Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

1) Meu Sobrinho: quero dar Colo mas ele quer me Comer

Um conto erótico de Divina Maquina
Categoria: Heterossexual
Data: 19/03/2016 06:53:57
Nota 9.93

Somos duas irmãs e um irmão.

A minha irmã é casada com um descendente de alemão, e foi morar no Rio Grande do Sul. Teve dois filhos, hoje rapazes, o mais velho casou com uma gaúcha linda, fui ao casamento. Na ocasião o mais novo Rui estava namorando um bela loira, mas ele me deu atenção devida. Formou-se em engenheiro eletricista, e fez especialização de Curso Avançado de Práticas Sustentável, na Alemanha.

Quando concluiu a especialização uma empresa de São Paulo o chamou para fazer parte do seu quadro como gestor de elaborador de " Projetos Sustentáveis," ele aceitou e deu liberdade de escolha para morar fora da capital, porém numa cidade da região da Grande São Paulo. Ele escolheu minha cidade, que é pequena, próxima da capital, mas com qualidade de vida boa e quase tranquila.

A empresa valoriza seus colaboradores uma delas é a destinação de verba auxiliar para moradia e um carro popular. Ele pediu a minha ajuda para ver um lugar de preço bom. Um futuro colega sugeriu dividirem o apto onde ele já morava, fui ver, mandei fotos e tudo certo.

Sua mãe veio antes dele para arrumar o quarto e comprar coisas pessoais dele. Nos deslocamos até São Paulo e providenciamos tudo.

No dia da sua chegada, fomos busca-lo no Aeroporto de Guarulhos, e os deixei no seu apto. Muita coisa para acertar com a mãe. O apto é um lugar bom para um rapaz solteiro, fui pra casa.

Fiquei pensando como ele ficou bonito, um homem de 25 anos, alto, traços de mistura de raça, pele clara, olhos esverdeado, cabelos negros e os lábios carnudos. Ele herdou traços europeu e da mistura brasileira da nossa família.

Sou mulata clara de cabelos crespos ondulados, estatura média, 42 anos, com bunda grande, seios fartos e cintura fina. Sei que atraio os olhares de homens, mas ando cansada de aventuras. Faço dança numa academia próxima, porque gosto e para manter o corpão. Aos sábados à tarde gosto de massagens corporal para amenizar gorduras localizadas.

Voltei a pensei na vida e me lembrei que somos colegas pois sou engenheira civil, sócia de uma pequena Empresa de Construção e Reformas. Me lembrei dos projetos respirei, e fui trabalhar.

Passaram uns 10 dias, viajei a trabalho e fui num Congresso e quando voltei, minha irmã já tinha ido embora. Ela me recomendou que cuidasse dele, mas entendo que é no caso de alguma necessidade.

Certa noite ele me ligou numa quarta-feira, dizendo que tenho deixado ele só. Marcamos de tomar um café na quinta numa rua de balada de jovens e outros que gostam da noite.

Nos encontramos lá, pois fica próximo da casa dele. Fui do trabalho direto, com a cara de cansaço. Tomamos café e chocolate quente com sanduíches de frios. Batemos longo papo e no meio da conversa a namorada liga, eles conversam pouco e assim que desligou disse:

- Sabe tia, meu namoro está difícil por conta dos ciúmes dela, e a falta de conversas e motivações de nossas profissão. Ela é fisioterapeuta eu não entendo nada de saude.

Falei:

- Tenha calma, se gosta dará tudo certo veja meu caso, não encontro ninguém apesar de que a nossa área ser muito do campo masculino,

- Mas, quero alguem que me complete, entretanto os homens não querem compromisso.

Ele disse:

- Se eu fosse seu namorado iria gostar de ter compromisso. Uma mulher inteligente, competente e linda.

Sorri e disse:

- Opinião de sobrinho muito querido não vale.

Continuei:

- Ocorre que não sou mais jovenzinha, e nunca tenho tempo pois a sociedade da Empresa me absorve muito.

- Olhe como estou destruida de cansaço.

Ele disse:

- Nossa, então vamos cara colega, aliás vou chama-la de Lania.

Fui leva-lo em casa, foi de táxi com medo do estacionamento pois o carro é da empresa.

Chega à sexta-feira, dei graças a Deus por um final de semana e uma folga.

No sábado, logo cedo fui na feira livre comprar frutas. Depois fui numa piscina perto de casa, que é restrito para quem paga mensalidade.

Voltei, tomei banho e almocei. No início da tarde fui ao Salão de Beleza, fazer unhas, escovar os cabelos e a massagem. Voltei ótima. Fiquei vendo um filmes da TV a cabo. Tomei uma sopa e continue vendo filmes. Mais ou menos às 20 horas ele me ligou.

Perguntou se estava descansada, disse que sim, então me convidou para ir ao cinema, aceitei. Tomei banho, vesti uma calça de malha colada cor de cenoura uma blusa mais solta, branca. Sandália na cor nude. Usei um batom alaranjado um traço de lápis preto nos olhos e uma base leve.

Fui busca-lo na sua casa, e fomos assisti um filme de ação policial. Quando terminou, fomos jantar num restaurante italiano.

Mas o prato foi a conversa agradável sobre nossa área, as novas tecnologias e o caminho da construção na ótica da sustentabilidade.

Ele disse:

- Gosto de conversar com você, nos entendemos muito bem.

- Aliás, já lhe disseram quem está linda.

Sorri e disse:

- Ninguém.

Falou:

- Então, estão cegos. Você é uma mulher muito desejável e ótima companhia.

- Podemos nos ver amanhã.

Não pude recusar e aceitei. O levei em casa e segui.

Acordei às 8:00 horas com ele na porta. Fui abrir de baby doll, ele me desnudou, senti constrangimento, ele entrou e eu fiu à suite, tomei banho coloquei um short branco e uma camiseta azul e sandália rasteira.

Esquentei a água e tomamos café sem pressa. Pensamos onde ir e decidimos por uma cidade balneária. Separei algumas coisas de comida, roupas e fomos.

No carro ele falou:

- Interessante não te vejo como tia, aliás desde o casamento de Arthur que te sinto diferente. Agora mesmo com essa roupa está muito sensual, com a pele dourada do bronze. Senti o mundo girar e logo me refiz.

Disse:

- Ainda bem que é meu sobrinho.

Ele fala:

- E dai, não deixa de ser mulher e me provocar desejos. Te amaria sem medo.

Gelei e disse:

- Estamos chegando, vai gostar da cidade.

Procuramos o local da fonte de água e descemos. Me segurou pela mão, como namorados e andamos juntos, com ousadia me enlaçou pela cintura. Estava frágil e nada fiz. Assumiu uma postura de namorado, alisando meu cabelo e apertando minha cintura e braços.

Durante o almoço falei que não ser correta nossa atitude, ele contra argumentava.

Propôs:

- Lania estamos no século XIX portanto nada é tão ofensivo e de pecado. Se acontecer não será forçado se você não quiser.

Continuou:

- Me deixe sentir um pouco essa inquietação, esse desejo de sua pele e cheiro.

Eu não disse nada, e resolvemos voltar.

No carro segurou meu rosto e me beijou de leve. Estremecci, ele sentiu e beijou com língua não resisti e me entreguei, ele afagou os seios deixei, e apertou. Me desvencilhei dele liguei o carro e vinhemos.

Para melhor o clima, falei das oportunidades de São Paulo e ele só concordando. Chegamos na cidade e ele disse que teria que ir ate minha casa pois deixou um documento lá.

Deixei o carro na porta e entramos. Dentro de casa e abraçou e me beijou de leve, e depois fortemente, apertou minha cintura e segurou. Desceu o rosto e foi para os seios pois estava de camiseta. Por cima do soutean cheirou e com a boca puxou um deles pelo mamilo e não me opus. Chupou suave e ofeguei e ele de olhos fechados desabotuou meu soutean tirou pelos bracos e chupou com desejo mamou mamou.

Disse.

- Há muito que sonho com isso, me fartar nos seus seios, lhe proprocinar momentos de prazer com carinho.

Continuou:

- Seios fartos, grandes, queimadinhos, pontudos, uma delícia.

E voltou a chupar gulosamente um e apertava o outro... sugava me deixando exitada cada vez mais. Me olhou com as "pedras verdes" eu queria sim aquele homem novo e sobrinho.

Ele tirou a blusa e me colocou na mesa e chupou todo... mamou nos bicos ... lambeu a teta toda... e mordicou os bicões e .... gozei.

Comecou a abrir o short, tive um alerta do bom senso e desci rápido e peguei a blusa vesti.

Disse:

- O que vou dizer a seus pais?

- Não perdi o juizo.

- Agora vá.

Ele nada falou e saiu.

CONTINUA ...

Essa paixão se consuma de forma avassaladora...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/04/2017 08:31:12
continuaaa...
12/09/2016 12:13:28
Vanessa " gata coroa libertina", os gaúchos são um caso particular na minha vida. O sobrinho foi uma delícia de pecado, não resisti ao cerco e caí na cilada do destino. Meu atual é gaúcho e mais novo, umas mãos imensas que pega sem dó, deixando marcas... amo de paixão. Bom trabalho amor, logo mais nos veremos.
11/09/2016 22:28:18
¨O que é que a mãe dele, se souber vai pensar?¨. Essa é a ideia aterrorizante que passa em nossa cabeça ao viver tal situação. Que a fez vestir a blusa e afastá-lo. Vivi situação quase parecida ao hospedar um sobrinho. Porém, não há como resistir. Nota máxima até aqui. Beijos da Vanessa.
23/08/2016 12:49:39
Tesão seu conto, porém por ser em partes corta o clima. Curto incesto, gosto mãe e filho, tia e sobrinho, exatamente como o seu. Procuro um casal que tenha a mesma fantasia para imaginarmos ser uma família incestuosa.
22/08/2016 06:20:20
Val divina Lady, não é uma situação confortável, mas as vezes acontece, a proximidade, o convivio e o desejo de adolescente se estendendo para a fase adulta pode transbordar para o erótico com gosto de romance. Ele é um doce, um gaúcho bem do meu gosto. Boa semana garota vou ao trabalho daqui a pouco
21/08/2016 08:52:49
Adorando ler suas histórias. Este também promete ser um show. No passado eu era bem preconceituosa quanto a incesto, infidelidade, etc.etc. Com o passar dos anos aprendi que sexo é prazer. Os tabus são idiotices criadas sei lá com quais intenções. Artigos de revistas e mesmo contos aqui serviram para abrir minha mente. Hoje posso me excitar sem culpas. Como neste relato envolvente, imaginando as situações vividas por uma mulher madura e o jovem sobrinho sedutor. Bjs, Val.
18/08/2016 09:30:31
De pau na mão Elca...
11/08/2016 20:12:29
Mallu a essa altura ja sabes que rolou tudinho... inesquecível...
10/08/2016 08:54:17
Conto delicioso, amiga. Por coincidência, sei como é estar nessa situação. O tabu de sexo em família, a preocupação do que a mãe do sobrinho irá pensar. Mas, porque não? O rapaz precisa tanto. E nós temos tanto para dar. Com tantos meios anticoncepcionais, não há nada demais. Com certeza virá momentos bem excitantes na continuação. Nota máxima por enquanto.
04/08/2016 15:50:27
Relendo esse conto vejo que muito leitores comentaram, obrigada e leiam os outros.
16/04/2016 20:26:33
Goostosa d
30/03/2016 01:27:21
Libera pra ele.
28/03/2016 14:08:59
Ola, quero criar um grupo da CDC no WhatsApp quem tiver afim de participar do msm fala comigo no WPP
26/03/2016 19:58:36
Leitores queridos, obrigada vocês me estimulam a escrever mais. Beijos
20/03/2016 11:42:32
Bom como os do boiadeiro e a patroa safada!!
2F
19/03/2016 18:42:37
Vai ser feliz!!!
19/03/2016 18:42:25
Oi Divina Máquina!! Venho te acompanhando. Li os teus contos com o boiadeiro. Já estava louco pela tua descrição pelo teus peitos fartos. Lendo o conto esse olhei a autora e vi que era a mesma, porém mencionou que és mulata. Fiquei mais louco. Parabéns pelos contos. Se quiseres me privilegiar com uma foto sua, fico muito agradecido. Sou gaúcho também. Beijos minha GOSTOSA.
19/03/2016 10:05:31
Continua logo
19/03/2016 08:37:48
Que conto ótimo, ansioso pela.continuação!
19/03/2016 08:27:42
Século XIX? Qual é mesmo a idade de vocês agora? Sem cortar o clima, essa é mesmo uma história excitante. Desejei você.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos titias putas sobrinhos roludoscontos erótico com subriaenteada flagra transa de adoria participarfestas na casa de amigos e depois de tanta bebidas um porno com muita violênciafiumeporno minisaia encoxadaNegao esculachando com moleque gostosodona cely eo caseiro tom contos eróticoscasa dos contos eroticos Alê12torei um garotinho virgemcontos eroticos de mullheres que aman barbeariacomi minha cadelaconto coroa bunda gigante sodomizadaamigo do meu maridinho tinha uma rolonatrabalhadora chote curto pornosarra novinha da b***** bem bonitinha pornônegao pausudo enfoorca a novinha enquanto fode elaContos de primeira transa virgem detalhadamenteconto eróticos de minha namorada deixa sua calcinha xeia de sebo na pia do banheirofiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosGisele bundchen mostrando sua buceta inchadamulher dançando de vestido curto que pode aparecer a b***** dela pelada cuidar de abaixar vídeo pegadinha baixarXVídeos pornô mãe f****** com filho dos filhos f****** com mulher ingratafudi ela e o namorado delacontos eroticos padrastro levantou minha saiaContos com fotos velhos fudedores chupadoresMeu Padrasto parte-01 Autor Alex - Casa Dos Contoscontos eroticos diaristacuiadia de xortiu d dormi d regatajumento racudo comendo xota da mulher zoofiliagarotocabelos grandes blusa pretafilme casal insurportavel pornodoidoconto cu entaladocomendo o cuzinho com um guspinhoum uisque depois de um cigarro pornopai mamou minha rola sexocontovidioporno casa sensacaoContos eroticos com donas de casa que foi arrombada pelo cunhado pirocudocontos gay me apaixonei pelo meu cunhado novinho hetero que me humilhavaapaixonado por um hetero cap 15encoxando sem querer na minha enteada nas ferias vídeos pornô flagrasexo minha mulher me dando minha sogra de presentecontos mulher de amigo short coladoconto puta cacete rola xota trepada chupar cachorrasubrinha olhando seu tiu nusexocazeiro onibomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoscontos erotico sobrinho pausudo so de sungagarotocabelos grandes blusa pretajege tarado arromba tua dona apaixonado vidio pornoContos incesto dei pro meu pai eu era novinha convenciarreando a calcinha pro clacudo gozarvideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçachantagiei a colega de trabalho e comi ela contosefaç de pornesposa da cu sangra e estremece porno caseirocontos corno grupalcontos erotico coroacasado comendo onovinhocazal maduros mamado jutos uma picaxoxotas em perigo cabaçomulher crente dando o cu pra dois pedreiro pauzudoporno casada nao agreto oprimo domaridoxvedeo as 20 mehores gozadavideo fazendo dp pra sartisfaze o maridomasturbando na cama serrando com travesseiro pornodoidofui abusado quando era adolecente, nao saou gay, mas me ecxito com porno gayentrou gosada chanafilha pega mae fodeno com 40cm de rolaVideos de sexo brasileiro Eloisa de osasco da o cuzinho gritandomithlee pron vidotexto de mulher quatro mulheres e quatro mulheres se for do mundo assim podendo em uma chupando o pau da ou julgamos o xiri da outraporno clAsSico primeira vez de um moleque