sutiã dela para mamar nos peitosdoce nanda parte IV contos eroticosfis vovo me arronbarhttp://migre.me/w4IgExvídeo a novinha tomar esperma do joelhinhoporno família favelamamada babentaContos novinha bolin d pel titia enquanto o tio dormemulheres que fuma charuto e souta fumassa na rola do cara ate goza asseste videomenina fudedo de xortiu de dormium uisque depois de um cigarro pornofuderporcompletopegou a mulher do corno apertada e quando entrego tava so u buraco video porno cornoxx videos menina pedro agilidade notado abertaautorizei minha mulher fuder com outroxvidios novinho trasando com dorconto homem levando a primeira vez a sua mulher pro protibulo pra se fodidahomem, gozando, dentro, da, biceta,, dwmulher, gravida, no, carromarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caranovilhas darno o cu sexoimagens de mulheres chupando o peito uma da outra com muito prazerlesbicasCANTOS EROTICOS DE ZELADOR PIROCUDO COM MORADORA DO CONDOMINIOsogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexocinquentona brincando com pauzudo dentro do carroescandalosa fogosa e gulosa tomando tapa na bunda pornô doidonovilhas darno o cu sexosexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.conto erótico meu pai abuso de mim quando eu tinha cincoanosvideo viuva custou a dar a bucetavídeos de biscatinha novinha brasileira gostosa safada entiada metendo c padrasto sem ninguém perceberpornocontoincestosfui encoxada pelo meu genro e n resisti meu marido liberavídeos de veias tirando a caucinha dando o cu pra velhoenrabando cunhada e sobrinha contoConto porno ui ui ui metevirando a buceta do averso com pauzao monstroJaponesinha dandu u cusinhu pru negam bem dotadu 4como descabaça minha sobrinhacuiadia de xortiu d dormi d regatavideo de sexo a três homen comendo aboceta e a outra enfiando uma pica de burracha emessa no cu delahomem nu da cu seminaristacontos eroticos gay enrustidopau extraordinariamente grande e grosso gozando dentro e arrombando a bucetinha apertadinha da menina novinhavideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhaincesto com meu vô contosconto comi minha eguavideos porno para ver agora mae de 25 anos gostosa aproitar q a filha sai e esfrega mo genrofilme pornô com a Socorro lido RT xxxxxvideos loirinha da para o cachorro de raça alemã Contos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhaconto erotico pau pequenoamigos fodem o casal bi que arranham na rua pornocontos eroticos comi a bundinha da menininha do balemarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caraela pelada nua mostrando a b***** b***** mulher pelada nua senão tabaca vocês vão sair de ser por nós no parágrafo