Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O Intruso

Categoria: Heterossexual
Data: 25/04/2016 11:06:28
Nota -
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Natalie chegava com sua Mercedes em seu condomínio fechado, já era tarde e ela estava chegando em casa cansada de mais um dia de trabalho.Ela trabalhava como âncora de um programa de TV local e tinha uma carreira ascendente, sua beleza e inteligência contribuíam para que fizesse nome no mercado.

Natalie vinha trabalhando duro para fazer nome, ela trabalhou longas horas e, como resultado, ela não tinha feito muitos

novos amigos na cidade. O burburinho em torno de sua chegada na cidade tinha solicitado alguns solteiros locais chamá-la

vários convites, sempre recusados por ela. Aos 28 anos, Natalie estava mais focada em sua carreira do que seus relacionamentos.Natalie era muito bonita mesmo, morena, alta, cabelo na altura dos ombros e extrema elegancia para se vestir, ternos e camisetas apertados que realçavam seios e bunda, pernas cobertas por meias 7/8 finíssimas ainda mais valorizadas pelos saltos finos que cobriam seu pés.Claro que todo esse conjunto era um algo mais para Natalie alcancar seus objetivos, afinal ela era desejada por onde passava.

Mas voltando aos fatos... Natalie desceu do carro e foi em direção ao seu apartamento, ela tirou as chaves, destrancou a

porta e entrou. No hall de entrada, ela saiu de seus saltos e tirou a jaqueta de seu terno sob medida e distraidamente

vagou pela sala de estar.Ao acender as luzes, ela teve a sensação de que algo em seu apartamento estava estranhamente fora do lugar. A porta de vidro que a leva para a varanda estava entreaberta, e a suave brisa da noite preguiçosamente ondulava as cortinas da sala de estar. Se ela tivesse esquecido de fechar as portas quando ela saiu para o trabalho? Ela não podia lembrar. Natalie se sentou no sofá, pegando o controle remoto e ligou a TV. Rapidamente folheando os canais

ela não encontrou nada do seu interesse, levantou-se, dirigindo-se para o quarto para trocar de roupa.

Quando ela entrou no quarto, ela notou que duas gavetas foram ligeiramente abertas, com algumas de suas roupas que derramaram sobre a face da gaveta que pareceu estranho, pensou. Natalie nunca teria saído para o trabalho com roupas penduradas. Por motivos que ela não entendeu muito bem, o sangue de Natalie de repente esfriou e algo estava errado aqui. tinha alguém invadido seu apartamento?

De repente, ela ouviu uma voz de baixo vindo de trás dela. "Não se vire e não grite ou eu vou explodir sua cabeça "

Ela começou a tremer incontrolavelmente de medo.Seu apartamento havia sido arrombado.

"Tudo bem, vire-se muito mas mantenha a boca fechada. "

Ela fez o que a voz tinha ordenado e ficou cara a cara com um homem apontando uma arma para a cabeça. Ele ficou na

porta de entrada para o banheiro, vestido com calças jeans e uma camiseta branca. Sua cabeça estava coberta por um lenço e ele tinha outra bandana amarrada em seu nariz e boca, obscurecendo o rosto. Tudo que Natalie podia ver do atirador foram seus penetrantes olhos azuis que espreitam para fora sobre uma obscuridade. Enquanto sua mente girava com a forma como ela deve reagir, Natalie percebeu que sua primeira tarefa seria uma forma para tirá-lo do edifício rapidamente.

"Eu tenho amigos a caminho daqui agora", ela mente. "Minha bolsa há dinheiro, basta levá-la e sair. "

"Eu vou embora quando achar que é a hora vadia", disse ele. "Você apenas ajoelha-se ali no chão e coloca as mãos sobre

topo de sua cabeça.

Natalie rapidamente cumpre o que o atirador pediu e neste instante ele começou a se mover rapidamente pelo quarto, a procura de objetos de valor no seu closet e vasculhando caixas de maquiagem, porta jóias. Ele andou até sua mesa de cabeceira ao lado sua cama e começou a puxar gavetas abertas. Meu Deus, não, Natalie pensou consigo mesma, por favor, não deixe-o olhar. Com uma mão, o atirador sacou uma gaveta e parou de olhar para o seu conteúdo. Em voz baixa, ele começou a rir de si mesmo. Então ele estendeu a mão e tirou duas cópias da revista Playgirl e um calendário com imagens de vários homens fortes vestidos de bombeiros.

Ele riu novamente. " Ele alcançou na gaveta e tirou uma forma fálica longa de um vibrador com uma corda presa. Ajoelhado no chão, Natalie podia sentir-se corar de vergonha e raiva.

Fazia meses desde que ela terminou com o namorado e ela tinha considerado recorrer a um vibrador uma forma razoável para lidar com período de seca transitória de sua vida sexual. Agora, este idiota estava rindo dela por isto.

Ele jogou o vibrador na cama e passou por ela mas ele estava à procura de algo para roubar. Ele continuou puxando gavetas abertas à procura de algo de valor. Ele abriu uma pequena gaveta na parte superior e pegou para ele. Natalie

fechou os olhos. O atirador estava achando a gaveta de lingerie dela e ela só podia imaginar qual seria sua reação.Sentia-se profundamente e pessoalmente violada, como se esse estranho com arma em punho estava olhando

os seus segredos.

Ele pegou um punhado de calcinha e jogou-os em cima da cama. Em seguida, colocou-os cuidadosamente para fora. Eas eram caras e dispostas em tons profundos de vermelho, azul e verde. Natalie sempre teve uma fraqueza por lingeries caras e agora ele estava colocando as mãos sujas em todas as suas coisas.

"Elas são todas tangas e fio dental", disse ele. "É disso que você gosta de vestir?"

"Olha, eu disse que há dinheiro na minha bolsa", disse ela.

"Pega lá e dá o fora daqui antes que meus amigos cheguem e encontre-o aqui. "

Ele fez ela levantar-se e levar até o dinheiro que se encontrava na sala. Ele viu a tv ligada e ironicamente, a TV estava sintonizada na estação na qual Natalie trabalha e uma foto dela brilhou momentaneamente na tela.

"Puta merda", disse ele. "Você é a cadela da TV, não é você? "Natalie não respondeu. Ela não tinha certeza se ser uma

personalidade da TV seria bom ou ruim para ela naquela situação. Ela só sabia que quanto mais rápido ele saísse de lá, melhor seria.

Ela caminhou de volta para o quarto com o invasor, ele disse a ela para ajoelhar-se novamente e ela respeitou. Suavemente, ele começou a brincar com as calcinhas dela deitado na cama. Vários pares ele levantou e examinou

de perto.

"Tudo o que vejo em sua gaveta são essas calcinhas maravilhosas", disse ele. Ela podia ver pelos seus olhos que ele estava sorrindo por baixo sua máscara. "Você vestindo fio dental como esses agora?"

Em silêncio, sua mente gritava "não". Este não era o lugar onde ela queria que isso fosse. Ele tinha o seu dinheiro, agora por que ele não podia simplesmente ir embora?

"Olha, eu sou uma repórter", disse Natalie. "Eu conheço um monte de policiais e eles não vão vê com bons olhos quem

invade minha casa. Vai ser ainda pior com quem me prejudica de alguma forma. Não me faça nenhum mau ou sua situação será ainda pior. Basta pegar o dinheiro e ir embora. "

"Levante-se", disse ele, ignorando tudo o que ela tinha acabado de dizer-lhe. "Vire-se e coloque as mãos na cama."

Lentamente, ela fez o que ele disse.

Natalie se sentiu tonta, sua mente girando fora de controle.Sentiu-lhe chegar por baixo com ambas as mãos e começar

levantar a barra da saia. Ele deslizou o tecido para cima até que ela podia sentir o ar fresco do quarto no seu traseiro exposto.

Ela se recusou a responder a sua pergunta anterior, mas rapidamente o intruso aprendeu que Natalie estava de fato

vestindo calcinha fio dental sob sua saia. Ela era preta de tecido bem fino e com leve transparência, quando ela se vestia ela se preocupou em vestir o sutiã combinando com a parte de baixo, o que foi percebido por ele.

"Sim, eu pensava assim", disse ele. Natalie podia sentir as mãos nos quadris quando ele se ajoelhou atrás dela. Elas eram

grandes e áspera. Ele puxou o lenço do rosto e ela podia sentir sua respiração quente contra a sua bunda e a parte de trás de suas pernas. Gentilmente, ele começou a beijá-la e ela podia sentir os pêlos do queixo. Ele enganchou seus dedos nas tiras em toda a seus quadris e rasgou sua calcinha que ficou em pedaços.

Ele começou a beijar seus lábios.Natalie sentiu uma injeção de adrenalina correndo pelo corpo, seu coração batendo acelerado e seu estômago começou a se agitar.

Enquanto isso, sua língua lentamente circulou em torno de sua buceta e ele gentilmente sondado entre os lábios. espalhando com as mãos, ele começou a lamber suavemente e mordiscar seu clitóris.

Natalie estremeceu. Sua pele ficou quente e ela sentiu uma transpiração na testa. Lentamente, quase imperceptivelmente, ela começou a sentir pequenas ondas de prazer através de seu abdômen. O aperto nos

músculos de seus braços e pernas começaram a relaxar e ela parou de tremer.

Sua mente começou a correr. O que está acontecendo comigo, ela perguntou-se. O que ela estava sentindo? Poderia ser que seu agressor estava na verdade, dando-lhe prazer? Não, ela pensou, isso é impossível. Ainda assim, ela podia sentir seu sangue fluir para seu corpo e ela sentiu os braços começarem a empurrar e seu corpo em movimentos como querendo empurrar a buceta em sua língua quente e úmida.

Natalie estava de frente para as lingeries e o vibrador na cama. Mais perto dela estavam as revistas Playgirls e o calendário com outras fotos.

Ela levantou a mão para cobrir o rosto e do fundo de sua garganta, ela se pegou respondendo com um baixo gemido gutural. Ela fica chocada e envergonhada e ela baixou a cabeça de vergonha. De repente, o intruso parou de lamber sua vagina.

"Você gosta disso?" ele sussurrou. "Você vai gostar ainda mais disso quando eu começar comer sua bucetinha? "

Natalie não respondeu, mas sentiu a umidade de sua saliva contra sua vulva. Deus, o que ela está fazendo? Como

isso pode estar acontecendo?

Alguém que tinha invadido sua casa e segurou uma arma na sua cabeça. E agora, ela estava agindo

como nada disso tinha acontecido, não fazia sentido para ela, mas, tanto quanto sua mente resistiu dando mas seu corpo reagia e só ansiava mais.

Natalie hesitou, então sua resistência quebrou, alimentado por desejo e sua necessidade desesperada de liberação sexual.

"Sim ... sim", ela assobiou. "Não pare, eu quero que você continue."

O intruso se levantou e se afastou dela. "OK, baby ", ele disse, rindo um pouco." Você tira a roupa, enquanto eu faço um telefonema. "

Natalie caiu de joelhos no tapete e deslizou sua saia ainda agrupados em torno de sua cintura. Ela se levantou lentamente, ainda vacilante e ela olhou para o intruso, vendo-o pela primeira vez com o rosto descoberto.

Ele era alto, ela adivinhou cerca de seis pés, com um queixo afiado, e com pouco de barba. Notou ainda mais agora sua musculatura, seu corpo bastante ondulado sob a sua t-shirt e calça jeans. Mas o que realmente a atingiu foi a sua

juventude, ele parecia ser bem jovem. Ele olhou para ela e a vista dos seus elétricos olhos azuis lhe deu arrepios.

Ele ligou o telefone rapidamente. "Cara", disse ele.

Sim, olha eu preciso que você venha aqui. Sim, você sabe aquele apartamento que nós sondamos semana passada? Eu entrei nele mais cedo esta noite. Sim, eu estou lá agora. Não, não, isso é legal. Cara, ouça, há uma cachorra deliciosa que vive aqui e ela está doidinha para transar muito hoje.Ouça, pegue Gary e venham para aqui agora.Você vai me agradecer quando você chegar aqui. OK."

Ele desligou o telefone. "Eu tenho alguns amigos mais próximos.Eles estão a caminho.

Envergonhada, Natalie simplesmente olhou para baixo e começou descompactar sua roupa.Ela cruzou os braços sobre o peito e ficou nua na frente ao desconhecido que tinha invadido seu apartamento apenas 30 minutos antes. Ela sentiu uma estranha combinação de excitação e vergonha.

Ele olhou para ela, pegou um dos conjuntos de lingerie na cama e lhe deu para vestir."Toma, veste isso! Era um conjunto de Espartilho, fio dental e meias 7/8 todos na cor vermelha.Lentamente ela foi vestindo aquela embalagem sexual e o deixando mais excitado, até que ficou pronta e de frente para ele,ele levantou o queixo, inclinando-se para beijá-la. Ela encontrou seu beijo com cautela, mas depois de alguns segundos, sua língua empurrou em sua boca e ela colocou os braços em volta do pescoço. Em momentos eles beijavam profundamente enquanto corria suas mãos sobre sua bunda. Ela deslizou as mãos pelas costas e enfiou-los dentro de sua calça jeans, agarrando punhados sensuais completos de seu bicho duro.

"Tudo bem, baby", ele sussurrou. "Me diga o que você quer."

Ela hesitou, em seguida, olhou para ele. "Faça amor comigo ", disse ela." Eu quero que você venha dentro de mim. "

Ele riu novamente. "Oh, não se preocupe, querida", ele disse. "Mas, primeiro, você tem algum trabalho lá em baixo para fazer." Ele colocou as mãos em seus ombros e empurrou Natalie no chão. Ajoelhado na frente dele, ela começou a

desatar o cinto.

Enquanto ela puxou os jeans e cueca sobre seus quadris em um movimento, ela abaixou a calça e seu pênis emergiu. Ele estava bem ereto e ela ficou chocada com sua enormidade. Longo e grosso, ela mal conseguia agarrá-lo com uma única mão.

Quando ela tocou seu pênis, ela sentiu sua carne quente, por poucos momentos ela gentilmente acariciou-o, em seguida, esfregou-o com sua bochecha. Ela começou a beijar e lamber a cabeça, em seguida, tomou conta de seu pênis com a boca.

Ela olhou para ele e viu-o sorrindo para ela, acariciando seu cabelo suavemente com a mão. Seu peito e abdômen estavam alinhados com a musculatura cortou drasticamente.Ele era bonito de uma forma selvagem, áspera e da pura masculinidade de seu desejo. Você está quente, ela pensou consigo mesma, e você sabe disso, não sabe?

"Por que você não se sentar na cama", disse ela, sorrindo. "Você pode não ser capaz de se levantar depois que eu tiver dentro de você. "Ele se afastou e sorriu de volta, sentado na cama. Ela claramente quis dar a ele prazer e ele foi mais do que dispostos a ter prazer dela.

Natalie enterrou o rosto em sua virilha, a cabeça balançando para cima e para baixo em seu pau agora totalmente ereto.

"Eu amo seu galo", ela assobiou. "É magnífico, é enorme. Eu só espero que minha buceta possa aguentar tudo isso. "

"Não se preocupe. Eu vou cuidar disso."

Ele era bonito, musculoso, masculino com o mais lindo pau que ela já tinha visto em sua vida. E ela sabia que para agradá-lo, ela seria forçada a fazer as coisas nesta noite que ela nunca tinha feito antes.

Ela sabia que seria tomada por este homem de maneiras que ela nunca tinha sido tomada antes, que ela provavelmente seria usada e fodida, nada mais disso importava para ela. Ela queria explorar um lado secreto que certamente chocaria todos que a conheciam. Ela sentiu-se liberta.

De repente, ela ouviu vozes da sala de estar.

"Ei Mike", "Você está aqui?"

"No quarto", ele gritou enquanto Natalie continuou a fazer amor com seu pênis. Ela nunca fez uma pausa enquanto os dois

estranhos entraram na sala.

"Estou muito atrasado para a festa?"

"Querida, eu quero que você diga Olá para os meus amigos."

"Olá." Eles já estavam começando a retirar a suas roupas, os outros eram jovens e musculosos também, seus galos

não eram tão grandes como o do invasor mas ele não parecia se importar.

Mike se levantou, pegando sua mão e levando Natalie a cama. Ele puxou o cobertor para trás e ela se deitou

de costas que se estende de forma sedutora, seu bichano úmido aberto e vulnerável a quem iria levá-la em primeiro lugar.

Mike se arrastou para a cama, e novamente rasgou sua calcinha, desta vez com os dentes e posicionando-se entre

suas pernas. Natalie agarrou seu pênis e posicionou-o na entrada do seu bichano.

"Você está pronto para mim, baby?" ele perguntou.

"Eu nunca estive mais pronto para ser fodida na minha vida."

Natalie engasgou quando o enorme pau de Mike entrou nela. Ele baixou o corpo em cima dela e começou a empurrar dentro e fora dela. Ela trouxe as pernas em torno dele e colocou seus pés em sua bunda, empurrando-o mais profundo

e mais profundo dentro dela.

"Oh, yess ...", ela assobiou. "Nunca ... n ... n ... não ...

nunca como esta b ... b ... antes. Sim, baby, me fode.

Foda-me, com força. Eu amo seu corpo ... eu amo o seu pau na minha xana!"

Ofegantes, gemendo como animais ele deu uma puxada para cima de quatro e começou a foder no estilo cachorrinho.

O rosto de Natalie estava contorcido com prazer, ele segurou uma das mãos atrás da cabeça e guiada a boca para seu pênis. Avidamente, ela começou sugando-o como Mike empurrou nela. O sabor de seu sêmen revelava em sua boca.

"Vamos," ela sussurrou, ofegante. "Goza na minha boca, eu quero te provar. "

Ele estremeceu e seu fluido quente jorrou em sua boca assim como uma onda de orgasmo rolou através do corpo dela. Seu corpo ficou tenso e ela escondeu o rosto nas roupas de cama, ela podia sentir seu pênis roçando a cabeça, esguichando o restante de sua ejaculação para seu cabelo e rosto.

Enquanto os amigos só olhavam e se masturbavam com as cenas, agora era o momento de participarem da brincadeira.Os três cada um tomou Natalie novamente ao longo da noite e foderam ela por várias horas e de todas as formas possíveis, rolou muita DP, enquanto ela pagava um boquete para o terceiro, assim ela revezava as posições e liberava todas suas fantasias escondidas.Natalie, transou por mais de 6 horas, com direito a banho e troca de lingerie, estas sempre terminavam destruídas.Por fim já eram mais de 3 horas da manhã e todos estavam exaustos.Natalie pegou no sono e só acordou ao ver os três se vestirem, rindo alto e fazendo comentários indecentes sobre a noite.

Quando eles começaram a sair do quarto, Natalie olhou para ver Mike antes de sair.

"Espere", disse ela. "Onde você vai?"

"Casa", disse ele.

Ela olhou para ele com curiosidade. "É isso?" ela perguntou.

"Você apenas fode e corre? Você tem que me dizer quem você é, diga-me como posso entrar em contato com você?

Vou ver você de novo?"

Ele olhou para ela e sorriu. "O que, você acha que encontrou o amor da sua vida? Você acha que tem um verdadeiro

relacionamento começado aqui? "

"Eu não sei", disse Natalie, sorrindo. "Eu só sei que caras que fodem como você não voltam frequentemente e

Eu não tenho certeza que estou pronto para deixar esse belo pau. "

"Então, senhorita da TV ", disse ele, esfregando lentamente sua virilha através de seu jeans. "O que você está disposta a fazer para obtê isso de novo? "

"Eita", ela riu. "Eu acho que não mostrei tudo esta noite, há muito a fazer para você. "

Mike se aproximou, de pé ao lado da cama. Natalie estava nua, ele estendeu a mão e segurou seu queixo na mão.

"Você está disposta a transar comigo sempre que eu quero?"

"Uh-huh."

"Você está disposta a chupar o meu pau sempre que eu disser para você?

Ela não hesitou. "Sim, eu vou fazer isso.

Quando você quiser."

Mike falou, tudo bem então!Eu volto mas vou chegar de surpresa!

Natalie, só falou para ele não demorar de aparecer, ela ficou deitada na cama, brincando com seu vibrador e já imaginando a volta de Mike.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


bocete nu travetiaContos eroticos cunhada cdzinhavideo cooelho mamano no homemm zoofiliasou puta e pratico zoofiliato cagando nessa pica gozandocafajeste chupando grelo grande avantajadoquadradinho erotico incesto COM HUMORcontos de crentes caretesFoto de pika pulhetando encoxada casa dos contoscontos eróticos menina dando o cuzinho vídeo safado mortalidadeContos eróticos teens contos gays neguinho do pinto grande me comeunegras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitorishttp://migre.me/w4IgEdando uma Coçadinha na língua do negão safado cachorrãovidios oque casadas safadas fasem de gostoso de supresa pro maridomelando buceta com salivaporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhocomo passar a pomada azulzinha na buçetaestrupei minha irma na cama do nossos paisEdgar um velho casado com uma gordinha de 24 anos metendo gostosoasistir videos porno brasileirocontos eróticos com tia e sobrinhocontoswww.eroticos na festacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosso cu fudidos de diaristasa gordinha morena kuduro dando para o negãotirei a virgindade da minha empregadawww.relato erotico mulher cazada gemeu na pica glande.com.brcontos eróticos menina dando o cuzinho vídeo safado mortalidadejuju fudedocontos porno padre gayminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.mete essa piroca noeu cu mim arba porno doidocontos eroticos dando o cuzinhi e a boceta pro molekis da vizinhancaContos eriticos .como virei escrava do vizinhonegaocontos a punheteira do papaiconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhasexo gay preparar novinhos a perder o cabacosafadezas com meu cunhadinhoforcada a foder com roluda pelo marido contoconto minha hisoria dupla penetacao com janete e betocontos eróticos o tio com minha namoradaXVídeos mulher dormindo XVídeos mulher dormindo caindo no fornocontos eróticos da esposa anda na casa de quatro como cadelatirando o cebinho da cetinha com a linguacontos eroticos patricinha é humilhada e estuprada por grupo de amigosComo se escreve “ manda video porno ” em inglesvideo porno com Malumandecasada só engole a porra do amante e nunca do marido traindo porno vídeoConto na fazenda maninha viu meu pau moleCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.07contos de sexo depilada na praiaContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebasquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasesfregando no busao quando ela descuidou entrou na xanaPapai goza na minha boquinhacontos coroa implorando por uma picameu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videoContos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitoxv novinha brinca com cachorro e fica agarrda na picahomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhoas coroa que fumo um maço de cigarro pornômeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticostitio safadão mim encoxou dormindo contos gayanythingcontos gay virei menina sissysogro casa dos.contoshomens chupando gksbuceta de evangelica arrombada na igrejaBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAContos eróticos entre marido e mulher que se reconciliarampapai me tirou o cabaçohomenzão da porra xvideo gaycontos erticos luferlactofilia porno em sao carlos sptranquei o quarto comi minha irmã 1minuto xvideos