Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Eu e minha filha putinha na orgia! Bruninha Gang-Bang Parte 4(Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Grupal
Data: 13/07/2016 14:16:48
Última revisão: 22/10/2016 19:25:37
Nota 9.60
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Depois daquela batalha sexual onde todos fomos vencedores eu, minha filha ninfomaníaca e Diego, o rapaz negro com uma pica cavalar de 23 cm rapidamente caímos no sono completamente nus com Bruninha no meio da cama como era seu desejo.

Como a minha folga era até as 12hr do dia seguinte nem coloquei o relógio pra despertar e nem me surpreendi quando senti a cama balançando e acordei com o dia clareando e Bruninha de 4 com Diego engatado atrás dela socando seu pauzão negro grosso na bucetinha da putinha gemendo cheia de tesão e quando olhou pra mim esfregando meus olhos a safada deu um sorrisinho e disse:

-ahhh papai... não teve como não te acordar... o Diego acordou com o pintão duro querendo me comer e eu também acordei taradinha... ahhh... que delicia... acorda papai... vem participar... sexo junto com meu pai taradão é muito mais quente... vem fazer sua filha putinha gozar mais gostoso... vem safadão... quero tua boca deliciosa na minha buceta... igual fizemos ontem à noite... quero gozar com o pauzão do Diego metendo e com você me chupando bem gostoso... do jeito que meu papai tarado sabe fazer... cai de boca na buceta da tua filha putinha seu cachorro tarado!

A putinha ja me puxou me enfiando debaixo de seu corpo e em segundos eu lambia seu grelo tesudo e admirando aquela rola negra dura como aço entrando e saindo da bucetinha da minha filhinha puta que rebolava deliciosamente espetada naquele macho que todo tarado dizia:

-rebola cadelinha... da essa buceta bem gostoso... branquinha vadia... puta safada... que delicia foder essa buceta... como é quente... rebola safada!

Meu pau ficou duro no ato e minha filhinha puta o abocanhou por inteiro fazendo uma gulosa enquanto eu lambia e sugava seu grelo com minha boca sedenta lhe proporcionado o prazer que desejava. Minha língua e meus lábios também roçavam na rola negra enorme do garotão fodedor e logo notei que o safado de vez em quando tirava o pauzão da bucetinha da safada e deixava escorregar entre os lábios deslizando pelos meus lábios e não tinha como fugir daquele contato, o gosto do pauzão negro todo melecado ficou impregnado em minha língua e apesar de achar estranho no inicio logo deixei a safadeza rolar sem nenhum preconceito, o que importava mesmo era o prazer total.

Bruninha já tinha pegado fogo e rebolava que nem uma louca sussurrando tarada:

-soca com força seu negro tarado... mete com força esse pintão na minha bucetinha... ahhhh... que delicia esse pauzão e a boca do papai lambendo meu grelo... ahhhh... vou gozar... vou... ahhhh... fodeeeeeeeeeeeeeeee... deliciaaaaaaaaa... to gozandooooooooooooo... aiiiiiiiiii!

Diego tirou sua rola negra da bucetinha da minha filha putinha e fincou de uma vez no cuzinho da safada que deu um gritinho de tesão dizendo:

-negro safado... gosta de cu né seu FDP... ahhh... eu adoro dar o rabo... mete com força... soca fundo... quero gozar pelo cu... ahhhh... deliciaaaaaa!

Bruna era uma tarada insaciável porque tinha um gozo atrás do outro sendo arrombada por aquele pauzão negro grosso e a vagabunda rebolava gostoso na minha boca gulosa sendo enrabada por aquele macho de apenas 18 anos viril ao extremo.

Foi então que o celular do Diego tocou e teve que atender dizendo que era a mãe dele e com certeza queria saber onde o garotão estava porque não havia voltado pra casa e então ele entrou no banheiro e começou a se justificar dizendo que tinha ido dormir na casa de uma amiga e que estava tudo bem e minha filha se abraçou a mim sussurrando toda safada:

-papai... ta ficando cada vez mais gostoso... nossa... que delicia gozar com um pau na buceta e no cu com você chupando meu grelo... eu já tinha visto em filmes pornôs e sempre imaginei quando faria isso de verdade... só meu papai pervertido pra me proporcionar esse louco prazer... pode se preparar que vou querer essa safadeza sempre... adoro quando você me lambe toda gozada... isso me deixa louca... sabendo que meu papai faz tudo que sua filha putinha quer... nossa... acho que vou ter que me alimentar bastante... porque gozando do jeito que to gozando vou ficar muito magrinha!

-do jeito que minha filhinha engoliu porra ontem no barracão do Jean, acho que ta bem alimentada, mas pode deixar que vou mandar preparar um almoço bem reforçado pra você no restaurante do hotel sua maluca... agora o tal de Diego apesar de bem novinho é um tremendo tarado né... come a prima, a irmã e gosta de putaria pesada também... o garotão topa tudo e pelo jeito ta sendo bem sacana comigo... percebi que o tarado quando ta te comendo e eu te chupando deixa o pauzão escapar só de safadeza... faz escorregar no meu rosto e nos meus lábios... se deixar o safado vai acabar enfiando aquela rola negra enorme na minha boca também!

Bruninha toda safada me puxou pra cima dela e trançando as pernas no meu quadril me fez enfiar meu pau inteirinho na sua buceta quente e me abraçando começou a me beijar e sussurrando disse:

-papai... você já lambeu a buceta e o cuzinho de sua filha putinha cheia de porra de um monte de machos e gostou muito seu safado pervertido... ta tudo bem... eu também já lambi e chupei a buceta da patroa e de algumas amigas do colégio la na minha cidade e com certeza vou fazer isso muitas mais vezes... papai... acho que podemos fazer tudo e mais um pouco ainda... ta tudo perfeito e pode melhorar ainda mais... pode ter certeza que a safadeza vai ser ainda maior... é só cair de cabeça... ou então de boca... que você sabe muito bem usar seu cachorro taradão... agora mete esse pinto gostoso na minha buceta que quero gozar com você!

A falta completa de pudor de minha filhinha puta tarada me deixava louco e soquei com força na sua buceta e apesar da diferença de tamanho entre meu pau e o pauzão de Diego a putinha gozava gostoso se contorcendo debaixo de mim me deixando taradão.

Não me contive e gozei como um doido enchendo a bucetinha da minha filha putinha de porra quentinha e logo percebi que o negro tarado pauzudo já estava ajoelhado diante de nossos rostos e todo tarado disse:

-chupa meu pau cadelinha... tarada... putinha gostosa... mama na minha rola sua vadia deliciosa!

Minha filhinha puta já engoliu a rola negra do safado bem pertinho do meu rosto e toda tesuda sussurrou:

-mete papai... continua fodendo minha bucetinha... não para... seu cachorrão tarado... delicia um pau na buceta e um pauzão na boca... continuaaaa!

Aquele tesão todo era contagiante e meu pau nem chegou a amolecer por completo depois de ter gozado e voltei a meter forte naquela bucetinha que parecia ferver de tão quente e então Bruninha toda tesuda tirou o pauzão do negro da boca e me beijou cheia de volúpia e foi então que senti a cabeçona toda babada se enfiando entre nossos lábios e minha filha putinha me olhando nos olhos nem precisou dizer nada porque senti o que a safada queria fazer. Diego todo tarado segurou minha nuca e seu pauzão negro deslizava como se tivesse fodendo minha boca e da minha filha e o tesão aumentou tanto que meu pau parecia crescer dentro da bucetinha da minha filha putinha e não demorou pra que Diego desse um urro de prazer e começasse a ejacular como um garanhão. Minha filha completamente tomada pelo tesão engoliu os dois primeiros jatos e em seguida direcionou o pauzão negro entre meus lábios e recebi as golfadas seguintes no fundo da minha garganta. Meu tesão se potencializou de uma forma que me entreguei de vez aquela loucura que estava rolando naquele quarto e minha filha putinha toda tesuda sussurrou nos meus ouvidos:

-isso papai... engole a porra do macho negro pauzudo que ta fazendo sua filhinha gozar que nem uma cadela no cio... ahhhh deliciaaaaaaaa... ahhh... mete... e chupa seu cachorro tarado... fode... ahhh... to gozandooooooooooooooooo!

Quase gozei novamente vivendo aquela safadeza incrível e quando Diego acabou de gozar minha filha com a boca cheia de porra me beijou e nossas línguas se enroscaram com fervor.

Diego se recostou na cabeceira da cama e ficou olhando eu e minha filha se beijando e quando a coisa se acalmou o safado disse:

-nunca imaginei que um dia ia participar de uma safadeza tão tesuda quanto essa... muito louco... gozei gostoso demais... cara... que delicia de foda!

Tomei um rápido banho e como ainda não era ainda 8 hr da manhã voltei pra cama pra repousar mais um pouco e recuperar as energias para o que ainda estava por vir e Bruna e Diego entraram no Box do chuveiro.

Eram 10 hr da manhã quando o telefone do quarto tocou e era a patroa Dona Alice dizendo que estava indo buscar Bruna para irem juntas ao shopping e lógico que minha filha rapidinho se trocou e foi esperar a esposa puta do patrão pra fazer compras, com certeza minha filhinha iria saber aproveitar a oportunidade para comprar bastante coisa.

Diego o garotão negro nem acordou com o barulho do telefone e continuo deitado de bruços dormindo tranquilamente e também resolvi continuar mais 1 hr na cama descansando e pensando no que estava acontecendo e acabei cochilando novamente e foi então que despertei meio sonolento sentindo uma sensação maravilhosa e quando me dei conta tinha uma língua quente e ágil deslizando no reguinho da minha bunda e foi ai que me dei conta que o garotão negro pauzudo me linguava deliciosamente e eu já começava a rebolar na língua esperta do safado e quando acordei de vez e tentei reclamar ele estava de conchinha totalmente colado no meu corpo me abraçando forte e todo safado sussurrou no meu ouvido:

-relaxa cara... adorei tua boca chupando meu pau... tua boca é tão gostosa quanto da tua filha puta... mas olhando tua bunda vi que ela é bem parecida com a bunda da Bruna e acho que teu cuzinho deve ser tão gostoso quanto o dela... vou te comer gostoso... senti seu cuzinho piscando gostoso na minha língua e acho que ele vai adorar sentir minha rola preta todinha dentro dele... relaxa que eu sei que vai adorar me deixar ser teu macho também!

A sensação de ter meu cuzinho lambido por aquele negro pauzudo tarado me deixou todo excitado e quando me dei conta que o tarado deslizava seu pauzão cabeçudo completamente duro e babado no rego da minha bunda tocando meu cuzinho tentei sair fora, mas Diego todo macho me segurou firme e mordendo minha nuca de leve sussurrou:

-relaxa... eu sei que você vai adorar ser comido por mim... já comi outros caras... você chupou meu pau com vontade... e rebolou na minha língua como uma putinha... deixa eu te comer... prometo que vou ser bem carinhoso... da esse cu pra mim... to louco pra te foder também... primeiro tua filha agora você... relaxa que vou te fazer gozar gostoso... da esse rabo gostoso pro teu macho... seu safado!

Diego nem bem acabou de sussurrar aquelas palavras me seduzindo quando ele segurou sua rola cabeçuda na portinha do meu cu virgem e deu uma fincadinha de leve... o tesão que senti era tanto que a cabeçona penetrou até com certa facilidade... dei um gemido de prazer e isso fez com que Diego todo tarado me virasse de bruços e todo tarado foi enfiando aquela rola negra grossa de 23 cm até o talo. Gritei de dor, mas também de prazer, o safado colou seu corpo no meu e todo macho sussurrou:

-ahhh... que cuzinho apertado cara... gostoso igual da tua filhinha puta... que cuzinho quente... teu macho ta todinho dentro do teu rabo seu safado... vou te comer do jeito que você ta precisando seu safado chupador de buceta cheia de porra... safado... rebola na rola grossa do teu macho safado!

Meu pau estava duro como aço sentindo aquele pauzão negro atolado no meu rabo e qualquer pudor que pudesse ainda existir em minha mente desapareceu e passei a rebolar debaixo daquele macho bem dotado que me comia com força entrando bem fundo me fazendo sentir um prazer que nunca achei que pudesse existir. Quando gritei de prazer dizendo que ia gozar Diego cravou sua rola grossa com força e gemendo bem alto começou a gozar também enchendo meu cuzinho de porra fervente. Pensei que ia desmaiar de tanto tesão sentindo aquele pauzão inundando meu rabo de sêmen de outro macho.

Gozei sentindo uma sensação maravilhosa e o garotão pauzudo ficou engatado no meu rabo dando umas fincadas profundas me fazendo sentir uma penetração total e o safado dava umas mordidas de leve na minha nuca e todo sacana sussurrou:

-cara... que cu delicioso de foder... nossa... seu cuzinho gostou de levar rola né safado... parecia que beijava meu pau... igual tua boca... seu safado... garanto que quando você era novinho dava pros amigos né... deu e rebolou que nem uma puta profissa... delicia... mexe esse rabo... me deixa com vontade de te comer de novo... rebola mais vai... eu sei que você gostou tanto da minha rola preta que vai querer dar de novo pra mim... ahhhh!

Nem disse nada e todo safado fiz o que aquele negro pauzudo tarado pedia e gemendo baixinho sussurrei:

-continua... me come mais um pouquinho... to adorando sentir esse pauzão preto fodendo meu cuzinho assim desse jeito... ahhh... mete bem fundo... ahhh... delicia de pau... mete Diego... ahhhh... isso... ahhh... tarado gostoso... me fez relembrar minha adolescência com meu tio seu safado... ahhhhh!

Diego realmente era um garotão que nasceu pra ser um fodedor de verdade porque seu pauzão mesmo depois de ter gozado como um cavalo continuava duro e o safado aproveitando meu cuzinho todo lubrificado do seu sêmen me fez ficar de 4 na cama e passou a me foder com força e pra mostrar que gostava de comandar meu deu uns tapas fortes na bunda me mandando rebolar como uma puta e todo submisso fiz como ele mandava e o prazer tomou conta do meu corpo sendo sodomizado por aquele macho pauzudo e depois de me comer do jeito que quis ele todo safado desengatou do meu rabo e se deitando na cama sorriu dizendo:

-realmente o que aconteceu nesse quarto desde ontem a noite foi uma loucura maravilhosa... pode ter certeza que vou adorar repetir tudo de novo!

Deixei o garotão negro na cama e fui para o banheiro tomar banho e só então quando a água gelada escorreu pelo reguinho do meu cu é que percebi o estrago que aquela pauzão de 23 cm tinha causado no meu cuzinho, parecia uma flor de tão inchado e enquanto me lavava bem devagarinho fiquei pensando como aquilo tinha acontecido e a lembrança do meu tio taradão que tinha tirado meu cabaço na minha adolescência veio forte em minha mente e apesar de aquilo ter acontecido há muitos anos com certeza meu corpo despertara novamente querendo ser penetrado por outro macho e isso acabou acontecendo com aquele jovem tarado e fodedor que soube como me comer e me fazer gozar como meu tio taradão fez isso comigo na minha adolescência e certamente isso iria acontecer novamente, mas o que importava era sentir o prazer em toda sua plenitude e assim que sai do banheiro Diego sorrindo disse que ia tomar um banho e então iria pra sua casa e ia deixar o numero do celular para quando quisesse era só chamar que ele prontamente atenderia tanto ao meu chamado quanto da minha filhinha puta.

Aquele garotão pauzudo parecia que tinha tesão até na alma porque enquanto me enxugava fiquei apreciando seu corpo esguio todo perfeito e sua rola negra enorme e imponente. Apos um rápido banho ele saiu se enxugando e quando me inclinei pra pegar uma cueca limpa para vestir Diego todo safado me abraçou por trás alojando seu membro enorme entre minhas coxas e me apertando contra seu corpo disse:

-cara... se você ficar mostrando esse rabo gostoso pra mim... não vou resistir e vou ser obrigado a comer esse cuzinho guloso de novo... só pra você saber... eu adoro um cu mordendo meu pau quando goza... e o teu morde gostoso demais... hummm... deliciaaaaa!

A sensação de ter aquele macho me encoxando e deslizando aquele pauzão quente de duro no meu reguinho provocava arrepios intensos e meu pau ficou duro em segundos denunciando meu tesão e então todo safado empinei a bunda pra sentir aquele corpo jovem roçando no meu e disse:

-chega seu negro tarado... eu tenho que trabalhar... ta quase no horário... mas... eu também adorei ser enrabado por você seu safado... e pode ter certeza que vou querer repetir... acho que ainda vamos nos encontrar outras vezes!

Saimos do quarto e depois de iniciar meu turno de trabalho meu celular tocou e era minha querida filha putinha dizendo que tinha acabado de comprar um monte de coisas lindas e logo estaria de volta ao hotel com muitas novidades pra me contar.

Quando Bruninha entrou no hotel com um monte de sacolas de compras nas mãos já percebi que o passeio tinha sido extremamente lucrativo e após guardar tudo em nosso quarto ela veio até o escritório da gerencia onde eu ficava e se sentando no meu colo de ladinho disse:

-papai sua filhinha é muito puta... mas... a tua patroa também é uma cadela viciada em sexo... como o maridão tá viajando a safada mostrou é que uma completa pervertida e adora ser puta submissa... isso você já sabia que eu tinha te contado... o maridão adora dar uns tapas nela e como ela me disse que gosta de apanhar aproveitei pra dar o que ela queria... a puta loira apesar de gostar de macho gosta muito é de lamber e chupar minha buceta e me confessou que era louca pra pegar uma ninfeta tão tesuda como eu... e pode ter certeza que a cadela viciada vai fazer tudo que eu mandar... ah se vai... vou levar a loira tarada pra dar um passeio lá no barracão do Jean... fazer os negros tarados ensinarem a puta a jogar sinuca! RSS.

-cuidado filhinha com o que você ta pensando em aprontar... não esqueça que teu pai é tem um bom cargo aqui e ganho até bem... vai que o patrão descobre que você ta levando a patroa junto pra suas farras... porque pela tua carinha de puta sacana já até imagino o que você ta pretendendo... você sabe que eu te apoio em qualquer safadeza... mas... acho que você devia ter cuidado... sua maluca tarada!

-não se preocupe com isso papai porque pelo que fiquei sabendo pela própria boca da patroa... apesar de o maridão dominar a puta masoquista na cama... quando o assunto é dinheiro... quem manda mesmo é ela... o patrão é sócio minoritário... Dona Alice nasceu rica e tem muita grana papai... e a puta loira ta louquinha de tesão pela sua filhinha piranha... não pode chegar perto de mim que fica molhada querendo me pegar e eu to adorando isso!

-isso que você ta me contando eu não sabia... então o patrão é que botou o pinto a juros... deu o golpe do baú... mas... pelo tanto de sacolas que você chegou aqui já percebi que a putinha aproveitou pra gastar a grana da patroa então... né sua safada!

-papai... comprei tudo que gostei... coisa cara e de marca... até trouxe presentes pra você também... depois que fiquei sabendo que dona Alice tinha grana sobrando e estava caidinha pela sua filha putinha aproveitei tudo e mais um pouco! Vou te contar tudo que aconteceu depois que ela veio me buscar no hotel pra gente ir fazer compras papai!

=então... quando entrei no carro da patroa... eu tinha colocado um vestidinho de malha curtinho com uma sandália de saltinho e sem calcinha né... bucetinha e cuzinho ainda inchada de tanto dar pro negro pauzudo a noite inteira... Dona Alice toda tesuda já enfiou a mão no meio das minhas coxas bolinando meu grelinho me deixando taradinha e ela então disse que antes de irmos ao shopping ia me levar até a casa dela porque estava cheia de tesão querendo me pegar com vontade e claro que topei no ato. Assim que entramos na casa ela já foi me agarrando e me levou até um quarto enorme cheio de apetrechos e acessórios eróticos e me colocando numa cadeira de couro caiu de boca na minha bucetinha toda inchada e com certeza devia ter algum restinho de porra tua e do negro pauzudo e quando ela disse que minha buceta parecia que tava pegando fogo de tão quente resolvi ser bem sacana e disse que tinha sido comida por um monte de negros pauzudos como realmente tinha acontecido no escritório do Jean com Alex e seus amigos e toda safada disse pra ela que tinha adorado ter sido comida de todo quanto foi jeito por aquele monte de machos... a patroa então quis saber em detalhes como tudo tinha acontecido e a safada ficava me lambendo e ouvido meu relato e também resolvi contar sobre ter trazido o Diego pra transar comigo e com meu pai tarado na nossa cama... eu disse a ela que o Diego é um namoradinho tarado com uma pica enorme de 23 cm que não fica mole de jeito nenhum e ela ficou louca de tesão dizendo que queria viver muitas aventuras loucas comigo e então depois de gozar na língua gostosa da puta loira e coloquei ela de 4 comecei a lamber a bucetona da cadela por trás e quando vi um cinto de couro do lado na hora me deu vontade de usar naquela bundona branca grande e enchi a bunda de cintadas... eu lambia e chupava seu grelão durante alguns minutos e depois voltava a bater de cinto na vagabunda que gritava que nem uma louca gozando e pedindo pra apanhar mais... satisfiz o desejo da vadia tarada e só depois que me cansei dei um tempo e quando entramos no chuveiro juntas me deu vontade de fazer xixi e quando Dona Alice viu a louca tarada se ajoelhou e mandou-me fazer xixi na boca dela... claro que atendi seu desejo louco e a tarada loira bebeu tudo se masturbando e gemendo. Foi uma loucura papai... depois disso ela colocou um calcinha com um pênis de silicone enorme e fodeu minha bucetinha me chamando de putinha tarada e vagabunda e eu enchi a cara dela de tapas e também a chamando de cadela de rua, safada, puta e a tarada gozou um monte e eu também! Só depois da putaria é que fomos ao shopping e quando entramos em uma boutique só de roupas top e gostei de um vestidinho bem caro ela disse que eu podia comprar tudo que tivesse vontade e então já viu, não tive um pingo de dó de abusar do cartão de credito da puta loira tarada que pagou tudo sem reclamar. Daqui a pouco vou levar a patroa pra dar um passeio igual eu fiz ontem... ela já disse que estando comigo topa experimentar minhas loucuras sexuais... então pode ter certeza que vamos gozar muito... já liguei pro Jean e o Alex e eles disseram que a rapaziada vai estar nos esperando de paus bem duros!

-Bruna realmente você é uma pervertida sem um pingo de juízo... mas... depois que tudo que me contou sobre a patroa acho que realmente a cadela além de riquíssima é uma piranha masoquista de primeira... também adoraria dar umas cintadas naquela bunda branca... loira do jeito que ela é deve ficar toda marcada de manchas roxas... que deliciaaaaaa!

-papai... acho que essa cidade foi feita pra gente safada como nos dois... vamos aproveitar... tenho certeza que meu papai taradão vai realizar seu desejo... quando contei pra tua patroa cadela sobre nossa transa junto com Diego ontem a noite... ela ficou toda excitada em saber que eu dava pro meu próprio pai e comentou que gostaria de assistir isso também... acho que isso não vai demorar a acontecer! Outra coisa maluca que a patroa me contou é que o patrão é racista... não gosta de negros... e ela nunca deu a buceta pra um negão... e hoje vou fazer ela dar pra um monte deles... quando o patrão taradão me comeu encheu minha bunda de tapas... agora a esposa vai apanhar e levar vara de negão... vai ser uma loucura... queria poder gravar isso!

-filhinha... é uma pena estar trabalhando e não poder ir junto com você no escritório do Jean... adoraria assistir voce e a patroa puta sendo comida pelos negros pauzudos... hummm... delicia!

-pode deixa papai tarado... eu te conto tudinho em detalhes quando voltar... e prometo que volto com a bucetinha e o cuzinho do jeito que você gosta... cheios de porra de negros... o patrão não gosta de negros... mas... eu e meu pai taradão adoramos!

Meu pau estava duro sentindo a bundinha empinada da minha filha encaixada no meu colo e todo safado eu enfiava a mão no meio de suas coxas e como sempre a safada estava nuazinha por baixo do vestidinho curto e ela então abriu as pernas e sussurrou:

-pega na bucetinha da tua filhinha piranha... to molhadinha demais... to louca pra dar pros machos negros junto com a patroa masoquista... ela disse que precisava ir ao banco assinar uns papeis... mas não iria demorar... já estou ficando ansiosa... quando sinto tesão quero fazer na hora que to com vontade... se ela demorar vou mandar o Alex e o amigo pauzudo dele baterem em dobro na vagabunda... pode crer!

Minha filha já botava as asinhas de fora se mostrando uma garota que gostava de mandar e comandar as ações das pessoas ao seu redor e com certeza iria se tornar uma dominatrix total e isso me dava mais tesão ainda e todo tarado levantei a putinha do meu colo e colocando-a de bruços na escrivaninha enfiei a cara entre suas nádegas maravilhosas e lambi desde o grelinho até o cuzinho e a safada rebolou gostoso sussurrando:

-hummm... papai tarado safado... não pode ficar perto da filhinha que já quer me lamber todinha né cachorrão tarado... hummm... só que vai ter que esperar... minha buceta ta muito limpinha pro meu papai pervertido... acabei de tomar banho... e você gosta dela bem suja né seu safado tarado! Alias... você devia ligar pro Diego e convidar o taradinho gostoso vir “dormir” com a gente de novo essa noite... aquele negro safado tem uma rola perfeita pra minha buceta e pro meu cu... quem sabe depois da putaria no escritório do Jean eu trago a patroa e a gente faz safadezas em 4 no nosso quarto... hummm... seria muito bom demais!

Parei de lamber a putinha e resolvi tocar no assunto “Diego”, afinal não tinha como esconder de minha filhinha puta o que havia acontecido entre eu e o garotão pauzudo e brinquei bem safado dizendo:

-é... pelo jeito minha filha piranha gostou muito do garotão negro tarado... já ta querendo reprisar a noite passada é... sua safada?

-papai... eu adorei o Diego em nossa cama... além de ter uma rola enorme que ta sempre pronta pra meter... ele topa tudo... e eu posso gozar gostoso do jeito que adoro... um pauzão atolado na minha bucetinha e no cu ao mesmo tempo meu papai pervertido lambendo e chupando meu grelo me fazendo gozar que nem uma doida... e se ontem já foi gostoso... agora que já perdermos todo a vergonha vai ser ainda melhor... e eu sei que meu papai também gostou muito... você foi muito melhor do que imaginei... fez tudo que eu queria numa boa... chupou o pauzão gostoso do Diego junto comigo e quando ele gozou e encheu sua boca de porra você engoliu tudinho sem frescura... papai você é um louco tarado maravilhoso!

Tirei o pau pra fora e fiz Bruna sentar no meu colo de costas e a safada já encaixou seu cuzinho nele e toda putinha deu uma reboladinha dizendo:

-não goza hein... é só pra ficar com tesão... quero ficar assim espetadinha no teu pau esperando a patroa vadia ligar dizendo que ta chegando! RSS.

Decidi que ia abrir o jogo a respeito de ter sido comido pelo garotão pauzudo e continuei a conversa dizendo:

-é... realmente o garotão negro é um tremendo tarado mesmo... topa tudo e gosta de tudo... então vou te contar o que o safado aprontou comigo... depois que você saiu do quarto de manhã ele ficou dormindo na nossa cama e foi então que acordei sentindo um tesão danado e quando me dei conta o Diego estava lambendo meu cuzinho e o pior é que eu estava gostando... não tinha como negar... eu tava rebolando na língua quente do tarado... quando tentei reclamar ele me encoxou deslizando aquele pauzão enorme no rego da minha bunda dizendo que ia me comer... que eu tinha uma bunda parecida com a sua... que meu cuzinho era quente igual o teu... que eu tinha chupado o pau dele de um jeito muito gostoso... bem... não consegui sair fora... e quando me dei conta ele me virou de bruços e me comeu sem dó... e eu gostei muito do safado me enrabando gostoso... pronto... eu tinha que contar isso pra você... acho que não devemos esconder nada um do outro!

Minha filha putinha virou o rosto pra trás e com um sorrisinho sacana no rosto disse:

-papai... que taradão você é... que você tinha adorado chupar e engolir a porra do garotão negro... eu sabia... mas que ia adorar ser enrabado por aquele pauzão grosso de 23 cm eu tinha duvidas... mas... bem que o Diego comentou comigo no banho quando você se deitou de bruços que sua bunda era muito gostosa e que com certeza meu papai tinha tido experiências com machos porque você tinha chupado o pauzão dele como uma puta... alias o safado até disse que quando ele fechava os olhos enquanto eu e você chupávamos ele não dava pra saber quem tinha a boca mais gostosa... e o garotão negro tarado até disse que se você desse mole ele te comia na hora... pelo jeito foi mais rápido que imaginei... né seu safado... nossa fiquei mais tarada você me contando essa safadeza... eu queria ter visto meu papai levando aquele pauzão negro no cu... por isso que eu gosto tanto de dar o rabo... tive a quem puxar! RSS. Mas... me conta papai... quem te comeu antes do Diego... quero saber tudinho!

Meu pau estava atoladinho no cuzinho delicioso da minha filhinha piranha que toda safada dava umas reboladinhas e todo sacana contei tudo:

-bem... desde novinho era taradinho e vivia me masturbando e conheci um garoto que também era safado e passamos a fazer troca-troca quase todo tarde na minha casa... minha mãe trabalhava e a gente aproveitava pra fazer safadezas... tanto eu quanto o meu amigo tínhamos pinto pequenos ainda... mas o tesão era demais... só que um dia meu tio Bene chegou à minha casa e me pegou transando com o garoto... e o pior é que eu é que estava de bruços sendo comido... ai meu tio todo safado me chantageou dizendo que se não desse meu cuzinho pra ele o safado contava pra minha mãe... fiquei com medo e acabei aceitando sua chantagem e ele me levou pra casa dele e me fez chupar seu pintão enorme... era grande e grosso... tinha 19 cm... o meu e do meu amigo tinha 11/12 cm... meu tio taradão não teve dó e socou aquela rola grossa no meu cuzinho quase virgem... nossa... doeu pra cacete... mas o safado me comeu do jeito que quis e encheu meu cuzinho de porra. Fiquei com o cuzinho ardendo uns 2 dias e até evitava passar em frente da casa do meu tio, mas o taradão me encontrou na padaria e todo sacana me disse que queria me comer de novo e que estaria me esperando na casa dele... até tentei não ir... mas fui e então ele me deu um banho e todo safado me colocou de bruços na cama com dois travesseiros por baixo e começou a lamber meu cuzinho... fiquei doido de tesão e logo o safado estava me comendo e socando com força e eu rebolava que nem louco... gozei pelo cu sendo enrabado... e durante quase 2 anos... tio Bene me comia pelo menos duas vezes por semana... e nem precisava me chamar... eu ia atrás dele e adorava mamar no pauzão dele e ele gostava de gozar na minha boca. Mas... tem uma coisa que aconteceu comigo que acho muito louco também estar acontecendo com minha filhinha tarada... depois de 4 meses que o tio estava me comendo ele me levou junto em uma pescaria com mais 3 amigos em um rancho que havia na beira do rio onde ficavam pescando e bebendo cerveja durante os fins de semanas e então a noite todos eles vinham pra minha cama e me enrabaram a noite inteira... quando um gozava logo vinha o outro e engatava no meu cuzinho e todos eles eram bem dotados... apesar de achar aquilo muito louco... gostei de levar rola no cuzinho de machos diferentes... fizeram um gang-bang comigo e na segunda vez que meu tio me levou numa dessas pescarias... como os safados viram que eu gostava de dar pra todos eles e os safados já foram bem mais explícitos e vinham em dois me sodomizar... um na boca e outro no cuzinho e eu gozava muito gostoso... sentindo porra quente no meu cuzinho e no fundo da minha garganta! Pronto... agora minha filhinha piranha tá sabendo das safadezas de adolescentes do teu pai tarado!

Meu pau parecia que ia explodir sendo engolido pelo cuzinho sedento da putinha safada que ouvia meu relato sacana sem piscar os olhos e então ela bem safada se levantou do meu colo e sentando na beira da escrivaninha de frente pra mim com as pernas arreganhadas mostrando aquela bucetinha tesuda e molhadinha disse:

-Nossa... que tesão ta me dando ouvindo essa sacanagem deliciosa papai... acho que você vai ter que me fazer gozar... e quero gozar sendo chupada bem gostoso... e isso meu papai pervertido faz com perfeição... e aprendeu isso desde novinho né seu safado... quero sua boca tesuda chupando minha buceta e já que meu papai revelou um de seus segredos íntimos... enquanto você me dá prazer sua filhinha putinha também vai contar um segredo bem sacana que guardo comigo há bastante tempo e tenho certeza que meu papai taradão vai adorar saber!

Rapidinho me ajoelhei diante daquela putinha vadia de pernas abertas e comecei a lamber e sugar com força aquele grelo inchado tesudo e Bruna dando um gemidinhos safados começou a revelar seu segredo:

-acho que eu e meu papai tarado somos tão safados que até nossas aventuras sexuais são parecidas... eu perdi meu cabaço da buceta não faz muito tempo... mas do cuzinho... já faz um bom tempo e aconteceu assim: Eu fiz amizade com uma garota chamada Julia que havia se mudado para uma casa pertinho da minha... ela morava só com o pai... ele era um morenão forte bonitão e trabalhava como segurança de transporte de valores e não demorou pra eu perceber que a Julia era cheia de carinhos com seu paizão... abraçava, beijava e vivia sentando no colo dele e a safadinha fazia isso sem se importar comigo estando por perto... eu já tinha beijado alguns garotos e também tinha batido punhetas pra vários... na verdade eu acho que nasci putinha... porque eu não podia chegar perto dos meninos que a bucetinha já ficava toda úmida... me masturbava todo dia... mas apesar de ainda virgem eu já era bem safada e sabia que os homens queriam me comer... eu vivia se saias e shorts curtinhos... blusinhas sem sutiã com os biquinhos dos peitos sempre durinhos e percebi que o pai da Julia ficava olhando pro meu bumbum empinado e quando me sentava como nunca me preocupei em fechar as pernas... minha calcinha sempre aparecia e lógico que gostei de sentir aquele olhar cheio de desejo em cima do meu corpo... aiiiii papai... lambe com força... ahhhh deliciaaaa de boca... não para de me chupar... to quase gozando... ahhh... foi então que percebi que o pai taradão da Julia também começou a atiçar o meu tesão porque o safado passou a andar de cueca bem justa pela casa e notei que ele tinha uma rola enorme que ficava toda armada e como ele sempre usava cueca branca... dava pra ver que ficava toda meladinha na ponta... apesar da Julia não me falar nada eu tinha certeza que ela dava para o pai... porque a safada dizia que adorava dormir com o pai na cama grande! Julia já tinha me chamado pra dormir na casa dela algumas vezes e um dia resolvi aceitar e foi então que a safada depois de tomar um banho veio pra sala só com uma camisetinha curtinha e se sentou no colo do pai e pelo jeito estava taradinha porque passou a se esfregar nele com safadeza e quando ela se levantou pra tomar alguma coisa na geladeira além de notar que a safadinha estava sem calcinha vi que o pauzão dele estava tão duro que a cabeça estava pra fora da cueca e com certeza ele queria que eu visse porque não se preocupou em disfarçar seu tesão e quando Julia voltou ela apagou a luz da sala e ficando só com luminosidade da tela da TV e com certeza a putinha espetou o pauzão dele na buceta e dando uns gemidos passou a rebolar no colo dele... minha buceta então parecia que pegava fogo de tão quente e então fui até o banheiro dizendo que ia fazer xixi e me masturbei sentada no vaso gozando gostoso... quando voltei Julia gemendo alto estava dando a buceta gostoso pro pai taradão e fiquei bem perto do sofá assistindo a putaria dos dois e sem conseguir me controlar enfiei a mão por baixo da calcinha e comecei a me masturbar novamente. Julia então se levantou do colo do pai e vi aquele pauzão enorme e duro apontando pro teto... tinha 18 cm e bem grossão mesmo... a cabeça era grandona... Julia deu um sorrisinho sacana e disse que ia passar uma água no corpo e então o pai taradão dela me puxou pelo braço e começou a me acariciar e logo me colocou de 4 no sofá passando a lamber minha bucetinha virgem pro trás como um cachorro e logo entrei no embalo e então senti que ele deslizava seu pauzão entre os lábios da minha buceta e no rego do cuzinho e só balbuciei que ainda era virgem e ele todo tarado disse que não ia tirar meu cabaço da buceta mas meu cuzinho ia comer... que era louco pelo meu rabo empinado e todo tarado encaixou a cabeçona na portinha do meu cuzinho virgem e foi enfiando com vontade... gritei de dor... ele tampou minha boca e me dando um tapa forte na bunda disse que se eu não ficasse quietinha ele ia me encher de porrada e quando vi o tarado já tava com aquele cacetão atolado no meu cuzinho arrombado... depois de algum tempo choramingando de dor... comecei a gostar e não demorou nada pra rebolar e gozar gostoso e ele me enrabou sem dó... praticamente igual você me contou que o tio Bene fez com você... nem preciso dizer que apesar de ficar com o cuzinho parecendo uma flor levando no rabo com aquele cacetão cabeçudo no outro dia voltei la e ele me comeu mais gostoso ainda... o safado comia a buceta da filha e o meu cuzinho quase todo dia... ahhhh... papai... chupa forte... vou... vou gozar... ahhhh... que delicia dar o rabo pra aquele taradão... to gozandoooooooooooo... deliciaaaaaaaaaaaa!

Não consegui me controlar e gozei como um louco no tapete chupando e ouvindo a minha filha putinha me contando como tinha perdido o cabaço do cuzinho e a safada parecia que fazia xixi de tanto gozo que saia de sua bucetinha tesuda e como se tudo fosse cronometrado o celular da Bruna tocou e era a patroa dizendo que estava chegando e era pra esperá-la no estacionamento para irem para a nova aventura.

Minha linda filhinha puta se levantou da escrivaninha e só puxando o vestido pra se recompor me abraçou e beijando meu rosto disse que assim que tivesse um tempinho me ligava pra me contar o que estava acontecendo no barracão do Alex e toda safada disse que era pra ligar pro garotão Diego e convidá-lo pra “dormir” conosco em nosso quarto.

Ainda bem que o movimento do hotel estava fraco naquele dia porque não consegui me concentrar no trabalho só imaginando o que poderia estar rolando com minha filhinha puta e a patroa masoquista com os negros amigos do Alex e apos 2 h Bruninha me ligou dizendo que estava voltando e assim que ela entrou fomos para o escritório da gerencia e assim que tranquei a porta minha linda filha ninfomaníaca tirou o vestidinho e como tinha feito antes se sentou na beira da escrivaninha com as pernas abertas e toda tesuda disse:

-vem cachorrão tarado... quero meu papai pervertido de joelhos lambendo minha buceta toda gozada... to cheia de porra do jeito que você gosta... vem chupar a minha buceta seu safado... chupa minha buceta e meu cu seu safado gostosooooo... enquanto você me lambe eu conto o que eu e a patroa loira vagabunda fizemos no galpão do Jean... vem papai... lambe sua filhinha cadela... vemmmmmm!

Em segundos eu fazia o que Bruna mandou e quando colei meus lábios naquela buceta toda inchada quente como um vulcão meu pau ficou duro como aço e liberei o tesudo pra fora da calça e comecei a sugar e lamber a rachinha completamente melada de porra dos machos negros pauzudos e minha filha gemendo toda safada e rebolando na minha língua disse:

-aiiii papai... que língua gostosa que você tem seu safado... como chupa gostosooooo... ahhh... lambe tudo seu pervertido tarado... ahhh... papai a patroa é uma tarada masoquista que nunca vai esquecer desse dia... a vagabunda apanhou dos machos negros e gozou que nem uma cadela de rua...

eu falei pro segurança Alex e pro amigo dele pauzudo que adora comer meu cu que a patroa tinha um marido racista e que podia tratar a vadia rica como uma puta de rua... e os safados abusaram bastante dela... levou surra de cinta e rolas negras... 12 comeram ela... e claro que também dei pra todos... fizeram DP na buceta e no cu em nos duas... que delicia assistir aquela loirona enorme toda cheia de pose apanhando na cara e na bunda daqueles negros enormes... eu gozei algumas vezes só de escutar os gritos de dor e prazer da cadela... ahhhh... papai... não para... chupa meu grelo com força... aiiiiii... vou gozar... ahhh... vou gozar... ahhhh... que boca tesuda... queria um pau enterrado na minha buceta e sua boca deliciosa me lambendo... ahhhh!

Bruna gemendo bem alto puxou meus cabelos forçando minha boca de encontro a sua bucetinha tesuda gozando copiosamente.

Quando minha linda filha putinha começou a acalmar me levantei ficando de pé entre suas coxas e socando forte meu pau naquela bucetinha bastaram meia dúzia de bombadas fortes pra também gozar que nem um cavalo, meu pau nadava dentro daquele vulcão em erupção e então a safada beijou minha boca e sussurrou:

-limpa sua porra agora seu cachorrão viciado... lambe de novo sua filhinha puta... faça o que você adora... lamber porra da minha buceta... ahhhh... tarado safado... papai você é um louco delicioso... chupa minha buceta... deixa ela limpinha... ahhhhhhhhhhhh!

Depois de lamber todinha aquela bucetinha toda inchada botei a putinha debruçada sobre a escrivaninha e lambi seu rabinho até deixá-lo totalmente limpinho e aproveitei pra dar uns tapinhas naquele bumbum empinadíssimo que deixava qualquer um louco de vontade come-lo e então Bruna foi para seu quarto e aproveitei pra passar uma água no rosto e dar uma acalmada pra sair do escritório e dar uma passada pela recepção do hotel e conferir se tudo estava funcionando perfeitamente.

Quando minha filha voltou toda linda com um vestidinho curtinho de sandália de salto alto e sem calcinha, alias a safada já havia dispensado o uso dessa pequena peça e se sentando do meu lado em um sofá no hall de recepção começamos a conversar e quando perguntei da patroa ela sorrindo disse que a loira masoquista tinha ido pra casa pra descansar porque no dia seguinte ela teria uma reunião importante de negócios e precisava tomar um banho de sal grosso pra tirar as manchas roxas que os negros tinham deixado em seu corpo branquinho e então Bruna disse que a patroa apesar de todo tesão que sentia não tinha pique pra aguentar uns gang bangs seguidos, mas minha querida filha putinha já cheia de safadeza me contou que durante a farra com os machos negros junto com a patroa trocando idéias com Jean ele sugeriu fazer um baile funk bem quente com muito sexo porque do jeito que Bruna era tarada e aguentava muita rola seria unir a fome com a vontade de comer. Alem de faturar muita grana Bruninha iria poder exercitar seu lado exibicionista ao extremo e ele disse que ia tocar o projeto pra fazer a coisa acontecer naquele fim de semana.

Com certeza vi que a coisa ia pegar fogo de verdade com aquela ideia de baile funk, esses bailes normalmente sempre são recheados de putaria e com minha filha participando tudo ia ficar ainda mais sacana.

Me levantei pra atender um hospede e quando voltei pra me sentar ao lado de minha filha ela toda safada disse:

-papai... passa o numero do Diego... vou ligar pra ele... chamá-lo pra vir “dormir” com a gente... que tal continuarmos a farra de ontem?

Dei um sorriso sacana dizendo:

-nossa... que tesão louco minha filha... nem acabou de transar com 12 negros pauzudos e já ta querendo mais... sua ninfomaníaca!

-ahhh papai... meu corpo ta sempre querendo mais... e tenho certeza que você também ta querendo repetir a safadeza que fez com ele... tanto eu quanto você somos completamente pervertidos e tarados... papai... eu e você podemos tudo!

Sorri concordando e assim que dei o numero ela ligou e assim que ele atendeu minha filha foi até o banheiro pra poder falar tranquila e após alguns minutos ela saiu e veio até mim e disse sorrindo:

-papai... acho que hoje vai ser melhor que ontem... o Diego perguntou o que eu tinha aprontado de safadeza hoje e comentei que tinha ido com uma amiga loira fazer um gang bang la no escritório do Jean... e que apesar de ter gozado gostoso eu tava querendo “brincar” com ele de novo e comentei que você tinha me contado sobre o que tinha acontecido entre vocês dois de manhã... e queria repetir nossa transa a três e então o safado me disse que estava com um primo e dois amigos comentando sobre sacanagem e o safado deu a ideia de trazer os amigos juntos e eu disse que ia perguntar pra você se podia... mas... acho que meu papai tarado vai querer também né?

-bem... claro que sim... mas... fala pra o Diego quando chegar liga pra eu os leve pelos fundos... para os empregados não verem essa movimentação e depois ficarem comentando!

Bruna tornou a ligar e deixou tudo acertado pra aquela noite e só de imaginar o que ia rolar naquele quarto meu pau voltou a ficar duro novamente e logo surgiram dois homens bonitões que se sentaram nos sofás do hall e já puxaram conversa com Bruna que toda safada já deu lado pra eles e não demorou pra que eles se levantassem e fossem em direção ao quarto deles e em seguida ela veio até mim e sorrindo disse:

-papai... vou faturar uma grana rapidinho... os bonitões acharam que sou uma garota de programa e perguntaram quanto eu cobrava... eu até dava de graça pra eles... mas... já que eles querem pagar vou dar mais gostoso ainda... acho que vai ser rápido... pelos jeito estão na seca faz dias! RSS.

Cada vez mais Bruna se mostrava mais safada e esperta e certamente ia ficar ainda mais e realmente não demorou muito pra minha filha putinha voltar toda sorridente com algumas notas de dinheiro na mão dizendo:

-papai... não deu nem graça... gozaram rápido demais... foi o dinheiro mais ligeirinho que já veio na minha mão! RSS.

Não tinha como voltar atrás, a putaria ia ser muito intensa naquela noite e com certeza a coisa ia ficar ainda mais sacana.

Aproveitei pra perguntar pra Bruna se Diego tinha comentado sobre quem eram os amigos que iria trazer com ele na noite e ela disse que o primo era negro e também bem dotado e os outros dois mulatos quase negros e extremamente bem dotados e com certeza nos iríamos gostar muito.

Continua... com certeza!

Skype: bruninha_zinha_z

e-mail: [email protected]

skype: tete-cp1

http://sharoland-nn.ru/perfil/150463 nesse link tem todos os contos!!!

gfffffddccxx76h

Comentários

12/01/2018 22:22:37
nossa... essa série é perfeita! me identifico mt com bruninha... gostaria de pode conversar com ela... Precisa de uma continuação urgente!!! Nota 1000
06/11/2017 12:51:58
Morrendo de curiosidade para saber a continuação dessa história... nota 10
17/02/2017 18:40:17
Quando a série tá ficando melhor ainda o autor para de postar
17/02/2017 18:37:38
17/02/2017 18:35:25
26/07/2016 17:26:38
OOOO delicia de conto. adorei! Quero muito saber o que vai acontecer nesse baile funk kkkkkk
16/07/2016 21:40:36
Extenso, mas interessante..

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erótico minha empregadinha novinhaincesto com meu vô contoscomendo cu da sogra da minha sobrinha contosseio exitadoporno xxvideos meninas sentodo o cu em cima do pau mostando a bucetasexo deixando mae com bunda doendo contocasada sequestrada e estuprada na lua de mel pornofilinha novinha chega. colegio corre senta colo pai pra senti pau pai vibra na sua bundinha contospornodoido pesso para dormir por que tenho medo de trovõescontos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delacontos eroticos provocando meu cunhadocontos eróticos comi o cu do filho da mendigafilmes pornodoido dbsm com uma branquinha doida para ver o pau do negrao entrarvideo porno amigo do meu marido me comeu e fingi que n percebibelo sexo dormindo de conchinha com a titiapornodoido meu pai me consola depois deu chorarcontos buc branca cacete 40cm foto corno ensopando o cuzinho com gelpornocontoincestoContos eroticos com fotos de podolatria chupando pes da prima dormindosTHeo eTonnymaes rabuda deu pro filhos e amigos de fio contosfilme porno "ligados pelo desejo"videos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhoincesto com meu vô contoscrossdress betinha 4contos eróticos da esposa anda na casa de quatro como cadelaContos eroticos chotei na puca do meu padrasto parte1video de um homen chupano a buceta da mulher a te dar istralosconto gemo muito ai ai dando cu para outro na frente do meu corno ele fica com tesaõsexo em familìa safadao ver novinha de roupas curta e fica b punheta pensando nela e ela nao gostouputinha gostosa de blusinha regatinha e shortinho socado na ruaimagm de sex filha qosano na cara do paienudou boceta da vadia d porranovinha.prvoca avo q ta limpano a pisina e fode com eleleitinho do papai contos gayuma mãe vai para o quarto de um filho ainda quando ele ver com p******* abre a sua oxente e chupa o pau dele pornôeu já perguntei onde tu tava ontem Live sexo vídeo pornô deixa que eu adoro vai bater igual a ShakiraContos Eróticos De Minha Vizinha Verahttp://img2.virgula.uol.com.br/x495.jpgcontos eróticos sogra pediu pra ver minha rolaesposa fudida por sobrinhos e sogros contos eróticoscontos eroticos com dean winchesterencanador pasado arola na mulher de vetidinho vermelhoXxvideosVizinha gostosa de shortinhome abandona grandona da n***** moreninha virgem recebendo na bunda e sangrandoComtos namoradas fodidas por velhosContos eroticos com fotos de podolatria chupando pes da prima dormindosblogger comedorcasada gozando veja fotoSo fotos de picas de 20 centímetros enfiado na bucetaate quanto centimetros poso colocar no meu cufilha adotiva safada com mae e pai contosporno xoxota loucas surpresaa tia zoofilia pegada no caoempresario comedor de casadas cssa dos contos eroticosconto minha hisoria dupla penetacao com janete e betohistória e foto de tia gostosa que gosta de fazer macarrão com sobrinho novinho e g****** na mão delaO verdadeiro marido Corno . . . Simplemente adora lamber o clitoris da esposa . . . Enquanto o amante dela enche sua buceta de Porracasada sequestrada e estuprada na lua de mel pornocontos eróticos as amiguinhascontos eroticos comendo a sobrinhacondo o marido sai potrabalho pornoXVídeos gay com truculênciagueixa mijonaconto de incesto mae mulata de babydollconto. andando de moto taxi. comi o cu de uma menina rabudapornodoido meu pai me consola depois deu chorarporno coeivídeo pornô da negra olho torto sentando na pica e virando os olhos com tesãoNovinha excitidavideos de sexo filhas gemiase paicontos de mae vadia viciada na rola do filhoVideos de sexo brasileiro nem naceu cabelo na bucetinha virgem e ja ta metendo com pauzao