Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

MEU TIO E MINHA TIA TIRARAM MEU CABAÇO!

Categoria: Grupal
Data: 29/01/2016 10:03:51
Última revisão: 26/02/2016 07:22:05
Nota 8.91
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando me tornei adolescente percebi que era uma garota um pouco diferente das demais.

Em virtude de uma disfunção hormonal tinha poucos cabelos na cabeça e nas sobrancelhas, porém no resto do corpo não nascia nenhum pelo e aquilo já estava me deixando muito preocupada e por morar em uma cidade muito pequena sem recursos médicos mamãe decidiu pedir a uma irmã que morava na capital a conseguir um endocrinologista para me examinar e saber qual seria o motivo daquele problema.

Minhas amigas de piscina viviam brincando comigo a respeito. As brincadeiras não me incomodavam, mas tanto eu quanto mamãe queríamos saber se mais pra frente poderia me acarretar algum outro problema.

Já fazia mais de 8 anos que eu não via Tia Sandra, só sabia que ela tinha se casado. Era a única irmã da mamãe, e antes dela ter ido trabalhar em um hotel no nordeste, as duas eram unha e carne, porem a vida difícil às separaram, mas sempre se conversavam por telefone.

Mamãe tinha 36 anos e era mãe solteira, segundo ela meu pai era um ator circense que tinha passado pela nossa cidadezinha e acabaram ficando juntos e acabou engravidando de mim. Quando descobriu isso foi atrás dele, mas não conseguiu encontrá-lo e acabou me criando sozinha.

Como eram minhas férias escolares as coisas poderiam ser resolvida com tempo e então mamãe me “despachou” pra casa de minha tia Sandra.

Quando cheguei minha tia estava me esperando na rodoviária, quase nem a reconheci de tão bonita depois de tantos anos sem vê-la. Ela tinha 2 anos a menos que mamãe e era branquinha com cabelos negros, e como o marido com quem se casara tinha uma ótima situação financeira, logicamente que mudara pra melhor. Quando me viu me abraçou e me encheu de beijos, dizendo que eu tinha se tornado uma garota linda... etc... etc... etc!

Como o marido de titia estava viajando pudemos conversar bastante a respeito de tudo... ela quis saber se eu já estava namorando... se ainda era virgem.

Ela então me mostrou fotos do maridão, era assim que ela o chamava, e pelas fotos deu pra ver que realmente tinha se dado bem. Dava pra ver que era um homem bonitão... tinha 35 anos, moreno, alto e forte e segundo ela disse era um homem que sabia como fazer uma mulher feliz... em todos os sentidos.

Não dei muita atenção a estes comentários... sexualmente eu era muito tonta ainda, logicamente sabia das coisas... mas ainda não havia despertado em mim aquele tesão que notava em algumas amigas da escola, mas algumas vezes durante meus banhos adorava ficar passando o sabonete em minha xoxotinha lisinha. Eu era uma garota já bem desenvolvida, coxas grossas, bunda saliente, seios pequenos com mamilos grandes e uma xoxotinha bem cheinha com um grelinho rosado e logicamente sem nenhum pelinho. RSS.

Fomos ao endocrinologista que titia havia marcado a consulta e depois de me examinar... mandou que fizesse vários exames em um laboratório e depois de prontos teríamos que voltar lá.

Logo que voltamos pra casa titia quis que eu mostrasse pra ela como era minha xoxotinha lisinha. Ela tinha entrado comigo na sala de exame do medico não tinha conseguido ver nada. Quando mostrei minha xoxotinha lisinha ela brincou dizendo que estávamos gastando dinheiro à toa no médico. Ela comentou que vivia no salão de beleza fazendo depilação tanto na xoxotinha quando nas axilas e eu já tinha vindo de fabrica sem estes problemas. Pra que eu iria querer que nascesse pelos se depois iria querer tirá-los.

Caímos em risos e depois a noitinha ela me chamou pra tomarmos banhos juntas na banheira de hidromassagem enorme que havia na suíte dela. Era uma delicia a água massageando a pele da gente. Quando e fomos nos enxugar reparei bem no corpo de titia. Ela era linda, com marquinhas de biquíni bem pequeninas, seios grandes, a xoxotinha era bem diferente da minha com lábios grandes e um grelinho bem saltado e então eu disse:

-titia teu corpo é lindo... mas... você tem um grelinho grandão né... sempre foi assim? Já vi varias amigas minhas peladas... mas o teu é bem maior... diferente! RSS.

Ela deu uma gargalhada e disse:

-garota... sempre foi bem saliente... mas depois de ser muito chupado... ele cresceu um pouco mais... e quando to com tesão... fica durinho e maior ainda. O teu também vai crescer um pouco mais é só começar a levar umas chupadas bem gostosas. Meu maridão... adora mamar no meu grelo... se deixar não quer tirar a boca... é uma delicia. RSS. Um dia alguém vai fazer isso em você... e vai adorar... pode escrever o que to dizendo!

-é... titia... ainda... sou cabacinho... de tudo... mas se você tá dizendo... eu acredito. RSS.

-é... vamos parar de falar safadezas... que o maridão tá viajando já faz mais de semana... eu já to subindo pelas paredes... falar em chupar meu grelo já me dá tesão... daqui a pouco vou ter que bater uma siririca... bem gostosa!

Realmente parecia que estava crescendo... depois de nos enxugar fomos tomar um lanche.

Na outro dia titia recebeu um telefonema do maridão dizendo que ainda iria demorar uns 3 dias pra voltar, o que tinha ido resolver ainda estava enrolado e teria que ficar esperando.

Quando estávamos almoçando o telefone tocou novamente e era uma amiga da titia convidando-a para uma despedida de solteira. Titia ficou toda contente e logo me ofereci para ir junto. Só que ela fez questão de me dizer que essas festinhas normalmente eram bastante eróticas, já tinha ido a várias e sempre tinha go-go boys que dançavam nus e por ser ainda novinha talvez fosse melhor não participar disso... minha mãe poderia achar ruim quando soubesse.

Fiquei muito triste, mas argumentei dizendo que não teria problemas nenhum, faltava apenas 2 meses pra completar 18 anos, além de que mamãe não iria saber de jeito nenhum, só se ela adivinhasse, pois eu não iria contar. Ela demorou um pouquinho pra concordar em me levar na festinha, mas percebi que ela só queria se prevenir que eu não iria comentar nada com ninguém. RSS.

A festinha seria realizada no outro dia à noite em um salão de festas que havia sido alugado para isso.

No outro dia à noite fomos pra lá e antes titia passou no AP de outra amiga que também iria junto. Titia vestia um vestidinho preto curtinho todo colado ao corpo, por baixo uma tanguinha fio-dental pequena e uma sandália de salto, estava linda de doer. Ela tinha me arrumado um vestido soltinho rodado também bem curtinho e também com uma tanguinha pequenina que ela me deu... uma sandália de tiras... também me achei super linda.

Logo que chegamos percebi que tia Sandra era bem conhecida das garotas presentes na festinha e rapidinho deu pra notar que a maioria já estava ficando bem alegres, tinha bebida de toda espécie, titia me aconselhou a não tomar nada de álcool, mas vi que isso não se aplicava a ela, o copo em sua mão estava sempre cheio.

Acabei experimentando um coquetel todo colorido que me foi servido, adorei e esqueci o conselho de titia, como não estava acostumada com bebidas, logo fiquei alegrinha e bem saidinha.

A musica era sensual e logo as luzes foram quase todas apagadas e apareceu um dançarino todo musculoso dançando e rebolando em cima de um tablado, a gritaria foi geral. Rapidinho ele ficou só com uma sunga pequena que só tampava o pinto ainda mole e ele ia a algumas garotas e ficava brincando com elas, encochando e se esfregando nelas.

Teve uma muito assanhada que pegou o pau do dançarino e enfiou na boca... logo aquilo ficou enorme... a gritaria era demais... um bando de malucas assanhadas. Titia estava perto de mim e era uma das mais agitadas e uma das que mais incentivavam as outras... já tinha algumas sem blusa com os seios de fora.

Logo veio mais um dançarino só que agora era um negro forte e fiquei até assustada... tinha um pinto grosso e enorme. A bebida já fazia um efeito louco em mim... meu corpo parecia que tava com febre... eu estava adorando... o tesão aflorava na minha pele. Surgiu mais um dançarino, agora fantasiado de Zorro também lindo e com pau grande... a mulherada ficava louca... gritando e berrando.

Logo na primeira vez que vi homens nus foram 3 de uma vez e com pintos enormes e grossos.

Foi então que o dançarino negro... com aquele pau enorme e grosso... foi pro lado de minha tia Sandra pegou-a no colo levantou seu vestido e esfregou aquele pintão no bundão dela. Ela fingia não querer aquilo. Foi então teve algumas amigas que a seguraram pelos braços e a colocaram em cima de uma mesa tiraram sua tanguinha e o dançarino negro enfiou o rosto no meio das coxas dela e passou a lamber a bucetinha dela. Titia se contorcia por inteira... fingindo tentar se desvencilhar... mas as amigas a mantinham bem segura. Depois de uns minutos ele a largou e deu pra ver que o grelinho de titia tinha se transformado em um grelão enorme. Percebi que minha tia era muito safada e logo também ajudou a segurar a noiva da despedida de solteiro e fizeram sacanagens com ela também. Todos os três dançarinos comeram a bucetinha da noiva. A safada rebolava que nem uma louca... era muito louco aquilo... a noiva putinha ia se casar dali a 3 dias e tinha dado a buceta pra 3 machos.

Depois de muitas brincadeiras safadas e gemidos de prazer fomos embora.

Chegamos em casa ainda bem altas pelas bebidas e logo titia foi tirando a roupa e percebi que ela estava sem a calcinha e se deitou na cama do quarto. Também tirei meu vestido me deitei ao lado dela e ficamos falando sobre o que tinha acontecido naquela festa, parecíamos duas tontas, rindo sem parar de qualquer comentário que fazíamos e então resolvemos passar uma água no corpo antes de dormir e a conversa ficou um pouco mais séria e confidencial.

-minha sobrinha linda... tudo que aconteceu hoje... faz de conta que não aconteceu... tá minha querida... é um segredo nosso... quando teu tio... meu maridão chegar... não pode comentar nada... tá bom?

-tia... fica tranquila... nem precisava falar... você é muito legal... alias... até já esqueci... RSS.

-que bom... eu sabia que você era uma garota muito esperta... mas e ai gostou do que viu?

-tia... gostar... gostei... adorei né... mas fiquei foi assustada... que pintos enormes... achei que eram menores... só de imaginar aqueles paus enormes dentro da minha xoxotinha virgem... deve doer pra caramba!

-É... a primeira vez até dói um pouco... mas depois queremos inteirinhos dentro da gente... gozamos gostoso com eles enterrados por inteiro na bucetinha... quando tiver um dentro de você... vai me dar razão!

-eu... acredito... em você titia... você é bem experiente... se esta dizendo deve ser verdade... mas... fiquei curiosa titia... você já transou com aquele negro pintudo? Pareceu-me que já o conhecia.

-sua safadinha... você percebeu isso é... vou te falar sim... teve outra despedida de solteira de outra amiga minha que participei... só que tinha bem poucas pessoas... depois disso... junto com outras 2 amigas... transamos com ele, foi bom demais... ele sabe comer uma bucetinha... eu adoro meter com negros... eles são insaciáveis.

-tia... mas... e o teu marido... como você faz... e se ele descobre... pode dar problema pra você...né?

-fica tranquila... Beatriz... eu sei como me divertir sem problemas... mas não pense que seu titio é um santo não... ele também é bem safado... fiquei sabendo que ele transou com duas amigas minhas... não ligo não.. .eu gosto demais dele... e eu sei que ele também gosta de mim... mas a verdade é que nós dois somos bem safados e gostamos de muitas sacanagens... e vou te falar uma coisa... meu maridão tem um pauzão enorme também... é até um pouquinho mais grosso que o do negrão que vc ficou reparando... alias... reparou bem demais hein... sua safadinha.

-ai tia... só reparei por que eu nunca tinha visto... nada parecido com isso... fiquei super curiosa... o que posso fazer... quem mandou me levar. Fica ensinado o que não presta! Rss.

-sua pilantra... nem sei como vc ainda é virgem com 18 anos... tua mãe também era uma putinha bem vadia... Beatriz... ela gostava muito de machos... alias... gostava até mais que eu... se bobeasse... você nunca soube de nada dela?

-não tia... mamãe pelo menos agora... nunca percebi nada não. Ela é bem discreta então. RSS. Bem... tia... vou pro meu quarto tentar dormir... to com a cabeça meio zonza pelo álcool... vou te deixar sossegada... pra você descansar também. Hoje foram muitas emoções pra minha cabecinha de virgem. RSS.

-nem pensar... minha sobrinha depiladinha de fábrica... dorme aqui comigo... a cama é bem grande... não me deixe sozinha... também to ainda meio zonza pela bebida... vai que passo mal... fica aqui comigo... querida!

-eu... será que não vou atrapalhar seu sono tia? Eu tenho um sono muito agitado me mexo demais na cama!

-deixa de ser boba... minha sobrinha... então vai ser uma boa briga! Também me viro demais na cama. Meu maridão de vez em quando acorda... e só pra me sacanear... acordo com ele metendo a pica grossa em mim... ele então diz que por acordá-lo... me come pra que eu ficar bem calminha.

-você é uma maluca legal tia... to adorando as suas loucuras!

-querida... agora vou te falar uma coisa... tenho quase certeza que você vai sonhar com o pauzão do negrão... sua safadinha... é perigoso eu acordar... com você me agarrando.

Caímos no riso... e como titia se deitou completamente nua. Também achei que devia ficar igual a ela.

Era fim de ano... muito calor... o ventilador de teto rodava silenciosamente e a luz do banheiro ficou acessa deixando o quarto em uma penumbra bem gostosa.

Minha tia se deitou de bruços... aquela bunda grande com marcas bem pequenas de biquínis era muito sensual... e me peguei admirando aquele corpo nu ao meu lado. Deitei-me com a barriga pra cima... e sem perceber deslizei meus dedos acariciando meu corpo bem de leve... arrepiei-me por inteira... os bicos de meus seios ficaram durinhos... levei meus dedos até minha xoxotinha e quando toquei meu grelinho... quase comecei me masturbar, mas desisti.

O tesão daquela aventura maluca não me deixava dormir, porem fechei os olhos e fiquei quietinha esperando o sono chegar. A todo o momento vinha em minha mente o pau grosso e grande do negro dançarino ajoelhado entre as pernas de titia chupando a xoxotinha dela.

Depois de alguns minutos percebi que titia se virou na cama, ela agora estava com a barriga pra cima, igual a mim. Agora eu admirava seus seios grandes e seu ventre liso... depois disso ela tornou a se mexer e desta vez ela tinha se virado para meu lado e colocou uma mão quase em cima de meu seio... fiquei estática... mas o bico do meu seio que já tava durinho... ficou ainda mais. Logo senti seu corpo quente encostando ao meu... quase sem perceber me virei de costas e fiquei de conchinha com ela... minha bunda colou no ventre dela.

Fiquei sem saber o que fazer... mas gostei do contato do corpo de titia colado no meu... fiquei quietinha... mas em instantes senti a mão dela começar a acariciar levemente meus seios... meus biquinhos pareciam duas pedrinhas de tão duros e toda minha pele se eriçou e senti os bicos dos seios dela também duros em minhas costas... o calor tomou conta do meu corpo.

Não conseguia imaginar o que estava acontecendo... se titia realmente dormia... ou estava tendo um sonho erótico. Como estava gostoso deixei que meu corpo continuasse a gostar do que rolava. Mas quando senti o hálito quente de titia em minha nuca seguidos de leves beijos percebi que era tudo de verdade e então deixei escapar um gemido tímido... todo meu corpo se eriçava de prazer... a mão safada de titia percorria todo meu corpo... quando chegava pertinho da minha xoxotinha eu já abri as coxas querendo ser acariciada ali... mas ela sabia o que estava fazendo pra me deixar com mais tesão... e então disse toda sensual em meus ouvidos:

-Beatriz... você é uma gatinha linda... fica tranquila... bem relaxadinha... titia vai fazer você sentir muito prazer... eu sei que você tá louquinha de tesão... você vai adorar... sua safadinha deliciosa!

Eu estava doida pra que aquilo continuasse e sussurrei toda sensual:

-nossa... titia... que delicia... não para... to toda arrepiada... tá gostoso... ahh...

Quando ela enfiou os dedos na minha xoxotinha gemi alto... estava completamente ensopada... e ela disse:

-nossa... como tá molhadinha a bucetinha lisinha da minha sobrinha putinha... tá com muito tesão... né... vou te chupar inteirinha... sua putinha... tarada... vou fazer você gozar gostoso na minha língua... sua menina tesuda!

Quando ela abriu minhas pernas e enfiou o rosto e deslizou a língua na minha xoxotinha perdi o controle do meu corpo e passei a gemer e me contorcer toda... titia chupava meu grelinho com fervor... logo dei um gritinho alto e tive meu primeiro orgasmo em uma língua... na língua de minha titia safada... meu corpo parecia que levava choques de tanto que se convulsionava... logo titia veio por cima de mim e me beijou deliciosamente... sua boca colada a minha era uma delicia... então senti na minha xoxotinha toda melada... o grelão duro de titia deslizando por entre os lábios da minha xoxotinha virgem... ela fazia movimentos como se tivesse metendo em mim... o contato daquele grelo enorme e durinho... logo fizeram com que eu perdesse o controle novamente e dei um grito de prazer gozando novamente... titia então se sentou em meu rosto e então pude sentir entre meus lábios aquele grelão duro... fiz o que meu instinto mandava... e como ela tinha feito comigo... chupei e lambi com vontade e prazer... e então ouvi um grito alto da garganta de titia... gozava loucamente... de sua bucetinha saia muitos líquidos... ela estava tendo um orgasmo fantástico em minha língua... meu prazer em proporcionar prazer era inacreditável.

Quando nos acalmamos fomos tomar banho juntas, da parte de titia eu sabia que ela era uma mulher de uma vida sexual bem ativa e por isso mesmo tudo parecia natural o que tinha acontecido... mas o que achei incrível é que também não senti quase nenhum constrangimento... estava tudo bem na minha cabecinha, alias quando titia foi esfregar minhas costas já senti minha xoxotinha se contraindo novamente. Logo que voltamos pra cama, me enfiei entre as coxas de titia e resolvi chupar aquele grelão agora bem devagar e pude me deliciar com ele entre meus lábios... fazendo-o crescer na minha boca. Novamente fiz titia gritar de prazer... gozando loucamente. Ela também me deu um banho de língua maravilhoso e gozei deliciosamente gemendo alto.

Antes de dormir nos beijamos e nos acariciamos longamente... uma cumplicidade forte nascia entre nós.

No outro dia... logo após o almoço o famoso maridão de titia voltou de viagem e ela ficou toda feliz. Finalmente pude conhecer ao vivo o tão falado maridão Gustavo. Realmente ele era muito mais bonito e charmoso que nas fotos alem de ser muito simpático e brincalhão. Abraçou-me e beijou fortemente e também elogiou dizendo que eu era uma gatinha muito linda e maravilhosa, e titia então comentou brincando:

-Beatriz... não acredita em tudo que ele fala... ele diz isso pra todas as moças do prédio... infelizmente você tem um tio muito safado e galanteador... não pode ver uma garota linda e gostosinha que já fica cheio de sorrisos.

Caímos no riso e logo depois titia me chamou e disse toda safada:

-Beatriz... teu tio tá todo tarado doido pra transar... vou dar gostoso pra ele... se quiser assistir... vou deixar a porta do quarto entreaberta... acho que vai gostar de ver... eu vou adorar saber que você vai assistir... vai lá safadinha!

Titia era louquinha... mas eu estava gostando de todas as safadezas que aconteciam... e nem pensei duas vezes... depois de alguns minutos deu pra perceber pelos gemidos que a coisa já pegava fogo... quando cheguei na porta do quarto à mesma estava quase toda aberta... titia era muito safada... ela queria que eu visse tudo... e o que estava rolando dentro do quarto era delicioso... titia estava sentada no pintão do titio de costas pra porta do quarto... cavalgava como uma doida naquele pauzão... quando ela se levantava dava pra ver que realmente era mais grosso que o do negrão daquela festa, enorme e com um cabeção vermelho... aquilo entrava na buceta de titia com força... titio dava uns tapas na bunda dela... fazendo-a gemer e bem safada ela dizia:

-que pica gostosa... mete com força... arregaça minha bucetinha com este pauzão gostoso... mete meu macho... come sua putinha... bem gostoso... tua putinha tava com saudade dessa pica grossa... mete... seu safado.

Titio então a colocou de quatro na beira da cama... e de pé atrás dela socava aquele pauzão com vontade, as mão grandes dele a todo instante estalavam na bunda de titia e ele dizia todo macho:

-Isso... putinha vagabunda... rebola na pica do teu macho... safada... vadia gostosa... rebola sua puta... mexe esse rabo... sua cachorra vadia... rebola sua puta... dá gostoso... safada!

Eu ali de pé na porta daquele quarto sentia minha xoxotinha completamente molhada... quase escorrendo pelas coxas... meus dedos esfregavam meu grelinho com fervor... quando o casal gemeu mais forte gozando... gozei junto com eles. Sentia minhas pernas tremerem e sai dali e fui para meu quarto cambaleando.

Depois de alguns minutos deitada em minha cama senti que tinha me acalmado... era muitas sensações que meu corpo estava vivenciando em tão pouco tempo... e senti que aquilo era apenas o começo... com certeza iriam acontecer muito mais prazeres. E logo aconteceu uma coisa louca... titia entrou no meu quarto nua se ajoelhando entre minhas coxas, puxou minha calcinha do lado e lambeu minha xoxotinha toda melada e então disse sensual:

-sua safadinha... gostou de assistir né... teu tio tá tomando banho... vim aqui rapidinho... só pra sentir o gostinho da tua xoxotinha virgem... que delicia que é... chupar você... sua putinha virgem tesuda!

-Vc é louquinha tia... e se o tio aparece aqui... o que ele vai pensar... de nós... eu... que doideira!

-Nada... do jeito que é safado... ia querer comer eu e você juntas... mas não se preocupe... o banho dele é demorado... mas... deixa falar uma coisa... minha sobrinha safadinha... minha bucetinha tá cheia de porra do titio... quer sentir... enfia os dedos em mim... e chupa meu grelo um pouquinho... faz-me gozar com tua língua... faz... minha putinha!

Quase sem perceber já estava fazendo o que minha tia safada queria... coloquei aquele grelo enorme em minha boca e chupei com força... meus dedos se enfiaram dentro daquela buceta quente toda cheia de gozo... o cheiro de porra de macho entrou em minhas narinas... e me inebriou por inteira... lambi e suguei toda a buceta melada de gozo de titia... ela deu um gemido bem alto e gozou na minha boca... se convulsionando por inteira... minha xoxota estava em chamas... ela se levantou... beijou minha boca... deu tiauzinho e foi tomar banho a safada maluca.

Fomos jantar em um restaurante naquela noite... e quem nos via três naquela mesa nunca poderia imaginar que todos ali eram muito malucos e safados.

Acordei no outro dia, e fiquei pensando em tudo que tinha acontecido depois de minha ida pra casa da minha tia Sandra. Em três dias vivi muitas emoções relacionadas ao sexo... de quase completamente analfabeta na matéria percebi que rapidamente iria fazer pós-graduação. RSS.

E de uma coisa já tive certeza. Eu estava adorando aprender e se dependesse de minha tia, do jeito que a safada era uma tremenda putinha bissexual iria ajudar a me transformar em uma putinha tanto quanto ela.

Tomei um banho bem relaxante e quando fui pra cozinha tomar um café, escutei os gemidos safados de titia que vinham do quarto... com certeza estava dando gostoso pro maridão... matando saudades de sentir um pau grosso na bucetinha. Afinal ele tinha ficado vários dias fora... devagar fui até lá. Tinha certeza que a porta estaria aberta... e a encontrei cavalgando como uma louca espetada naquela pica enorme gemendo tesuda:

-que pica deliciosa... seu safado... me deixou um monte de dias sem vara... tava morrendo de saudades deste pau... seu safado... me come... com certeza comeu outras putas... né... mas agora vai ter que matar o tesão da tua putinha aqui... mete... me come... mete tudo... mete com força! Fode sua puta... pauzudo gostoso!

Ele então colocou-a deitada de costas... levantou suas pernas colocando-as no peito dele... e na posição de frango-assado começou a meter com força aquela pica enorme dentro da sua bucetinha. Dava pra ver que o grelo de titia estava enorme de tesão... a pica grossa dele era enterrada sem dó dentro dela... o saco grande fazia um barulho delicioso ao bater nas popas da bunda dela... e ele dizia tarado:

-Tava com saudades né vagabunda... toma minha pica... sua vadia... putinha safada... rebola na minha vara... goza gostoso... mostra pro teu macho... que tava sentindo muita falta... goza sua vagabunda... vou encher tua buceta de porra... goza... comigo... vadia... puta safada... goza com teu macho... vadia!

Titia deu um grito de tesão junto com ele e gozaram intensamente.

Sai dali toda molhada... nem bem o dia começara e o meu tesão já era atiçado ao extremo.

Eu tomava meu café quando os dois chegaram à cozinha dando bom dia pra mim... cada um me beijou de um lado do rosto sorridentes e brincalhões.

Foi então que titia me disse que precisava que eu ficasse em casa até na hora do almoço porque ela tinha combinado com o técnico da TV a cabo iria fazer uma revisão no aparelho, a TV estava cheia de chuviscos.

Gustavo meu titio precisava sair pra resolver uns problemas de documentos e ela tinha marcado depilação e limpeza de pele no salão... e eu disse:

-claro que não tem problema... titia... fica tranquila... o que precisar... é só pedir... eu faço... pra vc. RSS.

Como titio estava na sala atendendo um telefonema importante de negócios a safada já brincou dizendo:

-posso pedir... qualquer coisa então... minha sobrinha safadinha... acho que vou pedir pra você chupar meu grelão antes de sair... to adorando gozar gostoso nessa boquinha deliciosa que vc tem.

-titia... você não vale nada... mesmo... sua tarada. Nem bem acabou de dar a buceta pro tio... e já tá pensando em safadezas de novo... bem que titio te chama de putinha vagabunda.

-estava assistindo de novo né putinha... tinha quase certeza que vc estaria la na porta do meu quarto... por isso deixei aberta. Vc também é muito safadinha minha sobrinha... tenho certeza que já já vc vai me surpreender.

-titia... como uma professora safada como você... pode ser. Mas... uma coisa eu te admiro... como você aguenta aquele pauzão grosso do titio na tua bucetinha... é muito grande... você é muito tarada... titia... RSS.

-pode ter certeza... que você também vai aguentar um na tua bucetinha lisinha... pica grossa e cabeçuda igual do meu maridão... deixa a buceta que qualquer mulher completamente preenchida... pica de macho gostoso... mas pelo que to percebendo... tava olhando o pau grosso do titio nos mínimos detalhes né sua putinha... cuidado hein... meu maridão é muito safado... se der mole ele te mete a rola... sem dó... mesmo sendo teu tio. Rss.

-ai... tia... como você é maldosa... eu só tava olhando... você meter gostoso... só de pensar naquele monstro dentro da minha bucetinha virgem... dá medo... deve doer pra caramba... você tá doida... RSS.

-sei... sei... vou fingir que acredito... só um pouquinho... nesta família... só tem vadia... tanto você quanto eu e tua mãe... mas... você que sabe... se quiser brincar com fogo... quem vai se queimar... é você putinha... depois não vem chorar. RSS.

-titia... fica tranquila... vai lá depilar a bucetinha... depois eu vou chupar ela bem gostosinho... tá bom!

Ela sorriu toda safada... e então antes de sair ela disse:

-Bem... tem alguma coisa pra comer na geladeira... eu devo demorar no salão... teu tio também... estas coisas de documentos... sempre enrolam... mas qualquer coisa... você se vira... meu anjo.

Eles saíram juntos... titio ia deixá-la no salão... quando terminasse ela iria ligar pra ele ir buscá-la.

Logo que saíram... o técnico da TV veio e rapidamente resolveu o problema, era um terminal com defeito... e então fiquei sozinha. Aproveitei e fiquei assistindo um dos canais eróticos na TV a cabo.

Eu já estava com tesão de ter assistido ao vivo minha tia metendo com o meu tio pauzudo... ai piorou. Minha bucetinha estava completamente molhada... e fiquei alisando meu grelinho com força... batendo uma siririca bem gostosa... sentada no sofá da sala. Como estava de minissaia eu só puxava a calcinha de lado e dedilhava minha xoxotinha tesuda.

Depois de algum tempo escutei o carro entrando na garagem... rapidamente desliguei a TV e então vi que meu tio tinha voltado e ele todo sorridente me beijou no rosto dizendo:

-pensei que iria demorar mais Beatriz... mas consegui resolver as coisas com rapidez... só não vim antes porque tive que trocar um pneu furado do carro... com este calor... ninguém merece... olhe minhas mãos... estão todas sujas... vou tomar um banho e colocar uma roupa bem leve... e aí... o técnico da TV veio?

-sim... sim... tio... arrumou rapidinho... era só um terminal... ele falou... eu estava assistindo pra testar... tá boa... sim. Vou fazer o mesmo que o senhor... eu dei uma limpada na casa... vou tomar um banho e colocar um vestidinho bem leve... esquentou né... hoje deve fazer mais calor que ontem.

-verdade... gata... depois do banho... vou querer uma cerveja bem gelada... pra relaxar.

Quando me dirigi pro meu quarto tomar outro banho... em instantes resolvi que ia ser bem safada com meu titio... já que estávamos sozinhos em casa... decidi que ia brincar... com fogo... como disse titia... minha bucetinha estava pulsando... deliciosamente. Sem pensar muito... passei uma água no corpo e coloquei o mesmo vestidinho curtinho e rodado que tinha ido com titia na festa de despedida de solteira daquele dia, com a uma sandália de tiras, mas... desta vez nem coloquei a calcinha... fiquei nuazinha... por baixo do vestidinho. Me olhei no espelho e me senti super gostosa. Sai do quarto e fui pra sala... e me deitei no sofá de bruços... fingindo ler uma revista.

Não demorou e titio chegou à sala e me encontrou deitada no sofá... com as coxas a mostra e disse:

-nossa... que moça linda deitada no sofá... que vestido bonito... você ficou muito mais gatinha... onde pensa que vai... assim tão gostosinha deste jeito... os rapazes vão ficar loucos por você... minha sobrinha... vão querer agarrá-la. Rss.

Eu fingindo estar toda encabulada disse:

-para... tio... seu bobo... não vou a nenhum lugar... por enquanto... a tia que me deu este vestido... me deu vontade de colocar ele... achei bonito... mas você gostou mesmo... acha que ficou bem... em mim?

-Claro que sim... você tá muito gata... levanta... deixa-me ver... fica de pé... anda um pouquinho... dá uma desfilada pra eu ver... bem devagar.

Mais que depressa me levantei... quase deu pra ele ver minha bunda... desfilei pela sala toda rebolando... e quando fazia a voltinha a barra levantava mostrando minhas coxas... e com certeza a popinha da minha bunda.. .e então perguntei toda dengosa:

-e ai titio... gostou... do vestido... gostou do desfile da tua sobrinha... nunca fiz isso... primeira vez!

Quando olhei pra ele vi que ele olhava admirado pra mim... com certeza por causa da minha ousadia... e notei que tinha colocado apenas um short branco curto bem folgado... ele era um homem lindo... que exalava masculinidade... e então depois de um pequeno silencio ele respondeu dizendo:

-gatinha... adorei... você é muito linda... pra quem nunca desfilou... fez muito bem... aproveita e vai na cozinha e trás uma latinha de cerveja pro titio... desfila um pouco mais... pra mim... quero ver...

Sai rebolando bem devagar... sentindo o olhar dele de desejo nas minhas coxas e na minha bunda que rebolava mansamente... quando cheguei na geladeira... perguntei toda dengosa:

-titio... posso pegar uma pra mim também? me deu vontade!

-você... que sabe... será que sua tia não vai achar ruim... gatinha?

-eu não vou falar pra ela... ela só vai saber... se você contar... posso pegar... titio?

-pode gatinha... pode sim... só não fala pra tua tia tá bem?

-fica tranqüilo... titio... é segredo nosso!

Fui com uma latinha em cada mão... rebolando... como um putinha! Ele se sentara em uma poltrona e dei a latinha na mão dele... abri a minha e tomei um bom gole... ele fez o mesmo... e então eu disse:

-Geladinha né... gostosa... eu não posso beber muito... fico muito tonta... mais do que já sou... tio!

-Você não é tonta minha sobrinha linda... é uma garota alegre... de bem com a vida... uma garota super linda!

-titio... põe musica... quero dançar... um pouquinho... você quer ver?

-claro gata... quem não gosta de ver uma gatinha linda como você dançando... pode fazer o que quiser!

Quando ele se levantou pra ir colocar o cd pra tocar... joguei quase toda a cerveja em um vaso de flor artificial que havia em uma mesa de canto... e quando a musica começou a tocar... virei o resto da latinha na boca... dizendo:

-posso pegar outra titia... eu tava com sede... tomei tudo... rapidinho...

-gatinha... vai devagar... hein... tomar muito rápido... pode te deixar bêbada... sua maluca... depois tua tia vai achar ruim... e brigar com nós... RSS.

-ela não vai saber... titio... deixa vai... só mais uma... pra eu dançar gostoso... deixa!

-tá bem... sua maluquinha linda... traz mais uma pra mim também... suas loucuras estão me dando sede gatinha!

Ele entrava na safadeza de vez... e quando voltei a musica que tocava era bem gostosa e comecei a rebolar toda sensual... de vez em quando eu dava um gole na latinha... deixando escorrer um pouco pelo canto da boca... ele se sentara novamente na poltrona... só que quando olhei seu short estava completamente estufado na frente... seu pau estava completamente duro... aquilo me excitou mais ainda... e então como tinha colocado a latinha no canto da mesinha... todo vez que eu queria dar um gole na latinha me abaixava... e mostrava boa parte da minha bundinha... ele com certeza já tinha visto que eu estava sem calcinha... e então disse toda sensual:

-tá gostando... de me ver dançar... nossa... a cerveja em vez de refrescar... tá me deixando com calor... titio!

Ele já não se aguentava e de vez em quando alisava seu pau enorme por cima do short e então disse todo safado

-com você dançando assim deste jeito gata... o calor só vai aumentar... você é uma delicia dançando... continua... eu to adorando... não para...

Ele alisava aquele pau enorme sem pudor... duro ao extremo por baixo do short... agora eu sentia que o tesão comandava meu corpo... chegava bem pertinho dele rebolando... e pra arrasar de vez... quando peguei a latinha na mesinha rebolei abrindo um pouco minhas pernas... minha bucetinha sem pelos se mostrou quase por inteira... e eu disse toda putinha:

-nossa titio... que delicia dançar... assim... pra você... to adorando... quer que eu faça alguma coisa... diferente... pede que tua sobrinha... faz... que calor to sentindo... tá gostando... titio?

Ele então resolveu que a brincadeira erótica deveria ficar bem mais séria e então disse todo macho:

-minha sobrinha... você é uma putinha linda... tira o vestido... quero ver você dançar nuazinha pro titio... fica peladinha!

Imediatamente virei de costas... e fiz o que ele pedia... fui levantando o vestido e rebolando mostrando minha bunda saliente... tirei-o bem lentamente... fiquei peladinha de costas pra ele... e quando me virei de frente mostrando minha bucetinha depilada... ele já estava sem o shorts... aquela pica enorme e grossa estava dura como aço e então ele disse:

-vem putinha... ajoelha... e chupa minha pica... sua putinha... vem... sua vadiazinha... safada... chupa o pau do tio!

Sem pestanejar me ajoelhei entre as coxas dele e enfiei aquela pica entre meus lábios... aquela cabeçona enorme e brilhante quase não cabia na minha boca... mas lambi e chupei com vontade e ele continuava dizendo:

-assim... minha putinha... que sobrinha putinha eu tenho... puxou a tia... vadia... e deliciosa... chupa... lambe... tudo!

Logo ele se levantou e me colocou de quatro no sofá... e começou a passar a língua na minha bucetinha sem pelos... eu rebolava igual titia... gemendo alto... que língua gostosa... ele então... fez igual fazia com titia... me deu uns tapas fortes na bunda... eu gemi alto e disse reclamando toda safada:

-ai... titio... como você é mau... tá doendo... bate devagar... aiii... seu tarado!

-deixa de frescura... sua vadia... rebola na minha língua... goza na língua do titio... antes de sentir minha vara... sua vadia... vagabunda... que bucetinha deliciosa... rebola... tá apanhando pouco... devia apanhar mais... sua puta!

Eu dei um gemido mais alto e gozei na língua enorme dele... foi então que ele se levantou dizendo:

-agora você vai gozar no meu pauzão grosso... sua puta... vou deixar esta bucetinha inchada... vou te comer!

Foi então que me toquei que ia ser desvirginada e toda dengosa disse tentando no ultimo instante sair fora:

-tio... não faz isso... eu ainda sou virgem... juro... sou cabacinho... você vai me machucar... seu pau é muito grande!

Por alguns de segundos ele ficou quieto... mas logo disse firme:

-Você devia ter pensado nisso antes... sua putinha... vou te comer... inteirinha... sua puta... vai se sentir como uma puta de verdade... vai sentir a pica de um macho dentro desta bucetinha deliciosa... você vai virar mulher... sua putinha safada... relaxa... putinha... vou te comer por bem ou por mal... ninguém mandou ficar brincando com macho... vou tirar teu cabacinho de qualquer jeito... sua vadia... pode gritar... pode fazer o que quiser!

Ele colocou a pica na entradinha da minha bucetinha e me segurando firme pelos quadris... foi enfiando aquela vara grossa dentro da mim... quando meu cabaço se rompeu dei um grito alto... ele nem se importou... foi enfiado aquela vara até o fim... só parou quando senti seu ventre colado na minha bunda... e lentamente começou a enfiar e tirar aquela tora de dentro da minha bucetinha... lentamente a dor se transformou em prazer e quando menos percebi rebolava na vara daquele safado... que quando percebeu que já estava gostando disse tesudo:

-que vagabunda deliciosa... que bucetinha gostosa... que putinha é minha sobrinha... assim... sua puta... rebola que vou encher esta bucetinha de porra... rebola sua vadia... assim... isso... ahhhhh...

Quando senti minha bucetinha ser invadida pela porra quente que aquela pica enorme esguichava dentro dela... gozei como uma louca... gemendo alto... titio aproveitava e me enchia de tapas na bunda... como fazia com titia... que delicia... era tanta porra que senti escorrer pelas minhas coxas... quando ele saiu de dentro de mim... me senti vazia... que pau enorme... mas era delicioso... levantei-me pra ir ao banheiro e pelas minhas coxas além de sêmen escorria um pouco de sangue do meu cabacinho que tinha ido embora! Na verdade nem senti dor... só prazer!

Depois que sai do banho é que fui me preocupar que poderia ter engravidado... mas logo meu titio safado me tranquilizou dizendo que tinha feito vasectomia há um bom tempo.

Mas o mais me surpreendeu foi saber que tudo tinha acontecido de uma maneira bem diferente do que eu tinha imaginado. A safada da minha tia junto com meu tio... tinha combinado tudo aquilo... minha tia queria que meu tio tirasse meu cabacinho... e eu estava me achando que era esperta. Rss.

Durante todo o meu tratamento meu tio pauzudo me comia quase todo dia... junto com a safada da minha tia... só que quando titio viajou a negócios por duas vezes... titia me levou na casa daquele negro dançarino e ele também me comeu deliciosamente... com ele perdi a virgindade da bundinha... e como titia dizia... aquele negro metia duas hrs sem parar... era insaciável... deixava a gente molinha!

Depois do tratamento com o endocrinologista nasceram alguns pelinhos em minha bucetinha e nas axilas... nem sei pra que... e ai tive que depilar. RSS.

Depois disso me tornei uma vadia incorrigível. Adorava um pau grosso na xoxota e também uma língua macia de mulher me lambendo toda!

[email protected]

ffffffffffffffffffffffnas

Comentários

28/02/2016 14:37:06
gostei dos seus outros contos esse nao me agrado.
16/02/2016 02:49:44
Puta que pariu que conto gostoso adoro uma buceta raspadinha e que tezao loco queria ver essa sua buceta sem pelos viu c puder mim manden fotos [email protected] Com
15/02/2016 10:58:24
Nossa, que delícia de conto gata... Nós tb somos praticantes de incesto e adoramos uma boa putaria... Parabéns! Leia nossos contos tb. Bjs no grelo.
31/01/2016 15:14:37
Muito bom, excitante e muito bem escrito com muitos detalhes.
29/01/2016 20:17:35
Que conto perfeito, espero próximos e amei seu conto, sonhei e gozei muitoooooo imaginando sua bucetinha gostosa lisinha.
29/01/2016 18:53:50
hum! mostra essa bucetinha lisa pra me vai, manda uma foto dela amo xoxota lisa to de pau duro na mao louco pra chupar sua buceta e meter gostoso nela me add e manda a foto [email protected]
29/01/2016 15:47:41
Vanessa conto maravilhoso adorei tem continuação?
29/01/2016 13:47:15
Putinha safada Gostei do seu conto Se poder leia os meus
29/01/2016 13:45:47
Um tesão, muito bom mesmo, gostaria de conhecer a autora e se mulheres de Natal e Região.
29/01/2016 10:14:01
Dei leitinho na boca de dois viadinhos... tenho 45 anos, grisalho, magro e caralhudo cm 21 cm de pica, mas quero contar que tenho um apt. que eu alugo para 4 rapazes no bixiga em sao paulo e ontem quando entrei no apt peguei um rapaz enrabando o outro, ouvi gemidos, num dos quartos, fiquei na sala ouvindo e meu pau endureceu de tanto tessao em ouvir de um deles: _ vai mete ! _uiiiiiiiiique cu gostoso, apertadinho. _ delicia de pica. _ mete fundo!. _isso mete mais, pode meter todo essa pau gostoso /!!! entao nao aguentandomais de curiosidade eu fui chgando perto e vi o gustavo de 4 para o alan, ( nomes ficticios) e eu entao tirei o pau para fora e comecei a bater uma punheta, eu tava loco para entrar na festinha, mas nao queria assutar eles. fui chgando perto devagar ate que um deles me viu e parou assustado, entao eu tranquilizei e disse: _ nao para, continua... Fode que ta lindo de ver! o gustavo que levava a pica no cu entao sorriu e me falou... _ me da essa piona na boca da sr. marcos, me da?! eu me aproximei deles e meti na boca do gustavo meu pau duro, ele entao tava com um pauzao no cu e outro na boca, ele rebolava e gemia gostoso e ate disse: _ uallllllllllllll sr. marcos nao sabvia q ue tinha um pau tao grande e gostoso, rsrsrsrs eu vendo e sentidno aquela boca macia n omeu pau gozei na boca dele e eles se beijaram com a minha porra . Fui pro banheiro me falar e dela ouvi os gritos do alan gozando no cu do gustavo. fui pra sala e nao demorou muito para eles comecassem de novo. só foi ali mesmo na sala, e inverteram os papeis, agora o alan chupava o pau do gustavo e eu batia punheta vendo, até que o gustavo mandou a alan chupar meu pau comigo sentado no sofa e ele de 4 para o gustavo que meteu o no cuzinho dele, alan virou os olhos quando gustavo meteu o pau no cu dele, ele me olhava com um tesao enorme, e fala: _ ai sr. marcos que pau gostoso ... nao aguentei e gozei de novo mas agora na boca do alan que saia maamr ainda melhor. sao dois inquilinos meus que vou acabar comendo eles, nesse dia so dei leitinho para eles, mas vou comer o cu deles qualquer dia. [email protected] sao paulo / capítal

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


ofereceu a filha pro caralhudo gigante xvideosler contos eroticos de incesto pai carente filha safada short curtocontos eroticos virei vadia novinhacontos porno com padre gaybaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delavídeo da pelada gostosona morena aquelas bem gostosa e morena e bem gostoso se tu não fazer carvãomorena cavala irresistivel não bater punhetaarrmbei o cuda mamãe/videos pornocontos eroticos diaristaPutaria brasileira puta da a a fortãocontos erotico flagrado pela a sogra no banhocorno chamou negao pra fuder mais nao gostou de ver a mulher adorandogostosa novinha virgem orgasminhoflagrei esposa socando vibrador no cu do vizinho novinho contos"menos apertado" gay contocontos eu e meu marido fomos no jogo de futebol no onibus dei pro negao eninguem viuvideos porno para ver agora mae de 25 anos gostosa aproitar q a filha sai e esfrega mo genrotarados fazendo gang gang coletivo com esposa puta italiana do cornomulher gostosa dando para novinho cheia de tesao em sua casonaContos padrasto enteAda submissaeu e meu esposo somos crentes e ele pediu para eu dar o cu para outro,contosso bucetao ebelas chupadas emuitas punhetasincesto mãe devassa da xana famintacontos de viadinho dr calsinhaaprendendo a ser puta no tapa/contoscasada.comcrente dando pro.comvelho.contomulher nega corpo de violao bunda grande pingelo muito grande trazando com travetis negro pica de jumentoContos gays /fui estrupado por2 na escola e a diretora flagouconto eroticos palmada xexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha delacoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festaconto um mulato superdotado para minha esposinha branquinha e magrinha b*******Contos eroticos poderoso negaocoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festaContos Mamadas no paizimcontos saunas velhos chubbys gaysencubado flagrado dando o cuabaixar pornô mãezinha e Fininhosou encanador sexonegao levantou e trepou com gostosa no colocontos eroticos estuprada pelo gariirma e chantageadas por irmo e ele chupar aforsa seu paupai pono 15 etopo filiaConto.erotico sogra tatoadaconto gay o Doce nas suas veias capítulo 2conto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cufilme porno onde um perfume despertava desejosogro casa dos.contosdoce nanda parte cinco contos eroticoscontoserotecos minha mulher com bunda cheia de porranovinha bebada faz se. xoi anal n quartconto na enchente comi a mulher do chefeCONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHASfilme porno fazemdeira dando pro piao dotadoPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaiscontos de crossdresser forçadocontos na piscina,, mulher de corno chegando com biquíni transparente e corno viadocontos de boquete bom de primos e primas novinhosconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestifiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosContos eriticos .como virei escrava do vizinhonegaogostosa novinha virgem orgasminhotre surpresa vendada xvideosvídeos pornô certinho não quero nenhum errando dando errado por favor obrigadaxvideos loira cabelereira tesuda de mini saia cortando meu cabelo pau duromulhepega outrana ponba2 parte de eu minha amiga e o pai dela conto herotico helena e renataporn bumbum peito enpinadinhos de mae filhaa minha mae obrigou meu padrasto tira a minha virgindadeloira linda enfia sextoy grande e gfoso at gosarporno casada adorando ao senti um estranho te alizando e esfre o pau nela no onibos na frente de seu marido