Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

O funcionário da fábrica do meu estágio me comeu - Parte 2

Já fazia um tempo desde que eu tinha ido até a casa do Bode e lá ele havia me dominado completamente. Foi uma foda incrível e que eu tenho certeza que nunca vou me esquecer. Eu continuava na fábrica como estagiário, e o Bode volta e meia vinha fazer alguma gracinha comigo, pegar no meu pé, mas acho que ser arrogante é um comportamento natural pra ele. Quando estávamos sozinhos no vestiário ele adorava passar a mão na minha bunda e dizia que era o "meu macho". Aquilo, confesso, me enchia de tesão, e muitas vezes tive que ir no banheiro só pra bater punheta depois de momentos como esse. Não tinhámos repetido a experiência, porque a namorada dele estava saindo pro trabalho no mesmo horário que ele, e por isso não tinha como ficarmos a sós em sua casa novamente.

- E aí, princesa... - O Bode entrou no vestiário quando eu me trocava pra ir embora.

- Oi, haha... - Eu o cumprimentei meio sem jeito.

- Não quer dar uma passadinha lá em casa antes do trampo amanhã? - Ele me perguntou.

- Mas e a tua namorada, ela não vai tá em casa? - Eu pedi, já sabendo suas verdadeiras intenções.

- Não... Ela foi demitida, e agora vai passar uns dias na casa da mãe chorar pra velha.

- Que foda... - Soltei tentando parecer sentido pela demissão, mas no fundo queria mesmo que a namorada dele ficasse longe o maior tempo possível.

- Pois é... Agora eu vou ficar sozinho em casa um tempão... - Ele falou se aproximando de mim - E tu sabe né... Alguém vai ter que dar um trato no meu amigo...

Ele segurou a minha mão com força e a levou até o seu pau, me encarando, agarrei aquele volume com vontade, sentindo o seu membro avantajado em minhas mãos, meu coração acelerou.

- Amanhã e-eu vou... - Eu disse me atrapalhando, delirando de tesão.

- Então te espero então... - Ele disse soltando minha mão, demorou um tempo até que eu soltasse seu pau.

- A-até amanhã então... - Eu disse saindo do vestiário.

Na manhã seguinte peguei o ônibus para a cidade vizinha animado, o Bode tinha me convidado para eu passar na casa dele novamente antes de irmos para a fábrica. No caminho eu fiquei lembrando daquela foda que pra mim foi inesquecível, e aposto que pra ele também foi, acho que ele fez comigo tudo o que não tem coragem de fazer com a namorada.

Desembarquei do ônibus e fui caminhando até a casa do Bode, era uma manhã nublada e o sol nem tinha nascido direito. Só de abrir o portão já comecei a sentir um tesão da porra, só de lembrar daquela vez.

Toquei a campainha, uns instantes depois ele atendeu, estava só de cueca, como da última vez.

- Entra aí! - Ele disse, me encarando e abrindo passagem. Entrei na sala e ele fechou a porta imediatamente. Ficou me encarando com seu jeito marrento, a vontade de fuder nos seus olhos, era daqueles que morria de tesão em comer um cu, e na falta de mulher disposta a fazer o serviço, comeria o cu de um gay mesmo, e era por isso que eu estava ali.

Ele se sentou na poltrona todo marr, colocou as mãos atrás da cabeça e me apressou

- Tá esperando o quê?

Me ajoelhei no meio das pernas dele, abaixei sua cueca e comecei a chupá-lo.

- Isso, chupa a pica do teu macho... - Ele gemia - Chupa... Assim, bem gostoso...

Eu chupava o seu pau gulosamente, saboreando cada centímetro daquela pica na minha boca, tentando proporcionar o máximo de prazer àquele macho, que me tinha concedido a honra de me deixar chupar o seu pau.

- Mas é um viadinho mesmo... - Ele me encarava com desdém - Mama o pau do teu macho, mama!

Era muito tesudo ver como ele ficava mais sacana e agressivo conforme ele se aproximava do clímax. Ele segurou minha nuca e começou a controlar os movimentos de vai e vem, como se eu fosse seu brinquedo sexual. Ele queria mostrar quem era o macho no controle.

- Assim minha putinha... - Ele dizia em tom de aprovação, gostando do trabalho que eu estava fazendo - Você devia colocar no currículo: "Bom chupador de rola." - Ele falou com desdém.

- Tá gostando? - Parei de chupá-lo para perguntar.

- Gosto mais quando você fica quietinho! - Ele disse, empurrando minha cabeça para o seu pau novamente, voltei a chupá-lo - Bem melhor... Não abra essa boca se não for pra chupar o meu pau... - Ele deu um tapa na minha cara, não forte, só para mostrar que estava ali para me colocar no lugar.

Continuei chupando, obedientemente, estava ali para dar prazer àquele macho, como um brinquedo sexual.

- Porra... Que boquinha, hein... - Ele elogiou - Já tô quase gozando...

Ele tirou minha boca do pau dele e começou a punhetar, dava pra ver que ele estava no ápice do tesão.

- Vou gozar! - Ele anunciou punhetando o pau freneticamente, me pegou pela nuca e me me levou até o seu pau, abri a boca - Se prepara viado, vai tomar leite paterno... VOU GOZAR! Aaah! AAAAAH!! - Ele esguichou os primeiros jatos de porra na minha língua, imediatamente abocanhei o seu pau e fiz ele gozar tudo dentro da minha boca - Aguenta tudo viadinho... Aaah! Porra!! - Senti o gosto amargo do seu sêmen, que chegou a escorrer para fora. Engoli tudo o que estava na minha boca, e comecei a lamber o que tinha escorrido no pau do Bode, eu não poderia desperdiçar uma gota daquele precioso líquido. Ele estava ofegante, em êxtase.

- Bom trabalho putinha... - Elogiou.

Ele se levantou, colocou a cueca e foi até a cozinha. Tomamos café juntos. Ele era um cara legal, apesar de tudo. Acho que ele sentia que por eu ser estagiário, eu tinha alguns privilégios na empresa, e ele por ser empregado, tinha que fazer o trabalho duro, talvez por isso ele achasse que deveria me ensinar uma lição, ele queria me transformar em sua putinha, e confesso que eu estava adorando aquilo.

- Agora eu vou comer o seu cu. - Ele disse sem cerimônia.

- Eu vou pro seu quarto? - Perguntei.

- Não, eu vou te comer em cima da mesa - Ele disse em tom irônico - PORRA! É claro que é pra você ir pro quarto... Caralho...

Fui até o quarto e tirei a roupa, deitei de barriga na cama e esperei ele vir, ele pegou o lubrificante e pasou na minha bunda.

- Não vai colocar a camisinha? - Pedi.

- Camisinha por quê viado? Tá com medo de engravidar? - Ele deu um tapa na minha bunda.

Ele começou a empurrar o seu pau dentro do meu cu, a sensação foi maravilhosa. Ele começou a enrigecer o pau dentro do meu cu, e aquilo me enchia de tesão. Ele começou a bombar.

- Toma viado! Toma!

O Bode gostava de me maltratar enquanto em fodia, ele gostava quando eu gemia, e confesso que o seu jeito bruto me enchia de tesão. Ele colocou todo o seu peso em cima de mim, e segurou o meu peito como se fosse um par de tetas.

- Porra... Esse teu cuzinho é melhor que qualquer buceta que eu já comi... - Ele disse.

- Esse cu é todo seu...

- É meu é? Quero arrebentar então!

- Me arrebenta!

- Toma! - Ele dizia, metendo seu pau freneticamente no meu cu - Toma, sua puta!

- Me arromba, vai... - Eu gemia.

- Tá gostando né viadinho?

- Tô...

- Gosta de levar rola?

- Gosto... - Eu respondia, deixando aquele macho me usar e abusar da maneira que quisesse.

- Isso aí, tem que gostar... Se é minha putinha tem que gostar...

- É muito grande... - Eu gemia, falando do tamanho do seu pau.

- É grande mas vai ter que aguentar... - Ele metia com força só para me ver gemer.

- Aaai... Mais devagar...

- Sinto muito viado, mas você pediu por isso... Agora aguenta viado! - Ele disse metendo com mais força - Não brinque com fogo se não quiser sair queimado.

Ele socava o seu pau violentamente no meu cu, parecia um animal no cio, em um ritmo frenético, já sem se importar com o buraco que estava metendo.

- Vai gozar? - Eu perguntei.

- Sim viado... Eu vou gozar dentro!

Ele continou socando com força, aumento o ritmo, estava se aproximand do clímax.

- Eu vou gozar! - Sua respiração estava ofegante - Aguenta sua puta!! AAAAAAAH!! - Ele me segurou com força, urrando de prazer enquanto ejaculava dentro de mim - AAAAAAAAH!! POORRA!! - Senti o esperma quente dentro de mim. Eu havia me tornado sua puta. Ele tirou o pau lentamente de dentro do meu cu e deu um tapa na minha bunda.

- Isso aí minha putinha... - Ele disse dando um sorriso. Se levantou e foi pro banheiro.

Me virei e comecei a punhetar, gozei imediatamente, com meu cu ainda um pouco dolorido. Doeu um pouco mas valeu a pena.

Eu havia me tornado a putinha do Bode, e aquilo me enchia de tesão.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/10/2016 00:48:06
Excelente
31/03/2016 21:40:06
É mesmo Rodrigo não há melhor do que dar o cu ao seu macho dominador e fazer de putinha sempre que le pede....nota 10
19/03/2016 12:55:59
aledria de um viadinho é dar ao macho o maximo na foda.vibrei demais
19/03/2016 01:45:44
Muito bom!
18/03/2016 21:39:50
Nossa crlh esse homem não existe continua
18/03/2016 18:32:04
adoro a dominação do bode




Online porn video at mobile phone


contos esfolei o anus da mamae bebadanovinhos erotizando de fio dental atoladomorri de pornô com a Gretchen chupando uma pista de um homem no vídeo pornôporno tira tira do cu auiiiiiiwww.brincandodaquilo.com vídeos pornoesgichada de gala da bucetacontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramConto erotico fui enrabada por 5machos a forçaXvideos barulhos q a chochota fas na hora do sexoporno namorada nao gue da cu mai eu votetamarido embebeda a esposaeu e meu esposo somos crentes e ele pediu para eu dar o cu para outro,contosContos eróticos de incesto soníferomulhepega outrana ponbadois gatoto tarado xvidioAssiti pono meu pai mim comer e meu irmao tb eróticowww.negao metie na velha porno.comx videos mulheres sendo chapuletadaxvidios mulheres fundeno na ginástica lesbica estuprada pelos cachorros do vizinho conto eroticoContos eroticos com donas de casa que foi arrombada pelo cunhado pirocudocontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudaa empregada sai do banheiro nua para encabular ou encabular o dono da casavideo eróticospapai me ensinando tudosou tarado rasgo cu zapvideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fioconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resistipegou a mulher do corno apertada e quando entrego tava so u buraco video porno cornodespidida de solteiro e muito sexoEu e minha prima no motel eu disse que eu nao ia meter meu pau na sua buceta virgem mais eu meti meu pau na sua buceta virgem eu disse pra ela agora sua buceta nao e mais virgem conto eroticoirma com tesão no quarto do irmão1minuto xvideossexocazeiro onibomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosesposa novinha timida gostosa e o sogro roludo contos eroticosContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaoveterinaria zoofilia conto eroticopassei o pau na bunda da minha mae e ela pediu pra eu comer elaConto uma vida incestuosa PT2.2mulher ameaçando cagar com o pau no cu videos pornoPAU SO NAS CUNHADAS COCOTINHAS GRITANDOconto erotico mae no ciobrincando escanchada contos pornoprensada no colchão pornvidiopono tia bota pra chupaquero ver um vídeo de mulher transando com cachorro engatado usado berrando muito gayconto erotico descobri que o marido de minha irma e honosexual acabei comendo ele e minha gostosa irmajoelma da buceta enchada da o cu pro amigo do seu filho porno doida mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetaxivideo homem cumendo veaseduzida por um estranho contos pornoestorei a travesti safada contoSo grafida sendo encochada no trem xvideo comnovinha xeia de pintas na bct na siriricacontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasencoxadamulhercrenteboa foda nos adoramos nos amarContos eroticos gay o engraxatemulher transando com convidado do marido por baixo da mesaporno muler de roupa transparente mostando a calcinhaxvcontos eroticos varios homens arrombaram meu cucontos eroticos de jovem transando menstruadas com o professorporno e escondim uma camera e vim a putarinhaxsvideo relatos com fotos e filmes tio taradao de 30cm de rola arrombando subrinha safadacontos nao resisti vi a buçeta da minha mae bebadamiguel tesudohotmail muletodapraticante de zoofiliamae/chupa pica do filho e engasga pelo narizvidios d senhora com corpo gostoso e seios parados e arebitadosgts de fio dentau mostrando ha bucetinha na webicontos incesto mae gtscontos eroticos entre jovens irmaos gemeoscontos de incesto filho arma um sequestro pra mae rabudameninos irmaos gay gostosos sarados pelados batendo punheta na cam e na escolaencoxada bem arroxadacondo o marido sai potrabalho pornoXVídeos pornô brasileiro sogra ameaçando genro para transar com ele filha escuta todos os diasleitinho do titio contos inocentesmamilos da minha mae contos eroticosconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexoseja ativo dia 27 estarei vídeo pornô adoro que você vai vir te dariamulher e obrigada a ser penetrada por gancho pornodoidocontos eróticos encesto mae de 35 anos fodendo com seu jovem filho e gozando muitox vde porno rebolando de calca no pinto duro orovirando a buceta do averso com pauzao monstroso bucetudas chorando quando a pica entroumulher encapetada sexocontos gay Mandou eu esperar vestido de putinhasexres grates com filhas e mae trepando o paeboa foda nos adoramos nos amarporno tira tira do cu auiiiiiipono vinha.neguinhaencoxando rabuda no trem casa dos contosmínha avô chupou minha xotavideo olhei peludo no banho deu vontade de chupardoce nanda parte cinco contos eroticos