Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Marido da Tia

Autor: Dan_emin
Categoria: Homossexual
Data: 08/02/2016 18:23:35
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay, Sexo, sacana
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Daniel e essa história que vou contar agora foi uma das minhas primeiras experiências. Sou um cara discreto e bem na minha. Meus pais também são bem na deles até um pouco sérios demais. Sou mais achegado à família da minha mãe. Tenho apenas uma tia por parte de pai e ela não é muito próxima da família, porque meu pai não se dá muito bem com o cunhado, o Carlos.

Carlos é o extremo oposto dos meus pais, daquele tipo aberto, expansivo, mestre em soltar uma piadinha sacana quando alguém dá uma brecha. Acho que por isso meus pais não gostavam muito dele.

Eu, ao contrário, nutria um tesão reprimido por esse meu tio, pois nem me permitia pensar nele em função de ser marido da minha tia. Na verdade, não sei como ele e minha tia casaram, porque ela também é bem séria no estilo dos meus pais.

Bom, apesar dos meus esforços em não pensar no meu tio, volta e meia me pegava pensando nele quando batia uma. Tio Carlos era o típico macho alfa como já descrevi. Tinha o corpo bem conservado, peso bem distribuído pelo corpo todo, peito com pelos bem distribuídos, branco e com uma barriguinha de cerveja que dava mais charme ainda.

Minha história com meu tio começou depois que meus pais aceitaram mais uma tentativa da minha tia de se aproximar mais da família convidando a gente pra passar o feriado na casa de praia dos tios do Carlos. Meu pai recusou a princípio, mas acabou cedendo no final e lá fomos nós pra passar cinco dias convivendo o tempo todo com eles. Fiquei curioso pra ver se íamos passar o feriado todo em harmonia

Logo que chegamos fomos recebidos pelo marido da minha tia, que apesar das desavenças com meus pais estava se esforçando pra fazer uma recepção calorosa. Ele já estava só de bermuda, óculos escuro e com uma latinha de cerveja na mão; falou que tinham chegado cedo e já estava relaxando.

Apesar da recepção toda, meus pais não davam espaço para meu tio e ficaram mais de canto com minha tia. Eu, ao contrário, adorava o tio Carlos e fiquei o tempo todo perto dele na churrasqueira conversando...só parava e vez em quando pra dar um mergulho na piscina.

Tio Carlos pediu pra eu olhar a churrasqueira enquanto ele ia botar uma sunga pra nadar também. Fiquei lá brigando com a fumaça até meu dia voltar...rs... Ele estava usando uma sunga amarela e foi difícil não ficar encarando aquela delícia se aproximando. Andando todo machão em minha direção, de óculos escuro e com uma latinha de cerveja na mão...ele tava sempre com uma...não sei como conseguia beber tanto...rs

Passamos o resto da manhã em casa descansando da viagem e a tarde fomos todos pra praia. Meu tio logo se encheu de ficar adulando meus pais e ficou mais próximo a mim. Chamou-me pra ir andando até o fim da praia e voltar e eu adorei. Tio Carlos parecia um sol, a presença dele me causava uma sensação boa e adorava mais ainda quando ficava sozinho com ele.

Fomos conversando sobre vários assuntos, inclusive sobre o fato dos meus pais não darem abertura pra ele.

- Eh Dan, acho que ninguém nessa família gosta de mim...se bobear nem sua tia...- Ele falou rindo depois de comentar comigo como meus pais estavam distantes

- Eu gosto – respondi automático

Ele me olhou, parece que me enxergando pela primeira vez, deu um sorriso e falou:

- Que bom. Se não fosse você aqui esse feriado ia ser um martírio...- ele comentou rindo e eu adorei.

Chegamos ao final da praia e ele me chamou pra pegarmos uma trilha que dava em outra prainha deserta do outro lado do morro que quase ninguém conhecia.

Gostei da aventura e seguimos pela trilha, rindo e conversando normalmente. Quando chegamos no ponto vi que todo esforço da trilha valeu a pena. O lugar era maravilhoso e, realmente, pouca gente parecia saber porque estava deserto.

- Nossa tio, que lugar demais

- Bom não é. Tinha muito tempo que não vinha aqui. Mas então, vamos dar um mergulho pra dar uma refrescada. Tá quente demais

E assim entramos, a água calminha ficamos lá meia hora nadando. Tio Carlos começou com umas brincadeiras de me dar caldo. Vinha por trás e me afundava, rindo igual menino.

Eu tentava fazer o mesmo, mas é lógico que tinha muito menos sucesso. Ele era bem maior que eu. Vez ou outra sentia o corpo dele esfregando por trás do meu, umas encoxadas. Mas achei que não tinha nada demais nem coloquei maldade.

- Tem um tempão que não vinha aqui, Dan. Tinha esquecido como era bom

- Mas você e a tia vêm sempre pra praia, porque não vêm aqui

- Ahh, Dan... cá pra nós...sua tia é meio chata nesse quesito...não anima nem entrar na trilha..rs

- É, ela não gosta de aventuras, mas todo mundo tem alguma coisa que é chato mesmo

- Mas ela é chata até com sexo, difícil convencer ela a transar e quando transa é sempre na mesma monotonia.

Era a primeira vez que meu tio falava de sexo tão aberto assim. Apesar dele sempre ser sacana, nunca tinha falado especificamente da vida dele.

- Que chato – foi a única coisa que consegui dizer e fiquei pensando como uma mulher podia desperdiçar um gostoso daquele.

- E você? Tá namorando já? Comendo algumas por aí?- ele falou voltando ao tipão sacana dele

- ahh tio, nada. Sou meio tímido demais.

- Tímido demais ou não gosta mesmo? – ele falou fazendo piadinha, mas senti que no fundo tinha um tom de verdade na brincadeira

Aproveitei que meu tio tinha dado a abertura e resolvi me abrir com ele. Afinal, esse tipo de assunto era algo totalmente fora de realidade pra eu conversar com meus pais...rs

- ahh tio, pra ser sincero, não sei. Nunca fiz nada com mulher

- Sério, nossa na sua idade eu já tinha comido várias

- Obrigado pelo incentivo – eu falei irritado, mas ao mesmo tempo rindo do jeito natural dele.

- Foi brincadeira, Dan. Mas vc sente atração? Ou sente por homem?

Percebi que o tom do meu tio estava partindo do brincalhão pro interessado.

- É raro uma mulher me atrair. Sim, sinto por alguns homens também. Mas eu nem sei se é vontade de transar mesmo é tipo sei lá gosto de tá perto.

-É... e que tipo de homem te atrai – meu tio perguntou me sondando

Olhei pra ele pela primeira vez. Apesar dele estar com metade do corpo dentro da água deu pra perceber pela voz dele que ele já estava excitado.

- ahh não tem um tipo específico, depende do jeito, físico...

à medida que eu ia falando meu tio foi se aproximando de mim até ficar bem próximo e falar bem baixinho como se tivesse mais gente perto...rs

- Se quiser eu posso te ajudar a descobrir

- Como assim?

- Vou te mostrar mais tarde que é melhor. Agora vamos voltar que já estamos aqui há muito tempo eles vão dar falta

Voltamos pro ponto da praia com resto do pessoal. Minha tia já estava irritada com a demora e meu tio só falou que foi comigo na praia deserta que ela nunca quis conhecer.

Passamos o resto da tarde na praia e não fiquei mais sozinho com meu tio. Aquele último diálogo com ele me deixou meio sem entender o que ele queria dizer. Apesar de já ter tido uma experiência sexual com outro cara há muito tempo e não ser totalmente cru, achava impossível que pudesse alguma coisa a mais com tio.

Voltamos pra casa aquele dia e nada mais aconteceu. Só conseguir dormir tarde aquele dia, pensando na imagem do meu tio de sunga e o toque do corpo dele no meu ainda frescos na minha lembrança.

Acordei no outro dia cedo com minha mãe me chamando pra ir pra praia. Eles gostavam de madrugar na praia...rs... Como dormi tarde, estava com muito sono ainda, cabeça até doendo um pouco. Falei com ela que ia ficar e dormir mais um pouco e mais tarde ia.

Acordei uma meia hora depois com alguma coisa mexendo na minha perna. Achei que tava sonhando e continuei dormindo. Como o contato continuou abrir os olhos e vi que era meu tio sentado na beira da cama. Achei a situação estranha. Meu tio ali de sunga vermelha hoje, sentado na beira da minha cama.

- tio? – eu falei esfregando os olhos – vocês não foram pra praia ainda

- o resto do pessoal foi, mas eu resolvi voltar. Falei que tava sentindo mal também e ia deitar mais um pouco – ele falou continuando a acariciar minha perna e me olhando de um jeito diferente

- Tá sentindo mal? O que você tem? – eu perguntei fazendo de desentendido apesar de já saber muito bem pelo jeito dele que ele não tava mal coisa nenhuma

- Estou com o saco doendo de tanto tesão desde ontem quando voltamos da praia

Meu tio soltou aquilo na lata sem vergonha nenhuma. Tinha um olhar que até brilhava de tesão. Eu tentei me esquivar

- Que isso tio, é melhor parar com isso...- eu falei me levantando e fui pro banheiro, fechando a porta e deixando meu tio lá.

Aquilo já era loucura demais. Meu coração tava a mil. Sempre fantasiei com meu tio, mas nunca imaginei por um segundo que podia haver algo mesmo. Fiz minha higiene matinal e saí pra trocar de roupa achando que meu tio já tinha ido pra praia e lá estava ele no mesmo lugar.

- Tio, dá licença pra eu trocar de roupa

- Pode trocar na minha frente mesmo

- Não tio, pára com isso – eu falei não sabendo se sentia raiva ou tesão pela ousadia dele

- Pára Dan, ontem foi tão gostoso a gente sozinho. Por que tá nervoso agora de ficar perto de mim. Ele disse se levantando e vindo na minha direção

- Será que sou eu que causo essa alteração – Ele falou parando bem perto de mim, parecia que dava pra sentir até o calor do corpo dele e eu a essa altura já estava tremendo

- Acho que sim, sou eu que causo – ele falou aquilo com um ar convencido e colocou a mão no meu ombro

O toque fez eu me arrepiar todo. Não tinha mais como escapar daquele homem, eu estava já totalmente dominado de tesão por ele.

- Deixa eu te mostrar o que falei ontem?

- Sim, tio – eu falei tremendo

Ele então pegou minha mão e coloco sobre o pau dele por cima da sunga. A outra mão eu mesmo não já me soltando comecei a passar pelo peitoral peludo dele. Ele me olhou rindo gostando do meu avanço involuntário e eu só respondi:

- sempre quis fazer isso –meu tio riu convencido

- Pode fazer o que quiser, eu também tenho um monte de coisas que quero fazer

Meu tio então tirou a sunga inteira, revelando um pau lindo, bem branquinho, com veias salientes e uma cabeça grande e rosada da grossura do corpo.

Peguei no pau dele que estava meia bomba sentindo aquela textura gostosa e o pau dele foi crescendo mais ainda na minha mão... ele se sentou na beira da cama

- O primeiro teste que vamos fazer é pra ver se você gosta do gosto de rola – ele falou como se aquilo tudo fosse uma lição..rs

Ele ficou balançando o pau com a mão me chamando e a visão daquele macho esparramado na cama o cacete apontando pro teto já me deixou cheio de tesão. Me ajolhei entre as pernas do tio Carlos e comecei a lamber as coxas peludas dele, o saco, a virilha, o abdômen deixando o pau dele por último. Tio Carlos já estava revirando os olhinhos..rs

Então peguei o pau dele e fiquei lambendo só a cabecinha enquanto acariciava as bolas com uma mão. O gosto do pau dele era uma delícia

- Que delícia, Dan... onde aprendeu a chupar gostoso desse jeito?

- Muitos filmes pornô e muitos anos de fantasia com essa rola –eu respondi colocando o pau dele na boca olhando bem pro nos olhos dele...

- Putinho safado. Nasceu pra mamar uma rola mesmo – tio Carlos falou cheio de tesão me dando um tapinha de leve no rosto.

Continuei lá mamando meu tio e alternando de vez em quando entre o pau e as bolas até que ele falou

- E então, to vendo que do gosto de rola você gostou. Vamos passar pro próximo nível

- Qual? – eu falei abafado com o pau do meu tio socado na garganta. Aquilo parece ter deixado ele com mais tesão ainda

- Caralho, não faz isso que você me faz gozar antes da hora putinho – meu tio falou tirando seu pau da minha boca

- O próximo passo é ver se você gosta do gosto de pau

- Mas tio, nós não acabamos de ver isso – eu perguntei falando como se fosse um estudante...rs

- Só que ao invés de sentir o gosto pela boca vai sentir agora pelo rabinho

Meu tio então foi me levantando e me colocou de quatro na beira da cama ficando em pé atrás de mim. Deu uma cuspida no meu cuzinho e ficou espalhando e esfregando a rola na entradinha. Ele ficava batendo e socando um dedo no meu cuzinho.

- Aii tio, tem que ter alguma coisa pra lubrificar- ele mandou eu ficar onde tava e sumiu do quarto aparecendo em seguida com um creme hidratante

Untou bem meu cuzinho de creme e passou no pau dele e começou a forçar. Apesar do pau dele grosso, tava encaixando tão gostoso no meu cuzinho que nem senti dor, só um incômodo inicial

- ahh que delicia de cu, quentinho abraçando minha rola – meu tio falou todo machão ao terminar de enfiar o pau todo no meu cuzinho

Ele começou um vai e vem gostoso me arrancando gemidos de prazer.

- E então, gostou do gosto do pau pelo cuzinho também, putinho?

- Aiii sim tio...que delicia..- falava palavras desconexas

- Então tá decidido. Você é viadinho. E a partir de hoje é o viadinho do titio

Meu tio falou aquilo todo sacana e meu tesão foi a mil. Ele começou a bombar com força e eu fui chegando pra frente tentando fugir das estocadas

Tio Carlos montou em mim e foi socando igual um cavalo me arrancando gemidos. Sentia o pau dele ir no fundo do meu cuzinho, deixando meu cu no formato dele. Ele socou assim uns cinco minutos sem parar. Então me virou de frente pra ele

- Quero comer de frente vendo a cara de tesão da minha putinha – e falou levantando minhas pernas com as duas mãos e socando de uma vez

Nessa posição aproveitei pra ficar passando as mãos pelo peitoral do meu tio enquanto ele bombava meu cuzinho

- ahh tio, você é muito gostoso

- É putinho? Fala quem é seu macho

- Você

- Quem é seu macho porra? – meu tio falou socando com força como se tivesse com raiva.

- É você meu macho gostoso

Nossa que tesão era ser dominado por um macho alfa como meu tio... eu gemia gostoso sentindo as estocadas, meu tio começou a lamber meus pés, morder, parecia que ia deixar marca de tão tesudo que ele tava. O suor escorrendo pelo seu peito..o cheiro dele me inebriando

Não agüentei mais de tesão, segurei no meu pau e foi eu dar uma mexidinha que comecei a gozar o gozo mais gostoso que tinha tido na vida.

- Ahhh putinho, isso aperta meu pau com seu cuzinho. Goza tomando rola de macho no cu. Tá preparado pro terceiro teste?

- Sim, tio – falei super excitado ainda apesar de ter acabado de gozar

Meu tio tirou o pau do meu cuzinho e se posicionou na minha frente batendo uma punheta

- Agora vamos pro teste final. Vamos ver se você gosta de leite de macho. Abre a boca – meu tio falou aquilo não deixando possibilidade de recusa e é claro que eu não queria recusar..rs

Ele bateu um pouco me olhando cheio de tesão e eu olhando bem nos olhos dele com a língua pra fora, só esperando pra ter meu teste final.

De repente tio Carlos soltou um gemido grosso cheio de tesão e começou a espirrar vários jatos de porra direto na minha boca. Eu com a boca aberta ao máximo fui recebendo todo aquele leite até o último jato e ainda limpei o pau dele depois.

Tio Carlos caiu deitado do meu lado. Um riso de satisfação estampado no rosto.

- Nossa, nem lembro a última vez que tive uma foda tão gostosa

- Eu também adorei

- Adorou? Então vai ter muitas outras, a partir de você é meu putinho particular – tio Carlos falou olhando pra mim

Não tinha como resistir aquele homem

- Sim, tudo que vc quiser

- Delicia – tio Carlos falou me fazendo um cafuné – agora vamos tomar um banho e ir pra praia senão daqui a pouco sua tia e seus pais aparecem aqui pra ver o motivo da demora – meu tio falou sorrindo com a maior naturalidade

Os próximos quatro dias do feriado foram de muito sexo e sacanagem. Tio Carlos me colocava pra mamar ou me comia sempre que dava uma brechinha. Teve um dia que o sacana até entrou junto comigo no chuveiro com todo mundo em casa... mas isso fica pra outra história.

Comentários

27/12/2016 22:20:19
Excelente! Muito bem escrito e bem excitante!
20/10/2016 02:23:58
Delicia de tio kkkk
21/04/2016 16:47:20
Tesão de conto.
29/02/2016 21:03:03
Que delicia de conto, fique com um mega tesão, quero conhecer um titio desse, hummmmmmmmmmmm
29/02/2016 21:01:58
Que maravilhoso conto fiquei com muito tesão, ai um tio desse para mim, titio deliciosos.
28/02/2016 21:51:03
Que titio sortudo. Um sobrinho viadinho é tudo de bom.
09/02/2016 12:28:22
Muito bom
09/02/2016 01:18:08
que delicia de conto
08/02/2016 23:16:35
Muuuuuito bom, queria um tio desses!
08/02/2016 22:35:04
Muito excitante.
08/02/2016 21:09:59
EXCELENTE.
08/02/2016 19:56:40
Muito bom
08/02/2016 19:24:27
Massa!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erótico gêmeas trail irmã com o namoradosexoevangelicavergonhapai comendo.as filhascontos eroticos picantes camioneiros estuprando putas na estradaMulher auto e gosano gostosodeu para nao ser caguetada para o marido xvideosmuleke come buceta na cachoeira sem camisinha na matamadrasta brasileira faz vídeo dando a b******** para o enterro de sua filhinha junto em casaela cagou no meu pau conto eroticocontos erótico com subriaaxo que minha mulher pulou a cerca pra fazer analreymer ,eroticopeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesaoTeste de felisidade aparesendo opinto e a pererecameu amante haitiano tem pau muito grosso e gostosomulher bebada foi tamar banho e acordou ebgatada pelo cuincesto servindo cafe da manha com camisolinha transparenteencoxei lidar evangélicaos cara chegaram passando a mao na gostosa depois fuderam ela porno a.focaGTA comendo na rua mostrando a bundinha calcinha vestidos aindaxxvidio em quadrinho mulher de primo caderante muito safadacasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetasou casada e dei o cu para outro homema bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabopai cheira a cueca do filho com gozovideos de pornodoido levou anovinha pr fode demadrugadacontos eroticos menininha malcriada levando pica como castigomulher de corno trepando com peaozada no alojamentooq a bliblia adiverte sobre sexso analxisvidio amadores de auguen metendo a forçacomo você gosta de dar o cú ao trasex devagazinho bem gostoso ou no arranca tudo vidiopopa.da.bundagozaporno contos cunhado novinhomaiza e carolzinha trepanocontoseroticos/mulherdopastorbundas que mexem em cima do caralhoxsvidio puta de rufazendo a filha chorar de dor sexo anal tv insentobaixando GTA tomando banho no banheiro tocando siririca eu não aguentei e ajudei ela comendo elaconto erotico com nora puta e gostosabonecas enchendo o cu da mariconaxvidios vidios homem goza no cu da puta e ela comtinua chupando ate ele goza dinoboasistir sexo completo brutal chupadas na bucetas uiiiiiiBusca por contos de marido traindocontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei elecontoseróticospublicadosemminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexosexo oral e vavinal com a quelas danadinhasmulhereres evanjelicas peludas porno caseicontos eroticos de gravidez de gemeas com gravidezainnn amor sexoex cunhado cacetudonovinhas das bundás gandê xvdeoscontos de sexo com meu pai metiii vaii issoxvidio confusão em família pai gosou dentro da bucetafilha a reda causilha e pai empura rolacontos eroticoscuzinho sem pregasBaix porno emprensando na paredefilho dopou sua mae e fudeu ela dormindo cantos eroticocontos/perdi o cabaco muito tardeContos eroticos de travesti pauzudo estuprando meninosbuceta de evangelica arrombada na igrejaminha mae pedio pra depilar minha xaninha i acabamos nos chupando filme brasileirovideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhoxvidios outros purai favoritosf***** pelos peões da obra contos eróticos gaysistorias mulheres estrupadas no cu virgem pau grande elas quase morreucontos primeiro menage rolou ate dpsobrinha contoalexandres putos poa de calcinhavideo porno denovinha enfrento pau grandeestupro chupando grelo grande até ferirboquete da minha prima no meio da lavourra de cafe pornoasmeniasnovinhas.nuafodie cusao da minha irma incesto brasil cem camisinha porno100 foto chupando seiocontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornoxvedeo conto erotico a forca no onibus