Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Marido tentou, tentou e conseguiu !!

Autor: Marido
Categoria: Grupal
Data: 09/02/2016 23:51:11
Nota 10.00
Ler comentários (16) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Somos casados a bastante tempo entre namoro, noivado e casamento passamos aproximadamente 25 anos juntos.

Casamos jovens e por isso mesmo ela sempre comentou em tom de brincadeira que era “virgem de um pau só”.

Antes de mim já tinha transado com outros, mas segundo ela: “transas rápidas, “roubadas” ... sem poder curtir, observar e saborear o momento”. Por exemplo, seu gostoso boquete, só foi experimentado por mim.

Ela é uma mulher muito interessante com um pouco mais de 40 anos.

Ela é branca tem 1,58 60 kg tem seios bem durinhos, não são grandes mas incrivelmente empinadinhos e durinhos. Ela é toda pequeninha, estilo mignom

Há algum tempo nasceu o desejo de vê-la transando com outro, pois sinto muito prazer vendo ela se deliciando durante nossas transas. Ela fica linda nestes momentos, pois nada mais lindo do que uma mulher que demonstra gostar “da coisa” e que sabe como fazer !

Além disso, eu e ela e acho que muitas pessoas alimentam a fantasia de uma transa a três, e conversando chegamos a conclusão que poderíamos realizar esta fantasia juntos se a terceira pessoas fosse um homem.

Nossas transas ? Sempre nos demos muito bem na cama e gostamos de muitas brincadeiras, com acessórios, locais diferentes, experimentar coisas e sensações novas. Chegamos a conclusão que as vezes que transamos nestes 25 anos em que ela não tenha gozado não enchem uma mão ...

Conversamos muito sobre todos assuntos e sobre sexo não é diferente. Esta fantasia, do sexo a três, também é um tema recorrente em nossas conversas e chegamos a conclusão que para nós o mais provável seria um outro homem ou um casal onde acontecesse uma troca, por que o SWING entre casais, pelo que percebemos, normalmente envolve alguma atividade entra as mulheres, o que não atrai ela nem um pouquinho.

Há algum tempo uma destas conversas nos levou a uma casa de Swing, foi uma noite muito excitante, observamos muito, derrubamos muitos mitos, transamos só nos dois em algumas cabines, mas não rolou nada com os outros frequentadores do local. Ficou a experiência, a noite deliciosa e a vontade de um dia voltar.

No inicio deste ano (2016), durante uma viagem de férias voltamos a uma destas conversas. Incentivado por uma reportagem que lemos sobre os estágios do corno.

Falamos sobre os critérios de escolha e possibilidades de como poderia acontecer, mas sempre parecia apenas uma fantasia, quase uma utopia, algo muito distante de acontecer.

Ela sempre achou a fantasia interessante, mas sempre colocou condições sobre quem seria a pessoas escolhida. Teria que ser alguém especial e que aconteça de forma natural, que houvesse atração. Não queria envolvimento sentimental, mas também não queria se sentir apenas um buraco onde o escolhido “metesse”.

Carinho é algo importante uma vez que ela não gosta de puxões, tapas ou xingamentos, ou seja o ideal seria alguém conhecido em quem pudesse confiar, se sentir desejada. Mas ao mesmo tempo, com uma pessoa conhecida sentiria vergonha.

Havia também a insegurança, acho que natural das mulheres, em não ser especialmente atraente. Foi neste ponto que decidimos postar algumas fotos mais ousadas em alguns sites e blogs especializados em Menage, Cuckold e assuntos relacionados, para que ela se certificasse de que os homens elogiariam sua forma e que desejariam muito estar com ela, coisa da qual eu tinha absoluta certeza.

Pois ela se animou e providencio a sessão de fotos fiquei responsável pelos cliques e depois pelas publicações criação de um email para receber os retornos ([email protected])

O resultado surpreendeu a ela, mas não a mim, muitos cliques, comentários e contatos em um email que criamos para isso.

Um destes chamou nossa atenção pela educação, por não ser direto e chulo na linguagem e até belo bom português. Mais jovem do que nós com 29 anos e da mesma cidade. Há principio ela temeu pela juventude dele, pois prefere homens mais maduros.

Nos email ele disse ser do tipo carinhoso,que caso ela aceitasse, iria tratá-la muito bem, acariciando-a e beijando-a pelo corpo todo. Que adorava fazer sexo oral (que ela adora). Ele disse que tinha experiência com outros casais e sugeriu um encontro para nos conhecermos.

Alertamos ele que, mesmo que marcássemos um encontro para nos conhecermos existia uma grande possibilidade de nada rolar. Ele indicou que não havia problema algum, que a intenção primeiramente era nos conhecer para conversar e quem sabe, poderia acontecer algo mais ou não, sem forçar nada, até porque todos teriam que se sentir bem e confortáveis.

Ele nos deixou seu Whats, passei o numero para ela e sugeri que ela adicionasse o contato e chamasse ele para uma conversa. Após uma rápida conversa ela criou um grupo para que eu acompanhasse a conversa entre eles, Era quinta feira, tivemos uma conversa franca neste grupo, sobre preferências, desejos, fantasias, etc falamos sobre posições preferidas, expectativas e trocamos algumas fotos, rolou muita sintonia e ela ficou extremamente a vontade e bem excitada. As promessas dele de muitos beijos na boca e muitos arretos sem duvida foi allgo que contou muitos pontos a favor dele, pois isso é que mais interessava a ela, não tanto o sexo propriamente dito. E ele demonstrava nas conversas muito desejo no sexo propriamente dito mas também, ou talvez mais de beija-la, em sentir sua boca, seu gosto, enfim ele conseguiu seduzi-la,

Ela sempre é bem molhadinha, mas neste dia quando encerramos a conversa e fomos namorar me espantei ao toca-la, estava encharcada!

No outro dia (sexta) a conversa evolui-o e decidimos marcar um encontro em um bar para conhecer o pretendente. Agendamos para o sábado, não queríamos deixar a coisa esfriar, e também não pretendíamos ficar enrolando por muito tempo. Como a afinidade parecia grande decidimos que se fosse para acontecer seria essa a oportunidade. Em uma demonstração da forma como estava encarando o encontro os dois no Whats escolhiam o Motel antes mesmo de escolher o Bar onde seria o ponto de encontro. Brinquei com eles dizendo que estavam muito animados ...

Nas conversas entre nós dois acertávamos as expectativas e acordávamos o que aceitaríamos ou não. E nos espantamos coma velocidade que as coisas aconteceram, mas estávamos decididos e resolvidos a levar adiante.

O sábado foi um dia de grande expectativa e preparativos. Descansamos muito pela manhã curtindo a piscina. Ela queria reforçar as marquinhas de sol, pois segundo ela mesmo disse estava disposta a ir até o final, e só não rolaria a fantasia se algo desse muito errado, pois estava disposta a viver esta fantasia. Que estava saindo para ir até o fim! Até o Motel, pois a ideia era viver a ocasião.

Portanto queríamos estar descansados, e ela queria estar linda, pois se sentir desejada era importante para ela. A tarde saímos as compras para comprar roupas novas para a ocasião e especialmente lingeries especiais para o nosso novo amigo.

O inicio da noite foi de preparativos, banho, depilação, rimos muito quando ela pediu minha ajuda para raspar sua bucetinha. Olhei para ela e disse que era uma ocasião diferente estar preparando a buceta da minha mulher para que outro comesse!

Ela ficou linda! Como sempre! Mas naquela noite estava radiante, parecia que a natureza a colocava como dominadora da situação. Estava especialmente atraente, sensual e muito animada. Partimos para o Bar ao encontro do nosso novo amigo.

Sabíamos que as vezes a fantasia é muito boa mas a realidade apresenta algumas dificuldades, ela poderia ficar tímida, poderia eu ficar constrangido .. ou quem sabe nosso acompanhante enfrenta-se algum destas dificuldades.

Chegamos no bar tentando não parecer um casal, para que com a chegada dele ela pudesse ficar bem a vontade. Aguardamos alguns minutos e em seguida ele chegou, a conversa foi fluindo de forma natural e bem animada e fomos nos conhecendo conversando sobre futilidades e coisas da vida. Eu prestava muita atenção aos gestos delas pois havíamos combinado um sinal para aprovação do amigo. E caso ela não gostasse faria um origami em formato de sapo que costuma fazer com os guardanapos nos bares. Mas a conversa fluía e o sinal não surgia ... em determinado momento ela brincava com o guardanapo na mão e percebeu que eu prestava atenção, sorriu e se livrou rapidamente do guardanapo.

Inventei uma vontade de ir ao banheiro para deixa-los a sós e para que a conversa se tornar-se mais íntima, me demorei mais que o normal para dar-lhes o tempo necessário, quando voltei sorriam animadamente. Ela estava especialmente espirituosa e de bom humor, em determinado momento da conversa ele citou ser bombeiro civil ao que ela prontamente “largou”: “Viu amor ele é especialista em apagar fogo!”

Poucos instantes depois ela sugeriu que jogássemos sinuca, foi esperta precisou de ajuda possibilitando que ele abraçasse pegasse sua mão, enfim aproximação. Em dado momento quando utilizou o taco de aproximação para marcar seu primeiro ponto mostrou mais uma vez seu bom humor e picardia e sorrindo sentenciou: “viram como vou bem com dois tacos!!”

Mas uma vez forcei uma ida ao banheiro dando nova oportunidade ao casal. Quando voltei ela discretamente me contou que havia rolado um selinho e que haviam conversado sobre o próximo passo e decidido que ambos queriam levar a fantasia adiante.

Foi a vez dele ir ao banheiro e aproveitamos para conversar, rir um pouco e acertar que viveríamos essa aventura.

No dia seguinte ela me contou que outros homens no Bar haviam lançado olhares e gestos para ela (mordendo os lábios), provando o quanto ela estava sensual e atraente naquela noite.

Na volta do banheiro convidamos para irmos e nos dirigimos ao caixa e em seguida ao carro dele, rumamos para o Motel escolhido no dia anterior. Chegando lá me ofereci para fechar a garagem deixando com que o casal entrasse antes ficando alguns instantes a só, ela tinha receio que a minha presença a intimidasse. Assim que entramos no quarto eles foram conhecer o ambiente onde ficava a Hidro e ali ela se entregou ao primeiro beijo, pude de longe observar ela beijando e acariciando outro homem, ele tirando a camisa os corpos se tocando e a mão dela tocando e acariciando o volume sobre as calças dele. Em seguida a mão dele entrando por baixo da saia e tocando ela. Ficaram alguns instantes curtindo este momento, com muitos beijos toques e arretos, como ele havia prometido. Eu a distancia observava já excitado.

Voltaram ao ambiente “principal” onde ficava a cama, ela parou na minha frente sorriu e me deu um demorado e sensual beijo na boca.

Tentamos alguns ajustes de luz e som com pouco sucesso e com um pouco de demora. Ele estava sentando a beira da cama tentando fazer a musica funcionar ela em pé ao lado dele eu do outro lado da cama. Ela então falou para deixar aqueles ajustes de lado e voltar ao que interessava, levantando ele e voltando aos beijos na boca dele. Ela estava completamente entregue e muito a vontade, beijava a boca dele com desejo e esfregava seu corpo no dele com aquele jeito gostoso que eu conheço bem. Ainda assim, para deixa-los mais uma vez a vontade foi minha vez de ir ao ambiente da banheira deixando o casal criar sua intimidade.

Quando voltei os beijos, esfregação e arretos prosseguiam. Decide que era minha vez de entrar em cena, me aproximei e enquanto eles se beijavam passei a beijar sua nuca e seu pescoço, pude sentir sua respiração ficando mais pesada e ofegante. Percorria seu corpo com as mãos e ele também seios, costas. Ela virou a cabeça e me beijou enquanto ele beijava o pescoço dela, ela alternava entre as duas bocas. Toquei ela por baixo da saia e senti a calcinha, nova completamente encharcada, como já disse ela é sempre muito olhada, mas sinceramente aquela calcinha estava mais encharcada do que nunca, muito molhada mesmo para os padrões dela.

Ela então voltou seu corpo para mim dedicando maior atenção aos beijos em minha boca, enquanto ele se dedicava aos beijos no seu pescoço e nuca. Mantendo ela muito excitada. Em seguida ela tornou a se voltar para ele, aproveitei então me abaixei e fui cuidadosamente tirando os sapatos dos seus pés, em seguida baixei sua saia e levantando tirei sua blusa e soltei seu sutiã, entregando o corpo dela ao seu novo amante. Fiquei mais um tempo ali participando das caricias e em seguida os deixei novamente, Ele se livrou das calças e os dois foram para a cama onde continuaram as caricias, eu observava minha mulher entregue e a vontade nos braços de outro homem e aquilo me excitava muito. Ele tirou a calcinha dela (depois ela comentaria comigo, brincando que ele nem viu a calcinha que havia sido comprada especialmente para ele), as caricias prosseguiram e ele foi beijando os seios dela acariciando sua buceta e descendo com sua boca na direção dela... começou a chupa-la como eu já disse ela adora isso, vi seu corpo relaxando e se ajeitando para receber a boca dele. Deitei ao lado dela e fiquei beijando sua boca, pescoço e seios, percebendo sua respiração ofegante. Ela então inverteu nossos papéis puxando ele em direção a sua boca e empurrando minha cabeça em direção aquela bucetinha quente, inchadinha e molhada. De lá pude observar ele se livrando da cueca, se ajoelhando ao seu lado e para meu delírio pude ver ela envolvendo o pau dele com seus lábios, chupando, engolindo cada pedaço de um pau que não era o meu, pude ouvir o gemido dele ao sentir o calor daquela boca que sabe fazer um boquete de muita qualidade. Eu continuava chupando ela e podia ver ele se movimentando e fodendo a boca dela, como ela tanto gosta. Me afastei um pouco novamente para que ela pudesse se concentrar e dar a ele atenção total ao carinho que fazia naquele novo pau o primeiro diferente do meu. E também para que eu pudesse observar aquela cena nova.

Em seguida ele procurou um preservativo, sugerindo que ela se posicionasse de quatro, posição que ela também tem preferência (qual que ela não gosta?). Pude então vela de quatro e pela primeira vez outro homem penetrando sua buceta, pude ouvir seu gemido quando outro pau invadiu aquela buceta apertadinha e ao lado da cama ouvir seus gemidos enquanto ele bombava, entrando e saindo. Ouvia ele gemendo e dizendo que ela era muito gostosa dizendo que estava uma delicia. Me posicionei em frente dela colocando meu pau a sua disposição, ela abocanhava ele e me chupava ao ritmo das metidas que nosso amigo dava em sua buceta gemendo em meu pau, pude ouvi-la gemer dizendo “ que delicia”. E assim não pude aguentar de tanto tesão e gozei pela primeira vez. Fui ao banheiro me limpar e deixei eles curtindo, na voltei sentei a distancia para deixar ela curtir seu novo pau e foi delicioso ouvi-la incentivando ele, pedindo : “mete! Assim Mete !” ou pouco depois: “Fode Assim Fode !” Meu pau não desceu, mesmo depois de gozar a cena era tão excitante que a ereção se mantinha. Ela sugeriu que fizessem “de frentinha” puxando ele para um papai-e-mamãe. Assim ele pode voltar a carga dos beijos, eles se beijavam muito entre gemidos, sussurros e metidas constantes, ele entrava e saia dela mantendo o ritmo e em seguida alternando com estocadas mais fortes e profundas,Ela ergueu um pouco as pernas facilitando a penetração e puxando ele com suas mãos pelas nádegas para mais dentro dela. Ambos estavam completamente entregues ao momento ela sugeriu depois de alguns minutos uma nova troca de posição ficando totalmente deitada de bruços. Ela abre as pernas para receber o caralho e em seguida inverte as posições fechando as pernas e prendendo o pau dentro da sua buceta, o homem então fica com suas pernas por fora das dela penetrando e ela com controle total com as pernas fechadas recebendo as estocadas e fazendo movimentos de apertar e soltar o pau com sua buceta, como se mordesse o pau com ela. Além de poder receber beijos em sua nuca e pescoço que adora. Difícil aguentar essas “mordidinhas no pau”, sei bem! Pude então ver nosso novo amigo aumentando os movimentos, as duas respirações ficando mais ofegantes e pela primeira vez vi um homem gozando dentro da buceta dela! Momento delicioso.

Fui ao encontro dela na cama e passamos a nos beijar muito, ele foi ao banheiro e em seguida voltou deitando-se ao lado dela. Voltou então a alternar beijos em nossas bocas, nos revezando em seus seios. A imagem no espelho correspondia as fantasias: minha esposa deitada nua entre dois corpos másculos nus. Ela punhetava meu pau, enquanto beijava a boca dele. Fui afastando meu corpo ficando na posição de 90 graus em relação a ela, coloquei meu preservativo e comecei a penetra-la. Enquanto ela gemia e beijava a boca de nosso novo amigo. Não podia deixar de pensar que fodia a buceta que acabava de ser fudida por outro e isso me excitava, além de vê-la ofegante pelas minhas estocadas beijando outra boca, gemendo de prazer e beijando outra boca, completamente a vontade e entregue as delicias que o momento proporcionava. Linda e atraente como sempre fica quando esta fudendo! Assim gozei pela segunda vez. Voltamos a ficar deitados lado a lado os três com o corpo dela entre nós trocando caricias e beijos e a deliciosa excitante cena do espelho no teto voltou a se repetir. Voltamos aos beijos intensos e caricias, ela então direcionou minha cabeça e direção aquela bucetinha que tanto conheço, e me dediquei a chupa-la para lhe dar o prêmio que merecia, lambia o clitóris inchadinho e pulsante enquanto ela se contorcia gemendo e beijando a boca dele. Assim ela gozou !

Depois disso fomos relaxar na banheira, os três, conversamos rimos, brincamos por um tempo Depois voltamos para a cama retomamos as caricias, beijos, toques a excitação voltou fiquei de pé na cama enquanto ela fazia uma das suas especialidades, um delicioso boquete, de joelhos na cama fodia meu pau com aqueles lábios quentes e aquela boca deliciosa, enquanto nosso amigo acariciava suas costas, beijava sua nuca. Ela mamava deliciosamente meu cacete e aproveitava para fazer uma coisa que adora roçava sua deliciosa bundinha no pau do nosso amigo, só para provocar. Então foi minha vez de posiciona-la de quatro e socar gostoso vendo ela gemer abafado com outro pau em sua boca ... imaginava ali entrando e saindo daquela buceta a cena que vi antes quando ela me chupava sendo fudida por ele do boquete ao ritmo das estocadas e socava mais forte para que a cada estocada o pau dele entrasse mais em sua boca, ouvia os gemidos dela abafados pelo pau dele, ficamos assim por alguns minutos até que gozei pela terceira vez. Fui ao banheiro, tomei uma ducha e quando voltei ela continuava chupando ele deitada entre as pernas dele. Em seguida ela estava deitou sobre o corpo dele, esfregando sua bucetinha quente no pau dele, esfregava todo seu corpo no dele e trocavam muitos beijos. As caricias foram diminuindo de intensidade e olhando o relógio verificamos que a noite estava acabando passavam das quatro horas. Chegamos ao acordo que era a hora de partirmos. No caminho, ele nos deixou em casa, ela foi sentada ao lado dele na frente e eu atrás, Em uma das sinaleiras ela deu um beijo carinhoso no rosto dele como agradecendo a cumplicidade e ao chegarmos na portaria eles se despediram com mais um (dos muitos) deliciosos e molhados beijos na boca, ele apertou minha mão e subimos... chegando em casa tomamos um banho, comentamos o sucesso de nossa aventura e deitados na cama voltei a acariciar aquela bucetinha que tinha sido de outro, em seguida voltei a chupa-la até ela novamente encharcar minha boca com seu gozo, dizendo : “chupa meu corninho! Chupa ! Que eu estou gozando !”

Nos dias seguintes voltamos as mensagens com ele que não poupou elogios ao desempenho dela, a buceta, ao delicioso boquete aos beijos . E principalmente, para felicidade dela, muitos elogios a forma do corpo dela que conforme ele mesmo disse nem de longe representa estar próximo dos quarenta ...

Quem sabe se encontrarmos alguém tão especial quanto este amigo poderemos repetir a dose, os anúncios estão colocados, quem sabe ?

Quem sabe realizamos a outra fantasia dela que é de “conhecer “ um negro !

[email protected]

Comentários

13/02/2017 01:19:18
Relato maravilhoso. Só tem a dimensão de um menage quem já o praticou. As mulheres, inicialmente, acham que não é algo gostoso e sadio, mas quando os praticam entendem que é a melhor de todas as arventuras
31/10/2016 07:45:03
Que delicia de aventura, estou com 55 e minha esposa Dani com 48, mas não aparenta, estou quase convencendo a leva-la numa casa de swing aqui proxima no Rio
15/05/2016 03:04:36
Somos do Rio e aguardamos contato com homens de mais de 40 anos, bom nível e experientes.
15/05/2016 02:59:30
Isso é tudo o que eu quero fazer com minha mulher...
20/03/2016 09:52:34
Excitante demais, visitem nosso blog http://contosparaleradois.wordpress.com/, um novo conceito em contos para casais.
18/02/2016 18:46:44
Excelente conto, minha esposa tem um amante que ela sai com ele mais meu sonho e ver ela dando para ele ou outro mais ela ñ que só me conta como foi queria muito ver ela dando para outro na minha frente só ver já tava bom
17/02/2016 01:20:34
Uhum quero fuder sua mulher também cara como faço ? Tenho 22 anos sou do RJ meu zap ou meu email [email protected]
13/02/2016 23:19:13
Parabéns!! Lindo e excitante relato. Rico em detalhes. Nota 10. Também temos relatos de nossas aventuras postados aqui no site e ficaríamos honrados se nos brindassem com suas impressões sobre nossas experiências. Bjs e abç - Cesar e Jaqueline
12/02/2016 21:40:47
Quando o casal de comun acordo aceita não ha nada demais, gostamos do relato
11/02/2016 08:43:19
Adorei.Riqueza de detalhes.Sua mulher deve ser uma [email protected]
11/02/2016 08:41:55
10/02/2016 03:23:20
Muito bom!! Intenso, explícito e Excitante.
10/02/2016 03:12:24
Muito bom, se tivessem feito uma DP ficaria completo.
10/02/2016 02:37:09
Demaiss...
10/02/2016 00:35:21
Nossa marido assim é raro kkkkkkk
10/02/2016 00:27:26
Opaaa... sera que pode ser um neguinho baixinho e muito carinhoso. rsrsrs...Otimoo relato, rico em detalhes e perfeito nas descriçao. É sempre bom realizar fantasias e ter cumplicidade. Otima leitura q vc nos propprcionou nota maxima para seu conto. Parabens... Leia o meu tambem.. Abraçosss

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Contos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheiracuzao da tia vim nao aquentei mobile pornxexoc calcinhas brancas mulheres bucetudasbaixar xvideo de aluna ta secando minha bucetacontoseroticos/nicoleavelin/autorabaixar video porno louca paixaoestorei a travesti safada contoContos Eróticos. Dona Veranovinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricacontos eroticos vania minha meia irma 2duas irmas abdo buceta oara o irmaocontos eroticos com viuvas ricas e sedutorascontos erótico evangélica novinhafoi ajudar a irma estudar e pediu o cu como pagamentoapaixonado pelo hetero cap 4ex cunhado cacetudocontos eroticos com policial civil experienteapaixonado por um hetero gustavinhocontos gay Mandou eu esperar vestido de putinhamundobicha ver tres brasileiros novinhos se cumendo em casaraocontos eroticos paniquete disse que o diretor fodia sua bundachupando o cassetao do viado gay dos peitaoComi meu tio macho virgem no motel contos com fotosx vdeos novinhas mostrando busetinhacdzinha virei empregadinha de um senhorvídeos de sexo de contos na sacristiaconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resistisogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhavideo de padrasto tentando resistir a enteada sentando no colo delecontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosvideos porno fodendo mae emprensadavanessinha casada e putinha/quadrinhostio seu pau nãovai caber na minha buceacontos eróticos cantada na rua não resisti e traíporno do padre fudeno casada comfusaContos erotico pastora ungindo cucontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticoscontos eroricos lesbicos de lactofiliacasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaencoxou a mae na camapai a morosa w filha adorada porno doidocontos eróticos putas da ruaconto erotico descobri que o marido de minha irma e honosexual acabei comendo ele e minha gostosa irmaMulher adulta. Criando pentelho. Na bucetamulher chupa priquito de amiga sa empreme vou gosacontos eróticos técnica de enfermagem pegando carona com colegacontos gay uma viagem inesquecível para o novinhoconto erotico nora carenti fudendo cm sogro pirocudoum homem totlmente nucontos de sexo depilando a sograconto de filha bando de biquine e acabou dando a bucetaCANTOS EROTICOS DE ZELADOR PIROCUDO COM MORADORA DO CONDOMINIOcasa dos contos eroticos Alê12sobrinha contocontos eróticos de esposinha branquinha fazendo Dp interracial com vibradorpicudod/contosjovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videosgozou na bunda da irma lavano loucaFutibol dos Heteros ? OU Nao ? cap 28x vidio comtos eroticos flaguei minha irmã avócontos erotico chantagiei e depilei minha sogramullheres fodem tarado apulso como vingancadei pro técnico pornooi sou casada bati o carro do meu marido pra ele nao sabe levei na oficina mais nao tinha dinheiro contos eroticoscontos eroticos gay dormindo com o tioO Ativão do Morro 2 - Casa dos Contosxvidioxx fudeu a mae contos eróticos roçando meu cacetao por cima fa bucetinha da irmanzinhaate quanto centimetros poso colocar no meu cucontos eróticos primeiras experiências com siriricavinha perdendo a virgindade