Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Colega de trabalho virou minha putinha

Autor: Holmes
Categoria: Heterossexual
Data: 03/04/2016 11:14:34
Nota 10.00

Oi galera, esse é meu primeiro conto aqui e espero que gostem dos relatos que narrarei nesse e nos próximos contos. Meu nome é Pedro, tenho 28 anos, sou baixinho 1,65m, moreno claro, não sou lá essa coisa atraente, mas compenso com uma boa lábia. Haha.

Bom, o que venho relatar aconteceu há uns 3 anos. Ela era a nova secretária do meu gerente. Eu já havia ficado com as outras secretárias que ocuparam a mesma cadeira que ela. Mas quando a vi foi bem diferente, um tesão louco tomou minha cabeça, ela com uma carinha de menina levada me fez, de cara, pensar muita safadeza.

Ela é uma mulher normal, nada de beleza chamativa demais, era bonita, com um corpo lindo, tipo falsa magra, pernas lindas e uma bunda muito bem desenhada. Eu não gosto de mulheres com aqueles corpões tipo panicat. E ela é do jeito que eu gosto.

Ela passou a ser um objeto de desejo para mim, todo dia era um tesão encontrar com ela. E eu botei em prática a ação, utilizando um chat interno comecei a puxar assunto como quem não quer nada (mas queria, e muito, rs).

Algumas semanas de conversa e descobri que ela tinha um relacionamento, vivia com um cara, mas como ela deu corda nas minhas conversas continuei, mas já demonstrando meu interesse nela.

Depois que ela viu meu interesse e meus olhares safados para cima dela, começou a ir trabalhar com vestidos bem gostosos, mostrando metade das coxas e um belo salto alto. Foi aí que fiquei louco nas pernas dela, lindas. Sempre que ia de vestido dava um sorriso safado quando me encontrava. As conversas foram esquentando, e os assuntos sempre eram safados. Começamos a falar sobre fantasias sexuais, posições, etc.

Comecei a oferecer carona para ela depois do trabalho e foi aí que tudo começou. A primeira vez foi uma sensação gostosa demais...um beijo gostoso e quente, parecia que não era beijada há muito tempo. Passava minha língua na boca dela bem devagar, ela gemia só me beijando. As minhas mãos bobas começaram e tentava acariciar o corpo dela por baixo da blusa, tentei desabotoar a blusa, mas ela não deixava, dizia que não estava preparada para isso e eu aceitei, apesar que eu já estava com o tesão a flor da pele. Deixei-a na aula e fui embora. Mas nesse dia continuamos nosso papo pelo whats, e nesse dia o papo foi muito quente. Ela me falava de como tinha ficado quando nos beijamos no carro, bucetinha molhada e com um tesão louco de ter dado para mim ali mesmo, no carro. Eu falava que já estava louco com o pau duro e já não aguentava mais, queria fuder gostoso com ela.

No outro dia, um sábado, ela me manda uma mensagem de bom dia (e que bom dia, rs), dizendo que estava louca para dar a buceta para mim. Que já não suportava mais ter que gozar toda noite pensando no meu pau duro na buceta dela. Ler aquilo foi quase um viagra, meu pau ganhou volume instantaneamente. Falei que se aprontasse que estava indo pegá-la agora. Ela se aprontou e me aguardou um quarteirão depois do condomínio dela. Levei-a para o motel no outro quarteirão, a sensação de estar perto da casa dela me deixava mais louco ainda.

Já na garagem do motel, o quarto estava em arrumação, ela veio meteu a por cima da minha bermuda sentindo e apertando meu pau. Gemia do mesmo jeito que quando nos beijamos. Não aguentou ficar só passando a mão, botou meu para fora da bermuda e caiu de boca. Ela estava louca, muito mais louca do que eu estava. Ela abocanhava com muita sede, lambia e sugava meu pau por inteiro até a base. Passava a língua ao do meu pau que já pulsava. Me deu um beijo gostoso com o gosto do meu pau na boca e falou no meu ouvido que estava louca para ser fudida, queria aquele pau na buceta molhada dela. Nessa hora pegou minha mão e botou dentro do short, nossa que delicia, a buceta estava ensopada, eu nem enfiei o dedo e minha mão toda melada com aquele meu delicioso. Tirei e passei na minha boca e na dela, nos beijamos com o gosto da buceta dela. Ela veio e me chupou mais, me chupou e pedia para gozar na boca dela, o que não demorou muito. Gozei muito na boca dela, ela tomou cuidado para que nada escorresse da boca dela, bebeu tudo. Estava com sede mesmo, lambeu meu pau e deixou limpinho.

O quarto foi liberado e quando entramos era minha hora de retribuir a chupada gostosa que ela me deu, e eu já estava louco para sentir aquela buceta super molhada. Entremos nos beijando, joguei ela na cama, arranquei seu short, deixei apenas de calcinha. Chupava por cima da calcinha de renda, o mel já ultrapassava a calcinha e eu lambia tudo, estava uma delícia. Fastei a calcinha para o lado e cai de boca naquela buceta gostosa e molhada, ela gritava de tesão, gemia alto, pedia mais, pedia mais língua na buceta. Eu chupava toda, passava a língua do cuzinho (que delícia de cuzinho) até em cima. O mel escorria e eu ficava passando a língua pra não perder nada daquele mel gostoso, até que ele se tremia toda e gritava que ia gozar. Que gozo gostoso, metia a língua fundo pra lamber tudo e não perder nada. Fui até a boca dela e dei um beijo muito gostoso com o gosto da buceta gozada.

Ela me pediu ainda gemendo “mete na minha buceta, mete vai”, “me fode”.

Botei a camisinha no pau, e fui pra cima dela. A primeira metida ela gemeu muito gostoso no meu ouvido. “Ai que gostoso, mete vai, mete nessa sua safada”. Não pensei duas vezes, metia muito, sem parar, metia forte e ela gemia muito sempre pedindo pau. Aquilo me deixava louco, adoro mulher que pede mais, que pede pra ser fudida.

Coloquei ela de 4, lambi novamente sua buceta e cuzinho (adoro chupar a buceta de 4). Meti gostoso na buceta, socando forte, pegando forte pela cintura, tinha virado minha putinha. Puxei ela para o chão, deitei e ela veio por cima sentando gostoso, botou os pés no chão, pegou pelas minhas mãos e foi sentando, ora sentava com força, ora bem devagar, eu olhava pra ela e dizia “vc agora é minha putinha, vai me dar essa buceta sempre que eu pedir”. Ela com o tesão louco só concordava e dizia que já era minha putinha.

Tirei meu pau e fui chupar novamente, mas com uma atenção exclusiva no cuzinho. Ela só sorriu e disse “bota devagar, faz muito tempo que não dou”. Então coloquei ela de ladinho, coloquei meu pau pra ela chupar enquanto pegava o gelzinho, ela deixou ele ponto de bala pra levar no cuzinho. Passei o gel e me posicionei atrás dela, fui tentando meter mas não conseguia, ela então pegou meu pau e foi metendo devagar. Quando senti a cabeça penetrar, fui socando devagar ouvindo ela gemer bem baixinho pedindo pra ir com carinho “mete devagar meu safado”. Fui socando até meu pau todo entrar no cuzinho quando foi se acostumando com a presença do meu pau no cuzinho, ficamos numa meteção gostosa fui socando cada vez mais forte e eu dizia “putinha tem que dar o rabinho, uma delícia o cuzinho da minha puta, apertado”. Ela só pedia mais, queria mais pau no cuzinho.

Mas pra comer um cuzinho de verdade tem q ser de 4 né, tem que montar. E eu queria muito meter nela assim, com o rabinho aberto pra mim. Coloquei-a de 4 e fui metendo gostoso, já estava facinho pra entrar, fui metendo gostoso. Ela pedia pra meter sem parar, com força. Enquanto isso massageava a bucetinha. Queria ser uma putinha mesmo. Um pedido desse é uma ordem. Fui sem pena do cuzinho, metia forte, puxava ela pelos cabelos, batia no rosto e chamava de putinha, entre uma estocada e outra ela gritou que ia gozar, se contraiu toda e enquanto gozada pedia “soca vai, soca nessa puta, me dar gala dentro do meu cuzinho”. Nossa aquilo pirava meu juízo, fui metendo forte até jorrar gala dentro daquele cuzinho, até a última gota. Eu tremia de tesão. Fiquei com o pau dentro do cuzinho até amolecer. Tirei, deitei ao lado dela e ficamos ali ofegantes um ao lado do outro, dei-lhe uma beijo gostoso e disse que queria minha putinha assim, safada sempre. Ela me olhou e disse “vc não perde por esperar” com um sorriso safado. Me levantou e tomamos um banho gostoso. Aquele dia foi muito gostoso, passamos a manhã no motel, gozamos mais algumas vezes. Foi apenas o começo de muitas histórias safadas nossas. Contarei todas aqui.

Bem galera...é isso, primeiro conto, espero que tenham gostado.

Quiserem falar comigo meu e-mail é [email protected]

Comentários

05/04/2016 13:02:00
Com certeza Guara, comer um cuzinho sem ser de quatro não dá. Me escreve para trocarmos uma ideia.
05/04/2016 03:06:46
Concordo com você Pedro. Anal sem ficar de quatro não é anal. Delícia de conto!
04/04/2016 02:47:49
Sensacional
03/04/2016 13:41:41
bom conto. Parabéns
03/04/2016 12:11:21
Muito bom conto, parabéns

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos estuprada pelo garividio porno de mulheris piquenas de 120 sentano ni rolas de 44 centimetrobucetas de gravidas bem inxadas escorrendo gozoContos eroticos gay o engraxatearombei minha mae contos eroticos pornovidioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerromulher sendo mastrubada no honibos pro um estranhoManda vídeo pornô das atrizes mais belas do pornô transando com cachorro engatado arrastando ele era luz clique desesperada chorandocomendo a sogra gostosa mttezaogay transando de songacontos minha tia nick 2pornor doido batendo poleta na varanda sexouma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaManda vídeo pornô das atrizes mais belas do pornô transando com cachorro engatado arrastando ele era luz clique desesperada chorandovideo porno papai leu a filha que estava de férias pro sitio e fudeo novinhaporno caseiro rasgando o cuzinho da safadinha e ela chorando de dor é uma dor insuportávelnovinha virgem tora a roupasmostrando s calcinhaContos erotico pastora ungindo cucuzinho+delicioso contoswww.mae nao aquento filho pausudo bocetaofilmes porno de diarista espiando patrao batendo punheta brasileira maior de idadecontofudi minha cunhadamulher d buceta pequena engastada c pau grandeCONtos minha mae de calça legue com a buceta repartida ao meioputaria. propria para coroa intesa safada gosmenta na mansaoContos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitocontos sobre chantagiei minha tia e q comiMACIEIRA SEXO PORNOpisão ei curra novomulher cagando enquanto dava a bucetaabaixar a musica so vei comigo vc n vai si arrebederContos d casada com cu arrombad por negroes traficantliloca faz ananl pa ter akele raboporno.com negao levanta a saia enfia até o saco enche de porrameu padrasto me comeu e minha mãe participoufotos de vestidos colados que acentue a bundaeu confesso marido examina minhas calcinhasvideo de homemmorde vaginaconto marido comeu meu cuhome estrupo cu diverdacontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornocontos meu primo safado me vizitouesposas pedem para estranhos tirar camizinha pra gozar bucetao delascontos de sexo depilando a sograCrentinhas cabacinhoshomem tem namorada ela ta dormindo. e a cama da irma é do lado irmao ataca a irma porno evito. melhor saitecontos eroticos arretando novinha na hora da janta na meaaforçando a enteada dar o priquito e o cu pro padrastoContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhaindo até ejacular até gozar gritando de tanto prazer XVídeos pornô pornô doido pornô iradowww.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.brela e nossapara foder contosa empregada sai do banheiro nua para encabular ou encabular o dono da casaContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludahomens de braços grandes e pau duromacho cheira pica homem ensebadacontos eróticos os melhores eu e minha esposa recebemos uma visita de um casal de idadevídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijacoroa novinha transando da put e da das tigresa da preguiça do pornô filme do Rio São PauloConto gay viagem Onibus leitopornodoido comendo aminha madrasta emcanto eladormirxota molhada escutando o barulho do tesaoRelato enrabada por um cavalo bem dotado zoofiliameu neto de 16 virgem contos eroticocontos erodicos de primos sendo extrupado pelo lekarregasado a buceta com muita velocidadejaponesa de Cubatão novinha porno com endereço telefonetrês machos rasgando o c* da n***** pedindo mais v**** dupla 300 e relaxada aberta chupando sem parar na boca v****marido segura as mao da esposa para o amante enfiar o braço na nuceta dela enquanto ela grita de dorbrincando escanchada contos pornopornopaumostroliteralmente engatada com dog