Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Como ajudei meu tio a me fazer sua mulher

Um conto erótico de Paula
Categoria: Homossexual
Data: 13/06/2016 17:05:31
Nota 10.00

Como ajudei meu tio a me fazer sua mulher

Assim que me formei em administração fui convidado por meu tio Ricardo, irmão mais novo de mamãe, a trabalhar em sua construtora na parte administrativa da mesma, sou homem de 1,70 alt. 85 quilos, moreno claro, simpático, bem apessoado, cabelos compridos, e chamo-me Paulo. Logo no primeiro mês de trabalho fui incumbido por meu tio de ir ao Rio de Janeiro, tratar de uma concorrência para construções de casas populares, e assim foi reservado hotel em Copacabana, e me dirigi na véspera, da concorrência, como gosto de me vestir de lingerie levei vários conjuntos em minha bagagem na parte separada de minha mala, pois a noite sempre durmo de lingerie quando estou sozinho, sai a noite para jantar de lingerie por baixo da roupa, fiquei me deliciando com o clima do local afinal era temporada e estava tudo cheio, foi delicioso desfilar de lingerie. No outro dia fui resolver o serviço e acabamos ganhando a concorrência, foi uma vitoria para a empresa de meu tio quando chequei em São Paulo, ele estava feliz e me abraçando elogiou minha atuação e a proposta que fiz.

Dali a alguns dias teria de Tio Ricardo assinar o termo de compromisso no Rio, convidou-me para acompanhá-lo e aceitei muito feliz, somente conseguimos um apto. Pois como era temporada o hotel que fiquei estava com poucas vagas, mas como somos parentes, não vi nada demais dormir com ele teria duas camas, e seriam apenas duas noites, meu tio é um homem com 1,80 de altura, 90 quilos, moreno, muito serio, nunca brinca sempre serio, la fomos nos, a tarde ao chegar, ele quis ficar vendo trabalho no PC, eu fui dar uma volta, quando tomou banho precisou de um desodorante e foi procurar na minha mala, sem perceber abriu a parte reservada da mala e viu minhas lingeries, que havia deixado, ainda da outra viagem, mas não me falou nada.

À noite fomos jantar, tomamos algumas bebidas no bar do hotel, e depois subimos para o quarto, tomei banho coloquei uma cueca boxer, e pensei que pena não vou poder dormir de lingerie, e fiquei vendo TV, ela já estava assistindo noticiários, ele me olhando sentou-se na beira de minha cama e disse Paulo, vc não vai usar aquelas lingeries que estão na sua mala, eu fiquei sem saber o que dizer, e ele sorrindo falou não fique com vergonha, vc é lindo menino, vai ficar uma bela menina, com lingeries, coloque somente para eu ver, eu perguntei como o Senhor sabe, ele disse como ficou sabendo, isto será sempre nosso segredinho, e sorriu, acho que foi a primeira vez que vi seus dentes, pois ele nunca sorri, e insistiu vista um conjunto para eu ver, já que vc é depiladinha pela natureza vai ficar uma delicia, deixa eu ver com todo o respeito. Sem jeito peguei um conjunto preto fio dental na mala e fui ao banheiro me trocar, tirei a cueca e coloquei a calcinha, coloquei o soutiens, que por ter um bojo, e com meus pequenos seios ficava bem bonitinho meus peitinhos, ajeitei meu cabelo como se fosse de mulher. Chegando ao quarto ele ficou boquiaberto e disse menina, vc é simplesmente deliciosa, e chegando mais perto pediu, vire-se eu dei uma volta completa e ele me olhando, disse como vc é gostosa menina, chegou mais perto me abraçou e com muito carinho levantou meu queixo com a mão e deu-me um beijo delicioso, um beijo maravilhoso, enfiando sua língua na minha boca e disse que delicia de mulher vc é minha linda Paulinha, ainda abraçados ele perguntou vc sempre gostou de roupas femininas eu disse sim tio, desde minha infância e cada vez mais, mas nunca tive interesses em homens, é apenas desejo de me produzir como mulher, com roupas de minha irmã e agora tenho as minhas, mas o Sr. foi o primeiro homem que me viu assim e me deu o primeiro beijo, ele ainda serio disse sim o primeiro de muitos e o único homem, entendeu, serei seu único homem.

Ele me beijando novamente beijava meu pescoço, o começo de meus seios, eu estava morrendo de tesão e quando coloquei a mão sobre seu pau, senti um monumento de pau como parecia ser enorme, fiquei louca de vontade de ver aquela maravilha mas não tomei a iniciativa, e continuou a acariciar meu corpo, minhas costas, minha bunda, eu estava encantada com os carinhos daquele homem enorme, serio e discreto, me cativando com seus carinhos, com seus beijos, e sem tirar minha lingerie, continuava a me acariciar, eu comecei a acariciar seu pau, por cima da calça do pijama, e ele ficou louco de tesão e perguntou, Paula posso abaixar a calça do pijama, falei eu tiro toda sua roupa tio, ele disse tio não seu homem, e eu tirei sua blusa, vi seu peito peludo, e beijei aquela maravilha, mordisquei a pontinha da orelha dele, ele ficou louco de tesão, ai tirando sua calça vi aquele pau, aquilo não era um simples pau, era um monstruoso pau, devia ter uns 22cms de comprimento e grosso, mas grosso mesmo, da grossura de meu pulso, pensei ninguém nunca irá aguentar um pau desses no cuzinho, mesmo sua mulher não deve gostar do tamanho nem na buceta, é enorme. Continuava me beijando, me acariciando, eu estava louca de vontade, mas não me atrevia a tomar nenhuma iniciativa, pois não sabia o que ele pensaria e ele sempre foi muito reservado e serio, e eu completamente inexperiente, apenas sabia de sexo com homens por contos que lia na net, ai ele pediu faça carinhos nele minha doce menina, eu pequei com minha mão e comecei uma punheta naquele monumento, e ele gemeu de prazer e disse que delicia meu amor, que delicia, e eu continuei e ele adorando disse linda vou gozar, e gozou muito, saia porra como se fosse um chafariz, foi lindo, eu olhando muito excitada, não sabia o que fazer e ele me puxou para perto dele e me beijou com muito amor, enfiando a sua língua novamente na minha boca adorei, me senti mulher, mulher de verdade, fêmea, puta, daquele homem maravilhoso. Sorrindo ele me disse obrigado minha doce e linda menina.

Saiu correndo da cama para um banho e disse me aguarde donzela, voltando, tiramos o lençol da cama, estava todo molhado, e disse vamos dormir em uma cama somente meu amor, sempre me acariciando deitou-me na cama e começou a lamber meu corpo, e minha bunda que somente tinha o fio dental, eu fiquei louca de vontade, e ele tirando a calcinha, enfiou a língua no meu cuzinho, lambendo e chupando ele eu estava me deliciando com tanto carinho, enfiou até onde pode aquela língua, e eu fiquei louca e gozei com o cu sendo lambido e penetrado por aquela língua deliciosa, a seguir ele disse hoje não vou possuir vc meu amor, somente carinhos, mas vc quando chupar tem de engolir minha porra para eu ficar satisfeito, e quando eu a comer, vou ser bem carinhoso e vc vai acabar gostando do meu pau no cuzinho, vamos amanha comprar pomadas e ky para não te machucar meu amor, nos deitamos e ele sempre me acariciando e me beijando, disse nunca pensei que vc tão perto de mim poderia ser esta maravilhosa mulher na intimidade. Disse minha mulher sua tia é maravilhosa mas não gosta de fazer sexo comigo, diz que a machuco, mesmo eu tomando todos os cuidados, somente me agüenta na bucetinha, e mesmo assim ela reclama das dores, tento colocar ky ou outros lubrificantes ela não aceita, e somente nos amamos com caricias etc., estive quase divorciando dela, ai hoje estou louco de desejos por vc, se vc quiser poderemos ser um casal na intimidade, e te amarei sempre que for possível, e continuarei para a vida social como bom marido, eu perguntei por isso o senhor esta sempre carrancudo, ele disse deve ser pois, amo minha mulher, mas falta algo, tomara que vc me ajude a ser um homem feliz novamente meu amor. Beijamo-nos novamente e resolvemos dormir, eu sentia seu pau na minha bunda e demorei em dormir, mas foi delicioso sentir o calor de seu corpo junto ao meu, e sentir seu pau entre minhas pernas encostado-se à minha bunda, dormi muito gostoso aquela noite.

No outro dia ele acordou primeiro, eu o ouvi no banho, e depois também fui tomar banho, quando sai ele tinha pegado lingerie, na minha mala e disse hoje vc vai ficar o dia todo de lingerie, por baixo do terno, vai trabalhar como minha Paula, eu disse e se perceberem, ele disse ninguém irá perceber, com a gravata esconde seus pequenos seios, vamos amor, faça isso por mim, eu sorrindo disse faço sim querido, e ele me beijando disse vamos tomar café no restaurante e depois voltamos, quer assim, ou quer tomar café aqui amor. Eu disse não vamos, quero treinar andar de terno com lingeries, Tomamos o café às vezes ele colocava a mão em cima da minha e fique feliz com tanto carinho. Voltando ao quarto para nos prepararmos para a reunião que seria às dez horas, ele novamente me beijou como macho e eu como fêmea retribui, e ele disse que delicia ter uma mulher assim como vc, obrigado Paula, por me aceitar, eu disse para mim é tudo novidade, mas não sei ainda se é o que quero, mas estou começando a me apaixonar, veja sua responsabilidade, ele me disse já estou apaixonado meu amor.

Fomos à reunião e como era uma obra muito grande teríamos que ir sempre ao Rio para acompanhar o andamento da mesma, e cuidar de recebimentos etc, ele disse vou aproveitar e vir sempre que puder com vc amor, vai que vc queira dar para outro, não vou arriscar sou muito ciumento. Passamos em uma farmácia e ele comprou ky, pomadas cicatrizantes e para dor com aplicador, procuramos perfumaria fina e ele comprou perfumes importados e desodorantes femininos para mim, fiquei feliz com o cuidado que estava tendo comigo, sua futura mulher. A tarde passamos em um shopping e ele entrou pediu lingeries, tops, meias de nylon, shorts, de vários modelos, curtos, longos, e entramos em lojas de camisas e blusas e comprou tudo o que gostamos, compramos sandálias e sapatos, dizia que era para sua esposa e voltamos para o hotel. Eu estava estourando de tanta felicidade, no apto, colocamos tudo na cama e fiquei maravilhada com o bom gosto de meu homem, e ele quis que eu experimentasse tudo, e pediu vc não topa sair de Paula, com lingeries, short e uma blusa bem gostosa, basta arrumar o cabelo como menina, ninguém vai reparar, eu me vesti olhei no espelho e disse assim eu topo, ele ficou contente e disse agora tira que vou te amar minha deliciosa mulherzinha, e me abraçando tiramos as roupas e fomos para cama onde eu acariciava aquele pau enorme, e tentei colocar na boca, mas mesmo abrindo toda a boca, mal consegui engolir a cabeça, mas depois fui ajeitando e consegui, nossa como era grande aquela cabeça, e chupava e lambia a haste do pau, ele ficou louco de prazer, e pulava de tanto gozo, e disse amor, vou gozar eu disse desta vez vou tentar engolir meu macho e assim fiz, vazou um pouco pelas laterais, pois era muita porra, mas eu havia pegado uma toalha e aparei o restante, e adorei o sabor daquela porra toda, ele deu um trato nos meus seios, em minha boca, e sentiu o sabor de sua porra e depois me virando lambeu meu cuzinho e enfiou a língua até eu gozar, e ajudava enfiando seu dedo grosso eu adorei e gozei muito, aparando com a toalha, foi maravilhosa aquela foda. Ele disse amor a noite quando voltarmos vou te fazer mulher, eu disse vamos tentar amor, ninguém vai conseguir aguentar este pau no cu, nem eu, nem sua mulher, ninguém amor, ele disse vou ser paciente e carinhoso minha deliciosa putinha. Mas se vc aguentar, vai ser para toda a vida, somente vai doer às primeiras vezes, e ai vai ser somente prazer, nunca te deixarei e nem vc vai querer outro macho.

Passamos a tarde namorando, e a noite me produzi como ele pediu arrumei como pude meu cabelo como mulher, e perfumei, coloquei uma camisa linda azul marinho, e um short bem curto branco, uma sandália que havíamos comprado de pedrarias, linda com saltinho, para passar na portaria do hotel fiquei meio de lado sem jeito, mas ninguém percebeu ou fingiram não perceber a minha presença, afinal ele estava com uma morena ao lado, e ninguém tinha nada com isso. Passeamos pela orla da praia em Copacabana, e depois jantamos em um delicioso restaurante, ele sempre me acariciando, abraçando-me e eu me deixava levar por tantos carinhos, até que voltamos ao hotel, passamos pela recepção e ao chegar no hotel, ele como sempre gentil, abraçou-me e beijando fez muitas declarações e perguntou vamos nos amar agora ou quer deixar para mais tarde eu respondi, lhe beijando e enfiando minha língua em sua boca, ele foi tirando uma peça de minha roupa eu tirava uma dele, e assim foi até ficarmos os dois pelados, completamente nus, e ai ele me lambeu inteira, eu sentia o perfume exalando de meu corpo o perfume do cio, e ele depois veio e me virando de bruços, pegando o ky, antes lambeu meu cuzinho e depois passou bastante ky e no seu pau também, eu disse amor, não vai dar para entrar é muito grande, ele disse calma linda se não conseguir desta vez, tentaremos outras vezes.

Quando senti na porta do meu cuzinho aquele calor da cabeça do pau, estava louca de tesão, disse enfia amor, só um pouquinho e ele enfiou alguns milímetros, aquilo parecia que iria me arrebentar toda, mas pedi mais um pouco amor, senti o cuzinho aberto, e somente a metade da cabeça havia entrado, eu estava morrendo de dor, já estava chorando, saia lagrimas dos meus olhos, mas pedi coloca mais amor, ele enfiou a cabeça toda, devia ter uns 5 cms., desesperada chorei mas pedi isso amor, agora para um pouco para eu me acostumar, logo após pedi me come meu macho, devagar mas sem parar, e ele continuou a comer meu cuzinho, foi entrando bem devagar, com muito amor, beijando sempre minha nuca e fui sentindo me rasgar por dentro e pensava, estou ficando sem nenhuma prega no cu, mas esta maravilhoso, chorava feito criança ele perguntou vou parar amor, vc esta sofrendo eu disse não para amor, se é para ser sua, eu vou aguentar até o fim, enfia, me come, me fode, e ele obedeceu, acho que desfaleci, quando voltei a mim, sentia seu saco na minha bunda e ele perguntando, Paula vc esta bem eu disse sim amor, estou no paraíso, sentia o cu todo preenchido daquele pau divino, maravilhoso e ai pedi agora me fode goza na sua mulherzinha, que acabou de perder a virgindade, me fode, e ele fodeu como somente um macho de verdade sabe foder, e gozei junto com ele, depois ficamos uns 10 minutos paradinhos sem falar nada.

Depois ele me beijando perguntou esta doendo meu amor, eu disse sim agüentei agora vai ter de me comer sempre pois é maravilhoso, só vou precisar de algum tempo para cicatrizar pois me rasgou toda por dentro, deixa ele no meu cuzinho, quero sentir ele amolecendo e sair sozinho, como o herói vitorioso, desta batalha.Me disse gostosa, nunca alguém havia agüentado este meu pau no cu, vc realmente é uma heroína, até minha mulher vai gostar se puder saber que vc agüentou, pois vai salvar seu casamento, tentei até com travestis e nunca conseguiram aguentar meu pau no cu, mas agora te encontrei e quero viver sempre com vc, sendo seu homem, seu macho, seu namorado, único sem ninguém mais saber como vc é gostosa.

Dia seguinte ele me beijou muito até eu acordar, tomamos café no quarto, ele quis ver meu cuzinho, cuidou dele com pomadas, e fez um curativo, colocou modess, e eu prendi com a cueca, e eu pedi posso tomar seu leite mais uma vez, ele não se fez de rogado, e disse é todo seu minha linda mulher, eu chupei novamente aquele pau que de agora em diante era meu dono, meu lema de vida, e que agora não iria mais forçar minha tia a dar para ele, e quando foi gozar eu forcei ao Maximo minha boca, e consegui engolir tudo embora engasgando um pouco, foi delicioso.Ainda no avião ele me seduzia e pedia por favor Paula não se afaste de mim, me aceite sempre para seu homem e prometia amor eterno, mas a vida real chegou e tivemos outras tantas aventuras, mas ai já é outras historias, se quiserem saber basta pedir.

Paula

Email: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/09/2016 23:11:31
Dez!
15/06/2016 15:47:07
excelente conto! as vezes me imaginei sendo ele outras sendo vc.. hummmm loucura!!!! adorei.
14/06/2016 04:50:35
Muito bom. Adoraria um Ricardo na minha vida!




Online porn video at mobile phone


duas irmas abdo buceta oara o irmaoContos mesmo depois de casada meu primo me enrabouConto erotico fui cagar na moitabritadeira sem limite xvidepornô em Carmo da Cachoeira na ruacontos eroticos gaysogropornodoido desmantelando a loira em cima da mesabaixar grátis vídeos pornô lésbicas gemendo grostoso e esfregando buceta com buceta molhadinhas até gosarautorizei minha mulher fuder com outroConto erótico interacial largando o esposo para viver com amante negrohistorias porno gay meu tio me comeu serginhocontos eroticos dei para um vizinho de iptingaWww. faveladas fazendo sexo na promiscuidadecontos eroticos sindico com um pau de 27cm fode moradora menor menorapaixonado pelo hetero cap 4minha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigoselacareca contos eroticos de mullheres carecashistória e fotos sogra bêbada queria presente de aniversário dar o c* a vida amigos do genromano nao me tente incesto contosviven cabaço foi brica de tranza com cachorro e levou uma rola bem grnde que ficou engatado na bucetavidio de pono gya com tio com briquendo polo cu do seu afilhado mundobichapornocaseirogosandodentrocomendo cu da sogra da minha sobrinha contosos videos de sexo os lolitos da picaomeu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céuescandalosa fogosa e gulosa tomando tapa na bunda pornô doidoContos eroticos irmas gulosas mamando no pauzao grosso do irmao e de mais cinco amigos pauzudos dele na piscina de casadoce nanda parte cinco contos eroticosporno xxvideos meninas sentodo o cu em cima do pau mostando a bucetaconto eroticos palmada cavalo fudendo mulher com estorcada fortepadrasto e intendenda gostosoconto nora chupando bucetad sograhetero passivo conto realistorias mulheres estrupadas no cu virgem pau grande elas quase morreumeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoconto porno lesbico praticando scatvirei puta do meu irmãonovinha de sainha sem calsinha perverssaconto erotico iniciando viadomin engravida amor porno sacanafazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elevideo mulher peito duro lavano carro pornochupando buseta labefo pasda mso bocsfilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandoaliviava me tesao com o filho novinho da vizinhacontos eroticos provocando meu cunhadobobeou o comedor meteu na negraconto erotico fodi minh sobrinh novinh 11noUma coroa evagelica fudedo de saia cupridapodolatria contos professora gustavocontos de sexo depilada na praiaX video comendo ninazinha menor 18bunda sendo invadida pela primeira vez gayxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra eleposo enchuga o meu priquitoAguentei a rola enorme do papai contos eróticoshttp//mulheres de camisola sem calcinha da.bucetinha peludinhanoiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornocontos de lesbianismo entre sinhazinha e sua escravavelho insiste até rapaz com mussarela no pornôContos erotico gozando dentro tendo aidsvídeo pornô intrigada e padrastogozanu gostozo na bucita da irma dominu xvidestransandp no presidio com a maicontos eroticos strip poker com minha namorada e cunhadacontos eroticos A Dama e o Bruto sexotc.comimcesto com papai ele meteu sua pica grande tudo na minha bucetinha novinhatinha pocos pelosconto de sexo porno com meu cachorro pastor alrmao fui por racao