Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

MAMÃE MANDOU PAPAI TIRAR MEU CABAÇO!

Autor: GISELLE
Categoria: Grupal
Data: 22/02/2016 09:04:40
Última revisão: 24/03/2016 12:17:46
Nota 9.92
Ler comentários (26) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Suelen é meu nome e desde que deixei de ser uma adolescente bobinha já percebi que o tesão e a safadeza se tornariam uma constante em minha vida e com certeza tinha puxado isso tanto por parte de pai quanto de mãe.

Meu pai era motorista de caminhão e como viajava muito por quase todos os estados do Brasil os fofoqueiros de plantão comentavam que ele era um tremendo safado namorador e rolava comentários maldosos dizendo que certamente eu devia ter varias irmãs e irmãos nas cidades por onde ele passava. Isso não importava pra mim porque quando papai voltava de viagem sempre me trazia presentes e também era super carinhoso comigo me paparicando demais.

Se meu pai era tão safado quanto diziam no bairro minha mãe não ficava atrás porque quando ele viajava a safada colocava uns vestidos sensuais com sandálias de salto e no começo da noite saia para os barzinhos só voltando de madrugada bem alegre pela bebida e com certeza também devia dar a buceta pra um monte de machos e as invejosas de plantão a chamavam de “puta casada do bairro”.

Meu pai é descendente de alemães, realmente é um tremendo gatão e minha mãe uma mineira morena muito bonita de cabelos cacheados e nasci com os cabelos castanhos claros, a pele branquinha e desde novinha me tornei uma garota bem desenvolvida de corpo chamando a atenção dos rapazes e também dos homens maduros que adoram ninfetinhas gostosas.

Nem minha mãe e muito menos meu pai que nem parava em casa se preocupavam em me controlar e eu vivia totalmente solta e não demorou quase nada pra começar a arrumar namoradinhos e depois do primeiro beijo na boca em que descobri que era uma coisa incrivelmente deliciosa passei a viver grudada nos lábios dos garotos e certamente já percebi que não seria uma garota muito “fiel” porque gostava de experimentar várias bocas diferentes e quase todas me davam prazer e principalmente quando o beijo era daqueles bem quentes minha bucetinha virgem ensopava rapidinho me deixando louquinha de tesão e liberava meu corpo pra ser acariciado pelos rapazes sem frescura.

Como acontecia com minha mãe também logo peguei fama de “biscatinha” no bairro e as garotas morriam de medo que eu pegasse os namorados delas e realmente se algum deles fosse bonito e safadinho eu pegava mesmo sem dó.

Minha mãe sabia que sua filha era mesmo uma biscatinha safadinha porque me pegou beijando alguns rapazes no portão de casa e de vez em quando sorria sacana dizendo que era pra ficar esperta e não deixar a vizinhança ver meus agarramentos com os machinhos.

Os garotos adoravam ficar comigo porque deixava pegarem nos meus seios, na minha bucetinha virgem e batia punheta pra eles sem eles pedirem e os taradinhos gozavam gostoso na minha mão quente.

Sempre tem um garoto mais tarado e mais sacana e foi numa festinha que conheci Arthur um moreninho forte que me levou pro escurinho e tirando um pinto bem maior do que já tinha pegado o safado colocou-o no meio das minhas coxas e ficou esfregando gostoso na minha bucetinha por cima da calcinha me deixando completamente tesuda e em seguida me mandou fazer uma gulosa perdendo a virgindade da boca e adorei sentir aquilo tudo fodendo minha garganta sedenta e o tarado depois de deixar o pintão todo babado me fez virar de costas e abaixando minha calcinha disse que ia comer meu cu e o tesão era tanto que até facilitei empinando minha bunda e ele encaixou na entradinha e fincou com tudo colando seu corpo no meu.

Não contive um gemido de dor, afinal era grossinho o pinto do safado, mas rapidinho eu rebolava e jogando o corpo pra trás pra sentir aquilo entrando bem fundo no meu rabo guloso. Meu cuzinho tinha deixado de ser virgem e logo senti a porra quente do safado inundando meu rabo.

Que delicia sentir um pinto na boca e também no rabo, ter um macho engatado atrás era tudo de bom e com certeza isso iria se tornar uma constante.

Durante vários dias Arthur comeu meu cu e fodeu minha boca me fazendo ter orgasmos intensos e copiosos, nem sei de onde saia tanto gozo e o safadinho estava todo assanhado querendo estourar o cabacinho da minha bucetinha tesuda, mas apesar de taradinha, não era aquele rapaz que desejava pra tirar meu cabaço e eu falava que não estava tomando anticoncepcional e se ficasse grávida ia obrigá-lo a se casar comigo e então ele deu uma acalmada ficando só no rabinho mesmo como eu queria. RSS.

Se a cada dia eu ficava mais tarada e sem vergonha tive uma tremenda surpresa em um fim de tarde quando ao voltar pra casa vi de longe minha mãe entrando na casa ao lado que estava sendo reformada e toda curiosa quando cheguei em frente vi que o portão estava fechado só com um gancho e resolvi entrar no local. Bem devagar fui andando pelo corredor lateral quando cheguei nos fundos da casa dei de cara com minha mãe nuazinha de 4 em uma poltrona velha toda suja e atrás dela tinha um mulato com um pintão enorme e na frente dela tinha outro macho negro com um pintão ainda mais grosso fodendo a boca dela. Fiquei quietinha atrás de uma coluna assistindo aquela putaria quente.

Mamãe rebolava que nem uma doida no pintão do mulato e o negro todo tarado segurava a cabeça dela e fodia sua boca com vontade fazendo-a dar umas engasgadas e todo macho dizia:

-chupa sua cachorra de rua... puta vagabunda... engole a pica grossa do negão sua vadia gostosa... ahhhh... isso... rebola na pica do meu amigo e chupa minha pica sua cachorra safada... vagabunda... ahhhh... eita coisa boa ter uma vizinha puta... ahhhh!

Que minha mãe era puta eu já sabia, mas assistindo a tarada rebolando e engolindo aquele pintão enorme com sua boca gulosa a safada se mostrava uma vadia profissional e logo os dois machos trocaram de lugar e o negão passou a foder sua buceta e todo macho a mandava rebolar mais forte e dava uns tapão bem dados no bundão dela que toda tesuda fazia o que ele pedia sussurrando:

-mete com força seu negro safado... me fode... soca tudo... quero esse pauzão me fazendo gozar muito... mete seu tarado safado!

Foi então que o negão todo tarado tirou o pau da buceta da minha mãe puta e encaixando na entrada do cuzão dele cravou de um vez e mamãe deu um gritinho de puta safada dizendo:

-ahhh... que delicia de pau no meu cu... mete gostoso... seu negro safado... arromba meu cu... soca com força... quero gozar pelo rabo... seu cachorro!

Minha mãe gozava que nem uma cadela no cio sendo comida na buceta, na boca e no cu por aqueles dois machos pintudos e com eu estava vestida com uma minissaia não teve como não enfiar os dedos por baixo da minha calcinha e bolinar meu grelo tesudo até gozar junto com a safada e os dois pedreiros tarados.

Para não ser surpreendida por eles sai rapidinho e fui pra casa me sentando no sofá fiquei esperando a safada da minha mãe voltar, com certeza eu não ia fingir que não tinha a visto trepando com os pedreiros e assim que ela entrou com o vestido cheio de poeira dei um sorriso sacana dizendo:

-mamãe... você vive me recomendando pra ser esperta e não deixar a vizinhança me ver beijando e agarrando rapazes... mas... você também quando resolve fazer safadeza não toma os devidos cuidados... você entrou na construção ai do lado pra transar gostoso e nem olhou pros lados... já pensou se fosse alguma fofoqueira e visse o que eu vi você fazendo com os dois pedreiros?

Minha mãe além de safada era uma mulher muito esperta e dando um sorrisinho safado disse:

-é... pelo que to percebendo nessa tua conversinha sacana minha filha putinha resolveu me espionar né? Bem que achei que tinha gente me olhando trepando com os pedreiros... até achei que eram outros pedreiros... tem mais alguns trabalhando na obra... mas não era eles e sim você né safada! Bem... já que você viu... ta visto... só espero que você não comente nada disso com ninguém né... sua maluca!

Cai em risos e sorrindo disse:

-claro que não vou comentar nada mãe... você ta louca... do jeito que falam mal da gente... se souberem que fiquei assistindo minha mãe tarada dando gostoso pra dois machos ao mesmo tempo... é perigoso os vizinhos fazerem um abaixo assinado pra nos expulsarem do bairro.

Mamãe saiu da sala indo em direção ao banheiro e como não fechou a porta entrei atrás, aquela conversa estava muito interessando e após ela entrar debaixo do chuveiro me sentei no bidê dizendo:

-eu até achava que era bem taradinha... adoro ficar trocando de “namoradinhos”... mas depois de ver você metendo com dois pedreiros pintudos e deixar os dois completamente saciados... você é incrível mamãe! Depois que perder o cabaço da minha bucetinha... vou querer experimentar essas coisas loucas... ahhh se vou! RSS.

-Suelen minha filha... você dizendo que ainda tem cabaço na buceta pra mim é surpresa... já vi cartelas de pilulas anticoncepcional na gaveta do criado mudo do teu quarto... já peguei varias calcinhas suas no cesto de roupa com de manchas de porra... a safadinha então só ta dando o rabo é?

-é... já fiz de tudo com os rapazes... adoro dar o cuzinho e pagar gulosa... só não perdi o cabaço porque não peguei nenhum macho tipo os pedreiros que te comeram... acho que se tivesse pegado um desses já tinha sido comida... acho que vou querer experimentar algum desse tipo! RSS.

-é muito bom... realmente adoro essas sacanagens pesadas... adoro putaria de verdade... quase não agüento ficar mais de três dias sem trepar... me dá desespero... quando pinta uma sacanagem gostosa... topo na hora sem frescura!

-é mamãe... eu vi o tanto que você é tarada... nossa... os pedreiros tinham pintos enormes... grossos e você rebolava que nem uma doida... acho que se aparecessem mais pedreiros pra te comer você dava pra todos né?

-RSS... com certeza... pelo jeito minha filha além de putinha é bastante curiosa... querendo saber das minhas orgias né?

-claro que quero mamãe... depois do que vi hoje... nossa... que delicia... mas... e o papai... ele sabe das suas safadezas?

Mamãe deu uma pausa na conversa pra tirar a espuma do shampoo de seus cabelos e em seguida sorriu bem safada dizendo:

-já que minha filha putinha ta querendo saber tudo... vou abrir o jogo de vez... porque com certeza você também não vai demorar pra virar uma puta de verdade! Eu e seu pai temos um relacionamento aberto... desde que nos casamos... isso já faz quase 20 anos... teu pai é um tarado completamente pervertido e eu também... quando ele ta viajando ele come as putas que encontra pelo caminho e quando eu encontro machos pauzudos safados também dou gostoso e quando seu pai volta de viagem um conta pro outro as safadezas que aprontamos e a gente trepa mais gostoso ainda... é uma loucura!

-nossa... nunca imaginei isso de vocês dois... já li a respeito de troca de casais... transas a três... orgias... mas... nunca tinha visto nada desse tipo até hoje... então os comentários sobre nossa família no bairro é verdade... somos todos safados! RSS.

-eu e teu pai não nos importamos com essas fofocas... eles têm é inveja da gente... principalmente as putas enrustidas... loucas pra dar e não acham nenhum macho gostoso... eu e teu pai temos um trato... ele não come nenhuma puta do bairro e eu também não dou pra nenhum safado daqui!

-assim é legal... outro dia até pensei em perguntar pro papai se realmente eu tinha algum irmão ou irmã por ai... comentam bastante sobre isso!

-não filha... teu pai afirma que não... e também já faz alguns anos que ele fez vasectomia pra não tem nenhum problema desse tipo! Na verdade ele levou sorte porque comigo eu engravidei de cara... o taradão pauzudo estourou meu cabaço na primeira vez que saímos pra namorar!

-é mesmo? Tirou teu cabaço na primeira vez... nossa... e ele também tem pintão igual os pedreiros... conta mãe como foi... quero saber... meu pai me fez na primeira vez que te comeu... não acredito!

-não... foi na primeira vez... depois de dois meses de namoro é que fiquei grávida... como eu era novinha... meu pai fez ele se casar comigo! Teu pai taradão tem uma rola maior que dos pedreiros... 23 cm. e bem grossa... quando ele tirou meu cabaço... ele não teve um pingo de dó... socou até o talo... achei que ia ficar larga pra sempre... aquela rola que parecia de cavalo... entrou arregaçando minha bucetinha virgem... mas mesmo doendo bastante gozei que nem uma louca... e todo dia queria dar pra ele de novo... e o taradão pervertido sabe como dominar uma puta com vontade de dar! RSS.

-nossa mãe 23 cm... é muito grande... o do rapaz que tirou o cabaço do meu cuzinho tem só 13 cm... acho que minha bucetinha não aguenta uma desse tamanho... enorme... eu achei a dos pedreiros bem grandonas!

-pode ter certeza que você vai aguentar sim sua putinha... sendo filha de quem é... além de aguentar é perigoso quer maior ainda... alias todas as putas que teu pai comeu ficam loucas atrás dele... o bicho é um macho do jeito que as putas taradas gostam!

-é... eu sempre dou uma olhada nas “malas” dos rapazes pra ver se é grande... minhas amigas também fazem isso... mas nunca percebi muito volume no papai nos shorts que ele usa quando ta em casa... não achei que era tão grande... eu sabia que ele era comedor... muita gente fala isso!

-é... isso é a pura verdade... vou te contar o que teu pai tarado já fez pra você saber o tanto que ele é pervertido... ele comeu as duas irmãs dele!

-nossa... verdade mãe... que doido... como foi... quero saber!

-você ainda era garotinha... a irmã dele mais velha casada brigou feio com o marido e veio passar uns dias em nossa casa... Janete vivia andando de camisetas curtinhas com a calcinha enfiada no rabo dentro de casa e teu pai ficava de brincadeirinhas safadas com ela... dando tapinhas no bumbum... agarrando-a por trás enquanto ela lavava a louça ou no tanque... não demorou nem uma semana pra putinha ficar com tesão... o marido longe... peguei os dois trepando no sofá... teu pai abusou do jeito que quis da irmã... adorei o dia que ele comeu o cu dela... a safada dizia que nunca tinha dado pro marido porque doía... ela comentou que o pinto do marido era bem pequeno comparado com o do teu pai... mas ele a encheu de tapas e arrombou o cu da vadia... ela chorou... gritou... esperneou mas ele tirou todas as pregas dela... e depois de uns três dias a puta pedia pra ser enrabada de novo... durante quase um mês que ela ficou em nossa casa levou pau grosso na buceta e no cu... quando se reconciliou com o marido foi embora completamente arrombada... eles se mudaram pro norte do Brasil e nunca mais vi a vadia... mas seu pai durante as viagens dele passou pela cidade onde ela mora e com certeza fodeu ela inteirinha. RSS.

-mamãe... e você... assistiu a tudo... o que você fez?

-claro que participei... teu pai comia eu e ela juntas... só pra judiar da vadia fiz a safada chupar minha buceta varias vezes... queria dar pro meu marido tinha que se submeter a mim também... e a safada sabia como dar prazer a uma puta tarada como eu. RSS.

-mãe... to de cara... que loucura deliciosa... tenho uma amiga que já me chamou pra brincar com ela... mas... nunca tive tesão pra fazer isso... ainda... mas...quem sabe resolvo experimentar! RSS. Mas... conta sobre a outra irmã... essa eu conheço bem... é a tia Ivone... de vez em quando ela vem nos visitar... não mora muito longe... mas ta casada ainda né?

-ah sim... a vagabunda ta casada ainda... mas também é puta... o marido é um corno conformado! RSS. Tua tia Ivone é a caçula da família do teu pai e quando começou a frequentar nossa casa era novinha e logo notei que levava jeito de biscatinha... tipo você... arrumava vários namoradinhos... vivia de shortinhos curtos... metade da bunda de fora... os bicos dos seios sempre duros querendo furar a camiseta... sutiã nem pensar... a safadinha então quando teu pai estava em casa vivia abraçada com ele... sentava no colo dele... claro que teu pai do jeito que é taradão ficava de rola dura sentindo a bundinha novinha da irmã se esfregando e todo safado arretava ela ainda mais alisando seu corpo na base das brincadeirinhas de fazer cócegas... tapinhas no bumbum que ele adora e as putinhas gostam... logo percebi que ia rolar safadeza e resolvi atiçar ainda mais deixando a porta do quarto aberta quando ia transar com teu pai... a putinha ficava assistindo eu sendo comida por ele... pelo espelho do guarda roupa dava pra ver a putinha batendo siririca na porta do quarto e ai já viu... a putinha chegou ao limite do tesão e um dia saindo banheiro só de tolha enrolada no corpo ela foi até a cozinha pegar água gelada pra beber e teu pai e eu estávamos na cozinha tomando suco... quando ela entrou teu pai todo safado a fez se sentar no colo dele... ele estava só de cueca... tinha acabado de tomar banho também... Ivone toda taradinha não parava quieta sentindo a rola enorme do teu pai cutucando o bumbum empinado dela e ele todo safado já enfiou a mão no meio das coxas dela e passou a bolinar o grelinho dela que não se conteve e começou a gemer... teu pai todo taradão pegou-a no colo e levou-a pro sofá da sala, tirou a cueca e já foi enfiando a rola na boca dela mandando mamar... a vadiazinha era bem mandada e fez do jeito que ele queria e logo foi a vez da putinha ser chupada pelo teu pai tarado e pensei que a safada tava passando mal de tanto que gemia... quando ele se sentou no sofá e fez Ivone se sentar no colo dele de frente... eu assistindo bem de pertinho sentada na poltrona comecei a siriricar meu grelinho também... eu sabia que a putinha ia ter o cabaço arrombado pelo teu pai e ele segurando o corpo virgem da putinha encaixou aquele cacetão entre os lábios da bucetinha dela e puxou de uma vez. Ivone gritou como uma louca sentindo a rola de 23 cm estourando seu cabaço... mas teu pai taradão nem se importou e todo macho foi enfiando tudo até o talo. Ela chorava gritando que tava doendo, mas pra mostrar que era quem mandava era ele deu dois tapas na cara dela e disse que era pra rebolar direitinho senão ia apanhar de verdade. Demorou um pouquinho, mas depois que a vadia acostumou com aquele cacetão enterrado na bucetinha começou a rebolar e logo seu corpo tesudo pegou fogo e deu a buceta bem gostoso pro teu pai... gozei que nem uma louca vendo o cacetão do teu pai todo cheio de sangue entrando e saindo da bucetinha daquela putinha novinha tarada. Como tinha feito com a outra irmã mais velha fiz a vadia lamber minha buceta... fazia pagar o pedágio de dar gostoso pro meu marido taradão. De vez em quando a putinha vem visitar a gente e pra não perder o costume seu pai soca o cacetão dele em todos os buracos da vadia e claro que a faço chupar minha buceta bem gostoso... e a vagabunda adora me chupar enquanto teu pai come ela de 4.

Mamãe terminou seu banho e saiu do Box se enxugando e ter escutado tudo aquilo que mamãe havia me contado deixou minha bucetinha virgem totalmente encharcada e sorrindo disse:

-mamãe... chega de escutar essas safadezas... to com minha bucetinha pegando fogo... essas historias me deixaram taradinha... vou até passar uma água no corpo pra tentar dar uma acalmada... te ver trepando com dois machos pauzudos e depois saber de todas essas safadezas do meu pai... é muito louco isso... se alguma pessoa estranha me contasse isso não ia acreditar.

Mamãe deu uma gargalhada e dando um tapinha “carinhoso” na minha bunda disse:

-acho que minha filha putinha vai gastar água do chuveiro a toa... não vai se acalmar de jeito nenhum... vai é siriricar essa bucetinha e gozar gostoso e vai continuar com tesão do mesmo jeito se não aumentar mais um pouquinho... você ta precisando é de uma rola bem grande na buceta sua putinha!

Os dias seguintes foram bem agitados porque meu tesão ficou ainda mais exacerbado e meu namoradinho comedor de cuzinho quase não dava conta da minha taradice e me lembrando de minha mãe contando das minhas tias putas chupando sua buceta decidi visitar minha amiga que vivia me chamando pra “brincar” com ela e quando ela se insinuou pra cima de mim como sempre fazia rapidinho tirei minha calcinha e toda safada disse:

-vem safada... já que você ta louca pra chupar minha buceta eu vou deixar dessa vez... se me fizer gozar gostoso eu prometo que deixo mais vezes... chupa sua tarada safada... minha bucetinha ta louca de vontade sentir uma boquinha bem quente... quero gozar muito!

Lucia era o nome dessa amiga e a safada dando um sorrisinho sacana confessou que só gostava de brincar com outras meninas e que tinha o maior tesão em mim e que ia me fazer apaixonar pela língua dela e a tarada em segundos chupava e lambia minha bucetinha virgem me levando a loucura e a sapatãozinha sabia como dar prazer a uma putinha tarada e só faltei mijar na boca dela de tanto prazer que senti. Tive orgasmos incríveis e viciei em ser chupada por ela praticamente todos os dias e depois do sexo oral com a safadinha meu namoradinho comia meu cuzinho bem gostoso.

Quando perguntei pra minha mãe se ela havia visitados os pedreiros na construção ela disse que tinha trepado mais duas vezes, mas que já tinha perdido o tesão pro eles e estava querendo mesmo era que meu pai voltasse de viagem, estava com saudades dos 23 cm. que a fazia gozar mais gostoso que todos. Resolvi contar a ela que havia transado com minha amiga e que adorei sentir a boca de outra mulher chupando minha buceta e ela toda safada disse que também estava com saudades da língua esperta da tia Ivone e que ia ligar pra ela nos visitar.

Naquela mesma noite já passava da meia-noite quando acordei com gemidos e gritinhos de prazer escandalosos e fui ver o que estava acontecendo.

Imaginei que mamãe tivesse trazido algum macho pra casa e estava transando gostoso, porém não era isso e sim papai que tinha chegado de viagem e fodia a mamãe de 4 no sofá da sala e a trepada era pra la de selvagem. Toda curiosa fiquei ali na soleira da porta assistindo o que estava rolando.

Como era época de calor eu sempre dormia peladinha e mamãe rebolava que nem uma louca espetada no cacetão enorme do papai que entrava e saia forte de dentro dela e ele todo macho dava uns tapas bem dados no bumbum enorme dizendo:

-rebola vagabunda de rua... puta fácil... cadela... vadia... vai apanhar muito porque com certeza você merece sua tarada... deu essa buceta e esse rabo pra um monte de machos... agora pra gozar gostoso como macho que você gosta... vai apanhar bastante... adoro bater em puta de rua... rebola cadela!

Mamãe toda tarada olhava pra trás e sussurrava tesuda:

-bate seu cachorro safado... bate que eu gosto... adoro apanhar do meu macho... eu fui muito puta... mereço apanhar bastante... judia da tua esposa puta... me faz gozar com esse caralhão gostoso... me fode... me bate... quero gozar muito... ahhhhhhhhh!

Papai a segurava pelos cabelos e sua mão enorme batia forte na bunda da mamãe que corcoveava como uma égua e seus gritos eram de dor misturado com prazer e logo percebi que a coisa ia ficar ainda mais selvagem quando vi que na mão do papai tinha um cinto de couro e os primeiros estalos foram bem fortes e os gritos de mamãe aumentaram de intensidade, mas tanto ele quanto ela se deliciavam com aquela sessão de sadismo com dominação total.

Mamãe gozava que nem uma louca e logo o cacetão do papai era socado sem dó no cu dela e o prazer tomou conta do lugar.

Minha mão esperta bolinava forte meu grelinho, meus gozos chegaram intensos e minha bucetinha virgem até pingava de tanto tesão que sentia vendo o cacetão enorme e cabeçudo do papai comendo o cu da minha mãe puta.

O pintão do meu pai era lindo e imponente, cabeçona vermelha, cheio de veias e duro como estava não tinha como não admirá-lo.

Aquela trepada continuava quente e logo papai disse que ia gozar e mamãe então se sentou no sofá e ele de pé diante dela passou a enfiar seu cacetão na boca dela bem fundo na garganta e não demorou pra ele dar um urro e começar a gozar .

Os jatos de porra saiam fortes esguichando na cara da mamãe melecando seu rosto por inteiro de porra quente e papai completamente tomado pelo tesão espalhou seu sêmen por todo rosto da mamãe dizendo:

-toma vagabunda... lambe tudo... vadia safada... puta fácil... ahhhh... que gozada gostosa... ahhhh... minha puta safadaaaaaaa!

Mamãe também toda tesuda pegava com os dedos a porra do papai que escorria pelo seu rosto e enfiava na boca engolindo tudinho.

Minha bucetinha virgem continuava pingando de tesão e meu grelinho inchado pulsava forte querendo mais e então decidi voltar para meu quarto e me joguei na cama de bruços com os dedos bolinando sem parar meu grelo teso até gozar como uma cadelinha no cio tremendo sem parar.

Depois de toda aquela safadeza deliciosa peguei no sono e dormi completamente molhada de tanto que gozei e se a noite tinha sido quente quando acordei vi que a coisa ia pegar fogo de verdade.

Quando abri os olhos vi papai sentado do meu lado na cama passando a mão nos meus cabelos e sorrindo disse:

-bom dia querida... resolvi acordar a minha linda filhinha... cheguei ontem à noite... mas a minha gatinha estava dormindo não quis te acordar... mas acho que você já dormiu bastante... já passa das 9!

Nem me preocupei de estar peladinha e abracei-o forte enchendo seu rosto de beijos dizendo:

-ahhh que bom que você voltou papai... nossa... você demorar muito nessas viagens... devia voltar pelo menos todo fim de semana... sinto tanto a sua falta e a mamãe também!

Papai estava com um short de malha e continuei abraçada em seu pescoço e ele então me deu um tapinha carinhoso no meu bumbum dizendo:

-é verdade... acho que vou tentar arrumar umas viagens mais curtas... eu tava reparando no teu corpo enquanto dormia... você já se tornou uma mulher e quase nem percebi isso... se continuar viajando tanto assim... qualquer dia quando eu voltar já te encontro casada e com filhos! RSS.

Sorri dizendo que ia demorar muito pra casar, só queria mesmo namorar bastante e então mamãe entrou no quarto dizendo:

-vem querido... vem filha... vamos aproveitar pra tomar café como uma família normal... não é sempre que isso acontece! RSS.

Mamãe estava vestida com uma camiseta que cobria apenas metade da bunda e além disso sem calcinha e então disse que ia passar uma água no corpo e iria em seguida e fiz isso rapidinho. Resolvi copiar mamãe colocando uma camisetinha curtinha também sem calcinha e fui pra cozinha e encontrei mamãe sentada no colo do papai dando pedaços de bolachas na boca dele e me sentei do outro lado da mesa e disse bem safada:

-acho que hoje os vizinhos não vão ver meu pai e nem minha mãe saindo de casa... até matarem a saudade... vai demorar um bocado... e com certeza também não vou conseguir dormir direito igual à noite passada... acordei com a mamãe gemendo tanto que achei que tava passando mal. RSS.

Mamãe se levantou pra pegar suco na geladeira e sorrindo safada disse:

-é... e como eu conheço bem a filha que eu tenho... com certeza que veio conferir tudinho o que tava acontecendo né?

-claro que sim... pensei que estava passando mal de verdade... teria que socorrer minha querida mamãe... mas quando cheguei na sala... até fiquei com um pouco de dó quando vi o papai com a cinta na mão... mas logo percebi que a mamãe gosta de apanhar no bumbum... hummm... adorei ver aquilo!

Risos de cumplicidade ecoaram na cozinha, mamãe voltou pro colo do papai e continuamos a tomar nosso café da manhã até que o telefone tocou na sala e quando fiz menção de levantar mamãe disse que iria atender porque com certeza era pra ela e saiu dali. Em poucos segundos deu pra escutar que a ligação era da minha tia Ivone, a irmã puta do meu pai e então me levantei da minha cadeira e toda safada dei a volta na mesa e disse:

-vou aproveitar que mamãe deu uma folguinha... também quero ficar um pouco no colo do meu pai lindão... posso?

Papai e me pegando pela cintura me colocou sentada bem encaixada no seu colo e sorrindo disse:

-adoro quando garotas lindas sentam no meu colo... principalmente minha filha linda... você pode tudo!

Em segundos senti o pintão duro quente bem em cima da minha bucetinha, o short de malha que papai usava era fininho, mamãe já tinha deixado aquele cacetão bem duro se esfregando nele e agora seria minha vez.

Mamãe na sala devia estar falando sacanagens com tia Ivone porque suas gargalhadas eram de safadeza e resolvi ser mais safada ainda dizendo:

-acho que não era só a mamãe que estava com saudades do meu paizão... mamãe comentou comigo que ia chamar a tia Ivone pra nos visitar... acho que todas elas estão querendo os 23 cm do meu papai taradão!

Papai deu um sorrisinho sacana e deslizando sua mãe enorme pelas minhas coxas beijou meu pescoço me arrepiando todinha e sussurrou:

-tua mãe me contou tudo sobre você... e do jeito você também ta se esfregando na minha rola dura também querendo sentir os 23 cm. do papai na tua bucetinha né sua putinha?

Em segundos senti os dedos do papai deslizando na minha bucetinha virgem bolinando meu grelo e toda safada entreabri as pernas e sussurrei:

-papai... depois de ontem a noite... quando vi você fodendo a mamãe com esse pintão lindo enorme que ta roçando minha bucetinha virgem com certeza eu quero muito... quando você quiser... vou adorar ser sua putinha... acho que a mamãe também ta querendo que você tire o meu cabaço... eu já percebi isso... papai... é só você mandar que faço tudo que você quiser... meu cabaço é todinho seu... to prontinha pra ser sua putinha!

Em segundos ele me levantou me fazendo segurar no seu pescoço e me levou pra sala e quando mamãe olhou pra nos papai disse:

-acho que o tesão da nossa filha putinha ta demais... ta louca pra dar e ta querendo agora... vou tirar o cabaço da putinha logo... não vou esperar mais nenhum minuto... depois você continua a conversa com minha irmã puta... quero você do lado!

Minha camiseta foi tirada rapidamente e mamãe também tirou a dela, mas a safada com um sorriso bem sacana continuou a conversa com minha tia dizendo ao telefone:

-Ivone... teu irmão vai tirar o cabaço da nossa filha daqui a pouquinho... igual fez com você... vou deixar o telefone ligado pra você escutar e se matar de gozar... eu vou assistir igual quando aconteceu com você... ahhh... vai ser uma loucura!

Era muito doido o que estava acontecendo e papai com seu pintão enorme e duro como aço enfiava ele entre meus lábios me fazendo chupá-lo.

Ele fodia minha boca bem fundo me fazendo dar umas engasgadas com aquele cabeção que ia fundo na minha garganta sedenta e minha bucetinha virgem parecia uma lagoa de tão molhada. Papai então me colocou de 4 no sofá e se ajoelhando atrás de mim passou a me lamber como um cachorro e meus gemidos se tornaram ainda mais intensos, mamãe ficou do lado olhando tudo que se passava e a safada siriricava sua bucetona tesuda. Não demorou nadinha pra que papai tarado me desse uns tapinhas no bumbum e quando eu olhei pra trás e toda safada reclamei que esta doendo ele bateu ainda mais forte dizendo:

-rebola sua safada... goza na minha língua sua cadelinha de rua... filhinha mais vadia que eu tenho... vou te arregaçar todinha... rebola putinha!

Meus gozos chegaram com uma intensidade incrível, papai me levava a loucura com sua língua mágica e seus tapas fortes que ardiam minha bunda, mas me provocavam arrepios de um prazer que ainda não havia sentido e toda putinha sussurrei:

-ahhh... papai... que boca gostosa... chupa a bucetinha da tua filhinha puta... ahhhh... to adorando... ahhhh... que delicia... não para... quero mais!

Mamãe bem do meu lado continuava siriricando sua bucetona com uma das mãos e com a outra acariciava meus seios apertando os bicos deles me deixando ainda mais excitada e quando me dei conta papai já estava de pé atrás de mim e encaixando seu cacetão enorme na entradinha da minha bucetinha virgem, segurou meus quadris com suas mãos enormes e começou a me penetrar com firmeza. Seu pintão cabeçudo de 23 cm rompeu meu cabaço em segundos e quando soltei um grito alto de dor papai já estava inteirinho dentro de mim.

Minha virgindade da bucetinha tinha ido pro espaço e meus gritos lancinantes sendo arrombada por aquele cacetão cavalar só deixaram papai mais tarado e ele me pegando pelos cabelos me deu uns tapas bem fortes na bunda e todo macho disse:

-deixa de frescura sua putinha safada... senão vou pegar a cinta... já deu o rabo... chupou pau dos rapazes... chupou buceta de outra puta e vai ficar dando uma de mocinha pura... rebola sua cadelinha de rua... já ta arrombada... da essa bucetinha pro teu pai bem gostoso... vou arregaçar essa buceta

...ahhhh... que delicia tirar cabaço da minha filha putinha... rebola na minha pica sua vadiazinha... ahhhhh!

Sentir minha bucetinha sendo totalmente preenchida por aqueles 23 cm fez a temperatura do meu corpo subir nas alturas e rapidinho fiz o que papai queria e mostrei que seria a putinha do jeito que ele gostava e eu desejava ser e não demorei a ter orgasmos copiosos um atrás do outro e fui comida do jeito que uma puta tinha que ser comida e apesar de sentir um pouco de dor o prazer era maravilhoso.

Gozei que nem um cadelinha no cio e quando papai tirou aquele cacetão de dentro de mim me senti vazia e logo em seguida foi a vez de mamãe ser pega de 4 e a safada rebolou que nem uma louca apanhando forte na bunda gemendo e pedindo mais.

Minha bucetinha estava toda arrombada e pelas coxas tinha escorrido sangue da minha virgindade que não mais existia e então me levantei e fui tomar um banho rapido e quando a água escorreu entre os lábios inchados da minha rachinha ardeu bastante e fiquei debaixo do chuveiro até sentir que o ardor desaparecer e voltei pra sala e o sexo continuava rolando ainda mais selvagem e fiquei bem do lado assistindo tudinho e acariciaindo o corpo da minha mamãe tarada que sussurrou toda puta nos meus ouvidos:

-chupou a pica do teu pai... agora quero tua boca na minha buceta... faz gostoso em mim... quero dar pro teu pai com você lambendo minha buceta... faz isso sua putinha safada... chupa tua mãe cadelinha de rua... ahhh!

Em segundos papai se sentou no sofá, ela se sentou de costas no cacetão dele e eu me ajoelhei de frente deles e cai de boca na bucetona inchada da mamãe que segurando minha cabeça pelos cabelos me fazia sugar seu grelão até que gritando que nem uma doida gozou se contorcendo espetada no cacetão de 23 e nos meus lábios sugando seu grelo com uma volúpia incontida.

Gozei chupando a buceta tesuda da mamãe e ela depois fez o mesmo comigo enquanto papai assistia a nos duas se roçando deliciosamente.

A loucura tinha apenas começado e iria ficar ainda mais quente nos dias seguintes quando minha tia Ivone veio nos visitar e participar da orgia, mas isso vocês só irão saber na continuação desse relato louco.

E-MAIL: [email protected]

hjkglfdos

Comentários

04/03/2018 00:45:25
Excelente conto! Pura adrenalina e tesão! Vale a nota! [email protected]
05/09/2017 16:11:01
Nossa lindo contos [email protected]
URS
06/02/2017 05:59:22
Excelente conto... Perfeito... Nota 10... Vou mandar um ensino pra vc, quero fazer amizade com vc!
09/07/2016 03:07:49
Um dos melhores contos que já li. Parabéns
08/06/2016 03:13:17
Caralho! Tive que ler em 3 partes. Mal começava e já dava vontade de gozar.. pqp. Muito bom. Esperando a continuação.
11/05/2016 23:29:25
ohhh maravilha, mãe e filha putinha
28/03/2016 14:07:18
Ola, quero criar um grupo da CDC no WhatsApp quem tiver afim de participar do msm fala comigo no WPP
23/03/2016 16:17:20
Muito bom esse conto nota 10 add whats trocar historias picantes
23/03/2016 16:15:08
20/03/2016 08:02:18
Melhor conto
17/03/2016 10:03:08
Bom de mais!
16/03/2016 19:45:12
Excelente conto Gih, depois de uma lida nos meus ;)! Beijos
15/03/2016 14:40:46
estou com minha pica dura de tao gostoso deste conto
14/03/2016 17:54:34
adorei
28/02/2016 19:56:30
Conto gostoso!
27/02/2016 15:08:06
gosteiiii muito
22/02/2016 20:45:17
otimo conto gata,q tal trocar mos contato,pode ser muito proveitoso para ambos,me procure.
22/02/2016 17:57:34
muitoooooo booooommm!
g7p
22/02/2016 15:01:55
gozar gostoso com paizão tarado é perfeitoooooooo!
22/02/2016 14:44:47
Conto maravilhoso muito bom votado spero a contunuação.
22/02/2016 14:07:02
hum delicia de conto,deu vontade louca de chupar sua buceta e depois meter gostoso nela sua safadinha e vontade de meter no seu cuzinho tambem hum! chegar to de pau duro so de imaginar me add [email protected]
22/02/2016 13:55:24
eu queria um pai pirocudo igual o teu... o meu ja me comeu mas tem pauzinho! rss
22/02/2016 13:47:56
Que loucura, muito bom!!!!
CP1
22/02/2016 13:16:25
Eu queria morar numa casa dessas... kidelicia>>>
CP1
22/02/2016 13:04:22
HOT!!!!!!
22/02/2016 12:35:07
Excitante mesmo !!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay enrustidonoiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornofraquei minha mae peituda dando no quarto para meu primo roludoContos eróticos d homem com éguamulher da o cu na cozinha segurando na piacontos de sexo depilada na praiafudendo a matasrtavi minha mãe gritar na vara do meu padrasto Eu gostei muitopeguei a novinha magrinha porquê ela insistiumin engravida amor porno sacanatio tarado passa a mao na sobrinha ninfeta que nao resiste e fodecontos erotico chantagiei e depilei minha sograbucetao de sotinho q capui de fucaprofessora safada falando putaria pro donzeloContos eróticos gay 'ñ faz isso comigo'contos trai com o inquilinoAbusada de calça leguechegando calcinha dezeijos proibidopornoarrombando o cu da luzia contosContos eróticos Trasei com amigas da minha namoradafilmes de diabo comendo ninfetas da belosexoConto erótico sololupusdepilando a minha tia gravida contos eroticosincesto encostando a rola no priquito da irmazinha de per no quardoconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexoporno grátis cm gringa dando ate se amoleserbuctao tod c gazandgemendo e gozando gostosas espirrar esperma longe. porno atitudivideo de sexo narido xifrado com a comlhadaemtiada.rabuda loulinha dolecente espiada pega foca sexoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretoContos eroticos anal de ipatinga mguma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonacontos eroticos peguei uma garotinha do interior pra criar e ensinei tudo sobre sexo pra elacontos eroticos feminizaçao do garotinho maedoce nanda parte cinco contos eroticosincesto com meu vô contosqual a função de um corno manso assumidosobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideosxvideos mulher com manchinha no rosto chupandocontos de mulheres defecando em seus parceirosloira e judiada levando com forca na boca e na bussetagaleguinha baixinha trancadinha novinha transando e beijando a forçacontos irmazinha nossa punheteiraCona gulosa relatosconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cunovinha que derao boceta e firmarãopegando cachorro na rua pra praticar zoofiliavídeo pornô feito no lixinho para Guarulhoslazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadaeu perdi a minha virgindade com cara da pica de 40cmefaç de porncrossdress betinha 4pica dura do peão de rodeioQuerido lavei a conaContos eróticos mulher do pastor dominou e humilhou minha esposatraição xxvidiovídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijaempregada safadinha Fátimamulher secura na pica do negao quando encosta no cuSogra Contos Eroticoscontos minha tia nick 2higor safado xvidiocontoseróticospublicadosemvirgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgensvidio page novinha tomando banho gostoso na fasendaTurbo negro contos gays.video porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiadespidida de solteiro e muito sexoporno doido chochotinasb****** assaltou a casa e meteu a mão na boca da Neide da novinha e fez a transar com ele a força vídeo pornônovinha alemã da xana lisina abrindo a portao negrodotado contos bimae vai massagea o filho fica de boca aberta con o cacete do filhochantageou a coroa para se dar bemmasturbando na cama serrando com travesseiro pornodoidofuderporcompletoirma normalista - contos eróticosincesto tio tirando virgindade da sobrinha de dez anos no semáforoconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraisxvidios outros puraigozando dentro da buceta das lindonas nas baladasponodoido cenas muito fortevideo porno homem velho mamando e puxando e mordendo o peitodoce nanda parte IV contos eroticoscomendo o cuzinho com um guspinholiberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contossexo explicito sogro de olho nanora de fio dentalmeu padrasto me comeu e minha mãe participousafadezas com meu cunhadinhoxvideo afilhado fala quevai fazer massagem na madrinha e acaba comendo o cu dela